Como renunciei a um emprego seguro

24 de Outubro de 2022

Por Lizhi, Japão

Eu nasci numa família rural pobre e atrasada. Mesmo ainda criança, meu pai exigia que eu estudasse muito, para que, no futuro, eu pudesse frequentar uma escola boa e ter uma vida próspera. Mas as coisas não aconteceram como eu esperava. Não passei no teste para entrar no ensino médio três anos seguidos. Isso me deixou confuso em relação à minha senda futura, e eu perdi a confiança. Na época, eu estava sob muito estresse e sofria bastante. Isso continuou até o quarto ano quando, finalmente, consegui entrar numa escola de engenharia ferroviária e, depois de me formar, consegui um emprego seguro no gabinete da Secretaria Ferroviária.

Em março de 1999, minha esposa e eu aceitamos a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. Mais tarde, cumpri ativamente meu dever e participei da vida de igreja, e, seis meses depois, fui escolhido para liderar a igreja. Mas depois de me tornar líder, por passar mais tempo em reuniões e no meu dever, surgiram conflitos com o trabalho. Para não perder reuniões, eu tinha que pedir licença várias vezes ao mês. Além da redução salarial, eu também perdi meu bônus no fim do mês. Infeliz, meu chefe disse: “Você mal começou nesse emprego, você precisa trabalhar bem. Se você sempre pedir licença, perderá grande parte do salário e seu bônus, isso não é estúpido? Eu tenho cuidado de você, mas você sempre pede licença, será difícil promovê-lo”. Mais tarde, quando pedi licença de novo, eu relutei. Pensei: “Meu chefe é bom comigo. Se eu sempre pedir licença e lhe passar uma impressão ruim, será difícil ser promovido. Não posso mais pedir licença, senão meu chefe não ficará feliz comigo”. Mas então pensei que, como líder de igreja, se eu não fosse às reuniões, eu não saberia muito sobre o trabalho da igreja nem sobre o estado dos meus irmãos e não seria capaz de fazer bem o trabalho da igreja. Eu estava num dilema. Depois disso, houve várias vezes em que decidi ficar no emprego, mas me sentia culpado por causa disso.

Uma vez, um líder superior me notificou sobre uma reunião de obreiros e comecei a lutar comigo de novo, então orei a Deus para buscar a Sua vontade. Então li uma passagem na palavra de Deus. “Em cada passo da obra que Deus faz no interior das pessoas, externamente ela parece consistir em interações entre pessoas, como se nascida de arranjos humanos ou de interferência humana. Mas nos bastidores, cada passo da obra e tudo o que acontece é uma aposta feita por Satanás diante de Deus e requer que as pessoas permaneçam firmes em seu testemunho a Deus. Veja quando Jó foi provado, por exemplo: nos bastidores, Satanás estava fazendo uma aposta com Deus, e o que aconteceu a Jó foram os feitos dos homens e a interferência dos homens. Por trás de cada passo da obra que Deus faz em vocês está a aposta de Satanás com Deuspor trás disso tudo há uma batalha. […] Tudo o que as pessoas fazem exige que elas paguem certo preço em seus esforços. Sem adversidade real, elas não podem satisfazer a Deus; elas nem chegam perto de satisfazer a Deus e estão apenas cuspindo lemas vazios! Esses lemas vazios podem satisfazer a Deus? Quando Deus e Satanás lutam no reino espiritual, como você deve satisfazer a Deus e como você deve permanecer firme em seu testemunho a Ele? Você deve saber que tudo que acontece com você é uma grande provação e é o momento em que Deus precisa que você dê testemunho. Embora possam parecer irrelevantes por fora, quando essas coisas acontecem, elas mostram se você ama a Deus ou não. Se você O ama, será capaz de permanecer firme em seu testemunho a Ele, e se você não coloca o amor a Ele em prática, isso mostra que você é alguém que não coloca a verdade em prática, que está sem a verdade e sem vida, e que é palha!(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus”). A palavra de Deus me mostrou que, aparentemente, interagimos com pessoas todo dia, mas por trás disso está a aposta de Satanás com Deus e devemos permanecer firmes em nosso testemunho. Quando as provações sobrevieram Jó, ele perdeu toda a sua riqueza de um dia para o outro e, por fora, eram ladrões roubando sua propriedade, mas a tentação de Satanás estava por trás disso, e quando Jó permaneceu firme em seu testemunho, Satanás se retirou envergonhado. O conflito dos horários de reunião com meu emprego era uma batalha espiritual. Por fora, meu chefe se importava comigo e queria me promover, mas, na verdade, a perturbação de Satanás estava por trás disso. Satanás estava usando fama e fortuna para me seduzir a me concentrar só no trabalho e no dinheiro. Queria destruir meu relacionamento normal com Deus e me afastar de Deus, para que eu não tivesse tempo para me reunir e cumprir meu dever. Nisso estavam as intenções malignas de Satanás. Pensando nisso, orei a Deus: “Não cairei nos truques de Satanás, participarei da reunião, comungarei as Tuas palavras, manterei uma relação normal Contigo e nunca permitirei que os esquemas de Satanás tenham sucesso”. Mais tarde, encontrei a coragem para pedir uma licença ao meu chefe e participar da reunião de obreiros.

Mas o trabalho da igreja só foi aumentando e muitas coisas tinham que ser arranjadas e implementadas prontamente, e se eu quisesse cumprir bem o meu dever, eu teria que pedir licença. Naquele tempo, eu estava atormentado e, muitas vezes, não conseguia superar, o que afetou o trabalho da igreja. Às vezes, pensei em largar o meu emprego para não atrasar o trabalho da igreja, mas temia que, se fizesse isso, eu não tivesse um futuro bom. Era um emprego tão bom que relutei em largá-lo, e era como se houvesse uma queda de braço constante no meu coração. Quando cheguei em casa, eu disse à minha esposa que queria largar o emprego e compartilhei meus pensamentos. Eu disse: “Não suporto largar esse emprego. Estudei muito por muitos anos para consegui-lo, e o salário é alto. Se eu me demitir, o que meus parentes, amigos e colegas pensarão de mim? Meus pais ficarão furiosos quando descobrirem. Além disso, se eu me demitir, não podemos comprar uma casa no futuro e podemos permanecer pobres pelo resto da vida. Mas agora tenho lido tantas das palavras de Deus Todo-Poderoso e entendo a vontade de Deus. Os irmãos me escolheram como líder de igreja. Se eu atrasar o trabalho da igreja por causa do emprego, eu não estarei negligenciando meu dever?”. Depois de me ouvir, minha esposa pediu que eu orasse mais a Deus e tomasse minha própria decisão. Naquela noite, fiquei me revirando na cama. Então orei a Deus e pedi que Ele me guisasse. Um dia, li na palavra de Deus Todo-Poderoso: “Quem pode verdadeira e completamente despender-se por Mim e oferecer tudo de si por Minha causa? Todos vocês são tíbios; seus pensamentos dão voltas e voltas, pensando no lar, no mundo lá fora, em comida e roupas. A despeito do fato de você estar aqui diante de Mim, fazendo coisas por Mim, no fundo você ainda está pensando na esposa, nos filhos e nos pais que estão em casa. Todas essas coisas são sua propriedade? Por que você não as confia às Minhas mãos? Você não tem fé suficiente em Mim? Ou é por ter medo de que farei arranjos impróprios para você? Por que você sempre se preocupa com a família da sua carne? Você sempre anseia por seus entes queridos! Eu tenho um lugar certo no seu coração? Você ainda fala de Me permitir ter domínio em seu interior e ocupar o seu ser inteiroessas são todas mentiras enganosas! Quantos de vocês estão comprometidos sinceramente com a igreja? E quem dentre vocês não pensa em si mesmo, mas está agindo pela causa do reino de hoje? Pense com cuidado em tudo isso(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Declarações de Cristo no princípio, Capítulo 59”). A palavra de Deus revela que, quando as pessoas não têm fé genuína em Deus, elas não ousam colocar seu futuro e destino nas mãos de Deus. Sempre se preocupam e planejam para a carne, temendo que Deus não arranje as coisas corretamente. Tais pessoas não têm lugar para Deus em seu coração. Será que eu também não tinha fé em Deus? Eu sempre temia que, se largasse meu emprego, problemas financeiros dificultassem minha vida. Eu não tinha fé em Deus. Eu não tinha o menor entendimento da soberania de Deus sobre tudo. Lembrei-me do que o Senhor Jesus disse: “Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?(Mateus 6:26). “Buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas(Mateus 6:33). Eu recitava esses versículos com frequência e usava essas palavras para exortar os outros, mas quando as coisas aconteciam comigo, eu não tinha fé genuína em Deus. Enquanto contemplava as palavras de Deus, percebi que o futuro e destino de todos estão nas mãos de Deus e que Deus sempre fará arranjos apropriados. Deus prometeu que Ele não maltrataria aqueles que se despendessem por Ele. Por que eu não confiava em Deus assim? A essa altura, eu quis largar meu emprego na hora e cumprir meu dever corretamente. Mas quando cheguei ao escritório, meus colegas estavam conversando sobre seus aumentos e bônus, e eu hesitei, não querendo mais largar meu emprego. Eu sabia que eu devia pagar um preço para praticar a verdade, então orei a Deus, pedindo que Ele me guiasse a superar a carne, para que eu pudesse largar meu emprego e cumprir meu dever.

Não demorou, e experimentei algo terrível que me fez refletir sobre minha senda futura na vida. Uma noite, eu estava trabalhando com o maquinista, mestre de manutenção e outros para conectar os vagões. Eu estava numa escada de um trem em movimento, usando um walkie-talkie para instruir o maquinista a conectar o veículo. O trem estava em alta velocidade. Seguindo o processo de trabalho, dei a ordem de diminuir a velocidade quando estávamos a dez vagões do vagão com o qual nos conectaríamos. Mas o maquinista não freou e só pude ficar olhando queo trem estava prestes a bater contra o vagão estacionado no trilho. Estava tão rápido que não pude saltar do vagão. Tudo que pude fazer foi saltar da escada para o vagão em que eu estava. Fechei os olhos, me agarrei à lateral do vagão para não ser lançado para fora e clamei sem parar a Deus Todo-Poderoso no meu coração. O trem e o vagão se chocaram. O maquinista auxiliar quebrou o braço foi levado ao hospital. Eu estava assustado, mas ileso. Quanto mais pensava nisso, mais aquela noite me assustava. Eu sabia que muitos manobradores de trem sofriam acidentes. Braços e pernas eram esmagados… Vi que, numa situação de perigo, um emprego seguro não podia proteger minha vida. Depois desse acidente, Senti que buscar dinheiro só pode trazer prazer carnal temporário. Nada poderia ser mais triste do que perder o cuidado e a proteção de Deus e então perder a sua vida. Se ganhar dinheiro custasse minha vida, que sentido faria um bom emprego? Eu não devia mais permitir que meu emprego interferisse no meu dever. Decidi viver segundo a palavra de Deus, confiar tudo que tinha a Deus e me submeter à soberania e aos arranjos de Deus. Lembrei-me das palavras de Deus. “Como alguém que é normal e que busca o amor a Deus, a entrada no reino para se tornar integrante do povo de Deus é o verdadeiro futuro de vocês e é uma vida de valor e importância máximos; ninguém é mais abençoado do que vocês. Por que digo isso? Porque aqueles que não creem em Deus vivem para a carne, e vivem para Satanás, mas hoje vocês vivem para Deus e vivem para fazer a vontade de Deus. É por isso que Eu digo que a vida de vocês é de máxima importância. Somente esse grupo de pessoas, que foram escolhidas por Deus, é capaz de viver uma vida de máxima importânciamais ninguém na terra é capaz de viver uma vida de tal valor e significado(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Conheça a mais nova obra de Deus e siga os Seus passos”). A palavra de Deus me comoveu profundamente. Verdade. Aqueles que realmente amam a Deus não vivem por fama, fortuna ou prazer carnal, vivem para Deus. Só viver para Deus é uma vida digna e significativa. Por causa da predestinação e seleção de Deus, eu tive a sorte de ouvir a voz do Criador, entender alguma verdade e ter a chance de cumprir um dever. Era uma coisa maravilhosa. Eu devia parar de viver em meu mundinho e de buscar dinheiro e prazer material. Deveria obedecer aos arranjos e orquestrações de Deus e cumprir meu dever como um ser criado.

Depois disso, li outra passagem da palavra de Deus. Deus Todo-Poderoso diz: “Como você transmitirá aquilo que viu e vivenciou àqueles crentes religiosos lastimáveis, pobres e devotos que têm fome e sede de justiça e estão a sua espera para que você os pastoreie? Que tipo de pessoas está esperando para que você o pastoreie? Você consegue imaginar? Você está ciente do fardo sobre seus ombros, da sua comissão e da sua responsabilidade? Onde está seu senso de missão histórica? Como você servirá adequadamente como mestre na próxima era? Você tem um forte senso do papel de mestre? Como explicaria o mestre de todas as coisas? Será que é mesmo o mestre de todas as criaturas vivas e de todas as coisas físicas no mundo? Quais são os seus planos para o progresso da próxima fase da obra? Quantas pessoas estão à sua espera para que você seja seu pastor? A sua tarefa é pesada? Elas são pobres, lastimáveis, cegas e perdidas, lamentando na escuridãoonde está o caminho? Como elas anseiam para que a luz, como uma estrela cadente, desça repentinamente e disperse as forças da escuridão que oprimem a humanidade há tantos anos! Quem pode saber a extensão de sua esperança ansiosa, e como anelam, dia e noite, por isso? Mesmo num dia em que a luz passa brilhando, essas pessoas profundamente sofridas permanecem presas em um calabouço escuro sem esperança de libertação; quando deixarão de chorar? Terrível é o infortúnio desses espíritos frágeis, que nunca receberam descanso e que, há muito tempo, são mantidos presos nesse estado por laços impiedosos e história congelada. E quem já ouviu o som dos seus lamentos? Quem já contemplou seu estado miserável? Alguma vez já lhe ocorreu como o coração de Deus está entristecido e ansioso? Como Ele pode suportar ver a humanidade inocente, que Ele criou com Suas próprias mãos, sofrer tamanho tormento? Afinal de contas, os seres humanos são as vítimas que foram envenenadas. E, embora o homem tenha sobrevivido até hoje, quem poderia saber que a humanidade foi, há muito tempo, envenenada pelo maligno? Você se esqueceu de que é uma das vítimas? Em nome de seu amor a Deus, você não está disposto a se esforçar para salvar esses sobreviventes? Você não está disposto a dedicar toda a sua energia para retribuir ao Deus que ama a humanidade como Sua própria carne e sangue? No fim das contas, como você interpretaria ser usado por Deus para viver sua vida extraordinária? Você realmente tem a determinação e a confiança para viver a vida significativa de uma pessoa piedosa, que serve a Deus?(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Como você deve cuidar de sua missão futura”). A palavra de Deus me mostrou o amor e cuidado de Deus pela humanidade e Seu desejo urgente de salvar as pessoas. Agora estamos nos últimos dias e os desastres estão aumentando. Deus expressa a verdade e faz a obra de julgamento e castigo para salvar as pessoas do domínio de Satanás. Eu tive a sorte de ouvir a voz de Deus e de aceitar a salvação de Deus, o que foi pela graça de Deus. Mas muitos que anseiam pela aparição de Deus não acolheram o Senhor, ainda são enganados e controlados por pastores e presbíteros anticristos no mundo religioso e não têm como ouvir a voz de Deus e acolher o Senhor. Se todos fossem tão egoístas quanto eu, se eles só se importassem com conforto carnal e não pregassem o evangelho e testificassem de Deus, quando viesse o grande desastre, todos cairiam nele e seriam punidos. Depois de contemplar a vontade de Deus, entendi o que eu devia escolher e buscar. Então decidi largar meu emprego, cumprir corretamente o meu dever e me despender por Deus. Justamente quando quis me demitir, o diretor-assistente veio me ver para me ensinar a dar presentes e ver quem poderia me ajudar a conseguir uma promoção. Ele me explicou tudo com muito cuidado. Nem todos têm a chance de ser promovidos, e meu salário aumentaria muito. Depois de alguma discussão, minha determinação de largar o emprego começou a vacilar de novo. Pouco tempo depois, tive outra experiência terrível que completamente mudou meu raciocínio. Um dia, no turno diurno, quando um trem de carga entrou na estação, ele teve que ser desconectado e reconectado. Depois de fazer isso, eu coloquei os blocos de freio nas rodas. Depois do almoço, antes de o trem partir, eu me esqueci de remover os blocos de freio. O maquinista acionou o trem e os blocos de freio foram arrastados pelas rodas. Ele percebeu e parou o trem a tempo, justo quando estava prestes a passar pelo desvio, o que evitou um descarrilamento ou até mesmo uma capotagem. Naquele dia, sem a proteção de Deus, se o trem tivesse descarrilado ou capotado, as consequências teriam sido inimagináveis. Eu me assustei e tive que refletir sobre mim mesmo e me perguntar por que isso tinha acontecido. Percebi que, como líder de igreja, eu sabia que meu emprego tinha se tornado um obstáculo para o meu dever, que afetava seriamente o trabalho da igreja, mas eu cobiçava dinheiro e prazer carnal e nunca me dispus a desistir disso. Eu fazia juramentos frequentes a Deus e então O enganava quebrando meus votos. Lembrei-me da palavra de Deus: “Vocês receberam graça infinita de Mim e viram infinitos mistérios do céu; até lhes mostrei as chamas do céu, mas não tive coragem de queimá-los. Contudo, quanto vocês Me deram em troca? Quanto vocês estão dispostos a dar para Mim?(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Vocês todos são tão baixos em personalidade!”). Por fora, o que aconteceu não foi algo bom, mas eu entendi claramente que isso foi o amor, lembrete e alerta de Deus para mim. Deus expressou tanta verdade e explicou o desfecho e destino das pessoas com muita clareza. Ele só quer que nós entendamos o Seu desejo sincero, que busquemos a verdade e cumpramos nosso dever de um ser criado e ganhemos Sua salvação. Mas eu era teimoso. Eu sempre achei que conseguiria sobreviver e ter uma vida boa confiando no meu emprego, por isso não quis desistir dele, seguir a Deus e cumprir o meu dever. Esses dois incidentes terríveis me despertaram. Num desastre, dinheiro nenhum poderia salvar a minha vida. Lembrei-me de que o Senhor Jesus disse: “Todo aquele dentre vós que não renuncia a tudo quanto possui, não pode ser Meu discípulo(Lucas 14:33). Só agora entendi o significado das palavras do Senhor Jesus. Quando prezamos dinheiro e prazer material, essas coisas ocupam nosso coração e nós não conseguimos amar e seguir a Deus de verdade, nem nos despender por Deus e cumprir nosso dever como seres criados. Tais pessoas ainda desejam a carne e o mundo e não são dignas de serem seguidoras de Deus. Eu não quis mais desobedecer a Deus nem decepcioná-Lo. Eu devia mudar minha opinião sobre as coisas, submeter-me à soberania e aos arranjos de Deus, seguir a Deus de todo coração, despender-me por Ele e retribuir o Seu amor. Então informei meu chefe que me demitiria e passei pelo processo de encerrar meu contrato de trabalho. Naquele momento, eu estava muito relaxado. Senti-me como um pássaro que sai voando da gaiola. Agora, não precisava mais pedir licença e não precisava sofrer porque o trabalho da igreja era impactado pelo meu emprego. Eu estava muito feliz por ter feito essa escolha.

Meu pai se enfureceu quando soube que eu tinha me demitido. Ele me procurou e disse: “Trabalhei muito para criá-lo. Tomei dinheiro emprestado para a sua formação. Você finalmente conseguiu um emprego bom, e agora não o quer? O que está pensando? Um emprego na Secretaria Ferroviária é ótimo. Creia em Deus se quiser, mas como pode largar seu emprego? Sem seu emprego, como sobreviverá no futuro?”. Fiquei triste ao ver a raiva no rosto do meu pai. Lembrei-me de como meus pais guardavam dinheiro para os meus estudos, na esperança de que eu conseguiria um bom emprego, escaparia da pobreza e teria uma vida extraordinária. Eu também pretendia trazer meus pais do campo para a cidade onde teriam uma boa vida material. Mas eu tinha escolhido a senda de crença em Deus e não buscava mais dinheiro nem prazer material, por isso me senti em dívidas com eles. Confrontado com as palavras do pai, eu não soube como responder. Meus olhos se encheram de lágrimas e não ousei olhar para ele. Mas, no meu coração, eu sabia que tinha tomado a decisão certa, pois o Salvador dos últimos dias apareceu e está fazendo Sua obra. Ele expressa a verdade para salvar-nos deste mundo sombrio e maligno, e esse é o único jeito de ser salvo e entrar no reino de Deus. É uma oportunidade única na vida. Como poderia desistir disso só porque cobiçava conforto carnal? Como poderia permitir que o trabalho me impedisse de buscar a verdade e de cumprir o dever de um ser criado? Sofrendo, orei a Deus em silêncio e pedi que Ele protegesse meu coração de ser perturbado. Lembrei-me das palavras de Deus. “Deus criou este mundo e trouxe o homem, um ser vivo ao qual Ele concedeu a vida, para dentro dele. Em seguida, o homem veio a ter pais e parentes, não estava mais só. Desde que colocou os olhos pela primeira vez neste mundo material, o homem estava destinado a existir dentro da ordenação de Deus. O sopro de vida de Deus sustenta cada ser vivo durante o crescimento até a vida adulta. Nesse processo, ninguém acha que o homem está crescendo sob os cuidados de Deus; ao contrário, eles acreditam que o homem cresce sob o cuidado amoroso dos pais e que é o próprio instinto vital que dirige o seu crescimento. Isso acontece porque o homem não sabe quem concedeu sua vida, ou de onde ela veio, menos ainda como o instinto da vida cria milagres. O homem sabe apenas que o alimento é a base da continuidade da vida, que a perseverança é a fonte da existência da vida e que as crenças em sua mente são o capital do qual sua sobrevivência depende. Da graça e da providência de Deus, o homem é totalmente indiferente, e assim ele desperdiça a vida que lhe foi concedida por Deus… Nem um homem sequer desses humanos de que Deus cuida dia e noite se encarrega de adorá-Lo. Deus apenas continua a operar no homem, de quem não espera mais nada, conforme havia planejado. Ele faz isso na esperança de que um dia o homem acordará de seu sonho e, de repente, perceberá o valor e o propósito da vida, o preço que Deus pagou por tudo que tem dado ao homem e a preocupação ansiosa com a qual Deus espera que o homem volte para Ele(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Deus é a fonte da vida do homem”). “Você deve sofrer dificuldades pela verdade, deve se entregar à verdade, deve suportar humilhação pela verdade e, para ganhar mais da verdade, você deve passar por mais sofrimento. É isso que você deve fazer. Você não deve jogar a verdade fora em favor de uma vida familiar pacífica nem deve perder a dignidade e integridade da sua vida por causa de um prazer momentâneo. Você deve buscar tudo que é belo e bom e buscar uma senda na vida que seja mais significativa. Se você levar uma vida tão vulgar e não buscar quaisquer objetivos, você não desperdiça a vida? O que você pode ganhar com uma vida assim? Você deve abandonar todos os prazeres da carne em favor da verdade e não deveria jogar fora todas as verdades em favor de um pouco de prazer. Pessoas assim não têm integridade nem dignidade; sua existência não faz sentido!(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “As experiências de Pedro: seu conhecimento de castigo e julgamento”). As palavras de Deus me iluminaram. Eu achava que meus pais tinham me criado e que guardaram e economizaram tanto para eu completar os estudos, assim, se eu não os ouvisse e desistisse de meu emprego por meu dever, eu ficaria lhes devendo, mas minha opinião era ridícula e absurda. Só Deus é a fonte da vida humana e a vida de todos nós vem de Deus. Tudo que temos vem do suprimento e da bênção de Deus. Sem Deus, não teríamos nada. O fato de meus pais terem me criado até a idade adulta era o arranjo soberano de Deus. Eu devia ser grato a Deus e retribuir o amor de Deus. Se não cumprisse meu dever como um ser criado para satisfazer a Deus, mesmo que tivesse um emprego seguro e desfrutasse de uma boa vida material com minha família, isso não teria nenhum valor nem significado. Esses prazeres temporários não me permitiam entender a verdade nem ganhar a vida. Além do mais, eu estaria me rebelando contra Deus e não ganharia Sua aprovação. Para ganhar a verdade, eu devia sofrer e enfrentar a dor. Só assim eu poderia viver com caráter e dignidade e só então poderia ganhar a aprovação de Deus. Nesse momento, quanto mais pensava nisso, mais forte me sentia. Assim, testifiquei de novo da aparição e obra de Deus ao meu pai e lhe disse que, sem crença em Deus, todas as buscas são vazias e não têm nenhum valor nem significado. Agora, o Salvador veio para expressar a verdade para salvar as pessoas, e só se crerem em Deus, buscarem a verdade, se livrarem do pecado e se arrependerem diante de Deus, as pessoas podem sobreviver aos desastres e entrar no reino de Deus. Todos aqueles que buscam o mundo, por mais rica que seja sua vida material, perecerão nos desastres e serão punidos. Apesar de tudo o que eu disse, meu pai não concordou com minha renúncia e acabou indo embora com raiva.

Mais tarde, meu pai pediu que meus parentes viessem para me convencer. Todos disseram que um cargo na Secretaria Ferroviária é um emprego que presentes e dinheiro não podem comprar e que meus pais me criaram em vão. Quando ouvi as acusações da minha família, eu soube que Satanás estava usando meus parentes para me atacar e impedir de renunciar e de me despender por Deus. Lembrei-me das palavras de Deus Todo-Poderoso: “Você precisa possuir Minha coragem dentro de si e precisa ter princípios quando se tratar de enfrentar parentes que não creem. Por Minha causa, porém, você também não precisa se render a quaisquer forças das trevas. Confie em Minha sabedoria para trilhar o caminho perfeito; não permita que quaisquer conspirações de Satanás se consolidem. Coloque todos os esforços em apresentar seu coração diante de Mim e Eu o consolarei e lhe trarei paz e felicidade(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Declarações de Cristo no princípio, Capítulo 10”). Depois de contemplar as palavras de Deus, me senti confiante e encontrei a coragem para dizer à minha família: “Hoje, as pessoas adoram dinheiro, fama e status. As pessoas correm, intrigam, e brigam por essas coisas, e maridos e esposas até traem uns aos outros. Todos vivem assim, então, mesmo quando achamos empregos bons e seguros e temos uma boa vida material, é realmente possível sentir-nos felizes?”. Deus Todo-Poderoso diz: “Todas as formas de desastres acontecerão, uma após outra; todas as nações e todos os lugares experimentarão calamidades: pragas, fome, inundações, seca e terremotos estão por toda parte. Esses desastres não estão acontecendo em um ou dois lugares apenas, nem acabarão em um ou dois dias; mas, em vez disso, se expandirão por uma área cada vez maior e se tornarão cada vez mais severos. Durante esse tempo, pragas de todo tipo de inseto surgirão, uma após outra, e o fenômeno do canibalismo ocorrerá em todo lugar. Esse é o Meu julgamento sobre todas as nações e todos os povos(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Declarações de Cristo no princípio, Capítulo 65”). Usando as palavras de Deus, continuei minha comunhão: “Agora, os desastres estão aumentando. Só seguir Deus Todo-Poderoso pode nos proteger dos desastres. Minha crença em Deus, espalhar o evangelho e cumprir o meu dever é mil ou até dez mil vezes mais importante do que meu emprego. Minha crença em Deus não é tola, como vocês acham. Quando Noé pregou o evangelho, as pessoas disseram que ele era um lunático, mas quando o dilúvio veio, dentre toda a raça humana, só os oito membros da família de Noé sobreviveram. Noé não era louco nem estúpido. Era o homem mais sábio e mais abençoado por Deus. Hoje, o mal e a corrupção da humanidade alcançaram um ponto em que Deus destruirá essa raça perversa e corrupta, e nós só podemos sobreviver adorando a Deus Todo-Poderoso. Estou lhes contando essa notícia maravilhosa hoje, na esperança de que vocês também creiam em Deus Todo-Poderoso. Não tentem me convencer, pois eu já decidi. Seguirei Deus Todo-Poderoso pelo resto da minha vida”. Depois disso, minha tia, que crê no Senhor, disse: “Graças a Deus! É bom que você creia em Deus, e decidir pregar o evangelho de Deus agrada a Deus”. Ela disse aos outros: “A senda que ele escolheu hoje é a senda certa. Ser rico não importa. O que importa é a vida. Devemos respeitar sua escolha”. Depois disso, os outros se calaram. Isso me deixou muito feliz. Quando permaneci firme e decidi satisfazer a Deus, minha família sentiu vergonha e parou de me persuadir. Desde então não sou mais constrangido por pessoas e coisas em minha volta e posso cumprir meu dever em tempo integral.

Agora, vendo que tantas pessoas aceitam a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, sinto uma alegria indescritível em meu coração. Trazer todos aqueles que anseiam por Deus de volta para a Sua casa é algo muito significativo e a coisa mais confortante para Deus. Decidir largar meu emprego e seguir a senda de crer em Deus, eu sei, foi a escolha mais sábia que já fiz em minha vida. Ser capaz de me despender e de dedicar minha vida à pregação do evangelho e ao testemunho de Deus é mais valioso e significativo do que qualquer outra coisa que eu poderia fazer.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.👇

Conteúdo relacionado

A escolha de uma médica

Por Yang Qing, China Quando eu era nova, minha família era muito pobre. Minha mãe era paralítica, presa à cama e tomava remédios o ano...

De volta da beira da morte

Por Zhao Guangming, China No começo dos anos 80, eu tinha 30 anos e trabalhava numa construtora. Eu me considerava jovem e apto, tratava as...

Leave a Reply

Conecte-se conosco no Messenger