Música gospel 2020 "O Filho encarnado do homem é o Próprio Deus"

25 de Junho de 2020

I

Quando a divindade de Deus se concretizou em carne e sangue,

Sua presença não era mais nebulosa.

O homem pôde ver e se aproximar de Deus.

Ele pôde entender a vontade de Deus,

entender Sua divindade através da palavra,

da obra e ações do Filho do homem.

Pela humanidade, o Filho do homem expressou

a vontade e divindade de Deus.

E ao mostrar a vontade de Deus e Seu caráter,

Ele revelou às pessoas o Deus no reino do espírito,

que não pode ser tocado ou visto.

Eles viram Deus em carne e em imagem.

II

E o Filho encarnado do homem tornou a identidade de Deus,

Seu status, caráter e mais, humanos e tangíveis.

Quer em humanidade ou divindade,

não se pode negar que Ele representa o status e identidade de Deus.

III

Deus operou e falou através da carne nessa época.

Com a identidade do Filho do homem, Ele se postou diante da humanidade,

deixando-a encontrar a palavra de Deus e Sua obra entre os homens,

conhecer Sua divindade e grandeza em meio à humildade.

O homem tem um senso do realismo de Deus, um gosto de Sua realidade,

e passa a entender o que isso significa.

Pela humanidade, o Filho do homem expressou

a vontade e divindade de Deus.

E ao mostrar a vontade de Deus e Seu caráter,

Ele revelou às pessoas o Deus no reino do espírito,

que não pode ser tocado ou visto.

Eles viram Deus em carne e em imagem.

Embora a obra, os métodos e a perspectiva de falar

do Senhor Jesus diferissem

da pessoa real de Deus no reino do espírito,

Ele representou Deus como jamais visto.

Isso não se pode negar.

de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”

Ver mais

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Compartilhar

Cancelar