Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único III" | Trecho 123

Crescimento: a segunda conjuntura

Dependendo do tipo de família em que nascem, as pessoas crescem em diferentes ambientes domésticos e aprendem diferentes lições de seus pais. Isto determina as condições sob as quais uma pessoa atinge a maioridade, e crescer representa a segunda conjuntura crítica da vida. Nem é preciso dizer que as pessoas também não têm escolha nessa conjuntura. Ela é fixa demais, previamente arranjada.

1. As circunstâncias em que a pessoa cresce são fixadas pelo Criador.

Ninguém pode escolher as pessoas nem os fatores sob cuja edificação e influência ele cresce. Ninguém é capaz de escolher o conhecimento nem as habilidades que adquire, nem os hábitos que cria. Ninguém tem o direito de decidir que pais e parentes tem, em que tipo de ambiente crescer; os relacionamentos com pessoas, eventos e coisas que rodeia uma pessoa e como eles influenciam seu desenvolvimento estão fora do nosso controle. Então, quem decide essas coisas? Quem as organiza? Uma vez que as pessoas não têm escolha na questão, uma vez que elas não podem decidir essas coisas sozinhas e uma vez que obviamente não tomam forma naturalmente, nem é preciso dizer que a formação de tudo isso está nas mãos do Criador. Assim como o Criador arranja as circunstâncias especiais do nascimento de cada pessoa, Ele também arranja as circunstâncias específicas em que a pessoa cresce. Se o nascimento de alguém traz mudanças para as pessoas, os eventos e as coisas que o circundam, também o crescimento e o desenvolvimento dessa pessoa irão necessariamente afetá-las. Por exemplo, algumas pessoas nascem em famílias pobres, mas crescem rodeadas de riqueza; outras nascem em famílias abastadas, mas causam o declínio das fortunas das famílias, de modo que crescem em ambientes pobres. Nenhum nascimento é regido por uma regra fixa e ninguém cresce sob um conjunto de circunstâncias fixo e inevitável. Estas não são coisas que alguém possa imaginar nem controlar; elas são os produtos do destino da pessoa e são determinadas pelo destino da pessoa. O resultado é, claro, que elas são predeterminadas para o destino da pessoa pelo Criador, são determinadas pela soberania do Criador sobre o destino dessa pessoa e por Seus planos para o destino daquela pessoa.

2. As diversas circunstâncias em que as pessoas crescem dão origem aos diferentes papéis

As circunstâncias do nascimento de uma pessoa estabelecem num nível básico o ambiente e as circunstâncias em que ela cresce, e as circunstâncias em que uma pessoa cresce são, do mesmo modo, um produto das circunstâncias de seu nascimento. Durante esse período a pessoa começa a aprender a linguagem e sua mente começa a encontrar e assimilar muitas coisas novas, em cujo processo ela cresce constantemente. As coisas que uma pessoa ouve com seus ouvidos, vê com seus olhos e compreende com sua mente vão enriquecendo e dando vida em seu mundo interior. As pessoas, os eventos e as coisas com que uma pessoa entra em contato, o senso comum, o conhecimento e as habilidades que ela aprende e as maneiras de pensar que a influenciam ou lhe são inculcadas ou ensinadas vão guiar e influenciar seu destino na vida. O idioma que se aprende ao crescer e o modo de pensar são inseparáveis do ambiente em que se passa a juventude, ambiente este que consiste em pais, irmãos e outras pessoas, eventos e coisas circundantes. Logo, o curso do desenvolvimento de uma pessoa é determinado pelo ambiente em que ela cresce e depende também das pessoas, dos eventos e das coisas com que ela entra em contato durante esse período. Como as condições em que uma pessoa cresce são predeterminadas com muita antecipação, o ambiente em que ela vive durante esse processo também está predeterminado, naturalmente. Não é decidido pelas escolhas e preferências da pessoa, mas sim em conformidade com os planos do Criador, determinado pelos cuidadosos arranjos do Criador, por Sua soberania sobre o destino da pessoa na vida. Por isso, todas as pessoas que qualquer um encontra no curso de seu crescimento e as coisas com as quais entra em contato estão inevitavelmente ligadas à orquestração e ao arranjo do Criador. As pessoas não podem prever interrelações complexas destes tipos, também não as podem controlar nem compreender. Muitas coisas e muitas pessoas diferentes têm relação com o ambiente em que uma pessoa cresce e nenhum ser humano é capaz de arranjar e orquestrar uma rede tão vasta de conexões. Nenhuma pessoa ou coisa, com exceção do Criador, pode controlar a aparição, a presença e o desaparecimento de todas as diversas pessoas, eventos e coisas, e precisamente essa vasta rede de conexões é que molda o desenvolvimento da pessoa como predeterminado pelo Criador, forma os diversos ambientes em que as pessoas crescem e cria as diversas funções necessárias à obra de gestão do Criador, deitando alicerces sólidos e fortes para elas cumprirem suas missões com sucesso.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado