Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Pergunta 14: Muitos irmãos e irmãs adoram os pastores e anciãos de coração. Eles não entendem por que, embora os pastores e anciãos frequentemente interpretem e exaltem a Bíblia, ainda odeiam a verdade e resistem e condenam Deus Todo-Poderoso encarnado. Interpretar e exaltar a Bíblia é o mesmo que dar testemunho e exaltar o Senhor?

Resposta: O clima já está aumentando na comunidade religiosa. Aqueles que conseguem interpretar melhor a Bíblia, os que têm uma melhor teoria bíblica são amplamente louvados e adorados. As pessoas que conseguem interpretar os mistérios da Bíblia e as profecias são os mais adorados. Por isso, muitas pessoas adoram os pastores e presbíteros na igreja. Todos eles veem interpretar e exaltar a Bíblia como prestar testemunho do Senhor e exaltá-Lo. Quando eles veem os pastores e os presbíteros resistirem e condenarem a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, a maioria deles se sente conflitante e confusa. Por um lado, eles acham que o fato de os pastores e presbíteros interpretarem e exaltarem a Bíblia significa que eles estão testemunhando pelo Senhor. Por outro lado, tudo que Deus Todo-Poderoso profere é a verdade, mas por que os pastores e presbíteros resistem e condenam Ele? Eles condenam Deus Todo-Poderoso porque Seu nome não é o Senhor Jesus? No entanto, tudo o que Ele profere é a verdade, então Ele não deve ser condenado! Então, por que os pastores e os presbíteros resistem e condenam fanaticamente Deus Todo-Poderoso, que profere a verdade? Muitas pessoas não entendem. Na verdade, esse problema não é difícil de explicar. Se vocês lembrarem de quando o Senhor Jesus veio para fazer a obra Dele, os sumos-sacerdotes judeus, escribas e fariseus não condenaram e resistiram a Ele da mesma forma? Eles não crucificaram o Senhor Jesus? Não foi por que Ele não se chamava Messias? Não foi por que o Senhor Jesus proferiu muitas verdades? Eles viram que as palavras do Senhor Jesus tinham autoridade e poder; eles viram que Ele podia revelar coisas milagrosas. Eles viram que milhares de pessoas O seguiam. Isso chocou toda a Judeia. Se eles permitissem que o Senhor Jesus pregasse a obra Dele, o próprio judaísmo seria derrubado. As consequências para o judaísmo seriam inimagináveis! Por isso, eles desenvolveram um ódio e o desejo de matar o Senhor Jesus. Foi assim que Ele terminou crucificado por eles. Naquela época, todos os sumos-sacerdotes, escribas e fariseus não interpretavam e exaltavam a Bíblia? Então por que é que eles crucificaram o Senhor Jesus? Em termos claros, não foi por que os fariseus odiaram a verdade e a obra de Deus? Para proteger as posições e os sustentos deles, eles foram implacáveis e cruéis para a verdade proferida de Deus. Como podem ver, eles estavam dispostos a fazer qualquer má ação para resistirem a Deus! Não é difícil ver que a verdadeira natureza desses sumos-sacerdotes, escribas e fariseus é uma aversão à verdade e resistência a Deus. Eles interpretaram e exaltaram a Bíblia pelas suas próprias posições e sustento. Eles estavam cheios de ódio por Deus e pela verdade. Por isso, quando o Senhor Jesus proferiu a verdade e fez a Sua obra, a verdadeira natureza deles – o ódio da verdade e resistência a Deus – foram completamente expostos. Como podem ver, as pessoas podem resistir a Deus ou não, mas não são afetadas pela forma que interpretam a Bíblia; tem a ver com a natureza deles. Para pessoas com a natureza de ódio da verdade e resistência a Deus, não importa o quanto interpretem bem a Bíblia, o ódio interno da verdade e resistência a Deus deles não podem ser mudados. Os fariseus não usaram as suas interpretações da Bíblia para condenar e resistir ao Senhor Jesus? Isso é algo que Deus revelou tempos atrás através da obra Dele. Nós realmente não vimos ainda?

Tantos os fariseus quanto os pastores e presbíteros interpretam e exaltam a Bíblia. Contudo, como eles ainda se opõem e condenam Deus encarnado? Nós temos que entender ainda outra verdade: a Bíblia é somente testemunho de Deus; é um registro da obra de Deus durante a Era da Lei e da Era da Graça. Deus profere algumas verdades durante cada estágio da obra Dele. Nas palavras Dele, as pessoas encontram o Seu caráter e tudo o que Ele tem e é. Por isso, toda vez que as pessoas vivenciam um estágio da obra de Deus, elas entendem a verdade e sabem mais sobre Deus. Durante os três estágios da obra no plano de gestão de Deus, ele revelou Seu caráter inerente, tudo o que Ele tem e é. Durante a Era do Reino, Deus revela completamente Seus inerentes e justos caráter, onipotência, sabedoria, autoridade e glória. Se conhecermos Deus somente pela Sua obra durante a Era da Lei e a Era da Graça, isso é um conhecimento muito limitado Dele. É como durante a Era da Lei quando os fiéis conheceram a real existência e ações sábias de Deus por meio da obra de Deus Jeová. Eles vieram a saber que as leis Dele não podiam ser violadas. Na Era da Graça, quando os fiéis viram a obra do Senhor Jesus, eles sabiam que Ele era o redentor da humanidade, o Deus compassivo e misericordioso. No entanto eles não entenderam a essência ou o inerente caráter justo Dele. Eles não alcançaram o verdadeiro conhecimento de Deus. Por isso, nós conseguimos ver que, se nós conhecermos Deus apenas pela Sua obra e palavras na Era da Lei e na Era da Graça, nosso conhecimento sobre Ele será unilateral. Nós só vamos conhecer parte do que Ele é e do Seu caráter. Nós não podemos alcançar o nível de conhecer verdadeiramente Deus. quando as pessoas que não conhecem Deus interpretam a Bíblia, elas estão muito sujeitas a definir e a resistir a Ele. Essa é a verdade? Porém, não só os sumos-sacerdotes judeus, escribas e fariseus não conheceram Deus, mas o mais importante, eles tinham a natureza satânica: eles odiavam a verdade e resistiam a Ele. Essa foi a falha mortal deles! Se o coração deles fosse bom, eles não teriam crucificado o amoroso Senhor Jesus, redentor da humanidade, mesmo se eles não O conhecessem. Deus não tinha lugar no coração dos fariseus. As posições e o sustento eram mais importantes do que todo o resto. Por isso, quando a obra de Deus ameaçou as posições e o sustento deles, eles O trataram como inimigo deles e O mataram. Como podem ver, o coração, a natureza e a essência deles eram muito tóxicas! Por isso Deus disse que eles eram uma prole de víboras! Embora os líderes da comunidade religiosa não conheçam Deus, ainda assim, aqueles que fanaticamente condenam e resistem a Ele vão ser expostos como anticristos. Claro que alguns líderes religiosos têm seus próprios conceitos sobre a obra de Deus, mas o coração deles temente a Deus os impede de verbalmente condenar e resistir a Ele. Tome como exemplo quando o Senhor Jesus fez a Sua obra, Gamaliel, um instrutor da lei, não condenou o Senhor Jesus. Nicodemos foi capaz de procurar pela verdade no Senhor Jesus à noite. Todos esses são fatos registrados na Bíblia. Como podem ver, se as pessoas acreditam em Deus, mas não conhecem ou não têm um coração temente a Ele, quando O servirem, também estarão sujeitos a resistir a Ele. Se pessoas de natureza com ódio à verdade e com coração tóxico se tornarem líderes religiosos, mais cedo ou mais tarde elas vão ser expostas como anticristos. Isso é um fato que ninguém pode negar! Todos vocês entenderam isso agora? Naquela época, o Senhor Jesus expôs e amaldiçoou criticamente os fariseus hipócritas. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso expôs, julgou e condenou os pastores e os presbíteros que tinham a essência de anticristo de enganar outros com suas interpretações da Bíblia e de resistir a Deus. Vamos ler mais duas passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso. “Aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas e a recitam todos os dias, embora nenhum compreenda o propósito da obra de Deus. Ninguém é capaz de conhecer Deus; além disso, ninguém está alinhado com o coração de Deus. São homens indignos e fúteis, cada um se achando na posição de ensinar Deus. Embora clamem o nome Dele, opõem-se a Ele de modo deliberado. Embora se rotulem como crentes em Deus, são eles que comem a carne e bebem o sangue do homem. Tais homens são diabos que devoram a alma do ser humano, demônios que atrapalham propositalmente quem quer trilhar o caminho certo e são pedras de tropeço atravessadas no caminho daqueles que buscam a Deus. Apesar de serem 'carne saudável', como seus seguidores podem saber que são anticristos que conduzem o homem contra Deus? Como podem saber que são demônios vivos que procuram principalmente almas para devorar?” (de ‘Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Ele’ em “A Palavra manifesta em carne”)

Tal pessoa tem constantemente uma atitude hostil em relação à nova obra de Deus, nunca demonstrou a menor intenção de se submeter, e nunca se submeteu ou humilhou a si mesma. Ela se exalta diante dos outros e nunca se submete a ninguém. Diante de Deus, ela se considera a mais proficiente em pregar a palavra e a mais hábil em trabalhar com os outros. Não descarta os tesouros já em sua posse, mas trata-os como heranças familiares para adoração, para pregar aos outros, e os utiliza para ensinar a esses tolos que a idolatram. […] Elas tomam a pregação da palavra (doutrina) como seu dever mais elevado. Ano após ano, geração após geração, vão vigorosamente impondo seu dever 'sagrado e inviolável'. Ninguém ousa tocá-los e nenhuma pessoa se atreve a reprová-los abertamente. Elas se tornam 'reis' na casa de Deus, correndo desenfreados enquanto tiranizam os outros, de geração em geração. Esse bando de demônios procura unir esforços e demolir a Minha obra. Como posso permitir que esses demônios vivos existam diante de Meus olhos?” (de ‘Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus Todo-Poderoso revelam bem a essência dos pastores e presbíteros: eles interpretam a Bíblia, mas resistem a Deus. Os pastores e os presbíteros não conhecem Deus; em vez disso eles O definem e O rejeitam. Isso é verdade especialmente para aqueles que condenam ou blasfemam contra Deus Todo-Poderoso; a natureza e a essência deles são as mesmas das daqueles fariseus que crucificaram o Senhor Jesus. Todos eles são satânicos, pessoas tóxicas que odeiam a verdade. Eles são todos anticristos expostos pela obra de Deus; são aqueles que crucificaram Deus novamente. Eles são todos amaldiçoados por Deus!

Testemunhar e exaltar o Senhor verdadeiramente, não se trata de como os homens interpretam a Bíblia. O segredo é se eles conseguem praticar as palavras de Deus e vivenciar a Sua obra. Se os homens amarem a verdade, eles vão obter o esclarecimento do Espírito Santo, a vivência real e o conhecimento da palavra de Deus. Esse conhecimento é originado pela prática e vivência das palavras de Deus. Significa realmente conhecer Deus. Comunicar essas vivências e testemunhos reais é o que significa exaltar verdadeiramente Deus e dar testemunho Dele! O verdadeiro conhecimento de Deus daqueles que falam que exaltam e dão testemunho Dele não provém de suas próprias concepções, imaginação ou lógica; e não provém da interpretação literal deles das palavras de Deus. Aqueles que exaltam e dão testemunho de Deus focam em comunicar as palavras de Deus na Bíblia, comunicar a Sua vontade, Suas exigências para com as pessoas, Seu caráter e tudo o que Ele tem e é, permitindo que eles entendam a vontade e o caráter de Deus e O conheçam verdadeiramente. É dessa forma que as pessoas conseguem reverenciar e obedecer verdadeiramente a Deus. Essas interpretações bíblicas e comunicações das palavras de Deus são como eles conseguem de verdade exaltar e dar testemunho Dele. No entanto, quando os pastores e presbíteros interpretam a Bíblia, eles realmente conseguem comunicar a essência da verdade das palavras de Deus? Eles conseguem comunicar a vontade de Deus? Eles conseguem dar testemunho do caráter Dele? Eles conseguem fazer outros saberem, obedecerem ou reverenciarem Deus? Os fatos nos mostraram que a maioria dos pastores e presbíteros na comunidade religiosa odeiam a verdade e resistem a Deus; essa é a verdadeira natureza deles. Eles não praticam as palavras de Deus ou vivenciam a Sua obra. Eles não entendem a Sua vontade ou Suas exigências, e certamente não entendem o caráter Dele, tudo o que Ele tem e é. Portanto, eles não conseguem comunicar nenhum conhecimento real de Deus e eles não podem dar testemunho do da essência divina ou das qualidades cativantes do Senhor Jesus. Eles apenas interpretam o conhecimento bíblico e a teoria teológica ou certas histórias de personagens na Bíblia, junto com o passado histórico, para fazer com que as pessoas os admirem e os os adoram. Não é só isso, mas na maior parte do tempo os pastores e presbíteros estão interpretando as palavras do homem, como as de Paulo na Bíblia. Segundo Paulo, “Toda Escritura é divinamente inspirada”, eles aceitam as palavras da Bíblia como se fossem as de Deus. Isso fez com que toda a comunidade religiosa aceitasse as palavras dos apóstolos como as palavras de Deus e dissesse aos fiéis para observá-las e praticá-las. Eles estão citando as palavras dos apóstolos cada vez com mais frequência quando dão sermões, comunicam ou testemunham. No entanto, eles estão citando Deus e o Senhor Jesus cada vez menos. O resultado final é que as palavras de Deus e do Senhor Jesus na Bíblia têm sido todas substituídas e anuladas. O lugar do Senhor Jesus no coração das pessoas está diminuindo continuamente, enquanto que o lugar de Paulo e dos outros no coração deles continua a crescer. Isso permitiu que as palavras de Paulo e as palavras do homem na Bíblia ocupassem o coração deles. As pessoas acreditam no Senhor Jesus em nome, mas na realidade elas apenas estão agindo de acordo com as palavras do homem na Bíblia, como as palavras de Paulo. Elas estão seguindo seus próprios caminhos da fé em Deus. Como podem as pessoas que acreditam em Deus dessa forma não se desviarem do caminho do Senhor? Como esse serviço pode estar de acordo com a vontade de Deus? Por exemplo, o Senhor Jesus uma vez disse isso com respeito a entrar no reino dos céus: “mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21). No entanto, em vez disso, pastores e presbíteros falam sobre salvação e sobre entrar no reino dos céus conforme as palavras de Paulo. Isso é uma completa traição às palavras do Senhor Jesus. O resultado é que a maioria dos fiéis não sabem como seguir a vontade de Deus. E sabem menos ainda sobre os tipos de pessoas que podem entrar no reino dos céus. As pessoas usam as palavras de Paulo como lema: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, […]” (2 Timóteo 4:7-8). Os pastores e presbíteros ensinam aos outros que enquanto eles trabalharem para o Senhor como Paulo o fez e suportarem sofrimento, eles podem entrar no reino dos céus. Eles substituem as palavras de Deus pelas dos homens; excluem as palavras de Deus. O resultado é que eles desviam as pessoas do caminho. Quando interpretam a Bíblia dessa forma, estão exaltando Deus ou dando testemunho Dele? Quando interpretam a Bíblia dessa forma, estão exaltando Deus ou dando testemunho Dele? Esse é um problema muito sério mesmo! Os pastores e presbíteros religiosos geralmente substituem palavras de Deus pelas as palavras dos homens na Bíblia. Nós agora devíamos estar cientes das consequências de tudo disso, não é mesmo? Como muitos acreditam no Senhor por anos e ainda assim não O conhecem? Por que eles nunca vivenciam as palavras do Senhor? Como os que acreditam no Senhor dessa forma podem obter a verdade ou a vida? Não é por causa dos pastores e presbíteros continuarem a interpretar e a testemunhar sobre as palavras dos homens da Bíblia e pedir aos seguidores deles para guardarem essas palavras? Como eles podem exaltar e dar testemunho do Senhor ao interpretarem a Bíblia dessa forma? Como esse tipo de serviço está de acordo com a vontade de Deus? Eles não são nada diferentes dos fariseus hipócritas; ambos estão seguindo no caminho de servir a Deus enquanto resistem a Ele. Durante os últimos dias, quando o Deus encarnado aparece e faz Sua obra, começam a resistir e condenar a obra de Deus inescrupulosamente, e isso expõe a natureza satânica oculta deles: eles odeiam a verdade e resistem a Deus. No fim, eles vão ser amaldiçoados e castigados por Deus. É assim que Deus Todo-Poderoso diz: “Olhe para os líderes de todos mundos religiosos. São todos arrogantes e praticantes de justiça própria; eles interpretam a Bíblia fora de contexto e de acordo com sua própria imaginação. Eles todos se fiam em seus dons e em sua erudição para realizar seu trabalho. Se fossem incapazes de pregar qualquer coisa, será que aquelas pessoas iriam segui-los? Afinal de contas, eles, de fato, possuem certa erudição e conseguem falar um pouco de doutrina, ou sabem como conquistar as pessoas e como usar alguns artifícios por meio dos quais atraíram pessoas para si e as enganaram. Essas pessoas acreditam em Deus só de nome – mas, na realidade, seguem seus líderes. Se encontrassem aqueles que pregam do verdadeiro caminho, alguns iriam dizer: ‘Temos que consultar nosso líder sobre nossa crença em Deus’. Eles precisam da aprovação de alguém para acreditar em Deus; será que isso não é um problema? Então, no que esses líderes se transformaram? Será que não se tornaram em fariseus, falsos pastores, anticristos e pedras de tropeço para que as pessoas aceitem o caminho verdadeiro?” (de ‘Somente a busca da verdade é a verdadeira crença em Deus’ em “Registros das falas de Cristo”). Deus Todo-Poderoso expôs claramente a essência da resistência dos pastores e presbíteros a Ele. Os verdadeiros fiéis e buscadores devem entender a verdade: Os pastores e presbíteros religiosos citam a Bíblia fora do contexto e a interpretam mal em resistência a Deus. Dessa forma, seremos capazes de escapar do engano e do controle deles e nos voltar para diante do trono de Deus.

A obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias expôs esses pastores e presbíteros, esses demônios anticristos na comunidade religiosa. Senão, ninguém seria capaz de ver que a exaltação e interpretação deles da Bíblia são na verdade seus caminhos insidiosos para enganar e controlar as pessoas, e ninguém poderia ver a verdade: eles estão estabelecendo seu próprio reino independente como inimigos de Deus. Naquela época, os fariseus exaltaram e deram testemunho da Bíblia; eles limitaram Deus apenas à Bíblia. Eles nunca buscaram a verdade ou procuraram seguir os passos de Deus. O resultado foi de que eles crucificaram o Senhor Jesus, usando a rejeição Dele para seguir o Velho Testamento como justificativa. Eles cometeram um pecado extremamente sério! Os pastores e presbíteros nos últimos dias são como os fariseus foram. Eles exaltam e dão testemunho da Bíblia; eles definem Deus na Bíblia. Eles também disseminam falácia, dizendo que “Nenhuma das palavras ou obra de Deus existe fora da Bíblia,” “Acreditar na Bíblia é acreditar em Deus. A Bíblia representa Deus; se você abandonar a Bíblia, você não acredita mais em Deus.” Eles usam essa declaração para fazer as pessoas acreditarem e adorarem a Bíblia. Eles tratam a Bíblia como se fosse Deus. Eles substituem Deus pela Bíblia. Os pastores e presbíteros estão usando esse segredo, métodos desonestos para roubar as pessoas de Deus e trazê-las diante da Bíblia. Isso faz com que as pessoas inconscientemente percam sua relação com Deus. As pessoas que antes acreditavam em Deus agora só acreditam na Bíblia. A Bíblia se torna o Senhor nos corações deles, o Deus nos seus corações. Portanto, a crença e adoração deles à Bíblia faz com que eles adorem e sigam os eruditos bíblicos: os pastores e presbíteros. E quanto a eles, eles usam a Bíblia como uma ferramenta para controlar a comunidade religiosa e para realizar suas próprias ambições. Eles exaltam a Bíblia e a interpretam fora de contexto para enganar, laçar e controlar as pessoas. Eles inconscientemente conduzem as pessoas a um caminho para adorar e seguir homens, resistindo e sendo inimigos de Deus. Eles induzem as pessoas a acharem que adorar e guardar a Bíblia é acreditar em Deus e ter a presença de Deus. Portanto, essas pessoas não buscam ou estudam a obra de Deus nos últimos dias e perdem Sua última chance de salvação. Esse é realmente o mais astuto e insidioso plano de Satanás. É realmente prejudicial! Portanto, nós podemos ver que os pastores e presbíteros na comunidade religiosa são um grupo genuíno de fariseus e vigaristas! Eles são falsos pastores e anticristos que enganam e controlam os escolhidos de Deus! A comunidade religiosa é controlada por um grupo de fariseus e demônios anticristos que resistem a Deus. Ela deixou há muito tempo de ser um lugar onde Deus podia fazer a Sua obra. Ela se tornou um campo satânico que toma Deus como inimigo. Ela se tornou há muito tempo a grande cidade da Babilônia! Como a Babilônia religiosa pode não cair sob a ira de Deus?

Que a história da comunidade religiosa de resistência a Deus vem desde o final da Era da Lei. Quando Deus estava encarnado e fez a Sua obra pela primeira vez durante a Era da Graça, a comunidade religiosa já tinha sido tomada pelos fariseus e anticristos há muito tempo. Ela se tornou a força opositora da obra de redenção do Senhor Jesus. Quando Deus Todo-Poderoso, Cristo dos últimos dias, aparece e faz a Sua obra, aqueles na comunidade religiosa ainda continuam inimigos da obra de julgamento de Deus nos últimos dias. Além de condenarem e blasfemarem contra Deus Todo-Poderoso fanaticamente, colaboram com o regime satânico do Partido Comunista Chinês para perseguir e suprimir a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Eles cometeram o pecado hediondo de crucificar Deus novamente! O Senhor Jesus não só amaldiçoou os fariseus, revelando a escuridão da comunidade religiosa, mas quando Deus Todo-Poderoso fez Sua obra de julgamento nos últimos dias, Ele ainda expôs a essência verdadeira dos pastores e presbíteros: a resistência deles a Deus. Além disso, Ele amaldiçoou os anticristos que mais uma vez crucificaram Deus. Isso realmente dá o que pensar! Ambas as vezes que Deus estava encarnado, Ele condenou e amaldiçoou a comunidade religiosa. O que isso mostra? Os escolhidos de Deus finalmente entendem que a comunidade religiosa, a grande Babilônia, está destinada a cair. A comunidade religiosa acredita em Deus só em nome, mas nunca realmente O exalta ou dá testemunho Dele. Eles definitivamente não cumprem a Sua vontade. Eles não conseguem trazer os escolhidos de Deus para o Seu trono. Eles certamente não conseguem conduzi-los no caminho certo, para que eles entendam a verdade e conheçam Deus ao praticarem e vivenciarem as Suas palavras. Os líderes religiosos vão completamente contra a vontade de Deus. Eles mesmos não praticam a verdade, mas pregam o conhecimento bíblico e teorias teológicas para se exibirem e fazerem as pessoas os admirar e adorar. Eles conduzem os fiéis no caminho hipócrita dos fariseus. Eles prejudicam e arruinam os escolhidos de Deus. Todos os líderes religiosos se tornaram ferramentas de Satanás, verdadeiros anticristos. Durante os três estágios da Sua obra para salvar a humanidade, Deus encarnou duas vezes para redimir e salvar a humanidade. A comunidade religiosa inteira é inimiga de Cristo; ela se tornou um obstáculo para a obra de salvação de Deus. Ela ofendeu o caráter Dele e foi amaldiçoada e castigada por Ele como consequência. É como a profecia diz: “Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e guarida de todo espírito imundo, […]” (Apocalipse 18:2). “Caiu, caiu a grande Babilônia, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição” (Apocalipse 14:8). “Ai! ai da grande cidade, Babilônia, a cidade forte! pois numa só hora veio o teu julgamento” (Apocalipse 18:10).

Vamos ver como Deus Todo-Poderoso condena esses anticristos que resistem a Ele fanaticamente e a comunidade religiosa controlada por esses anticristos. Deus Todo-Poderoso diz: “Cristo vem no curso dos últimos dias para todos que acreditam verdadeiramente Nele poderem ser supridos de vida. […] Se você é incapaz de reconhecê-Lo e, em vez disso, O condena, blasfema e até O persegue, está fadado a queimar pela eternidade e nunca entrará no reino de Deus. Porque este Cristo é Ele Próprio a expressão do Espírito Santo, a expressão de Deus, Aquele que Deus incumbiu de fazer a Sua obra na terra. E, então, Eu digo que se você não pode aceitar tudo o que é feito pelo Cristo dos últimos dias, você blasfema contra o Espírito Santo. Todo mundo sabe o castigo que deve sofrer quem blasfema contra o Espírito Santo. […] Pois não é a um homem que você se opõe, não é a qualquer ser insignificante que você repudia, mas a Cristo. Está ciente desta consequência? Você não cometeu um pequeno erro, mas um crime atroz” (de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Lembre-se do que aconteceu depois que os judeus pregaram Jesus na cruz 2.000 anos atrás. Os judeus foram expulsos de Israel e fugiram para países do mundo todo. Muitos foram mortos e toda a nação judaica foi submetida a uma destruição sem precedentes. Eles haviam pregado Deus na cruz – cometeram um crime hediondo – e provocado o caráter de Deus. Eles foram obrigados a pagar pelo que fizeram, foram obrigados a aguentar as consequências de suas ações. Eles condenaram Deus, rejeitaram Deus e assim só tiveram um destino: ser punidos por Deus. Esta é a consequência amarga e o desastre que seus governantes causaram sobre o país e a nação” (de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Acreditamos que nenhum país ou poder consegue impedir o que Deus deseja alcançar. Aqueles que obstruem a obra de Deus, que resistem à palavra de Deus, perturbam e prejudicam o plano de Deus acabarão sendo punidos por Deus. Aquele que desafia a obra de Deus será enviado ao inferno; qualquer país que desafie a obra de Deus será destruído; qualquer nação que se erguer em oposição à obra de Deus será varrida desta terra e deixará de existir” (de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Mas enquanto o velho mundo continuar existindo, Eu lançarei a Minha ira sobre suas nações, abertamente promulgando Meus decretos administrativos por todo o universo, enviando castigo sobre quem quer que os viole:

Quando Eu volto Minha face para o universo para falar, toda a humanidade ouve a Minha voz e então vê todas as obras que Eu realizei por todo o universo. Aqueles que forem contrários à Minha vontade, isto é, que se opuserem a Mim com os feitos dos homens, cairão sob Meu castigo. […] As muitas nações do universo serão reparticionadas e substituídas por Minha nação, de modo que as nações sobre a terra desaparecerão para sempre e se tornarão uma nação que Me adora; todas as nações da Terra serão destruídas e deixarão de existir. Dos seres humanos do universo, todos aqueles que pertencem ao diabo serão exterminados; todos os que adoram Satanás serão abatidos pelo Meu fogo consumidor – isto é, exceto aqueles que agora estão na corrente, o resto se tornará cinzas. Quando Eu castigar as muitas gentes, aqueles que estiverem no mundo religioso, em graus diferentes, voltarão para o Meu reino, conquistados por Minhas obras, porque terão visto o advento do Santo montado em uma nuvem branca. Toda a humanidade seguirá de acordo com seu tipo e receberá castigos que variam de acordo com o que fez. Todos aqueles que ficaram contra Mim perecerão; quanto àqueles cujas obras na Terra não Me envolveram, por causa da maneira como se absolveram, continuarão a existir na Terra sob o governo de Meus filhos e de Meu povo. Eu me revelarei às miríades de povos e miríades de nações, ressoando com Minha própria voz sobre a terra, para proclamar o cumprimento de Minha grande obra, para que toda humanidade veja com seus próprios olhos” (de ‘Capítulo 26’ das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”).

O mundo está desabando! A Babilônia está paralisada! O mundo religioso – como ele poderia não ser destruído pela Minha autoridade na terra? Quem ainda ousa Me desobedecer e opor-se a Mim? Os escribas? Todos os ministros religiosos? Os governantes e as autoridades da terra? Os anjos? Quem não celebra a perfeição e a plenitude do Meu corpo? Dentre todas as pessoas, quem não canta louvores a Mim sem cessar? Quem não está infalivelmente feliz? […] Como poderiam não perecer os países da terra? Como poderiam não cair os países da terra? Como poderia Meu povo não gritar vivas? Como poderia ele não cantar de alegria?” (de ‘Capítulo 22’ das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”).

Cada frase das palavras de Deus Todo-Poderoso é a verdade; elas têm autoridade e poder; elas mostram completamente a justiça, majestade, ira e inofendível caráter de Deus. Aqueles que resistem, interrompem ou atrapalham a obra de Deus com certeza vão receber castigo e punição Dele. Na Era da Lei, os cidadãos de Sodoma renegaram e resistiram publicamente a Deus. Eles enfureceram o Seu caráter e foram todos destruídos por Ele e reduzidos a nada. Durante a Era da Graça, os sumos-sacerdotes judeus, escribas e fariseus resistiram e condenaram publicamente o Senhor Jesus. Eles conspiraram com o governo romano para crucificar o Senhor Jesus. Eles cometeram um pecado grave que provocou o caráter de Deus. A nação judaica inteira foi submetida à destruição sem precedentes. Nos últimos dias, os líderes religiosos julgam, resistem e condenam Deus Todo-Poderoso. Eles até coopem e conspem com o maligno Partido Comunista Chinês, para suprimir, prender e perseguir aqueles irmãos que pregam o evangelho do reino. Eles cometem pecados hediondos de blasfemar contra o Espírito Santo e crucificar Deus de novo tempos atrás. O comportamento maligno deles é ainda pior do que o dos homens de Sodoma. É incomparavelmente pior do que daqueles fariseus judeus. Eles são os anticristos expostos pela obra de Deus durante os últimos dias. Eles são a força religiosa maligna que resiste a Deus mais severa e fanaticamente do que qualquer outra na história! A comunidade religiosa é composta inteiramente de forças malignas que resistem a Deus. É um ninho de demônios anticristos. É uma fortaleza convicta que tenta se manter como o reino de Cristo em pé de igualdade. Eles são um campo satânico de inimigos mortais de Deus que teimosamente se rebelam contra Ele! O caráter justo de Deus não pode ser ofendido. A santidade Dele não pode ser manchada. A obra de Deus nos últimos dias é o iniciar de uma nova era e o fim de uma antiga. A comunidade religiosa que é controlada por todas as formas de demônios anticristos e também esse mundo maligno vão ser destruídos em breve pela catástrofe de Deus nos últimos dias. O castigo justo de Deus já chegou! É como Deus Todo-Poderoso diz: “O mundo está desabando! A Babilônia está paralisada! O mundo religioso – como ele poderia não ser destruído pela Minha autoridade na terra?” (de ‘Capítulo 22’ das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”).

do roteiro do filme A cidade será destruída

Anterior:Pergunta 13: Através da leitura da Bíblia, todos sabemos que os fariseus judeus condenaram e resistiram ao Senhor Jesus. Quando o Senhor Jesus fez Sua obra, os fariseus sabiam que Suas palavras tinham autoridade e poder. No entanto, eles ainda resistiram fanaticamente e condenaram o Senhor Jesus. Eles O crucificaram na cruz. Nós não entendemos. Qual era a natureza e substância deles?

Próximo:Pergunta 1: O apóstolo Paulo disse uma vez: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, […]” (2 Timóteo 4:7-8). Portanto, agir de acordo com as palavras de Paulo significa que estamos fazendo a vontade de Deus. Nesse caso, definitivamente poderemos entrar no reino dos céus e ganhar recompensas.

Coisas que talvez lhe interessem