Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Pergunta 3: Pensamos que toda a palavra e a obra de Deus estão registradas na Bíblia. Não há palavra e obra de Deus fora as que estão na Bíblia. Portanto, nossa fé em Deus deve se basear na Bíblia. Isso é errado?

Resposta: Muitos crentes dos círculos religiosos sentem que: “A palavra e a obra de Deus estão todas registradas na Bíblia. Não há palavra ou obra de Deus fora da Bíblia”. Esses dizeres estão de acordo com os fatos? Vocês ousam dizer que cada parte da obra executada por Jeová na Era da Lei está registrada na Bíblia? Podem garantir que absolutamente tudo da palavra e da obra do Senhor Jesus, na Era da Graça, está na registrado na Bíblia? Qual é o resultado se essa visão não estiver de acordo com os fatos? Não faria com que as pessoas menosprezassem Deus, O delimitassem e blasfemassem contra Deus? Isso não é algo que ofende o caráter de Deus? Nós devemos saber que a Bíblia foi compilada por pessoas que serviam a Deus muitos anos depois de Deus completar cada estágio de Sua obra. É inevitável que algum conteúdo tenha sido perdido ou apagado. Isso é um fato. Há algumas palavras de profetas que não estão registradas no Velho Testamento, mas em vez disso, estão compilados em livros deuterocanônicos. No Novo Testamento, não há muitas palavras do Senhor Jesus registradas nos Quatro Evangelhos. Na verdade, o Senhor Jesus pregou e obrou por pelo menos três anos. As palavras que Ele proferiu excederam em muito o que foi registrado na Bíblia. Esse é um fato que ninguém pode negar. Conforme declarado na Bíblia: “E ainda muitas outras coisas há que Jesus fez; as quais, se fossem escritas uma por uma, creio que nem ainda no mundo inteiro caberiam os livros que se escrevessem” (João 21:25). Também há algumas cartas dos apóstolos que não estão na Bíblia. Quando o Senhor Jesus retornar, Ele ainda terá de proferir muito mais palavras e executar muito mais obras. Essas coisas poderiam estar registradas na Bíblia? A Bíblia só registrou a profecia do retorno do Senhor Jesus, não Sua palavra e obra após Seu retorno. É como dizer que a palavra de Deus registrada na Bíblia é limitada. Sim. Essas palavras são uma gota no oceano da vida de Deus, apenas um milionésimo, um trilionésimo da vida de Deus. Devido a esses fatos, como as pessoas ainda podem dizer que a palavra e a obra de Deus estão todas na Bíblia? Como podem dizer que não há palavra ou obra de Deus fora as que estão na Bíblia? Tais declarações são arbitrárias demais! Não estão nada de acordo com os fatos. Muitos utilizam declarações assim para concluir que a Bíblia é a base da fé do homem em Deus. Essa conclusão não é exata. É correto que o homem confie na Bíblia como base para sua fé em Deus, mas só a Bíblia não é o bastante. A coisa mais importante é andar no caminho da fé em Deus baseada na obra do Espírito Santo. É assim que se alcança a aprovação de Deus. Se a Bíblia for a única base e não houver obra do Espírito Santo, o homem conseguirá entender a verdade na Bíblia? O homem conseguirá alcançar o entendimento de Deus? Se as pessoas cometerem erros no entendimento da palavra de Deus e não tiverem esclarecimento do Espírito Santo, não fica fácil ser desviado? Esses são problemas reais. Se os crentes em Deus não tiverem a obra do Espírito Santo, nunca conseguirão obter a verdade, além de não conseguirem alcançar o entendimento de Deus. Se os crentes em Deus não tiverem a obra do Espírito Santo, Mesmo que lerem a Bíblia com frequência e escutarem sermões, ainda não conseguirão entender a verdade nem entrar na realidade. Isso mostra que as pessoas que creem em Deus sem a obra do Espírito Santo não conseguirão alcançar nada.

Muitos pastores e professores teólogos usam a mente humana para explicar a Bíblia, e acabam tornando-se pessoas opositoras de Deus. São exatamente como os fariseus, que também eram familiarizados com a Bíblia e observavam algumas de suas regras, mas não tinham nenhum conhecimento de Deus. Pareciam devotos por fora, mas não tinham nenhuma reverência a Deus. Quando o Senhor Jesus apareceu para realizar Sua obra, eles até usaram a Bíblia para condená-Lo e oporem-se a Ele, e foram amaldiçoados por Deus como resultado. Que tipo de problema é esse? A fé do homem em Deus pode se basear só na Bíblia ou não? A lição amarga dos fariseus nos diz que basear nossa fé em Deus apenas na Bíblia não é suficiente, e que a base mais importante é a obra do Espírito Santo. Sem a obra do Espírito Santo, não importa quantos anos a pessoa creia em Deus, não adianta – ela não conseguirá obter a vida. Esse é um fato que ninguém pode negar. Isso mostra que a declaração “A fé em Deus deve ser baseada na Bíblia, e afastar-se da Bíblia não é crer em Deus,” é um ponto de vista incorreto e absurdo. A palavra de Deus na Bíblia afirma claramente: “Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz Jeová dos exércitos” (Zacarias 4:6). Há também as palavras dos Salmos: “Se Jeová não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se Jeová não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (Salmos 127:1). Essas duas passagens são dizeres clássicos da Bíblia. Poderia-se dizer que todos os crentes conhecem essa duas passagens da escritura. A fé do homem pode se basear apenas na Bíblia ou não? A resposta deve ser clara. A principal base para se crer em Deus é a obra do Espírito Santo e as palavras reais de Deus. É assim que se obtém a verdade e a vida. Muitos não compreendem a Bíblia, sempre pensando que a vida eterna está na Bíblia e que simplesmente se apegar a ela lhe proporcionará tudo. Essa é uma visão extremamente absurda. O Senhor Jesus disse antes: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim; Mas não quereis vir a mim para terdes vida!” (João 5:39-40). “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). Os crentes deveriam saber bem em seus corações que Deus é o Senhor da criação. Deus está no comando de tudo, domina tudo e é a fonte da vida de todas as coisas. Há sabedoria infinita e prodígio em Deus. A Bíblia é um mero registro histórico de Sua obra, um testemunho dos dois primeiros estágios de Sua obra. A Bíblia é a Bíblia. Deus é Deus. A Bíblia e Deus são duas coisas diferentes e não podem ser comparadas. A Bíblia não pode representar Deus, muito menos, não pode salvar o homem em vez de Deus. Somente Deus pode salvar o homem. Se a Bíblia pudesse salvar o homem, os israelitas se apegaram firmemente a ela, acreditaram cegamente e adoravam a Bíblia por milhares de anos, mas por que ainda precisaram que o Messias viesse e os salvasse? Se a Bíblia pudesse salvar o homem, então por que os fariseus, que continuavam defendendo a Bíblia ainda condenaram e se opuseram ao Senhor Jesus, e se tornaram anticristos em inimizade a Deus? Isso é suficiente para mostrar que a Bíblia não pode salvar o homem. A Bíblia é um mero testemunho de Deus. Se nos apegarmos somente à Bíblia mas não obedecermos à obra de Deus, não poderemos receber a salvação de Deus. Hum. Já que cremos em Deus, devemos obedecer à obra de Deus, e vivenciar e praticar a palavra de Deus, para que possamos receber a obra do Espírito Santo, e adquirir a verdade e a vida. É por isso que a Bíblia só pode servir como referência para nossa fé em Deus e não pode ser a única base. A fé em Deus deveria ser baseada nas palavras reais e na obra do Espírito Santo. Esse é o princípio mais importante de se crer em Deus. Somos todos ignorantes demais se não pudermos enxergar esse conhecimento comum. Tratar a Bíblia como um ídolo ou usá-la para substituir o Senhor é puramente opor-se a Deus e blasfemar contra Ele. Se crermos cegamente na Bíblia e a adorarmos, mas não pudermos magnificar e obedecer ao Senhor, então como seria possível sermos crentes verdadeiros? Que diferença teríamos com os fariseus hipócritas? Isso mostra que se crermos em Deus mas não entendermos a verdade interna da Bíblia e a relação entre a Bíblia e Deus, será fácil demais que nos desviemos do caminho verdadeiro e sejamos desencaminhados.

Vamos ler mais algumas passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso. Deus Todo-Poderoso diz: “Que não é mais do que um registro histórico da obra de Deus e um testamento dos dois estágios anteriores da obra de Deus, e não oferece uma compreensão dos objetivos da obra de Deus. Todo mundo que leu a Bíblia sabe que documenta os dois estágios da obra de Deus durante a Era da Lei e a Era da Graça. O Antigo Testamento narra a história de Israel e a obra de Jeová desde o tempo da criação até o fim da Era da Lei. O Novo Testamento registra a obra de Jesus na terra que está nos Quatro Evangelhos, bem como a obra de Paulo; eles não são registros históricos?” (de ‘Concernente à Bíblia (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Se você deseja ver a obra da Era da Lei e como os israelitas seguiram o caminho de Jeová, deve ler o Antigo Testamento; se deseja entender a obra da Era da Graça, deve ler o Novo Testamento. Mas, como você vê a obra dos últimos dias? Você deve aceitar a liderança do Deus de hoje e entrar na obra de hoje, pois esta é a nova obra, e ninguém a registrou anteriormente na Bíblia. Hoje, Deus encarnou e selecionou outros escolhidos na China. Deus opera nessas pessoas, Ele continua a partir de Sua obra na terra, continua a partir da obra da Era da Graça. A obra de hoje é um caminho que o homem nunca trilhou, e que ninguém jamais viu. É obra que nunca foi feita antes – é a mais recente obra de Deus na terra. Assim, uma obra que nunca foi feita antes não é história, porque agora é agora, e ainda não se tornou o passado.” “Desde que existe a Bíblia, a crença das pessoas no Senhor tem sido a crença na Bíblia. Em vez de dizer que as pessoas acreditam no Senhor, é melhor dizer que acreditam na Bíblia; em vez de dizer que começaram a ler a Bíblia, é melhor dizer que começaram a acreditar na Bíblia; e em vez de dizer que retornaram ao Senhor, seria melhor dizer que retornaram à Bíblia. Desta forma, as pessoas adoram a Bíblia como se fosse Deus, como se fosse sua força vital, e perdê-la seria o mesmo que perder sua vida. As pessoas veem a Bíblia tão elevada quanto Deus, e há até aqueles que a veem mais elevada que Deus. Se as pessoas estão sem a obra do Espírito Santo, se não conseguem sentir Deus, podem continuar vivendo, mas, assim que perdem a Bíblia ou os famosos capítulos e dizeres da Bíblia, é como se tivessem perdido a vida.” “Afinal, o que é maior: Deus ou a Bíblia? Por que a obra de Deus deve estar de acordo com a Bíblia? Será que Deus não tem o direito de ir além da Bíblia? Deus não pode se afastar da Bíblia e fazer outra obra? Por que Jesus e Seus discípulos não guardavam o sábado? Se guardasse o sábado e a prática de acordo com os mandamentos do Antigo Testamento, por que Jesus não guardou o sábado depois que veio, mas, em vez disso, lavou os pés, cobriu a cabeça, partiu o pão e bebeu vinho? Tudo isso não está ausente dos mandamentos do Antigo Testamento? Se Jesus honrava o Antigo Testamento, por que Ele desafiou essas doutrinas? Você deve saber qual veio primeiro, Deus ou a Bíblia! Sendo o Senhor do sábado, Ele não poderia também ser o Senhor da Bíblia?” (de ‘Concernente à Bíblia (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Isso porque a Bíblia acompanhou vários milhares de anos da história humana e todas as pessoas tratam-na como Deus, a ponto de, nos últimos dias, substituírem Deus pela Bíblia. Isso é algo que Deus realmente odeia. Por isso, em Seu tempo livre, Ele teve de esclarecer a história particular e a origem da Bíblia. Senão, a Bíblia ainda poderia tomar o lugar de Deus no coração das pessoas e elas poderiam condenar e medir os atos de Deus com base nas palavras da Bíblia. A explicação de Deus para a essência, a construção e as falhas da Bíblia não é absolutamente para negar sua existência, nem a condena. Em vez disso, é para fornecer uma explicação razoável e apropriada, para restaurar a imagem original da Bíblia e para corrigir os desentendimentos que as pessoas têm da Bíblia, de modo que todos tenham a visão correta a respeito dela, não mais a adorem e não fiquem mais perdidas; as pessoas erroneamente tomam sua fé cega na Bíblia como a crença e a adoração de Deus, e nem ousam encarar seu verdadeiro pano de fundo e seus pontos fracos. […] Se as pessoas não conseguem se desvencilhar das malhas da Bíblia, elas nunca serão capazes de chegar diante de Deus. Se querem ficar diante de Deus, elas primeiro devem esvaziar seu coração de tudo que possa substituí-Lo; desse modo, Deus ficará satisfeito. Embora Deus somente explique a Bíblia aqui, não se esqueça de que existem muitas outras coisas errôneas que as pessoas realmente adoram além da Bíblia, e que as únicas coisas que elas não adoram são as que verdadeiramente vêm de Deus. Deus apenas usa a Bíblia como exemplo para lembrar a todos de não tomar a senda errada e não ir a extremos novamente e cair em confusão, quando acreditarem em Deus e aceitarem Suas palavras” (de ‘Introdução’ para Terceira Parte em “A Palavra manifesta em carne”).

As palavras de Deus Todo-Poderoso revelaram claramente que a Bíblia é só um testemunho de Deus, um registro dos primeiros dois estágios da obra de Deus. O valor e a preciosidade da Bíblia encontra-se na palavras de Deus nos dois primeiros estágios de Sua obra conforme registrado. Isso permite que a humanidade veja através da palavra de Deus na Bíblia, como Ele criou todas as coisas, como criou a humanidade, como Ele orientou a humanidade, e como Ele a resgatou, ajudando as pessoas a alcançarem algum entendimento de Deus. É devido aos registros na Bíblia que muitas pessoas se voltaram para Deus. Não só elas aceitaram que Deus criou todas as coisas, mas também têm fome da palavra de Deus e procuram pelos Seus passos. Esses são todos os benefícios e a edificação que a Bíblia trouxe à humanidade, e é onde se encontra o valor da Bíblia. Mas a obra de Deus está sempre progredindo. O propósito de salvar a humanidade não é atingido após os primeiros dois estágios da obra estarem completados. O plano de gestão de Deus é uma obra de três estágios. Se nos apegarmos só à Bíblia mas nos recusarmos a aceitar a obra de Deus dos últimos dias, fora da Bíblia, então isso seria uma perda tremenda! A obra de Deus de limpar, salvar e aperfeiçoar a humanidade é atingida principalmente através de Sua obra de julgamento dos últimos dias. É por isso que todas as verdades expressadas por Deus nos últimos dias são tão importantes para nossa purificação, salvação e para entrarmos no reino dos céus. Por que o Senhor Jesus profetizou que quando retornasse, aqueles que O aceitassem iriam ao banquete? O Senhor disse: “Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro” (Apocalipse 19:9). “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20). Está claro que esse banquete de casamento significa que Deus conquistará e aperfeiçoará o homem verdadeiramente, e o homem será uma só mente com Deus, e nunca se separarão outra vez. É por isso que Deus Todo-Poderoso dos últimos dias expressa toda a verdade para limpar e salvar o homem. Aqueles que aceitam e obedecem após ouvirem a voz de Deus são as virgens sábias. São arrebatados diante do trono para participar do banquete de casamento do Cordeiro, e desfrutam do abastecimento da água da vida que flui desde o trono de Deus. Por vivenciarem o julgamento e a purificação de Deus nos últimos dias, eles escaparão dos laços do pecado para atingirem a mudança, e Deus os tornará vencedores. São as pessoas mais abençoadas, e também as pessoas que receberão a vida eterna e entrarão no reino dos céus. Se as pessoas basearem sua fé em Deus só na Bíblia e permanecerem presos às palavras da Bíblia e a regras religiosas, andando no mesmo lugar por se apegarem aos dois primeiros estágios da obra de Deus, isso facilitará com que sejam abandonadas e deixadas para trás pelo ritmo da obra de Deus, perdendo a chance de serem limpas, salvas e aperfeiçoadas por Deus nos últimos dias. Isso as separa completamente da obra de salvação de Deus. Todos os seus esforços darão em nada e serão eliminadas por Deus. Aos olhos de Deus, são pessoas que O traíram. São todos descrentes que pertencem aos iníquos. No fim, são todos como os fariseus de antigamente, que foram amaldiçoados e punidos por Deus por serem teimosos e se apegarem ao Velho Testamento, e se oporem ao Senhor Jesus e condená-Lo. Como disse o Senhor Jesus: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade” (Mateus 7:21-23). Evidentemente, esse será o resultado para os que se apegam à Bíblia e se recusam a aceitar a obra de Deus nos últimos dias.

Vamos dar outra olhada na palavra de Deus Todo-Poderoso. Deus Todo-Poderoso diz: “Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história. As pessoas controladas por regulamentos, por letras, e agrilhoadas pela história jamais serão capazes de ganhar vida e de ganhar o caminho perpétuo de vida. Isso porque tudo o que elas têm é água turva que ficou estagnada por milhares de anos em vez da água de vida que flui do trono. Aqueles que não são abastecidos de água de vida continuarão a ser cadáveres para sempre, brinquedos de Satanás e filhos do inferno. Como, então, podem contemplar Deus? Se você só tenta se agarrar ao passado, se só tenta manter as coisas do jeito que estão ficando parado e não tenta mudar o status quo e descartar a história, não estará sempre contra Deus? Os passos da obra de Deus são vastos e poderosos, como vagalhões e trovões encapelados – ainda assim você senta e espera a destruição passivamente, persistindo na sua tolice e fazendo nada. Desse modo, como você pode ser considerado alguém que segue os passos do Cordeiro? Como você pode justificar o Deus ao qual você se apega como um Deus que é sempre novo e nunca velho? E como as palavras de seus livros amarelados podem transportá-lo para uma nova era? Como elas podem levá-lo a buscar os passos da obra de Deus? E como podem elevá-lo aos céus? O que você tem em suas mãos são as letras que só podem providenciar conforto passageiro, não as verdades capazes de dar vida. As escrituras que você lê são aquelas que só podem enriquecer sua língua, não palavras de sabedoria capazes de ajudar você a conhecer a vida humana, muito menos os caminhos que podem levá-lo à perfeição. Essa discrepância não lhe dá motivo para reflexão? Ela não lhe permite compreender os mistérios contidos no interior? Você é capaz de, por si próprio, levar a si mesmo ao céu para encontrar Deus? Sem a vinda de Deus, você pode levar a si mesmo ao céu para desfrutar a felicidade de família com Ele? Você ainda está sonhando agora? Então, Eu sugiro que pare de sonhar e olhe para quem está operando agora, para quem está realizando a obra de salvar o homem nos últimos dias. Se não o fizer, você jamais ganhará a verdade e jamais ganhará a vida” (de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

do roteiro do filme Rompa as algemas e corra

Anterior:Pergunta 2: Paulo disse claramente em (2 Timóteo 3:16) “Toda Escritura é divinamente inspirada”, que todas as palavras na Bíblia são palavras de Deus, e que a Bíblia representa Deus, seguimos as palavras do Paulo. Como isso pode estar errado?

Próximo:Pergunta 4: Vocês testificam que Deus Todo-Poderoso já expressou milhões de palavras e realizou o julgamento começando pela casa de Deus. Isso claramente excede às palavras da Bíblia. Os pastores e líderes frequentemente nos diziam que todas as palavras e obras do Senhor estão na Bíblia. Que não há palavra de Deus fora dela. A obra de salvação realizada pelo Senhor Jesus já foi concluída. A volta do Senhor nos últimos dias será para levar os crentes diretamente para o reino dos céus. Por isso sempre acreditamos que a crença no Senhor deve ser baseada na Bíblia. Que se nos apegarmos à Bíblia, entraremos no reino dos céus e receberemos a vida eterna. Deixar a Bíblia significa abandonar o caminho do Senhor, resistir a Ele e traí-Lo. Todos os pastores e presbíteros pensam assim. O que poderia estar errado nisso?