Palavras diárias de Deus: Destinos e desfechos | Trecho 585

14 de Julho de 2020

Agora é o momento de Eu determinar o fim de cada pessoa, não a etapa de começar a operar o ser humano. Anoto no Meu livro de registros, uma por uma, as palavras e ações de cada pessoa, bem como a senda pela qual Me seguem, suas características inerentes e como se comportaram no final. Desse modo, não importando que tipo de pessoa sejam, nenhuma escapará de Minha mão, e todas estarão com os de seu próprio tipo, segundo Eu designar. Eu decido o destino de cada pessoa não com base na idade, senioridade, quantidade de sofrimento, muito menos o grau em que ela causa compaixão, mas de acordo com ela possuir ou não a verdade. Não há outra escolha além dessa. Vocês devem entender que todos os que não seguem a vontade de Deus também hão de ser punidos. Esse é um fato imutável. Logo, todos os punidos assim o são para a justiça de Deus e como retribuição por seus numerosos atos malignos. Não fiz uma mudança sequer no Meu plano desde seu início. É só que, no que diz respeito aos homens, aqueles a quem dirijo Minhas palavras parecem estar diminuindo em número, como estão aqueles a quem Eu realmente aprovo. Entretanto, Eu afirmo que Meu plano nunca mudou; na verdade, são a fé e o amor do homem que estão sempre mudando, sempre minguando, a ponto de ser possível que cada homem passe de Me bajular a ser frio em relação a Mim ou até Me expulsar. Minha atitude para com vocês não será nem quente nem fria, até Eu sentir desgosto e abominação e, finalmente, distribuir a punição. Contudo, no dia de sua punição, Eu ainda os verei, mas vocês não mais conseguirão Me ver. Como a vida entre vocês já se tornou maçante e enfadonha para Mim, é desnecessário dizer que escolhi diferentes ambientes nos quais viver, para melhor evitar a dor de suas palavras maldosas e Me afastar do seu comportamento insuportavelmente sórdido, para que vocês não possam mais Me enganar ou tratar superficialmente. Antes de deixá-los, devo ainda exortá-los a se absterem de fazer o que não está em conformidade com a verdade. Em lugar disso, vocês deveriam fazer o que é agradável para todos, o que traz benefício para todos os homens e o que é benéfico ao seu destino, senão quem há de sofrer em meio ao desastre não será ninguém além de vocês mesmos.

Extraído de “Prepare boas ações suficientes para o seu destino”

Ver mais

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Compartilhar

Cancelar

Conecte-se conosco no Messenger