Palavras diárias de Deus | "O mistério da encarnação (2)" | Trecho 112

A obra que Deus vem fazer nesta terra é apenas para guiar a era; para abrir uma nova era e acabar com a antiga. Ele não veio para viver o curso da vida de um homem na terra, para experimentar por Si Mesmo as alegrias e tristezas da vida como homem, ou para aperfeiçoar uma certa pessoa pelas Suas mãos ou observar pessoalmente alguém à medida que ela cresce. Essa não é Sua obra; Sua obra é apenas abrir a nova era e dar fim à antiga. Isto é, Ele abrirá, em pessoa, uma era, em pessoa acabará com a outra e derrotará Satanás realizando Sua obra em pessoa. Cada vez que Ele realiza Sua obra pessoalmente, é como se estivesse colocando um pé no campo de batalha. Ele primeiro derrota o mundo e prevalece sobre Satanás, na carne; Ele toma posse de toda a glória e revela toda a obra dos dois mil anos, fazendo com que todos os homens na terra tenham a senda certa para trilhar e uma vida de paz e alegria para viver. Contudo, Deus não pode viver com o homem na terra por muito tempo, pois, afinal das contas, Deus é Deus e diferente do homem. Ele não pode viver o tempo de vida de uma pessoa normal, isso é, Ele não pode residir na terra como uma pessoa que não é nada fora do comum, pois Ele tem apenas uma parte mínima da humanidade normal de uma pessoa normal para sustentar Sua vida humana. Em outras palavras, como Deus poderia começar uma família, ter uma carreira e criar filhos na terra? Isso não seria uma desgraça para Ele? Que Ele possua uma humanidade normal é apenas para o propósito de realizar a obra de uma maneira normal, não para capacitá-Lo a ter uma família e uma carreira como uma pessoa normal faria. Seu sentido normal, mente normal, o alimentar e o vestir Sua carne são suficientes para provar que Ele tem uma humanidade normal; não há necessidade de que Ele tenha uma família nem uma carreira para provar que Ele é provido de uma humanidade normal. Isso seria totalmente desnecessário! A vinda de Deus à terra é o Verbo Se tornando carne; Ele está simplesmente permitindo que o homem entenda Sua palavra e veja Sua palavra, isso é, permitindo que o homem veja a obra realizada pela carne. Sua intenção não é que as pessoas tratem Sua carne de uma determinada maneira, mas somente que o homem seja obediente até o fim, isso é, obedeça a todas as palavras que saem de Sua boca e se submeta a toda a obra que Ele faz. Ele está meramente operando na carne; Ele não está intencionalmente pedindo ao homem para exaltar a grandeza e a santidade de Sua carne, mas simplesmente mostrando ao homem a sabedoria de Sua obra e toda a autoridade que Ele exerce. Portanto, muito embora tenha uma humanidade extraordinária, Ele não faz anúncios e foca apenas na obra que deve fazer. Vocês devem saber por que é que Deus Se tornou carne, mas não publica nem testifica Sua humanidade normal, mas, sim, simplesmente realiza a obra que Ele deseja fazer. Portanto, tudo o que vocês podem ver do Deus encarnado é o que Ele é divinamente; isso é porque Ele nunca proclama o que Ele é humanamente para o homem imitar. Somente quando o homem lidera os homens ele fala do que Ele é humanamente, para melhor ganhar a admiração e submissão deles e, por meio disso, conseguir liderar outros. Em contraste, Deus conquista o homem por meio de Sua obra somente (ou seja, obra inatingível para o homem); não há a menor questão de Ele ser admirado pelo homem, nem de fazer com que o homem O adore. Tudo o que Ele faz é incutir no homem um sentimento de reverência por Ele ou um sentido de Sua inescrutabilidade. Deus não precisa impressionar o homem. Tudo o que Ele precisa é que você O reverencie uma vez que tenha testemunhado Seu caráter. A obra que Deus faz é só Dele; não pode ser feita pelo homem em Seu lugar, nem pode ser alcançada pelo homem. Somente o Próprio Deus pode fazer Sua própria obra e inaugurar uma nova era para levar o homem a uma nova vida. A obra que Ele faz é para capacitar o homem para vir a possuir uma nova vida e entrar em uma nova era. O restante da obra é entregue àqueles homens com uma humanidade normal e que são admirados pelos outros. Portanto, na Era da Graça, Ele concluiu a obra de dois mil anos em apenas três anos e meio dos Seus trinta e três anos na carne. Quando Deus vem à terra para realizar a Sua obra, Ele sempre completa a obra de dois mil anos ou de uma era inteira dentro do período mais curto de uns poucos anos. Ele não Se atrasa e não para; Ele simplesmente condensa a obra de muitos anos para que ela seja concluída em apenas alguns anos curtos. Isso ocorre porque a obra que Ele faz pessoalmente é inteiramente pelo bem de abrir uma nova saída e guiar uma nova era.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado