Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Categorias

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)

Deus é a fonte da vida para todas as coisas (III) (Parte 2)

Se todos os seres perdessem suas próprias leis, eles deixariam de existir; se as leis de todos os seres fossem perdidas, então os seres vivos dentre todos os seres não seriam capazes de prosseguir. Os humanos também perderiam seus ambientes para a sobrevivência dos quais dependem para sobreviver. Se os humanos perdessem tudo isso, não seriam capazes de continuar a viver e a se multiplicar geração após geração. A razão pela qual humanos sobreviveram até agora é que Deus supriu à humanidade todos os seres para nutri-la, para nutrir a humanidade de diferentes maneiras. É somente porque Deus nutre a humanidade de diferentes maneiras que ela sobreviveu até agora, que ela sobreviveu até os dias atuais. Com esse tipo de ambiente fixo para a sobrevivência que é favorável e ordenado, todo tipo de pessoa na terra, todo tipo de raça, pode sobreviver dentro de seu próprio âmbito prescrito. Ninguém pode ir além desses âmbitos ou desses limites porque é Deus quem os delineia. Por que Deus os delinearia dessa forma? Isso é realmente importante para toda a humanidade – realmente importante! Deus delineou o âmbito para cada tipo de ser vivo e fixou o método de sobrevivência para cada tipo de ser humano. Ele também dividiu os diferentes tipos de pessoas e as diferentes raças na terra e fixou o seu âmbito. Isso é o que queremos discutir em seguida.

Quarto, Deus traçou limites entre diferentes raças. Na terra há pessoas brancas, negras, pardas e amarelas. Esses são os diferentes tipos de pessoas. Deus também fixou o âmbito para a vida desses diferentes tipos de pessoas e, sem estarem cientes disso, as pessoas vivem dentro de seu ambiente apropriado para a sobrevivência sob o gerenciamento de Deus. Ninguém pode escapar disso. Por exemplo, as pessoas brancas: principalmente em que áreas elas vivem? Elas vivem principalmente na Europa e na América. As pessoas negras vivem primordialmente na África. E em que áreas as pessoas pardas vivem? (No sudeste da Ásia.) Tais como Tailândia, Índia, Myanmar, Vietnã e Laos. Elas vivem primordialmente no sudeste e no sul da Ásia. As pessoas amarelas vivem primordialmente na Ásia, isto é, na China, Japão, Coreia do Sul e outros países similares. Deus distribuiu apropriadamente todos esses tipos diferentes de raças para que sejam distribuídos por diferentes partes do mundo. Nessas diferentes partes do mundo, Deus há muito tempo preparou um ambiente para a sobrevivência adequado para cada raça diferente de humanos. Dentro desses tipos de ambientes para a sobrevivência, Deus preparou para eles a cor e os componentes do solo. Em outras palavras, os componentes nos corpos das pessoas brancas não são os mesmos que os dos corpos das pessoas negras, e eles também são diferentes dos componentes dos corpos das pessoas de outras raças. Quando Deus criou todos os seres, Ele já havia preparado tal ambiente para a sobrevivência para aquela raça. Seu propósito com isso era que, quando aquele tipo de pessoa começasse a se multiplicar, quando começasse a aumentar em número, pudesse ser fixado dentro daquele âmbito. Antes de Deus criar os seres humanos, Ele já havia pensado muito bem em tudo – Ele daria a Europa e a América às pessoas brancas para permitir que elas se desenvolvessem e sobrevivessem. Assim, quando Deus estava criando a terra, Ele já tinha um plano, Ele tinha intenção e propósito no que estava colocando naquele pedaço de terra, e no que seria nutrido naquele pedaço de terra. Por exemplo, Deus há muito tempo preparou quais montanhas, quantas planícies, quantas fontes de água, que tipos de pássaros e animais, que peixes e que plantas estariam naquela terra. Ao preparar um ambiente para a sobrevivência para um tipo de ser humano, para uma raça, Deus considerou muitos aspectos de questões: o ambiente geográfico, os componentes do solo, os tipos de pássaros e animais, o tamanho dos vários tipos de peixes, os componentes dos peixes, as diferentes qualidades da água, bem como todos os tipos diferentes de plantas... Deus há muito tempo havia preparado tudo isso. Esse tipo de ambiente é um ambiente nativo para a sobrevivência que Deus criou e preparou para as pessoas brancas. Vocês viram que quando Deus criou todos os seres, Ele pensou cuidadosamente e fez as coisas com um plano? (Sim.) O que você viu? (As considerações de Deus para os vários tipos de pessoas foram muito ponderadas. Para o ambiente para a sobrevivência dos diferentes tipos de humanos, Ele preparou os tipos de pássaros e animais e os tipos de peixes, quantas montanhas e quantas planícies haveria. Tudo isso foi considerado de maneira muito cuidadosa e precisa.) Por exemplo, que alimentos as pessoas brancas comem primordialmente? Os alimentos que as pessoas brancas comem são muito diferentes dos alimentos que as pessoas asiáticas comem. Os alimentos básicos que as pessoas brancas comem são primordialmente carne, ovos, leite e aves. Grãos como pão e arroz geralmente não são alimentos básicos que são colocados ao lado do prato. Até quando comem salada de vegetais, elas colocam um pouco de carne ou frango assado nela. Mesmo se comem algum alimento com base de trigo, adicionam a ele queijo, ovos ou carne. Isto é, seus alimentos básicos não são primordialmente constituídos de alimentos com base de trigo nem arroz; elas comem uma grande quantidade de carne e queijo. Elas bebem água gelada com frequência porque comem alimentos realmente calóricos. Assim, as pessoas brancas são verdadeiramente robustas. Essas são as fontes para sua vida, para seus ambientes onde viver preparados para elas por Deus, permitindo que elas tenham esse tipo de estilo de vida. Esse estilo de vida é diferente dos estilos de vida das pessoas de outras raças. Não existe certo ou errado nesse estilo de vida – ele é inato, predestinado por Deus e por causa do governo de Deus e de Seus arranjos. Esse tipo de raça tem um certo estilo de vida e certas fontes de subsistência que se devem à sua raça, bem como ao ambiente para a sobrevivência preparado para ela por Deus. Você poderia dizer que o ambiente para a sobrevivência que Deus preparou para as pessoas brancas e o alimento diário que elas obtêm desse ambiente são ricos e abundantes.

Deus também preparou os ambientes para a sobrevivência necessários para as outras raças. Também existem as pessoas negras – onde elas estão localizadas? Elas estão localizadas primordialmente no centro e no sul da África. O que Deus preparou para elas nesse tipo de ambiente para a vida? As florestas tropicais, toda espécie de pássaros e animais, também os desertos e todos os tipos de plantas que os acompanham. Elas têm fontes de água, sua subsistência e alimento. Deus não foi tendencioso contra elas. Não importa o que já tenham feito, sua sobrevivência jamais foi um problema. Elas também ocupam um certo local e uma certa área numa parte do mundo.

Agora, vamos falar um pouquinho sobre as pessoas amarelas. As pessoas amarelas estão localizadas primordialmente no Oriente. Quais são as diferenças entre os ambientes e posições geográficas do Oriente e do Ocidente? No Oriente, a maior parte da terra é fértil e rica em depósitos minerais e materiais. Isto é, todos os tipos de recursos acima e abaixo do solo são abundantes. E para esse grupo de pessoas, para essa raça, Deus também preparou o solo correspondente, o clima e os vários ambientes geográficos que são adequados a elas. Embora haja grandes diferenças entre esse ambiente geográfico e o ambiente no Ocidente, o alimento necessário, a subsistência e as fontes necessárias à sobrevivência foram preparados por Deus. É apenas um ambiente para viver diferente daquele que as pessoas brancas têm no Ocidente. Mas, qual é a coisa para a qual preciso chamar a atenção de vocês, que preciso lhes dizer? O número de pessoas da raça oriental é relativamente alto, então Deus acrescentou muitos elementos naquele pedaço de terra que são diferentes dos do Oeste. Naquela parte do mundo, Ele acrescentou muitas paisagens diferentes e todo tipo de materiais abundantes. Recursos naturais lá são muito abundantes; o terreno também é variado e diverso, adequado para nutrir um número enorme de pessoas da raça oriental. Algo que é diferente do Oeste é que, no Leste – de sul a norte, de leste a oeste – o clima é melhor do que no Oeste. As quatro estações são claramente delineadas, as temperaturas são acolhedoras, os recursos naturais são abundantes e o cenário natural e os tipos de terreno são muito melhores do que no Oeste. Por que Deus fez isso? Deus criou um equilíbrio muito racional entre as pessoas brancas e as amarelas. O que isso significa? Significa que todo aspecto de seu alimento, as coisas que elas usam, o que as pessoas brancas têm para seu desfrute são muito melhores do que o que as pessoas amarelas são capazes de usufruir. Entretanto, Deus não é tendencioso contra raça alguma. Deus deu às pessoas amarelas um ambiente para a sobrevivência mais bonito e melhor. Esse é o equilíbrio. Então você entende, certo?

Deus predestinou que tipos de pessoa vivem em que parte do mundo e os humanos não podem sair desse âmbito. Isso é uma coisa maravilhosa! Mesmo que haja guerras ou invasões durante eras diferentes ou em épocas específicas, essas guerras, essas invasões absolutamente não podem destruir os ambientes para a sobrevivência que Deus predestinou a cada raça. Isto é, Deus fixou um certo tipo de pessoa em uma certa parte do mundo e ele não pode sair desse âmbito. Mesmo se as pessoas tiverem algum tipo de ambição de mudar ou expandir seu território, sem a permissão de Deus, isso será muito difícil de se alcançar. Será muito difícil se obter êxito. Por exemplo, as pessoas brancas desejaram expandir seu território e colonizaram alguns outros países. Os alemães invadiram certos países, a Inglaterra ocupou a Índia. Qual foi o resultado? No final, eles fracassaram. O que vemos a partir desse fracasso? O que Deus predestinou não se pode destruir. Então, não importa quão grande seja o momentum que você possa ter visto na expansão da Inglaterra; no final, o resultado é que eles ainda tiveram que se retirar e aquela terra ainda pertence à Índia. Quem vive naquela terra ainda são os indianos, e não os ingleses. Isso ocorre por tratar-se de algo que Deus não permite. Alguns dos pesquisadores de história ou política forneceram teses sobre esse assunto. Eles apresentam razões para o fracasso da Inglaterra, dizendo que poderia ser pelo fato de uma certa etnia não poder ser conquistada, ou poderia ser por alguma outra razão humana…. Essas não são as razões reais. A razão verdadeira é Deus – Ele não o permite! Deus faz uma etnia viver em uma certa terra e a estabelece ali e, se Deus não permitir que as pessoas se mudem, elas nunca conseguirão se mudar. Se Deus definir um âmbito para elas, elas viverão dentro dele. A humanidade não pode se libertar ou escapar desses âmbitos. Isso é certo. Não importa quão grandes sejam as forças dos invasores ou quão fracos sejam aqueles que estão sendo invadidos, seu êxito no final depende de Deus. Ele já predestinou e ninguém pode mudar isso. É assim que Deus distribuiu as várias raças. Que obra Deus fez para distribuir as raças? Primeiro, Ele preparou o ambiente geográfico mais amplo, alocando diferentes locais às pessoas e depois geração após geração sobrevivem ali. Isso está estabelecido – o âmbito para a sobrevivência delas está estabelecido. E sua vida, o que comem, o que bebem, sua subsistência – Deus há muito tempo estabeleceu tudo isso. E quando Deus estava criando todos os seres, Ele fez diferentes preparações para diferentes tipos de pessoas: há diferentes composições de solo, diferentes climas, diferentes plantas e diferentes ambientes geográficos. Os lugares diferentes têm até pássaros e animais diferentes, as águas diferentes têm seu próprio tipo especial de peixe e produtos aquáticos. Até os tipos de insetos são determinados por Deus. Por exemplo, nos Estados Unidos, os pardais são diferentes dos pardais da China continental. As coisas que crescem no continente americano são todas muito grandes, muito altas e muito robustas. As raízes das árvores da floresta são todas muito superficiais, mas as árvores crescem muito. Elas podem até chegar a cem metros de altura, mas a maioria das árvores das florestas da Ásia não são tão altas. Estou certo de que todos vocês ouviram falar da babosa. No Japão, ela é muito estreita, muito fina, mas a babosa dos Estados Unidos é realmente grande. Isso é diferente. Trata-se do mesmo tipo de planta com o mesmo nome, mas no continente americano ela é especialmente grande. As diferenças nesses vários aspectos podem não ser vistas ou percebidas pelas pessoas, mas quando Deus estava criando todos os seres, Ele os delineou e preparou diferentes ambientes geográficos, diferentes terrenos e diferentes seres vivos para diferentes raças. Isso é porque Deus criou diferentes tipos de pessoas e Ele sabe o que cada um deles precisa e o como são seus estilos de vida.

Depois de falar sobre algumas dessas coisas, agora vocês têm alguma familiaridade com o tópico principal que acabamos de discutir? Têm algum entendimento dele? Existe uma razão por que falei sobre essas coisas dentro do tópico mais amplo – agora vocês devem ter uma visão geral básica dele. Vocês podem Me contar o quanto entenderam. (Toda a humanidade foi nutrida somente pelas leis determinadas por Deus para todas as coisas. Quando Deus estava determinando essas leis, Ele proveu às diferentes raças ambientes diferentes, estilos de vida diferentes, alimentos diferentes e climas e temperaturas diferentes. Isso ocorreu para que toda a humanidade possa se estabelecer na terra e sobreviver. A partir disso, posso ver o plano de gerenciamento de Deus e Seus arranjos meticulosos, bem como a Sua sabedoria e perfeição.) (A fim de nutrir a humanidade, Deus determinou essas leis para nós e preparou ambientes geográficos, bem como vários tipos de alimentos. E a fim de que nós melhor sobrevivamos dentro desse tipo de ambiente, Ele preparou espaços diferentes para se viver. A partir disso, posso ver que a obra e os planos de Deus são muito precisos e posso ver o Seu amor por nós humanos.) Alguém tem algo a acrescentar? (As leis e âmbitos determinados por Deus não podem ser mudados de forma alguma por nenhuma pessoa, evento ou coisa. Tudo está sob Seu governo.) Vendo pela perspectiva das leis determinadas por Deus para o crescimento de todas as coisas, não está toda a humanidade, não importa de que tipo, vivendo sob a provisão de Deus — não está toda ela vivendo debaixo de Sua nutrição? Se essas leis fossem destruídas ou se Deus não tivesse estabelecido esses tipos de leis para a humanidade, qual seria a sua perspectiva? Depois que os humanos perdessem seus ambientes básicos de sobrevivência, eles teriam alguma fonte de alimento? É possível que as fontes de alimento se tornassem um problema. Se as pessoas perdessem suas fontes de alimento, isto é, se não pudessem obter nada para comer, por quantos dias elas seriam capazes de aguentar? Possivelmente, elas não seriam capazes de aguentar por um mês sequer, e sua sobrevivência se tornaria um problema. Então, cada uma das coisas que Deus faz para a sobrevivência das pessoas, para a sua existência, multiplicação e subsistência contínuas é muito importante. Cada uma das coisas que Deus faz entre todas as coisas está intimamente relacionada a e é inseparável da sobrevivência das pessoas. Se a sobrevivência da humanidade se tornasse um problema, o gerenciamento de Deus poderia prosseguir? O gerenciamento de Deus ainda existiria? O gerenciamento de Deus coexiste com a sobrevivência de toda a humanidade que Ele nutre, então, não importa o que Deus prepare para todas as coisas e o que Ele faça pelos humanos, isso é absolutamente necessário para Ele e é vital para a sobrevivência da humanidade. Se essas leis que Deus determinou para todas as coisas fossem abandonadas, se essas leis fossem infringidas ou interrompidas, todas as coisas não poderiam mais existir, o ambiente para a sobrevivência da humanidade não continuaria a existir, nem a subsistência diária da humanidade e nem ela. Por essa razão, o gerenciamento da salvação da humanidade por Deus também não mais existiria.

Tudo o que discutimos, cada uma das coisas, cada item está intimamente ligado à sobrevivência de cada uma das pessoas. Vocês podem dizer: “O que Você está falando é grandioso demais, não podemos vê-lo” e talvez haja pessoas que diriam: “O que Você está falando não tem nada a ver comigo”. Entretanto, não se esqueça de que você está vivendo apenas como uma parte de todas as coisas; você é um membro de todas as coisas dentro do governo de Deus. As coisas todas não podem ser separadas do governo de Deus e nem uma pessoa sequer pode se separar de Seu governo. Perder o Seu governo e perder as Suas provisões significaria que a vida das pessoas, a vida das pessoas na carne, desapareceria. Essa é a importância de Deus estabelecer ambientes para a sobrevivência para a humanidade. Não importa a sua raça nem em que pedaço de terra você viva, seja no Ocidente ou no Oriente – você não pode se separar do ambiente para a sobrevivência que Deus estabeleceu para a humanidade e não pode se separar da nutrição e das provisões do ambiente para a sobrevivência que Ele estabeleceu para os humanos. Não importa qual seja a sua subsistência, nem aquilo de que depende para viver, nem do que depende para manter sua vida na carne, você não pode se separar do governo de Deus e de Seu gerenciamento. Algumas pessoas dizem: “Não sou agricultor, não cultivo para viver. Não dependo dos céus para obter alimento, então posso dizer que não estou sobrevivendo no ambiente de sobrevivência estabelecido por Deus. Esse tipo de ambiente não me deu nada”. Está certo? Você diz que você não cultiva o solo para viver, mas você não come grãos? Não come carne e ovos? Não come legumes e frutas? Tudo o que você come, todas essas coisas de que precisa, são inseparáveis do ambiente para a sobrevivência estabelecido por Deus para a humanidade. E a fonte de tudo o que a humanidade exige não pode ser separada de todas as coisas criadas por Deus, desses tipos de ambientes para a sobrevivência. A água que você bebe, a roupa que você veste e todas as coisas que você usa – qual delas não é obtida de entre todas as coisas? Algumas pessoas dizem: “Há alguns itens que não são obtidos a partir de todas as coisas. Veja, o plástico não é obtido de todas as coisas. É algo químico, uma coisa feita pelo homem”. Está certo? O plástico é feito pelo homem, é algo químico, mas de onde vêm os componentes originais do plástico? Os componentes originais foram obtidos dos materiais criados por Deus. As coisas que você desfruta, que você vê, cada uma das coisas que você usa são todas obtidas a partir de todas as coisas que foram criadas por Deus. Isto é, independentemente da raça, da subsistência ou do tipo de ambiente para a sobrevivência em que as pessoas vivem, elas não podem se separar das provisões de Deus. Assim, essas coisas que discutimos hoje estão relacionadas ao nosso tópico “Deus é a fonte de vida para todas as coisas”? As coisas que discutimos hoje são abrangidas por esse tópico maior? (Sim.) Talvez uma parte do que falei hoje seja um pouquinho abstrato e um tanto difícil de discutir. No entanto, creio que vocês provavelmente o entendam um pouco melhor agora.

Essas poucas últimas vezes na comunhão, a gama dos tópicos sobre os quais tivemos comunicação é bastante vasta e seu âmbito é amplo, então é preciso algum esforço para vocês assimilarem tudo isso. Isso é porque esses tópicos são coisas que não foram encontradas antes na crença das pessoas em Deus. Algumas pessoas os ouvem como mistério e outras os ouvem como história – que perspectiva está certa? De que perspectiva vocês ouvem tudo isso? (Reconheci um aspecto da autoridade de Deus e também vi a Sua honra e, a partir disso, posso ver também o Seu amor pela humanidade. Cada uma das coisas que Deus faz contém Seus arranjos e planos meticulosos para a humanidade. Ele nos ama e estima tanto, que até nos proveu cuidadosamente o nosso alimento.) (Vimos as ações de Deus e também quão metodicamente Ele arranjou todas as coisas, e que todas as coisas têm essas leis e por meio dessas palavras podemos entender mais das ações de Deus e de Seus arranjos meticulosos para salvar a humanidade.) Por meio desses momentos na comunhão, vocês viram qual é o âmbito do gerenciamento de todas as coisas por Deus? (Toda a humanidade, todas as coisas.) Deus é o Deus de uma raça? Ele é o Deus de um tipo de pessoa? Ele é o Deus de uma pequena parte da humanidade? (Não, Ele não é.) Já que esse não é o caso, no conhecimento das pessoas sobre Deus, se Ele fosse apenas o Deus de uma pequena parte da humanidade ou se vocês creem que Deus seja somente o seu Deus, essa perspectiva está correta? Já que Deus gerencia e governa sobre todas as coisas, as pessoas deveriam ver Suas ações, Sua sabedoria e Sua onipotência que são reveladas em Seu governo sobre todas as coisas. Isso é algo que as pessoas devem saber. Se você diz que Deus gerencia todos os seres, governa sobre todos os seres e governa sobre toda a humanidade, mas se você não tem qualquer entendimento ou percepção de Seu governo sobre a humanidade, você pode realmente reconhecer que Ele governa sobre todas as coisas? Você pode pensar em seu coração: “Eu posso, porque vejo que esta minha vida é toda governada por Deus”. Mas Deus é realmente pequeno assim? Ele não é! Você só vê a salvação de Deus para você e Sua obra em você e, a partir dessas coisas, você vê o Seu governo. Esse âmbito é por demais pequeno e tem um impacto em seu conhecimento genuíno de Deus. Esse âmbito também limita o seu conhecimento genuíno do governo de Deus sobre todas as coisas. Se limitar seu conhecimento ao âmbito do que Deus provê para você e Sua salvação por você, você nunca será capaz de reconhecer que Ele governa sobre tudo, que Ele governa sobre todas as coisas e governa sobre toda a humanidade. Quando deixa de reconhecer tudo isso, você pode reconhecer verdadeiramente o fato de Deus governar sobre seu destino? Você não pode. Em seu coração, você nunca será capaz de reconhecer esse aspecto – você nunca será capaz de reconhecer esse nível. Você entende, certo? Na verdade, Eu sei até que ponto vocês são capazes de entender esses tópicos, esse conteúdo sobre o qual estou falando, então por que continuo falando sobre isso? Porque esses tópicos são coisas que devem ser entendidas por cada um dos seguidores de Deus, cada uma das pessoas que deseja ser salva por Deus – eles devem saber sobre esses tópicos. Mesmo que neste momento você não os entenda, um dia, quando sua vida e sua experiência da verdade alcançarem um certo nível, quando a mudança em seu caráter de vida alcançar um certo nível e sua estatura aumentar até um certo ponto, somente então esses tópicos que estou comunicando a vocês em comunhão sustentarão e satisfarão verdadeiramente a sua busca do conhecimento de Deus. Então, essas palavras foram para estabelecer uma base, para preparar vocês para o seu entendimento futuro de que Deus governa sobre todas as coisas e para o seu entendimento do Próprio Deus.

O grau de entendimento de Deus que há no coração das pessoas determina quão alta é a posição que Ele mantém no coração delas. O quão grande for o grau do conhecimento de Deus no coração delas é quão grande Deus é no coração delas. Se o deus que você conhece é vazio e vago, o deus em que você crê também é vazio e vago. Se o Deus que você conhece é limitado dentro de seu próprio âmbito, então seu deus é um deus muito pequeno e não tem nada a ver com o Deus verdadeiro. Assim, conhecer as ações práticas de Deus, conhecer a realidade de Deus e a Sua onipotência, conhecer a verdadeira identidade do Próprio Deus, saber o que Ele tem e é, saber o que Ele demonstrou entre todas as coisas – isso é muito importante para cada uma das pessoas que busca o conhecimento de Deus. Isso tem influência direta sobre o fato de as pessoas poderem ou não entrar na realidade da verdade. Se você limita o seu entendimento de Deus a apenas palavras, se o limita a suas próprias pequenas experiências, à graça de Deus que você leva em conta ou seus pequenos testemunhos de Deus, então digo que o deus em que você crê absolutamente não é o Deus verdadeiro. Ele absolutamente não é o Próprio Deus verdadeiro e pode-se dizer também que o deus em que você crê não é Deus. Isso porque o Deus de quem estou falando é Aquele Que governa sobre todas as coisas, Que anda entre todas as coisas, Que gerencia tudo. Ele é Aquele Que detém o destino de toda a humanidade – Aquele que detém o destino de tudo. A obra e as ações do Deus de quem falo não estão simplesmente limitadas a uma pequena parte das pessoas. Isto é, não se limitam apenas às pessoas que atualmente O seguem. Suas ações são demonstradas entre todas as coisas, na sobrevivência de todas as coisas e nas leis da mudança de todas as coisas. Se você não consegue ver nem reconhecer quaisquer ações de Deus entre todas as coisas, então você não pode dar testemunho de nenhuma de Suas ações. Se você não puder dar nenhum testemunho de Deus, se você continuar a falar do pequeno suposto deus que você conhece, aquele deus que está limitado a suas próprias ideias e que se encontra dentro de sua mente estreita, se você continuar a falar desse tipo de deus, então Deus nunca irá elogiar sua fé. Quando você testemunha por Deus, se você só faz uso de como você desfruta a graça de Deus, aceita a disciplina de Deus e o Seu castigo e desfruta as Suas bênçãos em seu testemunho por Ele, isso é extremamente inadequado e está longe de satisfazê-Lo. Se você deseja dar testemunho por Deus de uma forma que esteja alinhada com a Sua vontade, dar testemunho pelo Próprio Deus verdadeiro, então você deve ver o que Deus tem e é com base em Suas ações. Você deve ver a autoridade de Deus a partir de Seu controle de todas as coisas e ver a verdade de como Ele provê para toda a humanidade. Se você apenas reconhecer que sua comida e bebida diárias e suas necessidades na vida vêm de Deus, mas não vir a verdade que Deus provê para toda a humanidade por meio de todas as coisas, que Ele leva toda a humanidade por meio de Seu governo de todas as coisas, então você nunca será capaz de dar testemunho por Deus. Agora você entende tudo isso, certo? Qual é o Meu propósito em dizer tudo isso? É para que vocês não tomem isso com leviandade, para que não creiam que esses tópicos sobre os quais falei são irrelevantes à sua própria entrada pessoal na vida, e para que vocês não tomem esses tópicos simplesmente como um tipo de conhecimento ou doutrina. Se vocês ouvirem isso com esse tipo de atitude, não ganharão nem uma só coisa. Vocês perderão esta grande oportunidade de conhecer a Deus. Vocês conseguem se lembrar disso agora, certo?

Qual é o Meu objetivo em falar sobre todas essas coisas? Meu objetivo é fazer com que as pessoas conheçam a Deus, fazer com que entendam as ações práticas Dele. Uma vez que você entenda Deus e conheça as Suas ações, somente então você terá a oportunidade ou a possibilidade de conhecê-Lo. Se, por exemplo, você deseja entender uma pessoa, como a entenderia? Seria por meio de olhar para sua aparência exterior? Seria por meio de olhar para o que ela usa, para como ela se veste? Seria por meio de olhar para como ela anda? Seria por meio de olhar para o âmbito de seu conhecimento? (Não.) Então como você entende uma pessoa? Você faz um juízo dela por sua linguagem e comportamento, por seus pensamentos, pelo que ela expressa e revela. É assim que se conhece uma pessoa, que se entende uma pessoa. Semelhantemente, se desejam conhecer a Deus, se desejam entender o Seu lado prático, o Seu verdadeiro lado, vocês devem conhecê-Lo por meio de Suas ações e por meio de cada uma das coisas práticas que Ele faz. Essa é a melhor maneira, e é a única maneira. Então, você pode entender agora, certo?

0Busca por x resultados