O fruto de uma denúncia honesta

20 de Novembro de 2020

Por Zhao Ming, China

Em abril de 2011, tive que assumir o cargo de uma líder chamada Yao Lan em uma igreja em outra parte do país. Durante o período de transição, enquanto Yao Lan me passava os detalhes da situação da igreja, ela mencionou que sua filha Xiaomin era diaconisa de rega e que ela me ajudaria a me familiarizar com o trabalho na igreja. Senti uma admiração por ela enquanto ouvia sua explicação extremamente organizada. Yao Lan parecia lidar muito bem com o trabalho da igreja e ser muito capaz, portanto, não era de se admirar que agora ela pudesse assumir o comando de uma gama tão ampla de trabalhos. Internamente, resolvi que levaria em consideração a vontade de Deus e faria meu melhor para que o trabalho da igreja funcionasse bem.

No dia seguinte, Xiaomin me levou para uma reunião de líderes de equipe. Depois de ler as palavras de Deus, compartilhei um pouco das minhas experiências e dos meus entendimentos relevantes. A irmã Xia disse então, descontente: “Nossa antiga líder, Yao Lan, não comungava sobre as palavras de Deus assim. Ela explicava tudo linha por linha, dizendo coisas como: ‘Isto é uma exortação’ e ‘isto é um aviso’”. Os outros irmãos e irmãs concordaram e disseram que Yao Lan comungava a verdade com clareza. Fiquei muito surpresa e pensei: “Comungar a palavra de Deus não é falar sobre nossas experiências e entendimentos com base nas palavras Dele?”. Por que Yao Lan não fala sobre como ela coloca as palavras de Deus em prática e como as experimenta em pessoa? Por que ela explicaria as palavras de Deus aos irmãos linha por linha? Tal comunhão pode permitir que eles entendam a verdade e se conheçam? Eu queria fazer uma reunião com eles para discutir os princípios de comunicar as palavras de Deus, mas então em pensei: “Eu sou nova nesta igreja, e Yao Lan é responsável pelo trabalho. Sua filha Xiaomin também trabalha aqui. Se eu disser que a maneira de comungar as palavras de Deus de Yao Lan explica apenas o sentido literal das palavras e ela souber disso, vai pensar que eu já estou procurando seus erros antes mesmo de assumir o cargo e pensará mal de mim. Se eu a ofender, as coisas vão ficar estranhas”. Por isso, mantive minha boca fechada.

Um dia, a irmã Xiao me entregou uma carta sem contar para Xiaomin. A carta dizia que ela já havia feito algumas sugestões a Yao Lan, mas Yao Lan não tinha aceitado nenhuma. Além disso, Yao Lan começou a atrapalhar seu trabalho e não a deixou cumprir seu dever de anfitriã. Fiquei realmente surpresa. Pensei: “A irmã Xiao deve estar errada. Como Yao Lan pode oprimir alguém assim?”. Então, procurei Xiaomin para ficar a par da situação. Xiaomin disse que a irmã Xiao era muito entusiasmada, mas muitas vezes entendia mal as coisas. Ela disse também que a irmã Xiao era conhecida na região pela sua fé, que, por isso, sua casa não era segura e que ela precisava de mais sabedoria para manter um ambiente segura em casa. Ela disse algumas coisas negativas sobre a irmã Xiao. Eu comecei a refletir: “Se tudo isso for verdade, então a irmã Xiao realmente não é adequada para o dever de anfitriã. Mas porque ela diria que Yao Lan a estava oprimindo? Talvez ela tenha algum tipo de desentendimento com Yao Lan”. Eu ainda estava incomodada, por isso fui visitar a irmã Xiao em sua casa. Eu descobri que sua casa era relativamente adequada para hospedagem e que não lhe faltava sabedoria, por isso fiquei confusa. Eu pensei: “As coisas são muito diferentes do que a Xiaomin disse. Será que Yao Lan estava oprimindo a irmã Xiao?”. Quando pedi à irmã Xiao mais detalhes, descobri que Yao Lan estava usando a necessidade de um ambiente seguro como desculpa, que ela havia impedido vários diáconos de desempenharem suas funções. O resultado disso era que os irmãos e irmãs não tinham ninguém para regá-los. Eles não estavam vivendo uma vida normal da igreja. Quando a irmã Xiao levantou essa questão com Yao Lan, dizendo que esses arranjos não eram apropriados, Yao Lan não apenas se recusou a aceitar, mas ainda a retirou de seu dever. E sabe o que é ainda mais inacreditável? Ela escondeu uma carta da irmã Xiao em que ela reportava os problemas. Fiquei chocada ao ouvir isso. Como isso era possível? Yao Lan estava claramente errada, no entanto, ela não aceitou o que a irmã Xiao disse e até escondeu a sua carta. Ela definitivamente não era alguém que aceitava a verdade! Isso me lembrou mais uma vez de como ela não falava sobre suas próprias experiências e entendimentos quando comungava sobre as palavras de Deus, mas, tirava as palavras do contexto e enganava os irmãos e irmãs. Ela agia contra os princípios de comunhão das palavras de Deus. Eu percebi que isso era um problema real e que precisava relatar isso aos meus superiores, para que o trabalho da casa de Deus não fosse atrasado. Mas então pensei: “De acordo com o que disse a irmã Xiao, Yao Lan é uma pessoa de pouca humanidade. No momento, ela está no comando do meu trabalho, por isso, se descobrir que fui eu quem a denunciou, ela pode me oprimir e me fazer perder meu dever”. Suspirando, decidi que era melhor não dizer nada, mas também resolvi que a irmã Xiao deveria voltar à função de anfitriã.

Inesperadamente, alguns dias depois, a irmã Chen também relatou algumas das maldades de Yao Lan. Ela disse que o irmão Wang e sua esposa eram novos convertidos e estavam com um pouco de medo devido às prisões e perseguições do Partido Comunista Chinês, por isso não ousavam assumir a tarefa de hospedagem. Yao Lan, além de não comungar sobre a verdade para ajudá-los, ainda os repreendeu e não deixou que outra pessoa os ajudasse. No fim, o irmão Wang e sua esposa caíram no pessimismo e desistiram de participar das reuniões. Quando a irmã Chen disse a Yao Lan que isso não era jeito de tratar aos irmãos e irmãs, ela não parou para refletir e inventou que a segurança da irmã Chen tinha sido comprometida. Então, ela afastou a irmã Chen da igreja por vários meses, não permitindo que ela participasse das atividades. Havia também o caso de uma das irmãs que cuidava da rega. Nas reuniões, ela usava as palavras de Deus em sua comunhão e se abria totalmente a respeito dos caracteres corruptos que revelava. Yao Lan aproveitou a oportunidade para dispensá-la de seu dever. Depois disso, ela promoveu sua filha Xiaomin para o dever de rega e disse aos irmãos e irmãs que a treinassem bem, Pois, no futuro, ela assumiria tarefas importantes na casa de Deus. Yao Lan também promoveu seu marido a líder de equipe, mesmo ele não sendo um verdadeiro crente e sendo incapaz de comungar qualquer coisa de valor nas reuniões. Yao Lan, no entanto, agiu com emoção, colocou seu marido na igreja, e, em seguida, o designou para ser líder de equipe. Tal fato foi uma violação grave dos decretos administrativos. E sua maldade não parou por aí. Yao Lan e sua filha governavam a igreja como monarcas, oprimindo e dando ordens aos irmãos como queriam, até que todos ficaram com medo dela e não ousavam dar qualquer opinião. Ao ouvir a irmã Chen, fiquei chocada e indignada. No início, quando Yao Lan estava transferindo seu trabalho para mim, senti uma admiração por ela, enquanto dizia que o trabalho estava indo bem. Mas era tudo mentira. Ela não apenas citou as palavras de Deus fora do contexto durante a comunhão e enganou alguns dos irmãos e irmãs pregando com base em doutrinas, como também gostava das benesses de seu cargo e atacava os irmãos e irmãs. Ela passou a governar a igreja como uma ditadora, oprimindo os outros como queria e dispensando-os de seus deveres. Ela promoveu e privilegiou aqueles que eram mais próximos dela e praticou nepotismo. Seu comportamento temerário e imprudente e suas muitas ações más mostraram que ela era um anticristo em pele de cordeiro! Agora, ela teria uma influência ainda maior, portanto, os irmãos e irmãs certamente seriam prejudicados. Eu sabia que precisava denunciá-la a um superior assim que pudesse para defender o trabalho da igreja. Quando pensei em denunciá-la, no entanto, fiquei preocupada: “Yao Lan é responsável pelo meu trabalho. Conhecendo seu comportamento, sei que, se ela descobrir que eu a denunciei, provavelmente me despedirá de meu posto de líder da igreja e me mandará para casa. Talvez ela encontre até algum pretexto para me oprimir e punir. Minha vida ficaria muito difícil. E se eu acabar expulsa da igreja? Nesse caso, minha jornada de fé em Deus estaria terminada. Eu preciso ser realista. Primeiro, vou organizar o trabalho da igreja e depois vejo o que fazer”. E assim, para me proteger, decidi não denunciá-la nem expor seus erros. Contudo, na reunião seguinte, vi o olhar de expectativa dos irmãos e irmãs que tinham sido oprimidos por ela, e isso me deixou angustiada. Minha consciência pesou. Além disso, quando os ouvi falar que Xiaomin estava circulando pela igreja exaltando a capacidade de comunhão da verdade de Yao Lan e soube que ela estava repreendendo e dando lições nos irmãos e irmãs de forma condescendente, fiquei ainda mais irritada. Pensei: “Devo relatar a maldade de Yao Lan e Xiaomin a um superior. Eu não posso permitir que elas ajam perversamente e oprimam irmãos e irmãs como quiserem”. Então, anotei tudo que os irmãos e irmãs tinham me contado sobre elas. Após a reunião, no entanto, fiquei em dúvida novamente. O que Yao Lan faria para me punir se descobrisse? Mas se decidisse me proteger e não denunciá-las, eu não estaria praticando o mal? Eu estava entre a cruz e a espada, e me sentia tão encurralada que não conseguia respirar. Em lágrimas, ajoelhei-me e orei a Deus, dizendo: “Querido Deus, quero denunciar Yao Lan e sua filha aos meus líderes, mas temo que elas se vinguem de mim. Ó, Deus, por favor, guia-me para romper a opressão das forças das trevas, praticar a verdade e cuidar do trabalho da igreja”.

Depois da minha oração, li isto nas palavras de Deus: “Todos vocês dizem que têm consideração pelo fardo de Deus e que defenderão o testemunho da igreja, mas quem dentre vocês realmente foi atencioso com o fardo de Deus? Perguntem a si mesmos: Você é alguém que demonstrou consideração pelo fardo de Deus? Você pode praticar a justiça para Deus? Você pode se levantar e falar por Mim? Você pode colocar a verdade em prática firmemente? Você tem coragem suficiente para lutar contra todos os atos de Satanás? Você seria capaz de colocar suas emoções de lado e expor Satanás em prol da Minha verdade? Você pode permitir que Minhas intenções sejam cumpridas em você? Você ofereceu seu coração nos momentos mais cruciais? Você é alguém que faz a Minha vontade? Faça a si mesmo essas perguntas e pense sobre elas com frequência” (‘Capítulo 13’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). Eu fiquei muito envergonhada depois de ler essas revelações nas palavras de Deus. Eu acreditava em Deus, mas Ele não tinha lugar em meu coração. Eu não estava levando a sério a comissão de Deus e, diante dos problemas, só pensava em meus próprios interesses. Eu não estava protegendo o trabalho da casa de Deus. Eu sabia muito bem que Yao Lan estava citando as palavras de Deus fora de contexto, sabia que ela era dominadora e que punia e oprimia irmãos e irmãs. A fim de promover aqueles seus familiares e consolidar suas forças, ela dispensava as pessoas de suas funções arbitrariamente, atrapalhando severamente e interferindo na vida da igreja e repreendendo e prejudicando irmãos e irmãs. E agora que tinha assumido um cargo mais alto, ela estava em posição de prejudicar ainda mais irmãos e irmãs. Mas eu tinha medo do status e da influência de Yao Lan. Eu tinha medo de ser oprimida e demitida por ela, perdendo minha posição e perspectivas de futuro. Eu tinha medo da vingança de Yao Lan e sua filha, por isso, não ousei seguir os princípios e denunciá-las. Então, de olhos bem abertos, observei anticristos e pessoas perversas fazendo o mal dentro da igreja. Os irmãos e irmãs estavam sendo oprimidos e tendo sua vida prejudicada, mas eu não ousava me levantar e denunciar Satanás. Que pessoa mesquinha, egoísta e desprezível eu era! Então li as palavras de Deus que diziam: “A humanidade foi profundamente corrompida por Satanás. O veneno de Satanás flui pelo sangue de cada pessoa, e pode-se ver que a natureza do homem é corrupta, maligna e reacionária, repleta das filosofias de Satanás e imersa nelas — é, em sua totalidade, uma natureza que trai a Deus. É por isso que as pessoas resistem a Deus e se opõem a Deus” (‘Como conhecer a natureza do homem’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). “Quanto ao que é o veneno de Satanás, isso pode ser completamente expresso em palavras. Por exemplo, se você pergunta para alguns malfeitores por que cometeram o mal, eles responderão: ‘Por que é cada um por si e o diabo pega quem fica por último’. Esse simples provérbio expressa a raiz exata do problema. A lógica de Satanás se tornou a vida das pessoas. Elas podem fazer coisas por este ou aquele propósito, mas só as estão fazendo para si mesmas. Todos pensam que, como é cada um por si e o diabo pega quem fica por último, as pessoas deveriam viver pelas próprias causas e fazer tudo que puderem para assegurar uma boa posição em prol de comida e roupas finas. ‘Cada um por si e o diabo pega quem fica por último’ — essa é a vida e a filosofia do homem e representa também a natureza humana. Essas palavras de Satanás são precisamente o veneno de Satanás e, quando as pessoas o internalizam, ele se torna a natureza delas. A natureza de Satanás é exposta por meio dessas palavras; elas o representam completamente. Esse veneno se torna a vida das pessoas bem como o fundamento de sua existência, e a humanidade corrupta tem sido constantemente dominada por esse veneno por milhares de anos” (‘Como trilhar a senda de Pedro’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). As palavras de Deus me mostraram que eu tinha sido corrompida e pisoteada por Satanás, e que o íntimo do meu ser estava saturado com os venenos, as filosofias e os códigos de conduta satânicos, de forma que eu estava me tornando cada vez mais maligna e egoísta. Eu vivia de acordo com os venenos satânicos, tais como: “Cada um por si e o diabo pega quem fica por último”, “Quando você sabe que algo está errado, é melhor dizer menos”, e “Pessoas sensatas sabem se proteger e evitam apenas cometer erros”. Meus pensamentos eram distorcidos, e meus valores e perspectivas de vida eram terríveis. Eu considerava que meus próprios interesses, minhas perspectivas de futuro e meu destino eram mais importantes do que qualquer outra coisa. Diante do prejuízo que Yao Lan e sua gangue de anticristos estavam causando aos irmãos e irmãs da igreja, eu sabia que precisava denunciá-los. Mas como eu estava com medo de ser atacada, de perder meu cargo e minhas perspectivas de futuro, não fiz nada, mesmo lutando internamente contra isso. Portanto, permiti que os anticristos perturbassem a igreja e agi de forma preguiçosa, não ousando ser imparcial a respeito da questão. Eu percebi que estava tão fortemente presa pelos venenos de Satanás que havia me tornado sua cúmplice, seu animal de estimação. Isso era repugnante para Deus, e eu era indigna de viver diante Dele. Eu desfrutei de anos da obra e orientação de Deus, e Ele me educou para cumprir meu dever como líder de igreja. Eu, porém, não sabia valorizar isso e não me importava em cuidar dos irmãos e irmãs e defender o trabalho da casa de Deus. Eu vivia totalmente envolvida em meus próprios deveres egoístas, sem qualquer sinal de dignidade ou integridade. Eu falhei em viver de acordo com a confiança que os irmãos e irmãs depositaram em mim. E, além disso, não conseguia viver a comissão que Deus tinha me dado. Depois de pensar isso, eu me odiei por ser tão egoísta e desprezível e fiz uma oração a Deus, cheia de arrependimento. Eu pedi que Ele me desse força e me guiasse para me libertar das influências sombrias e ser capaz de praticar a verdade.

Depois disso, li isto nas palavras de Deus: “O caráter de Deus é algo que pertence ao Governante de todas as coisas e seres vivos, ao Senhor de toda a criação. Seu caráter representa honra, poder, nobreza, grandeza e, acima de tudo, supremacia. Seu caráter é o símbolo de autoridade, o símbolo de tudo que é justo, o símbolo de tudo que é bom e belo. Mais que isso, é um símbolo Daquele que não pode ser[a] vencido nem invadido pelas trevas nem por qualquer força inimiga, e é, também, um símbolo Daquele que não pode ser ofendido (nem Ele tolerará ser ofendido)[b] por qualquer ser criado. Seu caráter é o símbolo do mais alto poder. Nenhuma pessoa, ou pessoas, consegue ou pode perturbar Sua obra ou Seu caráter” (‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus me mostraram que Ele governa todas as coisas, que Seu caráter é a marca de maior autoridade e que nenhuma força do inimigo ou das trevas pode ofendê-Lo. Deus expurgará da igreja todas as forças disruptivas de Satanás e as eliminará. Essa é a direção que a obra de Deus seguirá. Ele, sem dúvida, levará a cabo tal realidade. Yao Lan governava a igreja como uma tirana, controlando e oprimindo os irmãos e as irmãs, favorecendo os que eram próximos dela e estabelecendo seu próprio reino. Ela havia interrompido e interferido na obra de Deus, feito todo tipo de mal e ofendido seriamente o caráter de Deus. Ela era um demônio anticristo que seria expulso da igreja mais cedo ou mais tarde. Pensei em como a casa de Deus já havia expulsado tantas pessoas más e anticristos. Mesmos os mais selvagens só obtiveram sucesso por um tempo, e, no final, não escaparam da punição de Deus. Essa não é a justiça de Deus? No entanto, eu não tinha entendido a justiça de Deus e não tinha confiado no fato de que, na casa de Deus, a verdade e a justiça prevaleciam e Ele reinava. Para mim, a casa de Deus era igual ao mundo, um lugar onde quem tem status e poder controla meu destino. Por isso, eu pensava que, se eu importunasse Yao Lan e sua filha, acabaria perdendo meu futuro e meu destino. Eu tinha medo de que elas se vingariam de mim. Não confiei que Deus governava todas as coisas. Esse tipo de fé era uma desgraça para Deus! Logo depois, li a seguinte passagem das palavras de Deus: “Minhas palavras são a base da fuga do homem das influências tenebrosas e as pessoas que não podem praticar de acordo com as Minhas palavras não serão capazes de fugir das amarras da influência das trevas. Viver em um estado correto é viver sob a orientação das palavras de Deus, viver em um estado de lealdade a Deus, viver em um estado de buscar a verdade, viver na realidade de despender-se sinceramente pela causa de Deus e viver em um estado de amar a Deus genuinamente. Aqueles que vivem nesses estados e dentro dessa realidade se transformarão lentamente conforme entrarem na profundidade da verdade e se transformarão conforme a obra prossegue mais fundo; e, no fim, certamente se tornarão pessoas que são ganhas por Deus e que amam a Deus genuinamente” (‘Fuja da influência das trevas e você será ganho por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus me mostraram a senda. Se quisesse romper os grilhões da influência sombria de Satanás, eu tinha que praticar de acordo com as palavras de Deus. Eu tinha que abrir mão de meus próprios interesses pessoais e pensamentos sobre meu futuro, praticar a verdade, expor e acusar esses anticristos e defender o trabalho da casa de Deus. Mesmo se eu fosse demitida do cargo e perdesse minha posição e perspectivas, precisava seguir os princípios verdadeiros. Depois de entender isso, encontrei minha força, e escrevi uma carta aos meus líderes acusando Yao Lan e Xiaomin.

Alguns dias depois, os líderes reuniram todos os irmãos e irmãs para esclarecer as ações malignas cometidas por Yao Lan e Xiaomin. De acordo com os princípios, Yao Lan, seu marido e Xiaomin foram demitidos de suas funções. Yao Lan e sua filha não pararam para refletir ou conhecer melhor a si mesmas, em vez disso, elas visitavam irmãos e irmãs em suas casas, fingindo arrependimento ou lamentando a injustiça com que foram tratadas na tentativa de enganar os outros. Elas não queriam se arrepender, e, no fim, por causa de suas ações malignas, elas foram denominadas anticristos e malfeitoras que cometeram todos os tipos de perversidade e foram expulsas da igreja. A vida da igreja voltou ao normal. Os irmãos e as irmãs aplaudiram em alegria e todos louvaram a Deus por Sua justiça e santidade. Isso me ajudou a ver com uma clareza ainda maior que justiça e verdade dominam na casa de Deus, que é Cristo quem governa naquele lugar. Também percebi que não importa o quão más, poderosas e violentas sejam as forças do mal, elas nunca poderão superar a autoridade de Deus e atrapalhar a Sua obra, muito menos controlar o destino de qualquer pessoa. Elas são como peças de xadrez nas mãos de Deus, ferramentas que servem para ajudar os escolhidos de Deus a desenvolver o discernimento. Suas ações permitem que outros vejam os anticristos e pessoas más como realmente são, para que não sejam desviados. Em meio a essa experiência de acusação dos anticristos, foram a iluminação, orientação e liderança das palavras de Deus que me permitiram vencer as forças das trevas e praticar a verdade. Meu coração se acalmou e ficou em paz. Eu senti que me comportar dessa maneira era a única forma de viver com dignidade e integridade. Eu me senti livre. Foi isso que ganhei ao escrever uma denúncia honesta.

Toda a glória a Deus Todo-Poderoso! Amém!

Notas de rodapé:

a. O texto original diz: “é um símbolo de ser incapaz de ser”.

b. O texto original diz: “como também um símbolo de ser incapaz de ser ofendido (e de não tolerar ser ofendido)”.

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

Como ver seu próprio dever

Por Zheng Ye, Coreia do SulPouco depois de me tornar um crente, reparei nos irmãos e irmãs que eram líderes frequentemente realizando...

Levantando diante do fracasso

Por Fenqi, Coreia do SulAntes de acreditar em Deus, fui educada pelo Partido Comunista Chinês e só pensava em me dar bem na vida e trazer...

Mantendo meu dever

Por Yangmu, Coreia do SulEu sentia tanta inveja quando via os irmãos e irmãs se apresentando, cantando e dançando pra Deus. Eu sonhava em...

Entre em contato conosco pelo Whatsapp