Nossos pecados estão perdoados — O Senhor nos levará diretamente para o Seu reino quando Ele retornar?

01 de Outubro de 2021

Os desastres continuam aumentando, e todos os crentes estão aguardando ansiosos a vinda do Salvador, desejando ser elevados para o céu enquanto dormem para encontrar o Senhor e escapar da tristeza dos desastres que hoje se intensificam. Por que estão tão confiantes, esperando que o Senhor Jesus desça e os arrebata para O encontrar? Acreditam que, já que seus pecados foram perdoados por meio de sua fé no Senhor Jesus, o Senhor não os vê mais como sendo do pecado, eles têm tudo que necessitam e serão levados diretamente para o reino quando o Senhor vier. Mas o que é confuso para muitos é que os grandes desastres chegaram, então, por que o Senhor ainda não veio? Muitos se perguntam se o Senhor realmente virá ou não. Se não voltar, isso não significa que eles podem cair em desastre e morrer a qualquer hora? Muitos pastores dizem agora que o Senhor virá no meio ou no fim dos desastres. Essa é a única explicação que encontram. Mas isso é correto? O mundo religioso não acolheu o Senhor, mas isso significa que Ele não veio? Todos sabemos que o Senhor prometeu que a Igreja de Filadélfia seria arrebatada antes dos desastres e que Ele os protegeria de sofrer nos desastres. O Senhor realmente quebraria Sua promessa? De forma alguma. É verdade que o Senhor não veio numa nuvem para levar os crentes para o céu como as pessoas imaginavam, mas sabemos que a Relâmpago do Oriente tem dado testemunho sem cessar de que Ele já retornou como Deus Todo-Poderoso, expressando muitas verdades e fazendo a obra de julgamento, a começar pela casa de Deus. Pessoas de todas as denominações que amam a verdade ouviram a voz de Deus nas palavras de Deus Todo-Poderoso e se voltaram para Ele, são levadas para diante do trono de Deus, comendo e bebendo as palavras de Deus todos os dias, participando do banquete nupcial do Cordeiro. Experimentaram o julgamento e a purificação de Deus Todo-Poderoso e têm um testemunho retumbante. Vivem na presença de Deus, louvando-O com alegria. Comparado com o eterno estado de medo dos desastres que o mundo religioso tem, isso é como noite e dia. Muitos crentes pensam: O Deus Todo-Poderoso, do qual a Relâmpago do Oriente dá testemunho, é o Senhor retornado? O Senhor de fato faz uma etapa da obra de julgamento nos últimos dias? Mas muitos ainda têm dúvidas, como: “O Senhor já perdoou meus pecados e não me vê como pecador. Ele deveria me levar diretamente para o Céu quando retornar. Por que não me arrebataria diretamente, mas faria uma etapa da obra de julgamento nos últimos dias?” Exploremos um pouco esse tema hoje. Ter nossos pecados perdoados significa que podemos entrar no reino?

Primeiro, vejamos se existe uma base bíblica para a ideia de que aqueles que foram perdoados podem entrar diretamente no reino. Existem palavras do Senhor para apoiar isso? Quando o Senhor Jesus disse que aqueles cujos pecados foram perdoados podem entrar diretamente no reino dos céus? O Espírito Santo também não disse que isso permitiria que alguém entrasse diretamente no reino. Já que não existe base bíblica nem palavras do Senhor como prova, por que as pessoas têm tanta certeza de que serão arrebatadas quando o Senhor voltar? Não faz sentido. O Senhor fez esta clara afirmação sobre quem pode entrar no reino dos céus: “Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21). Daí, temos certeza de que ser perdoado, por si só, não basta para entrar no reino. Por que isso não basta? Principalmente, porque ter os pecados perdoados não significa que você foi purificado, que você se submete a Deus ou que faz a vontade de Deus. Todos nós vimos claramente que até crentes cujos pecados foram perdoados estão sempre mentindo, enganando, sendo corruptos e enganosos. São arrogantes e não ouvem ninguém assim que têm algum conhecimento bíblico. Lutam por poder e lucro e vivem em pecado, do qual não conseguem se livrar. Isso mostra claramente que, a despeito de terem sido perdoadas, as pessoas ainda são imundas e corruptas e pecam o tempo todo. Elas não só não aceitam nem se submetem à verdade, mas julgam e resistem a Deus. São iguais aos fariseus, que condenavam, julgavam e blasfemavam contra o Senhor e até O crucificaram. Isso prova que os pecados do homem podem ser perdoados, mas ainda somos imundos e corruptos, e nossa essência corrupta está em oposição a Deus. As palavras de Deus dizem: “Sereis pois santos, porque Eu sou santo” (Levítico 11:45). “A santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14). Assim, aqueles que vivem em pecado não são dignos do reino — não há dúvida —, e isso é totalmente determinado pelo caráter justo e santo de Deus. Que crente ousaria alegar que está livre de pecado, que não peca mais e alcançou santidade? Nenhum. Nem essas pessoas espirituais grandes e famosas que escreveram tantas obras espirituais ousariam dizer que se livraram do pecado e se tornaram santas. Na verdade, todos os crentes são iguais, vivem num estado de pecar durante o dia e de confessar à noite, numa luta amarga contra o pecado. Todos experimentam a dor incrível de estar presos pelos laços do pecado. O que esse fato demonstra? Demonstra que aqueles cujos pecados foram perdoados não escaparam do pecado e se tornaram santos, assim, podemos dizer com certeza de que eles não são dignos do reino dos céus. É como disse o Senhor Jesus: “Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. Ora, o escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre” (João 8:34-35). Podemos ver que não existe base bíblica para entrar no reino só porque nossos pecados foram perdoados, mas que isso é uma noção puramente humana.

A essa altura, a primeira pergunta de muitas pessoas é: já que isso não nos faz entrar no reino dos céus, o que o fará? Qual é a senda para o reino? O Senhor Jesus disse: “Mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21). É isso que é exigido, sem nenhuma dúvida. Como, então, podemos fazer a vontade de Deus e entrar no reino? Na verdade, o Senhor Jesus nos apontou a senda muito tempo atrás. Analisemos as profecias do Senhor Jesus para entendermos melhor. O Senhor Jesus disse: “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade” (João 16:12-13). “Santifica-os na verdade, a Tua palavra é a verdade” (João 17:17). “E, se alguém ouvir as Minhas palavras, e não as guardar, Eu não o julgo; pois Eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:47-48). “Porque o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o julgamento” (João 5:22). O Senhor Jesus profetizou Seu retorno muitas vezes, e esses versículos são Suas profecias para a obra que Ele faria quando retornasse, que é expressar muitas verdades para fazer a obra de julgamento, guiando as pessoas para todas as verdades, salvando a humanidade do pecado e das forças de Satanás e, no fim, levando-nos para o Seu reino para que tenhamos um belo destino. É por isso que devemos aceitar a obra de julgamento do Senhor quando Ele retornar. Antes de ganharmos a verdade, não podemos ser purificados da corrupção e nossa natureza pecaminosa não pode ser resolvida. Essa é a única maneira de se livrar do pecado e se tornar santo e ser digno de entrar no reino de Deus. Nossos caracteres corruptos devem ser purificados, para resolver completamente a nossa natureza pecaminosa. Devemos lançar fora nossos caracteres corruptos para sermos libertos das forças de Satanás e nos submeter a Deus e à Sua vontade. Caso contrário, não teremos nenhum direito ao reino. Assim podemos ter certeza de que só aqueles que são purificados pelo julgamento e castigo de Deus nos últimos dias podem se tornar aqueles que fazem a vontade de Deus. Isso prova que aceitar o julgamento e a purificação de Deus nos últimos dias é a única senda para entrar no reino. Leiamos algumas passagens das palavras de Deus sobre isso. “Um pecador como vocês, que acaba de ser redimido, e não foi mudado ou aperfeiçoado por Deus, pode ser segundo o coração de Deus? Para você, você que ainda é do seu antigo eu, é verdade que você foi salvo por Jesus, e que você não é contado como pecador por causa da salvação de Deus, mas isso não prova que você não é pecador e não é impuro. Como você pode ser santo se não foi mudado? Internamente, você é assolado por impurezas, é egoísta e ignóbil, mas ainda deseja descer com Jesus — como você poderia ser tão sortudo? Você pulou uma etapa em sua crença em Deus: você foi meramente redimido, mas você não foi mudado. Para você ser segundo o coração de Deus, Deus deve fazer pessoalmente a obra de mudar e limpar você; se você é apenas redimido, será incapaz de alcançar a santidade. Dessa forma, você não será qualificado para compartilhar as boas bênçãos de Deus, pois você perdeu um passo na obra de Deus de gerenciar o homem, que é o importante passo de mudar e aperfeiçoar. Você, um pecador que acaba de ser redimido, é, portanto, incapaz de herdar diretamente a herança de Deus” (‘Sobre denominações e identidade’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Embora tenha feito muita obra entre os homens, Jesus apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado do homem; Ele não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus Se tornasse a oferta pelo pecado e carregasse os pecados do homem, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior ainda para livrar o homem completamente de seu caráter satanicamente corrompido. E assim, agora que o homem teve seus pecados perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra de castigo e julgamento. Esta obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio há de desfrutar de uma verdade maior e de receber bênçãos maiores. Eles hão de viver verdadeiramente na luz e de ganhar a verdade, o caminho e a vida” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus Todo-Poderoso são perfeitamente claras. O Senhor Jesus fez a obra de redenção na Era da Graça. Isso foi só para perdoar os pecados do homem e só completou metade da obra de salvação. Só a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias pode purificar e salvar plenamente a humanidade. As pessoas devem aceitar as verdades expressadas por Deus Todo-Poderoso e Seu julgamento e castigo, então sua corrupção pode ser purificada e transformada, e elas podem ser pessoas que obedecem a Deus e fazem Sua vontade, e são dignas do Seu reino. Em outras palavras, elas terão um passaporte para entrar no reino dos céus. Podemos dizer que a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso é a etapa mais crucial, mais importante da obra de Deus para salvar a humanidade, e é a etapa que determinará a entrada de uma pessoa no reino. Sem a etapa mais importante, sem o julgamento e purificação de Deus Todo-Poderoso, você fracassará totalmente em sua fé. Não importa por quanto tempo tenha acreditado, o quanto tenha trabalhado duro ou do que abriu mão, se você rejeitar Deus Todo-Poderoso, tudo terá sido em vão, e significa desistir no meio do caminho. Você não entrará no reino. Será um remorso para a vida toda!

Como, então, Deus faz a obra para julgar, purificar e salvar a humanidade para nos levar para o Seu reino? Leiamos as palavras de Deus Todo-Poderoso: “Cristo dos últimos dias usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a substância do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à substância do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não torna clara a natureza do homem simplesmente com algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda a longo prazo. Todos esses métodos diferentes de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo podem ser chamados de julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido em relação a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus” (‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”). Todos que experimentaram o julgamento e castigo de Deus entendem profundamente que, sem a exposição da nossa corrupção e essência pelas palavras de Deus, jamais veremos quão corrompidos somos, quão séria é a nossa corrupção. Se não fôssemos julgados, castigados, podados, tratados e disciplinados por Deus, jamais nos livraríamos dos nossos caracteres corruptos e até teríamos dificuldades de conhecer a nós mesmos. Não é surpresa que tantos crentes não consigam deixar de sempre pecar e confessar, pecar e voltar a confessar, sem ver que a raiz de seu pecado está em sua corrupção profunda por Satanás. Equivocadamente, acreditam que podem ir diretamente para o Céu porque foram perdoados. Isso é cegueira e tolice e carece totalmente de autoconsciência. O arrependimento verdadeiro só vem pelo julgamento e castigo de Deus Todo-Poderoso, e temer a Deus e evitar o mal só vêm por meio de conhecer o caráter justo de Deus. Só então podemos nos submeter a Deus, adorá-Lo e nos tornar pessoas que fazem Sua vontade. Você só pode saber disso depois de experimentar o julgamento de Deus nos últimos dias e de ser purificado.

Creio que agora está claro que o caminho para o reino é bem concreto, bem prático, que não basta ser perdoado e esperar que o Senhor nos arrebata, para sermos levados diretamente para o Céu. Isso não é realista — isso é só ilusão. Se quisermos entrar no reino dos céus, o mais importante é aceitar o julgamento e castigo de Deus Todo-Poderoso, para que nossa corrupção possa ser purificada e nós possamos fazer a vontade de Deus. Então seremos dignos de receber as promessas e bênçãos de Deus e de sermos levados para o Seu reino. Se nos recusarmos a aceitar a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso, jamais ganharemos a verdade e a vida, nem nossa corrupção será purificada. Só esperar que o Senhor nos leve para o Céu desse jeito é esforço inútil, e quem o faz são as virgens tolas que cairão nos desastres, gemendo e rangendo os dentes. Podemos dizer que aceitar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias é ser elevado para diante de Seu trono. Ainda devemos aceitar as verdades que Ele expressa e Seu julgamento e castigo, livrar-nos da corrupção e ser purificados, para que possamos ser protegidos e guardados por Deus nos desastres e entrar no lindo destino que Ele preparou. Só aceitar Deus Todo-Poderoso da boca pra fora, sem aceitar a verdade, sem se submeter ao Seu julgamento e castigo, não é fé verdadeira e não é ser alguém que realmente ama a verdade. Esses serão expostos e eliminados. Vamos encerrar com outra passagem de Deus Todo-Poderoso: “Aqueles que querem ganhar vida sem depender da verdade dita por Cristo são as pessoas mais ridículas na terra, e aqueles que não aceitam o caminho de vida trazido por Cristo estão perdidos na fantasia. Por isso, Eu digo que quem não aceitar Cristo dos últimos dias será eternamente abominado por Deus. Cristo é a porta de entrada do homem para o reino durante os últimos dias, e não há ninguém que possa se desviar Dele. Ninguém pode ser aperfeiçoado por Deus, exceto por meio de Cristo. Você crê em Deus, então deve aceitar as palavras Dele e obedecer ao Seu caminho. Não deve pensar só em ganhar bênçãos enquanto se mostra incapaz de receber a verdade e incapaz de aceitar a provisão de vida. Cristo vem durante os últimos dias para que todos que acreditam verdadeiramente Nele possam ser supridos com vida. Sua obra é dedicada a concluir a era antiga e a entrar na nova, e Sua obra é a senda que deve ser tomada por todos aqueles que entrarem na nova era. Se você é incapaz de reconhecê-Lo e, em vez disso, O condena, blasfema ou até O persegue, está fadado a queimar pela eternidade e nunca entrará no reino de Deus. Pois esse Cristo é Ele Próprio a expressão do Espírito Santo, a expressão de Deus, Aquele que Deus incumbiu de fazer a Sua obra na terra. E assim Eu digo que, se você não pode aceitar tudo o que é feito por Cristo dos últimos dias, então você blasfema contra o Espírito Santo. A retribuição a ser recebida por todos que blasfemam contra o Espírito Santo é autoexplicativa para todos” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

Quem é o Deus verdadeiro?

Hoje em dia, a maioria das pessoas tem fé e acredita que existe um Deus. Acredita no Deus que está em seu coração. Ao longo do tempo, em...

Entre em contato conosco pelo Whatsapp