Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

As ovelhas de Deus ouvem a voz de Deus

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 7 Diversos outros aspectos das verdades que são o mínimo que deve ser entendido pelos novos crentes

1. Você deve saber a fonte da oposição das pessoas à nova obra de Deus em sua crença Nele

Palavras de Deus relevantes:

O motivo pelo qual o homem se opõe a Deus surge, por um lado, do caráter humano corrupto e, por outro lado, da ignorância sobre Deus e falta de entendimento dos princípios da Sua obra e de Sua vontade em relação ao homem. Esses dois aspectos se fundem na história da resistência humana a Deus. Os novos na fé opõem-se a Deus porque tal oposição está na natureza deles, enquanto a oposição a Ele daqueles com muitos anos na fé é resultado da ignorância deles acerca de Deus, além do caráter corrupto.

de ‘Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Ele’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra de Deus continua a avançar e, apesar de o propósito de Sua obra permanecer imutável, os meios pelos quais Deus opera mudam constantemente e, desse modo, também aqueles que O seguem. Quanto maior a obra de Deus mais plenamente o homem vem a conhecer a Deus, e o caráter do homem muda de acordo e juntamente com a Sua obra. No entanto, é porque a obra de Deus muda continuamente que aqueles que não conhecem a obra do Espírito Santo e aqueles homens absurdos que não conhecem a verdade se tornam oponentes de Deus. Jamais a obra de Deus se conforma às concepções do homem, pois a Sua obra é sempre nova, nunca velha. Jamais Ele repete obras passadas, antes avança com obras nunca realizadas anteriormente. Visto que Deus não repete Sua obra e o homem invariavelmente julga a obra de Deus hoje na base de Sua obra do passado, é extremamente difícil para Deus realizar cada etapa da obra da nova era. O homem cria empecilhos demais! O pensamento do homem é inflexível demais! Homem algum conhece a obra de Deus; no entanto, todos definem tal obra. Longe de Deus, o homem perde vida, verdade e as bênçãos de Deus; não obstante, o homem não aceita nem vida nem verdade e muito menos as maiores bênçãos que Deus concede à humanidade. Todos os homens desejam ganhar Deus, mas são incapazes de tolerar qualquer mudança na obra de Deus. Aqueles que não aceitam a nova obra de Deus creem que a obra divina é imutável, que a obra de Deus permanece eternamente paralisada. Na crença dessas pessoas, para ganhar a salvação eterna de Deus, é necessário apenas observar a lei e, desde que se arrependam e confessem os pecados, o coração de Deus ficará eternamente satisfeito. Elas têm a opinião de que Deus só pode ser o Deus sob a lei e o Deus que foi pregado à cruz pelo homem; também é opinião delas que Deus não deve nem pode exceder a Bíblia. São exatamente essas opiniões que as algemaram firmemente à lei do passado e que as mantiveram travadas por regulamentos rígidos. Um número ainda maior acredita que, qualquer que seja a nova obra de Deus, esta precisa ser substanciada por profecias e que, em cada etapa de tal obra, a todos aqueles que seguem a Deus com coração verdadeiro também precisam ser manifestadas revelações, caso contrário não se trataria da obra de Deus. Já não é uma tarefa fácil que o homem venha conhecer a Deus. Somando a isso o coração absurdo do homem e sua natureza rebelde de autoimportância e presunção, fica ainda mais difícil o homem aceitar a nova obra de Deus.

de ‘Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Durante o curso da fé do homem em Deus, a influência de diversas concepções levou à contínua formação e evolução, no homem, de um conhecimento no qual ele tem todo tipo de concepções sobre Deus – com o resultado de que muitas pessoas religiosas que servem a Deus passaram a ser Seus inimigos. Assim, quanto mais fortes as concepções religiosas das pessoas, mais elas se opõem a Deus e mais elas são Suas inimigas. A obra de Deus é sempre nova, nunca é velha e nunca forma doutrina, e, em vez disso, está sempre mudando e renovando-se em maior ou menor medida. Essa obra é a expressão do caráter inerente do Próprio Deus. É também o princípio inerente da obra de Deus e um dos meios pelos quais Ele realiza a Sua gestão. Se Deus não operasse dessa forma, o homem não mudaria nem seria capaz de conhecê-Lo, e Satanás não seria derrotado. Assim, em Sua obra constantemente acontecem mudanças que parecem erráticas, mas na verdade são periódicas. No entanto, o modo em que o homem acredita em Deus é muito diferente: aferra-se a doutrinas e sistemas antigos e bem conhecidos que, quanto mais velhos, mais palatáveis são para ele. Como poderia a mente tola do homem, uma mente intransigente que nem pedra, aceitar tanta obra e palavras novas e insondáveis de Deus? O homem abomina o Deus que é sempre novo e nunca velho; ele só gosta do Deus velho e antiquado, imóvel e de cabelo branco. Logo, como Deus e o homem têm seus gostos diferentes, o homem virou inimigo de Deus.

de ‘Somente aqueles que conhecem a obra de Deus hoje podem servir a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

O homem só é capaz de aceitar um tipo de obra ou uma maneira de praticar. É difícil para o homem aceitar a obra, ou modos de praticar, que esteja em desacordo com ela, ou seja superior a ela, mas o Espírito Santo está sempre fazendo novas obras, e assim aparecem sucessivos grupos de especialistas religiosos que se opõem à nova obra de Deus. Essas pessoas se tornaram especialistas precisamente porque o homem não tem conhecimento de como Deus é sempre novo e nunca velho, e não tem conhecimento dos princípios da obra de Deus e, além disso, não tem conhecimento das muitas maneiras pelas quais Deus salva o homem. Como tal, o homem é totalmente incapaz de dizer se a obra vem do Espírito Santo, e se é obra do próprio Deus. Muitas pessoas se apegam a uma atitude que, se corresponde às palavras que vieram antes, então elas aceitam e, se há diferenças com a obra de antes, então elas se opõem e a rejeitam. […] Saibam que vocês se opõem à obra de Deus ou usam suas próprias concepções para medir a obra de hoje porque não conhecem os princípios da obra de Deus e porque não levam a obra do Espírito Santo suficientemente a sério. Sua oposição a Deus e a obstrução da obra do Espírito Santo são causadas por suas concepções e por sua arrogância inerente. Não é porque a obra de Deus está errada, mas porque vocês são naturalmente muito desobedientes. […] Quanto mais preciso o conhecimento das pessoas sobre Deus, menos elas se opõem a Ele. Em contrapartida, quanto menos as pessoas conhecem Deus, maior a probabilidade de se oporem a Ele. Suas concepções, sua antiga natureza e sua humanidade, caráter e perspectiva moral são o “capital” com o qual você resiste a Deus e, quanto mais corrupto, degradado e vil você é, mais é o inimigo de Deus. Aqueles que são possuídos de concepções penosas e têm um caráter de justiça própria são ainda mais inimigos de Deus encarnado, e tais pessoas são os anticristos. Se suas concepções não forem corrigidas, elas sempre estarão contra Deus; você nunca será compatível com Deus e sempre estará separado Dele.

de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é o caminho para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a substância dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a verdade da vida. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias. E como nunca havia visto o Messias e nunca havia estado na companhia do Messias, cometera o erro de pagar tributo vazio ao nome do Messias enquanto se opunha à substância do Messias a qualquer custo. Esses fariseus eram obstinados, arrogantes em substância e não obedeciam à verdade. O princípio de sua crença em Deus é: não importa quão profunda seja a sua pregação, não importa quão elevada seja sua autoridade, você não é Cristo a menos que seja chamado o Messias. Essas opiniões não são absurdas e ridículas? Pergunto-lhes novamente: não é extremamente fácil para vocês cometerem os erros dos antigos fariseus, já que vocês não têm o menor entendimento de Jesus? Você consegue discernir o caminho da verdade? Consegue se certificar verdadeiramente de que não irá se opor a Cristo? Consegue acompanhar a obra do Espírito Santo? Se não sabe se irá ou não se opor a Cristo, então digo que você já está vivendo à beira da morte. Aqueles que não conheciam o Messias eram todos capazes de se opor a Jesus, ou de rejeitar a Jesus, de difamá-Lo. As pessoas que não entendem Jesus são todas capazes de negá-Lo, e de injuriá-Lo. Ademais, são capazes de ver a volta de Jesus como engano de Satanás, e mais pessoas irão condenar Jesus de volta à carne. Isso tudo não os deixa com medo? O que vocês enfrentarão será blasfêmia contra o Espírito Santo, a ruína das palavras do Espírito Santo às igrejas; e o desdém de tudo isso é expresso por Jesus.

de ‘Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus será quando Deus terá feito novo Céu e nova terra’ em “A Palavra manifesta em carne”

A fonte de oposição e de rebeldia do homem contra Deus é a sua corrupção por Satanás. Porque ele foi corrompido por Satanás, a consciência do homem se tornou entorpecida, ele é imoral, seus pensamentos são degenerados e ele tem uma perspectiva mental subdesenvolvida. Antes de ser corrompido por Satanás, o homem naturalmente seguia a Deus e obedecia às Suas palavras. Ele tinha naturalmente bom senso, boa consciência e humanidade normal. Depois de corrompido por Satanás, seu sentido original, sua consciência e sua humanidade ficaram embotados e foram comprometidos por Satanás. Assim, o homem perdeu a obediência e o amor para com Deus. O sentido do homem tornou-se aberrante, seu caráter tornou-se o mesmo que o de um animal, sua rebeldia para com Deus é cada vez frequente e grave. No entanto, o homem ainda não sabe nem reconhece isso e apenas se opõe e se rebela cegamente. A revelação do caráter do homem é a expressão de seu sentido, percepção e consciência e, como o seu sentido e percepção estão deteriorados e sua consciência se tornou extremamente entorpecida, seu caráter é rebelde contra Deus. […]

A fonte da revelação do caráter corrupto do homem nada mais é do que sua consciência entorpecida, sua natureza maliciosa e seu sentido deteriorado. Se a consciência e o sentido do homem forem capazes de voltar ao normal, então ele se tornará apto para uso diante de Deus. É simplesmente porque a consciência do homem tem sempre estado entorpecida, porque seu sentido nunca foi são e está cada vez mais embotado, que o homem se revolta contra Deus cada vez mais, a ponto de ter até pregado Jesus na cruz e recusado a entrada do Deus encarnado dos últimos dias em sua casa, e condena a carne de Deus e considera a carne de Deus vil e desprezível. Se o homem tivesse só um pouco de humanidade, não seria tão cruel em seu tratamento da carne do Deus encarnado; se tivesse apenas um pouco de razão, não trataria de forma tão maldosa a carne do Deus encarnado; se tivesse apenas um pouco de consciência, não seria tão “grato” ao Deus encarnado dessa maneira. O homem vive na era do Deus que se tornou carne e, no entanto, é incapaz de agradecer a Deus por lhe dar uma oportunidade tão boa. Em vez disso, ele amaldiçoa a vinda de Deus ou ignora completamente o fato da encarnação de Deus, parecendo ser contra ela e estar farto dela. […] O caráter do homem se tornou extremamente maldoso, seu sentido se tornou extremamente embotado, sua consciência tem sido completamente pisoteada pelo maligno e há muito deixou de ser a consciência original do homem.

de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas e a recitam todos os dias, embora nenhum compreenda o propósito da obra de Deus. Ninguém é capaz de conhecer Deus; além disso, ninguém está alinhado com o coração de Deus. São homens indignos e fúteis, cada um se achando na posição de ensinar Deus. Embora clamem o nome Dele, opõem-se a Ele de modo deliberado. Embora se rotulem como crentes em Deus, são eles que comem a carne e bebem o sangue do homem. Tais homens são diabos que devoram a alma do ser humano, demônios que atrapalham propositalmente quem quer trilhar o caminho certo e são pedras de tropeço atravessadas no caminho daqueles que buscam a Deus. Apesar de serem “carne saudável”, como seus seguidores podem saber que são anticristos que conduzem o homem contra Deus? Como podem saber que são demônios vivos que procuram principalmente almas para devorar?

de ‘Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Ele’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior:A diferença entre as boas ações externas e as mudanças de caráter

Próximo:Na busca pelo verdadeiro caminho, você deve ser possuído de razão

Coisas que talvez lhe interessem