As relações interpessoais são frágeis e devem ser cuidadosamente cultivadas. As pessoas podem discutir e lutar entre si por interesses a qualquer momento. Alguns até se tornam inimigos. Você pode falar sobre como as pessoas podem se dar bem umas com as outras?

25 de Março de 2021

Palavras de Deus relevantes:

No caráter das pessoas normais não há desonestidade ou engano, elas têm um relacionamento normal entre si, não ficam sozinhas e sua vida não é medíocre, nem decadente. Assim, também, Deus é exaltado entre todos. Suas palavras permeiam os homens, as pessoas vivem em paz umas com as outras; e, sob o cuidado e a proteção de Deus, a terra é repleta de harmonia, sem a interferência de Satanás, e a glória de Deus possui a maior importância entre os homens. Tais pessoas são como anjos: puras, vibrantes, nunca reclamando de Deus e devotando todos os seus esforços unicamente à glória de Deus na terra.

Extraído de ‘Capítulo 16’ das Interpretações dos mistérios das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne

Se você não tiver um relacionamento normal com Deus, então não importa o que faça para manter seus relacionamentos com outras pessoas e quanto se empenhe no trabalho ou quanta energia empregue, tudo isso simplesmente pertencerá a uma filosofia humana para viver. Você está mantendo a sua posição entre as pessoas por meio de uma perspectiva humana e uma filosofia humana para que as pessoas o elogiem, mas não está seguindo a palavra de Deus para estabelecer relacionamentos normais com as pessoas. Se você não se concentrar nos seus relacionamentos com as pessoas, mas mantiver um relacionamento normal com Deus, se estiver disposto a entregar seu coração a Ele e aprender a obedecê-Lo, então naturalmente seus relacionamentos com todas as pessoas se tornarão normais. Dessa maneira, esses relacionamentos não são estabelecidos na carne, e sim no fundamento do amor de Deus. Quase não há interações carnais, mas no espírito há comunhão, amor mútuo, conforto mútuo e provisão de um para o outro. Isso tudo é feito sobre o fundamento de um coração que satisfaz a Deus. Esses relacionamentos não são mantidos confiando-se em uma filosofia humana para viver, mas são formados muito naturalmente por carregar um fardo por Deus. Não requer esforço humano. Você só precisa praticar de acordo com a palavra-princípio de Deus. Você está disposto a atender à vontade de Deus? Está disposto a ser uma pessoa que é “sem razão” diante de Deus? Está disposto a entregar totalmente seu coração a Deus e a desconsiderar sua posição entre as pessoas? De todas as pessoas com quem você tem contato, com quais delas você tem os melhores relacionamentos? Com quais delas você tem os piores relacionamentos? Seus relacionamentos com as pessoas são normais? Você trata todas as pessoas igualmente? Seus relacionamentos com os outros são mantidos segundo a sua filosofia para viver ou são construídos sobre o fundamento do amor de Deus? Quando uma pessoa não entrega seu coração a Deus, seu espírito se torna obtuso, entorpecido e inconsciente. Esse tipo de pessoa nunca entenderá as palavras de Deus e nunca terá um relacionamento normal com Ele; o caráter desse tipo de pessoa nunca será mudado.

Extraído de ‘É muito importante estabelecer um relacionamento normal com Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Um relacionamento normal entre as pessoas é estabelecido sobre o fundamento de entregar seu coração a Deus, e não por meio de esforço humano. Sem Deus no coração, os relacionamentos interpessoais são meramente relacionamentos da carne. Não são normais, mas, em vez disso, são um abandono à luxúria — são relacionamentos que Deus detesta, que odeia. Se você diz que seu espírito foi movido, mas sempre quer ter comunhão com pessoas de quem gosta, com aqueles por quem tem alta estima, e se outra pessoa estiver buscando, mas você não gosta dela e até mantém um preconceito contra ela e não quer se envolver com ela, isso é mais uma prova de que você está sujeito a suas emoções e não tem nada de um relacionamento normal com Deus. Você está tentando enganar a Deus e encobrir a própria fealdade. Mesmo que consiga compartilhar algum entendimento, se você tiver intenções erradas, então tudo que faz é bom somente segundo padrões humanos. Deus não o elogiará — você está agindo segundo a carne, não segundo o fardo de Deus. Se você for capaz de aquietar seu coração diante de Deus e de ter interações normais com todas as pessoas que amam a Deus, só então estará apto para o uso de Deus. Desse modo, independentemente de como você se associar aos outros, não será segundo uma filosofia para viver, mas será diante de Deus, vivendo de uma maneira que é atenciosa ao Seu fardo. Quantas pessoas assim há entre vocês? Seus relacionamentos com os outros são realmente normais? Sobre que fundamento eles são construídos? Quantas filosofias para viver há em você? Elas foram eliminadas? Se o seu coração não consegue voltar-se completamente para Deus, você não é de Deus — você vem de Satanás e será devolvido a Satanás no final. Você não é digno de ser povo de Deus. Tudo isso exige a sua cuidadosa consideração.

Extraído de ‘É muito importante estabelecer um relacionamento normal com Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando seu relacionamento com Ele tiver se tornado normal, então você também terá relacionamentos normais com as pessoas. Tudo é edificado no fundamento das palavras de Deus. Coma e beba as palavras de Deus, depois coloque as exigências de Deus em prática, corrija seus pontos de vista e evite fazer qualquer coisa que resista a Deus ou que perturbe a igreja. Não faça nada que não beneficie a vida dos irmãos e irmãs, não diga nada que não ajude as outras pessoas e não faça nada vergonhoso. Seja justo e honroso em tudo o que fizer e certifique-se de que todas as suas ações são apresentáveis diante de Deus. Embora a carne possa às vezes ser fraca, você deve ser capaz de colocar os interesses da família de Deus em primeiro lugar, sem cobiça por lucro pessoal, e você deve ser capaz de agir justamente. Se conseguir praticar dessa maneira, então seu relacionamento com Deus será normal.

Em tudo o que fizer, você deve examinar se suas intenções são corretas. Se você é capaz de agir segundo as exigências de Deus, então seu relacionamento com Ele é normal. Esse é o padrão mínimo. Examine suas intenções e, se você descobrir que surgiram intenções incorretas, seja capaz de dar as costas para elas e agir segundo as palavras de Deus; assim, você se tornará alguém correto diante de Deus, o que demonstra que seu relacionamento com Ele é normal e que tudo aquilo que você faz é em prol de Deus, e não de si mesmo. Em tudo o que fizer ou disser, seja capaz de acertar seu coração e ser justo em suas ações, e não seja guiado pelas suas emoções, nem aja de acordo com a própria vontade. Esses são os princípios pelos quais os crentes em Deus devem se conduzir.

Extraído de ‘Como está seu relacionamento com Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Não importa em que grupo esteja, se você for capaz de superar a inveja, as disputas, a zombaria e o menosprezo que existem entre as pessoas, e os vários tipos de mágoa e técnicas que as pessoas empregam em suas interações umas com as outras, se você for capaz de reconhecer e não ser governado por essas coisas, abordá-las corretamente sem recair em explosividade, naturalidade ou um caráter satânico corrupto, seus relacionamentos com as outras pessoas se tornarão normais e, em geral, você será capaz de conviver com os outros em harmonia. Se você conseguir conviver em harmonia com as pessoas comuns e não ser controlado nem perturbado por qualquer pessoa, assunto ou coisa quando estiver com outras pessoas, seu estado será normal e você viverá diante de Deus. Onde há pessoas, há disputas. Se não viver segundo a verdade quando houver disputas, você será envolvido nelas. O que envolvem as disputas? Discórdia, inveja, ódio, desprezo, competitividade, julgar uns aos outros, competir uns com os outros por posições altas, comparar dons, habilidades, aparência, beleza, calibre, status, reputação, papéis, a fala de quem possui mais peso, quem é mais útil e quem é mais forte. Você passa o dia inteiro se comparando com os outros nessas coisas, preso nessas disputas, incapaz de uma vida espiritual normal e de estar em paz normal diante de Deus. Em seu coração, você ficará preso com frequência nessas disputas, em lutas e brigas, que machucarão não só você, mas também os outros, e assim você nunca será capaz de vir para diante de Deus. Quando alguém lhe diz algo cruel, você fica negativo; quando alguém é mais talentoso do que você, possui um calibre mais alto do que o seu e tem uma mente mais rápida do que a sua, você se sente desconfortável e deseja competir com ele. Que maneira lamentável, exaustiva e dolorosa de viver, sempre emaranhado nesses estados. E isso não interfere na vida espiritual? Se você não conseguir encontrar a saída disso, sua vida sempre sofrerá perdas.

Extraído de ‘O princípio mais fundamental para a prática da entrada na verdade-realidade’ em “Registros das falas de Cristo”

Se duas pessoas desejam se relacionar bem, devem abrir seus corações uma à outra; isso é até mais necessário entre pessoas que queiram trabalhar juntas em harmonia. Às vezes, quando duas pessoas interagem, suas personalidades conflitam ou seus ambientes familiares, backgrounds ou condições econômicas não coincidem. Porém, se essas duas pessoas puderem abrir seus corações uma à outra, ser inteiramente abertas sobre seus problemas, se comunicar sem quaisquer mentiras ou engano e se forem capazes de mostrar seus corações uma à outra, então, dessa forma, elas poderão se tornar amigas genuínas, o que significa tornar-se amigas íntimas. Talvez, quando a outra pessoa tiver uma dificuldade, ela procurará você e ninguém mais. Mesmo que você lhe dê uma reprimenda, ela sabe que você é sincero porque sabe que você é uma pessoa honesta com um coração genuíno e honesto. Vocês podem ser tais pessoas? Vocês são tais pessoas? Se não forem, então não são pessoas honestas. Quando interage com outros, você deve primeiro fazer com que percebam seu coração verdadeiro e sinceridade. Se, ao falar e fazer contato e trabalhar em conjunto com outros, as palavras de alguém forem superficiais, grandiloquentes, cordialidades, bajulação, irresponsáveis e imaginárias, ou se a pessoa simplesmente falar para buscar o favor da outra, então suas palavras perdem toda credibilidade e ela não é, de modo algum, sincera. Esse é o seu modo de interação com outros, não importa quem esses outros sejam. Tal pessoa tem um coração honesto? Essa não é uma pessoa honesta.

Extraído de ‘Somente sendo honesto é que se pode viver uma semelhança humana real’ em “Registros das falas de Cristo”

As pessoas foram profundamente corrompidas por Satanás e carecem de qualquer entendimento da verdade, portanto é necessário praticar tolerância com todo tipo de pessoa — e o que Me custaram meus muitos anos de tolerância? Eu tolero tudo; sou tolerante com todos, nunca sou duro; eu debato e comungo com as pessoas, gentilmente guiando a conversa, tornando-as cientes, levando-as a entender a razão por trás das coisas, e me comporto assim com todos. Se nada funciona, apesar do que digo, Eu as deixo ir. Não se tenha em tão alta estima que, quando os outros não o ouvirem, você se sinta insultado e ache que sofreu uma grande indignidade. Não importa. O crucial é que, qualquer coisa que você for fazer, faça diante de Deus; você deve prestar contas de si mesmo a Deus. Tudo que você faz deve ser em benefício dos outros. Para vocês, isso pode parecer uma exigência um pouco onerosa, mas é assim porque as pessoas carecem dessa humanidade e estatura. Acima de tudo, vocês devem pensar em como manter um estado normal ao viver diante de Deus. O que devem fazer quando a naturalidade e a explosividade estiverem prestes a irromper? Corram para diante de Deus e invoquem o nome Dele. Quando invocar o nome Dele, você sentirá sua raiva e seu ressentimento desaparecerem e se dissiparem. Para onde vão? Por que, de repente, você é incapaz de se lembrar dos pensamentos e das teorias estranhas da sua mente? O que está acontecendo? Deus retira as coisas que Satanás fez e as justificativas e coisas explosivas na mente do homem, dando-lhe paz e alegria, apaziguando seu coração pouco a pouco, e você diz a si mesmo: “Como pude ser tão impulsivo neste momento? Como pude ser tão burro? Tão tolo? Aquilo importava? Fiquei tão irritado — foi bom eu ter clamado a Deus e Ele ter me ajudado e me dado força; Deus estava realmente ali, atrás de mim. Ele me protegeu e me impediu de pecar contra Ele. Realmente consigo sentir Sua graça”. A tolerância, o amor e a compaixão de Deus não têm limites, e as pessoas devem aprender a vir para diante de Deus para pedi-los e recebê-los. Enquanto você tiver fé e sinceridade, Deus lhe dará essas coisas e o ajudará a alcançar todas. Um ser humano não pode fazer tais coisas, mas Deus pode. Por isso, antes de fazer qualquer coisa, você deve primeiro considerar se é realmente necessário. Se ainda não refletiu muito sobre o assunto, certifique-se de estar em paz. Antes de fazer qualquer coisa, antes de sua explosividade irromper, você deve se acalmar, invocar o nome de Deus e refletir sobre se o que está fazendo está de acordo com a vontade Dele; se o que você está fazendo for insatisfatório para Deus, Ele o ajudará a domar aos poucos a sua explosividade e resolver a situação. Isso será benéfico para você? Se as pessoas forem intratáveis demais quando estiverem juntas, elas terão dificuldade de voltar para o primeiro estado de seu relacionamento, portanto, quando você está prestes a explodir, quando a naturalidade e a explosividade estão prestes a irromper em você, e quando essa naturalidade e essa explosividade podem machucar os outros, é melhor você pensar um pouco e se certificar de orar mais a Deus. Os irmãos e irmãs da igreja ou os membros de sua família — você precisa conviver com todos eles. Essa é a exigência mínima. Quando a pessoa tiver resolvido esses relacionamentos, sua estatura terá amadurecido e ela realmente será capaz de assumir tarefas e responsabilidade, e será capaz de aceitar a comissão de Deus.

Extraído de ‘O princípio mais fundamental para a prática da entrada na verdade-realidade’ em “Registros das falas de Cristo”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.