Como exatamente Deus realiza Sua obra de julgamento para salvar e purificar a humanidade nos últimos dias?

10 de Dezembro de 2018

Resposta: Todos que atualmente procuram e investigam o caminho verdadeiro querem entender como Deus Todo-Poderoso executa Sua obra de julgamento dos últimos dias. Deus Todo-Poderoso expressou muitas palavras a respeito deste aspecto da verdade. Vamos ler algumas passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso

A obra de Deus na encarnação presente é expressar Seu caráter primeiramente por meio de castigo e julgamento. Edificando sobre esse fundamento, Ele traz mais verdade ao homem e lhe indica mais caminhos de prática, alcançando assim Seu objetivo de conquistar o homem e salvá-lo de seu caráter corrupto próprio. Isso é o que está por trás da obra de Deus na Era do Reino” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não torna clara a natureza do homem simplesmente com algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda a longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo podem ser chamados de julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de revelar a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus” (‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A obra realizada por Deus durante esta era é principalmente a provisão das palavras para a vida do homem; a exposição da natureza-essência e do caráter corrupto do homem; e a eliminação de noções religiosas, do pensamento feudal, do pensamento antiquado e do conhecimento e da cultura do homem. Todas essas coisas devem ser purificadas por meio da exposição através das palavras de Deus. Nos últimos dias, Deus utiliza palavras e não sinais e maravilhas para aperfeiçoar o homem. Ele usa Suas palavras para expor o homem, para julgá-lo, para castigá-lo e para aperfeiçoá-lo, a fim de que, nas palavras de Deus, o homem venha a ver a sabedoria e amabilidade de Deus e venha a entender o caráter de Deus, de modo que, por meio das palavras de Deus, o homem contemple os feitos de Deus” (‘Conhecer a obra de Deus hoje’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Deus tem muitos meios de aperfeiçoar o homem. Ele emprega todo tipo de ambientes para lidar com o caráter corrupto do homem e utiliza várias coisas para desnudar o homem; num aspecto, Ele lida com o homem, em outro, Ele o desnuda, e em outro Ele o revela, desenterrando e revelando os ‘mistérios’ das profundezas do coração do homem e mostrando ao homem a sua natureza ao revelar muitos de seus estados. Deus aperfeiçoa o homem através de muitos métodos — através de revelação, lidando com o homem, através do refinamento do homem e do castigo — para que o homem saiba que Deus é prático” (‘Somente os que se concentram na prática podem ser aperfeiçoados’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Quando Deus trabalha para julgar e limpar a humanidade corrupta nos últimos dias, Ele usa muitos aspectos da verdade para julgar e expor a natureza satânica do homem que desobedece e se opõe a Deus, e mostra ao homem o caráter santo e justo de Deus, que não tolera nenhuma ofensa. Através do julgamento da palavra de Deus, o homem é capaz de ver claramente a verdade de sua corrupção profunda por Satanás, e consegue conhecer a essência sagrada de Deus e Seu caráter justo, intolerante à ofensa, e passa a reverenciar a Deus. Assim, ele escapa da escravidão e do controle do pecado, e alcança a purificação e a salvação de Deus. Quando lemos a palavra de Deus Todo-Poderoso, podemos sentir que Deus está julgando e nos expondo face a face, e que a palavra de Deus, como uma espada de dois gumes, julga e expõe nossa desobediência e nossa natureza satânica de oposição a Deus. Vemos claramente a verdade de que estivemos profundamente corrompidos por Satanás, que nossa natureza é arrogante, traiçoeira, egoísta e desprezível. Embora creiamos em Deus, não deixamos que Ele seja exaltado, e não temos um coração temente a Deus. Mentimos com frequência e enganamos Deus e outras pessoas. Acreditamos em Deus mas adoramos e seguimos os homens. Uma vez que temos uma posição, nós nos exibimos e nos desenvolvemos, para que as pessoas nos escutem e nos obedeçam. Podemos até nos separar de Deus e confrontá-Lo, estabelecendo reinos independentes. Quando nos deparamos com desastres naturais ou criados pelo homem, nos queixamos de Deus ou nos opomos a Ele. Quando a nova obra de Deus não concorda com nossos conceitos, agimos como os fariseus judeus do passado, inventando conclusões sobre Deus e julgando-O conforme nos agrada. Se despendemos um pouco, trabalhamos um pouco ou sofremos um pouco por Deus, agimos como importantes e ostentamos nossa experiência, exigindo graça e bênçãos de Deus. Assim que nossos desejos não são satisfeitos, agimos de forma negativa e desaceleramos ou desistimos de nosso trabalho, etc. Vemos que nossa corrupção por Satanás é muito profunda! Não temos vivido a imagem de seres humanos! Somos em essência, a personalização de Satanás! Encarando a verdade de nossa corrupção por Satanás, sentimos profunda vergonha e extremo remorso, e agradecemos que a santidade de Deus não pode ser profanada e que Seu caráter justo não pode ser ofendido. Não temos escolha a não ser nos prostrar perante Deus, lamentando nossas maldades, desprezando nossa natureza satânica e nos arrependendo a Deus. Estamos dispostos a aceitar o julgamento e o castigo de Deus, executar nosso dever como criaturas, e obedecer a tudo que Deus tiver orquestrado e arranjado. Esse é o resultado do julgamento da palavra de Deus sobre Seu povo escolhido!

Todos sabemos, após vivenciar o julgamento e o castigo de Deus que Ele não usa apenas Sua palavra para nos julgar e nos expor. Mirando em nossas situações reais, ele também prepara diversos ambientes, pessoas e coisas para nos testar e nos revelar, nos podar, nos disciplinar e lidar conosco de forma concreta. Por experimentar de verdade o julgamento e o castigo de Deus, podando-nos e lidando conosco, vemos que nossa natureza é arrogante e obstinada demais. Se não recebermos tal julgamento e castigo, nosso caráter não atingirá a mudança. Por exemplo, às vezes não praticamos a verdade enquanto cumprimos nosso dever. Através de nossa natureza arrogante, fazemos o que nos agrada, nos autoexaltamos e nos enaltecemos para impressionar as pessoas, tornando nosso espírito sombrio por dentro e incapaz de sentir a presença de Deus, e nossos corações sofrem e se refinam. Nessa hora, a palavra de Deus nos censurará por dentro. Às vezes, Deus prepara pessoas e coisas para lidar conosco e nos podar, para que retornemos diante Dele, e reflitamos e conheçamos a nós mesmos, e reconheçamos inconscientemente nossas ambições arrogantes de querer controlar e possuir as pessoas. Quando vemos que nossa natureza é a do ancanjo, nossos corações não deixam de tremer de medo. Sentimos que o caráter de Deus não pode ser ofendido, e nos prostramos diante de Deus para orar e nos arrepender a Ele. Nesse momento, as palavras de Deus nos confortarão, nos encorajarão, e nos farão entender toda a dor e esforço de Deus para salvar a humanidade. Assim, não podemos ser passivos e fracos, mas termos confiança em procurar a verdade e a mudança de caráter. Após vivenciarmos muitas vezes a forma com que Deus lida conosco e nos poda, Sua disciplina e castigo, nosso caráter arrogante atinge a mudança, nos tornamos muito mais discretos em cumprir nosso dever e não mais tão insolentes quanto antes, e tomamos a iniciativa de nos abrir e reconhecer nossa própria corrupção, exaltamos Deus conscientemente e testemunhamos por Ele, e sentimos que viver assim acalma nossos corações e é agradável. A obra de salvação de Deus é mesmo muito prática! É por experimentar de verdade tal julgamento e castigo de Deus que agora temos conhecimento verdadeiro do caráter justo de Deus, e sabemos que tipo de pessoa Deus ama e que tipo ele despreza, que tipo de pessoa ele salvaria e que tipo ele eliminaria, que tipo de pessoa ele abençoaria e que tipo ele amaldiçoaria. E também chegamos a saber que, de fato, Deus inspeciona e domina tudo. Deus está bem ao nosso lado, orientando-nos de forma concreta e nos salvando, fazendo-nos agradecer que a verdade expressada por Deus é Seu julgamento e castigo sobre a humanidade corrupta. Isso é inspeção, isso é purificação. Com temor a Deus em nossos corações e as mudanças em nosso caráter corrupto, procuramos a verdade quando nos deparamos com as coisas, praticamos a verdade e obedecemos a Deus, vivendo gradualmente à semelhança de um homem de verdade. A mudança que conseguimos atingir hoje é resultado de se experimentar a obra de julgamento de Deus dos últimos dias. É o imenso amor e salvação de Deus por nós.

Extraído do roteiro do filme Cântico da vitória

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado