Palavras diárias de Deus | "A essência da carne habitada por Deus" | Trecho 103

Palavras diárias de Deus | "A essência da carne habitada por Deus" | Trecho 103

300 |12 de Julho de 2020

Quer seja neste estágio que Deus encarnado esteja suportando dificuldades ou realizando Seu ministério, Ele o faz para completar o significado da encarnação, pois esta é a última encarnação de Deus. Deus só pode encarnar duas vezes. Não pode haver uma terceira vez. A primeira encarnação era masculina, a segunda feminina, e assim a imagem da carne de Deus é completada na mente do homem; além disso, as duas encarnações já terminaram a obra de Deus na carne. A primeira vez que Deus encarnou possuiu a humanidade normal, a fim de completar o significado da encarnação. Desta vez, Ele também possui uma humanidade normal, mas o significado desta encarnação é diferente: é mais profundo e Sua obra é de significado mais profundo. A razão pela qual Deus se tornou carne novamente é completar o significado da encarnação. Quando Deus tiver terminado completamente esta etapa de Sua obra, todo o significado da encarnação, isto é, a obra de Deus na carne, será completo, e não haverá mais obra a ser feita na carne. Isto é, a partir de agora, Deus nunca mais entrará na carne para fazer a Sua obra. Somente para salvar e aperfeiçoar a humanidade, Deus faz a obra de encarnação. Em outras palavras, não é de modo algum usual que Deus entre na carne, exceto pelo bem da obra. Ao entrar na carne para trabalhar, Ele mostra a Satanás que Deus pode ser carne, uma pessoa normal, uma pessoa comum — e ainda assim Ele pode reinar triunfante sobre o mundo, pode vencer Satanás, redimir a humanidade, conquistar a humanidade! O objetivo do trabalho de Satanás é corromper a humanidade, enquanto o objetivo de Deus é salvar a humanidade. Satanás prende o homem em um abismo sem fundo, enquanto Deus o resgata dele. Satanás faz com que todos os homens o adorem, enquanto Deus os faz sujeitos ao Seu domínio, pois Ele é o Senhor da criação. Toda essa obra é alcançada através das duas encarnações de Deus. Sua carne é em essência a união da humanidade e da divindade e possui a humanidade normal. Assim, sem a encarnação de Deus, Deus não poderia alcançar os resultados salvando a humanidade, e sem a humanidade normal de Sua carne, Sua obra na carne ainda não poderia ter sucesso. A essência da encarnação de Deus é que Ele deve possuir a humanidade normal; para que fosse de outro modo, seria contrário à intenção original de Deus de ser encarnado.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Exibir mais
Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Compartilhar

Cancelar