Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

43. Eu aprendi a distinguir entre o Cristo verdadeiro e cristos falsos

Chuanyang, Estados Unidos

Em 2010, o inverno nos Estados Unidos me fez sentir muito frio. Além do frio extremo – uma combinação de vento e neve – o pior era que meu coração tinha sido invadido e atacado por uma “onda fria”. Quem trabalha na área de decoração de interiores sabe que o inverno é o período mais difícil do ano. Assim que o inverno começa, o trabalho diminui muito. Corremos até o perigo de perder nosso emprego. Esse ano foi meu primeiro ano nos Estados Unidos. Eu tinha acabado de desembarcar, e tudo me era estranho. Alugar um apartamento, procurar um emprego – nada era fácil, e meus dias eram repletos de dificuldades. Cheguei ao ponto em que tive que emprestar dinheiro para alugar um apartamento. Essa situação difícil me lançou numa crise de tristeza, e senti que os dias eram realmente difíceis de suportar. À noite, eu me virava para a parede gelada com tanta dor dentro de mim que tudo que queria fazer era chorar. Certo dia, quando andava apático em meu estado de tristeza, alguém que estava espalhando o evangelho do Senhor Jesus me entregou um cartão e disse: “O Senhor Jesus ama você, irmão, venha para a nossa igreja e ouça o evangelho do Senhor!” Pensei comigo mesmo: Não tenho nada a fazer neste momento, então não fará mal nenhum ir e ouvir aquilo, pelo menos estarei fazendo algo. Então, daquele jeito, entrei na igreja. Ouvi o pastor ler em voz alta as palavras do Senhor Jesus: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Quando ouvi aquelas palavras, eu me comovi profundamente com o amor do Senhor. Não consigo explicar claramente o tipo de sentimento que tive, mas podia sentir que o amor do Senhor era real e que excedia o amor de todo o mundo secular. Meu coração entristecido se sentiu enormemente consolado. Como resultado, decidi me dedicar a depositar minha confiança no Senhor Jesus. Depois, comecei a participar com entusiasmo das reuniões todos os domingos, e, por causa da minha busca entusiasmada, rapidamente me tornei um colaborador na igreja.

Após servir na igreja por dois anos, senti cada vez mais que o Senhor não estava comigo. Eu não me sentia iluminado quando lia a Bíblia, não me sentia movido pela oração e sentia que as reuniões não me davam nenhum sustento espiritual. Além disso, vi como todos na igreja viviam numa condição em que pecavam durante o dia para confessarem à noite e como todos, fossem eles pastores, presbíteros ou crentes comuns, estavam amarrados ao pecado, travando disputas invejosas, criando facções, lutando por fama e lucro e se agarrando a coisas mundanas. Todos os tipos de comportamentos ilegais estavam se tornando cada vez mais aparentes. Vi também que as pessoas na sociedade estavam se tornando cada vez mais depravadas a cada dia que passava, estavam se tornando cada vez mais malignas e egoístas, enquanto desastres estavam acontecendo pelo mundo inteiro – terremotos, fomes e epidemias estavam irrompendo o tempo todo. Todo tipo de sinais deixava claro que os últimos dias estavam se aproximando a largos passos e que o Senhor Jesus retornaria em breve. Os pastores e presbíteros falavam conosco com frequência sobre estes versículos bíblicos: “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:23-24). E, com gravidade, falavam sobre como nos últimos dias apareceriam falsos cristos e nos diziam que, de forma alguma, deveríamos dar ouvidos à pregação de estranhos, e afirmavam até que, com exceção das pessoas na nossa igreja, os crentes em outras denominações e grupos religiosos estavam todos errados, que deveríamos distinguir isso cuidadosamente para que não permitíssemos que fôssemos enganados e seguíssemos pela senda errada. Já que ouvia os pastores pregarem muitas vezes dessa forma, eu disse a mim mesmo: Não posso me desviar da senda nesse momento crucial da chegada iminente do Senhor, preciso fazer de tudo para preservar minha fé no Senhor.

Certo dia, nos meados de setembro de 2016, recebi uma ligação inesperada da irmã Zhu. A irmã Zhu era uma crente de longa data e uma buscadora ativa da verdade em nossa igreja, e nós sempre tínhamos nos dado bem, por isso fiquei muito feliz ao receber um telefonema dela. Escutei enquanto a irmã Zhu me contava com entusiasmo: “Irmão, tenho boas notícias para lhe contar, o Senhor Jesus retornou, Ele é Deus Todo-Poderoso! Dessa vez, Deus encarnou para executar a obra de julgar, purificar e salvar o homem…” Fiquei um tanto surpreso ao ouvir essas palavras e pensei comigo mesmo: “Será que a irmã Zhu continua firme no caminho do Senhor? Ela se converteu para outra religião? Como pode ser tão tola? Os pastores e presbíteros não ressaltaram repetidas vezes que falsos cristos surgirão nos últimos dias? Por que ela não ouviu? Se acreditarmos na coisa errada nesse momento crucial em que o Senhor está prestes a vir, nós não teremos praticado nossa fé em vão ao longo de todos esses anos?” Enquanto refletia sobre isso, perguntei nervosamente à irmã Zhu: “Irmã, a Bíblia diz que, nos últimos dias, haverá falsos…” mas sem esperar que eu terminasse de falar, ela respondeu: “Irmão, o Senhor Jesus nos advertiu a ‘Não julgueis’, e não devemos julgar como nos agrada para que não sejamos condenados por Deus”. A advertência da irmã me lembrou destas palavras do Senhor: “Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados” (Lucas 6:37). Não ousei mais julgar. No entanto, diante de um evento tão grande quanto o retorno do Senhor, a irmã Zhu e eu tínhamos, cada um, nossa própria opinião, e ambos queríamos convencer o outro, e assim nós nos revezávamos tentando explicar nossas posições, mas, no fim, nenhum de nós conseguiu convencer o outro.

Por mais de um mês depois disso, a irmã Zhu me ligou repetidas vezes para espalhar o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso, mas sempre me recusei a aceitá-lo e até a pressionei para voltar e continuar a crer no Senhor. Mais tarde, reconheci que ela estava muito firme em sua crença em Deus Todo-Poderoso, que, de forma alguma, vacilaria em sua fé, então desisti e parei de tentar convencê-la. Eu disse: “A partir de agora, continuarei a crer em meu Senhor Jesus, e você pode crer em seu Deus Todo-Poderoso, e não ficaremos no caminho um do outro!” Depois disso, sempre que a irmã Zhu me ligava para dar testemunho da obra de Deus nos últimos dias, eu inventava uma desculpa para evitá-la. Continuei recusando-me a aceitar a obra de Deus nos últimos dias, mas isso não a impediu de espalhar o evangelho para mim.

Certa manhã em novembro, pouco após as cinco da manhã, antes mesmo do amanhecer, alguém tocou a campainha do meu lar. Abri a porta e vi a irmã Zhu acompanhada de um irmão e uma irmã. Quando vi a irmã Zhu, eu me senti dividido. Pensei comigo mesmo: “Eu já não lhe expliquei isso? Como, apesar de tudo, você pôde percorrer uma distância tão grande para vir até a minha casa? Não importa o que você diga, eu não vou acreditar”. A despeito dos muitos anos em que tínhamos nos conhecido como membros da igreja, eu disse algumas palavras antipáticas a eles e não permiti que entrassem. Quando a irmã Zhu viu que eu estava tão determinado em minha abordagem, uma expressão abatida se espalhou pelo seu rosto e, com uma voz sufocada de emoção, ela me disse: “Irmão, a razão pela qual eu vim espalhar o evangelho do reino para você é que eu fui tocada pelo Espírito Santo. Se não fosse pelo amor de Deus, eu não teria sido capaz de deixar minhas emoções de lado e espalhar o evangelho para você repetidamente. Irmão, o Senhor Jesus realmente retornou. Neste momento, o Espírito Santo está operando naqueles que aceitaram a nova obra de Deus. Se não fosse pela obra do Espírito Santo, como alguém poderia ter tanta fé e força de vontade para vir e espalhar o evangelho para você? Você também viu a situação atual da nossa igreja, nossos irmãos e irmãs vivem todos atados ao pecado, falta-lhes a força para se libertar. Dessa vez, Deus veio para expressar palavras para julgar o homem e para executar Sua obra de nos libertar do pecado e nos purificar. Se perdermos a obra de Deus nos últimos dias, não teremos outra oportunidade de alcançar a salvação de Deus”. As palavras sinceras da irmã me comoveram e amoleceram um pouco o meu coração. Em especial, quando ela falou sobre a situação da igreja, os fatos que tinha visto dentro das igrejas me vieram à mente um após o outro: na primeira igreja em que eu tinha servido, os pastores diziam uma coisa e faziam outra, recebiam com um sorriso aqueles que doavam a maior quantia de dinheiro, preocupavam-se em como esses crentes estavam indo, mas todos que não contribuíam com muito dinheiro eram ignorados e desprezados por eles. Eu não suportava ver isso, por isso fui para a segunda igreja. Nessa igreja, vi como os colaboradores excluíam uns aos outros, se envolviam em disputas invejosas e criavam facções, e eram iguais às pessoas no mundo secular. Isso me decepcionou. No início, quis me mudar para outra igreja, mas um irmão me disse que ele já tinha mudado para muitas igrejas e que tinha encontrado a mesma desolação e escuridão em todos os lugares... Enquanto refletia sobre isso, pensei também nos diversos comportamentos que eu exibia enquanto vivia em pecado, o que me fez vacilar um pouco em meu coração: Era possível que o Senhor Jesus realmente tivesse retornado em carne para executar Sua obra de erradicar o pecado? A essa altura, a irmã Zhu continuou: “Para saber se Deus Todo-Poderoso é ou não o Senhor que retornou, tudo que você precisa fazer é ler a palavra de Deus Todo-Poderoso. Quando o Senhor Jesus veio para executar Sua obra, Seus discípulos O seguiram porque reconheceram por meio de Sua palavra que Ele era o Messias vindouro. Hoje, a fim de determinar se Deus Todo-Poderoso é ou não a aparição do Senhor Jesus para executar Sua obra, devemos fazê-lo por meio da obra e da palavra de Deus Todo-Poderoso. Se, depois de ler todas as palavras de Deus Todo-Poderoso, você ainda acreditar que Ele não é o Senhor que retornou, eu não tentarei impor nada a você e deixarei de espalhar o evangelho para você, pois Deus nunca obrigou ninguém a aceitar Seu evangelho”.

Após ouvir a irmã Zhu, hesitei por um momento e pensei comigo mesmo: Não vejo mal nenhum em ler essas palavras e ver quais verdades expressadas nas palavras de Deus Todo-Poderoso levaram a irmã Zhu a crer nisso com tanta firmeza. Então, abri a porta e permiti que a irmã Zhu e os outros entrassem em meu lar. A irmã Zhu apresentou os outros. Eram a irmã Zhang Qing e o irmão Liu Kaiming da Igreja de Deus Todo-Poderoso. A irmã Zhu disse: “Irmão Chuanyang, já faz vários meses desde que aceitei a obra dos últimos dias de Deus Todo-Poderoso. Fui para a Igreja de Deus Todo-Poderoso para verificar pessoalmente. Participei da vida na igreja. Por meio de experiências pessoais e uma investigação cuidadosa, reconheci que a Igreja de Deus Todo-Poderoso é realmente uma igreja que tem a obra do Espírito Santo, que é uma igreja genuína e que, com certeza absoluta, vem de Deus. Temos sido membros da igreja há anos, e como colaborador da igreja você deveria saber melhor do que eu o que ocorre dentro dela agora. O Espírito Santo parou de operar na nossa igreja há muito tempo, e isso é um fato que todos aceitam. Os pastores não conseguem pregar sermões que nos fornecem vida, fazem apenas sermões sobre como atacar e ficar de alerta contra outras igrejas, dizendo-nos que devemos guardar o nome do Senhor, que seremos salvos se não abandonarmos a igreja, mas, na verdade, não há fundamento na palavra do Senhor para agirem dessa maneira. Estão fazendo tudo isso para proteger seu status e preservar seus empregos, não estão fazendo isso para a nossa vida. Se realmente se sentissem responsáveis por nossa vida, eles deveriam tomar a iniciativa e nos levar na busca por uma igreja onde o Espírito Santo está operando e não nos obrigar a permanecer obstinadamente numa igreja religiosa em que o Espírito Santo deixou de operar há muito tempo, para aguardarmos a nossa morte por fome ou exaustão”. Quando ouvi isso, pensei comigo mesmo: “As palavras da irmã Zhu realmente falam daquilo que está acontecendo. Hoje, a igreja não tem a obra do Espírito Santo, tudo que os pastores e presbíteros fazem não é por consideração da vida dos crentes e, ao longo dos anos que tenho continuado nessa igreja, senti cada vez mais que o Senhor não está conosco. Muito tempo atrás, eu me senti ressequido e sombrio em meu espírito sem ter para onde ir”. Ao ouvi-la falar de modo tão sensato e fundamentado, senti que não podia mais rejeitar sua visita.

A essa altura, o irmão Liu, que tinha vindo com ela, disse: “Irmão, a razão pela qual o mundo religioso está desolado é que Deus veio para executar Sua nova obra, e a obra do Espírito Santo tem avançado, mas eles não têm acompanhado a nova obra que Deus está realizando. Uma razão ainda maior para isso é que os pastores e presbíteros não têm obedecido aos mandamentos do Senhor nem colocado as palavras do Senhor em prática, pelo contrário, eles têm levado os crentes a seguir as tendências malignas do mundo e até mesmo a resistir e condenar a nova obra de Deus. É exatamente como quando o Senhor Jesus veio para executar Sua obra: o templo tinha se transformado num lugar onde gado, ovelhas e pombos eram vendidos e dinheiro era trocado. Os sacerdotes violavam leis e ofereciam animais com máculas como sacrifícios para enganar Deus, os fariseus cobiçavam riqueza e desfrutavam os espólios de sua posição, e outros pecados também eram cometidos. Até mesmo aqueles que serviam a Deus viviam em pecado, sem o mínimo de reverência por Deus em seu coração. Isso bastava para mostrar que o Espírito Santo não operava mais no templo, que a obra do Espírito Santo tinha seguido adiante e que a obra de Deus na Era da Lei tinha chegado ao fim. O Senhor Jesus veio para executar a obra da redenção sobre o fundamento da obra da Era da Lei, e o Espírito Santo não operava mais naqueles que guardavam o nome de Deus Jeová e se agarravam obstinadamente às leis. O Espírito Santo tinha transferido Sua obra para aqueles que aceitavam a nova obra do Senhor Jesus. Já que a presença de Deus não estava mais no templo, ele se tornou cada vez mais desolado até finalmente se transformar num covil de ladrões. Mas os discípulos do Senhor Jesus aceitaram a salvação do Senhor, colocaram em prática os ensinamentos do Senhor, tiveram fé e força para seguir o Senhor, deixaram seus lares e abandonaram seus empregos a fim de dar testemunho e espalhar o evangelho do Senhor e não temeram perseguição e adversidade. Todo esse efeito não foi alcançado neles pela obra do Espírito Santo? Hoje, o retorno do Senhor significa igualmente que a era antiga chegou ao fim e que uma nova era se iniciou. O Espírito Santo deixou de operar nas igrejas da Era da Graça há muito tempo; Ele começou a operar naqueles que aceitaram a nova obra de Deus. Isso cumpre a profecia da Bíblia: ‘Além disso, retive de vós a chuva, quando ainda faltavam três meses para a ceifa; e fiz que chovesse sobre uma cidade, e que não chovesse sobre outra cidade; sobre um campo choveu, mas o outro, sobre o qual não choveu, secou-se’ (Amós 4:7). ‘Eis que vêm os dias, […] em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras de Jeová’ (Amós 8:11). Deus Todo-Poderoso diz também: ‘Deus cumprirá este fato: Ele fará com que todas as pessoas em todo o universo venham diante Dele e adorem o Deus na terra; a obra divina em outros lugares cessará e as pessoas serão obrigadas a buscar o caminho verdadeiro. Será como José: todos o procuraram em busca de comida e se curvaram diante dele, pois ele tinha o que comer. Para evitar a fome, as pessoas serão obrigadas a buscar o caminho verdadeiro. Toda a comunidade religiosa está sofrendo de uma fome severa e apenas o Deus de hoje é a fonte da água viva, possui mananciais perenes que oferecem deleite ao homem, e as pessoas virão e dependerão Dele’ (de ‘O Reino Milenar chegou’ em “A Palavra manifesta em carne”). ‘Toda a obra de Deus em todo o universo se concentrou nesse grupo de pessoas. Ele dedicou todos os esforços a vocês e sacrificou tudo por vocês; Ele reivindicou e lhes entregou toda a obra do Espírito em todo o universo. É por isso que digo que vocês são afortunados. Além disso, Ele transferiu Sua glória de Israel, o povo escolhido, para vocês, para que o propósito do plano divino se manifeste plenamente através do seu grupo de pessoas. Portanto, vocês são aqueles que receberão a herança de Deus e, mais que isso, são os herdeiros da glória de Deus’ (de ‘A obra de Deus é tão simples quanto o homem imagina?’ em “A Palavra manifesta em carne”). ‘Já que aqueles na religião são incapazes de aceitar a nova obra de Deus e se apegam à obra do passado, Deus abandonou essas pessoas e realiza Sua nova obra nas pessoas que aceitam essa nova obra. São pessoas que colaboram com Sua nova obra e só assim Seu gerenciamento poderá ser realizado’ (de ‘A obra de Deus e a prática do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”). Essas palavras de Deus nos mostram que o Espírito Santo parou de operar nas igrejas da Era da Graça, portanto, não importa o quanto as pessoas tentem nem que tipo de métodos criados pelo homem elas usem para reavivar as igrejas, tudo é em vão. A Igreja Católica e as denominações protestantes são todas iguais, o espírito de seus crentes está ressecado e esfomeado, sua fé e seu amor estão esfriando aos poucos, eles são incapazes de seguir os ensinamentos do Senhor, e muitos deles estão seguindo as tendências malignas do mundo, buscando riqueza e cobiçando coisas mundanas. As igrejas se transformaram em lugares de desolação. Por outro lado, os irmãos e irmãs da Igreja de Deus Todo-Poderoso são pessoas que se afastaram de diferentes denominações e grupos religiosos e que vêm de diferentes profissões para aceitar a obra de Deus nos últimos dias. São virgens sábias que, ao ouvirem a voz de Deus, retornaram para diante de Seu trono. Estão recebendo o suprimento da água viva da vida que flui do trono de Deus, estão sendo pastoreadas e guiadas pelo próprio Deus e estão espalhando e dando testemunho do evangelho do reino de Deus de modo unânime. Suportam a ridicularização e difamação pelo mundo, sofrem abuso e condenação por parte dos líderes de diversas denominações e grupos religiosos, sofrem até violência física e prisão, seus lares são revistados, e suas posses, confiscadas, e elas são cruelmente torturadas e jogadas na prisão pelo governo do Partido Comunista da China. Mesmo assim, têm fé, têm força, têm amor e são perseverantes e implacáveis seguindo Deus Todo-Poderoso e dando testemunho da obra de Deus nos últimos dias. Conseguem fazer isso não por força própria. Todos esses efeitos são alcançados pela obra do Espírito Santo! Além disso, devemos buscar por que foi da vontade de Deus enviar uma fome para o mundo religioso, pois Seu propósito é compelir aqueles que verdadeiramente creem em Deus e que têm sede da verdade para que abandonem suas religiões, abandonem a enganação e o controle dos anticristos em suas religiões e se afastem delas para buscar os passos de Deus e a Sua manifestação, aceitem Sua obra de julgamento nos últimos dias e sejam purificados e aperfeiçoados por Ele, e que ao mesmo tempo deixem aqueles falsos crentes em suas religiões e os exponham e eliminem aqueles que buscam pão para satisfazer sua fome e que não acreditam em Deus com um coração verdadeiro, mas, em vez disso, adoram e seguem homens. Dessa forma, as pessoas serão classificadas segundo a sua espécie. Isso não é a sabedoria e onipotência de Deus?”

Quando ouvi as palavras de Deus e essa comunhão do irmão, senti que isso era muito real e que correspondia completamente à verdade. Eu me senti como se tivesse despertado de um sonho e entendi a fonte da desolação das diversas igrejas. Antes disso, eu soubera apenas que o Senhor Jesus tinha expulsado todos aqueles que compravam e vendiam no templo, derrubado as mesas dos trocadores de dinheiro e as cadeiras daqueles que vendiam pombos, dizendo que eles tinham transformado o templo num covil de ladrões, mas eu não conhecera a razão pela qual o templo tinha se transformado num covil de ladrões. Apenas então eu soube que isso se devia ao fato de que Deus estava executando Sua nova obra, e a obra do Espírito Santo tinha seguido adiante e estava sendo executada naqueles que tinham aceito a nova obra de Deus. Portanto, aqueles que não seguiam a nova obra de Deus perderam a obra do Espírito Santo e a reverência por Deus em seu coração, de modo que praticavam coisas que violavam a lei do templo, transformando-o num covil de ladrões. Sabendo que foi isso que aconteceu, entendo que a razão pela qual as igrejas de hoje estão tão desoladas é exatamente a mesma que se aplicava ao templo na época! Naquele momento, percebi finalmente como eu tinha sido insensível. Apesar de ter visto que, desde os pastores e presbíteros até os crentes comuns, todos estavam sujeitos ao pecado e que a igreja transbordava de desordem e iniquidade, eu não tinha buscado a vontade de Deus nem a obra do Espírito Santo. Também não tinha me concentrado em ouvir a voz de Deus e, em decorrência disso, tinha sido eliminado pela obra do Espírito Santo sem que soubesse disso. Percebi que precisava estudar cuidadosamente a palavra de Deus Todo-Poderoso. Naquele dia, antes de despedir a irmã Zhu e os outros, combinamos uma hora para voltarem e comungarem novamente comigo, e eles também me emprestaram um exemplar de “O Pergaminho aberto pelo Cordeiro”, que aceitei com grande alegria.

Mais tarde, quando li “O Pergaminho aberto pelo Cordeiro”, um livro da palavra de Deus Todo-Poderoso, vi que Sua palavra explicava um grande número de mistérios, como, por exemplo, os três estágios da obra executada por Deus para salvar a humanidade, a obra de Seu julgamento nos últimos dias, a beleza de Seu reino etc., o que me permitiu obter um entendimento mais profundo da obra de Deus. Meu espírito ressecado se sentiu satisfeito, e quanto mais eu lia esse livro, mais o amava. Eu costumava me levantar às cinco e meia da manhã, mas quando recebi o exemplar de “O Pergaminho aberto pelo Cordeiro”, comecei a levantar às quatro e meia para ler e refletir sobre a palavra de Deus Todo-Poderoso, o que deu grande satisfação ao meu coração. Certa manhã, enquanto estava lendo o capítulo “Você é um verdadeiro crente a Deus?”, eu fui tocado em meu coração. Deus Todo-Poderoso é o Deus que sonda o coração das pessoas, e Ele expôs a nossa natureza corrupta que jamais podemos conhecer por conta própria. Isso permitiu que eu reconhecesse a situação real da minha corrupção por Satanás, particularmente quando li estas palavras de Deus Todo-Poderoso: “De qualquer modo, Eu digo que todos aqueles que não estimam a verdade são todos descrentes e traidores da verdade. Tais homens nunca receberão a aprovação de Cristo. […] Você deve compreender que Deus não pertence ao mundo ou a qualquer pessoa em particular, mas a todos aqueles que acreditam Nele verdadeiramente, todos aqueles que O adoram e todos aqueles que são devotos e fiéis a Ele.” Enquanto ponderava essas palavras, fiquei me perguntando: Sou uma pessoa que realmente crê em Deus? Aquilo que prezo é a verdade? O que tenho prezado nesses últimos anos enquanto acreditava em Deus? Pensei em como eu era igual à maioria dos irmãos e irmãs: por fora, eu lia a Bíblia e frequentava as reuniões, mas não prestava atenção na experiência e prática da palavra do Senhor; eu prezava os sermões pregados pelos pastores e as letras da Bíblia. Depositava minha fé no conhecimento bíblico e nas doutrinas teológicas pregadas por esses pastores. Nunca me perguntava se aquilo que pregavam realmente continha a verdade ou não, se sua pregação se conformava à vontade do Senhor, e certamente nunca usava as palavras do Senhor para examinar e mensurar o que estavam dizendo. Acreditava em tudo que pregavam. Ao mesmo tempo, percebi: eu realmente era tão cego e ignorante ao ponto de adorar cegamente as pessoas! Lembrei-me dos sermões desses pastores e presbíteros. Ou eram sermões sobre fazer ofertas ou sobre proteger-se contra outras denominações e vedar a igreja. Às vezes, falavam simplesmente sobre as coisas velhas que eram ditas há anos. Não havia iluminação nova, nenhum esclarecimento novo, eles não tinham absolutamente nada que pudessem nos fornecer, que fizesse nosso espírito deixar de estar ressequido, tampouco conseguiam resolver a questão do estado de desolação da igreja. Isso levou os irmãos e irmãs a simplesmente agir sem se envolver quando participavam de reuniões. Durante as reuniões, alguns conversavam, alguns cochilavam, outros brincavam com seus celulares… Eu vivia nesse tipo de igreja desolada e sombria, mas não sabia buscar a vontade de Deus nem a obra do Espírito Santo. Aparentemente, eu não era uma pessoa que buscava a verdade ou que realmente acreditava em Deus. Deus Todo-Poderoso diz: “Todos aqueles que não estimam a verdade são todos descrentes.” “Deus não pertence ao mundo ou a qualquer pessoa em particular, mas a todos aqueles que acreditam Nele verdadeiramente, todos aqueles que O adoram.” Essas palavras eram tão reais e, de repente, me lembraram das palavras de Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (João 14:6). Entendi: Deus é a verdade, Deus executa Sua obra para dar ao homem a verdade, o caminho e a vida, e as pessoas que realmente creem em Deus se concentram em buscar e obter a verdade. Como crente em Deus, eu não me concentrava em buscar a verdade, portanto, não estava sendo tolo em minha fé? Se era assim que eu acreditava em Deus, como receberia a aprovação de Deus? As palavras de Deus Todo-Poderoso me edificavam e beneficiavam tanto! Quanto mais eu lia a palavra de Deus Todo-Poderoso, mais sentia que tantas coisas me faltavam. Em decorrência disso, exceto quando precisava trabalhar, eu gastava todo meu tempo livre lendo a palavra de Deus Todo-Poderoso. Senti em meu coração que esse era o caminho verdadeiro. Mas ainda me sentia perplexo por causa destas palavras ditas pelo Senhor Jesus: “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:23-24). Eu não sabia o que essas palavras pretendiam dizer, por isso decidi descobrir quando a irmã Zhu e os outros voltassem.

A irmã Zhu e os outros passaram na minha casa no horário que tínhamos combinado, e eu disse à irmã Zhang: “Nesses últimos dias, tenho lido muito da palavra de Deus Todo-Poderoso e sinto que cada oração das palavras de Deus Todo-Poderoso é a verdade e que isso é realmente o que preciso. Antes, a irmã Zhu tinha tentado me convidar várias vezes a estudar a palavra de Deus Todo-Poderoso, mas já que os pastores pregavam sobre os cristos falsos que apareceriam nos últimos dias para enganar as pessoas, eu me recusei a investigar o caminho verdadeiro, e agora realmente me arrependo de ter sentido daquela forma. No entanto, essa confusão na minha mente ainda não se resolveu, por isso peço comunhão. O Senhor Jesus disse: “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:23-24). Como você entende essas palavras?”

A irmã Zhang disse: “Graças a Deus! Que Deus nos guie nessa comunhão! Quanto à pergunta que nosso irmão levantou, precisamos entender primeiro quais foram o objetivo e o significado do Senhor Jesus quando Ele disse essas palavras. O Senhor Jesus nos disse que, quando retornasse, Ele se tornaria carne novamente como Cristo, como Filho do homem, e nessa passagem o Senhor disse que falsos cristos também apareceriam manifestando sinais e maravilhas para enganar as pessoas. Isso significa: quando Deus aparecer novamente na carne, esses falsos cristos também aparecerão. Isso nos mostra que o Senhor disse essas palavras para nos advertir que precisamos discernir esses falsos cristos a fim de não sermos enganados por eles, não para nos alertar que devemos trancar todas as nossas portas e nos recusar a ouvir qualquer um que espalhe as boas novas da chegada do Senhor. Seria um erro agir dessa forma e seria uma interpretação totalmente errada da intenção do Senhor. O Senhor Jesus já profetizou: ‘Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!’ (Mateus 25:6). ‘Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo’ (Apocalipse 3:20). ‘As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem’ (João 10:27). As palavras do Senhor deixam muito claro que, quando o Senhor retornar, Ele usará Sua voz para chamar as ovelhas de Deus e que, por meio de Sua voz, as ovelhas de Deus O reconhecerão e voltarão para Ele. Isso significa que nossa capacidade de encontrar o Senhor quando Ele retornar depende da nossa capacidade de reconhecer a voz de Deus. Se não fizermos um esforço para ouvir a voz de Deus e recusarmos constantemente aqueles que espalham o evangelho do retorno do Senhor, nós não fecharíamos facilmente a porta para o Senhor e O deixaríamos do lado de fora? As palavras do Senhor nos mostram que a característica distintiva dos falsos cristos é operar sinais e realizar milagres. Imitando a obra que o Senhor Jesus realizou no passado, eles operam alguns sinais e maravilhas, como curar os doentes e expulsar demônios, para enganar o homem. No entanto, falsos cristos são a materialização de espíritos maus, de modo que, independentemente dos sinais que operem, eles não conseguem expressar qualquer verdade. Isso é absoluto. As palavras de Deus Todo-Poderoso deixam as expressões e a substância dos falsos cristos abundantemente claras. Estudemos algumas passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso, e você entenderá. Deus Todo-Poderoso disse: ‘Se nos últimos dias um “Deus” igual a Jesus apareceu, alguém que curou os doentes, expulsou demônios e foi crucificado pelo homem, aquele “Deus”, embora idêntico à descrição de Deus na Bíblia e fácil para o homem aceitar, não seria, em sua essência, a carne usada pelo Espírito de Deus, mas por um espírito maligno. Pois é o princípio da obra de Deus nunca repetir o que Ele já completou. E assim, a obra da segunda encarnação de Deus é diferente da obra da primeira’ (de ‘A essência da carne habitada por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). ‘Se, durante o dia de hoje, surgir uma pessoa que seja capaz de mostrar sinais e maravilhas e expulsar demônios, curar os doentes e realizar muitos milagres e se essa pessoa afirmar que ela é Jesus que veio, então isso seria a fraude dos espíritos malignos e sua imitação de Jesus. Lembre-se disso! Deus não repete a mesma obra. A etapa da obra de Jesus já foi concluída e Deus nunca mais realizará aquele estágio da obra. […] Se, durante os últimos dias, Deus ainda mostrasse sinais e maravilhas, e ainda expulsasse demônios e curasse os doentes – se Ele fizesse exatamente o mesmo que Jesus – então Deus estaria repetindo a mesma obra e a obra de Jesus não teria significado ou valor. Assim, Deus realiza uma etapa de obra em cada era. Uma vez que cada etapa de Sua obra foi concluída, logo é imitada por espíritos malignos e, depois que Satanás começa a seguir os passos de Deus, Deus muda para um método diferente; uma vez que Deus completou uma etapa de Sua obra, ela é imitada por espíritos malignos. Vocês devem estar claros sobre essas coisas’ (de ‘Conhecer a obra de Deus hoje’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus Todo-Poderoso deixam muito claro que todos os falsos cristos são espíritos maus que fingem ser Cristo. Mesmo que chamem a si mesmos de Deus, eles não possuem nem um pingo da verdade e certamente não realizam a obra de Deus, pois não têm a substância de Cristo. Com a intenção de enganar as pessoas, só conseguem seguir no encalço de Deus para imitar a obra que o Senhor Jesus já realizou. Cristos falsos jamais conseguirão levar a verdade nem uma nova senda de prática para as pessoas. Todos sabem que todos os produtos falsificados neste mundo são cópias de produtos reais. Os cristos falsos são exatamente iguais, eles curam os doentes, expulsam demônios e realizam alguns milagres simples para enganar as pessoas copiando a obra realizada pelo Senhor Jesus, mas não há como os cristos falsos realizarem milagres como ressuscitar os mortos e alimentar cinco mil pessoas com cinco pães e dois peixes. Portanto, qualquer um que se chame Cristo, que afirme ser o Senhor Jesus que retornou e que manifeste sinais e maravilhas, cure os enfermos e expulse demônios é, com certeza absoluta, um cristo falso que engana as pessoas. Cristo, porém, é a encarnação do próprio Deus, é o Espírito de Deus realizado na carne, Ele tem humanidade normal e divindade completa, e Ele é absolutamente Deus. Deus Todo-Poderoso disse: ‘Deus tornado carne é chamado de Cristo, logo, o Cristo capaz de dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há exagero nenhum nisso, uma vez que Ele possui a substância de Deus e possui o caráter de Deus, e sabedoria em Sua obra, que são inatingíveis pelo homem. São impostores aqueles que se dizem Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus. Cristo não é simplesmente a manifestação de Deus na terra, mas sim a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não é do tipo que pode ser substituída por qualquer homem, mas que é capaz de arcar adequadamente com obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de bem representar Deus e de fornecer vida ao homem. Cedo ou tarde, todos esses falsos Cristos cairão porque, embora afirmem ser Cristo, nada possuem da substância de Cristo. E por isso Eu digo que o homem não pode definir a autenticidade de Cristo, mas o Próprio Deus resolve e decide quanto a ela’ (de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”). Apenas Cristo pode executar a obra de Deus, apenas Cristo pode expressar a verdade, apenas Cristo pode expressar o caráter de Deus e prover e pastorear o homem. E apenas Cristo pode executar a obra de remir e salvar a humanidade, apenas Ele pode encerrar a era antiga e iniciar uma era nova. Além disso, a obra de Deus é sempre nova e nunca velha, e Deus jamais repete a mesma obra, de modo que, sempre que Cristo vier para realizar uma obra, Ele sempre trará uma obra nova, expressando o caráter de Deus e aquilo que Ele tem e é. Assim aconteceu quando o Senhor Jesus veio para realizar uma obra: Ele encerrou a Era da Lei e iniciou a Era da Graça, apresentou os sermões que capacitaram as pessoas a confessar seus pecados e a se arrepender, ensinou as pessoas a amar seus inimigos e, entre outras coisas, a ser humilde e paciente e a perdoar os outros. O Senhor Jesus revelou ao homem o caráter amoroso e misericordioso de Deus. Deus Todo-Poderoso veio nos últimos dias e, da mesma forma, encerrou a Era da Graça e iniciou a Era do Reino. Ele está executando a obra de julgar e salvar o homem com Suas palavras sobre a base da obra de redenção do Senhor Jesus, dando-nos todas as verdades que precisamos para sermos purificados e alcançarmos a salvação, fornecendo-nos a senda que nos mostra como podemos nos livrar do pecado e alcançar a salvação e expressando o caráter justo, majestoso e irado de Deus. Por meio da obra e das palavras de Deus Todo-Poderoso, somos absolutamente capazes de reconhecer que Deus Todo-Poderoso é Deus encarnado e que Ele é o próprio Deus que aparece entre os homens nos últimos dias”.

Após ouvir as palavras de Deus e a comunhão dessa irmã, eu me senti como se tivesse despertado de um sonho e que finalmente tinha entendido como distinguir entre o Cristo verdadeiro e os falsos cristos. Isso me deixou feliz e, ao mesmo tempo, envergonhado; reconheci minha lástima como pessoa que não tinha a verdade. Refleti sobre a razão pela qual eu tinha recusado repetidas vezes a obra de Deus nos últimos dias. Era porque eu temia ser enganado por falsos cristos, com o resultado de que rejeitei o Cristo verdadeiro, como alguém que não come por medo de asfixia. Quando o Senhor retornou e bateu à minha porta, eu me recusei a ouvir a voz de Deus. Repetidas vezes, bati a porta e deixei o Senhor do lado de fora. Mas Deus não lidou comigo com base nas minhas transgressões, Ele não desistiu de me salvar, mas tocou esses irmãos e irmãs para que viessem até a minha casa para espalhar o evangelho. Deus nunca me abandonou, o amor de Deus foi tão grande! Quando pensei sobre como eu tinha decidido que todos que davam testemunho do Senhor que retornou estavam pregando um cristo falso por causa das palavras que eu tinha aceito dos pastores, como eu tinha interpretado erradamente a palavra do Senhor, como eu tinha abandonado, condenado e resistido a Deus Todo-Poderoso, acreditando ao mesmo tempo que as minhas concepções eram certas, senti que eu realmente tinha sido muito ridículo! Se não tivesse lido a palavra de Deus Todo-Poderoso e ouvido as comunhões desses irmãos e irmãs sobre como diferenciar entre o Cristo verdadeiro e os cristos falsos, eu jamais teria sido capaz de distinguir entre o Cristo verdadeiro e os cristos falsos e só teria sido enganado pelas palavras de pastores e presbíteros e os teria seguido em sua resistência e recusa de Deus, perdendo assim essa oportunidade extremamente rara de obter Sua salvação. Enquanto refletia sobre isso, eu disse à irmã Zhu e aos outros: “Ouvindo a palavra de Deus Todo-Poderoso e suas comunhões, consigo agora distinguir entre o Cristo verdadeiro e os cristos falsos. Agora, estou convencido de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus que retornou e estou disposto a aceitar a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias”.

Após participar da vida na igreja, vi que os irmãos e irmãs entendiam muitas verdades e que me faltava muito em comparação com eles. Pensei comigo mesmo: Preciso que a irmã Zhu e os outros comunguem mais comigo sobre a palavra de Deus e me ajudem para que eu entenda mais rapidamente a verdade. Eu discuti isso com a irmã Zhu e perguntei se eles poderiam ter reuniões de comunhão em minha casa, e ela aceitou de imediato. Depois disso, passamos a nos reunir toda semana para ler a palavra de Deus e comungar sobre a verdade. Aos poucos, adquiri um conhecimento cada vez maior das palavras de Deus e passei a entender cada vez mais verdades. Senti em meu coração que essas palavras eram as expressões da verdade. Naquele momento, pensei sobre as palavras que o Senhor Jesus tinha dito: “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras” (João 16:12-13). Fiquei ainda mais comovido e vi que essas palavras do Senhor se cumpriram como preditas. A palavra de Deus Todo-Poderoso é “o que o Espírito diz às igrejas”. Deus Todo-Poderoso está no processo de guiar o homem para entender e obter entrada em toda a verdade. É apenas aceitando a obra de Deus nos últimos dias e as verdades expressas por Deus que você pode ser purificado, alcançar a salvação e se tornar uma pessoa segundo o coração de Deus. Foi a palavra de Deus Todo-Poderoso que me trouxe de volta para a casa de Deus; que me levou diante do Seu trono. Agora, tenho as palavras de Deus que me sustentam, me guiam, me trazem paz e alegria e me fazem sentir firme e iluminado. Estou disposto a fazer tudo que posso para buscar a verdade e seguir Deus Todo-Poderoso até o fim. Toda a glória seja dada a Deus Todo-Poderoso!

Anterior:Eu encontrei um verdadeiro lar

Próximo:A tempestade provocada em casa pelo caso de Zhaoyuan de 28 de maio