10. O que é cumprir o seu dever?

07 de Outubro de 2018

Palavras de Deus relevantes:

Cumprir o dever é a verdade. Cumprir seu dever na casa de Deus não é simplesmente cumprir uma pequena obrigação, fazer um pouco do que você deve fazer — é cumprir seu dever como criatura de Deus que vive no mundo! Essa é sua obrigação, sua responsabilidade, e essa responsabilidade é a verdadeira responsabilidade, é o cumprimento de sua responsabilidade e obrigação perante o Senhor da criação. Entre cumprir o dever de criatura de Deus e a piedade filial para com seus pais, qual é a verdade? Cumprir o dever de uma criatura de Deus é a verdade, é uma vocação enviada do céu.

Extraído de ‘O que é a realidade da verdade?’ em “Registros das falas de Cristo”

O dever não é gerenciado por você — não é a sua carreira nem o seu trabalho; em vez disso, é a obra de Deus. A obra de Deus requer a sua cooperação, o que dá origem ao seu dever. A parte da obra de Deus com a qual o homem deve cooperar é o seu dever. O dever é a porção da obra de Deus — não é sua carreira, não são seus assuntos domésticos, nem seus assuntos particulares na vida. Se o seu dever é lidar com assuntos externos ou internos, é a obra da casa de Deus, ela forma uma parte do plano de gerenciamento de Deus e é a comissão que Deus deu a você. Não é seu negócio pessoal. Então, como você deveria tratar o seu dever? […]

Não importa que dever cumpra, você precisa sempre buscar compreender a vontade de Deus e entender quais são Suas exigências em relação a seu dever; só então você será capaz de lidar com as questões de uma maneira baseada em princípios. Ao realizar o seu dever, você não pode de maneira alguma seguir suas preferências pessoais, ao fazer só o que gostaria de fazer, o que você ficaria feliz e confortável fazendo, nem o que o faria parecer bom. Se você impuser forçosamente suas preferências pessoais para Deus ou praticá-las como se fossem a verdade, observando-as como se fossem as verdades-princípio, então isso não é cumprir o seu dever, e realizar o seu dever dessa maneira não será lembrado por Deus.

Extraído de ‘Só buscando as verdades-princípio é possível realizar bem o seu dever’ em “Registros das falas de Cristo”

6. Faça aquilo que deve ser feito pelo homem, cumpra suas obrigações, cumpra suas responsabilidades e atenha-se ao seu dever. Como você crê em Deus, faça sua contribuição à obra de Deus; se não o fizer, você não está apto a comer e beber as palavras de Deus e não está apto a viver na casa de Deus.

Extraído de ‘Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido de Deus na Era do Reino’ em “A Palavra manifesta em carne

O desempenho do homem de seu dever é, na verdade, a realização de tudo que é inerente ao homem, isto é, do que lhe é possível. É aí que o seu dever é cumprido. Os defeitos do homem durante seu serviço são reduzidos gradualmente por meio da experiência progressiva e do processo de submeter-se ao julgamento; eles não impedem nem afetam o dever do homem. Os que param de servir ou cedem e retrocedem por medo de que possa haver inconvenientes em seu serviço são os mais covardes de todos. Se as pessoas não podem expressar o que deviam expressar durante o serviço, nem alcançar o que lhes é inerentemente possível, e, em vez disso, se enganam e agem sem se envolver, elas perderam a função que um ser criado deveria ter. Essas pessoas são o que é conhecido por “mediocridades”; são refugo inútil. Como tais pessoas podem ser apropriadamente chamadas de seres criados? Não são seres corruptos que brilham por fora estando podres por dentro?

Extraído de ‘A diferença entre o ministério de Deus encarnado e o dever do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Não há correlação entre o dever do homem e se ele é abençoado ou amaldiçoado. O dever é o que o homem deve cumprir; é sua vocação providencial, e não deveria depender de recompensa, condições ou razões. Só então ele está fazendo o seu dever. Ser abençoado é quando alguém é aperfeiçoado e desfruta das bênçãos de Deus após experimentar julgamento. Ser amaldiçoado é quando o caráter de alguém não muda depois de ter experimentado castigo e julgamento, é quando não experimenta ser aperfeiçoado, mas, sim, punido. Mas, independentemente de ser abençoados ou amaldiçoados, os seres criados devem cumprir seu dever, fazer o que devem fazer e fazer o que são capazes de fazer; isso é o mínimo que uma pessoa, uma pessoa que busca a Deus, deveria fazer. Você não deve fazer o seu dever apenas para ser abençoado e não deve se recusar a agir por medo de ser amaldiçoado. Deixe-Me dizer-lhes uma coisa só: o desempenho do homem de seu dever é o que ele deve fazer e, se ele é incapaz de desempenhar seu dever, então isso é a sua rebeldia.

Extraído de ‘A diferença entre o ministério de Deus encarnado e o dever do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Qual o dever cada pessoa deve cumprir? O dever que cada pessoa deve cumprir é a verdade que ela deveria praticar, e a verdade que ela deveria praticar é o dever que ela deveria cumprir e a obrigação que ela deveria cumprir. Se você praticar a verdade que você entende e deveria praticar, então terá cumprido corretamente o seu dever. Se não praticar a verdade, então você não está cumprindo o seu dever. Você está causando problemas, está enganando a Deus e está simplesmente sendo negligente com Ele. Portanto, o cumprimento de seus deveres deve necessariamente ser combinado com a verdade, deve estar intimamente ligado com a verdade. Você deve colocar em prática todas as verdades que entende e deve viver a realidade da verdade. Viver a realidade da verdade é uma representação da verdadeira imagem do homem. Quando Deus criou o homem, foi baseado nessa imagem, por isso, se viver a imagem da verdade, você satisfará a Deus, Deus ficará contente quando olhar para você, Ele abençoará você, dará a você a vida eterna e deixará que você viva para sempre. Porém, se você não viver a imagem da verdade, então não é digno de ser chamado humano, e quando Deus olhar para você, Ele pensará que você não tem nada do sopro de vida que Ele concedeu a você, e tal lixo Ele eliminará. Logo, quando você crer em Deus, tem de experimentar e praticar a verdade que Ele outorgou à humanidade, e, no final, você deve viver a realidade da Sua palavra. Isso é cumprir seus deveres. […] Se a verdade estiver ausente de seus deveres, então não está realmente cumprindo seus deveres, mas está sendo negligente, falso e enganador, você está apenas cumprindo formalidades, apenas seguindo o procedimento. Você deve praticar a verdade enquanto cumpre seus deveres — apenas isso é cumprir verdadeiramente os seus deveres, apenas isso é cumprir seus deveres à altura do padrão e apenas isso é possuir a realidade do ser humano. Quando você está cumprindo seus deveres, você já está praticando a verdade. Qualquer que seja a parte da obra que você faz dentro da igreja envolve a prática da verdade, e quando você está praticando a verdade, você está cumprindo suas responsabilidades, suas obrigações, e esse é o seu dever, então você deve cumpri-lo bem. Isso é o que queremos dizer com praticar a verdade. Então, qual é a verdadeira relação entre cumprir seus deveres e praticar a verdade? Eles são duas maneiras diferentes de interpretar a mesma coisa. De fora, parece um dever sendo cumprido, mas na essência, é a verdade sendo praticada. Então, se você não entender a verdade quando cumprir seus deveres, será capaz de executar corretamente a obra? Você não será. Primeiro de tudo, você não terá um entendimento claro do que significa cumprir seus deveres, ou de como cumpri-los corretamente. Segundo, chegará o dia em que você terá de fato um entendimento claro, mas ainda falhará em cumprir corretamente os seus deveres. Eles ainda serão cheios de erros. Neste momento, você descobrirá que seu caráter é corrompido demais, que você tem muitas deficiências nas coisas que faz. Você começará a buscar a verdade a fim de se livrar da corrupção, e a partir do momento em que você se livrar dela e entender a verdade, você começará efetivamente a cumprir seus deveres. Neste momento, você cumprirá seus deveres de modo certo e apropriado, não apenas de nome, mas na realidade. Se você possuir a verdade enquanto cumpre seu dever, se nem um simples pedacinho de corrupção for manifestado enquanto você o cumpre, então os resultados devidos serão alcançados no tal cumprimento e você também terá praticado a verdade bem o bastante. Isso é totalmente verdadeiro. Por isso, sempre que estiver cumprindo seus deveres, o modo que você busca a verdade é muito importante. Se você não buscar a verdade, então é certo que o cumprimento de seus deveres não será suficiente o bastante.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado