Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

O que significa conhecer a Deus? Uma compreensão do conhecimento bíblico e da teoria teológica pode ser considerada conhecimento de Deus?

23

1. O que significa conhecer a Deus? Uma compreensão do conhecimento bíblico e da teoria teológica pode ser considerada conhecimento de Deus?

Palavras de Deus relevantes:

O que significa conhecer a Deus? Significa que o homem conhece a alegria, a raiva, a tristeza e a felicidade de Deus; isso é conhecer a Deus. Você diz que viu Deus, mas não entende a alegria, a raiva, a tristeza e a felicidade de Deus, não entende Seu caráter, nem entende Sua justiça. Você não tem entendimento da Sua misericórdia, não sabe do que Ele gosta e o que detesta. Isso não é conhecimento de Deus. Se você O conhece, O entende e é capaz de compreender um pouco da Sua vontade, então você pode verdadeiramente acreditar Nele, submeter-se verdadeiramente a Ele, amá-Lo verdadeiramente e verdadeiramente adorá-Lo. Se não entende essas coisas, então você está só seguindo adiante, é alguém que só corre adiante e acompanha a multidão. Isso não pode ser chamado de submissão verdadeira ou de adoração verdadeira. Como se dá a adoração verdadeira? Não existe ninguém que verdadeiramente conheça e veja Deus que não O adore, que não O reverencie. Todos devem curvar-se e adorá-Lo. No presente, no tempo da obra do Deus encarnado, quanto mais entendimento as pessoas têm da essência da divindade de Deus, de Seu caráter e do que Ele tem e é, mais elas os valorizam e O reverenciam. Em geral, menos entendimento significa mais descuido e que Deus é tratado como humano. Se de fato conhecerem a Deus e O virem, as pessoas tremerão de medo. Por que João disse: “Aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujos sapatos eu não sou digno de calçar”? Embora o entendimento em seu coração não fosse muito profundo, ele sabia que Deus é impressionante. Quantas pessoas são capazes de reverenciar a Deus agora? Sem conhecer Seu caráter, como alguém poderia reverenciá-Lo? Se não conhecem a essência de Cristo e não entendem o caráter de Deus, as pessoas não são capazes de adorar verdadeiramente o Deus prático. Se veem só a aparência externa comum e normal de Cristo e não conhecem Sua essência, é fácil para as pessoas tratar Cristo como um homem comum. Elas podem adotar uma atitude irreverente para com Ele, podem trapaceá-Lo, resistir a Ele, desobedecer-Lhe e lançar julgamento sobre Ele. Podem se achar certas e considerar insignificantes Sua palavra e obra, abrigar noções de Deus, condená-Lo e blasfemar contra Ele. Para resolver essas questões, é preciso conhecer a essência de Cristo, a divindade de Cristo. Esse é o aspecto principal de conhecer a Deus; é o que todos os crentes devem alcançar.

de ‘Como conhecer o Deus encarnado’ em “Registros das falas de Cristo”

O conhecimento do Deus prático inclui conhecer e experimentar Suas palavras e compreender as regras e os princípios da obra do Espírito Santo, e como o Espírito de Deus opera na carne. Portanto, também inclui saber que toda ação de Deus na carne é dirigida pelo Espírito e que as palavras que Ele diz são a expressão direta do Espírito. Assim, se você deseja conhecer o Deus prático, deve saber primeiramente como Deus opera em humanidade e em divindade; isso, por sua vez, diz respeito às expressões do Espírito com as quais todo mundo se envolve.

de ‘Você deveria saber que o Deus prático é o Próprio Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

O processo de vir a conhecer as palavras de Deus é o processo de vir a conhecer a Deus, e também o processo de vir a conhecer a obra de Deus. Sendo assim, conhecer as visões não diz respeito somente ao conhecimento da humanidade do Deus encarnado, mas também inclui conhecer a palavra e a obra de Deus. A partir da palavra de Deus, as pessoas vêm a compreender a vontade de Deus e, a partir da obra de Deus, vêm a conhecer o caráter de Deus e o que Deus é. A crença em Deus é o primeiro passo para conhecê-Lo. O processo de avançar dessa crença inicial em Deus até a crença mais profunda Nele é o processo de vir a conhecer a Deus e o processo de experimentar a Sua obra. […] Conhecer a Deus inclui conhecer o Seu caráter, entender a Sua vontade e saber o que Ele é. No entanto, qualquer aspecto que alguém chegue a conhecer, cada um requer que o homem pague um preço e requer a vontade de obedecer, sem a qual, ninguém seria capaz de continuar seguindo até o fim.

de ‘Somente aqueles que conhecem a Deus podem testemunhar Dele’ em “A Palavra manifesta em carne”

Conhecer as ações práticas de Deus, conhecer a realidade de Deus e a Sua onipotência, conhecer a verdadeira identidade do Próprio Deus, saber o que Ele tem e é, saber o que Ele demonstrou entre todas as coisas — isso é muito importante para cada uma das pessoas que busca o conhecimento de Deus. Isso tem influência direta sobre o fato de as pessoas poderem ou não entrar na realidade da verdade. Se você limita o seu entendimento de Deus a apenas palavras, se o limita a suas próprias pequenas experiências, à graça de Deus que você leva em conta ou seus pequenos testemunhos de Deus, então digo que o deus em que você crê absolutamente não é o Próprio Deus verdadeiro e pode-se dizer também que o deus em que você crê é um deus imaginário, não é o verdadeiro Deus. Isso porque o Deus verdadeiro é Aquele que governa sobre todas as coisas, que anda entre todas as coisas, que gerencia tudo. Ele é Aquele que detém o destino de toda a humanidade — Aquele que detém o destino de tudo. A obra e as ações do Deus de quem falo não estão simplesmente limitadas a uma pequena parte das pessoas. Isto é, não se limitam apenas às pessoas que atualmente O seguem. Suas ações são demonstradas entre todas as coisas, na sobrevivência de todas as coisas e nas leis da mudança de todas as coisas.

Se você não consegue ver nem reconhecer quaisquer ações de Deus entre todas as coisas, então você não pode dar testemunho de nenhuma de Suas ações. Se você não puder dar nenhum testemunho de Deus, se você continuar a falar do pequeno suposto deus que você conhece, aquele deus que está limitado a suas próprias ideias e que se encontra dentro de sua mente estreita, se você continuar a falar desse tipo de deus, então Deus nunca irá elogiar sua fé. Quando você testemunha por Deus, se você só faz uso de como você desfruta a graça de Deus, aceita a disciplina de Deus e o Seu castigo e desfruta as Suas bênçãos em seu testemunho por Ele, isso é extremamente inadequado e está longe de satisfazê-Lo. Se você deseja dar testemunho por Deus de uma forma que esteja alinhada com a Sua vontade, dar testemunho pelo Próprio Deus verdadeiro, então você deve ver o que Deus tem e é com base em Suas ações. Você deve ver a autoridade de Deus a partir de Seu controle de todas as coisas e ver a verdade de como Ele provê para toda a humanidade. Se você apenas reconhecer que sua comida e bebida diárias e suas necessidades na vida vêm de Deus, mas não vir a verdade que Deus provê para toda a humanidade por meio de todas as coisas, que Ele leva toda a humanidade por meio de Seu governo de todas as coisas, então você nunca será capaz de dar testemunho por Deus.

de ‘O Próprio Deus, o Único IX’ em “A Palavra manifesta em carne”

Ora, o que falta a todos os homens é o conhecimento da obra de Deus. O homem não compreende nem entende exatamente o que constitui os atos de Deus no homem, toda a obra de Deus e a Sua vontade desde a criação do mundo. Essa inadequação não é vista apenas em todo o mundo religioso, mas inclusive em todos os crentes em Deus. Quando chegar o dia em que você contemplar verdadeiramente a Deus e perceber Sua sabedoria; quando você contemplar todos os Seus atos e reconhecer o que Ele é e tem; quando você contemplar Sua abundância, sabedoria, maravilha e toda Sua obra no homem, será então que você terá alcançado fé bem-sucedida em Deus. Quando se diz que Deus abrange tudo e é muito abundante, o que significa abranger tudo? E o que significa abundância? Se não entende isso, você não pode ser considerado um crente em Deus.

de ‘Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Não importa quão grande seja o entendimento que o homem tenha da Bíblia, ele permanece não sendo mais do que palavras, pois o homem não entende a substância da Bíblia. Quando o homem lê a Bíblia, ele pode receber algumas verdades, explicar algumas palavras ou sujeitar algumas passagens e capítulos famosos ao seu escrutínio mesquinho, mas ele nunca será capaz de desprender o significado contido nessas palavras, pois tudo o que o homem vê são palavras mortas, não as cenas das obras de Jeová e de Jesus, e o homem não tem como desvendar o mistério dessa obra. Portanto, o mistério do plano de gestão de seis mil anos é o maior, o mais oculto e o mais absolutamente inconcebível mistério para o homem. Ninguém pode entender diretamente a vontade de Deus, a menos que Ele Mesmo a explique e abra ao homem; caso contrário, essas coisas permanecerão para sempre um enigma para o homem e para sempre mistérios selados. Não se importem com os que estão no mundo religioso; se a vocês não fosse dito, hoje, vocês também não as entenderiam.

de ‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Muitas pessoas acreditam que entender e ser capaz de interpretar a Bíblia é o mesmo que encontrar o caminho verdadeiro — mas, na verdade, será que as coisas são tão simples assim? Ninguém conhece a realidade da Bíblia: que não é mais do que um registro histórico da obra de Deus e um testamento dos dois estágios anteriores da obra de Deus, e não oferece uma compreensão dos objetivos da obra de Deus. Todo mundo que leu a Bíblia sabe que documenta os dois estágios da obra de Deus durante a Era da Lei e a Era da Graça. O Antigo Testamento narra a história de Israel e a obra de Jeová desde o tempo da criação até o fim da Era da Lei. O Novo Testamento registra a obra de Jesus na terra que está nos Quatro Evangelhos, bem como a obra de Paulo; eles não são registros históricos? Mencionar fatos passados, hoje, os torna história e não importa quão verdadeiros ou reais eles possam ser, ainda são história — e a história não pode abordar o presente. Pois Deus não olha para trás na história! E assim, se você apenas entender a Bíblia e não entender nada da obra que Deus pretende realizar hoje, e se você acredita em Deus, mas não busca a obra do Espírito Santo, você não entende o que significa procurar Deus. Se você lê a Bíblia para estudar a história de Israel, para pesquisar a história da criação de Deus de todos os céus e da terra, então, você não acredita em Deus. Mas, hoje, uma vez que você acredita em Deus e persegue a vida, uma vez que você busca o conhecimento de Deus e não persegue letras e doutrinas mortas, nem um entendimento da história, você deve procurar tanto a vontade de Deus de hoje como a direção da obra do Espírito Santo. Se fosse um arqueólogo, você poderia ler a Bíblia — mas você não é, você é um daqueles que acreditam em Deus e seria melhor buscar a vontade de Deus de hoje.

de ‘A respeito da Bíblia (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas, que foram corrompidas, todas vivem na cilada de Satanás, vivem na carne, vivem em desejos egoístas, e não há uma delas sequer que seja compatível Comigo. Há aqueles que dizem ser compatíveis Comigo, mas todos adoram ídolos vagos. Embora reconheçam Meu nome como santo, eles trilham um caminho em direção contrária a Mim, e suas palavras são repletas de arrogância e autoconfiança, porque, em sua raiz, todos eles são contra Mim e incompatíveis Comigo. Todos os dias eles buscam vestígios de Mim na Bíblia e de forma aleatória encontram passagens “adequadas”, que leem incessantemente, que recitam como escrituras. Eles não sabem como ser compatíveis Comigo, nem sabem o que significa estar em inimizade Comigo e simplesmente leem as Escrituras às cegas. Eles limitam à Bíblia um Deus vago que nunca viram e que são incapazes de ver, de tirar dali para contemplar durante o tempo que têm livre. Eles acreditam em Minha existência apenas no escopo da Bíblia. Para eles, Sou o mesmo que a Bíblia; sem a Bíblia Eu não existo e sem Mim não há Bíblia. Eles não prestam atenção em Minha existência nem nas Minhas ações, mas, ao contrário, devotam extrema e especial atenção a toda e qualquer palavra das Escrituras e muitos deles até acreditam que Eu não deva fazer nada que deseje fazer, a menos que esteja previsto pelas Escrituras. Eles atribuem importância demasiada às Escrituras. Pode-se dizer que veem palavras e expressões como importantes demais, a ponto de usarem versículos da Bíblia para avaliar toda palavra que Eu digo e para Me condenar. O que eles buscam não é o caminho da compatibilidade Comigo nem o caminho da compatibilidade com a verdade, mas o caminho da compatibilidade com as palavras da Bíblia, e acreditam que qualquer coisa que não esteja em conformidade com a Bíblia, sem exceção, não é a Minha obra. Tais pessoas não são os descendentes zelosos dos fariseus? Os fariseus judeus usaram a lei de Moisés para condenar Jesus. Eles não buscavam compatibilidade com o Jesus daquela época, mas seguiam diligentemente a lei à risca, a ponto de, no fim, pregarem o inocente Jesus à cruz, acusando-O de não seguir a lei do Antigo Testamento e de não ser o Messias. Qual era a essência deles? Não era que eles não buscavam o caminho da compatibilidade com a verdade? Eram obcecados por toda e qualquer palavra das Escrituras, sem, no entanto, prestar atenção na Minha vontade, nas etapas e nos métodos da Minha obra. Eles não eram pessoas que buscavam a verdade, mas um povo que seguia rigorosamente as palavras das Escrituras; não eram pessoas que acreditavam em Deus, mas um povo que acreditava na Bíblia. Eram, em essência, os cães de guarda da Bíblia. A fim de salvaguardar os interesses da Bíblia, de preservar a dignidade e proteger a reputação da Bíblia, chegaram a ponto de pregar o misericordioso Jesus na cruz. Fizeram isso simplesmente para defender a Bíblia, para manter a posição de toda e qualquer palavra da Bíblia no coração das pessoas. Então, preferiram renunciar ao futuro e à oferta pelo pecado para condenar Jesus, que não Se adaptava à doutrina das Escrituras, à morte. Eles não eram lacaios de toda e qualquer palavra das Escrituras?

E quanto às pessoas de hoje? Cristo veio para liberar a verdade, mas elas prefeririam expulsá-Lo de entre os homens a fim de ganhar a entrada no céu e receber a graça. Elas prefeririam negar completamente a vinda da verdade a fim de salvaguardar os interesses da Bíblia e prefeririam mais uma vez pregar na cruz o Cristo que retornou na carne a fim de assegurar a existência eterna da Bíblia. Como o homem pode receber a Minha salvação, quando o seu coração é tão malicioso e a sua natureza é tão antagônica a Mim? Vivo entre os homens, mas o homem não sabe da Minha existência. Quando faço brilhar Minha luz sobre o homem, ele ainda permanece ignorante da Minha existência. Quando Eu desencadeio a Minha ira sobre o homem, ele nega a Minha existência com ainda mais vigor. O homem busca compatibilidade com as palavras, com a Bíblia, porém nem uma só pessoa vem a Mim para buscar o caminho da compatibilidade com a verdade. O homem olha para Mim no céu e devota particular interesse pela Minha existência ali, porém ninguém se importa Comigo na carne, pois Eu, que vivo entre os homens, sou simplesmente insignificante demais. Aqueles que só buscam a compatibilidade com as palavras da Bíblia, que só buscam a compatibilidade com um Deus vago, são uma visão desprezível para Mim, pois o que eles adoram são palavras mortas e um Deus capaz de lhes dar tesouros incontáveis. O que eles adoram é um Deus que se coloca à mercê do homem e que não existe. O que, então, tais pessoas podem obter de Mim? O homem é simplesmente desprezível demais para se expressar em palavras. Aqueles que estão contra Mim, que Me fazem exigências sem limites, que não têm amor pela verdade, que são rebeldes em relação a Mim, como eles poderiam ser compatíveis Comigo?

de ‘Você deve buscar o caminho da compatibilidade com Cristo’ em “A Palavra manifesta em carne”

Aqueles que só se importam com as palavras da Bíblia, que não estão preocupados com a verdade ou em buscar Minhas pegadas, estes estão contra Mim, pois Me limitam de acordo com a Bíblia e Me limitam à Bíblia; portanto, são blasfemos ao extremo para Comigo. Como tais pessoas poderiam vir a Mim? Elas não prestam atenção nas Minhas obras, nem na Minha vontade, nem na verdade; ao contrário, são obsessivas em relação às palavras, palavras que matam. Como tais pessoas poderiam ser compatíveis Comigo?

de ‘Você deve buscar o caminho da compatibilidade com Cristo’ em “A Palavra manifesta em carne”

Conteúdo Relacionado