Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A origem da prosperidade da Relâmpago do Oriente

59

A menção à Relâmpago do Oriente deixa muitos irmãos e irmãs no Senhor perplexos: por que é que, à medida que a comunidade religiosa como um todo torna-se cada vez mais desolada e degenerada, que cada denominação torna-se mais e mais cautelosa e conservadora ao condenar e proibir a Relâmpago do Oriente, esta não só não se torna desolada e diminuída, mas surge como uma onda crescente, imparável, varrendo a China continental, e que agora se expandiu além das fronteiras da China para regiões e países estrangeiros, sendo aceita por cada vez mais pessoas em todo o mundo? Diante desse fato, os religiosos estão completamente confusos, enquanto o motivo, na verdade, é bem simples: o que as várias denominações chamam de Relâmpago do Oriente é o Salvador Jesus que retornou nos últimos dias, descendo do céu sobre uma “nuvem branca”; é o próprio Deus prático, que retornou em carne! Por essa razão, apesar do fato de todas as denominações do mundo resistirem, atacarem e condenarem Deus encarnado dos últimos dias e Sua obra, não há pessoa ou força que jamais possa obstruir nem suprimir o que Ele deseja alcançar. A autoridade, o poder, a onipotência e a sabedoria de Deus são insuperáveis a qualquer força de Satanás.

Muitas pessoas acreditam que qualquer coisa condenada pelos líderes religiosos e pelo partido governante não pode ser o verdadeiro caminho, mas será que esse ponto de vista está de acordo com a verdade? Pense na Era da Graça, quando Deus havia se encarnado como o Senhor Jesus para iniciar Sua nova obra na Judeia. Do começo ao fim, os principais sacerdotes, escribas e fariseus judeus condenaram, resistiram e perseguiram a Ele. Julgaram o Senhor Jesus por ser filho de um carpinteiro, tentaram encontrar todos os tipos de acusações contra Ele e blasfemaram ao dizer que Ele expulsava demônios com a ajuda do príncipe dos demônios. Fizeram tudo que podiam para condenar o Senhor Jesus à morte. No final, conspiraram com Roma para que Ele fosse capturado, e pregaram o misericordioso Senhor Jesus na cruz. Mesmo após a ressurreição e ascensão Dele aos céus, ainda fabricaram todo tipo de rumores, bem como incriminaram e difamaram João, Paulo e os outros apóstolos e discípulos, chamando-os de “a seita dos nazarenos”, “hereges” e “cultistas”. Eles fizeram todo o possível para caçar e perseguir os discípulos do Senhor Jesus. Mas a sabedoria de Deus sempre explora e se baseia nos truques de Satanás; como Sua obra poderia ser obstruída ou destruída por Satanás? Deus usou a devassa perseguição e expulsão do judaísmo e o Império Romano para impelir os discípulos a fugir para muitas nações, espalhando assim a salvação do Senhor Jesus por toda parte, até os confins da terra. Irmãos e irmãs, consideremos isto: os líderes judeus e o governo romano resistiram e condenaram o Senhor Jesus e Sua obra furiosamente. Poderia ter sido porque o Senhor Jesus não era o verdadeiro Deus? Poderia ter sido porque o Senhor Jesus não estava trazendo o verdadeiro caminho? Poderia ter sido porque o que os discípulos e apóstolos do Senhor Jesus difundiam não era a salvação de Deus? Será que aquilo a que os líderes religiosos e o governo romano abandonaram e resistiram não era o caminho de Deus? Será que o verdadeiro caminho é determinado por líderes religiosos e autoridades políticas? Estamos todos cientes de que, se for obra de Deus, mesmo que a comunidade religiosa e o mundo inteiro se oponha e renuncie a ela, Sua obra não pode ser negada; não há exceções. O Senhor Jesus disse: “E o julgamento é este: A luz veio ao mundo, e os homens amaram antes as trevas que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas” (João 3:19-20). “Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim” (João 15:18). “Geração perversa é esta” (Lucas 11:29). 1 João 5:19, diz: “O mundo inteiro jaz no Maligno”. Depois que a humanidade foi corrompida por Satanás, ela decaiu ao ponto de desprezar e odiar a verdade, e de se tornar inimiga de Deus. O mundo inteiro é completamente controlado por Satanás, e toda a comunidade religiosa tem sido há muito controlada por fariseus hipócritas e por anticristos. Tudo é governado por Satanás. Portanto, quando Deus encarnado aparece para realizar Sua obra, é inevitável que os líderes religiosos e os poderes satânicos se levantem para condenar e resistir a Deus e Sua obra. Obviamente, é errado e absurdo avaliar a verdade por meio do julgamento dos líderes religiosos ou regimes satânicos!

Agora, nestes últimos dias, Deus mais uma vez tornou-se carne na China – o firme bastião do ateísmo, o próprio ninho do grande dragão vermelho – para realizar Sua obra de julgamento, a começar de Sua casa. Deus emite verdades para julgar e purificar a humanidade, com o propósito de salvar completamente o homem da influência obscura de Satanás e, por fim, os salvos serão trazidos por Ele para o Seu reino e entrarão juntos no descanso com Deus. No entanto, a histórica tragédia da resistência judaica ao Senhor Jesus está sendo encenada mais uma vez. Conforme Deus faz Sua nova obra dos últimos dias, a qual contra-ataca as noções de pessoas de várias denominações, estas não recebem o retorno do Senhor Jesus. Em vez disso, espalham todos os tipos de heresias e falácias. Elas atacam e difamam Deus encarnado, condenando Sua obra como um “culto maligno” ou “heresia”. Até chegam ao ponto de conspirar com o governo comunista chinês para perseguir e prender aqueles que espalham o evangelho de Deus nos últimos dias. Seus atos não diferem daqueles da comunidade religiosa judaica que outrora incriminou e perseguiu o Senhor Jesus. Esse fato cumpriu plenamente a profecia do Senhor Jesus: “Pois, assim como o relâmpago, fuzilando em uma extremidade do céu, ilumina até a outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia. Mas primeiro é necessário que ele padeça muitas coisas, e que seja rejeitado por esta geração” (Lucas 17:24-25). Deus esteve encarnado duas vezes entre os homens para falar e operar, para redimir e salvar a humanidade, e em ambas as vezes sofreu a condenação, blasfêmia e resistência dos líderes religiosos e dos regimes dominantes; esse fato por si só é suficiente para provar que o verdadeiro caminho tem sido perseguido desde os tempos antigos. Quanto mais verdadeiro é o caminho e quanto mais é manifestação e obra de Deus, mais sofre a rejeição e a condenação dos líderes religiosos e regimes satânicos. Os inteligentes podem determinar, a partir da inescrupulosa perseguição e condenação de Deus Todo-Poderoso e de Sua obra dos últimos dias por parte de pastores e presbíteros do mundo religioso e do governo do Partido Comunista Chinês, se esse é ou não o verdadeiro caminho, e assim fazer a escolha sábia.

A origem da prosperidade da Relâmpago do Oriente

Então, já que a Relâmpago do Oriente é o verdadeiro caminho, por que sofre oposição dos líderes religiosos? Existem basicamente duas razões para isso: 1.) As pessoas não entendem a direção da obra do Espírito Santo e não têm compreensão da frase “a obra de Deus sempre avança”. Apenas medem a nova obra de Deus com base em seus conhecimentos bíblicos, em suas noções religiosas e no que Deus fez no passado. Se não concordarem com o que virem, elas considerarão a nova obra de Deus “herética” ou “cultista”. 2.) Porque a natureza satânica da humanidade consiste em desprezar e odiar a verdade. Esses líderes religiosos temem o isolamento e a rejeição depois que seus fiéis lerem a palavra de Deus Todo-Poderoso, compreenderem a verdade e retornarem a Ele; portanto, para garantir seu controle permanente do mundo religioso e proteger seu próprio status e sustento, eles condenam e resistem ferozmente a Deus Todo-Poderoso. Assim, o motivo pelo qual toda a Sua nova obra encontra oposição das pessoas não se deve a qualquer erro na nova obra de Deus, nem a qualquer erro em Seu caminho. Antes, é porque as pessoas não entendem a obra Deus e porque desprezam e odeiam a verdade. Seria absurdo e ridículo se as pessoas julgassem que esse não é o verdadeiro caminho somente porque os líderes religiosos se opõem e abandonam a nova obra de Deus. Seria um prejuízo eterno para as pessoas se elas perdessem a salvação de Deus nos últimos dias como resultado disso, um erro mortal irremediável e indubitável.

Como exatamente, então, diferenciamos entre o verdadeiro caminho e o falso? A palavra de Deus nos dá os princípios pelos quais podemos diferenciá-los. Deus Todo-Poderoso diz: “Conhecer a obra de Deus não é uma questão simples: você deve ter padrões e um objetivo em sua busca, deve saber como procurar o verdadeiro caminho e como avaliar se esse é ou não o verdadeiro caminho, e se é ou não a obra de Deus. Qual é o princípio mais básico na busca do caminho verdadeiro? Você deve ver se é ou não a obra do Espírito Santo, se essas palavras são ou não a expressão da verdade, a quem se dá testemunho e o que isso pode lhe trazer. Distinguir entre o caminho verdadeiro e o caminho falso requer vários aspectos do conhecimento básico e o mais fundamental é saber se existe ou não a obra do Espírito Santo. Pois a substância da crença do homem em Deus é a crença no Espírito de Deus e até a sua crença no Deus encarnado é porque essa carne é a encarnação do Espírito de Deus, o que significa que essa crença ainda é a crença no Espírito. Existem diferenças entre o Espírito e a carne, mas porque essa carne vem do Espírito e a Palavra Se torna carne, o que o homem crê é ainda a substância inerente de Deus. E assim, ao distinguir se é ou não o verdadeiro caminho, acima de tudo você deve ver se é ou não a obra do Espírito Santo, e depois ver se existe verdade nesse caminho. Essa verdade é o caráter da vida da humanidade normal, isto é, o que era exigido do homem quando Deus o criou, no começo, ou seja, tudo referente à humanidade normal (incluindo o sentido humano, a percepção, a sabedoria e o conhecimento básico de ser homem). Ou seja, você deve ver se esse caminho leva o homem a uma vida de humanidade normal, se a verdade da qual se fala é exigida ou não de acordo com a realidade da humanidade normal, se essa verdade é ou não prática e real, e se é ou não oportuna. Se existe verdade, ela é capaz de levar o homem a experiências normais e reais; o homem, além disso, se torna cada vez mais normal, seu sentido humano se torna cada vez mais completo, a vida do homem na carne e a vida espiritual se tornam cada vez mais ordenadas e as emoções do homem se tornam cada vez mais normais. Este é o segundo princípio. Existe um outro princípio, que é se o homem tem ou não um conhecimento crescente de Deus, se experimentar ou não essa obra e verdade pode inspirar o amor a Deus nele e o aproximá-lo ainda mais de Deus. Nisso se pode avaliar se esse é ou não o caminho verdadeiro. O mais fundamental é se esse caminho é realista em vez de sobrenatural, e se é ou não capaz de prover a vida do homem. Se estiver em conformidade a esses princípios, pode-se concluir que esse é o verdadeiro caminho” (de ‘Somente aqueles que conhecem Deus e Sua obra podem satisfazer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). Existem basicamente três coisas das palavras de Deus Todo-Poderoso que devemos perceber para distinguir se algo é o verdadeiro caminho:

Primeiro, devemos observar se contém a obra do Espírito Santo, que é um ponto crucial. Se é o verdadeiro caminho, então é a obra do próprio Deus, o que significa que deve conter a obra do Espírito Santo. A razão pela qual as pessoas creem em Deus encarnado é porque essa carne é a corporificação do Espírito de Deus, de modo que tudo o que Ele faz é a obra do Espírito Santo e porta a confirmação do Espírito Santo. Portanto, as pessoas creem Nele e O seguem. É exatamente como quando o Senhor Jesus realizou Sua obra: mesmo que, superficialmente, possa ter parecido que Ele fosse uma pessoa comum e ordinária, através de Sua palavra e de Sua obra, o homem viu a obra do Espírito Santo. Isso porque toda a humanidade podia ver que as palavras e a obra do Senhor Jesus são cheias de autoridade e poder. Ele podia fazer um cego ver, um paralítico andar e curar os leprosos. Ele podia usar cinco pães e dois peixes para alimentar cinco mil pessoas. Ele podia até ressuscitar os mortos. Ele podia ver a profundeza do coração dos homens e expor seus segredos mais obscuros. Além disso, Ele podia contar os mistérios do céu para a humanidade. Depois que O seguiam, as pessoas ganhavam paz e alegria no coração. A razão pela qual as pessoas seguiam o Senhor Jesus e reconheciam que Ele era o Messias é porque tudo o que Ele faz é obra do Espírito Santo. Podemos ver que, conquanto seja o verdadeiro caminho, este conterá a obra do Espírito Santo. Portanto, ao considerarmos se algo é o verdadeiro caminho, devemos primeiro observar se contém a obra do Espírito Santo.

O segundo aspecto que devemos pesar ao considerar se algo é o verdadeiro caminho é ver se contém a verdade e se pode mudar o caráter de vida de uma pessoa de modo gradual para tornar sua humanidade progressivamente mais normal. Todos nós sabemos que Deus é a verdade, o caminho e a vida, e que cada novo estágio de Sua obra se baseia na verdade que Deus transmite ao homem, que indica a senda de prática na nova era. Deus garante que o homem tenha os suprimentos de que necessita para a vida, para que possa viver uma humanidade normal gradualmente e de modo que, pouco a pouco, retorne à semelhança original de quando Deus criou o homem. Essa é uma característica óbvia do verdadeiro caminho. É exatamente como quando o Senhor Jesus iniciou Sua obra na Era da Graça. Naquele tempo, Ele emitiu muitas verdades para as pessoas colocarem em prática e lhes ensinou a amar umas às outras como a si mesmas, a carregar a cruz, a negar a si mesmas e a perdoar os demais setenta vezes sete. O Senhor Jesus convidou as pessoas a adorarem Deus em espírito e verdade. Todo crente verdadeiro poderia alcançar alguma mudança em sua conduta externa por meio dos ensinamentos do Senhor Jesus. Através Dele, podiam se comportar com humildade e paciência e, assim, possuir alguma semelhança de uma pessoa normal. Portanto, conquanto seja o verdadeiro caminho, haverá uma expressão da verdade. Isso, por sua vez, fará com que a humanidade e o sentido de uma pessoa se tornem cada vez mais normais, e esta se aparentará mais a como uma pessoa real deveria ser.

O terceiro aspecto que devemos considerar ao ponderarmos sobre o verdadeiro caminho é ver se esse caminho proporciona às pessoas um conhecimento crescente de Deus, se inspira nelas um amor a Ele e as aproxima cada vez mais Dele. Todos nós sabemos que, desde que seja o verdadeiro caminho, é a obra do próprio Deus, e que Sua obra inevitavelmente emite Seu caráter, assim como tudo que Ele tem e é. Quando as pessoas experimentam a obra de Deus, elas chegam naturalmente a um entendimento genuíno Dele, criando assim um coração amoroso a Deus dentro delas. É exatamente como na Era da Lei, quando Deus Jeová emitiu leis para guiar a vida das pessoas na Terra. A partir da experiência com Sua obra, elas reconheceram que Deus Jeová é o único Deus verdadeiro. Além disso, reconheceram a majestade e ira de Deus e que Seu caráter não deve ser ofendido, o que criou dentro delas um coração reverente a Deus. Na Era da Graça, Deus encarnado veio à terra para realizar um estágio da obra de redenção da humanidade. Por meio de sua experiência com a obra do Senhor Jesus, as pessoas reconheceram o caráter amoroso e misericordioso de Deus. Também viram que Deus não era apenas um Espírito, mas que também podia tomar a humilde forma humana e realizar milagres, curar enfermidades e expulsar demônios… E toda essa obra que o Senhor Jesus realizou as fez chegar a um novo entendimento de Deus, o que inspirou em seu coração uma adoração a Deus. Portanto, se for o verdadeiro caminho, fará com que as pessoas entendam mais sobre Deus e inspirará uma maior compreensão acerca de Seu caráter.

Mesmo que a obra de Deus avance sempre, contanto que seja obra do próprio Deus e o verdadeiro caminho, ela certamente possuirá e expressará os três atributos supramencionados. Ou seja, o verdadeiro caminho certamente conterá a obra do Espírito Santo, emitirá a verdade, fará com que as pessoas ganhem maior compreensão de Deus e as aproximará mais Dele. Portanto, se diferenciarmos o verdadeiro caminho através da ponderação desses três padrões, seremos capazes de distinguir o que é verdadeiro e falso, de modo que possamos acompanhar a obra vigente de Deus de maneira oportuna, ganhar a verdade, o caminho e a vida, bem como as maiores promessas e bênçãos de Deus.

Nestes últimos dias, Deus está realizando uma nova obra outra vez, o que envolve a emissão de Suas palavras para fazer Sua obra de julgamento e purificação da humanidade corrupta. Essa obra é feita de acordo com Seu plano e baseia-se nas necessidades reais das pessoas dos últimos dias. É uma obra nova e mais elevada, que se baseia na fundação da obra do Senhor Jesus. Se buscarmos e estudarmos atentamente, com um coração quieto, poderemos ver que este estágio da nova obra de Deus não apenas contém a obra do Espírito Santo, mas, além disso, emite a verdade e pode nos permitir ter um entendimento mais genuíno, abrangente e prático sobre o caráter de Deus e tudo o que Ele tem e é. Abaixo, comunicaremos nossas experiências e entendimento da obra de Deus nos últimos dias, com base nesses três padrões previamente discutidos para avaliarmos o verdadeiro caminho.

Primeiro, o verdadeiro caminho contém a obra do Espírito Santo. Deus Todo-Poderoso veio e estabeleceu a Era do Reino, realizou uma nova obra de julgamento a começar pela casa de Deus, emitiu Sua palavra para julgar e purificar as pessoas, e supriu a humanidade com as novas provisões para a vida. Fiéis dentre cada denominação, um por um, retornaram a Deus Todo-Poderoso sob Seu nome. Não importa como o homem tenha resistido ou quais obstruções tenham surgido, o evangelho de Deus dos últimos dias ainda cresceu como ondas do oceano e se espalhou por toda a China continental. Todos os povos estão fluindo para a montanha sagrada em jubilosa celebração. Embora tenhamos todos vindo de diferentes denominações, somos todavia capazes de viver juntos em harmonia e ajudar uns aos outros. Não há panelinhas aqui, e a vida na igreja está transbordando de vitalidade. Os irmãos e irmãs aqui sentem que nossas reuniões nunca são suficientes, e há hinos para cantar e apreciar, e orações que nos iluminam. Toda vez que nos reunimos, somos todos capazes de receber novas provisões da palavra de Deus Todo-Poderoso, podemos reconhecer nossas próprias falhas e, a partir da palavra de Deus, encontramos a senda a praticar. Podemos coexistir normalmente e amar uns aos outros de acordo com a palavra de Deus. Quando nos deparamos com visões diferentes, somos todos capazes de deixar de lado nossas próprias visões e ouvir atentamente as ideias de outras pessoas. Quando a corrupção é exposta, somos capazes de refletir e analisar a nós mesmos com base na palavra de Deus. Quando fazemos coisas que prejudicam o interesse da igreja, temos a coragem de encarar a verdade dos fatos e aceitar a poda e o tratamento, e nos submetemos à autoridade das verdades das palavras de Deus na Igreja. Nossos irmãos e irmãs transbordam de fé; podemos carregar a comissão de Deus com devoção e deixar os prazeres da carne pela obra de espalhar o evangelho do reino de Deus com todo o nosso coração. Independentemente de como somos tratados pelas várias denominações, de sermos rejeitados, perseguidos, espancados ou xingados, estamos dispostos a suportar qualquer dificuldade e continuamos, como sempre, pregando o evangelho de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias para fazer a vontade de Deus. Hoje, o povo escolhido de Deus tem experimentado o julgamento e castigo de Deus há vários anos, seu caráter de vida mudou em vários graus, e muitos do povo escolhido de Deus escreveram artigos e hinos documentando a verdadeira experiência que ganharam através da Sua obra e os colocaram na internet para testificar Deus, muitos dos quais foram adaptados para filmes e vídeos. Esses artigos, hinos e filmes testificam a verdadeira mudança no caráter de vida do povo escolhido de Deus e a compreensão que ele tem da verdade e seu conhecimento sincero sobre Deus. São os testemunhos dos vencedores. A quantidade crescente de tais testemunhos não é efeito da obra de julgamento e castigo de Deus? Sem a obra do Espírito Santo, quem poderia alcançar tais resultados? Pode-se ver a autoridade e o poder de Deus Todo-Poderoso a partir das experiências e testemunhos de nossos irmãos e irmãs. A obra de Deus Todo-Poderoso contém a obra do Espírito Santo. No entanto, nas várias denominações que não acompanharam a nova obra de Deus, aqueles que pregam não têm sermões, os crentes são negativos e fracos, e sua fé é fria. Eles são invejosos e afrontosos, formam panelinhas e, embora possam estar fazendo o mesmo trabalho, não o fazem pelas mesmas razões. Isso é suficiente para provar que a comunidade religiosa já não tem a obra do Espírito Santo. Como a Igreja de Deus Todo-Poderoso contém a obra do Espírito Santo, ela parece, portanto, tão cheia de vitalidade, enquanto as várias denominações estão desertas, desoladas e perderam a obra do Espírito Santo, contrastando fortemente com a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Portanto, é indiscutível qual é o verdadeiro caminho e qual é o antigo.

Segundo, o verdadeiro caminho contém a verdade, pode indicar às pessoas a senda da prática na nova era e permitir que as pessoas ganhem novas provisões para a vida. Seu caráter de vida passa por mais e mais mudanças, e sua humanidade se torna cada vez mais normal. Em Sua obra dos últimos dias, Deus Todo-Poderoso emite muitas verdades em muitos campos diferentes. Estas incluem a compreensão da obra de Deus e também como praticar e entrar durante a nova era. Por exemplo, incluem: o propósito da gestão de Deus; os princípios por trás de Sua obra; as verdades internas de Sua obra na Era da Lei e na Era da Graça; como Deus faz Sua obra de julgamento; o significado de Deus se tornar carne; como a humanidade se desenvolveu até os dias atuais; como Satanás corrompe a humanidade; como Deus salva a humanidade; qual será o futuro destino da humanidade; qual será o fim para diferentes tipos de pessoas; que pontos de vista os crentes devem ter; como cumprir o dever fielmente; como ser uma pessoa honesta; como o homem deve viver a humanidade normal; como servir a Deus de uma maneira que atenda às Suas intenções; e como alcançar a verdadeira obediência e amor a Deus. A emissão dessas verdades por Deus Todo-Poderoso permite que as pessoas tenham uma compreensão muito melhor de Sua obra e Seu caráter, assim como lhes permite uma melhor compreensão de sua natureza e substância e o fato de sua corrupção. Além disso, essas verdades permitem que as pessoas vejam claramente a senda que devem seguir para mudar seu caráter. Por experimentarem o julgamento e castigo de Deus Todo-Poderoso, as pessoas finalmente passam a entender os aspectos confusos de sua antiga fé e reconhecem que, embora tenham recebido a redenção e a ampla graça de Deus, elas ainda assim almejam profundamente maquinar para obterem mais prazeres físicos e bênçãos materiais de Deus e alcançarem suas fortunas e sonhos através Dele. Além disso, apesar de se apressarem em trabalhar para Deus, elas fazem isso para serem abençoadas e coroadas. E em nome da fama e do ganho pessoais. Não trabalham para cumprir seu dever como um ser criado. Não importa quanta graça nem quantas bênçãos as pessoas ganhem de Deus, se qualquer coisa que Ele faça falhar, na menor das hipóteses, em atender às suas noções, elas imediatamente resistem e se queixam a Deus. Chegam ao ponto de serem publicamente antagônicas a Deus ou de até O abandonarem. As pessoas há muito perderam sua consciência original e a capacidade de pensar racionalmente na presença de Deus. Elas foram tão corrompidas por Satanás que perderam por completo sua semelhança humana. As verdades emitidas por Deus Todo-Poderoso permitem que as pessoas tenham uma verdadeira compreensão de sua própria corrupção e lhes mostram que são egoístas, desprezíveis e carentes de humanidade. Ao mesmo tempo, elas passam a entender o significado da obra de salvação de Deus que lhes é feita, bem como as intenções gentis e atenciosas de Deus, Seu esforço meticuloso e o preço pago para salvar o homem. O espírito das pessoas começa a despertar pouco a pouco, e sua consciência e capacidade de pensar racionalmente começam a ser restauradas dia após dia. As pessoas não mais procuram satisfazer sua própria carne nem fazem mais acordos com Deus. Em vez disso, procuram apenas satisfazer as intenções de Deus e oferecer-Lhe tudo o que possuem. Dessa maneira, as pessoas, como seres criados, gradualmente recuperam um relacionamento normal com o Criador. Elas se tornam cada vez mais amorosas para com Deus, mais submissas e reverentes, e finalmente começam a aparentar-se mais como o homem deveria. Em suma, Deus Todo-Poderoso nos dá as verdades das quais tão urgentemente precisamos para entendermos e alcançarmos a salvação em nossa fé em Deus. Ele nos mostra a direção da senda na nova era e nos permite ganhar as provisões mais reais de que precisamos para a vida. Tudo isso prova que o caminho de Deus Todo-Poderoso é o verdadeiro caminho.

Terceiro, o verdadeiro caminho dá ao homem uma compreensão nova e prática acerca de Deus e o capacita a amar a Deus cada vez mais. Irmãos e irmãs, se vocês puderem ler pessoalmente as palavras de Deus Todo-Poderoso e entrarem de verdade em contato com aqueles que aceitaram a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, não será difícil descobrir que os irmãos e irmãs da Igreja de Deus Todo-Poderoso ganharam um novo conhecimento e uma compreensão mais completa acerca de Deus com a maneira pela qual eles buscam as verdades de Deus Todo-Poderoso. Por experimentarem o julgamento e castigo de Deus Todo-Poderoso, as pessoas entendem o caráter justo de Deus e veem que Seu caráter inerente não apenas contém amor e misericórdia, mas também majestade e ira, e que Seu caráter não tolera ofensa da humanidade. Por experimentarem a obra de Deus Todo-Poderoso, as pessoas veem que Ele salva a humanidade não apenas expressando a verdade para julgá-la, mas também arranjando todos os tipos de situações e ambientes para revelar as pessoas e, finalmente, usando desastres para as refinar e purificar. Ao mesmo tempo, as pessoas também veem como Deus revela os anticristos, malfeitores e incrédulos na igreja, e como Ele manobra o grande dragão vermelho para que sirva ao aperfeiçoamento de Seu povo escolhido. Assim, as pessoas ganham algum conhecimento prático acerca da onipotência, sabedoria, maravilha e insondabilidade de Deus. Além disso, também ganham um entendimento mais prático acerca das gentis intenções de Deus em salvar a humanidade, de Seu genuíno amor para com ela e Sua substância de santidade e beleza. Experimentar a obra e a palavra de Deus Todo-Poderoso ajuda a resolver muitas concepções errôneas que as pessoas têm sobre Deus e a perceberem que Ele não é apenas Deus dos israelitas, mas também de todas as nações dos gentios e de todos os seres criados. As pessoas também entendem que a obra de Deus é sempre nova, nunca velha, e que não está sujeita a regras. De muitas formas, as pessoas veem que há muitos aspectos adoráveis em Deus, que Seu amor pela humanidade é grande e prático; depois disso, elas desenvolvem amor genuíno por Deus em seu coração, desejam buscar a verdade e lutam com todas as forças para cumprir seu dever como seres criados e satisfazer a Deus. A partir disso, sabemos que a obra e as palavras de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias podem dar ao homem uma compreensão acerca de Deus mais profunda do que era possível durante a Era da Graça; é um entendimento mais prático e também mais abrangente. A relação entre Deus e o homem torna-se mais próxima à medida que a compreensão deste acerca de Deus se aprofunda. Somente a própria obra de Deus pode ter esse efeito, e somente o próprio Deus pode emitir à humanidade Seu caráter e tudo o que Ele tem e é. Sem dúvida, o caminho de Deus Todo-Poderoso é o verdadeiro caminho.

Em resumo, a Relâmpago do Oriente, a que os líderes religiosos têm resistido e condenado, é o Senhor Jesus, que retornou à carne nos últimos dias – é o próprio Deus único. Portanto, não importa como as várias denominações resistam e ataquem a ela, e não importa como o governo do Partido Comunista Chinês invente rumores para a condenar e incriminar, eles não foram capazes de obstruir nem um pouco a expansão da obra de Deus nos últimos dias. Em apenas vinte anos mais ou menos, o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso se espalhou por toda a China continental. A palavra e o nome de Deus se espalharam para centenas de milhões de lares. Entre várias denominações, aqueles que buscam a verdade e verdadeiramente querem a Deus retornaram a Deus Todo-Poderoso. Milhões de pessoas estão desfrutando da palavra de Deus, recebendo Seu julgamento, purificação, salvação e aperfeiçoamento, e louvando Seus maravilhosos feitos. Deus fez um grupo de vencedores na China e ganhou um grupo de pessoas que são um só coração e mente com Ele. A obra de Deus será concluída em breve com Sua glorificação e se move rapidamente do Oriente – a China – para o mundo ocidental, e a Igreja de Deus Todo-Poderoso estabeleceu filiais em dezenas de países, que é o cumprimento completo da profecia do Senhor Jesus: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem” (Mateus 24:27). Meus colegas espirituais, larguem rapidamente suas noções imaginadas e, em vez disso, procurem ouvir a voz de Deus. Por favor, venham diante de Deus com sinceridade: Deus Todo-Poderoso aguarda seu retorno!

Conteúdo Relacionado