Líderes que se tornam Judas depois de detidos

23 de Abril de 2024

Por An Xin, China

Em 4 de julho de 2018, Ding Jie, a líder que era minha parceira, foi seguida e detida. Quando ouvi a notícia, fiquei muito ansiosa. Os métodos da polícia para atormentar as pessoas eram muito cruéis; será que ela conseguiria suportar isso? E, como eu interagia com ela com frequência, será que já não estaria sendo vigiada? Pensando nisso, fiquei um pouco assustada. Alguns dias depois, recebi uma carta da minha cidade natal. Ela dizia que a polícia tinha ido a minha casa para me prender e também avisou aos aldeões para me vigiarem. A irmã Li Qing, da minha aldeia, foi detida, e a polícia ainda estava procurando suas duas filhas. Essa notícia foi como um tapa na cara. A polícia estava detendo irmãos em todos os lugares, e eu tinha me tornado uma pessoa sem lar. Ao ver até que ponto a polícia estava se mobilizando para deter os crentes em Deus, fiquei muito indignada. Ao mesmo tempo, eu me preocupava com o fato de que, se eu já estava sob vigilância policial, aqui não seria mais um lugar seguro para mim. Se a polícia me detesse, eu não seria torturada? Eu seria capaz de suportar isso? Quanto mais eu pensava, mais assustada ficava. Passei os dias seguintes em um estado de medo.

Não demorou muito, e ouvi dizer que Ding Jie não suportou a tortura e delatou muitos irmãos, e também duas famílias que guardavam os livros das palavras de Deus. Àquela altura, os livros já tinham sido levados para outro lugar, mas a irmã da família que guardava os livros foi presa, e a polícia levou 300.000 yuans em economias da casa de outra irmã. Ding Jie até orientou a polícia na prisão de irmãos. Mais de 10 líderes e diáconos foram presos um após o outro. As casas de alguns irmãos foram invadidas, e muitos irmãos saíram de casa e se esconderam. Não demorou muito para que outra líder, Xia Yu, fosse detida. Ela não conseguiu resistir às ameaças, intimidações e torturas da polícia e, com medo de ser condenada à prisão, acabou entregando os irmãos e o dinheiro da igreja. Quando ouvi essa notícia, fiquei surpresa e não queria acreditar que aquilo era verdade. Essas líderes estavam realmente buscando a verdade antes disso; como poderiam se tornar traidores? Ding Jie e Xia Yu creram em Deus por muitos anos. Elas renunciaram às suas famílias, abandonaram suas carreiras e dedicaram todo o seu tempo ao desempenho dos deveres. Não importava o quanto suas famílias as perseguissem e impedissem, elas continuavam crendo em Deus, e foram capazes de suportar o sofrimento e pagar um preço ao desempenhar seus deveres. Como é que elas podiam, de repente, se tornar um Judas? Eu realmente não entendia. Elas eram líderes, e a comunhão delas com os irmãos era geralmente muito boa. Elas deveriam ter entendido mais verdades e ter mais estatura do que os irmãos, mas até mesmo alguns irmãos comuns conseguiam permanecer firmes em seu testemunho. Sendo líderes, como poderiam ter menos estatura do que os irmãos comuns? Como puderam simplesmente trair a Deus? Voltei meus pensamentos para mim mesma. Quando se tratava de renunciar e me despender, eu não tinha feito mais do que elas. Elas abandonaram o trabalho, os pais e os filhos e escolheram desempenhar seus deveres, mas, ao desempenhar meu dever, eu ainda era frequentemente constrangida pelos afetos. Elas não conseguiram permanecer firmes. Se eu fosse detida e a polícia fosse me prender, eu seria capaz de permanecer firme em meu testemunho? Se eu traísse a Deus como aquelas líderes por não suportar a dor e por medo de ser presa, será que eu não teria um desfecho e uma destinação ruins? Meus anos de crença em Deus não teriam sido inúteis? Eu não conseguia deixar de me preocupar comigo mesma. Eu não entendia por que a igreja tinha sofrido uma perseguição tão grande e por que tantos irmãos tinham sido detidos. Todos os grandes guerreiros em minha mente tinham desmoronado. Durante aquele período, fiquei muito abatida. Todo dia, meu rosto era marcado pela preocupação, e eu suspirava em desespero. Quando eu lia as palavras de Deus, eu não lhes dava importância, e eu não tinha energia quando me reunia ou desempenhava o dever.

Uma irmã viu que eu estava bastante abatida e me lembrou, “Você não pode continuar sendo negativa assim. Precisa aprender com os irmãos que permanecem firmes em seu testemunho, ler mais as palavras de Deus e aprender mais lições”. Foi preciso que essa irmã me lembrasse para que eu percebesse como eu estava fraca. Meus irmãos tinham experimentado a perseguição da polícia e suportado tanto sofrimento, e ainda assim sabiam confiar em Deus e aprender lições. Por que eu não sabia buscar a vontade de Deus? Enquanto buscava, li uma passagem das palavras de Deus: “Então como pode ser trilhado o trecho final da senda? Nos dias em que experimentar tribulação, você terá de suportar todas as dificuldades e deverá estar disposto a sofrer; só dessa maneira você poderá percorrer bem esse trecho da senda. Você acha que é tão fácil percorrer esse trecho da senda? Você deveria saber qual é a função que deve cumprir; vocês devem elevar seu calibre e equipar-se com a verdade adequada. Isso não é trabalho de um ou dois dias — e não é tão simples como você pensa! Trilhar o trecho final da senda depende do tipo de fé e vontade que você realmente tem. Talvez você não consiga ver o Espírito Santo operando em você ou talvez não seja capaz de descobrir a obra do Espírito Santo na igreja, então você fica pessimista e desapontado e cheio de desespero com relação à estrada à frente. Em particular, todos os grandes guerreiros do passado caíram — tudo isso não é um choque para você? Como você deveria ver essas coisas? Você tem fé ou não tem? Você entende plenamente a obra de hoje ou não entende? Essas coisas podem determinar se você é capaz de percorrer o trecho final da senda com sucesso(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Como você deve trilhar o trecho final da senda”). Depois de ler as palavras de Deus, entendi que a perseguição e a adversidade que sofremos hoje foram uma lição que Deus arranjou para cada um de nós. A última etapa dessa senda não era fácil de seguir, por isso tínhamos que ter uma fé tremenda e ser equipados com mais verdades. Vi que muitos irmãos foram presos, os grandes guerreiros ao meu lado caíram, e muitos irmãos tinham fugido para longe, por isso, fiquei pessimista e desapontada, e perdi minha fé. Será que eu não estava bem no meio do esquema ardiloso de Satanás? Não importa o que Deus faça, Seu cuidado está em tudo, mas eu não buscava a vontade de Deus e vivia em minhas noções e imaginações, considerando tudo com negatividade. Isso não estava de acordo com a vontade de Deus! Orei a Deus, “Deus, não entendo por que a igreja está enfrentando circunstâncias tão sérias, e por que Tu permitiste que sofrêssemos as detenções e perseguições frenéticas do Partido Comunista. Deus, por favor, guia-me para que eu entenda Tua vontade e tira-me desse estado de incompreensão e desânimo”.

Enquanto buscava, li uma passagem das palavras de Deus que me tocou profundamente. Deus Todo-Poderoso diz: “Tudo o que Deus faz é necessário, e possui um significado extraordinário, pois tudo o que Ele faz no homem diz respeito a Seu gerenciamento e à salvação da humanidade. Naturalmente, a obra que Deus fez em Jó não é diferente, apesar de Jó ser perfeito e reto aos olhos de Deus. Em outras palavras, independentemente do que Deus faz ou dos meios pelos quais Ele o faz, independentemente do custo, independentemente do Seu objetivo, o propósito de Suas ações não muda. Seu propósito é operar as palavras de Deus no homem, como também os requisitos e a vontade de Deus para o homem; em outras palavras, é operar no homem tudo o que Deus acredita ser positivo de acordo com Seus passos, capacitando o homem a entender o coração de Deus e a compreender a essência de Deus, permitindo ao homem se submeter à soberania e aos arranjos de Deus, permitindo assim que o homem alcance o temor de Deus e evite o mal — tudo isso é um aspecto do propósito de Deus em tudo que Ele faz. O outro aspecto é que, porque Satanás é o contraste e o objeto de serviço na obra de Deus, o homem é frequentemente entregue a Satanás; esse é o meio que Deus usa para permitir que as pessoas vejam nas tentações e nos ataques de Satanás a maldade, a fealdade e o desprezo de Satanás, fazendo com que as pessoas odeiem Satanás e sejam capazes de conhecer e reconhecer o que é negativo. Esse processo permite que elas gradualmente se libertem do controle de Satanás e das acusações, perturbações e ataques — até que, graças às palavras de Deus, seu conhecimento de Deus, sua submissão a Deus e sua fé em Deus e temor a Deus triunfem sobre os ataques e as acusações de Satanás; somente então elas serão completamente libertas do poder de Satanás. A libertação das pessoas significa que Satanás foi derrotado, significa que elas não são mais o alimento na boca de Satanás — em vez de engoli-las, Satanás renunciou a elas. Isso ocorre porque tais pessoas são retas, porque elas têm fé, submissão e temor a Deus, e porque elas rompem completamente com Satanás. Elas envergonham a Satanás, fazem de Satanás um covarde e o derrotam completamente. A convicção delas em seguir a Deus e submissão e temor a Deus derrotam Satanás e fazem com que Satanás desista completamente delas. Somente pessoas como essas foram verdadeiramente ganhas por Deus, e esse é o objetivo final de Deus ao salvar o homem. Se desejam ser salvos, e desejam ser completamente ganhos por Deus, então todos aqueles que seguem a Deus devem enfrentar tentações e ataques tanto grandes como pequenos da parte de Satanás. Aqueles que emergem dessas tentações e ataques são capazes de derrotar completamente Satanás são aqueles que foram salvos por Deus(A Palavra, vol. 2: Sobre conhecer a Deus, “A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II”). As palavras de Deus são muito claras. A perseguição à igreja e a detenção de muitos irmãos são permissão de Deus. Por um lado, Ele expõe todos os tipos de pessoas e, por outro, Ele aperfeiçoa aqueles que realmente creem Nele. Ele usa esse ambiente para operar Suas palavras nas pessoas e fazê-las ganhar a verdade e entrar na realidade. A obra de Deus é salvar as pessoas do pecado e da influência de Satanás, e, por fim, levá-las para o Seu reino. Satanás e os reis demônios não estão satisfeitos com isso, então detêm e perseguem freneticamente o povo escolhido de Deus, competindo com Deus em todos os sentidos e esgotando todos os meios para obstruir a obra de Deus. Eles acusam e atacam cada pessoa que segue a Deus, tentando fazer com que as pessoas neguem a Deus, traiam-No e sejam punidas no Inferno com eles. Em meio às várias tentações e ataques de Satanás, aqueles dentre o povo escolhido de Deus que são capazes de confiar em Deus, permanecer firmes em seu testemunho e humilhar Satanás são os que podem ser salvos. Por sua vez, aqueles que traem a Deus, fazem concessões e se rendem a Satanás perdem a salvação de Deus e são expostos e excluídos. Ao compreender esse aspecto da verdade, de repente meu coração se iluminou e eu tive clareza. Sofrer a detenção e a perseguição do poder político de Satanás era um processo necessário para alcançar a salvação. Ser covarde e assustada e pensar em escapar de um ambiente assim era inútil; o que eu deveria fazer era me equipar com mais verdades e permanecer firme em meu testemunho de Deus.

Depois disso, li mais das palavras de Deus: “Na nação do grande dragão vermelho, tenho realizado um estágio da obra insondável aos seres humanos, levando-os a oscilar com o vento, depois do que muitos calmamente se afastam com o sopro do vento. Verdadeiramente, essa é a ‘eira’ que estou prestes a limpar; é o que Eu anseio e é também o Meu plano, pois muitos malvados têm se infiltrado enquanto estou trabalhando, mas não tenho pressa para afastá-los. Pelo contrário, Eu os dispersarei quando for a hora certa. Somente então é que serei a fonte da vida, permitindo que aqueles que verdadeiramente Me amam recebam de Mim o fruto da figueira e a fragrância do lírio. Na terra onde Satanás permanece, a terra de pó, não resta ouro puro, apenas areia, e assim, experimentando essas circunstâncias, Eu realizo este estágio da obra. Você deve saber que o que Eu ganho é ouro puro, refinado, não areia. Como podem os malvados permanecer em Minha casa? Como posso permitir que raposas sejam parasitas em Meu paraíso? Eu emprego todos os métodos possíveis para expulsar essas coisas. Antes de Minha vontade ser revelada, ninguém está ciente do que Eu estou prestes a fazer. Aproveitando a oportunidade, Eu afasto esses malvados, e eles são forçados a sair da Minha presença. Isso é o que Eu faço com os malvados, mas ainda haverá um dia para que eles façam serviço para Mim(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “O ressoar dos sete trovões: profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo”). Pelas palavras de Deus, eu entendi que o grande dragão vermelho é um objeto de serviço na obra de Deus. Deus usa as detenções e a perseguição do grande dragão vermelho como serviço para aperfeiçoar Seu povo escolhido, e ao mesmo tempo expõe as pessoas malignas e os não crentes, classificando as pessoas de acordo com seus tipos. A obra de Deus é todo-poderosa e cheia de sabedoria! Ele usa as perseguições e detenções frenéticas do grande dragão vermelho para aperfeiçoar as pessoas, expô-las e excluí-las. O trigo, o joio, os verdadeiros crentes e os falsos crentes — Ele expõe todos eles, um a um, em meio a esse ambiente adverso. Quanto aos que realmente creem em Deus e amam a verdade, mesmo que passem pelo sofrimento e venham a morrer, eles ainda seguirão a Deus até o fim e permanecerão firmes em seu testemunho Dele. As pessoas que não creem verdadeiramente em Deus e não têm humanidade farão concessões a Satanás e se renderão a ele em todo tipo de circunstância. Essas pessoas são exatamente as ervas daninhas que Deus expõe em Sua obra dos últimos dias; são aquelas que são excluídas. Lembrei-me de um jovem irmão entre os que foram presos. A polícia queimou o corpo dele com a ponta de um cigarro, e jogou várias xícaras de água fervente nele. Foi um horror inimaginável, mas durante todo aquele tormento, ele não traiu a Deus. Ele enfrentou a lavagem cerebral da polícia e usou a verdade para refutá-la. Ele preferia ir para a cadeia a dizer uma única frase de negação ou traição a Deus. Houve também uma irmã cujas roupas foram rasgadas, e a polícia lhe deu choques com bastões de choque em um quarto escuro; teria sido menos doloroso se ela simplesmente morresse. Ela preferia morrer a trair a Deus. Depois de serem presos, muitos irmãos preferiam morrer a trair a Deus. Eles deram um testemunho retumbante de Deus e humilharam Satanás. Embora tenham sido detidos, sofrido perseguição, e sua carne tenha suportado um pouco de sofrimento, depois de verem os feitos de Deus, sua fé foi aperfeiçoada. Eles viram que a sabedoria de Deus era exercida com base no esquema ardiloso de Satanás. O grande dragão vermelho usou todos os tipos de métodos para perseguir os crentes em Deus em uma tentativa inútil de fazer com que as pessoas O traíssem e O negassem, mas Deus usou esse ambiente para aperfeiçoar um grupo de pessoas para serem vencedores, para serem os bons soldados do reino, e, ao mesmo tempo, expor e excluir os não crentes e as pessoas malignas que buscam pão para saciar sua fome. Pensei em como, antes de Ding Jie e Xia Yu serem presas, elas tinham sido capazes de renunciar e se despender, dizendo muitas vezes que é preciso permanecer firme no testemunho de Deus. Aparentemente, elas eram pessoas que criam sinceramente em Deus, mas assim que se depararam com a detenção e a tortura, protegeram suas vidas traíram a Deus, entregaram os irmãos e até viraram lacaias do Partido Comunista. Elas eram exatamente o tipo de pessoas malignas que Deus expôs. Antes, se alguém tivesse dito que elas eram pessoas malignas e que trairiam a Deus, eu não teria acreditado, não teria acreditado de jeito nenhum. Mas quando os fatos foram expostos, vi claramente a natureza essência delas. O que elas normalmente falavam eram apenas palavras e doutrinas, tudo teoria vazia. Voltei a pensar em mim mesma. No passado, eu havia feito uma promessa a Deus de que, por mais adversas que fossem as circunstâncias, eu sempre persistiria em cumprir meu dever e satisfazê-Lo, e achava que era de grande estatura. Mas quando me deparei com perigos e tribulações, eu vivi em um estado de horror e medo e perdi minha fé. Finalmente, percebi que minha estatura era lamentavelmente pequena.

Depois, pensei em como Ding Jie e Xia Yu tinham fracassado. Eu tinha que aprender uma lição com o fracasso delas. Por que eu achava tão surpreendente e difícil de aceitar o fato de elas terem se tornado Judas e traído a Deus? Pensando mais a fundo sobre isso, vi que eu tinha uma visão errônea dentro de mim. Eu achava que, por serem líderes, elas tinham abandonado suas famílias e suas carreiras para desempenhar seus deveres, e que as comunhões delas eram geralmente muito boas, que elas deveriam entender a verdade e ter realidade, que sua estatura era maior do que a dos irmãos, e que elas não trairiam a Deus tão facilmente. Vi que meus critérios para julgá-las estavam incorretos. Li uma passagem das palavras de Deus: “Quando alguém é escolhido para ser um líder pelos irmãos e irmãs ou é promovido pela casa de Deus para fazer determinado trabalho ou cumprir certo dever, isso não significa que ele tem um status ou identidade especial nem que as verdades que ele entende são mais profundas e mais numerosas do que as de outras pessoas — muito menos significa que essa pessoa é capaz de se submeter a Deus e que não O trairá. Naturalmente, não significa que ela conhece Deus e que é alguém que teme a Deus. Na verdade, ele não alcançou nada disso; a promoção e a cultivação são meramente promoção e cultivação no sentido mais direto e não equivalem a ele ter sido destinado e validado por Deus. Sua promoção, sua cultivação significam simplesmente que ele foi promovido e aguarda cultivação. E o desfecho último dessa cultivação depende de se essa pessoa busca a verdade e de se ela é capaz de escolher a senda de buscar a verdade. Assim, quando alguém na igreja é promovido e cultivado para ser um líder, ele é meramente promovido e cultivado no sentido mais direto; não significa que já é um líder qualificado ou competente, que já é capaz de realizar o trabalho de um líder e que já pode fazer trabalho verdadeiro — este não é o caso(A Palavra, vol. 5: As responsabilidades dos líderes e dos obreiros, “As responsabilidades dos líderes e dos obreiros (5)”). Pelas palavras de Deus, percebi que quando uma pessoa é escolhida para ser líder, isso é apenas uma oportunidade de treinamento. Não significa de forma alguma que ela entenda a verdade e tenha realidade. Além disso, o fato de conseguir ou não permanecer firme no final é determinado pela sua natureza essência e pela senda que ela percorre. Isso não tem nada a ver com o fato de ela ser ou não líder. Por mais elevado que seja o status de uma pessoa, por mais que ela pareça renunciar e se despender, e por mais entusiasmada e capaz de suportar o sofrimento que ela seja, se, quando as coisas lhe acontecem, ela apenas protege seus interesses pessoais, não tem lugar para Deus no coração, e é capaz de trair a Deus a qualquer momento ou em qualquer lugar, então ela não tem a verdade realidade. No passado, eu acreditava que os líderes e obreiros que sabiam como comunicar aos outros mostravam que entendiam a vontade de Deus e Suas exigências, que a estatura deles era maior do que a dos irmãos, e que eles podiam permanecer firmes ao enfrentar provações. Tudo isso eram minhas noções e imaginações. Agora, eu entendi que o fato de uma pessoa ter ou não a verdade realidade depende principalmente de o conhecimento que ela comunica ser o seu real viver. Por mais bonitas que sejam as palavras que saem da sua boca, se não puder vivê-las, então o que ela está comunicando é apenas doutrinas; é impraticável, e ela não entende a verdade de fato. Ter status não equivale a ter a verdade realidade, e ser um líder e ter status não significa que alguém possa conhecer e se submeter a Deus, muito menos que ame a Deus e tenha humanidade. Ao julgar uma pessoa, não se deve olhar para o quão alto ou baixo é o status dela, mas olhar para o que ela realmene está vivendo. Se essa pessoa pode se submeter, ser leal a Deus, e conhecê-Lo genuinamente quando as coisas lhe acontecem, e se ela é capaz de desistir de sua vida e satisfazer a Deus no momento crítico, isso significa que ela tem a verdade realidade. Aparentemente, Ding Jie e Xia Yu eram capazes de renunciar e se despender, mas, quando confrontadas com o perigo, elas pensaram apenas nos próprios interesses e consideraram apenas a própria segurança, e não conseguiram ser leais a Deus e proteger os interesses da casa Dele. Não eram, de forma alguma, pessoas que buscavam genuinamente a verdade. Elas conseguiam renunciar e se despender, suportar o sofrimento e pagar um preço porque eram controladas por suas intenções de receber bênçãos; elas queriam obter benefícios de Deus. Quando se depararam com circunstâncias que envolviam seus interesses pessoais, elas foram capazes de abandonar a Deus sem a menor hesitação. Não eram, de forma alguma, pessoas que criam verdadeiramente em Deus. Elas não eram sinceras em sua renúncia e despendimento; ao contrário, estavam fazendo uma transação com Deus. Além disso, havia outra razão pela qual elas traíram a Deus, que era o fato de valorizarem demais a própria carne, não quererem suportar o sofrimento da prisão e temerem a morte. Assim, elas se tornaram um Judas. Pensando no motivo do fracasso delas, pensei em como eu também fui covarde e também temi que, se um dia eu fosse presa e não conseguisse suportar a tortura e traísse a Deus, o que eu faria? Em silêncio, orei a Deus, “Deus, por favor, guia-me até as verdades com as quais devo me equipar para não Te trair”.

Enquanto buscava, li esta passagem das palavras de Deus: “Acontece algo que exige que você enfrente adversidades, momento em que você deve entender o que é a vontade de Deus e como deve estar atento a ela. Você não deve satisfazer a si mesmo: em primeiro lugar, ponha-se de lado. Nada é mais desprezível que a carne. Você deve procurar satisfazer a Deus e cumprir seu dever. Com tais pensamentos, Deus trará iluminação especial a você neste assunto, e seu coração também será consolado. Seja grande ou pequeno, quando alguma coisa acontecer com você, você deve primeiramente pôr-se de lado e considerar a carne como a mais desprezível de todas as coisas. Quanto mais você satisfaz a carne, mais liberdades ela toma; se você a satisfizer desta vez, da próxima vez ela pedirá mais. À medida que isso continua, as pessoas passam a amar a carne ainda mais. A carne sempre tem desejos extravagantes; sempre exige que você a satisfaça e que a gratifique internamente, seja nas coisas que você come, naquilo que veste, ou perdendo a cabeça ou cedendo às suas próprias fraquezas e preguiça… Quanto mais você satisfaz a carne, maiores ficam os desejos dela e mais debochada ela se torna, até chegar ao ponto em que a carne das pessoas abriga noções ainda mais profundas, se rebela contra Deus, exalta a si mesma e duvida da obra de Deus. Quanto mais você satisfaz a carne, maiores são as fraquezas da carne; você sempre sentirá que ninguém se solidariza com suas fraquezas, você sempre acreditará que Deus foi longe demais e dirá: ‘Como Deus pôde ser tão severo? Por que Ele não dá uma folga às pessoas?’. Quando as pessoas satisfazem a carne e a valorizam demais, elas se arruínam(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus”). Pelas palavras de Deus, eu entendi que a carne pertence a Satanás. Fomos profundamente corrompidos por ele, e todos nós vivemos de acordo com o veneno satânico de “cada um por si e o demônio pega quem fica por último”. Vivendo assim, a pessoa só considera a si mesma e só pensa nos próprios interesses em primeiro lugar em tudo o que faz. Para que sua carne não tenha que suportar o sofrimento, ela é capaz de fazer coisas que violam a própria consciência e vão contra a humanidade. Assim como quando as pessoas eram presas pelo Partido Comunista e enfrentavam todo tipo de tortura e prisão, se sempre pensassem em sua carne suportando menos sofrimento, ou em não ser espancadas nem ir para a cadeia, elas seriam capazes de entregar seus irmãos e trair a Deus. No final, seus interesses carnais seriam satisfeitos, mas sua vida seria arruinada, e elas perderiam a salvação de Deus para sempre e cairiam no Inferno com Satanás para serem punidas. Refletindo sobre mim, percebi que eu valorizava demais minha carne, sempre querendo crer em Deus confortavelmente e não querendo que minha carne suportasse nenhum sofrimento. Quando o ambiente era confortável, eu ainda conseguia desempenhar meu dever, mas quando enfrentava prisões e perseguições, eu me tornava covarde e assustada, com medo de ser presa e torturada, e de ir para a cadeia. Eu vivia horrorizada todos os dias. Satanás estava usando meu apego à carne e o fato de eu não querer suportar o sofrimento para me fazer trair a Deus. Pensei no Senhor Jesus, que apareceu e operou durante Sua encarnação. Quando Ele soube que seria crucificado, embora estivesse sofrendo e fraco naquele momento, Ele ainda foi capaz de se submeter à vontade de Deus, de suportar todo tipo de humilhação, dor, ridículo e calúnia, ser chicoteado, usar uma coroa de espinhos, caminhar passo a passo até o local onde seria crucificado, e, por fim, ser pregado na cruz. Na segunda vez, Deus Se tornou carne, Ele enfrentou todo tipo de busca e perseguição do Partido Comunista, e, nesse ambiente, Ele ainda expressou a verdade e realizou a obra de salvar a humanidade. Para salvar a humanidade, Deus suportou todo esse sofrimento sem uma palavra de reclamação. O amor de Deus pela humanidade é muito grande! Enquanto isso, eu estava crendo em Deus para ser salva e, quando passava por algum sofrimento, culpava e interpretava mal a Deus. Eu era realmente muito egoísta, desprezível e carente de humanidade!

Mais tarde, encontrei uma senda para praticar nas palavras de Deus. Deus Todo-Poderoso diz: “Quando encarar sofrimentos, você deve ser capaz de deixar de lado qualquer preocupação com a carne e de não fazer reclamações contra Deus. Quando Deus Se esconde de você, você deve ser capaz de ter a fé para segui-Lo e de manter seu antigo amor sem permitir que fraqueje ou se dissipe. Não importa o que Deus faça, você deve se submeter ao Seu desígnio e estar preparado para amaldiçoar a própria carne em vez de fazer reclamações contra Ele. Quando encarar provações, você deve satisfazer a Deus, embora você possa chorar amargamente ou se sentir relutante em se separar de algum objeto amado. Somente isso é amor e fé verdadeiros. Não importa qual seja sua real estatura, você deve primeiro possuir tanto a disposição para sofrer dificuldades como a verdadeira fé, e também deve ter a disposição para se rebelar contra a carne. Você deve estar disposto a suportar dificuldades pessoais e a sofrer perdas em seus interesses pessoais a fim de satisfazer a vontade de Deus. Você também deve ser capaz de sentir remorso de si mesmo no seu coração: no passado você não foi capaz de satisfazer a Deus e, agora, você pode se arrepender. Você não deve estar carente de nenhuma dessas coisas — é por meio dessas coisas que Deus aperfeiçoará você. Se você não pode satisfazer esses critérios, então você não pode ser aperfeiçoado(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento”). Ponderando sobre as palavras de Deus, entendi o seguinte: o que Deus faz nos últimos dias é a obra de julgar e purificar o homem. Ele usa todos os tipos de ambientes miseráveis para tentar nos refinar, para nos fazer ganhar conhecimento de nosso caráter corrupto e de nossas intenções erradas, para que, no final, possamos nos rebelar contra nossa carne, largar os desejos extravagantes que temos dentro de nós, submeter-nos a Deus, não importa o que Ele faça, e estar dispostos a suportar as dificuldades da carne e escolher satisfazer a Deus; somente essas pessoas podem ser aperfeiçoadas por Ele. Deus usa todos os tipos de ambientes miseráveis para refinar a disposição do homem de suportar o sofrimento e aperfeiçoar a fé, o amor e a verdadeira submissão do homem a Deus. As pessoas não podem ganhar essas verdades realidades em ambientes confortáveis. É como dessa vez, em que o fato de experimentar o ambiente das detenções e perseguições do Partido Comunista me fez ver claramente minha verdadeira estatura. Vi que eu não tinha fé em Deus, e também ganhei conhecimento sobre meu caráter corrupto, egoísta e desprezível. Entendi que Deus usou as detenções e perseguições frenéticas do Partido Comunista para aperfeiçoar um grupo de pessoas para que elas sejam vencedoras, e também usou isso para expor e excluir não crentes e pessoas malignas. Vi que a sabedoria de Deus foi exercida com base no esquema ardiloso de Satanás. Essas são verdades que eu não teria ganhado em um ambiente confortável. Vi com mais clareza a natureza perversa da resistência do Partido Comunista a Deus. Um ódio por ele surgiu em meu coração, e fiquei ainda mais determinada a seguir a Deus. Eu também estava disposta a cumprir bem meu dever para humilhar Satanás. Pensei na letra da música “Testemunho de vida”. “Um dia, eu posso ser capturado e perseguido por dar testemunho de Deus; esse sofrimento é pelo bem da justiça, o que eu sei, no coração. Se minha vida acabar num piscar de olhos, ainda terei orgulho de ter seguido Cristo nessa vida. Se eu não puder ver o grande evento da expansão do evangelho do reino, ainda assim oferecerei os votos mais belos. Se eu não puder ver o dia em que o reino for realizado, mas puder humilhar Satanás hoje, meu coração se encherá de alegria e paz” (Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos). Cantando essa música em silêncio, chorei de emoção, e isso fortaleceu minha determinação de seguir a Deus até o fim.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.👇

Conteúdo relacionado

Por que temo ser superado?

Por Rena, Filipinas Em junho de 2019, aceitei a nova obra de Deus e então comecei a regar recém-convertidos. Alguns recém-convertidos...

Finalmente livre de equívocos

Por Lorraine, Coreia do Sul Há alguns anos, eu fazia vídeos na igreja. Houve um tempo em que eu não cumpria bem o meu dever, e dois vídeos...

Desatando os nós do coração

Por Chunyu, China Aconteceu na primavera passada, quando eu estava em dever evangelístico na igreja. Na época, a irmã Wang foi eleita...

Conecte-se conosco no WhatsApp