A identidade inerente do homem e seu valor: o que realmente são?

Vocês foram separados da lama e, seja o que for, eram daquela matéria que foi apanhada dentre os resíduos, imundos e odiados por Deus. Vocês pertenciam a Satanás e, uma vez, foram pisoteados e maculados por ele. É por isso que se diz que vocês foram separados da lama e, longe de serem santos, vocês são, ao contrário, coisas não humanas que há muito têm sido o objeto da trapaça de Satanás. Essa é a avaliação mais adequada de vocês. Vocês precisam saber que originalmente eram impurezas encontradas na água estagnada e na lama, em oposição a pescas desejáveis como peixe e camarão, pois nada que oferece deleite pode derivar de vocês. Colocando de forma direta, vocês são os animais mais degradados de uma sociedade baixa, piores que porcos e cães. Francamente falando, tratar vocês com tais termos nem é exagero nem hipérbole; antes, simplifica a questão. Tratar vocês nesses termos pode até ser considerado um modo de lhes retribuir o respeito. A percepção, a fala, o comportamento de vocês como homens e todos os aspectos de sua vida, incluindo seu status na lama, são suficientes para provar que a identidade de vocês é “fora do comum”.

Anterior: A essência e a identidade do homem

Próximo: Aqueles que não aprendem e permanecem ignorantes: eles não são bestas?

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

Capítulo 18

Em um espocar de relâmpago, todo animal é revelado em sua forma verdadeira. Assim também, iluminado pela Minha luz, o homem tem recuperado...

Capítulo 47

A fim de fazer a vida da humanidade amadurecer, para que a humanidade e eu possamos, compartilhando uma ambição comum, alcançar resultados,...

O mistério da encarnação (1)

Na Era da Graça, João preparou o caminho para Jesus. João não poderia fazer a obra do Próprio Deus, mas simplesmente cumpriu o dever do...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Conecte-se conosco no Messenger