Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Você conhece o significado verdadeiro da Páscoa?

9569

Por Hanxiao

O que é a Páscoa? As origens da Páscoa

A Páscoa, ou o Domingo da Ressurreição, como também é chamada, é um feriado que celebra a ressurreição do Senhor Jesus que ocorreu três dias após Sua crucificação. Seu tempo exato coincide com o primeiro domingo após a primeira lua cheia depois do equinócio vernal de cada ano. A fim de comemorar a ressurreição de Jesus e lembrar a salvação e a esperança que Jesus trouxe para a humanidade, todos os anos, entre março e abril, os cristãos no mundo inteiro fazem celebrações no dia da Páscoa. Assim, quando nós cristãos comemoramos a ressurreição de Jesus, nós sabemos por que ele retornou dos mortos e apareceu ao homem apesar de já ter terminado Sua obra de redenção? E qual é o significado por trás de Sua ressurreição e aparição ao homem?

O significado da ressurreição do Senhor Jesus e de Sua aparição ao homem

O significado da ressurreição do Senhor Jesus e de Sua aparição ao homem

As palavras de Deus dizem: “A primeira coisa que o Senhor Jesus fez depois da ressurreição foi permitir que todos O vissem, para confirmar que Ele existia e confirmar o fato da Sua ressurreição. Além disso, isso restaurou Seu relacionamento com as pessoas tal como era antes, quando Ele operava na carne, e Ele era o Cristo que elas podiam ver e tocar. Dessa forma, um dos resultados é que as pessoas não tinham dúvidas de que o Senhor Jesus havia ressuscitado da morte depois de ter sido pregado na cruz, e não havia dúvida alguma na obra do Senhor Jesus para redimir a humanidade. E outro resultado é que o fato de o Senhor Jesus aparecer para as pessoas após a ressurreição e permitir que elas O vissem e O tocassem fixaram solidamente a humanidade na Era da Graça. A partir de então, as pessoas não puderam voltar à era anterior, a Era da Lei, devido ao ‘desaparecimento’ ou ‘deserção’ do Senhor Jesus, mas continuariam avançando, seguindo os ensinamentos do Senhor Jesus e a obra que Ele havia realizado. Assim, uma nova fase na obra da Era da Graça foi formalmente iniciada, e as pessoas que antes estavam sob a lei saíram formalmente da lei a partir de então e entraram em uma nova era, com um novo começo. São esses os múltiplos significados do aparecimento do Senhor Jesus para a humanidade após a Sua ressurreição” (de “A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus III”). “Depois que o Senhor Jesus ressuscitou, Ele apareceu às pessoas que julgou necessário, falou com elas e fez exigências delas, deixando para trás as Suas intenções e Suas expectativas em relação às pessoas. Isto é, como Deus encarnado, quer tenha sido durante o Seu tempo vivendo na carne, ou no corpo espiritual depois de ter sido pregado na cruz e ressuscitado – a Sua preocupação com a humanidade e suas exigências em relação às pessoas não mudaram. Ele estava preocupado com esses discípulos antes de subir à cruz; em Seu coração, Ele tinha clareza sobre o estado de cada pessoa, Ele compreendia as deficiências de cada pessoa e, é claro, a Sua compreensão de cada pessoa era a mesma depois que Ele morreu, ressuscitou e Se tornou um corpo espiritual, tal como era quando Ele vivia na carne. Ele sabia que as pessoas não estavam inteiramente certas de Sua identidade como Cristo, mas, durante Seu tempo vivendo na carne, Ele não fez exigências estritas às pessoas. No entanto, depois que Ele ressuscitou, Ele apareceu a elas, e as deixou absolutamente certas de que o Senhor Jesus havia vindo de Deus, de que Ele era Deus encarnado, e Ele usou o fato da Sua aparição e Sua ressurreição como a maior visão e motivação para os esforços da humanidade ao longo de toda a vida. Sua ressurreição da morte não apenas fortaleceu todos aqueles que O seguiam, mas também colocou Sua obra da Era da Graça plenamente em vigor em meio à humanidade, e assim o evangelho da salvação do Senhor Jesus na Era da Graça se difundiu gradualmente por todos os cantos da humanidade. Você diria que a aparição do Senhor Jesus após a ressurreição teve alguma importância? […] Sua aparição permitiu que as pessoas experimentassem e sentissem de outra maneira o cuidado de Deus, enquanto também era uma prova poderosa de que Deus é Aquele que inicia uma era, que desenvolve uma era, e Aquele que encerra uma era. Através da Sua aparição Ele fortaleceu a fé de todas as pessoas, e através da Sua aparição Ele provou ao mundo o fato de que Ele é o Próprio Deus. Isso deu a Seus seguidores uma confirmação eterna e, por meio da Sua aparição, Ele também abriu uma fase da Sua obra na nova era” (de “A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus III”).

As palavras de Deus nos mostram que o fato de o Senhor Jesus ter aparecido muitas vezes aos Seus discípulos após Seu retorno dos mortos possui um significado profundo, e o cuidado e pensamento meticuloso de Deus também se escondem por trás disso! Jesus sabia que, mesmo que aqueles que O seguiram na época tenham ouvido muitos de Seus ensinamentos e visto muitos milagres realizados pelo Senhor e alegarem que Jesus era seu Senhor e que Ele era o Filho de Deus, eles não tinham um entendimento verdadeiro do fato de que Jesus era Cristo e que Ele era o Próprio Deus. Quando Jesus foi capturado pelas autoridades romanas e açoitado e zombado pelos soldados, muitos daqueles que O seguiam começaram a ter dúvidas sobre Sua identidade, e sua fé no Senhor foi enfraquecendo cada vez mais. Especialmente quando o Senhor Jesus morreu após ser pregado na cruz, muitas pessoas ficaram profundamente decepcionadas com Ele, e aquilo que tinha começado como dúvida se transformou em negação do Senhor Jesus. Num contexto como esse, se o Senhor Jesus não tivesse aparecido ao homem após Sua ressurreição, muitos daqueles que O tinham seguido não teriam mais acreditado em Jesus Cristo e teriam retornado para a Era da Lei e continuado a observar a lei do Antigo Testamento. Mas Deus sondou o coração íntimo do homem e entendeu suas fraquezas e sabia que as pessoas eram de estatura pequena. Por isso o Senhor Jesus retornou dos mortos e apareceu aos Seus discípulos muitas vezes; Ele falou com Seus discípulos, mostrou-lhes Seu corpo espiritual após a ressurreição, comeu com eles e expôs as escrituras para eles. Seu propósito ao fazer tudo isso era permitir que aqueles que O seguiam tivessem certeza no fundo de seu coração de que o Senhor Jesus tinha realmente retornado dos mortos, que Ele era ainda o mesmo Jesus que tinha amado o homem e teve misericórdia com ele e que Ele era o Messias profetizado na Bíblia que viria para redimir a humanidade. Eles deixaram de duvidar ou negar o Senhor Jesus e, em vez disso, creram Nele com sinceridade e reconheceram Jesus Cristo como seu Senhor. Isso nos mostra que, ao ressuscitar e aparecer ao homem, Jesus fortaleceu a fé das pessoas para acreditarem e seguirem o Senhor, aproximando assim o homem de Deus. Esse é um aspecto do significado da ressurreição de Jesus.

Esse é um aspecto do significado da ressurreição de Jesus.

Além disso, Jesus apareceu e operou na carne, Ele encerrou completamente a Era da Lei e iniciou a Era da Graça. Após Sua ressurreição, Jesus capacitou as pessoas a verem esse fato com uma clareza ainda maior, que, apesar de o Jesus Cristo encarnado ter sido crucificado, Ele tinha vencido o pecado e a morte, Ele tinha derrotado Satanás e tinha completado a Sua obra de redenção e ganhado glória. O Senhor Jesus começou uma nova era, tirou a humanidade completamente da Era da Lei do Antigo Testamento e a estabeleceu firmemente na Era da Graça, assim capacitando o homem a aceitar a orientação, o pastoreio e a rega de Deus na Era da Graça. Dessa forma, mesmo que Jesus tenha ressuscitado e ascendeu ao Céu e apesar de Ele não comer, permanecer ou viver mais com o homem, o homem ainda podia orar e invocar o nome de Jesus, observar Seus ensinamentos, seguir Jesus com fé inabalável e espalhar o evangelho do Senhor. Mais especificamente, quando o Senhor Jesus ressuscitou e apareceu aos discípulos que O tinham seguido, sua fé aumentou muito, e quando foram espalhar o evangelho do Senhor ou dar testemunho dele, eles não temeram nenhuma dificuldade nem perigo, foram indomáveis em sua perseverança e dedicaram tudo que tinham para espalhar o evangelho, sofrendo até mesmo o martírio pelo Senhor. No fim, o evangelho de Jesus se propagou pelo universo e pelo mundo inteiro, e o número dos seguidores do Senhor Jesus cresceu continuamente até todos em cada lar tinham ouvido Seu evangelho e todos O conheceram.

Após retornar dos mortos, o Senhor Jesus apareceu ao homem, Ele entrou em contato com ele e falou a ele, Ele expôs as escrituras e comungou e comeu com ele etc. Esses atos permitiram que aqueles que seguiam o Senhor Jesus sentissem Seu cuidado e Sua preocupação com o homem e afirmassem que Jesus era realmente o Próprio Deus, o Cristo encarnado, e esses atos estabeleceram firmemente os seguidores de Deus na Era da Graça. Além do mais, a obra de redenção de Jesus começou a se espalhar até alcançar todo o universo e o mundo inteiro. É, portanto, evidente que o significado por trás da ressurreição de Jesus e da Sua aparição à humanidade é tão profundo que não só o cuidado e pensamento meticuloso de Deus, mas também a sabedoria e a onipotência de Deus se escondem nesses atos!

Queridos irmãos e irmãs, demos graças ao esclarecimento e à orientação de Deus que nos capacitaram a entender o significado da ressurreição de Jesus e por nos permitirem reconhecer dentro de Sua obra mais uma vez o cuidado e a preocupação de Deus com a humanidade. Graças a Deus!

Conteúdo Relacionado