Palavras diárias de Deus | "Como discernir a natureza-essência de Paulo" | Trecho 472

24 de Setembro de 2021

Deus faz com que você experimente todo tipo de tempestade, adversidade, dificuldade e numerosos fracassos e reveses, para que, por fim, no processo de experimentar essas coisas, você venha a descobrir que tudo o que Deus diz é certo, e que suas crenças, noções, imaginações, conhecimento, teorias filosóficas, filosofias, o que você aprendeu no mundo e foi ensinado por seus pais estão todos errados. Eles não podem levá-lo à senda correta na vida, não podem levá-lo a entender a verdade e a vir diante de Deus, e a senda que você trilha é a senda do fracasso. Isso é o que Deus fará você perceber por fim. Para você, esse é um processo necessário e o que você deve ganhar durante o processo de experimentar a salvação. Porém, isso também entristece a Deus: como as pessoas são rebeldes e têm caráter corrupto, elas devem passar por esse processo e experimentar esses reveses. Mas se alguém ama de fato a verdade, se está realmente disposto a ser salvo por Deus, se está disposto a aceitar os vários métodos de salvação de Deus — por exemplo, provações disciplina, julgamento e castigo — se está determinado a sofrer assim, se está disposto a pagar esse preço, Deus de fato não deseja que essa pessoa sofra tanta dificuldade, nem deseja que passe por tantos reveses e fracassos. Mas as pessoas são rebeldes demais. Elas querem tomar a senda tortuosa, estão dispostas a sofrer essas dificuldades. Esse é simplesmente o tipo de coisa que o homem é, e Deus não tem escolha a não ser entregar as pessoas a Satanás e colocá-las em várias situações para forjá-las constantemente, para que elas ganhem todo tipo de experiência e aprendam várias lições com essas situações e reconheçam a essência de todo tipo de coisa má. Depois, elas olham para trás e descobrem que as palavras de Deus são a verdade, reconhecem que as palavras de Deus são a verdade, que somente Deus é a realidade de todas as coisas positivas e que somente Deus é Aquele que realmente ama o homem e ninguém é melhor para o homem do que Deus, ninguém se importa mais com o homem do que Ele. A que ponto as pessoas são forjadas, afinal de contas? A ponto de você dizer: “Experimentei todo tipo de situação e não há uma única situação, uma única pessoa, questão ou objeto que possa me fazer entender a verdade, desfrutar a verdade, entrar na verdade-realidade. Eu só posso praticar obedientemente de acordo com as palavras de Deus, obedientemente ficar no lugar do homem, acatar o status e o dever de um ser criado, obedientemente aceitar a soberania e os arranjos de Deus e vir diante do Criador sem qualquer queixa ou escolha, e sem minhas próprias exigências ou desejos”. Quando tiverem alcançado esse nível, as pessoas realmente irão se prostrar perante Deus e Deus não vai precisar criar mais situações para elas experimentarem. Então que senda vocês desejam tomar? Ninguém, em seus desejos subjetivos, quer sofrer dificuldade e ninguém deseja passar por reveses, fracasso, adversidade, frustrações e tempestades. Mas não há outra maneira. As coisas no interior do homem — sua natureza-essência, sua rebelião, seus pensamentos e perspectivas — são complicadas demais; a cada dia elas se tornam confusas e entrelaçadas dentro de você e perturbam seu interior. Você entra pouco na verdade-realidade, você entende pouco da verdade e falta-lhe poder para vencer a essência de seu caráter corrupto, suas noções e imaginações. Você, portanto, não tem escolha a não ser aceitar a outra abordagem: constantemente experimentar fracasso e frustração e constantemente cair, arremessado pela dificuldade, rolando no estrume, até que chega um dia em que você diz: “Estou cansado, estou farto disso, não quero viver assim. Não quero passar por esses fracassos, quero vir diante do Criador com obediência. Eu ouvirei as palavras de Deus, farei o que Ele diz. Somente esta é a senda correta na vida”. Só no dia em que você admitir plenamente a derrota é que você virá perante Deus. Você consegue aprender algo sobre o caráter de Deus com isso? Qual é a atitude de Deus em relação ao homem? Não importa o que Deus faça, Ele deseja o melhor para o homem. Não importa que ambiente Ele estabeleça ou o que Ele peça que você faça, Ele sempre deseja ver o melhor resultado. Digamos que você passe por algo e se depare com reveses e fracasso. Deus não deseja ver você falhar e depois achar que está arruinado, que foi pego por Satanás, e a partir daí, nunca se estabeleça novamente e esteja mergulhado em tristeza — Deus não deseja ver esse resultado. O que Deus deseja ver? Você pode ter falhado nessa questão, mas é capaz de buscar a verdade, de encontrar a razão de seu fracasso; você aceita o fato desse fracasso e extrai algo dele, aprende uma lição, percebe que foi errado agir daquela forma, que só agir conforme as palavras de Deus é correto. Você percebe: “Sou mau e tenho inclinações satânicas corruptas. Há rebelião em mim, eu estou longe das pessoas justas de quem Deus fala e não tenho um coração que teme a Deus”. Você percebe um fenômeno, um fato real da questão, entende coisas e cresce por meio desse revés e fracasso. Isso é o que Deus deseja ver. O que significa “crescer”? Significa que Deus é capaz de ganhar você e você é capaz de obter salvação. Significa que você é capaz de entrar na verdade-realidade, que você está um passo mais perto de entrar na senda de temer a Deus e afastar-se do mal. Isso é o que Deus deseja ver. Deus age com boa intenção, e todos os Seus atos contêm Seu amor oculto, que, muitas vezes, as pessoas não conseguem reconhecer. O homem é tacanho e mesquinho, e seu coração é tão estreito quanto o buraco de uma agulha; quando Deus não o reconhece ou não tem graça nem bênçãos para ele, ele culpa Deus. Mas Deus não discute com o homem; Ele estabelece ambientes que dizem ao homem como a graça e o benefício são obtidos, o que a graça significa para o homem e o que o homem pode extrair dela. Digamos que você gosta de comer alguma coisa boa que Deus diz que faz mal à sua saúde quando consumida em excesso. Você não ouve, e insiste em comer, e Deus permite que você faça essa escolha livremente. Como resultado, você adoece. Após experimentar isso várias vezes, você vem a entender que são as palavras de Deus que estão certas, que tudo que Ele diz é verdade, e que você deve praticar de acordo com as Suas palavras. Essa é a senda correta. Então o que esses reveses, fracassos e tristezas que as pessoas passam se tornam? Você aprecia a intenção meticulosa de Deus e também crê e tem certeza de que as palavras de Deus estão corretas; sua fé em Deus cresce. Há mais uma coisa também: ao experimentar esse período de fracasso, você vem a perceber a veracidade e a precisão das palavras de Deus, você vê que as palavras de Deus são a verdade e entende o princípio de praticar a verdade. Portanto, é bom para as pessoas experimentar fracasso — embora seja algo doloroso, algo que as forje. Mas, se ser forjado assim fará com que, por fim, você volte à presença de Deus, aceite Suas palavras e tome-as como a verdade, então tal forjamento, reveses e fracassos não foram experimentados em vão. Isso é o que Deus deseja ver.

Extraído de “Registros das falas de Cristo”

Ver mais

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Compartilhar

Cancelar

Entre em contato conosco pelo Whatsapp