O ambiente básico de vida que Deus cria para a humanidade: a luz

13 de Dezembro de 2018

A quarta coisa está relacionada aos olhos das pessoas — isto é, a luz. Isso também é muito importante. Quando você vê uma luz brilhante, e o brilho dessa luz chega a um certo ponto, seus olhos ficarão cegos. Afinal, os olhos humanos são olhos de carne. Eles não estão imunes a danos. Alguém se atreve a olhar diretamente para o sol? Algumas pessoas tentaram, e se elas estiverem usando óculos escuros, isso funciona perfeitamente — mas isso requer o emprego de uma ferramenta. Sem ferramentas, os olhos nus do homem não têm capacidade de encarar o sol e olhar diretamente para ele. No entanto, Deus criou o sol para trazer luz para a humanidade, e essa luz também é algo do qual Ele cuidou. Deus não simplesmente terminou de criar o sol, o colocou em algum lugar e então o ignorou; não é assim que Deus faz as coisas. Ele é muito cuidadoso em Suas ações e as avalia minuciosamente. Deus criou olhos para a humanidade para que ela possa ver e Ele também estabeleceu de antemão os parâmetros da luz com a qual o homem vê coisas. Não serviria se a luz fosse fraca demais. Quando é tão escuro que as pessoas não conseguem enxergar seus dedos à sua frente, então seus olhos perderam sua função e não têm utilidade. Um lugar claro demais será insuportável para os olhos humanos e eles não poderão ver nada. Assim, no ambiente em que a humanidade vive, Deus lhes deu a quantidade de luz apropriada aos olhos humanos. Essa luz não machucará ou danificará os olhos das pessoas. Sobretudo, não fará com que os olhos das pessoas percam sua função. É por isso que Deus colocou nuvens ao redor do sol e da terra, e a densidade do ar também consegue filtrar normalmente a luz que pode ferir os olhos ou a pele das pessoas. Isso está correlacionado. Além disso, a cor da terra criada por Deus também reflete a luz do sol e todos os tipos de luz e elimina a parte do brilho da luz que deixa os olhos humanos desconfortáveis. Dessa forma, as pessoas não precisam usar óculos de sol muito escuros para poder andar por aí e conduzir suas vidas. Sob circunstâncias normais, os olhos humanos podem ver as coisas no âmbito de sua visão e não sofrerão interferência da luz. Ou seja, não adiantaria se a luz fosse penetrante demais, nem se fosse fraca demais. Se fosse fraca demais, os olhos das pessoas ficariam danificados e, após um uso breve, estariam arruinados; se fosse forte demais, os olhos das pessoas não conseguiriam resistir a ela. Essa luz que as pessoas têm é adequada para os olhos humanos enxergarem, e, através de vários métodos, Deus minimizou o dano causado aos olhos humanos pela luz; e mesmo que essa luz possa trazer benefícios ou afligir os olhos humanos, ela basta para permitir que as pessoas cheguem ao fim de sua vida mantendo o uso de seus olhos. Deus não foi minucioso ao contemplar isso? No entanto, o diabo, Satanás, age sem que qualquer consideração jamais passe por sua mente. Com Satanás, a luz ou é clara demais ou é fraca demais. É assim que Satanás age.

Deus fez essas coisas para todos os aspectos do corpo humano — visão, audição, paladar, respiração, sentimentos… para maximizar a adaptabilidade da sobrevivência da humanidade para que ela possa viver normalmente e continuar a fazer isso. Em outras palavras, tal ambiente de vida existente criado por Deus é o ambiente de vida mais adequado e benéfico para a sobrevivência da humanidade. Alguns podem pensar que isso não é muito e que tudo é muito comum. Sons, luz e ar são coisas com as quais as pessoas sentem que nascem, coisas de que podem aproveitar desde o momento do nascimento. Mas o que Deus fez por trás do usufruto dessas coisas é algo que elas precisam conhecer e entender. Independentemente de você sentir que há necessidade de entender ou conhecer essas coisas, em resumo, quando Deus criou essas coisas, Ele despendeu pensamento, Ele tinha um plano, Ele tinha certas ideias. Ele não colocou a humanidade em tal ambiente de vida de forma simples, casual ou sem qualquer consideração. Vocês podem pensar que falei grandiosamente demais sobre cada uma dessas coisas pequenas, mas em Minha opinião, cada coisa que Deus proveu à humanidade é necessária para a sobrevivência da humanidade. Existe a ação de Deus nisso.

Extraído de ‘O Próprio Deus, o Único VIII’ em “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado