Versos da Bíblia para referência:

Leia mais

Palavras de Deus relevantes:

Mais conteúdos excelentes

Outros temas especiais

“Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele” (João 3:17).

“Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Marcos 16:16).

“Pois isto é o Meu sangue, o sangue do pacto, o qual é derramado por muitos para remissão dos pecados” (Mateus 26:28).

“A santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14).

“Sereis pois santos, porque Eu sou santo” (Levítico 11:45).

“Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21).

“Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis” (Apocalipse 14:4-5).

Na época, a obra de Jesus foi a redenção de toda a humanidade. Os pecados de todos que acreditavam Nele foram perdoados; contanto que você acreditasse Nele, Ele o redimiria; se você acreditasse Nele, não era mais pecador e estava aliviado de seus pecados. É isso que significava ser salvo e ser justificado pela fé. No entanto, naqueles que acreditavam ainda restava o que era rebelde e se opunha a Deus e o que ainda precisava ser removido lentamente. A salvação não significava que o homem havia sido completamente ganho por Jesus, mas sim que o homem não era mais do pecado, que ele havia sido perdoado de seus pecados: se você acreditasse, nunca mais seria do pecado. (Extraído de “A visão da obra de Deus (2)”).

A humanidade teve apenas que aceitar o Senhor Jesus como Salvador para que seus pecados sejam perdoados. Nominalmente falando, os pecados do homem não eram mais uma barreira para alcançar a salvação e ficar diante de Deus, não eram mais a influência pela qual Satanás acusava o homem. Isso porque o Próprio Deus tinha feito uma obra real, tinha se tornado a imagem e o antegosto da carne pecaminosa, e o Próprio Deus foi a oferta pelo pecado. Dessa maneira, o homem desceu da cruz, sendo redimido e salvo graças à carne de Deus, à semelhança desta carne pecaminosa.

Pois, na Era da Graça, os demônios eram expulsos do homem com a imposição das mãos e pela oração, mas os caracteres corruptos dentro do homem ainda permaneciam. O homem foi curado de sua doença e teve seus pecados perdoados, mas quanto a como exatamente o homem seria purificado dos caracteres satânicos corruptos dentro dele, essa obra ainda estava por ser feita. O homem foi apenas salvo e teve seus pecados perdoados por sua fé, mas a natureza pecaminosa do homem não foi extirpada e ainda permaneceu dentro dele. Os pecados do homem foram perdoados por meio da agência do Deus encarnado, mas isso não significa que o homem não tenha mais pecado dentro de si. Os pecados do homem podiam ser perdoados através da oferta pelo pecado, mas quanto a como exatamente se pode fazer o homem não pecar mais, e como sua natureza pecaminosa pode ser extirpada completamente e transformada, ele não tem como resolver esse problema. Os pecados do homem foram perdoados, e isso foi por causa da obra da crucificação de Deus, mas o homem continuou a viver no caráter satânico corrupto antigo. Sendo assim, o homem deve ser completamente salvo de seu caráter satânico corrupto para que a natureza pecaminosa do homem seja completamente extirpada para nunca mais se desenvolver, permitindo, assim, que o caráter do homem seja transformado.

A carne do homem é de Satanás, está cheia de caráter rebelde, é deploravelmente imunda e é algo impuro. As pessoas cobiçam demais o desfrutar da carne e há manifestações excessivas da carne; é por isso que Deus despreza a carne do homem até certo ponto. Quando as pessoas se livram das coisas satânicas imundas e corruptas, elas ganham a salvação de Deus. Mas se elas ainda não se despiram da imundície e da corrupção, então elas ainda estão vivendo sob o império de Satanás. A conivência, o engano e a desonestidade das pessoas são todas coisas de Satanás. Salvar você é permitir-lhe escapar dessas coisas. A obra de Deus não pode estar errada; tudo é feito para salvar as pessoas das trevas. Quando você tiver crido até um certo ponto e conseguir se despir da corrupção da carne, e você não estiver mais algemado por essa corrupção, você não terá sido salvo?

No final, as coisas nas pessoas que são de Satanás e as coisas de sua natureza devem mudar e devem se tornar compatíveis com as exigências da verdade; só nesse caminho alguém pode chegar à salvação de verdade. Se você, como costumava quando estava na religião...

Se alguém pode satisfazer a Deus ao cumprir seu dever, tem princípios em suas palavras e ações e pode entrar na realidade de todos os aspectos da verdade, então essa é uma pessoa que se torna aperfeiçoada por Deus. Pode-se dizer que a obra e as palavras de Deus foram totalmente eficazes para tal pessoa...

O significado da crença em Deus é o de ser salvo, o que, então, significa ser salvo? “Ser salvo”, “livrar-se da influência sombria de Satanás” — as pessoas falam sobre esses temas com frequência, mas não sabem o que significa ser salvo. O que significa ser salvo? Isso se relaciona com a vontade de Deus. Ser salvo, falando em bom português, significa que você pode continuar vivendo, e que é trazido de volta à vida. Então, antes disso, você está morto? Você pode falar e pode respirar, então como podem dizer que você está morto? (O espírito está morto.) Por que se diz que as pessoas estão mortas se o espírito delas está morto? Qual é a base para se dizer isso? Antes de serem salvas, onde elas estão? (Sob o império de Satanás.) As pessoas vivem sob a influência de Satanás. Em que elas confiam para viver? (Nas filosofias e venenos de Satanás.) Confiam em sua natureza satânica e corrupta para viver. Quando uma pessoa vive por meio dessas coisas, seu ser inteiro — sua carne e todos os outros aspectos, como a alma e o pensamento — está vivo ou morto? Do ponto de vista de Deus, ele está morto.

Independentemente do que Deus faz ou dos meios pelos quais Ele o faz, independentemente do custo, ou do Seu objetivo, o propósito de Suas ações não muda. Seu propósito é operar no homem as palavras de Deus, os requisitos de Deus e a vontade de Deus para o homem; em outras palavras, é operar no homem tudo o que Deus acredita ser positivo de acordo com Seus passos, capacitando o homem a entender o coração de Deus e compreender a substância de Deus, permitindo-lhe obedecer à soberania e aos arranjos de Deus, permitindo assim que o homem alcance o temor de Deus e se afaste do mal — tudo isso é um aspecto do propósito de Deus em tudo que Ele faz. O outro aspecto é que, porque Satanás é o contraste e objeto de serviço na obra de Deus, o homem é frequentemente dado a Satanás; esse é o meio que Deus usa para permitir que as pessoas vejam a maldade, a fealdade e o desprezo de Satanás em meio às tentações e ataques de Satanás, fazendo com que as pessoas odeiem Satanás e sejam capazes de conhecer e reconhecer o que é negativo. Esse processo permite que elas gradualmente se libertem do controle de Satanás e das acusações, interferência e ataques de Satanás — até que, graças às palavras de Deus, seu conhecimento e obediência a Deus, e sua fé em Deus e temor a Ele, triunfem sobre ataques de Satanás, e triunfem sobre as acusações de Satanás; somente então elas serão completamente libertas do império de Satanás. A libertação das pessoas significa que Satanás foi derrotado, significa que elas não são mais o alimento na boca de Satanás — que, em vez de engoli-las, Satanás renunciou a elas. Isso ocorre porque tais pessoas são retas, porque elas têm fé, obediência e temor a Deus, e porque elas rompem completamente com Satanás.

A Bíblia diz: “Pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” (Romanos 10:10). Nós já fomos salvos por meio de nossa fé em Jesus. Uma vez salvos, somos eternamente salvos. Quando o Senhor chegar, definitivamente seremos capazes de entrar no reino dos céus.

“Todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. Ora, o escravo não fica para sempre na casa” (João 8:34-35).

“Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade” (João 16:12-13).

“E, se alguém ouvir as Minhas palavras, e não as guardar, Eu não o julgo; pois Eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:47-48).

“Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus” (1 Pedro 4:17).

“Assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação” (Hebreus 9:28).

Embora Jesus tenha feito muita obra entre os homens, Ele apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado dos homens e não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus tomasse os pecados do homem como oferta pelo pecado, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior para livrar o homem completamente de seu caráter, que foi corrompido por Satanás. E assim, depois que os pecados do homem foram perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra do castigo e julgamento, e essa obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio desfrutará de uma verdade maior e receberá bênçãos maiores. Eles viverão verdadeiramente na luz e ganharão a verdade, o caminho e a vida. (Extraído de “Somente aquele que experimenta a obra de Deus verdadeiramente crê em Deus”).

A primeira encarnação foi para redimir o homem do pecado, para redimi-lo por meio do corpo de carne de Jesus, isto é, Ele salvou o homem da cruz, mas o caráter satânico corrupto ainda permaneceu dentro do homem. A segunda encarnação não é mais para servir como uma oferta pelo pecado, mas, em vez disso, salvar totalmente aqueles que foram redimidos do pecado. Isso é feito de modo que aqueles que são perdoados possam ser libertos de seus pecados e ser completamente limpos, e por alcançar um caráter transformado, libertar-se da influência das trevas de Satanás e retornar para diante do trono de Deus. Só dessa maneira o homem pode ser plenamente santificado. Depois que a Era da Lei tinha terminado e começando com a Era da Graça, Deus começou a obra da salvação, a qual continua até os últimos dias quando, ao julgar e castigar a raça humana por sua rebeldia, Ele purificará completamente a humanidade. Só então Deus concluirá Sua obra de salvação e entrará em descanso.

Um pecador como vocês, que acaba de ser redimido, e não foi mudado ou aperfeiçoado por Deus, pode ser segundo o coração de Deus? Para você, você que ainda é do seu antigo eu, é verdade que você foi salvo por Jesus, e que você não é contado como pecador por causa da salvação de Deus, mas isso não prova que você não é pecador e não é impuro. Como você pode ser santo se não foi mudado? Internamente, você é assolado por impurezas, é egoísta e ignóbil, mas ainda deseja descer com Jesus — quem dera você ter tanta sorte! Você pulou uma etapa em sua crença em Deus: você foi meramente redimido, mas não foi mudado. Para você ser segundo o coração de Deus, Deus deve fazer pessoalmente a obra de mudar e limpar você; se você é apenas redimido, será incapaz de alcançar a santidade. Dessa forma, você não será qualificado para compartilhar as boas bênçãos de Deus, pois você perdeu um passo na obra de Deus de gerenciar o homem, que é o importante passo de mudar e aperfeiçoar. Assim, você, um pecador que acaba de ser redimido, é incapaz de herdar diretamente a herança de Deus.

A obra dos últimos dias é proferir palavras. Grandes mudanças podem ser efetuadas no homem por meio das palavras. As mudanças ora efetuadas nessas pessoas, na aceitação dessas palavras, são muito maiores do que as efetuadas nas pessoas na aceitação dos sinais e maravilhas da Era da Graça. Pois, na Era da Graça...

Na obra dos últimos dias, a palavra é mais poderosa que a manifestação de sinais e maravilhas, e a autoridade da palavra supera a dos sinais e maravilhas. A palavra revela todos os caracteres corruptos no coração do homem. Você é incapaz de reconhecê-los por conta própria. Quando eles forem revelados para você por meio da palavra, você os descobrirá naturalmente; você não poderá negá-los e ficará totalmente convencido. Não é essa a autoridade da palavra? Esse é o resultado alcançado pela presente obra da palavra. Portanto, o homem não pode ser totalmente salvo de seus pecados pela cura da doença e expulsão de demônios e não pode ser tornado completo pela manifestação de sinais e maravilhas. A autoridade para curar doenças e expulsar demônios apenas dá graça ao homem, mas a carne do homem ainda pertence a Satanás e o caráter satânico corrupto ainda permanece dentro do homem. Em outras palavras, aquilo que não foi purificado ainda pertence ao pecado e à imundície. Somente após o homem ter sido limpo através da agência da palavra, ele pode ser ganho por Deus e se tornar um homem santificado. Quando os demônios foram expulsos do homem e ele foi redimido, isso significou apenas que ele foi arrancado das mãos de Satanás e devolvido a Deus.

Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui.

Por meio de que a perfeição de Deus é realizada pelo homem? Por meio de Seu caráter justo. O caráter de Deus consiste principalmente em justiça, ira, majestade, julgamento e maldição, e Seu aperfeiçoar do homem é principalmente através do julgamento. Algumas pessoas não entendem e perguntam por que Deus só é capaz de tornar o homem perfeito através do julgamento e da maldição. Eles dizem: “Se Deus amaldiçoasse o homem, ele não morreria? Se Deus julgasse o homem, ele não seria condenado? Então, como ele ainda pode ser aperfeiçoado?” Tais são as palavras das pessoas que não conhecem a obra de Deus. O que Deus amaldiçoa é a desobediência do homem e o que Ele julga são os pecados do homem. Embora Ele fale com severidade e sem a menor sensibilidade, Ele revela tudo o que está dentro do homem e, através dessas palavras severas, Ele revela o que é essencial dentro do homem, e ainda por meio desse julgamento, Ele proporciona ao homem um profundo conhecimento da essência da carne e, assim, o homem se submete à obediência diante de Deus. A carne do homem é do pecado e de Satanás, ela é desobediente e objeto do castigo de Deus — e assim, para permitir que o homem se conheça, as palavras do julgamento de Deus devem vir sobre ele e deve ser empregado todo tipo de refinamento; só então a obra de Deus pode ser eficaz.de “Somente experimentando provações dolorosas é possível conhecer a beleza de Deus”

Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa...

Vocês dizem que aqueles que creem em Deus devem aceitar Sua obra de julgamento nos últimos dias e somente então seu caráter corrupto poderá ser purificado e elas próprias serem salvas por Deus. Mas, de acordo com as exigências do Senhor, nós praticamos a humildade e a paciência, nós amamos nossos inimigos, carregamos nossas cruzes, abandonamos as coisas mundanas...

“Sereis pois santos, porque Eu sou santo” (Levítico 11:45).

“Santifica-os na verdade, a Tua palavra é a verdade” (João 17:17).

“Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te” (Apocalipse 3:17-19).

“Porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou, e foi-lhe permitido vestir-se de linho fino, resplandecente e puro; pois o linho fino são as obras justas dos santos. […] Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro” (Apocalipse 19:7-9).

Desde que acredite em Deus, você deve comer e beber de Sua palavra, experimentar Sua palavra e viver Sua palavra. Só isso pode ser chamado de crença em Deus! Se você diz que acredita em Deus com a sua boca e ainda é incapaz de colocar alguma de Suas palavras em prática ou de produzir qualquer realidade, isso não é chamado de acreditar em Deus. Antes, é “buscar o pão para satisfazer a fome”. Só falar de testemunhos triviais, coisas inúteis e questões superficiais, sem ter sequer a menor medida de realidade: isso não constitui a crença em Deus, e você simplesmente não compreendeu o caminho correto de crer em Deus. Por que você deve comer e beber o máximo possível das palavras de Deus? Se você não come e bebe de Suas palavras e só busca ascender ao céu, isso é acreditar em Deus? Qual é o primeiro passo que alguém que acredita em Deus deveria dar? Por qual senda Deus aperfeiçoa o homem? Você pode ser aperfeiçoado sem comer e beber da palavra de Deus? Você pode ser considerado alguém do reino sem a palavra de Deus para servir como sua realidade? O que significa exatamente crer em Deus? Os crentes em Deus deveriam, no mínimo, ter um bom comportamento externo; o mais importante de tudo é ser dotado da palavra de Deus. Haja o que houver, você nunca pode se afastar da Sua palavra. Conhecer Deus e realizar Sua vontade são alcançados por meio de Sua palavra. No futuro, todas as nações, denominações, religiões e todos os setores serão conquistados pela palavra. Deus falará diretamente, e todas as pessoas terão a palavra de Deus em suas mãos; por meio disso, a humanidade será aperfeiçoada. Dentro e fora, a palavra de Deus permeia tudo: a humanidade falará a palavra de Deus com sua boca, praticará segundo a palavra de Deus e manterá a palavra de Deus em seu íntimo, permanecendo imersa na palavra de Deus tanto por dentro quanto por fora. Assim a humanidade será aperfeiçoada. Aqueles que cumprem a vontade de Deus e são capazes de dar testemunho Dele são aqueles que têm a palavra de Deus como sua realidade.

A verdade que o homem precisa possuir se encontra na palavra de Deus e é uma verdade que é a mais benéfica e útil para a humanidade. É o tônico e o sustento de que o corpo de vocês necessita; algo que ajuda o homem a recuperar sua humanidade normal. É uma verdade com a qual o homem deveria estar equipado. Quanto mais vocês praticarem a palavra de Deus, mais rapidamente a vida de vocês se desenvolverá; e mais clara a verdade se tornará. À medida que crescerem em estatura, vocês verão as coisas do mundo espiritual mais nitidamente e mais força terão para triunfar sobre Satanás. Grande parte da verdade que vocês não compreendem será esclarecida quando vocês praticarem a palavra de Deus. A maioria das pessoas está satisfeita com simplesmente entender o texto da palavra de Deus e se concentrar em equipar-se com doutrinas, em vez de aprofundar sua experiência na prática, mas esse não é o caminho dos fariseus? Então, como a expressão “A palavra de Deus é vida” pode ser real para elas? A vida de uma pessoa não pode crescer simplesmente por ler a palavra de Deus, mas somente quando Sua palavra é posta em prática. Se a sua crença é que entender a palavra de Deus é tudo o que é necessário para se ter vida e estatura, então sua compreensão está distorcida. A verdadeira compreensão da palavra de Deus ocorre quando você pratica a verdade e você deve entender que “somente por praticar a verdade ela poderá alguma vez ser entendida”.

Em suma, tomar a senda de Pedro na fé de alguém significa caminhar na senda da busca da verdade, a qual também é a senda de conseguir se conhecer verdadeiramente e mudar seu caráter. Só ao caminhar na senda de Pedro a pessoa estará na senda de ser aperfeiçoada por Deus. Deve-se estar certo de como, exatamente, caminhar na senda de Pedro e também de como colocá-la em prática. Primeiro, é preciso deixar de lado as próprias intenções da pessoa, as buscas inadequadas e até a família e todas as coisas da própria carne. É preciso ser devotado de todo o coração; isto é, é preciso devotar-se completamente à palavra de Deus, manter o foco em comer e beber as palavras de Deus, concentrar-se na busca pela verdade e na busca pelas intenções de Deus em Suas palavras e tentar compreender a vontade de Deus em tudo. Esse é o método de prática mais fundamental e vital. Foi o que Pedro fez após ver Jesus e é somente praticando dessa maneira que alguém pode alcançar os melhores resultados. Dedicar-se de todo o coração às palavras de Deus envolve primeiramente buscar a verdade, buscar as intenções de Deus em Suas palavras, focando-se em compreender a vontade de Deus, entender e obter mais verdade das palavras de Deus. Quando lia Suas palavras, Pedro não estava focado em entender as doutrinas, muito menos em obter conhecimento teológico; em vez disso, concentrava-se em compreender a verdade e captar a vontade de Deus, bem como alcançar um entendimento de Seu caráter e Sua amabilidade. Pedro também tentava entender os diversos estados corruptos do homem a partir das palavras de Deus, bem como a natureza corrupta e a real deficiência do homem, conhecendo assim todos os aspectos das exigências de Deus ao homem a fim de satisfazê-Lo. Pedro tinha muitas práticas corretas que acatavam as palavras de Deus; isso estava mais de acordo com a vontade de Deus e era a melhor maneira de uma pessoa poder colaborar ao experimentar a obra de Deus.

Nós aceitamos a obra de Deus dos últimos dias, mas como experimentamos o julgamento e o castigo de Deus de modo que possamos receber a verdade e a vida, livrar-nos de nossa natureza pecaminosa e alcançar a salvação para entrar no reino dos céus?

Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o Seu povo, e Deus Mesmo estará com eles, e será o seu Deus. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas” (Apocalipse 21:3-4).

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus” (Apocalipse 2:7).

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O que vencer, de modo algum sofrerá o dado da segunda morte” (Apocalipse 2:11).

Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes no sangue do Cordeiro para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas” (Apocalipse 22:14).

Estes são os que vêm da grande tribulação, e levaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu santuário; e aquele que está assentado sobre o trono estenderá o seu tabernáculo sobre eles. Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem cairá sobre eles o sol, nem calor algum; porque o Cordeiro que está no meio, diante do trono, os apascentará e os conduzirá às fontes das águas da vida; e Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima” (Apocalipse 7:14-17).

Enquanto Minhas palavras são consumadas, o reino é gradualmente formado na terra e o homem retorna gradualmente à normalidade e, portanto, está estabelecido na terra o reino em Meu coração. No reino, todo o povo de Deus recupera a vida do homem normal. Foi-se o inverno gelado, substituído por um mundo de cidades de primavera, onde é primavera o ano todo. Já não são pessoas confrontadas com o triste, miserável mundo do homem, já não suportam o frio do mundo do homem. As pessoas não lutam umas com as outras, os países não entram em guerra uns contra os outros, já não há a carnificina e o sangue que flui da carnificina; todas as terras estão cheias de felicidade, e todos os lugares estão repletos de calor entre os homens. Eu ando em todo o mundo, Eu desfruto do alto do Meu trono, vivo entre as estrelas. E os anjos Me oferecem novas músicas e novas danças. Suas próprias fragilidades já não fazem com que lágrimas corram de seus rostos. Já não ouço, diante de Mim, o som dos anjos chorando, e ninguém mais se queixa de dificuldades para Mim. Hoje, todos vocês vivem diante de Mim; amanhã, todos vocês vão existir em Meu reino. Não é essa a maior bênção que Eu concedo ao homem?

Minha sabedoria está em toda a terra e por todo o universo. Entre todas as coisas estão os frutos da Minha sabedoria, entre todas as pessoas abundam as obras-primas da Minha sabedoria; tudo é semelhante a todas as coisas do Meu reino, e todas as pessoas habitam em descanso sob os Meus céus como as ovelhas sobre os Meus pastos. Eu Me movo acima de todos os homens e estou observando todos os lugares. Nada nunca parece velho e nenhuma pessoa é como costumava ser. Descanso em Meu trono, Me reclino através de todo o universo e estou plenamente satisfeito, porque tudo recuperou a sua santidade e posso voltar a residir pacificamente em Sião, e as pessoas da terra podem levar uma vida serena e contente sob Minha orientação. Todos os povos estão gerindo tudo que está em Minha mão, todos os povos recuperaram sua antiga inteligência e aparência original; eles não estão mais cobertos de poeira, mas, no Meu reino, são tão puros quanto o jade, cada qual com o rosto semelhante ao do santo que está no coração do homem, porque o Meu reino foi estabelecido entre os homens.

Na Minha luz, as pessoas enxergam a luz novamente. Na Minha palavra, as pessoas encontram as coisas para o deleite. Eu vim do Oriente e sou de lá. Quando Minha glória resplandece, todas as nações são iluminadas, tudo é banhado por luz e nada permanece nas trevas. No reino, a vida do povo de Deus com Deus é incomparavelmente feliz. As águas dançam para a vida abençoada das pessoas, as montanhas desfrutam com as pessoas a Minha abundância. Todos os homens em Meu reino se esforçam, trabalham duro, mostram sua lealdade. No reino não há mais rebelião, não há mais resistência; os céus e a terra dependem um do outro, o homem e Eu estamos próximos e sentimos profundamente, através das felicidades da vida, nos apoiando… Neste momento inicio formalmente a vida celestial. Não há mais a interferência de Satanás e as pessoas entram no descanso. Por todo o universo, Meu povo escolhido vive em Minha glória, incomparavelmente abençoado, não como pessoas vivendo entre pessoas, mas como pessoas vivendo com Deus. Todos vivenciaram a corrupção de Satanás, provaram a amargura e a doçura da vida. Agora, vivendo em Minha luz, como pode alguém não se alegrar? Como pode alguém simplesmente renunciar a um momento tão belo e deixá-lo passar? Povo! Cantem agora as canções em seus corações e dancem para Mim! Ergam agora seus corações sinceros e ofereçam-nos a Mim! Rufem agora seus tambores e toquem para Mim! Eu resplandeço júbilo sobre todo o universo! Eu revelo ao povo Meu rosto glorioso! Eu trovejarei! Eu transcenderei o universo! Já reino entre o povo! Sou exaltado pelo povo! Eu flutuo pelo céu azul e as pessoas Me acompanham.

“Eu Me movo acima de todos os homens e estou observando todos os lugares. Nada nunca parece velho e nenhuma pessoa é como costumava ser. Descanso em Meu trono, Me reclino através de todo o universo…” Esse é o resultado da atual obra de Deus. Todo o povo escolhido de Deus retorna à sua forma original, devido à qual os anjos, que sofreram durante tantos anos, são libertados, exatamente como Deus diz: “o rosto semelhante ao do santo que está no coração do homem”. Devido aos anjos trabalharem na terra e servirem a Deus na terra, e à glória de Deus se espalhar pelo mundo todo, o Céu é trazido à terra, e a terra é levada ao Céu. Portanto, o homem é o elo que liga o Céu e a terra; o Céu e a terra já não estão distantes, não mais separados, mas sim unidos como um só. No mundo todo, somente Deus e o homem existem. Não há pó ou sujeira e todas as coisas são renovadas, como um pequeno cordeiro deitado em uma pastagem verde sob o céu, desfrutando de toda a graça de Deus. E é devido à chegada desse verdor que o sopro de vida resplandece, porque Deus vem ao mundo para viver ao lado do homem durante toda a eternidade, como foi dito pela boca de Deus: “Eu posso voltar a residir pacificamente em Sião”. Esse é o símbolo da derrota de Satanás, é o dia do descanso de Deus, e esse dia será exaltado e proclamado por todas as pessoas, e por elas comemorado. Deus estiver em repouso sobre o trono também será quando concluirá a Sua obra na terra, e esse é o exato momento em que todos os mistérios de Deus serão mostrados ao homem; Deus e o homem estarão eternamente em harmonia, nunca separados — essas são as belas cenas do reino!

A vida em descanso é aquela sem guerra, sem depravação, sem persistir na injustiça. Significa dizer que é desprovida do assédio de Satanás (aqui “Satanás” refere-se a forças hostis), da corrupção de Satanás, bem como da invasão de qualquer força oposta a Deus. Tudo segue a própria espécie e adora o Senhor da criação. Céu e terra permanecem inteiramente tranquilos. Essa é a vida em descanso da humanidade. Quando Deus entrar no descanso, nenhuma injustiça vai persistir sobre a terra, não haverá mais invasão de quaisquer forças hostis. A humanidade também vai entrar em novo reino; não será mais uma humanidade corrompida por Satanás, mas, sim, uma humanidade que foi salva depois de ter sido corrompida por Satanás. O dia do descanso da humanidade é também o dia do descanso de Deus. Deus perdeu Seu descanso devido à inabilidade da humanidade para entrar no descanso, não por ter sido originalmente incapaz de descansar. Entrar no descanso não significa que tudo deixará de se movimentar, nem que todas as coisas vão parar de se desenvolver; tampouco significa que Deus deixará de operar nem que o homem vai parar de viver. Os sinais da entrada no descanso são os seguintes: Satanás foi destruído; as pessoas más que se uniram a Satanás em seus malfeitos foram punidas e eliminadas; todas as forças hostis a Deus deixaram de existir.

Não resta dúvida de que “o trigo não pode ser transformado em joio e o joio não pode ser transformado em trigo”. Os que verdadeiramente amam a Deus permanecerão no reino ao final e Deus não maltratará ninguém que realmente O ama. Com base em suas diferentes funções e testemunhos, os vitoriosos no reino servirão como sacerdotes ou seguidores, e todos os que forem vitoriosos em meio à tribulação se tornarão o corpo sacerdotal no reino. O corpo sacerdotal será formado quando a obra do evangelho por todo o universo chegar ao fim. Quando chegar esse momento, a obrigação do homem será desempenhar seu dever no reino de Deus e conviver com Deus no reino. No corpo sacerdotal haverá sumos sacerdotes e sacerdotes, e os demais serão os filhos e o povo de Deus. Tudo isso será determinado pelo testemunho que derem de Deus durante a tribulação; não são títulos conferidos por capricho. Quando o status do homem estiver estabelecido, a obra de Deus cessará, pois todos serão classificados de acordo com seu tipo e retornarão à sua posição original, e essa é a marca da realização da obra de Deus, esse é o resultado final da obra de Deus e da prática do homem, e é a cristalização das visões da obra de Deus e da colaboração do homem. No final, o homem encontrará repouso no reino de Deus e Deus também retornará à Sua morada para descansar. Esse é o resultado final de seis mil anos de colaboração entre Deus e o homem.

Quando entrar no destino eterno o homem irá adorar ao Criador e, porque o homem ganhou a salvação e entrou na eternidade, não precisará perseguir quaisquer objetivos nem, muito menos, precisará se preocupar por estar cercado por Satanás. Nesse tempo, o homem saberá seu lugar e desempenhará seu dever e, ainda que não sejam castigadas ou julgadas, todas as pessoas desempenharão seu dever. Nesse tempo, o homem será uma criatura tanto em termos de identidade quanto de status. Já não haverá distinção entre alto e baixo; cada pessoa irá apenas realizar uma função diferente. O homem, ainda assim, viverá em um destino ordeiro e adequado da humanidade, cumprindo seu dever pelo bem de adorar o Criador, e essa humanidade será a humanidade da eternidade.

Os que serão aperfeiçoados por Deus são os que receberão as bênçãos de Deus e Sua herança. Isto é, eles assimilam o que Deus tem e é, de maneira que isso se torna o que têm dentro de si; eles têm todas as palavras de Deus forjadas dentro deles; seja qual for o ser de Deus...

Você conhece a diferença entre ser salvo e alcançar salvação plena?