Palavras diárias de Deus | "A substância de Cristo é obediência à vontade do Pai celestial" | Trecho 109

Palavras diárias de Deus | "A substância de Cristo é obediência à vontade do Pai celestial" | Trecho 109

399 |13 de Julho de 2020

A obra e a expressão de Cristo determinam Sua substância. Ele é capaz de completar, com um coração verdadeiro, o que Lhe foi confiado. Ele é capaz de adorar a Deus no Céu com um coração verdadeiro e com um verdadeiro coração buscar a vontade de Deus, o Pai. Tudo isso é determinado por Sua substância. E assim também é Sua revelação natural determinada por Sua substância; a razão pela qual Sua revelação natural é assim chamada é porque Sua expressão não é uma imitação ou o resultado da educação dada pelo homem ou o resultado de muitos anos de cultivo pelo homem. Ele não a aprendeu e nem Se adornou com ela, ao contrário, é inerente a Ele. O homem pode negar Sua obra, expressão, humanidade e a vida inteira de Sua humanidade normal, mas ninguém pode negar que Ele adora Deus no Céu com um coração verdadeiro, ninguém pode negar que Ele veio para cumprir a vontade do Pai celestial e ninguém pode negar a sinceridade com que Ele busca a Deus, o Pai. Embora Sua imagem não seja agradável aos sentidos, Seu discurso não possua um ar extraordinário e Sua obra não surpreenda nem abale os céus tanto quanto o homem imagina, Ele é de fato Cristo que cumpre a vontade do Pai celestial com um coração verdadeiro, Se submete completamente ao Pai e é obediente até a morte. Isso é porque Sua substância é a substância de Cristo. É difícil para o homem acreditar nessa verdade, mas ela realmente existe. Quando o ministério de Cristo for completamente concluído, o homem poderá ver a partir de Sua obra que Seu caráter e Seu ser representam o caráter e o ser de Deus no Céu. Naquele dia, a soma de toda Sua obra poderá declarar que Ele é de fato a carne em que o Verbo Se torna, e não é semelhante àquela de um homem de carne e sangue. Cada etapa da obra de Cristo na terra tem seu significado representativo, mas o homem que experimenta a obra verdadeira de cada etapa é incapaz de compreender o significado de Sua obra. Isso é especialmente assim para às várias etapas da obra realizada pelo segundo Deus encarnado. A maioria daqueles que só ouviram ou viram as palavras de Cristo, mas nunca O viram, não tem noção de Sua obra; aqueles que viram Cristo e ouviram Suas palavras e também experimentaram Sua obra, acham difícil de aceitá-la. Isso não é porque a aparência e a humanidade normal de Cristo não são agradáveis ao homem? Aqueles que aceitam Sua obra depois que Cristo Se foi, não terão tais dificuldades, pois apenas aceitam Sua obra e não entram em contato com a humanidade normal de Cristo. O homem não consegue abandonar suas noções de Deus e, em vez disso, O examina intensamente; isso é porque o homem se concentra apenas em Sua aparência e é incapaz de reconhecer Sua substância com base em Sua obra e Suas palavras. Se o homem fechar os olhos para a aparência de Cristo ou evitar discutir a humanidade de Cristo e falar apenas de Sua divindade, cuja obra e palavras são inalcançáveis por qualquer homem, então, as noções do homem diminuirão pela metade, a ponto de que todas as dificuldades do homem serão resolvidas.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

A essência de Cristo se determina por Sua obra e expressões

I

A essência de Cristo se determina por Sua obra e expressões. Com um coração verdadeiro, Ele completa Sua missão, adora a Deus no céu e busca a vontade de Seu Pai. Sua substância determina tudo, e também Sua revelações naturais. Assim chamadas pois Suas expressões não são imitações, não vem do cultivo ou da educação do homem. Não são aprendidas ou decoração, são inerentes. Ah… Não são aprendidas ou decoração, são inerentes. Ah…

II

O homem pode negar Sua obra, Suas expressões e humanidade, pode negar Sua vida de humanidade normal, mas não Seu coração de verdade quando adora a Deus no céu. Ninguém pode negar que aqui Ele está para cumprir a vontade do Pai. Ninguém pode negar Sua busca sincera por Deus Pai. Sua imagem pode não agradar aos sentidos, Seu discurso pode não ser extraordinário, Sua obra pode a terra e o céu não abalar, como acredita a imaginação do homem. Mas Ele é mesmo Cristo, que cumpre a vontade do Pai, com um coração verdadeiro, obediência plena e até a morte. Pois Sua essência é a de Cristo. Uma verdade que é difícil de acreditar mas que, de fato, existe. Uma verdade que é difícil de acreditar mas que, de fato, existe. Uma verdade que é difícil de acreditar mas que, de fato, existe. Ah…

de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”

Exibir mais
Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Compartilhar

Cancelar