Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Pessoas ingênuas não são necessariamente pessoas honestas

0

Cheng Mingjie Cidade de Xi’an, Província de Shaanxi

Eu me considero uma pessoa extrovertida e franca. Falo com as pessoas de uma maneira muito direta. O que eu tiver de dizer, digo — não sou do tipo que fica fazendo rodeios. Em minhas interações com as pessoas, tendo a ir direto ao ponto. Com frequência, sofro trapaças ou sou ridicularizada por depositar confiança muito facilmente nos outros. Apenas depois de começar a frequentar a igreja, senti que tinha encontrado um lugar para chamar de meu. Pensei comigo mesma: “No passado, a minha ingenuidade me pôs em desvantagem e me tornou vulnerável a ser enganada pelos outros, mas, na igreja, Deus quer pessoas honestas, portanto, não tenho de me preocupar mais por ser ingênua demais”. Senti-me especialmente reconfortada quando ouvi que Deus ama os que são honestos e simples, e que apenas os honestos receberão a salvação de Deus. Quando vi o quão angustiados meus irmãos e irmãs ficaram quando começaram a reconhecer suas naturezas traiçoeiras, mas eram incapazes de mudá-las, eu me senti ainda mais aliviada, pois, sendo honesta e franca, não teria de passar por tal angústia. Entretanto, um dia, após receber uma revelação de Deus, finalmente constatei que eu não era a pessoa honesta que pensava ser.

Um dia, ouvi Deus dizer em Sua comunhão: “Pessoas que são honestas são possuidoras da verdade, elas não são dignas de pena, desprezíveis, estúpidas ou simples de coração. […] E, assim, não coloque essa coroa sobre a sua cabeça, pensando que você é honesto porque sofre em sociedade, é discriminado, pressionado e enganado por todos que encontra. Isso é totalmente errado. […] Ser honesto não é como as pessoas imaginam: as pessoas não são honestas simplesmente porque são diretas e agem corretamente. Algumas pessoas podem ser naturalmente muito francas no modo como falam, mas ser francas não significa que elas não enganem. O engano é a motivação das pessoas e o caráter delas. Quando as pessoas vivem neste mundo, quando vivem sob a influência da corrupção de Satanás, é impossível que sejam honestas; elas só podem se tornar cada vez mais enganosas” (de ‘A prática mais fundamental de ser uma pessoa honesta’ em “Registros das falas de Cristo”). As palavras de Deus eram uma caracterização perfeita da minha situação. De fato, sempre pensei que, como eu falava sem fazer rodeios e era com frequência enganada pelos outros, isto significava de algum modo que nenhuma parte de mim era traiçoeira ou ardilosa. Como resultado, nunca me identifiquei pessoalmente com a exposição de Deus sobre traição e astúcia no homem, em vez disto, coroava-me como a quintessência da honestidade. Pensava que todos os outros eram traiçoeiros e que eu era de algum modo diferente, que tinha nascido com esta honestidade inata. O meu pensamento era revoltante para Deus. Neste ponto, lembrei-me de outro trecho das Suas palavras: “Ser honesto significa entregar seu coração a Deus; jamais traí-Lo em nada; ser aberto com Ele em todas as coisas, nunca esconder a verdade; nunca fazer aquilo que engana seus superiores e que ilude seus subordinados e nunca fazer aquilo que simplesmente pareça impressionar bem a Deus. Resumindo, ser honesto é abster-se da impureza em suas ações e palavras e não enganar nem a Deus nem aos homens. […] Se você for hipócrita e adepto da socialização, então digo que você é definitivamente uma pessoa que brinca com Deus. Se suas palavras forem infestadas de desculpas e justificativas sem valor, então digo que você é extremamente reticente para colocar a verdade em prática. Se você tiver muitas confidências as quais relute em compartilhar e se estiver muito indisposto a desnudar seus segredos — ou seja, suas dificuldades — diante dos outros de forma a buscar o caminho da luz, então digo que você é alguém que não receberá a salvação facilmente e que não emergirá facilmente das trevas. Se buscar o caminho da verdade o agrada, então você é alguém que habita sempre na luz. Se você fica muito contente em ser um servidor na casa de Deus, trabalhando diligente e conscientemente no anonimato, sempre dando e nunca tirando, então digo que você é um santo leal, porque não busca recompensa e está simplesmente sendo honesto. Se você estiver disposto a ser sincero, se estiver disposto a despender tudo de si, se for capaz de sacrificar sua vida por Deus e testemunhar, se você for honesto a ponto de somente saber satisfazer a Deus sem considerar a si mesmo ou tomar para si mesmo, então digo que essas são pessoas nutridas na luz e que viverão para sempre no reino” (de ‘Três admoestações’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus me fizeram compreender o que Ele realmente quer dizer por honestidade. Honesto é alguém que dá o seu coração para Deus sem pensar em seu avanço pessoal ou planos futuros. Não há barganha com Deus, não há exigência de pagamento: uma pessoa honesta vive para contentar Deus. Uma pessoa honesta é fiel de maneira suprema a Deus e nunca tenta enganá-Lo. Ao cumprir as suas funções, ela é diligente e nunca tenta trapacear para fugir das coisas ou fazê-las sem vontade. A pessoa honesta se entrega despojada de todas as coisas diante de Deus e também está disposta a compartilhar suas questões privadas e problemas pessoais com seus irmãos e irmãs. Pessoas honestas não dão uma versão diluída da história, elas contam como realmente foi. Pessoas honestas mantém a verdade e são humanas. Em relação a mim, eu não entendia o que queria dizer ser uma pessoa honesta. No meu julgamento mundano das coisas, uma “pessoa honesta” de Deus era o que nós chamamos no mundo secular de uma “pessoa ingênua”. Eu pouco sabia que a “pessoa honesta” de Deus e a minha “pessoa honesta” tinham muito pouco em comum. Como eu era ignorante, que absurdo!

Satanás tem corrompido o homem por milhares de anos: todos nós crescemos em um ambiente permeado pela repugnância e maldade de Satanás. As nossas palavras e comportamento, o modo como nos portamos na sociedade, tudo está sujeito ao mando de Satanás. “Pense antes de falar”, “cada um por si e que o diabo leve o último”, “jogar nos dois times”, estas frases mais famosas de Satanás têm sido plantadas no inconsciente coletivo do homem: elas são parte e parcela de nossas vidas mesmo quando nos levam à traição e astúcia. Como a humanidade é afligida pela traição e astúcia, o que me fez pensar que era de algum modo imune, ou honesta de modo inato? Falo com franqueza e sem equívoco, porque sou uma pessoa franca e direta. Sofro a trapaça dos outros com frequência, porque sou ignorante e estúpida, mas isto não quer dizer que eu seja uma pessoa honesta. Ao relembrar, quantas vez usei de falsidade e mentiras para preservar a minha reputação e posição? Quantas vezes chafurdei na ansiedade em relação às minhas possibilidades futuras em vez de crer em Deus com um coração puro e unido? Temia que, ao doar tudo para Deus, eu acabasse com nada, pois sempre quis uma promessa de Deus, uma garantia de que um dia eu entraria no reino d’Ele. Apenas desta forma eu seria capaz de ver a verdade de modo sincero e sem preocupação. Quantas vezes não fui infiel a Deus, inquietando-me por causa de pequenas perdas e ganhos no processo de cumprir as minhas funções? E quantas vezes não tomei resoluções de sucesso ou derrota, falando “em alto e bom tom, mas com palavras vazias” para angariar o favor de Deus? Quantas vezes não fui capaz de me abrir para meus irmãos e irmãs e compartilhar meus problemas pessoais e questões privadas com medo de que eles me menosprezassem? Quantas vezes eu disse apenas aquilo que acreditava que me traria benefício pessoal, pondo-me na defensiva e suspeitando dos outros? Olhando para trás, parecia que meus pensamentos, palavras e ações eram repletos de traição e engano. Como resultado, o meu conceito de fé, as minhas contribuições, minhas interações com os outros e com Deus e o cumprimento de minhas funções foram todos infectadas pela traição. Você poderia dizer que eu estava vivendo cada momento de acordo com a própria essência da traição. Não sou, nem remotamente, uma pessoa honesta.

Obrigada, Deus, por me iluminar, por me mostrar que pessoas honestas não são aquelas que falam francamente e são ingênuas, mas, em vez disto, são possuidoras da verdade e da humanidade. Obrigada, por me mostrar que não sou honesta pela definição de Deus, mas sou uma pessoa afligida pela natureza traiçoeira de Satanás, uma traidora exposta por Deus. Querido Deus, de agora em diante, vou me esforçar para me tornar uma pessoa honesta. Peço-Lhe que me exponha e me permita ter uma compreensão mais profunda da minha própria natureza traiçoeira, para que eu possa me desprezar, negar a minha carne e, logo, me tornar uma pessoa honesta, possuidora da verdade e da humanidade.

Conteúdo Relacionado

  • O Espírito Santo trabalha de maneira fundamentada

    Qin Shuting Cidade de Linyi, Província de Shandong Por algum tempo, embora eu não tivesse deixado de comer e beber das palavras de Deus, nunca senti…

  • A altivez do espírito precede a queda

    Por motivo de trabalho, fui transferida para outra área de serviço. Na época fiquei muito grata a Deus. Eu não me sentia muito qualificada, contudo, por favorecimento divino, foi-me dada à oportunidade de cumprir meus deveres em uma área de trabalho excepcional. Prometi a Deus em meu coração que eu daria o melhor de mim para retribuir-Lhe.

  • Seja rigoroso consigo mesmo para disciplinar os outros

    Xiaoyan Cidade de Xinyang, Província de Henan Eu tinha uma parceria de trabalho muito próxima com uma irmã mais velha para questões gerais. Após tr…

  • Há grande felicidade na honestidade

    Na minha vida, eu sempre tive como lema a frase: “Não devemos ter no coração a intenção de prejudicar os outros, mas devemos vigiar para não sermos prejudicados” na interação social. Nunca confio facilmente nas pessoas. Sempre senti que nas situações em que não sabemos quais são as verdadeiras intenções de alguém, não devemos nos abrir cedo demais.