A Bíblia diz: “Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor” (1 Tessalonicenses 4:17). Nós cremos que, uma vez que o Senhor chegue, nós seremos arrebatados diretamente para as nuvens no céu para encontrá-Lo. Você testifica que o Senhor voltou, então por que não fomos arrebatados?

20 de Fevereiro de 2021

Resposta:

Nosso acolhimento do retorno do Senhor deve se basear nas profecias do Senhor Jesus – isso seria o mais correto. Você está se referindo às palavras de quem? Às palavras do Senhor ou às palavras do homem? “Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor” foi dito por Paulo; nem o Senhor Jesus nem o Espírito Santo jamais professaram tais palavras. Paulo fala pelo Senhor Jesus? Suas palavras podem representar as palavras de Deus? Só Deus conhece o mistério de como o Senhor levantará os crentes para o reino celestial durante os últimos dias. Se nós, os humanos corruptos, tivermos a audácia de interpretar e concluir cegamente tais coisas, então existe um problema sério. Paulo não era Cristo, ele não era nada além de um ser humano corrupto. O que ele disse não tinha nenhuma base nas palavras de Deus, portanto, não há dúvida de que isso transbordava das máculas e imaginações do homem. Assim, as palavras de Paulo não são a verdade e não podem servir como nenhum tipo de base; a única maneira correta de acolher a chegada do Senhor é agir de acordo com as palavras de Deus na Bíblia.

Vejamos o que o Senhor Jesus disse: “Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o Teu nome; venha o Teu reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu” (Mateus 6:9-10). O Senhor Jesus está nos dizendo claramente que o reino de Deus está na terra, não no céu, e que a vontade de Deus será feita na terra assim como no céu. Vejamos agora Apocalipse 21:2-3: “E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva ataviada para o seu noivo. E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o Seu povo, e Deus Mesmo estará com eles, e será o seu Deus.” E Apocalipse 11:15 diz: “O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do Seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.” A menção do “o tabernáculo de Deus está com os homens”, “a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus”, e “O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do Seu Cristo” nessas profecias é prova suficiente de que o reino de Deus é feito na terra. Ele viverá com o homem na terra, e os reinos do mundo se tornarão o reino de Cristo para todo o sempre. De acordo com nossas noções e imaginações, o reino de Deus está no céu, e, quando o Senhor voltar, Ele nos elevará para o céu. Se assim fosse, como as palavras de Deus se cumpririam? Na realidade, a conquista final do plano de gerenciamento de Deus para a salvação da humanidade é a criação do reino de Deus na terra. Cristo dos últimos dias, Deus Todo-Poderoso, faz a obra de julgar e purificar o homem a fim de formar um grupo de vencedores na terra; esses vencedores, que são salvos e completados por Deus, são aqueles que praticam as palavras de Deus e seguem o caminho de Deus na terra – são o povo do reino de Deus. Quando esses vencedores forem completados, Deus terá terminado na terra, após o qual o reino de Cristo será realizado na terra e Deus será plenamente glorificado. As profecias do livro de Apocalipse são o que Deus deseja alcançar por fim – você realmente não consegue enxergar esse fato?

Pode haver alguns que perguntem: se o reino está na terra, por que o Senhor Jesus disse: “Vou preparar-vos lugar. E, se Eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para Mim Mesmo, para que onde Eu estiver estejais vós também” (João 14:2-3)? O Senhor Jesus ascendeu ao céu após a ressurreição para preparar um lugar para nós, então a razão dita que esse lugar também deve estar no céu – como essas palavras devem ser entendidas? É justo dizer que ninguém consegue entender as profecias do Senhor. Nós só entendemos ao que as palavras do Senhor Jesus se referem após aceitarmos a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias e vermos os fatos do cumprimento de Sua obra. O fato de o Senhor preparar um lugar para nós se refere a Deus se tornar carne para falar e operar na terra nos últimos dias. Assim Ele também predeterminou que nós nasceríamos durante os últimos dias, e quando Ele aparece e realiza Sua obra, nós somos levantados para diante do trono de Deus para aceitar o julgamento e a purificação das palavras de Deus e ser transformados em vencedores antes da chegada dos desastres. O processo do Senhor voltar para nos receber é o processo de nos purificar e aperfeiçoar. Comemos, bebemos e desfrutamos as palavras de Deus, experimentamos a obra de Deus e participamos do banquete com Deus – isso não é nós nos encontrando com o Senhor? Quando chegar o dia em que a obra de Deus se encerrar e nós formos purificados e aperfeiçoados, nós seremos levados para o reino de Deus. Naquele momento, os reinos da terra se tornarão o reino de Cristo, Cristo reinará no reino, e nós seremos o povo de Deus que O adora em Seu reino. Isso não cumpre as palavras do Senhor: “onde Eu estiver estejais vós também”? O reino de Deus é construído na terra, Deus decretou que viveremos na terra. Nossa insistência em subirmos para o céu não é contrária à obra e à vontade de Deus?

O que, então, significa ser arrebatado? Isso não estava claro para a maioria das pessoas. Foi só quando Deus Todo-Poderoso veio que esse mistério de ser arrebatado nos foi revelado, dizendo: “‘Ser apanhado’ não significa ser levado de um lugar baixo para um lugar alto, como as pessoas podem imaginar; isso é um grande equívoco. ‘Ser apanhado’ se refere a Eu predestinar e depois selecionar. Visa a todos aqueles a quem predestinei e escolhi. Todos aqueles que são apanhados são pessoas que ganharam o status de filhos primogênitos ou que são o povo de Deus. Isso é totalmente incompatível com as noções das pessoas. Os que terão uma porção na Minha casa no futuro são todos aqueles que foram apanhados diante de Mim. Isso é absolutamente verdadeiro, imutável e irrefutável. É um contra-ataque a Satanás. Qualquer um que Eu predestinei será apanhado para diante de Mim” (‘Capítulo 104’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). Deus Todo-Poderoso afirma inequivocamente que “ser arrebatado” não é como imaginamos – não significa que somos levantados do chão e elevados para as nuvens para encontrar o Senhor, muito menos significa que somos levantados para o céu. Ao contrário, refere-se a ouvirmos a voz de Deus e seguirmos a Deus, aceitarmos e obedecermos a Sua obra dos últimos dias e seguirmos os passos do Cordeiro quando Deus encarna durante os últimos dias para falar, aparecer e operar. Esse é o verdadeiro significado de ser levantado para diante do trono de Deus. Todos que são capazes de reconhecer a voz de Deus e que, em meio às palavras de Deus Todo-Poderoso, podem descobrir e aceitar a verdade e se voltar para Deus Todo-Poderoso são as virgens sábias, todos eles são “ouro, prata e pedras preciosas” que foram “roubadas” pelo Senhor e devolvidas à casa de Deus. Essas pessoas são capazes de entender e aceitar a verdade e de entender a voz de Deus e são aquelas que são verdadeiramente levantadas para diante de Deus. Desde que Deus Todo-Poderoso embarcou na obra dos últimos dias, um número cada vez maior de pessoas que realmente anseia pela aparição de Deus tem reconhecido a voz de Deus nas palavras de Deus Todo-Poderoso. Cada uma aceitou a obra de julgamento de Deus dos últimos dias, foi trazida face a face com Deus para diante do Seu trono, aceitou a rega e a nutrição das palavras de Deus, possui conhecimento verdadeiro de Deus, foi purificada de seus caracteres corruptos e vive a realidade das palavras de Deus. Essas pessoas já foram transformadas em vencedores antes dos desastres, tornaram-se as primícias que são ganhas por Deus. Aquelas que se agarram às suas próprias noções e imaginações, que tolamente esperam que o Senhor venha e as levante para o céu e que se recusam a aceitar a obra de julgamento de Deus nos últimos dias – essas são as virgens tolas, elas serão abandonadas por Deus e estão fadadas a serem lançadas em desastre, gemendo amargamente e rangendo seus dentes. Isso é um fato.

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado