Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Pergunta 4: Quando o Senhor Jesus encarnado ressuscitou após a crucificação, Ele se tornou o Espírito que dá vida. E, assim, o Espírito que dá vida habita dentro de nós, mistura-se com nosso espírito, e os dois espíritos se tornarão um. Então, como poderíamos não nos tornar Deus no final? Como posso estar errado quanto a isso?

Resposta: Você disse: “Quando o Senhor Jesus ressuscitou após a Sua crucificação, ele se tornou o Espírito Vivificante”. Há alguma base na palavra de Deus para tal ideia? O Senhor Jesus disse isso após a Sua ressurreição? Se o Senhor Jesus nunca disse essas palavras, então com base no que você diz uma coisa dessas? Nunca ouvi que o Senhor Jesus diz qualquer coisa sobre se tornar o Espírito vivificante após Sua ressurreição. Nem o Espírito Santo deu testemunho sobre essa informação. Então, que base você tem para dizer que o Senhor Jesus se tornou o Espírito vivificante após Sua ressurreição? Depois da ressurreição, o Senhor Jesus disse: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra” (Atos 1:8). O Senhor Jesus nunca disse que o Espírito Vivificante desceria sobre vocês. E se o Espírito Vivificante devesse mesmo descer, por que o próprio Senhor Jesus não disse nada? Mas você insiste em chamar o Espírito Santo, que vem para fazer a obra Dele, de Espírito vivificante. Isso é meramente um produto de sua imaginação. Mesmo que um homem seja vivenciando à obra do Espírito Santo e obtenha a vida, ele ainda não pode chamar o Espírito Santo de Espírito vivificante. O Espírito Santo é o Espírito Santo. Não importa o quanto o Espírito Santo trabalhe, salve e aperfeiçoe o homem, isso tudo é a obra de Deus. Nós, homanos, não devemos dar explicações infundadas, falar sem razão, ou tentar definir o Espírito Santo ou Deus, conforme for de nosso agrado. Deus encarnado faz Sua obra pelo único propósito de resgatar e salvar a humanidade. Se foi antes ou depois de ser crucificado, o Senhor Jesus realizou a obra de resgatar a humanidade. E a sua essência não mudou. Se não buscamos a verdade, mas ainda estudamos e tentamos definir Deus, isso é puramente a expressão de nosso caráter satânico. Vamos ler duas passagens das palavras de Deus Todo-Poderoso. Deus Todo-Poderoso diz: “O Espírito dentro de Jesus, o Espírito no céu e o Espírito de Jeová são todos um. Pode ser chamado o Espírito Santo, o Espírito de Deus, o Espírito sete vezes intensificado e o Espírito todo-inclusivo. O Espírito de Deus sozinho pode realizar muita obra. Ele consegue criar o mundo e destruí-lo inundando a terra; Ele pode redimir toda a humanidade e, além disso, conquistar e destruir toda a humanidade. Toda essa obra é realizada pelo Próprio Deus […]” (de ‘A Trindade existe? ’ em “A Palavra manifesta em carne”). “A própria substância de Deus é o Espírito, que pode ser chamado de Espírito Santo ou Espírito sete vezes intensificado. De todo modo, Eles são o Espírito de Deus. É que o Espírito de Deus tem nomes diferentes em eras diferentes, apenas isso. Mas a substância Deles é uma só. Portanto, a própria obra de Deus é a obra do Espírito Santo; a obra do Deus encarnado é nada menos do que o Espírito Santo em ação” (de ‘A obra de Deus e a obra do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”). Nas palavras de Deus nós pudemos ver que, nas duas vezes que Deus se tornou carne, Ele faz a obra de resgatar e salvar a humanidade. É o Espírito Santo realizando a obra de Própria Deus. Cada estágio da obra de Deus, seja feito por meio da encarnação ou ao usar o homem, é a obra do Espírito Santo. E nisso, homem nenhum pode interferir. Portanto, não devemos tentar definir a obra do Espírito Santo conforme for de nosso agrado, dizendo, uma hora, que a obra é do Espírito Santo, e outra hora, que a obra é feita pelo Espírito Vivificante. Isso é inaceitável. É uma concepção absurdamente errônea.

Todos nós sabemos que a obra do Senhor Jesus é a obra do Espírito Santo, e que Seu espírito é o Espírito Santo. Não temos dúvida disso. E assim, a obra e as expressões do Senhor Jesus são as do Espírito Santo, ambas antes e depois que Ele foi crucificado. O Espírito Santo é sempre será o Espírito Santo. Sua essência nunca mudará. É o Espírito Santo que faz a obra, não importa que nível tenha alcançado. Não é o caso de a obra do Espírito Santo ser, às vezes, feita pelo Espírito Santo, e depois, outras vezes, é feita pelo Espírito vivificante ou pelo Espírito da ressurreição. Dizer uma coisa dessas é um absurdo tremendo. O Espírito Santo é todo-poderoso, e sua obra é abrangente. Ele não só expressa a voz de Deus, mas também realiza sinais e milagres. Além disso, Ele pode suprir a igreja, pode conferir a verdade e a vida aos homens, pode salvar e aperfeiçoar os homens e liderar a humanidade inteira. O Espírito Santo é onipotente, onipresente e preenche todas as coisas. Se fôssemos definir Deus como sendo este ou aquele Espírito de acordo com Suas capacidades específicas, isso não seres ridículos? Apenas falsos profetas, anticristos e enganadores diriam uma besteira desse tamanho. Você disse: “O Espírito de Deus habita em nós e se funde com o nosso espírito para se tornar um.” Com base no que você diz isso? Isso tem alguma base na palavra de Deus? O Espírito Santo confirmou isso? E quanto a alguma prova de alguma experiência ou testemunho? Quando o Senhor Jesus fez a Sua obra, Ele nunca disse que o Espírito Dele e o espírito do homem se tornariam em um só. O Espírito Santo também não disse isso. E também não tem nenhuma profecia na Bíblia. Além do mais, entre todos os santos, já houve alguém cujo espírito se fundiu com o Espírito de Deus e se tornou um? Há alguém que possa testemunhar uma coisa dessas? Nem mesmo um! Na verdade, todos aqueles que têm experiência de vida podem testemunhar que quando o Espírito Santo trabalha nos homens, Ele apenas ilumina e esclarece os homens para que eles entendam a verdade nas palavras de Deus, para liderá-los e levá-los a vivenciar a palavra de Deus e assim poderem vir a conhecer Deus. Mas o Espírito Santo nunca será a vida do um homem. Quando oramos a Ele, às vezes Ele nos dará força e fé, às vezes Ele nos permitirá sentir a presença de Deus, e, às vezes, Ele faz revelações a nós acerca de Sua palavra, fazendo-nos entender Sua vontade. No entanto, o próprio Espírito Santo jamais será a vida do homem. Esse é um fato amplamente conhecido. Portanto, não importa com que frequência o homem ora para Deus e comunga com Ele, seu espírito nunca se unirá com o espírito de Deus para se tornar um. Quando o Espírito Santo trabalha no homem, Ele leva o homem a entender a verdade, a se libertar da influência de Satanás, a retornar para o lado de Deus, e assim ele será capaz de obedecer e adorar a Deus. Uma vez que isso for alcançado, a obra de Deus de salvação estará completa e o Espírito Santo não trabalhará mais nos homens, pois os homens terão ganhado a verdade como sua vida e o propósito da obra do Espírito Santo terá chegado ao fim. Sendo assim, a frase “o espírito de Deus e o espírito do homem se fundem em um só espírito” não tem fundamento, e vem puramente das concepções e imaginações de homens. Agora podemos ver que as pessoas que espalham tais conceitos errôneos estão interrompendo a obra de Deus. Elas disseminam essas falácias com o único propósito de enganar e atrapalhar as pessoas, e assim sejam incapazes de compreender a vontade e a obra de Deus. Elas são maldosas e muito cruéis. Satanás anseia por desencaminhar e enganar o homem. Assim ele fabrica essas mentiras e ideias falsas com o intuito de desencaminhá-lo a se esforçar para se tornar Deus, abrindo caminho para a mentira de que “Deus se tornou homem para que o homem se torne Deus”. Satanás faz isso para transformar tais mentiras em crenças aceitas em larga escala. Nós, o povo escolhido de Deus, devemos ter o cuidado de nos opor aos esquemas de Satanás.

Na realidade, a obra do Espírito Santo sobre os homens é a obra de salvação. Todos somos capazes de vivenciar isso. Normalmente, o Espírito Santo esclarece e ilumina o homem em seu interior, e o ajuda a compreender a verdade e a conhecer Deus. Ele adverte o homem, Ele o disciplina e o conforta, e o orienta, a fim de ajudá-lo a viver diante de Deus. Mas o Espírito Santo nunca será a vida do homem. Pelo contrário, Ele examinna e revela o homem, para ajudá-lo a compreender a si mesmo. Tudo que o Espírito Santo faz, Ele faz para salvar o homem. Qualquer um pode enxergar isto. A essência da obra do Espírito Santo nunca muda, seja na Era da Graça ou nos últimos dias. Assim, a ideia “O Espírito Santo habita em nós e os dois espíritos se fundem em um só” não está de acordo co a realidade da obra de Deus. Até agora nós nunca vimos ninguém na Era da Graça que teve o seu espírito fundido com o espírito de Deus em um só corpo, ou que viveu a imagem de Deus. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso nunca disse que “finalmente, o espírito do homem se fundirá com o Espírito de Deus em um só, para que o homem viva para se tornar Deus”. Então podemos ter certeza de que a ideia de que “O Espírito Santo habita em nós e os dois espíritos se fundem em um só” não tem base nenhuma na palavra de Deus e se origina completamente das noções e imaginações do homem. Isso não está nada de acordo com a realidade da obra do Espírito Santo. É uma das falácias de Satanás, com a intenção de nos enganar, e nada mais! todos nós sabemos que Deus é o Senhor de toda a criação, e é único e incomparável, e nós somos meramente Suas criaturas. Mesmo sendo vivenciados à obra de Deus até obtermos a verdade como nossa vida, e mesmo que consigamos viver uma pequena parte da imagem da verdade, nunca nos tornaremos Deus. Vamos ler mais duas passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso para entendermos melhor as coisas. Deus Todo-Poderoso diz: “Embora o caráter do homem seja estabelecido por Deus – isso é inquestionável e pode ser considerado positivo – ele foi processado por Satanás Portanto, todo o caráter do homem é o caráter de Satanás. […] Mesmo que um homem já ame a Deus a ponto de ser capaz de desfrutar de uma vida celestial na terra, de fazer declarações como: ‘Ó, Deus! Não consigo amá-Lo o suficiente,’ e tenha alcançado o reino mais alto, ainda não se pode dizer que ele vive Deus ou representa Deus, pois a substância do homem é diferente da de Deus. O homem nunca pode viver Deus, tampouco se tornar Deus. O que o Espírito Santo orienta o homem a viver está apenas de acordo com o que Deus pede ao homem” (de ‘O homem corrupto é incapaz de representar Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Em resumo, as pessoas têm de entender isto: não importa o quanto você entenda bem a verdade, não importa a sua experiência, não importa o quão completamente obediente você seja à orquestração divina, não importa o quanto seja elevada ou profunda a sua entrada na vida, a sua vida ainda é humana e o homem jamais pode se tornar Deus; isso é absoluto e as pessoas devem entendê-lo” (de ‘Você sabe o que de fato é a verdade?’ em “Registros das falas de Cristo”). “Não seria caótico se o Próprio Deus pessoalmente aperfeiçoasse um grupo de grandes e pequenos Deuses de forma perfeita? Seja como for, isso é impossível, absurdo, é um conceito absurdo dos humanos. Deus só pode criar pessoas e outras coisas, , Deus não pode criar Deus; Deus só pode encarnar como uma imagem da carne, mas isso não significa que Ele criou Deus. Deus não criou a Si mesmo, Ele tem a própria substância, que nunca mudará” (de ‘Você sabe o que de fato é a verdade?’ em “Registros das falas de Cristo”). Deus Todo-Poderoso deixa tudo tão claro que entendemos assim que lemos Suas palavras. Deus criou os céus e a terra e todas as coisas, e também criou o homem, e isso já foi estabelecido há muito tempo. Deus nunca disse que iria criar um grupo de deuses, um grupo de deuses grandes e pequenos, mas Ele afirmou que Ele criou o homem à Sua imagem. Embora nós, humanos, termos sido feitos à imagem de Deus, ainda somos homens pela virtude do fato de que Deus criou o homem à sua imagem. Por que algumas pessoas têm que interpretar mal e distorcer as palavras de Deus? Foi errado que Deus tenha criado os homens à Sua imagem? Está claro que a humanidade foi corrompida profundamente por Satanás. Depois de vivenciar a redenção de Deus, seu desejo de se tornar Deus não diminuiu nem um pouco. Eles folheiam a palavra de Deus, procurando desesperadamente por qualquer coisa que possa confirmar esse desejo. Esse não é o caráter do arcanjo? Digam-se, como o arcanjo se tornou Satanás? Não foi por que ele sempre tentou ser Deus, se tornar igual a Deus? Depois de ser lançado ao ar por Deus, Satanás assumiu o domínio sobre a Terra. Ele pode corromper, controlar e enganar o homem, e torná-lo inimigo de Deus, para que assim o homem siga a Satanás e o adore. Essa é a consequência final de Satanás ter corrompido a humanidade. Essa falácia de que “Deus se tornou homem para que o homem se torne Deus”, traz que repercussões à humanidade? Ela leva o homem a desejar ser Deus e se igualar a Ele. Qualquer um que esteja enganado e envenenado por essa teoria se tornará arrogante e presunçoso, e até começa a exigir que os outros lhe obedeçam, lhe obedeçam e o adorem como Deus, para satisfazer seu desejo. Isso vai completamente contra Deus e Seu objetivo de salvar a humanidade. Então, de que parte desta terra vem essa teoria falacioso? Vem do homem ou de Satanás? Devemos ser capazes de discernir. Essa teoria claramente não vem do Espírito Santo. Ela só pode vir de Satanás. Então, podemos dizer com confiança que essa teoria: “Deus tornou-se homem para que o homem se torne Deus” não passa de uma mentira de Satanás criada enganar as pessoas. E isso é inquestionável.

do roteiro do filme Arrebatamento em perigo

Anterior:Pergunta 3: O homem jamais pode se tornar Deus, mesmo que viva um pouco da imagem de Deus. Concordo totalmente com isso. Mas quando dizemos que o homem pode se tornar Deus, desde que consiga viver a imagem de Deus, não estamos nos referindo a Deus com a Sua pessoa, estamos nos referindo a Deus com Seu caráter de vida, mas sem a Sua pessoa. Se vivermos a imagem de Deus, então nos tornaremos Deus com a vida Dele, somente não teremos a pessoa de Deus. Então, acho que as palavras “Deus se tornou homem para que o homem se torne Deus” ainda são perfeitamente válidas.

Próximo:Pergunta 1: Pastores e anciãos religiosos são pessoas que servem a Deus na igreja. É razoável dizer que, quando se trata do retorno do Senhor, eles devem vigiar e esperar, e tratar isso com cautela. Mas por que eles, em vez de buscar e investigar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias, inventam rumores, julgam e condenam Deus Todo-Poderoso, enganam e restringem os crentes para que não investiguem o verdadeiro caminho?