O que é a encarnação

28 de Outubro de 2021

Todos sabemos que, dois mil anos atrás, Deus veio encarnado para o mundo do homem como o Senhor Jesus para redimir a humanidade e pregou: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mateus 4:17). Ele também expressou muita verdade e, para completar a obra de redenção, Ele foi crucificado como oferta pelo pecado da humanidade, concluindo assim a Era da Lei e iniciando a Era da Graça. Essa foi a obra feita para redimir a humanidade na primeira vez que Deus veio encarnado. Embora o judaísmo tentasse condenar o Senhor Jesus e se juntasse ao governo Romano para pregá-Lo na cruz, dois mil anos depois, o evangelho do Senhor Jesus se espalhou até aos confins do mundo. Isso prova que o Senhor Jesus era o Deus encarnado, o único Deus e Criador verdadeiro que apareceu para operar na carne. Mas muitas pessoas não reconhecem que o Senhor Jesus é Deus encarnado. Em vez disso, tratam o Senhor Jesus como uma pessoa comum. Nem mesmo muitos pastores na religião reconhecem que o Senhor Jesus é Deus e só pensam que Ele é o Filho amado de Deus. Hoje, embora haja inúmeros crentes no Senhor, poucos realmente sabem que o Senhor Jesus é Deus, e ninguém conhece o significado e valor de todas as verdades expressadas pelo Senhor Jesus. Assim, no que diz respeito a acolher o Senhor, muitos caíram em desastre porque não conseguem ouvir a voz de Deus. Quanto àqueles que não ouvem a voz de Deus, embora pareçam crer com paixão, se eles vissem a imagem do Filho do homem no Senhor Jesus, eles realmente seriam capazes de continuar crendo no Senhor e seguindo Ele? Seriam capazes de condenar o Senhor Jesus como pessoa comum e negar que Ele é Deus? Se ouvissem o Senhor Jesus expressar tanta verdade hoje, Ainda seriam capazes de condenar o Senhor Jesus por blasfêmia e pregá-Lo na cruz mais uma vez? Baseando-nos no fato da condenação do Senhor Jesus pelos fariseus, podemos dizer com certeza que, se todos aqueles que creem no Senhor hoje O vissem em Sua imagem original como Filho do homem, muitas pessoas provavelmente fugiriam e muitas mais julgariam e condenariam o Senhor Jesus como os fariseus, e O pregariam novamente na cruz. Talvez alguns objetem quando formulo as coisas assim, mas tudo que digo é fato. É justamente porque a humanidade está tão corrompida e só confia em seus olhos em sua fé em Deus que ninguém reconheceria que o Filho do homem encarnado é a aparição de Deus. Isso nos mostra que a encarnação é um grande mistério. Por milhares de anos, ninguém tem sido capaz de entender esse aspecto da verdade. Embora os crentes saibam que o Senhor Jesus é o Deus encarnado, ninguém tem sido capaz de explicar o que é a encarnação e como devemos entender o Deus encarnado.

Por que, então, Deus decidiu encarnar na carne e aparecer e operar? Em termos precisos, a corrupção da humanidade exigiu que Deus viesse encarnado para fazer a obra de salvação. Em outras palavras, somente a vinda encarnada conseguiria realizar a salvação completa da humanidade. Deus veio encarnado duas vezes para redimir e salvar a humanidade. O Senhor Jesus era o Deus encarnado, e Ele veio para fazer a obra de redenção. Talvez alguns perguntem: Por que Deus não usou uma pessoa para fazer a obra de redenção? Por que Deus encarnou? Visto que cada membro da humanidade corrupta carrega pecado, todos nós somos pecadores, o que significa que não havia ofertas pelo pecado qualificadas. Só o Filho do homem encarnado era sem pecado, de modo que Deus encarnou como Filho do homem para assumir pessoalmente a obra de redenção. Somente isso mostrou a justiça e santidade de Deus, humilhou Satanás completamente e o deixou sem base para acusar a Deus. Isso também permitiu que a humanidade conhecesse o amor e a misericórdia de Deus por ela. Quando o Senhor Jesus completou a obra de redenção, Ele profetizou que voltaria. Hoje, o Senhor Jesus retornou e é Deus Todo-Poderoso encarnado. Deus Todo-Poderoso expressou muita verdade e faz a obra de julgamento nos últimos dias para purificar a corrupção da humanidade, para salvar a humanidade do pecado e do poder de Satanás e para levar a humanidade para um lindo destino. O inesperado, porém, é que, embora Deus Todo-Poderoso tenha expressado tanta verdade, Ele ainda sofre muita resistência e é condenado pelas forças dos anticristos no mundo religioso, que juntaram forças com o Partido Comunista, para tentar bloquear, arruinar e banir a aparição e obra de Deus nos últimos dias. Fazem de tudo para negar que Deus Todo-Poderoso é a aparição do Deus encarnado e também condenam e blasfemam contra Deus Todo-Poderoso como pessoa comum, o que expõe o rosto feio das forças dos anticristos no mundo religioso como aqueles que odeiam a verdade e resistem a Deus. Voltando dois mil anos na história, vemos que os sumos sacerdotes, escribas e fariseus preferiam morrer a aceitar o Senhor Jesus como o Messias. Caracterizaram o Senhor Jesus como pessoa comum que blasfemava, fazendo de tudo para resistir, condenar e blasfemar contra o Senhor Jesus, e finalmente O pregaram na cruz, cometendo um crime hediondo, pelo qual foram amaldiçoados e punidos por Deus. Hoje, Deus Todo-Poderoso aparece e opera na imagem do Filho do homem. Muitas pessoas viram que as palavras expressadas por Deus Todo-Poderoso são a verdade, ouviram a voz de Deus e todas elas aceitaram felizes a obra de Deus nos últimos dias e acolheram o Senhor. Existem, porém, muitas pessoas que não conhecem o Deus encarnado, que ainda tratam Deus Todo-Poderoso como uma pessoa comum e que também julgam e condenam todos aqueles que aceitam Deus Todo-Poderoso, dizendo que eles acreditam numa pessoa comum. Essas pessoas acham que entendem a Bíblia, por isso se recusam a investigar o caminho verdadeiro e condenam e resistem freneticamente a Deus Todo-Poderoso, cometendo o pecado de crucificar Deus mais uma vez. Por que ambas as encarnações de Deus têm sido condenadas e rejeitadas pelo homem? Porque as pessoas não conhecem Deus, não entendem o que é verdade e entendem ainda menos o grande mistério da encarnação. Também é porque os humanos são profundamente corruptos e têm naturezas satânicas. Eles não só desdenham e odeiam a verdade, também são muito hostis a Deus e não têm nenhum temor. Na verdade, existem alguns crentes piedosos em Deus que foram enganados pelo PCCh, o reio dos demônios e pelas forças de anticristos religiosos devido à sua ignorância e seguiram a senda de resistir a Deus. A razão de seu fracasso é falta de conhecimento sobre a encarnação e a verdade, por isso são incapazes de ouvir a voz de Deus e, por isso, tratam o Deus encarnado como pessoa comum e O condenam e blasfemam contra Ele. É evidente que entender a verdade da encarnação é vital para acolhermos o Senhor e sermos elevados para o reino dos céus. É uma questão crítica relacionada ao nosso destino final.

Muitos perguntarão: Já que o Senhor Jesus é Deus encarnado e fez a obra de redenção e a humanidade já foi salva e se voltou para Deus, por que Deus ainda precisa encarnar nos últimos dias para fazer a obra de julgamento para salvar o homem? Existe um significado muito profundo nisso. Em termos simples: As duas encarnações de Deus para redimir a humanidade e então nos purificar e salvar plenamente foram predeterminadas por Deus muito antes da criação do mundo. Há muitas profecias na Bíblia que afirmam que Deus viria encarnado duas vezes como o Filho do homem. Na primeira vez, por meio da crucificação como oferta pelo pecado, Ele completou a obra de redenção, para que os pecados das pessoas fossem perdoados, mas as pessoas não escaparam do pecado nem alcançaram santidade. Na segunda vez, por meio da obra de julgamento e expressando a verdade, Ele purificará o homem, salvando-o completamente do pecado e da influência de Satanás, para encerrar a era e levar a humanidade para um lindo destino. Portanto, as duas encarnações pretendem redimir o homem e então salvá-lo completamente. Deus encarnou duas vezes para completar seu plano de gerenciamento para salvar o homem. Hoje, a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias conquistou e aperfeiçoou um grupo de pessoas como vencedores, Deus derrotou Satanás e ganhou glória, e podemos dizer que Deus completou Sua grande obra. Há coisas que Deus já fez. Agora podemos ver a importância incrível da encarnação de Deus nos últimos dias. De um lado, ela encerrou a era antiga, a Era da Graça, e iniciou uma nova era, a Era do Reino. De outro, purifica e salva por completo a humanidade e a leva a um lindo destino. Tanto a obra de redenção como a obra de julgamento são completadas pelo Deus encarnado, de modo que as duas encarnações de Deus são de significado profundo. Hoje, Deus Todo-Poderoso expressou tanta verdade e fez tantas coisas maravilhosas no nosso mundo, por que, então, ainda há tantas pessoas que não conhecem a obra de Deus? Muitas ainda se recusam a admitir que Deus Todo-Poderoso é o Deus encarnado, se agarram a noções religiosas, acreditam que só o Senhor Jesus é Deus e insistem que só poderemos entrar no reino dos céus se formos fiéis à Bíblia. Que coisa mais tola e ignorante! Como pessoas tão tolas poderiam ouvir a voz de Deus? E como poderiam descobrir toda a verdade expressada por Deus Todo-Poderoso? Isso é porque as pessoas carecem de conhecimento do Deus encarnado e não podem reconhecer a voz de Deus, assim não podem ser elevadas para diante do trono de Deus. Essas pessoas ignorantes, essas virgens tolas, jamais ganharão a aprovação de Deus, não importa por quantos anos creiam. Se você quer acolher o Senhor, conhecimento do Deus encarnado e entendimento da verdade da encarnação são cruciais! O que, então, é a encarnação? E como devemos entender a encarnação? Como podemos distinguir entre o Cristo verdadeiro e cristos falsos? Entenderemos depois de lermos a palavra de Deus Todo-Poderoso.

Deus Todo-Poderoso diz: “O significado de ‘encarnação’ é que Deus aparece na carne; Ele opera entre os homens de Sua criação na imagem de uma carne. Assim, para Deus Se encarnar, Ele precisa primeiro ser carne, carne com humanidade normal; esse é o pré-requisito mais básico. De fato, a implicação da encarnação de Deus é que Deus vive e opera na carne, Deus, em Sua essência, Se torna carne, Se torna um homem” (‘A essência da carne habitada por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). “O Deus encarnado é chamado de Cristo, e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus” (‘A essência de Cristo é obediência à vontade do Pai celestial’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Deus tornado carne é chamado de Cristo, e assim o Cristo que pode dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há nada de excessivo nisso, pois Ele possui a essência de Deus e possui o caráter de Deus e sabedoria em Sua obra, que não podem ser alcançadas pelo homem. Aqueles que chamam a si mesmos de Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus são fraudes. Cristo não é meramente a manifestação de Deus na terra, mas também a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não pode ser suplantada por qualquer homem, mas é uma carne capaz de suportar adequadamente a obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de representar bem a Deus e de fornecer vida ao homem” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”). A palavra de Deus afirma claramente que encarnação é a realização do Espírito de Deus na carne, o que significa que o Espírito de Deus assume carne para se tornar uma pessoa comum, e então aparece e opera no mundo humano. Em termos simples, significa que o Espírito de Deus assume a carne e se torna o Filho do homem. Por fora, o Deus encarnado é uma pessoa normal e comum, uma pessoa nem altiva nem extraordinária, que come, Se veste e Se locomove como pessoas comuns e leva uma vida comum. Ele precisa comer quando está com fome e dormir quando está cansado, Ele experimenta emoções humanas normais, Ele realmente vive entre os homens, e ninguém consegue ver que Ele é o Deus prático encarnado. No entanto, a despeito de ser uma pessoa normal e comum, existe uma diferença substancial entre Ele e os humanos criados. Ele é a encarnação de Deus, e o Espírito de Deus está dentro Dele. Ele tem humanidade normal, mas também divindade completa, que é visível e palpável. Ela se manifesta no fato de que Ele pode expressar a verdade e revelar mistérios a qualquer hora em qualquer lugar. Ele pode expressar e testificar o caráter de Deus, tudo que Deus tem e é, a mente e os pensamentos de Deus, o amor de Deus e a onipotência e sabedoria de Deus, para que as pessoas conheçam e entendam a Deus. Ele pode revelar todos os mistérios da Bíblia, o que significa que Ele pode abrir o pergaminho profetizado em Apocalipse. Isso prova que Ele tem divindade completa. Por fora, Cristo é uma pessoa comum, mas Ele é capaz de expressar tanta verdade, despertar as pessoas e salvar o homem corrupto da influência de Satanás. Sem o Espírito de Deus dentre dele, como alguém poderia fazer essas coisas? Nenhuma celebridade nem personalidade conseguiria fazer tais coisas, Pois nenhuma celebridade nem personalidade pode expressar a verdade. Elas não possuem nenhuma verdade. Não podem nem salvar a si mesmas, como poderiam salvar toda a humanidade? O Deus encarnado pode expressar a verdade e fazer a obra de julgamento e purificar e salvar o homem, que são habilidades que nenhum humano possui. O livro “A Palavra manifesta em carne” é a declaração de Deus nos últimos dias e é testemunho da obra de julgamento de Deus nos últimos dias. Enquanto os escolhidos de Deus têm experimentado a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, e aceitado a rega e o pastoreio do Próprio Deus Todo-Poderoso, todos eles sentiram a praticidade profunda da obra de Deus encarnado. Deus realmente vive no meio das pessoas e expressa a verdade com base em nossa situação atual para nos apoiar e prover para nós, e para expor nossos desvios na crença em Deus, as buscas e pontos de vista equivocados e todos os tipos de caracteres satânicos dentro de nós, para que possamos ganhar conhecimento e mudar. Deus também nos conta Seus desejos e exigências às pessoas, dando-nos os objetivos mais práticos e corretos para buscar e os princípios para praticar, para que possamos entrar nas realidades da verdade, receber a salvação de Deus e escapar das forças sombrias de Satanás. Todos que seguem Deus Todo-Poderoso experimentam profundamente que, sem a vinda de Deus encarnado para expressar a verdade e julgar e castigar as pessoas, eles jamais seriam capazes de reconhecer sua natureza pecaminosa nem conseguiriam escapar da escravidão e das restrições do pecado. Percebem também que seus caracteres corruptos só podem ser purificados aceitando o julgamento e castigo de Deus, que só podem temer a Deus e evitar o mal com o conhecimento do caráter justo de Deus e que só podem viver uma semelhança humana vivendo a palavra de Deus, qualificando-se para receber as promessas e bênçãos de Deus e ser levados para o reino dos céus. Contemple isto: Sem a vinda de Deus encarnado para expressar tanta verdade nos últimos dias, nós teríamos essa oportunidade única de ser salvos? Seríamos capazes de receber o julgamento e castigo de Deus e desfrutar das abundantes bênçãos de Deus? Sem a encarnação de Deus nos últimos dias, toda a humanidade estaria condenada à destruição, e ninguém receberia salvação. É como diz a palavra de Deus Todo-Poderoso: “Desta vez, Deus vem para operar não em um corpo espiritual, mas em um corpo muito comum. Além disso, não somente é o corpo da segunda encarnação de Deus, como também é o corpo por meio do qual Deus retorna à carne. É uma carne muito comum. Você não consegue ver nada que O faça Se destacar dos outros, mas pode ganhar Dele verdades jamais ouvidas. Esta carne insignificante é o que incorpora todas as palavras da verdade que vem de Deus, que assume a obra de Deus nos últimos dias e expressa todo o caráter de Deus para que o homem entenda. Você não deseja imensamente ver o Deus no céu? Não deseja imensamente entender o Deus no céu? Não deseja imensamente ver o destino da humanidade? Ele lhe contará todos esses segredos — segredos que nenhum homem tem sido capaz de lhe contar, e Ele lhe contará também as verdades que você não entende. Ele é a sua porta para o reino e seu guia para a nova era. Uma carne tão comum comporta muitos mistérios insondáveis. Seus feitos podem ser inescrutáveis para você, mas todo o objetivo da obra que Ele faz é suficientemente bastante para permitir que você veja que Ele não é, como as pessoas creem, uma simples carne. Pois Ele representa a vontade de Deus e o cuidado demonstrado por Deus para com a humanidade nos últimos dias. Embora você não possa ouvir Suas palavras que parecem abalar céus e terra, embora não possa ver os olhos Dele como uma chama de fogo e embora não consiga receber a disciplina de Sua vara de ferro, mesmo assim, você pode ouvir de Suas palavras que Deus está irado e saber que Deus está demonstrando compaixão pela humanidade; você pode ver o caráter justo de Deus e Sua sabedoria e, mais ainda, perceber como Deus é solícito para com toda a humanidade. A obra de Deus nos últimos dias é para permitir que o homem veja o Deus no céu vivendo entre os homens na terra e capacitar o homem para que conheça, obedeça, reverencie e ame a Deus. É por isso que Ele voltou à carne pela segunda vez. Embora o que o homem veja hoje seja um Deus que é igual a um homem, um Deus com um nariz e dois olhos e um Deus pouco notável, no final, Deus mostrará a vocês que, se este homem não existisse, o céu e a terra sofreriam uma tremenda mudança; se este homem não existisse, os céus se escureceriam, a terra afundaria no caos e a humanidade toda viveria em meio a fome e pragas. Ele mostrará a vocês que, se Deus encarnado não viesse para salvá-los nos últimos dias, então, Deus teria, há muito tempo, destruído toda humanidade no inferno; se esta carne não existisse, vocês seriam arquipecadores para sempre e seriam sempre cadáveres. Vocês deveriam saber que, se esta carne não existisse, toda a humanidade enfrentaria uma inelutável calamidade e acharia impossível escapar da ainda mais severa punição que Deus infligirá à humanidade nos últimos dias. Se esta carne comum não tivesse nascido, vocês todos estariam em um estado em que implorariam pela vida sem ser capazes de viver e orariam pedindo a morte sem poder morrer; se essa carne não existisse, vocês não seriam capazes de ganhar a verdade e se colocar diante do trono de Deus hoje. Em vez disso, seriam punidos por Deus devido a seus pecados atrozes. Vocês sabiam que, se não fosse pela volta de Deus à carne, ninguém teria uma chance de salvação? Que, se não fosse pela vinda desta carne, Deus teria há muito tempo dado fim à era antiga? Assim sendo, vocês ainda conseguem rejeitar a segunda encarnação de Deus? Já que vocês podem tirar tantos benefícios deste homem comum, então por que não O aceitariam de bom grado?” (‘Você sabia? Deus fez uma grande coisa entre os homens’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A esta altura, alguns perguntarão: “A aparência externa de Deus encarnado é comum, e Sua divindade está oculta em Sua carne, então, se Deus veio, como podemos reconhecê-Lo como o Deus encarnado?” As palavras de Deus Todo-Poderoso nos mostram o caminho. Deus Todo-Poderoso diz: “Aquele que é Deus encarnado há de possuir a essência de Deus e Aquele que é Deus encarnado há de possuir a expressão de Deus. Uma vez que Se torna carne, Deus há de levar adiante a obra que intenciona fazer, e, já que Deus Se torna carne, Ele há de expressar o que Ele é e de ser capaz de trazer a verdade ao homem, de conceder-lhe vida e de lhe indicar o caminho. A carne que não contém a essência de Deus decididamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Se o homem pretende inquirir se é a carne de Deus em pessoa, então deve corroborar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele profere. O que quer dizer que, para corroborar se é ou não a carne de Deus em pessoa e se é ou não o verdadeiro caminho, é preciso discriminar com base em Sua essência. E assim, ao determinar se é a carne do Deus em pessoa, a chave está em Sua essência (Sua obra, Suas declarações, Seu caráter e muitos outros aspectos), em vez de na aparência exterior. Se o homem examina apenas a Sua aparência exterior e, como resultado, ignora a Sua essência, isso demonstra que o homem é inculto e ignorante” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”). A palavra de Deus nos mostra que o reconhecimento de Deus encarnado não se baseia em Sua aparência, nem em que família Ele nasceu, nem em se Ele tem posição ou poder, nem em se Ele tem prestígio no mundo religioso. Ele não se baseia nessas coisas. Em vez disso, baseia-se em se Ele tem a essência de Deus, se Ele pode expressar a verdade e fazer a obra do Próprio Deus. Esse é o elemento mais crucial. Se Ele pode expressar a verdade e fazer a obra de salvar o homem, então, mesmo que tenha nascido numa família comum e careça de poder e posição na sociedade, Ele é Deus. Como na Era da Graça, quando o Senhor Jesus veio para operar, Ele nasceu numa família comum, veio ao mundo numa manjedoura, Ele não era alto nem de estatura forte e não tinha status nem poder, mas Ele podia expressar a verdade, deu às pessoas o caminho do arrependimento e podia perdoar os pecados das pessoas. Aqueles que amavam a verdade, como seus discípulos Pedro e João, viram na obra do Senhor Jesus e na verdade que Ele expressava que Ele tinha o poder e a autoridade de Deus e reconheceram o Senhor Jesus como o Messias, então O seguiram e ganharam a salvação do Senhor. Hoje, Deus encarnou mais uma vez no mundo humano e, embora pareça ser uma pessoa comum por fora, Deus Todo-Poderoso pode expressar muita verdade e faz a obra de julgamento nos últimos dias. Muitos em todos os países e lugares viram a verdade expressada por Deus Todo-Poderoso, reconheceram a voz de Deus, aceitaram Deus Todo-Poderoso e foram elevados para diante do trono de Deus. Começaram a experimentar o julgamento e castigo de Deus e entenderam alguma verdade. Todos têm experiências e um testemunho maravilhoso e dão tudo de si para pregar o evangelho e testificar de Deus. Os fatos provam que somente alguém que pode expressar a verdade, julgar e purificar as pessoas e salvar o homem é Cristo e o Deus encarnado. Isso é inegável. Se alguém não pode expressar a verdade e só pode enganar os outros mostrando sinais e maravilhas, essa é a obra de um espírito maligno. Caso se chamem de Deus, são cristos falsos que se fingem de Deus. Para conhecer o Deus encarnado, devemos ter certeza deste fato: Só Deus encarnado pode expressar a verdade, fazer a obra de julgamento nos últimos dias e salvar a humanidade das forças de Satanás.

Deus Todo-Poderoso expressou tanta verdade e fez tamanha obra nos últimos dias, mas há muitas pessoas que se fingem de cegas e esperam que o Senhor Jesus venha abertamente numa nuvem. Tais pessoas gemerão e rangerão os dentes quando forem destruídas no desastre. Isso cumpre a profecia em Apocalipse: “Eis que vem com as nuvens, e todo olho O verá, até mesmo aqueles que O traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre Ele” (Apocalipse 1:7). Deus Todo-Poderosos também diz: “Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus, Deus terá feito novo céu e nova terra”. Por fim, leiamos uma passagem da palavra de Deus Todo-Poderoso. “Aqueles que querem ganhar vida sem depender da verdade dita por Cristo são as pessoas mais ridículas na terra, e aqueles que não aceitam o caminho de vida trazido por Cristo estão perdidos na fantasia. Por isso, Eu digo que quem não aceitar Cristo dos últimos dias será eternamente abominado por Deus. Cristo é a porta de entrada do homem para o reino durante os últimos dias, e não há ninguém que possa se desviar Dele. Ninguém pode ser aperfeiçoado por Deus, exceto por meio de Cristo. Você crê em Deus, então deve aceitar as palavras Dele e obedecer ao Seu caminho. Não deve pensar só em ganhar bênçãos enquanto se mostra incapaz de receber a verdade e incapaz de aceitar a provisão de vida. Cristo vem durante os últimos dias para que todos que acreditam verdadeiramente Nele possam ser supridos com vida. Sua obra é dedicada a concluir a era antiga e a entrar na nova, e Sua obra é a senda que deve ser tomada por todos aqueles que entrarem na nova era. Se você é incapaz de reconhecê-Lo e, em vez disso, O condena, blasfema ou até O persegue, está fadado a queimar pela eternidade e nunca entrará no reino de Deus. Pois esse Cristo é Ele Próprio a expressão do Espírito Santo, a expressão de Deus, Aquele que Deus incumbiu de fazer a Sua obra na terra. E assim Eu digo que, se você não pode aceitar tudo o que é feito por Cristo dos últimos dias, então você blasfema contra o Espírito Santo. A retribuição a ser recebida por todos que blasfemam contra o Espírito Santo é autoexplicativa para todos. Eu também lhe digo que, se você se opõe a Cristo dos últimos dias e O nega, não há quem possa suportar as consequências em seu lugar. Além do mais, desse dia em diante você não terá outra oportunidade de ganhar a aprovação de Deus; mesmo se você tentar redimir a si mesmo, nunca mais contemplará a face de Deus. Pois ao que você se opõe não é um homem, o que você nega não é qualquer ser insignificante, mas Cristo. Você está ciente dessas consequências? Você não terá cometido um pequeno erro, mas um crime atroz. E assim recomendo a todos a não mostrar as presas diante da verdade nem fazer críticas imprudentes, pois só a verdade pode lhe trazer vida, e nada exceto a verdade pode permitir que você renasça e contemple novamente a face de Deus” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

Entre em contato conosco pelo Whatsapp