Hinos de louvor "Os feitos maravilhosos de Deus ao administrar todas as coisas"

Hinos de louvor "Os feitos maravilhosos de Deus ao administrar todas as coisas"

790 |29 de Abril de 2020

I

No decorrer dos séculos, o riacho pequenino escorreu suavemente ao redor do pé da montanha.

Ao seguir o curso que a montanha tinha criado,

o riacho pequenino voltou para sua casa, juntou-se ao rio e fluiu para o mar.

Sob os cuidados da montanha, o riacho nunca se perdeu.

O riacho e a montanha um no outro confiaram, se limitaram e dependeram um do outro.

II

No decorrer dos séculos, o vento forte não parou de uivar para a montanha.

Ele soprava redemoinhos de areia quando “visitava” a montanha, igual como antes.

E ameaçava a montanha, mas jamais passou pelo meio dela.

E contiuaram do mesmo jeito que eles sempre foram.

O vento forte e a montanha um no outro confiaram,

se limitaram e dependeram um do outro.

O vento forte e a montanha um no outro confiaram,

se limitaram e dependeram um do outro.

III

No decorrer dos séculos, a onda gigantesca não descansou e nunca parou de se expandir.

Ela rugiria e se ergueria para montanha,

mas a montanha nem um centímetro se moveu.

A montanha zelou pelo mar, e os seres marinhos se multiplicaram e proliferaram.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”

Ver mais

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Compartilhar

Cancelar