Palavras diárias de Deus | "A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus I" | Trecho 20

Palavras diárias de Deus | "A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus I" | Trecho 20

747 |22 de Maio de 2020

Na verdade, o caráter de Deus está aberto a todos e não está oculto, porque Deus nunca evitou conscientemente qualquer pessoa e nunca tentou esconder-Se conscientemente de modo que as pessoas não pudessem conhecê-Lo ou entendê-Lo. O caráter de Deus sempre esteve aberto e sempre esteve voltado para cada pessoa de maneira franca. Durante o gerenciamento de Deus, Deus faz a Sua obra, voltado a todos; e Sua obra é realizada em cada pessoa. Ao fazer essa obra, Ele está continuamente revelando Seu caráter, continuamente usando Sua essência e o que Ele tem e é para guiar e prover para cada pessoa. Em todas as eras e em todos as etapas, independentemente de as circunstâncias serem boas ou ruins, o caráter de Deus sempre está aberto a cada indivíduo, e Suas posses e ser estão sempre abertos a cada indivíduo, da mesma forma que Sua vida está constantemente e incessantemente provendo para a humanidade e apoiando a humanidade. Apesar de tudo isso, o caráter de Deus permanece oculto para alguns. Por que isso acontece? É porque, embora essas pessoas vivam dentro da obra de Deus e sigam a Deus, elas nunca buscaram compreender a Deus ou quiseram conhecer a Deus, e muito menos se aproximar de Deus. Para essas pessoas, compreender o caráter de Deus significa que o fim delas está próximo; significa que estão prestes a serem julgadas e condenadas pelo caráter de Deus. Portanto, essas pessoas nunca desejaram compreender Deus ou Seu caráter, e não desejam uma compreensão ou conhecimento mais profundo da vontade de Deus. Elas não pretendem compreender a vontade de Deus por meio da cooperação consciente — elas simplesmente apreciam para sempre e nunca se cansam de fazer as coisas que desejam fazer; elas creem no Deus em quem querem crer; creem no Deus que existe apenas em sua imaginação, o Deus que existe somente em suas concepções; e creem num Deus que não pode ser separado delas em suas vidas diárias. No que diz respeito ao Próprio Deus verdadeiro, são completamente indiferentes, sem desejo de compreendê-Lo, dar ouvidos a Ele e tem ainda menos intenção de se aproximarem mais Dele. Elas estão apenas usando as palavras que Deus expressa para se encobrir, para disfarçar. Para elas, isso já faz delas crentes de sucesso e pessoas com fé em Deus dentro de seu coração. Em seu coração, são guiadas por suas imaginações, suas concepções e até mesmo por suas definições pessoais sobre Deus. O verdadeiro Deus, por outro lado, não tem absolutamente nada a ver com elas. Porque uma vez que entendam o verdadeiro Deus, compreendam o verdadeiro caráter de Deus e entendam o que Deus tem e é, isso significa que suas ações, fé e buscas serão condenadas. É por isso que elas não estão dispostas a compreender a essência de Deus e por que estão relutantes e indispostas a procurar ativamente ou orar para compreender melhor a Deus, conhecer melhor a vontade de Deus e compreender melhor o caráter de Deus. Prefeririam que Deus fosse algo inventado, oco e elusivo. Prefeririam que Deus fosse alguém exatamente como O imaginaram, alguém que possa estar à inteira disposição, com suprimento inesgotável e sempre disponível. Quando querem desfrutar da graça de Deus, pedem a Deus que seja essa graça. Quando precisam da bênção de Deus, pedem a Deus para ser essa bênção. Quando enfrentam adversidade, pedem a Deus para encorajá-las, para que seja seu porto seguro. O conhecimento que essas pessoas têm sobre Deus está cerceado ao âmbito da graça e da bênção. A compreensão que possuem da obra de Deus, do caráter de Deus e de Deus também está restrita à sua imaginação e meramente a letras e doutrinas. Mas há algumas pessoas que estão ansiosas para compreender o caráter de Deus, querem genuinamente ver o Próprio Deus e verdadeiramente compreender o caráter de Deus e o que Ele tem e é. Essas pessoas estão em busca da realidade da verdade e da salvação de Deus, e buscam receber a vitória, a salvação e a perfeição de Deus. Essas pessoas usam seu coração para ler a palavra de Deus, usam seu coração para apreciar cada situação e cada pessoa, acontecimento ou coisa que Deus tenha preparado para elas, e oram e buscam com sinceridade. O que elas mais querem é conhecer a vontade de Deus e compreender o verdadeiro caráter e essência de Deus. Isso é para que elas não mais ofendam a Deus e, através de suas experiências, possam ver mais da beleza de Deus e de Sua verdadeira face. É também para que exista um Deus genuinamente real em seu coração e para que Deus tenha um lugar em seu coração, de modo que já não vivam entre imaginações, concepções ou ilusões. Para essas pessoas, a razão pela qual elas têm um desejo premente de compreender o caráter de Deus e Sua essência é porque o caráter e essência de Deus são coisas que a humanidade pode precisar a qualquer momento em suas experiências, coisas que supram vida por toda a sua vida. Quando elas compreenderem o caráter de Deus, poderão reverenciar melhor a Deus, cooperar melhor com a obra de Deus e ser mais atenciosas com relação à vontade de Deus e cumprir seu dever da melhor forma possível. Esses são dois tipos de pessoas quando se trata de suas atitudes em relação ao caráter de Deus. O primeiro não quer compreender o caráter de Deus. Mesmo que digam que querem compreender o caráter de Deus, conhecer o Próprio Deus, ver o que Deus tem e é, e genuinamente apreciar a vontade de Deus, no fundo prefeririam que Deus não existisse. É porque esse tipo de pessoa sistematicamente desobedece e resiste a Deus; luta contra Deus por posição em seu próprio coração e muitas vezes suspeita ou até nega a existência de Deus. Elas não querem deixar o caráter de Deus ou deixar o Próprio Deus verdadeiro ocupar seu coração. Elas só querem satisfazer seus próprios desejos, imaginações e ambições. Então, essas pessoas podem crer em Deus, seguir a Deus, e também podem renunciar a sua família e empregos por causa Dele, mas não põem um fim ao seu mau caminho. Algumas até mesmo roubam ou esbanjam as ofertas, ou amaldiçoam a Deus secretamente, enquanto outras podem usar sua posição para repetidamente testificar sobre si mesmas, se engrandecerem e competirem com Deus por pessoas e status. Elas usam vários métodos e medidas para fazer as pessoas adorá-las, constantemente tentando conquistá-las e controlá-las. Alguns até intencionalmente induzem as pessoas a pensar que são Deus, para que possam ser tratadas como Deus. Nunca diriam às pessoas que foram corrompidas, que também são corruptas e arrogantes e que não as adorem, e que não importa o quão bem fazem, de qualquer maneira, tudo isso se deve à exaltação de Deus e ao que deveriam estar fazendo. Por que elas não dizem essas coisas? Porque elas têm muito medo de perder seu lugar no coração das pessoas. É por isso que tais pessoas nunca exaltam a Deus e nunca dão testemunho de Deus, pois nunca tentaram compreender a Deus. Elas podem conhecer a Deus sem compreendê-Lo? Impossível! Assim, embora as palavras no tema “A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus” podem ser simples, o significado delas é diferente para todos. Para alguém que frequentemente desobedece a Deus, resiste a Deus e é hostil a Deus, significa condenação; enquanto que para alguém que busca a realidade da verdade e muitas vezes se apresenta diante de Deus para buscar a vontade de Deus, é sem dúvida como um peixe na água. Assim, entre vocês, quando alguns ouvem falar do caráter de Deus e da obra de Deus, começam a ter dor de cabeça, seu coração se enche de resistência e ficam extremamente desconfortáveis. Mas há outros entre vocês que pensam: esse tema é exatamente o que eu preciso, porque é muito útil para mim. É uma parte que não pode faltar na minha experiência de vida; é o cerne do cerne, o fundamento da fé em Deus e algo que a humanidade não pode se dar ao luxo de abandonar. Para todos vocês, esse tema pode parecer próximo e distante, desconhecido e ainda familiar. De qualquer modo, esse é um tema que todos aqui sentados devem ouvir, devem conhecer e devem compreender. Não importa como você lide com isso, não importa como você o considera ou como você o receba, a importância desse tema não pode ser ignorada.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Exibir mais
Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Deixe uma mensagem

Compartilhar

Cancelar