A história de Angel

13 de Março de 2024

Por Angel, Mianmar

Eu conheci a irmã Tina no Facebook em agosto de 2020. Ela me disse que o Senhor Jesus tinha retornado, que Ele estava expressando muitas verdades e fazendo a obra de julgamento dos últimos dias. Ela também me contou das profecias sobre Seu retorno para fazer essa obra de julgamento: “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus(1 Pedro 4:17). “E, se alguém ouvir as Minhas palavras, e não as guardar, Eu não o julgo; pois Eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia(João 12:47-48). “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade(João 16:12-13). Depois de ler isso e ouvir a comunhão de Tina, entendi que o Senhor Jesus só fez a obra de redenção. Embora os pecados dos fiéis tenham sido absolvidos, nossa natureza pecaminosa permanece irresolvida. Mesmo que vamos à igreja, oremos e confessemos, continuamos a mentir e pecar, incapazes de escapar dos laços do pecado. Precisamos de que Deus realize a obra de julgamento e purificação, para que possamos nos livrar desses laços e ser dignos de entrar no reino de Deus. A comunhão de Tina foi muito esclarecedora. Ela me disse coisas que eu nunca tinha ouvido na igreja. Eu estava disposta a buscar e investigar.

Dois irmãos vieram para o nosso vilarejo para espalhar o evangelho, e eu os acolhi. Uma vez, mais de vinte moradores vieram à minha casa para ouvi-los pregar. Acharam que a palavra de Deus Todo-Poderoso era maravilhosa e lhes dava ótimo sustento e quiseram continuar investigando. No dia seguinte, os pastores e presbíteros souberam dos irmãos e de sua pregação do evangelho e vieram me impedir. Assim que passou pela porta, o pastor Taylor me perguntou: “Quem veio à sua casa para pregar?”. Fiquei muito nervosa quando vi a expressão rígida em seus rostos. Eu temi que os dois irmãos ficassem encrencados, se os pastores soubessem que eles vieram eles estariam encrencados. Então eu disse: “São amigos que conheci on-line”. Então o pastor Colin disse: “Soubemos que eles vieram espalhar o evangelho. Você não deve acolhê-los de novo! Se eu descobrir que você fez isso, direi ao seu marido que você tem acolhido homens aqui!”. Fiquei com muita raiva quando ele disse isso. Eu só os acolhi enquanto espalhavam o evangelho aos moradores. Eu não tinha feito nada de vergonhoso, mas o pastor estava disposto a mentir e me ameaçar. Então o pastor Taylor disse: “Não acredite no evangelho deles. O Senhor Jesus disse claramente: ‘Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos(Mateus 24:23-24). Muitos falsos cristos surgirão nos últimos dias. Qualquer pregação de que o Senhor veio é falsa. Não seja seduzida por eles! Estou dizendo isso para protegê-la. Temo que você seja enganada”. Na época, eu não tinha discernimento das palavras dos pastores. Eu achava que eles tinham sido crentes por tanto tempo e que entendiam tanto, e que o que diziam estava de acordo com a Bíblia. O que eu faria se eles estivessem certos e eu realmente fosse desviada? Assim, acreditei neles. Membros da Igreja de Deus Todo-Poderoso me procuraram para as reuniões, mas inventei desculpas para recusar e até troquei de conta no Facebook e rompi todos os laços com eles.

Eu não me reuni por umas duas semanas. Passei meus dias ociosamente em casa, conversando com amigas on-line e assistindo a vídeos. Eu estava tão entediada. Com frequência, eu me lembrava dos dias em que me reunia com crentes em Deus Todo-Poderoso, em que meu coração estava repleto e feliz, mas agora eu estava ficando cada vez mais inquieta. Eu pensei: “Se Deus Todo-Poderoso realmente for o Senhor Jesus retornado, eu perderei Sua salvação se não O aceitar? Mas os pastores disseram que falsos cristos surgiriam nos últimos dias para enganar as pessoas e que qualquer pregação de que o Senhor veio é falsa. E se eu for enganada?”. Eu estava muito dividida e confusa, por isso orei ao Senhor, buscando: “Ó Senhor Jesus, eu não tenho discernimento e não sei quem eu devo ouvir. Por favor, esclarece-me para que eu entenda Tua vontade e não perca Tua salvação”. Depois de orar, percebi que eu não podia simplesmente fugir e não buscar. Eu devia procurar os irmãos da Igreja de Deus Todo-Poderoso para esclarecer esses problemas. Mas, para a minha surpresa, os pastores descobriram após duas reuniões. Eles chamaram alguns dos nossos irmãos que tinham se reunido para uma reunião na casa do pastor Taylor naquela noite. Eu estava muito nervosa. Eu não sabia o que os pastores fariam. Naquela noite, fomos para a casa do pastor Taylor. Alguns outros pastores e presbíteros também estavam lá. O pastor Taylor disse: “Eu soube que você tem assistido a sermões on-line recentemente. Por que você tem ouvido os sermões da Igreja de Deus Todo-Poderoso e não os nossos? Contanto que você venha à igreja, ouça nossos sermões, ore e se confesse ao Senhor, então, quando o Senhor retornar, você certamente será levada para o céu”. Eu pensei: “Aqueles que creem em Deus deveriam ouvir Suas palavras. Os pastores e presbíteros sempre nos obrigam a ouvir as palavras deles. Eles não estão levando as pessoas para diante de si mesmos e não para diante de Deus?”. Eu discordei do pastor, mas não ousei refutá-lo. Então o pastor Taylor nos entregou um caderno e gritou: “Vocês continuarão crendo em outros Deuses? Façam sua escolha agora! Seus nomes estão aqui, apressem-se e assinem! Se decidirem parar de crer, assinem, caso contrário, façam um x. Vocês estarão muito encrencados se continuarem crendo em outros Deuses! Não ajudaremos mais as suas famílias com casamentos, funerais, nascimentos ou na construção de suas casas”. Onde eu vivo, valorizamos muito esses costumes, e, sem o apoio dos pastores, os moradores também não nos ajudariam. Naquele momento, fiquei um pouco fraca. Pensei: “Minha família está pensando em construir uma casa. Segundo os nossos costumes, isso precisa ser supervisionado pelos pastores e presbíteros. Se eles não assumirem o controle, ninguém nos ajudará. Se eu continuar participando das reuniões on-line e algo acontecer em casa, a coisa ficará difícil. Mas eu li as palavras de Deus Todo-Poderoso, e elas parecem ser a voz do Senhor. Deus Todo-Poderoso pode muito bem ser o Senhor Jesus retornado. Se eu ouvir os pastores e renunciar a Deus Todo-Poderoso, não estarei resistindo ao Senhor?”. Diante disso, fiz um x no caderno. Todos os outros também fizeram um x. Só uma pessoa assinou. O pastor ficou furioso e disse: “Quando tiverem problemas no futuro, os moradores do vilarejo não os ajudarão. Também não oraremos por vocês. Depois disso, será o fim da linha!”.

Eu estava furiosa, mas, ao mesmo tempo, confusa. E quanto aos falsos cristos que os pastores tinham mencionado? Eu busquei com duas irmãs com as quais eu me reunia. Uma delas me leu algo da palavra de Deus Todo-Poderoso: “Deus tornado carne é chamado de Cristo, e assim o Cristo que pode dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há nada de excessivo nisso, pois Ele possui a essência de Deus e possui o caráter de Deus e sabedoria em Sua obra, que não podem ser alcançados pelo homem. Aqueles que chamam a si mesmos de Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus são fraudes. Cristo não é meramente a manifestação de Deus na terra, mas também a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não pode ser suplantada por qualquer homem, mas é uma carne capaz de suportar adequadamente a obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de representar bem a Deus e de fornecer vida ao homem. Cedo ou tarde, todos aqueles que personificam Cristo cairão porque, embora aleguem ser Cristo, nada possuem da essência de Cristo. E assim Eu digo que a autenticidade de Cristo não pode ser definida pelo homem, mas é respondida e decidida pelo Próprio Deus(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna”). Depois disso, ela comunicou: “Como podemos discernir o Cristo verdadeiro dos falsos cristos? Cristo é o Espírito de Deus que Se tornou carne, que veio para a terra como um humano. Ele é a encarnação da verdade, a chegada do Salvador. Cristo pode expressar verdades e desvelar mistérios. Ele pode purificar e salvar o homem e realizar a obra do Próprio Deus. Falsos cristos são, em essência, demônios. Por mais que aleguem ser Deus, eles não conseguem expressar a verdade nem realizar a obra de Deus de salvar a humanidade. Eles só conseguem pregar algumas palavras da Bíblia ou imitar Deus, realizando alguns milagres para iludir as pessoas”. Então ela fez uma analogia. Digamos que haja dez pessoas em jalecos brancos com estetoscópios, e todas aleguem ser médicos, mas só uma é um médico de verdade. Como podemos distinguir o verdadeiro dos falsos? Não podemos olhar só para as suas roupas ou conduta, o importante é ver se ele consegue tratar doenças. Se consegue fazer isso, ele é médico. Não podemos apenas ver as aparências ao discernir Cristo. Precisamos decidir com base em Sua obra, palavras e o caráter que Ele revela. Se Ele consegue expressar verdades e fazer a obra de salvar a humanidade, então Ele é Cristo. Quando lemos a palavra de Deus Todo-Poderoso, todos nós podemos ver que Suas palavras são a verdade, que elas têm poder e autoridade. Ele revela os mistérios do plano de gerenciamento de seis mil anos de Deus, Seus três estágios de obra, Sua encarnação e Seus nomes e a história por trás da Bíblia. Ele também revela a verdade e essência da corrupção do homem por Satanás e a fonte da rebeldia do homem contra Deus e de sua resistência a Ele, o que ajuda as pessoas a conhecerem seus caracteres corruptos. Ele nos diz de que tipo de pessoa Ele gosta, quem Ele odeia, quem pode entrar no reino de Deus e quem será punido. Ela também nos revela Seu caráter justo e que não pode ser ofendido. Deus Todo-Poderoso expressou todas as verdades necessárias para que a humanidade corrupta seja salva e está fazendo a obra de julgamento dos últimos dias. Isso nos dá a certeza de que Deus Todo-Poderoso é Deus encarnado e Cristo dos últimos dias. Falsos cristos não conseguem expressar verdades nem realizar a obra de Deus de salvar a humanidade, muito menos conseguem resolver os caracteres corruptos do homem. Por mais que se chamem de Deus, eles são falsos e são espíritos malignos, e eles cairão. Meu coração se iluminou bastante com a comunhão da irmã. Entendi que eu não podia confiar nas palavras dos pastores e presbíteros para discernir o Cristo verdadeiro, que o mais importante é ver se Ele consegue expressar verdades e realizar a obra de salvar a humanidade. Deus Todo-Poderoso expressou tantas verdades, revelou tantos dos mistérios da Bíblia e realizou a obra de julgar e purificar o homem. Essas são coisas que nenhum humano poderia ter feito. Eu tive certeza absoluta de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado. Depois disso, eu me reuni com frequência com os irmãos em meu vilarejo.

Em abril de 2021, a doença antiga do meu marido retornou e ele faleceu. Meus parentes queriam que os pastores viessem e ajudassem a orar e arranjar as cerimônias, mas os pastores e presbíteros zombaram de mim e aproveitaram a chance de me compelir a renunciar à minha fé. O líder do trato de vilarejos cooperou com eles, repreendendo-me por não ouvi-los e proibindo os moradores de me ajudar. Então ele disse: “Se você se confessar a todos, prometer que renunciará a Deus Todo-Poderoso e participar das reuniões da igreja, nós a ajudaremos a enterrar seu marido”. Eu nunca imaginei que eles usariam o enterro do meu marido para me coagir a largar minha fé. Aquilo foi desprezível e odioso. Eu não tinha motivo para me confessar a eles. Eu só pude chorar enquanto segurava meu filho de cinco meses. Quando não respondi, fizeram com que minha família me ameaçasse a admitir que eu estava errada. Não havia ninguém ali que me defendesse. Tremendo no corpo inteiro, eu me senti desesperadamente sozinha. Eu pensei: “Se eu não admitir que estava errada, ninguém me ajudará a enterrar meu marido, mas se eu admitir, eu estarei negando e traindo a Deus. O que devo fazer?”. Em minha dor, clamei a Deus: “Deus Todo-Poderoso! Acredito que Tu és o Próprio Deus, o único Criador de tudo, que Tu és Deus Todo-Poderoso dos exércitos e que tudo está em Tuas mãos. Estou disposta a me submeter aos Teus arranjos”. Depois de orar, eu me lembrei de uma passagem da palavra de Deus que eu tinha lido: “Em cada passo da obra que Deus faz no interior das pessoas, externamente ela parece consistir em interações entre pessoas, como se nascida de arranjos humanos ou de perturbação humana. Mas nos bastidores, cada passo da obra e tudo o que acontece é uma aposta feita por Satanás diante de Deus e requer que as pessoas permaneçam firmes em seu testemunho a Deus. Veja quando Jó foi provado, por exemplo: nos bastidores, Satanás estava fazendo uma aposta com Deus, e o que aconteceu a Jó foram os feitos dos homens e a perturbação dos homens. Por trás de cada passo da obra que Deus faz em vocês está a aposta de Satanás com Deus — por trás disso tudo há uma batalha. […] Quando Deus e Satanás lutam no reino espiritual, como você deve satisfazer a Deus e como você deve permanecer firme em seu testemunho a Ele? Você deve saber que tudo que acontece com você é uma grande provação e é o momento em que Deus precisa que você dê testemunho(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus”). Eu entendi que, embora parecesse que eram os pastores e o líder do trato de vilarejos que estavam me perseguindo e obstruindo, na verdade, tudo isso era enganação e perturbação de Satanás. Embora dissessem que era para o meu próprio bem, eles estavam usando os costumes do vilarejo referentes a funerais e casamentos, nascimentos e construção de casas para fazer com que os moradores me abandonassem e para me obrigar a negar e trair a Deus. Queriam também me arrastar de volta para a sua religião, para que eu continuasse seguindo e obedecendo a eles. Há muito Deus abandonou as igrejas da Era da Graça para fazer a obra de julgamento dos últimos dias. Se eu ouvisse os pastores e o líder do trato de vilarejos e retornasse para a igreja com eles, eu perderia minha chance de ser salva por Deus e seria mandada para o inferno e punida com eles. Essa era a intenção sinistra de Satanás. Por mais que obstruíssem meu caminho, eu não podia ouvi-los. Eu devia orar, confiar em Deus, permanecer firme em meu testemunho e envergonhar Satanás. Mas eu ainda precisava de ajuda para enterrar meu marido, e isso era um problema prático. Os moradores, meus parentes e amigos escutavam o líder do trato de vilarejos e pastores e não me ajudariam, o que, então, eu devia fazer? Fiquei clamando a Deus: “Deus Todo-Poderoso, se alguém vem para me ajudar a enterrar meu marido está nas Tuas mãos. Confio esses assuntos a Ti. Não importa o que aconteça, eu me submeterei a Ti e nunca Te trairei”. Fiquei um pouco mais calma e menos angustiada depois de orar. Naquele instante, ouvi meu tio lá fora, dizendo: “Estou implorando, por favor, ajudem. Peço perdão em nome dela”. O líder do trato de vilarejos disse: “Ela mesma tem que se desculpar”. Eu pensei: “Esses pastores e presbíteros são tão desumanos. São até piores do que um bom incrédulo! Eles farão de tudo para que eu traia a Deus, mas quanto mais tentarem, mais terei que permanecer firme em meu testemunho para envergonhar Satanás”. Recebi uma ligação inesperada da minha mãe uns dez minutos depois. Ela disse: “Não se desespere. Os amigos de seu marido, do exército, a ajudarão a sepultá-lo. Eles já estão a caminho”. Naquele momento, fiquei muito comovida. Deus enviou pessoas para me ajudar naquela crise quando eu estava totalmente impotente. Lembrei-me de uma passagem da palavra de Deus: “Você sabe que todas as coisas no ambiente que o cerca existem por permissão Minha, tudo planejado por Mim. Veja claramente e satisfaça o Meu coração no ambiente que Eu dei a você. Não tema, o Deus Todo-Poderoso dos exércitos certamente estará com você. Ele está atrás de você e é o seu escudo(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Declarações de Cristo no princípio, Capítulo 26”). Vi que tudo está nas mãos de Deus. Contanto que confiemos em Deus, Ele abrirá uma senda para nós. Embora ainda estivesse sendo perseguida, vi a orientação de Deus, meu coração se tornou inexorável e deixei de ser negativa e fraca.

Depois de arranjar o funeral de meu marido, sua mãe me repreendia com frequência, dizendo que os moradores estavam nos evitando porque eu tinha traído o Senhor Jesus e acreditava no Deus errado. Meus parentes também me atacaram pelas mesmas razões. Nem a família da minha mãe ousou se aproximar de mim. Só minha mãe vinha me visitar, embora continuasse me exortando: “Por que você não ouve os pastores, o líder do trato de vilarejos e o chefe do vilarejo? Olhe para você. Você não tem mais marido. Se não contar com essas pessoas nem com a família do seu marido, a quem poderá recorrer? Seu filho ainda é tão novo. Você deveria se confessar e deixar de crer em Deus Todo-Poderoso!”. Aonde quer que eu fosse, os moradores falavam sobre mim pelas minhas costas e minha vida era objeto de fofoca. Eu tinha convivido bem com os outros moradores e vizinhos antes, mas agora eles estavam me perseguindo e excluindo por causa da minha fé. Isso me magoou muito e me deixou muito desanimada. Na época, a internet foi cortada em Mianmar. Por isso, eu não pude me reunir nem ouvir sermões on-line, e os outros membros não ousaram me visitar para comunicar a palavra de Deus e me ajudar. Foi como se eu tivesse caído em trevas e não conseguisse ver a luz. Tudo que podia fazer era orar a Deus todos os dias, pedindo que Ele me tirasse daqueles dias sombrios. Um dia, recebi um texto da palavra de Deus: “Não fique desanimado, não seja fraco, e Eu esclarecerei as coisas a você. A estrada para o reino não é tão fácil; nada é assim simples! Vocês querem que as bênçãos venham a vocês facilmente, não querem? Hoje, todos terão provações amargas para enfrentar. Sem tais provações, o coração amoroso que vocês têm por Mim não se tornará mais forte e vocês não terão um amor verdadeiro por Mim. Mesmo se essas provações consistirem simplesmente de circunstâncias menores, todos devem passar por elas; só a dificuldade das provações é que variará de uma pessoa para outra. As provações são uma bênção Minha, e quantos de vocês vêm com frequência diante de Mim e imploram de joelhos as Minhas bênçãos? Crianças tolas! Sempre pensam que umas poucas palavras auspiciosas contam como Minha bênção, porém não reconhecem que o amargor é uma das Minhas bênçãos(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Declarações de Cristo no princípio, Capítulo 41”). Essa leitura me comoveu muito. Foi como tomar um remédio forte nas profundezas de uma doença, e eu me enchi de fé e força. Ponderando a palavra de Deus, eu entendi que não é fácil seguir a Deus, todos precisam passar por dor e tribulação. Embora meu corpo estivesse sofrendo, isso podia me impelir a orar e confiar em Deus com frequência. E quanto mais eu sofria, mais motivada eu ficava para buscar a verdade. Sem perceber, eu tinha ganhado algum conhecimento da soberania de Deus, minha relação com Deus se aprofundou e eu estava mais determinada a segui-Lo. Eu acreditava no Senhor desde minha infância, mas eu só sabia desfrutar da graça, das bênçãos, da paz e da alegria que Ele me dava. Eu nunca tinha passado por dor nem provações. Eu não sabia nada sobre o Senhor, muito menos sabia discernir pessoas. Mas como crente em Deus Todo-Poderoso, por meio dessas perseguições e adversidades, eu tinha sofrido um pouco, mas tinha aprendido a discernir pessoas, vi claramente os rostos feios, enganosos e resistentes a Deus dos pastores e presbíteros. Antes, por ter visto que os pastores conseguiam explicar a Bíblia e orar por nós, achei que eles se importavam conosco, entendiam a Bíblia e conheciam a Deus. Mas quando eles ouviram que o Senhor Jesus tinha retornado, não quiseram buscar nem investigar. Também impediram os crentes de investigar a obra de Deus, usando os costumes do vilarejo para me ameaçar e incitando os moradores para me atacar e me coagir a renunciar a Deus Todo-Poderoso. Vi que eram fariseus hipócritas e os rejeitei completamente. Naqueles dias de dor e depressão, sem a orientação da palavra de Deus, eu poderia ter sido levada à loucura por esses demônios. Foi com a palavra de Deus que passei por todas essas dificuldades. Sou muito grata a Deus Todo-Poderoso! Depois de um tempo, a internet voltou em Mianmar. Entrei em contato com outros membros e me reuni com eles. Mas a perseguição dos pastores e do líder do trato de vilarejos só piorou.

Um dia, em janeiro de 2022, eles convocaram uma reunião do vilarejo. Umas trezentas pessoas vieram. Obrigaram quatorze de nós, fiéis, a ficarem agachados no sol. O líder do trato de vilarejos disse: “Não pode haver duas fés neste vilarejo. Eu convoquei esta reunião para que os seguidores de Deus Todo-Poderoso possam fazer uma escolha. Em nome de todo o vilarejo, eu pergunto a vocês: vocês continuarão crendo em Deus Todo-Poderoso ou retornarão para a igreja?”. Eles chamaram nossos parentes para que nos convencessem um por um. O pai do irmão Robert era um líder de vilarejo e o pressionou a se ajoelhar e confessar. Robert disse que não havia nada de errado em crer em Deus Todo-Poderoso e se recusou a se ajoelhar. Irritado, seu pai disse: “Você deveria crer no que seus pais acreditam. Você não está nos abandonando ao não nos ouvir e ao crer em Deus Todo-Poderoso?”. Robert respondeu: “Eu creio em Deus. Quando eu disse que eu abandonaria vocês? Eu amo meus pais, mas amo mais a Deus, nosso Criador”. Mais irritado ainda, seu pai gritou: “Você é meu filho! Tudo que você é está nas minhas mãos! Não permitirei que você fale comigo desse jeito!”. Quando vi isso, a arrogância desse povo ficou ainda mais evidente para mim. Embora acreditassem no Senhor, eles não tinham um coração que temia a Deus nem O magnificavam. Então um oficial do governo disse: “A China não permite que as pessoas acreditem em Deus Todo-Poderoso e prende as pessoas que o fazem. Estamos pensando em fazer nossa própria investigação aqui. Quem os levou a essa fé? Quem é seu líder?”. Todos nós dissemos que não tínhamos líder. Então outro funcionário nos pressionou por respostas, mas nós insistimos que não tínhamos líder. Um funcionário do distrito nos perguntou: “O que vocês querem dizer com ‘Deus Todo-Poderoso’?”. Eu respondi: “Você não sabe? Deus Todo-Poderoso é o Senhor da criação, o Senhor que criou você”. Isso o enfureceu e ele nos mandou fazer nossa escolha final. Aqueles que escolhessem continuar crendo em Deus Todo-Poderoso deveriam dizer “continuo” e aqueles que deixariam sua crença deveriam dizer “saio”. Se escolhêssemos “continuo”, seríamos denunciados aos superiores. O líder do trato de vilarejos também disse que os que escolhessem “continuo” teriam que deixar o vilarejo e que os outros poderiam ficar e retornar para a igreja. Então nos obrigaram a declarar nossa decisão um após o outro. Três irmãs à minha frente escolheram “saio” por medo da perseguição. Quando veio a minha vez, minha mãe, com meu filho nas suas costas, pediu que eu “saísse” e parasse de acreditar. Foi tão doloroso olhar para minha mãe e meu filho. Se eu fosse presa, o que aconteceria com eles? Seria muito difícil para minha mãe cuidar do meu filho. Então orei, pedindo que Deus me desse fé. Lembrei-me das palavras do Senhor Jesus: “Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim não é digno de Mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a Mim não é digno de Mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após Mim, não é digno de Mim(Mateus 10:37-38). “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus(Mateus 5:10). E Deus Todo-Poderoso diz: “O que Deus quer dizer quando diz que ‘Deus é a fonte da vida do homem’? É para que todos percebam isto: nossa vida e nossa alma vêm todas de Deus e foram criadas por Ele — não vêm dos nossos pais, e certamente não vêm da natureza, mas nos foram dadas por Deus. Só a nossa carne nasceu dos nossos pais, assim como nossos filhos nascem de nós, mas seu destino está inteiramente nas mãos de Deus. O fato de podermos crer em Deus é uma oportunidade que nos foi dada por Ele; é ordenado por Ele e é Sua graça. Portanto, não há necessidade de você cumprir sua obrigação ou responsabilidade para com mais ninguém; você só deveria cumprir seu dever para com Deus como um ser criado. É isso que as pessoas precisam fazer acima de qualquer outra coisa, é a coisa principal que deveria ser feita como assunto primário na vida(A Palavra, vol. 3: As declarações de Cristo dos últimos dias, “Só ao reconhecer as próprias opiniões equivocadas pode-se realmente se transformar”). Eu entendi que nosso destino está nas mãos de Deus. Onde nascemos, quem são nossos pais, que dificuldades enfrentamos, todas essas coisas foram determinadas por Deus há muito tempo. Embora eu tenha dado à luz meu filho, tudo que posso fazer por ele é meu dever como mãe, isto é, cuidar dele. Mas não posso mudar seu destino nem o que acontece com ele. Algumas crianças se tornam órfãs ainda novas, mas, mesmo assim, se tornam adultas. Quando eu era pequena, meus pais se divorciaram, eu não tinha um pai que cuidasse de mim como as outras crianças, mesmo assim me tornei uma adulta saudável. O futuro do meu filho é determinado por Deus. Minha mãe ainda era nova. Mesmo sem mim, ela poderia cuidar do meu filho. Eu devia confiá-los a Deus e me submeter aos Seus arranjos. Senti ainda mais que eu deveria escolher crer em Deus e segui-Lo, permanecer firme em meu testemunho e envergonhar Satanás. Então me levantei e disse: “Eu continuarei!”. O líder do trato de vilarejos disse: “Os que escolheram continuar estão errados”. Eu respondi: “Eu acredito em Deus e O sigo. Eu só ouço Sua palavra. Isso não é erro!”. O funcionário me repreendeu furiosamente, chamando-me de apóstata e traidora do Senhor. Mas eu sabia no coração que Deus Todo-Poderoso tem expressado muitas verdades e realizado a obra de julgamento dos últimos dias e que Ele é o Senhor Jesus retornado. Eu tinha ouvido a voz de Deus e aceitei a salvação do Senhor. Eu estava seguindo os passos do Cordeiro. Como isso era trair o Senhor? Eu quis muito refutá-los, mas, diante de seu clamor, não tive a chance de o fazer. O presbítero Lester me amaldiçoou como desgraçada ingrata e pegou uma tábua para me bater. Fiquei muito assustada e orei a Deus em silêncio. Para a minha surpresa, minha sogra o impediu. Agradeci a Deus por Sua proteção. Então cinco dos outros membros também escolheram “continuar”. Vendo que não estávamos recuando, eles continuaram nos interrogando sobre quem era o nosso líder. Ninguém respondeu. Ficamos agachados no sol desde as nove e meia da manhã até as cinco da tarde, por mais de sete horas seguidas. Já que era um tempo tão longo e nós estávamos sem comida e água, um irmão frágil com pressão baixa desmaiou. Sua família veio ajudá-lo, mas o líder do trato de vilarejos não permitiu. Ele disse: “Se o seu Deus é o Deus verdadeiro, por que ele desmaiou?”. Depois disso, quando viu que nós não estávamos cedendo, ele nos mandou pegar nossa família, nosso gado e todos os nossos pertences e nos mandou deixar o vilarejo naquela mesma noite. Ele também disse que queimariam nossas casas. O funcionário do distrito disse: “Não perca seu tempo, eles preferem morrer a dizer quem é o seu líder. Mande-os para casa primeiro. Enviarei seus relatórios ao governo para que os superiores decidam. Isso os assustará”. Mas eu não estava muito assustada. Eu sabia que tudo estava nas mãos de Deus e que, se os funcionários superiores viessem ou nos prendessem, tudo estava nas mãos de Deus e era arranjado por Deus.

Na manhã do terceiro dia, o governo convocou uma reunião de área da aldeia. Foram mais de 400 pessoas. Eu temi que eles nos forçassem a assinar um juramento de apostasia e a blasfemar contra Deus, então orei, pedindo que Deus nos protegesse para que permanecêssemos firmes em nosso testemunho. Na reunião, o chefe de distrito do governo nos disse: “Todos vocês são jovens e não entendem nada. Não estou aqui hoje para exigir que vocês se expliquem, mas, a partir de agora, vocês devem obedecer aos seus pais, trabalhar muito e parar de ouvir as palavras de Deus Todo-Poderoso e de espalhar Seu evangelho, caso contrário, o líder do trato do vilarejo prenderá vocês e os entregará ao governo”. Um funcionário do conselho administrativo disse a todos: “Trataremos os seguidores de Deus Todo-Poderoso da mesma forma como o Partido Comunista Chinês os trata. O Partido Comunista caça e prende esses crentes e pode espancá-los até a morte com impunidade. Faremos o mesmo aqui, no estado de Wa. Todos esses crentes serão presos, não importa se fizeram algo errado ou não, e então serão espancados até a morte com impunidade. Ninguém pode dizer coisas como: ‘Esses crentes não fizeram nada errado’. Essas são as ordens do governo. Não resistam, e se vocês encontrarem crentes em Deus Todo-Poderoso, denunciem”. Então ele apontou para nós, os fiéis, e disse a todos: “Lembrem-se do rosto deles, vocês terão que reconhecê-los. Essas pessoas acreditam em Deus Todo-Poderoso. Se vocês as virem se renuindo ou evangelizando, denunciem!”. Então pediu que um agente do distrito lesse para todos coisas que blasfemavam contra Deus. As pessoas foram enganadas pelas palavras do governo, e algumas nos olharam com ódio. Suas palavras me deixaram enfurecida. Eu sabia que o governo perseguia os crentes para nos forçar a renunciar à nossa fé e assustar as pessoas e deixá-las com medo de investigar a obra de Deus Todo-Poderoso, para que perdessem a salvação de Deus. Isso me fez odiar esses demônios ainda mais. Então o governo nos deixou voltar para casa.

Quando cheguei em casa, eu li uma passagem da palavra de Deus Todo-Poderoso: “Independentemente de quão ‘poderoso’ Satanás seja, independentemente de quão audacioso e ambicioso seja, independentemente de quão grande seja sua capacidade de causar danos, independentemente de quão abrangentes sejam as técnicas com as quais corrompe e seduz o homem, independentemente de quão inteligentes sejam os truques e artimanhas com os quais intimida o homem, independentemente de quão mutável seja a forma em que existe, ele nunca foi capaz de criar uma única coisa vivente, nunca foi capaz de estabelecer leis ou regras para a existência de todas as coisas, e nunca foi capaz de governar e controlar nenhum objeto, seja animado ou inanimado. Dentro do cosmo e do firmamento, não há uma única pessoa ou objeto que tenha nascido dele ou que exista devido a ele; não há uma única pessoa ou objeto que seja governado por ele ou controlado por ele. Pelo contrário, ele não só tem de viver sob o domínio de Deus, como, além disso, deve obedecer a todas as ordens e comandos de Deus. Sem a permissão de Deus, é difícil para Satanás tocar até mesmo uma gota de água ou grão de areia na terra; sem a permissão de Deus, Satanás nem ao menos é livre para mover as formigas sobre terra, quanto mais a humanidade, que foi criada por Deus. Aos olhos de Deus, Satanás é inferior aos lírios na montanha, às aves que voam no ar, aos peixes no mar e às larvas na terra. Seu papel entre todas as coisas é servir a todas as coisas, e trabalhar para a humanidade, e servir à obra de Deus e ao Seu plano de gestão. Independentemente de quão maliciosa seja sua natureza e quão maligna seja sua essência, a única coisa que pode fazer é cumprir obedientemente a sua função: servir a Deus e ser um contraponto a Deus. Tais são a substância e posição de Satanás. Sua essência é alheia à vida, alheia a poder, alheia a autoridade; é um mero brinquedo nas mãos de Deus, apenas uma máquina a serviço de Deus!(A Palavra, vol. 2: Sobre conhecer a Deus, “O Próprio Deus, o Único I”). A leitura da palavra de Deus me deu fé. Os pastores e presbíteros podiam nos pressionar, o governo podia nos prender e perseguir e eles podiam usar nossa família para tentar nos coagir a abandonar Deus Todo-Poderoso, mas não importava o que dissessem ou fizessem, eles não podiam fazer nada conosco sem a permissão de Deus. Como quando o presbítero Lester tentou me bater com uma tábua, minha sogra, que me odiava, veio em minha defesa e o impediu. Tudo isso estava nas mãos de Deus. Senti o poder e a soberania de Deus sobre todas as coisas e senti que Ele estava me protegendo. Eu sabia que Deus arranjava situações com base na minha estatura e que Ele não estava me dando um fardo pesado demais. Por meio dessas experiências, minha fé em Deus cresceu e eu senti que tudo que Deus faz é bom. Sou tão grata a Deus! Essa experiência também me permitiu ver claramente a natureza dos pastores e presbíteros de odiar a Deus e resistir a Deus. As palavras de Deus dizem: “Existem aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas e a recitam o dia inteiro, mas nem um deles entende o propósito da obra de Deus. Nem um deles é capaz de conhecer Deus; menos ainda pode qualquer um deles estar de acordo com a vontade de Deus. Todos eles são pessoas inúteis e vis, cada uma se empinando para repreender a Deus. Eles intencionalmente se opõem a Deus mesmo quando carregam o estandarte Dele. Afirmando ter fé em Deus, ainda comem a carne e bebem o sangue do homem. Todas as pessoas assim são diabos que devoram a alma do homem, demônios chefes que deliberadamente perturbam os que tentam entrar na senda certa e pedras de tropeço que impedem os que buscam a Deus. Elas podem parecer ter uma ‘constituição robusta’, mas como os seus seguidores podem saber que não passam de anticristos que levam as pessoas a ficarem contra Deus? Como os seus seguidores podem saber que esses anticristos são diabos vivos dedicados a devorar as almas humanas?(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus”). Os pastores e presbíteros não entendiam a Bíblia. Eles só ensinavam as palavras e doutrinas da Bíblia e não acolhiam o Senhor, muito menos buscavam a verdade. Confrontados com a obra de Deus nos últimos dias, eles não buscavam nem investigavam, eles interpretavam a palavra do Senhor errado e espalhavam noções para enganar os fiéis. Dizendo que qualquer pregação de que o Senhor tinha retornado é falsa, eles impediam os fiéis de ouvirem a voz de Deus e de acolherem o Senhor. Até diziam que isso era para proteger os fiéis, mas, na verdade, temiam que ninguém os ouvisse se todos seguissem Deus Todo-Poderoso e seu status e sustento fossem ameaçados. Foi por isso que tentaram nos forçar a abandoná-Lo. Eles até chegaram a usar os costumes de funerais, casamentos, nascimento e construção de casas para nos ameaçar e nos forçar a assinar um juramento de apostasia. Até usaram o enterro do meu marido para me levar a renunciar a Deus Todo-Poderoso. Quando não dei ouvidos, eles se uniram ao governo e convocaram uma reunião da aldeia para me perseguir e usaram minha família para me tentar a trair a Deus. Até quiseram nos expulsar do vilarejo, queimar nossas casas e nos entregar a oficiais superiores. Eles fizeram de tudo para nos perseguir para que traíssemos Deus Todo-Poderoso e perdêssemos nossa chance de sermos salvos e entrarmos no reino de Deus. Esses pastores eram muito sinistros e cruéis! Lembrei-me da condenação dos fariseus pelo Senhor Jesus: O Senhor Jesus disse: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Porque fechais aos homens o reino dos céus; pois nem vós entrais, nem aos que entrariam permitis entrar. […] Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Porque percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o tornais duas vezes mais filho do inferno do que vós(Mateus 23:13, 15). Sob o pretexto de proteger o rebanho, os pastores e presbíteros impediam as pessoas de aceitar a obra de Deus nos últimos dias. Enganavam as pessoas para que resistissem a Deus com eles e, no fim, as levariam consigo para o Inferno. Eles são diabos vivos que impedem as pessoas de entrar no reino de Deus. São demônios e anticristos que resistem a Deus e prejudicam as pessoas. Vi claramente sua essência que odiava a verdade e a Deus, e me tornei mais firme em minha fé para seguir a Deus. Por mais que tentassem me enganar e obstruir, eu não renunciaria a Deus Todo-Poderoso. Orei a Deus para que eu cumprisse bem o meu dever e trouxesse mais daqueles que anseiam por Sua aparição para diante Dele para aceitarem Sua salvação.

O tempo ia passando, e nossas reuniões e nosso trabalho evangelístico continuaram a ser limitados. Para nos impedir de crer em Deus Todo-Poderoso e de nos reunir on-line, o líder do trato de vilarejos mandou oficiais checarem nosso celular a cada três dias e desinstalarem o Facebook assim que o vissem. Para evitar sermos vigiados por eles e pelo governo, levamos nossas ferramentas para as montanhas e fingimos trabalhar para nos reunirmos em segredo. Não ousamos falar livremente sobre nossa fé na aldeia. Mas, por mais que nos perseguissem, ainda confiávamos em Deus e continuamos espalhávamos o evangelho em outras aldeias. Com o tempo, mais pessoas aceitaram o evangelho. Mas o líder do vilarejo descobriu que eu estava espalhando o evangelho e me pressionou a entregar os outros e a confessar a quem eu tinha pregado. Quando eu não disse nada, ele me ameaçou, tentando me obrigar a renunciar à minha fé e a voltar para a congregação, caso contrário ele mandaria me prender. Para poder me reunir e pregar o evangelho normalmente, e para escapar de perseguição e prisão, eu fugi para Mianmar e fui para outro país. Agora vivo com alguns outros irmãos e irmãs. Nós nos comunicamos, espalhamos o evangelho e damos testemunho da obra de Deus. Estou gostando muito. Sofri dor e perseguição em tudo isso, mas ganhei discernimento dos pastores e presbíteros e consigo ver a maldade do governo com mais clareza, e não sou mais constrangida por ele. Também ganhei algum conhecimento da soberania de Deus e minha fé Nele cresceu. Essas são coisas que eu não poderia ter ganho num ambiente confortável.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.👇

Conteúdo relacionado

Dias de busca por fama e ganho

Por Li Min, Espanha“Se o homem desejar ser purificado em sua vida e obter mudanças em seu caráter, se desejar viver uma vida com sentido e...

Leave a Reply

Conecte-se conosco no WhatsApp