XI. Destinos e desfechos

Palavras diárias de Deus Trecho 580

Em um espocar de relâmpago, todo animal é revelado em sua forma verdadeira. Assim também, iluminado pela Minha luz, o homem tem recuperado a santidade que uma vez possuiu. Oh, mundo corrupto do passado! Enfim, ele desabou na água imunda e, afundando sob a superfície, se dissolveu em lama! Oh, que toda a humanidade que Eu criei enfim voltou à vida novamente na luz, encontrou o fundamento para a existência e deixou de lutar na lama! Oh, a miríade de coisas da criação que tenho em Minhas mãos! Como podem elas, através das Minhas palavras, não ser renovadas? Como podem elas, na luz, não dar movimento às suas funções? A terra não está mais mortalmente quieta e silenciosa, o céu não está mais desolado e triste. O céu e a terra, não mais separados por um vazio, estão unidos como um só, para nunca mais serem separados. Nessa ocasião jubilosa, nesse momento de exultação, Minha justiça e Minha santidade se estenderam por todo o universo, e toda a humanidade as exalta sem cessar. As cidades celestiais estão rindo de alegria e o reino da terra está dançando de alegria. Nesse momento, quem não está se regozijando e quem também não está chorando? A terra em sua condição primordial pertence ao céu e o céu está unido à terra. O homem é a corda que une céu e terra, e por causa da santidade do homem, graças à renovação do homem, o céu não está mais escondido da terra e a terra não está mais silenciosa em relação ao céu. Os rostos da humanidade estão cobertos de sorrisos de gratificação, e escondida em todos os seus corações está uma doçura que não conhece limites. O homem não disputa com o homem, nem os homens trocam golpes entre si. Existe alguém que, em Minha luz, não vive em paz com os demais? Existe alguém que, em Meu dia, desgrace o Meu nome? Todos os homens direcionam seu olhar reverente para Mim e, em seu coração, clamam secretamente por Mim. Eu investiguei cada ação da humanidade: dentre os homens que foram purificados, não existe nenhum que seja desobediente a Mim, nenhum que profira julgamento sobre Mim. Toda a humanidade está inundada com o Meu caráter. Todos os homens estão vindo a Me conhecer, estão se aproximando de Mim e Me adorando. Eu permaneço firme no espírito do homem, sou exaltado ao mais alto pináculo nos olhos do homem e fluo através do sangue nas veias do homem. A alegre exaltação no coração do homem preenche cada local da face da terra, o ar é revigorante e fresco, os nevoeiros densos não cobrem mais o solo e o sol brilha resplandecente.

Extraído de ‘Capítulo 18’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 581

O reino está se expandindo no meio da humanidade, está se formando no meio dela, está se erguendo no meio dela; não há força que possa destruir o Meu reino. De Meu povo que está no reino de hoje, qual de vocês não é um ser humano entre os seres humanos? Qual de vocês está fora da condição humana? Quando Meu novo ponto de partida for anunciado para a multidão, como é que a humanidade reagirá? Vocês viram com seus próprios olhos o estado da humanidade; certamente ainda não abrigam esperanças de permanecer para sempre neste mundo. Agora estou caminhando largamente em meio ao Meu povo, e vivo no meio dele. Hoje, os que Me oferecem amor genuíno são pessoas bem-aventuradas; bem-aventurados são aqueles que se submetem a Mim, certamente permanecerão em Meu reino; bem-aventurados os que Me conhecem, certamente exercerão o poder em Meu reino; bem-aventurados são aqueles que Me buscam, eles certamente escaparão dos laços de Satanás e desfrutarão de Minhas bênçãos; bem-aventurados são aqueles capazes de renunciar a si mesmos, esses com certeza entrarão em Minhas posses e herdarão a generosidade do Meu reino. Daqueles que correm por Minha causa, vou Me lembrar; aqueles que fazem gastos por Minha causa, vou alegremente abraçar e àqueles que fazem ofertas a Mim, vou dar desfrutes. Aqueles que encontram prazer em Minhas palavras, Eu abençoarei; eles certamente serão os pilares que sustentam a cumeeira do Meu reino, certamente terão incomparável generosidade na Minha casa, e ninguém pode comparar-se a eles. Vocês já aceitaram as bênçãos que lhe foram dadas? Alguma vez já procuraram as promessas que foram feitas para vocês? Vocês, sob a orientação da Minha luz, romperão a repressão das forças das trevas. Certamente, no meio da escuridão, não perderão a luz que os guia. Vocês certamente serão os mestres de toda criação. Certamente serão vencedores diante de Satanás. Certamente, na queda do reino do grande dragão vermelho, levantar-se-ão no meio das miríades das multidões para dar testemunho da Minha vitória. Certamente serão firmes e inabaláveis na terra de Sinim. Através dos sofrimentos que vocês suportam, herdarão a bênção que vem de Mim, e certamente irradiarão Minha glória por todo o universo.

Extraído de ‘Capítulo 19’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 582

Enquanto Minhas palavras são consumadas, o reino é gradualmente formado na terra e o homem retorna gradualmente à normalidade e, portanto, está estabelecido na terra o reino em Meu coração. No reino, todo o povo de Deus recupera a vida do homem normal. Foi-se o inverno gelado, substituído por um mundo de cidades de primavera, onde a primavera dura o ano todo. As pessoas já não são confrontadas com o triste, miserável mundo do homem e já não suportam o frio do mundo do homem. As pessoas não lutam umas com as outras, os países não entram em guerra uns contra os outros, já não há a carnificina e o sangue que flui da carnificina; todas as terras estão cheias de felicidade, e todos os lugares estão repletos de calor entre os homens. Eu ando em todo o mundo, Eu desfruto do alto do Meu trono e vivo entre as estrelas. Os anjos Me oferecem novas músicas e novas danças. Suas próprias fragilidades já não fazem com que lágrimas corram de seus rostos. Já não ouço, diante de Mim, o som dos anjos chorando, e ninguém mais se queixa de dificuldades para Mim. Hoje, todos vocês vivem diante de Mim; amanhã, todos vocês vão existir em Meu reino. Não é essa a maior bênção que Eu concedo ao homem? Por causa do preço que vocês pagam hoje, vocês herdarão as bênçãos do futuro e viverão entre a Minha glória. Vocês ainda não desejam se envolver com a substância do Meu Espírito? Vocês ainda desejam se matar? As pessoas estão dispostas a buscar as promessas que elas podem ver, mesmo que sejam efêmeras, mas nenhuma delas está disposta a aceitar as promessas de amanhã, mesmo que durem pela eternidade. As coisas que são visíveis para o homem são as coisas que Eu vou aniquilar, e as coisas que são impalpáveis para o homem são as coisas que Eu vou realizar. Esta é a diferença entre Deus e o homem.

Extraído de ‘Capítulo 20’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 583

Em Minha luz, as pessoas veem a luz novamente. Em Minha palavra, as pessoas encontram as coisas que desfrutam. Eu vim do Oriente, Eu sou do Oriente. Quando Minha glória brilha adiante, todas as nações são iluminadas, tudo é trazido à luz, nem uma só coisa permanece em trevas. No reino, a vida que o povo de Deus tem com Deus é feliz sem medida. As águas dançam com alegria pela vida abençoada das pessoas, as montanhas desfrutam com as pessoas a Minha abundância. Todos os homens estão se esforçando, trabalhando arduamente, mostrando sua lealdade em Meu reino. No reino, a rebelião não existe mais, a resistência não existe mais; os céus e a terra dependem um do outro, o homem e Eu nos aproximamos em profundo sentimento, por meio das doces alegrias da vida, um apoiando o outro… Neste momento, Eu inicio formalmente Minha vida no céu. Não há mais perturbação de Satanás e as pessoas entram no descanso. Por todo o universo, Meu povo escolhido vive na Minha glória, incomparavelmente abençoado, não como pessoas vivendo entre pessoas, mas como pessoas vivendo com Deus. Toda a humanidade passou pela corrupção de Satanás e bebeu o amargo e o doce da vida até a última gota. Agora, vivendo em Minha luz, como alguém pode não se alegrar? Como alguém pode renunciar levianamente a esse lindo momento e deixá-lo escapar? Vocês, povo! Cantem o cântico em seu coração e dancem com alegria para Mim! Elevem seu coração sincero e ofereçam-no a Mim! Batam seus tambores e toquem alegremente para Mim! Eu irradio o Meu deleite por todo o universo! Às pessoas, Eu revelo Minha gloriosa face! Chamarei em alta voz! Transcenderei o universo! Já reino entre as pessoas! Sou exaltado pelas pessoas! Eu pairo no céu azul, acima, e as pessoas vão andando Comigo. Ando entre as pessoas e Meu povo Me rodeia! O coração das pessoas está alegre, suas canções estremecem o universo, fendendo o empíreo! O universo não está mais envolto em névoa; não há mais lama, não há mais esgoto acumulado. Povo santo do universo! Sob Minha inspeção, você mostra seu verdadeiro semblante. Vocês não são homens cobertos de imundície, mas santos puros como jade, vocês são todos Meus amados, vocês são todos Meu deleite! Todas as coisas voltam à vida! Os santos todos voltaram para Me servir no céu, entrando em Meu caloroso abraço, não mais chorando, não mais ansiosos, oferecendo-se a Mim, voltando ao Meu lar, e em sua pátria eles Me amarão sem cessar! Sem jamais mudar em toda a eternidade! Onde está a tristeza? Onde estão as lágrimas? Onde está a carne? A terra morre, mas os céus são para sempre. Eu apareço a todos os povos e todos os povos Me louvam. Esta vida, esta beleza, desde os tempos imemoriais até o fim dos tempos, não mudará. Esta é a vida do reino.

de ‘Alegrai-vos, todos os povos!’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 584

Tenho feito muita obra entre vocês e, claro, tenho feito também diversas declarações. Contudo, não posso evitar a impressão de que Minhas palavras e Minha obra não cumpriram completamente o objetivo da Minha obra nos últimos dias. Pois, nos últimos dias, Minha obra não é para o bem de certa pessoa ou de certo povo, mas para demonstrar o Meu caráter inerente. Todavia, por uma miríade de razões — talvez escassez de tempo ou uma agenda de trabalho agitada — as pessoas não ganharam conhecimento algum sobre Mim a partir do Meu caráter. Portanto, Eu começo o Meu novo plano, Minha obra final, e revelo uma nova página na Minha obra para que todos que Me veem batam no peito, chorem e se lamentem incessantemente em razão de Minha existência. Isso porque Eu trago o fim da humanidade para o mundo e, deste ponto em diante, revelo todo o Meu caráter perante a humanidade, de modo que todos os que Me conhecem e todos os que não Me conhecem possam deleitar os olhos e ver que Eu, de fato, vim ao mundo humano, vim à terra na qual todas as coisas se multiplicam. Esse é o Meu plano, é Minha única “confissão” desde a Minha criação da humanidade. Que vocês possam prestar atenção exclusiva a cada um dos Meus movimentos, pois minha vara mais uma vez arremete para perto da humanidade, para todos aqueles que se opõem a Mim.

Com os céus, Eu inicio a obra que devo fazer. E assim, abro caminho cuidadosamente entre as torrentes de gente e movo-Me entre o céu e a terra, sem que ninguém jamais perceba Meus movimentos nem repare nas Minhas palavras. Portanto, Meu plano continua a avançar sem empecilhos. Só que todos os seus sentidos ficaram tão entorpecidos que vocês ignoram as etapas da Minha obra. Mas certamente há de chegar o dia em que vocês se darão conta das Minhas intenções. Hoje, Eu vivo junto de vocês e sofro junto de vocês, e há muito tempo compreendi a atitude que a humanidade tem para Comigo. Não desejo falar mais disso, muito menos desejo envergonhá-los dando mais exemplos desse assunto penoso. Apenas espero que guardem no coração tudo o que vocês fizeram, para podermos conferir nossas contas no dia em que nos encontrarmos de novo. Não quero acusar falsamente nenhum dentre vocês, pois sempre agi com justiça, equidade e honradez. É claro que também espero que vocês possam ser íntegros, e nada façam contra o céu, a terra ou sua consciência. Essa é a única coisa que peço de vocês. Muitas pessoas se sentem inquietas e constrangidas porque cometeram erros atrozes, e muitas têm vergonha de si mesmas porque nunca realizaram uma boa ação sequer. Mas há também muitas que, longe de se sentirem envergonhadas por seus pecados, vão de mal a pior, tirando de vez a máscara que esconde suas feições horrendas — que ainda tinham de ser totalmente expostas — para provar Meu caráter. Eu não Me importo com as ações de pessoa alguma, nem presto atenção a elas. Em vez disso, faço a obra que devo fazer, quer seja reunir informações, ou viajar pela terra, ou fazer algo que Me interesse. Em momentos importantes, prossigo com a Minha obra entre os homens como planejei originalmente, nem um segundo tarde ou cedo demais, e com facilidade e presteza. Entretanto, a cada etapa da Minha obra, alguns são postos de lado, pois Eu desprezo seu jeito bajulador e sua subserviência fingida. Aqueles que Me são abomináveis com certeza serão abandonados, intencionalmente ou não. Para encurtar, quero que todos aqueles que desprezo estejam longe de Mim. Nem preciso dizer, mas não pouparei os perversos que permanecerem na Minha casa. Porque o dia da punição do homem está próximo, não tenho pressa em expulsar todas essas almas desprezíveis, pois tenho um plano todo Meu.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 585

Agora é o momento de Eu determinar o fim de cada pessoa, não a etapa de começar a operar o ser humano. Anoto no Meu livro de registros, uma por uma, as palavras e ações de cada pessoa, bem como a senda pela qual Me seguem, suas características inerentes e como se comportaram no final. Desse modo, não importando que tipo de pessoa sejam, nenhuma escapará de Minha mão, e todas estarão com os de seu próprio tipo, segundo Eu designar. Eu decido o destino de cada pessoa não com base na idade, senioridade, quantidade de sofrimento, muito menos o grau em que ela causa compaixão, mas de acordo com ela possuir ou não a verdade. Não há outra escolha além dessa. Vocês devem entender que todos os que não seguem a vontade de Deus também hão de ser punidos. Esse é um fato imutável. Logo, todos os punidos assim o são para a justiça de Deus e como retribuição por seus numerosos atos malignos. Não fiz uma mudança sequer no Meu plano desde seu início. É só que, no que diz respeito aos homens, aqueles a quem dirijo Minhas palavras parecem estar diminuindo em número, como estão aqueles a quem Eu realmente aprovo. Entretanto, Eu afirmo que Meu plano nunca mudou; na verdade, são a fé e o amor do homem que estão sempre mudando, sempre minguando, a ponto de ser possível que cada homem passe de Me bajular a ser frio em relação a Mim ou até Me expulsar. Minha atitude para com vocês não será nem quente nem fria, até Eu sentir desgosto e abominação e, finalmente, distribuir a punição. Contudo, no dia de sua punição, Eu ainda os verei, mas vocês não mais conseguirão Me ver. Como a vida entre vocês já se tornou maçante e enfadonha para Mim, é desnecessário dizer que escolhi diferentes ambientes nos quais viver, para melhor evitar a dor de suas palavras maldosas e Me afastar do seu comportamento insuportavelmente sórdido, para que vocês não possam mais Me enganar ou tratar superficialmente. Antes de deixá-los, devo ainda exortá-los a se absterem de fazer o que não está em conformidade com a verdade. Em lugar disso, vocês deveriam fazer o que é agradável para todos, o que traz benefício para todos os homens e o que é benéfico ao seu destino, senão quem há de sofrer em meio ao desastre não será ninguém além de vocês mesmos.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 586

Minha misericórdia se expressa naqueles que Me amam e negam a si mesmos. A punição que ocorre aos perversos, entrementes, é precisamente a prova de Meu caráter justo e, mais ainda, testemunho da Minha ira. Quando o desastre vier, todos aqueles que a Mim se opõem prantearão ao caírem vitimados por fome e peste. Aqueles que cometeram toda espécie de perversidade, mas Me seguiram por muitos anos, não escaparão de pagar por seus pecados; eles, também, cairão no desastre, de um tipo raramente visto ao longo de milhões de anos, e viverão num constante estado de pânico e pavor. E aqueles dos Meus seguidores que mostraram lealdade a Mim hão de regozijar e aplaudir Meu poder. Eles experimentarão inefável contentamento e viverão numa alegria que nunca antes concedi ao ser humano. Porque Eu prezo as boas ações dos homens e abomino suas más obras. Desde que comecei a conduzir a humanidade, tenho esperado ardentemente ganhar um grupo de homens da mesma opinião que Eu. Aqueles cuja opinião é diferente da Minha, no entanto, deles nunca Me esqueci; sempre os odeio no Meu coração, esperando a chance de lhes administrar a Minha retribuição, o que Me dará satisfação de ver. Agora Meu dia finalmente chegou, e não preciso esperar mais!

Minha obra final não tem por objetivo apenas punir os homens, mas também arranjar o destino deles. E, mais ainda, o objetivo é que todas as pessoas possam reconhecer Meus feitos e ações. Quero que todas as pessoas vejam que tudo o que fiz é correto e que tudo o que fiz é expressão do Meu caráter. Não foi ação do homem, muito menos da natureza, que trouxe o ser humano à existência, mas Eu, que nutro todo ser vivo na criação. Sem a Minha existência, a humanidade só perecerá e sofrerá o flagelo das calamidades. Nenhum ser humano tornará a ver a beleza do sol e da lua nem o mundo verde; a humanidade encontrará somente a noite gélida e o vale implacável da sombra da morte. Eu sou a única salvação da humanidade. Sou a única esperança da humanidade e, mais ainda, sou Aquele sobre quem se baseia a existência de toda a humanidade. Sem Mim, a humanidade imediatamente ficará paralisada. Sem Mim, a humanidade sofrerá uma catástrofe e será espezinhada por toda espécie de espectros, ainda que ninguém atente para Mim. Eu fiz uma obra que mais ninguém pode fazer, e Minha única esperança é que o homem seja capaz de Me retribuir com algumas boas ações. Embora poucos tenham sido capazes de Me retribuir, ainda assim Eu concluirei a Minha jornada no mundo humano e começarei a próxima etapa da Minha obra reveladora, porque toda a Minha correria de um lado a outro destes muitos anos em meio aos homens foi proveitosa, e estou muito satisfeito. Não Me importo com o número de pessoas, mas com suas boas ações. Em todo caso, espero que vocês preparem boas ações suficientes para seu destino próprio. Com isso, ficarei satisfeito; do contrário, nenhum de vocês escapará do desastre que lhes sucederá. O desastre tem origem em Mim e, claro, é por Mim orquestrado. Se vocês não conseguirem parecer bons aos Meus olhos, não escaparão de sofrer o desastre. No meio da tribulação, seus atos e feitos não foram considerados de todo apropriados, pois sua fé e seu amor eram vazios e vocês só mostraram ser tímidos ou durões. Quanto a isso, Meu julgamento será só de bom ou mau. Meu interesse continua a ser o modo com que cada um de vocês age e se expressa, com base nisso, determinarei o seu fim. Todavia, devo deixar claro: para com aqueles que não Me ofereceram sequer um pingo de lealdade durante tempos de adversidade, Eu não terei mais misericórdia, pois Minha misericórdia vai só até esse ponto. Não tenho apreço algum, além disso, por quem quer que já tenha Me traído, muito menos gosto de Me associar com quem trai os interesses de seus amigos. Esse é Meu caráter, seja quem for a pessoa. Eu devo lhes dizer isto: qualquer um que partir Meu coração não receberá clemência de Mim pela segunda vez, e qualquer um que tiver sido fiel a Mim ficará para sempre no Meu coração.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 587

Na vasta extensão do mundo, ocorreram incontáveis mudanças, oceanos acumularam terra formando campos, campos ficaram alagados e formaram oceanos, repetidamente. Ninguém é capaz de liderar e guiar esta raça humana, a não ser Aquele que governa todas as coisas no universo. Não há ninguém poderoso para trabalhar e fazer os preparativos para esta humanidade, muito menos alguém que seja capaz de liderar esta espécie humana para seu destino de luz e libertá-la das injustiças terrenas. Deus lamenta o futuro da humanidade, Ele sofre por sua queda, padece que a humanidade marche, passo a passo, para a decadência e à senda sem retorno. Uma humanidade que partiu o coração de Deus e renunciou a Ele para buscar o Maligno: alguém já pensou no rumo que uma humanidade como esta poderia seguir? É precisamente por essa razão que ninguém sente a ira de Deus, que ninguém busca uma forma de agradar a Deus nem tenta se aproximar de Deus, e, além disso, que ninguém busca compreender a tristeza e a dor de Deus. Mesmo após ouvir a voz de Deus, o homem continua em sua própria senda, persiste em se desviar de Deus, evitando a graça e o cuidado de Deus, rejeitando a verdade de Deus e preferindo se vender para Satanás, o inimigo de Deus. E quem foi que pensou — caso o homem persista em sua teimosia — em como Deus agirá em relação a esse homem que O dispensou sem sequer um olhar para trás? Ninguém sabe que a razão para os repetidos avisos e exortações de Deus são porque Ele preparou em Suas mãos uma calamidade como nunca houve, que será insuportável para a carne e a alma do homem. Essa calamidade não é meramente uma punição da carne, mas também da alma. Você deve saber disto: quando o plano de Deus fracassar, quando Seus avisos e exortações não gerarem resposta, que tipo de ira Ele liberará? Será como nada jamais experimentado ou ouvido por qualquer ser criado. E, então, digo que essa calamidade é sem precedentes, que nunca mais se repetirá. Pois o plano de Deus é criar a humanidade apenas esta vez, salvar a humanidade apenas esta vez. Esta é a primeira vez, e é também a última. Por isso, ninguém pode compreender as intenções meticulosas e a fervorosa expectativa com a qual Deus salva a humanidade desta vez.

Extraído de ‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 588

O homem conhece um pouco da obra de hoje e da obra do futuro, mas não compreende o destino no qual a humanidade entrará. Como criatura, o homem deve cumprir o dever de uma criatura: o homem deve seguir a Deus em tudo que Ele fizer; vocês devem proceder da maneira como Eu lhes digo. Você não tem como gerenciar as coisas por si mesmo e não tem domínio de si mesmo; tudo deve ser deixado à mercê de Deus, e tudo está mantido em Suas mãos. Se a obra de Deus provesse um final para o homem, um destino maravilhoso, antes do tempo devido, e se Deus usasse isso para seduzir o homem e fazer com que este O seguisse — se Ele fizesse um trato com o homem —, isso não seria conquista, nem seria operar na vida do homem. Se Deus usasse o final do homem para controlá-lo e ganhar seu coração, então, ao fazer isso, Ele não estaria aperfeiçoando o homem nem seria capaz de ganhar o homem; em vez disso, estaria usando o destino para controlá-lo. Nada há com que o homem se importe mais do que com o fim futuro, o destino final, e se há algo bom pelo que esperar ou não. Se fosse dada ao homem uma linda esperança durante a obra da conquista e se, antes da conquista do homem, lhe fosse dado um destino adequado a buscar, então não só a conquista do homem não alcançaria seu efeito, como o efeito da obra da conquista também seria influenciado. Isso quer dizer que a obra da conquista alcança seu resultado removendo o destino e a expectativa do homem e julgando e castigando o caráter rebelde dele. Ele não é alcançado mediante um acordo, isto é, dando-lhe bênçãos e graça, mas revelando sua lealdade ao privá-lo de sua “liberdade” e eliminar suas expectativas. Esta é a substância da obra da conquista. Se o homem recebesse uma bela esperança logo no início, e a obra de castigo e julgamento fosse realizada depois, então o homem aceitaria esse castigo e julgamento com base em ter expectativas e, no fim, a obediência e a adoração incondicionais ao Criador por todas as Suas criaturas não seriam alcançadas; haveria apenas obediência cega e ignorante ou o homem faria demandas cegamente a Deus, de modo que seria impossível conquistar plenamente o coração humano. Por consequência, seria impossível que essa obra de conquista ganhasse o homem e, menos ainda, que desse testemunho a Deus. Tais criaturas seriam incapazes de cumprir seus deveres e só fariam barganhas com Deus; isso não seria conquista, mas misericórdia e bênção. O maior problema do homem é que ele não pensa em nada além de sua sina e suas expectativas e que idolatra estas coisas. O homem busca Deus pelo bem de sua sina e expectativas; ele não adora a Deus por causa de seu amor por Ele. Assim, na conquista do homem, o egoísmo, a ganância e todas as coisas do homem que mais obstruem sua adoração a Deus devem ser tratadas e, deste modo, eliminadas. Fazendo-se isso, os resultados da conquista do homem serão alcançados. Como resultado, nos primeiros estágios da conquista do homem, é necessário expurgar suas ambições selvagens e fraquezas mais fatais e, por meio disso, revelar seu amor por Deus e transformar seu conhecimento da vida humana, seu ponto de vista sobre Deus e o significado de sua existência. Assim, o amor do homem por Deus é purificado, o que equivale a dizer que o coração do homem é conquistado. Mas em Sua atitude para com todas as criaturas, Deus não conquista apenas por conquistar; em vez disso, Ele conquista para ganhar o homem, pelo bem de Sua própria glória e para recuperar a mais primitiva e original semelhança do homem. Caso Deus conquistasse apenas por conquistar, então o significado da obra da conquista se perderia. Isto equivale a dizer que se, depois de conquistar o homem, Deus lavasse Suas mãos do homem e não prestasse atenção à sua vida ou morte, isso não seria o gerenciamento da humanidade, tampouco a conquista do homem seria pelo bem de sua salvação. Ganhar o homem apenas depois da sua conquista e sua chegada ao destino maravilhoso no final está no âmago de toda a obra da salvação; e apenas isso é capaz de alcançar o objetivo da salvação do homem. Em outras palavras, apenas a chegada do homem ao destino maravilhoso e sua entrada no descanso são as expectativas que todas as criaturas devem ter e a obra que deve ser feita pelo Criador. Se coubesse ao homem realizar tal obra, isso seria demasiadamente limitado: poderia levar o homem até certo ponto, mas não conseguiria trazê-lo ao destino eterno. O homem não é capaz de decidir o destino do homem, muito menos de garantir as perspectivas e o destino futuro do homem. A obra realizada por Deus, no entanto, é diferente. Já que Ele criou o homem, Deus o conduz; já que Ele salva o homem, Ele o salvará e ganhará completamente; já que Ele conduz o homem, Ele o trará até o destino adequado; e, já que Ele criou e gerencia o homem, Ele deve assumir a responsabilidade da sina e das expectativas do homem. É essa a obra realizada pelo Criador. Apesar de a obra da conquista ser alcançada por meio da expurgação das expectativas do homem, é preciso que o homem seja finalmente levado ao destino adequado que lhe foi preparado por Deus. É precisamente porque Deus opera no homem que o homem tem um destino e que sua sina está garantida. Aqui, o referido destino adequado não são as esperanças e as expectativas do homem expurgadas no passado; há uma diferença entre as duas. Aquilo pelo que o homem espera e o que ele busca são anseios vindos de sua busca pelos extravagantes desejos da carne, não do destino devido ao homem. O que Deus preparou para o homem, no entanto, são as bênçãos e promessas devidas ao homem uma vez que ele for purificado, as quais Deus preparou para o homem depois de criar o mundo e que não são maculadas pelas escolhas, pelas noções, pela imaginação ou pela carne humana. Este destino não foi preparado para uma pessoa em particular, mas é o lugar de descanso de toda a humanidade. Assim, este destino é o destino mais adequado para a humanidade.

Extraído de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 589

O Criador pretende orquestrar todos os seres da criação. Você não deve descartar nem desobedecer a nada do que Ele faz; também não deve se rebelar contra Ele. Quando a obra que Ele faz finalmente alcançar Seus objetivos, nisto Ele ganhará glória. Por que não se diz, hoje, que você é o descendente de Moabe ou a prole do grande dragão vermelho? Por que é que não se fala do povo escolhido, mas apenas dos seres criados? O ser criado — este era o título original do homem e é esta a sua identidade inata. Os nomes só mudam porque as eras e os períodos da obra variam; na verdade, o homem é uma criatura comum. Todas as criaturas, sejam elas as mais corruptas ou as mais santas, devem cumprir o dever de um ser criado. Quando realiza a obra da conquista, Deus não controla você usando sua sina, seu destino ou suas expectativas. Não há necessidade de operar assim. O objetivo da obra de conquista é fazer o homem cumprir o dever de um ser criado, fazê-lo adorar o Criador; somente depois disso é que ele pode entrar em seu destino maravilhoso. A sina do homem é controlada pelas mãos de Deus. Você é incapaz de controlar a si mesmo: apesar de estar sempre correndo e se ocupando em interesse próprio, o homem continua sendo incapaz de controlar a si mesmo. Se pudesse conhecer suas próprias expectativas, se pudesse controlar sua própria sina, você continuaria sendo um ser criado? Em suma, independentemente de como Deus opera, toda a obra Dele é para o bem do homem. Tome, por exemplo, os céus e a terra e todas as coisas que Deus criou para servir ao homem: a lua, o sol e as estrelas que Ele criou para o homem, os animais e as plantas, a primavera, o verão, o outono e o inverno e assim por diante — tudo é feito em prol da existência humana. Portanto, independentemente de como Deus castiga e julga o homem, tudo é para o bem da salvação do homem. Apesar de Ele privar o homem das esperanças carnais, é para o bem da purificação do homem, e a purificação do homem é para que ele sobreviva. O destino do homem está nas mãos do Criador; como, então, o homem poderia controlar a si mesmo?

Extraído de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 590

Assim que a obra da conquista tiver sido completada, o homem será conduzido a um mundo maravilhoso. Evidentemente, essa vida ainda será na terra, mas será inteiramente diferente da vida do homem hoje. É a vida que a humanidade terá após ser conquistada, será um novo começo para o homem na terra, e o fato de a humanidade ter esse tipo de vida será prova de que ela entrou num novo e lindo reino. Será o começo da vida do homem e de Deus na terra. A premissa de uma vida tão bela deve ser que, após ser purificado e conquistado, o homem se submeta ao Criador. Portanto, a obra de conquista é o último estágio da obra de Deus antes que a humanidade entre no maravilhoso destino. Esta vida é a vida futura do homem na terra, é a vida mais linda que há sobre a terra, a espécie de vida pela qual o homem anseia, a espécie de vida que o homem nunca antes alcançou na história do mundo. É o resultado final dos 6.000 anos da obra de gestão; é aquilo que a humanidade mais almeja, e é também a promessa de Deus ao homem. Mas esta promessa não pode ser concretizada imediatamente: o homem entrará no destino futuro somente quando a obra dos últimos dias tiver sido completada e ele tiver sido completamente conquistado, isto é, assim que Satanás tiver sido inteiramente derrotado. Após ser refinado, o homem estará sem uma natureza pecadora porque Deus terá derrotado Satanás, o que quer dizer que não haverá invasão de forças hostis e que nenhuma força hostil poderá atacar a carne do homem. Assim, o homem será livre e santo — e terá entrado na eternidade. Somente se as forças hostis da escuridão forem mantidas em sujeição é que o homem será livre aonde quer que for, e, assim, será sem rebeldia nem oposição. É necessário apenas que Satanás seja mantido em sujeição para que o homem fique bem; a situação atual existe porque Satanás ainda causa problemas em toda parte na terra e porque toda a obra de gestão de Deus ainda precisa chegar ao fim. Uma vez que Satanás tiver sido derrotado, o homem será completamente libertado; quando ganhar Deus e sair do domínio de Satanás, o homem verá o Sol da justiça. A vida devida ao homem normal será recuperada; tudo o que deve ser possuído pelo homem normal — tal como a capacidade de discernir o bem do mal e de compreender como comer e se vestir e a capacidade de viver normalmente — tudo isso será recuperado. Se Eva não tivesse sido tentada pela serpente, o homem teria tido essa vida normal depois de ter sido criado no começo. Ele deveria ter comido e se vestido com um homem normal, deveria ter levado a vida de um homem normal na terra. Não obstante, depois que o homem se tornou depravado, tal vida passou a ser uma ilusão inalcançável, e ainda hoje, o homem não ousa imaginar essas coisas. Na verdade, essa bela vida pela qual o homem anseia é uma necessidade. Se o homem não tivesse esse destino, sua vida depravada na terra jamais cessaria; se não houvesse essa bela vida, não haveria fim para a sina de Satanás ou para a era em que Satanás detém poder sobre a terra. O homem precisa chegar a um reino inalcançável pelas forças da escuridão, e, quando o fizer, isso provará que Satanás foi derrotado. Desta maneira, quando não houver mais perturbações causadas por Satanás, o próprio Deus controlará a humanidade e comandará e controlará toda a vida do homem; somente então Satanás terá sido verdadeiramente derrotado. A vida do homem hoje é uma vida de sujeira em sua maior parte; ela ainda é uma vida de aflição e sofrimento. Isso não pode ser chamado de derrota de Satanás; o homem ainda precisa escapar do mar de aflição, ainda precisa escapar da dificuldade da vida humana e da influência de Satanás; o homem ainda tem um conhecimento apenas ínfimo a respeito de Deus. Toda a dificuldade do homem foi criada por Satanás; foi Satanás que trouxe sofrimento para a vida do homem, e apenas quando Satanás for colocado em sujeição é que o homem conseguirá escapar completamente do mar de aflição. A sujeição de Satanás é alcançada por meio da conquista e obtenção do coração humano, fazendo do homem o espólio da batalha contra Satanás.

Extraído de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 591

Hoje em dia, procurar tornar-se um vencedor e aperfeiçoar-se são as coisas que o homem busca antes de ter a vida humana normal na terra, e são os objetivos que o homem procura alcançar antes de Satanás ser posto em sujeição. Em essência, a busca do homem por tornar-se vencedor e perfeito, ou de ter grande uso, visa a escapar da influência de Satanás: o homem busca tornar-se um vencedor, mas o resultado final será o escape da influência de Satanás. Só escapando da influência de Satanás é que o homem pode levar uma vida humana normal na terra, uma vida de adoração a Deus. Hoje, a busca do homem por tornar-se um vencedor e aperfeiçoar-se são as coisas buscadas antes de ter uma vida humana normal na terra. Elas são buscadas principalmente para que seja purificado e coloque em prática a verdade, e para que adore o Criador. Se possuir a vida humana normal na terra, uma vida sem sofrimento ou aflição, o homem não se lançará na busca por tornar-se um vencedor. “Tornar-se um vencedor” e “tornar-se perfeito” são os objetivos que Deus estabelece para o homem e, por meio da busca desses objetivos, Ele faz com que o homem ponha em prática a verdade e viva uma vida significativa. O objetivo é tornar o homem completo e ganhá-lo, e a busca por tornar-se vencedor e ser aperfeiçoado é apenas um meio. Se, no futuro, o homem entrar em seu destino maravilhoso, não haverá menção alguma a tornar-se um vencedor e ser aperfeiçoado; haverá apenas cada ser criado desempenhando seu dever. Hoje, faz-se com que o homem busque essas coisas simplesmente para definir um escopo para ele, de modo que sua busca possa ser mais focada e prática. De outra forma, o homem viveria em meio a uma abstração vaga e buscaria a entrada na vida eterna; e, se assim fosse, ele não seria ainda mais lamentável? Buscar algo dessa maneira, sem objetivos ou princípios, não seria autoengano? Em última análise, essa busca seria naturalmente infrutífera; no fim, o homem ainda estaria vivendo sob o domínio de Satanás e seria incapaz de libertar-se disso. Por que se sujeitar a uma busca tão desprovida de objetivo? Quando entrar no destino eterno, o homem irá adorar ao Criador e, porque ganhou a salvação e entrou na eternidade, ele não precisará perseguir quaisquer objetivos, tampouco preocupar-se por estar cercado por Satanás. Nesse tempo, o homem saberá seu lugar e desempenhará seu dever e, ainda que não sejam castigadas ou julgadas, todas as pessoas desempenharão seu dever. Nesse tempo, o homem será uma criatura tanto em termos de identidade quanto de status. Já não haverá distinção entre alto e baixo; cada pessoa irá simplesmente realizar uma função diferente. O homem, ainda assim, viverá em um destino ordeiro e adequado para a humanidade; ele cumprirá seu dever a fim de adorar o Criador, e é essa humanidade que se tornará a humanidade da eternidade. Nesse tempo, o homem terá ganhado uma vida iluminada por Deus, uma vida sob o cuidado e a proteção de Deus, uma vida junto de Deus. A humanidade viverá uma vida normal na terra, e todas as pessoas entrarão no caminho certo. O plano de gerenciamento de 6.000 anos terá derrotado Satanás completamente, o que significa que Deus também terá recuperado a imagem original do homem à criação e, assim, a intenção original de Deus terá se cumprido. No início, antes de ser corrompida por Satanás, a humanidade vivia uma vida normal na terra. Depois, ao ser corrompido por Satanás, o homem perdeu essa vida normal, e, assim, se iniciou a obra de gerenciamento de Deus e a batalha contra Satanás para recuperar a vida normal do homem. Só quando chegar ao fim a obra do gerenciamento de Deus de 6.000 anos é que a vida de toda a humanidade na terra começará oficialmente; só então o homem terá uma vida maravilhosa, e Deus irá recuperar Seu propósito ao criar o homem no princípio, bem como a semelhança original do homem. Assim, uma vez que tenha a vida normal da humanidade na terra, o homem não buscará tornar-se um vencedor ou aperfeiçoar-se, pois será santo. Os “vencedores” e o “ser aperfeiçoado” de que as pessoas falam são os objetivos dados ao homem para buscar durante a batalha entre Deus e Satanás, e eles existem apenas porque o homem foi corrompido. É ao dar um objetivo a você e fazer com que busque tal objetivo que Satanás será derrotado. Pedir que você se torne um vencedor, que se torne perfeito ou que seja usado exige que você dê testemunho para envergonhar Satanás. No fim, o homem viverá a vida humana normal na terra e será santo; quando isso acontecer, será que as pessoas ainda buscarão tornar-se vencedoras? Não são todas elas seres da criação? Falando sobre ser um vencedor e ser aperfeiçoado, estas palavras são direcionadas a Satanás e à imundície do homem. Esta palavra, “vencedor”, não faz referência à vitória sobre Satanás e às forças hostis? Quando diz que foi aperfeiçoado, o que, em você, foi aperfeiçoado? Não seria o ter-se despojado do seu caráter satânico corrupto a fim de poder alcançar o supremo amor a Deus? Tais coisas são ditas em relação às coisas sujas contidas no homem e em relação a Satanás; elas não são ditas com relação a Deus.

Extraído de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 592

Quando o homem alcançar a verdadeira vida humana na terra e todas as forças de Satanás forem postas em sujeição, o homem viverá facilmente na terra. As coisas não serão tão complexas como são hoje: as relações humanas, as relações sociais, as relações familiares complexas — elas trazem tantos problemas, tanta dor! A vida do homem, aqui, é tão miserável! Quando o homem for conquistado, seu coração e sua mente mudarão: ele terá um coração que reverencia Deus e O ama. Quando todos aqueles no universo que buscam amar a Deus tiverem sido conquistados, quer dizer, quando Satanás tiver sido derrotado e quando Satanás — e todas as forças da escuridão — tiver sido posto em sujeição, então a vida do homem na terra será imperturbável, e ele poderá viver livremente sobre a terra. Se a vida do homem não tivesse relacionamentos carnais nem as complexidades da carne, tudo seria muito mais fácil. Os relacionamentos carnais do homem são complexos demais, e o fato de ele ter tais coisas é prova de que ainda precisa se libertar da influência de Satanás. Se você tivesse o mesmo relacionamento com cada um de seus irmãos e irmãs, se tivesse o mesmo relacionamento com cada membro de sua família, então você não teria preocupações, não precisaria se preocupar com ninguém. Nada poderia ser melhor e, assim, o homem seria aliviado de metade de seu sofrimento. Quando viver uma vida humana normal na terra, o homem será semelhante aos anjos; ainda que seja feito de carne, ele será muito parecido com um anjo. É esta a promessa final, a última promessa concedida ao homem. Hoje, o homem passa por castigo e julgamento; você acha que experimentar tais coisas é algo desprovido de sentido? Seria possível que a obra de castigo e julgamento fosse feita sem motivo algum? Já foi dito anteriormente que castigar e julgar o homem é colocá-lo no abismo sem fundo, o que significa privá-lo de sua sina e perspectivas. Isso acontece por um motivo apenas: a purificação do homem. O homem não é jogado deliberadamente no abismo sem fundo, com Deus lavando as mãos logo em seguida. Pelo contrário, isso acontece para que se possa lidar com a rebeldia contida no homem, para que, no fim, tudo aquilo dentro do homem seja purificado, para que ele tenha um conhecimento verdadeiro de Deus e seja como uma pessoa santa. Se isso for feito, tudo será alcançado. Na verdade, quando aquelas coisas dentro do homem que devem ser tratadas forem tratadas e o homem der um testemunho retumbante, então Satanás também será derrotado; ainda que restem algumas das coisas que originalmente existem dentro do homem que não são completamente purificadas, quando Satanás for derrotado, tais coisas não mais causarão problemas e, naquele momento, o homem terá sido completamente purificado. O homem jamais experimentou uma vida assim, mas, quando Satanás for derrotado, tudo se resolverá, e as coisas triviais contidas no homem serão resolvidas; e, assim que esse problema principal for resolvido, todos os demais problemas terminarão. Durante esta encarnação de Deus na terra, quando Ele faz pessoalmente Sua obra em meio aos homens, toda a obra que Ele realiza é para derrotar Satanás, e Ele derrotará Satanás por meio da conquista do homem, tornando vocês completos. Quando vocês derem um testemunho retumbante, isso também será uma marca da derrota de Satanás. Primeiro o homem é conquistado e, depois, completamente aperfeiçoado para derrotar Satanás. No entanto, em substância, junto com a derrota de Satanás, isso também é a salvação de toda a humanidade desse mar vazio de aflição. Independentemente de a obra ser realizada por todo o universo ou na China, toda ela visa a derrotar Satanás e trazer salvação para toda a humanidade, para que o homem possa entrar no local de descanso. O Deus encarnado, esta carne normal, existe exatamente em prol de derrotar Satanás. A obra de Deus na carne é usada para trazer salvação para todos aqueles debaixo do céu que amam a Deus, ela é voltada para a conquista de toda a humanidade e, além disso, para a derrota de Satanás. O cerne de toda a obra de gerenciamento de Deus é inseparável da derrota de Satanás para trazer salvação para toda a humanidade. Por que sempre se fala, durante boa parte dessa obra, que vocês devem dar testemunho? E a quem é direcionado tal testemunho? Não é direcionado a Satanás? O testemunho é feito diante de Deus, para testemunhar que a obra de Deus atingiu seu efeito. Dar testemunho está ligado à obra da derrota de Satanás; caso não existisse uma batalha contra Satanás, então não seria exigido do homem que desse testemunho. É porque Satanás tem de ser derrotado que, ao mesmo tempo em que salva o homem, Deus requer que o homem dê testemunho Dele diante de Satanás, algo que Ele usa para salvar o homem e batalhar contra Satanás. Como resultado, o homem é tanto o objeto da salvação quanto uma ferramenta na derrota de Satanás; assim, o homem está no centro de toda a obra de gerenciamento de Deus, ao passo que Satanás é apenas o objeto de destruição, o inimigo. Talvez você sinta que não fez nada, mas, por conta das mudanças em seu caráter, um testemunho foi dado, e tal testemunho é direcionado a Satanás, não ao homem. O homem não está apto a desfrutar desse testemunho. Como ele poderia compreender a obra realizada por Deus? O objeto da luta de Deus é Satanás; o homem, no entanto, é apenas o objeto da salvação. O homem tem o caráter satânico corrompido e é incapaz de compreender essa obra. Isso se deve à corrupção por Satanás e não é inerente ao homem, mas, sim, dirigido por Satanás. A obra principal de Deus, hoje, consiste em derrotar Satanás; isto é, conquistar completamente o homem para que ele dê um testemunho final de Deus diante de Satanás. Desse modo, todas as coisas serão cumpridas. Em muitos casos, a olho nu, parece que nada foi feito, mas, na verdade, a obra já foi completada. O homem exige que toda a obra de conclusão seja visível; não obstante, sem torná-la visível para você, Eu completei a Minha obra, pois Satanás foi subjugado, o que significa dizer que foi absolutamente derrotado, que toda a sabedoria, o poder e a autoridade de Deus derrotaram Satanás. É exatamente esse testemunho que deve ser dado, e, ainda que não tenha expressão clara no homem, ainda que não seja visível a olho nu, Satanás já foi derrotado. A totalidade dessa obra é dirigida contra Satanás e é executada por causa da batalha contra Satanás. Portanto, há muitas coisas que o homem não enxerga como bem-sucedidas, mas que, aos olhos de Deus, foram concluídas com êxito há muito tempo. Esta é uma das verdades interiores de toda a obra de Deus.

Extraído de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 593

Todos os que estiverem dispostos a ser aperfeiçoados têm a chance de ser aperfeiçoados; portanto, todos devem relaxar: no futuro, todos vocês entrarão no destino. Porém, se você não estiver disposto a ser aperfeiçoado e a entrar no reino maravilhoso, é problema seu. Todos os que estão dispostos a ser aperfeiçoados e são leais a Deus, todos os que O obedecem e todos os que cumprem fielmente sua função, todas estas pessoas podem ser aperfeiçoadas. Hoje todos os que não cumprem o dever com lealdade, todos os que não são leais a Deus, todos os que não se submetem a Deus, especialmente aqueles que receberam esclarecimento e iluminação do Espírito Santo, mas que não o colocam em prática, todas estas pessoas não podem ser aperfeiçoadas. Todos os que estiverem dispostos a ser leais e obedecer a Deus podem ser aperfeiçoados, ainda que sejam um pouco ignorantes; todos os que estão dispostos a buscar podem ser aperfeiçoados. Não há motivo para preocupação quanto a isso. Contanto que você permaneça disposto a buscar nesta direção, você pode ser aperfeiçoado. Eu não estou disposto a abandonar ou eliminar nenhum de vocês, mas se homem não se esforça para agir bem, então está apenas arruinando a si mesmo; não sou Eu quem elimina você, mas você mesmo. Se você mesmo não se esforça para agir bem, se é preguiçoso ou se não cumpre o seu dever, ou se não é leal, não busca a verdade e sempre faz o que quer, se você se comporta irresponsavelmente, luta por sua própria fama e fortuna e é inescrupuloso em seu tratamento com o sexo oposto, então você suportará o fardo de seus próprios pecados; você não é digno da pena de ninguém. Minha intenção é que todos vocês sejam aperfeiçoados e, no mínimo, sejam conquistados para que esta etapa da obra possa ser completada com sucesso. É o desejo de Deus que todas as pessoas sejam aperfeiçoadas, que sejam ganhas por Ele no fim, que sejam completamente purificadas por Ele e se tornem pessoas que Ele ame. Não importa se Eu digo que vocês são subdesenvolvidos ou de baixo calibre — isto é fato. Expressar este fato não é prova de que Eu pretendo abandoná-los, de que perdi a esperança em vocês, muito menos que não estou disposto a salvá-los. Eu venho hoje para realizar a obra da sua salvação, o que significa dizer que a obra que faço é uma continuação da obra da salvação. Toda pessoa tem a chance de ser aperfeiçoada: contanto que você esteja disposto, contanto que busque, no fim você será capaz de alcançar este resultado, e nenhum de vocês será abandonado. Se você for de baixo calibre, então Minhas exigências a você também serão de acordo com seu baixo calibre; se você for de grande calibre, Minhas exigências a você serão de acordo com seu grande calibre; se você for ignorante e analfabeto, Minhas exigências serão de acordo com seu analfabetismo; se você for alfabetizado, Minhas exigências a você serão de acordo com o fato de que você é alfabetizado; se você for idoso, Minhas exigências serão de acordo com sua idade; se você for capaz de oferecer hospitalidade, Minhas exigências serão de acordo com esta capacidade; se você disser que não pode oferecer hospitalidade e que só pode realizar certa função, quer seja propagar o evangelho ou cuidar da igreja, ou, ainda, cuidar de outros assuntos gerais, seu aperfeiçoamento por Mim será de acordo com a função que você realiza. Ser leal, obedecer até o fim e buscar ter um amor supremo por Deus: é isto que você deve realizar, e não há práticas melhores que estas três. Em última análise, requer-se que o homem alcance estas três coisas; e, se conseguir alcançá-las, será aperfeiçoado. Acima de tudo, porém, você deve buscar verdadeiramente, deve avançar para frente e para cima ativamente e não ser passivo quanto a isso. Eu disse que todas as pessoas têm a chance de ser aperfeiçoadas e são capazes de ser aperfeiçoadas, e isto continua sendo verdadeiro; porém, você não tenta ser melhor em sua busca. Se não alcançar esses três critérios, então, no final, você deverá ser eliminado. Eu desejo que todos alcancem isso, quero que todos tenham a obra e a iluminação do Espírito Santo e que sejam capazes de obedecer até o fim, porque este é o dever que cada um de vocês deve cumprir. Quando todos vocês tiverem cumprido seus deveres, terão sido aperfeiçoados e terão um testemunho retumbante. Todos os que têm testemunho são aqueles que foram vitoriosos contra Satanás e ganharão a promessa de Deus; são aqueles que permanecerão para viver no destino maravilhoso.

Extraído de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 594

No princípio, Deus estava em descanso. Não havia humanos nem nada sobre a terra naquele tempo, e Deus ainda não realizara qualquer obra. Ele só começou Sua obra de gerenciamento uma vez que a humanidade existiu e após ter sido corrompida; daí em diante, Ele não descansou mais, mas, em vez disso, começou a Se ocupar entre a humanidade. Foi por causa da corrupção da humanidade que Deus perdeu Seu descanso e também por causa da rebelião do arcanjo. Se Deus não derrotar Satanás e salvar a humanidade corrompida, Ele nunca mais conseguirá entrar no descanso. Como o homem carece de descanso, Deus também carece, e quando Ele descansar novamente, os humanos também descansarão. Viver em descanso significa uma vida sem guerra, sem imundície e sem qualquer injustiça persistente. Significa dizer que é uma vida desprovida das perturbações de Satanás (aqui “Satanás” se refere a forças inimigas) e da corrupção de Satanás, tampouco é suscetível à invasão de qualquer força em oposição a Deus; é uma vida em que tudo segue a própria espécie e pode adorar o Senhor da criação e em que céu e terra permanecem inteiramente tranquilos — é isso que significam as palavras “vida em descanso dos humanos”. Quando Deus entrar descansar, nenhuma injustiça persistirá mais sobre a terra, nem haverá mais qualquer outra invasão de forças inimigas, e a humanidade entrará em um novo reino — não será mais uma humanidade corrompida por Satanás, mas, sim, uma humanidade que foi salva depois de ter sido corrompida por Satanás. O dia do descanso da humanidade será também o dia do descanso de Deus. Deus perdeu Seu descanso devido à inabilidade da humanidade de entrar em descanso, não por ter sido originalmente incapaz de descansar. Entrar no descanso não significa que tudo deixará de se mexer ou de se desenvolver; tampouco significa que Deus pare de operar nem que os humanos parem de viver. Os sinais da entrada no descanso serão quando Satanás for destruído, quando aquelas pessoas más que se uniram a ele em seus malfeitos forem punidas e eliminadas e quando todas as forças hostis a Deus deixarem de existir. Deus entrar no descanso significa que Ele não executará mais a Sua obra de salvação da humanidade. A humanidade entrar no descanso significa que toda a humanidade viverá na luz de Deus e sob Suas bênçãos, isenta da corrupção de Satanás, e nenhuma injustiça ocorrerá mais. Sob o cuidado de Deus, os humanos viverão normalmente sobre a terra. Quando Deus e a humanidade entrarem no descanso juntos, isso significa que a humanidade foi salva e que Satanás foi destruído, que a obra de Deus nos humanos está totalmente completada. Deus não continuará mais a operar nos humanos, e eles não viverão mais sob o império de Satanás. Assim, Deus não estará mais ocupado, e os humanos não estarão mais constantemente em movimento; Deus e a humanidade entrarão no descanso simultaneamente. Deus retornará ao Seu lugar original, e cada pessoa voltará para o seu respectivo lugar. São esses os destinos em que Deus e os humanos residirão assim que todo o gerenciamento de Deus tiver terminado. Deus tem o destino de Deus, e a humanidade tem o destino da humanidade. Enquanto descansar, Deus continuará a guiar todos os humanos em sua vida na terra, e quando estiver na luz de Deus, ela adorará o único Deus verdadeiro no céu. Deus não viverá mais entre a humanidade, tampouco os humanos serão capazes de viver com Deus em Seu destino. Deus e os humanos não podem viver dentro do mesmo reino; pois cada um tem a própria maneira de viver. Deus é Aquele que guia toda a humanidade, e toda a humanidade é a cristalização da obra de gerenciamento de Deus. Os humanos são aqueles que são guiados e não são da mesma essência como Deus. “Descansar” significa retornar ao lugar original. Assim, quando Deus entra no descanso, isso significa que Ele retornou ao Seu lugar original. Ele não viverá mais na terra nem estará entre a humanidade para compartilhar de sua alegria e sofrimento. Quando os humanos entram no descanso, isso significa que eles se tornoram verdadeiros objetos da criação; ela adorará a Deus a partir da terra e terá uma vida humana normal. As pessoas não serão mais desobedientes a Deus nem resistirão a Ele e retornarão à vida original de Adão e Eva. Essas serão as vidas e os destinos respectivos de Deus e dos humanos quando ambos entrarem no descanso. A derrota de Satanás é uma tendência inevitável na guerra entre ele e Deus. Dessa forma, a entrada no descanso de Deus após a conclusão de Sua obra de gerenciamento e a completa salvação e a entrada no descanso da humanidade também se tornaram tendências inevitáveis. O local de descanso da humanidade é na terra, e o local de descanso de Deus é no céu. Enquanto os humanos adorarem a Deus em descanso, eles viverão na terra, e enquanto Deus liderar o resto da humanidade em descanso, Ele os conduzirá a partir do céu, não da terra. Deus ainda será o Espírito, enquanto os humanos ainda serão carne. Deus e os humanos descansam de diferentes maneiras. Quando descansar, Deus virá e aparecerá entre os homens; quando os humanos descansarem, eles serão conduzidos por Deus para visitar o céu e para desfrutar da vida ali. Depois que Deus e a humanidade entrarem no descanso, Satanás não existirá mais; semelhantemente, aquelas pessoas más também deixarão de existir. Antes que Deus e a humanidade descansem, aqueles indivíduos perversos que, no passado, perseguiam a Deus na terra e os inimigos terrenos que eram desobedientes a Ele lá já terão sido destruídos; eles terão sido erradicados pelos grandes desastres dos últimos dias. Depois que essas pessoas perversas forem completamente aniquiladas, a terra nunca mais conhecerá o assédio de Satanás. Somente então a humanidade obterá salvação completa e a obra de Deus estará totalmente terminada. Esses são os pré-requisitos para que Deus e a humanidade entrem no descanso.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 595

A aproximação do fim de todas as coisas indica o término da obra de Deus e também o fim do desenvolvimento da humanidade. Isso significa que os humanos, como foram corrompidos por Satanás, terão alcançado o estágio final de seu desenvolvimento e que os descendentes de Adão e Eva terão completado a sua propagação. Significa também que será impossível para tal humanidade, tendo sido corrompida por Satanás, continuar a se desenvolver. No começo, Adão e Eva não tinham sido corrompidos, mas o Adão e a Eva que foram expulsos do Jardim do Éden foram corrompidos por Satanás. Quando Deus e os humanos entrarem juntos no descanso, Adão e Eva — que foram expulsos do Jardim do Éden — e seus descendentes chegarão finalmente a um fim. A humanidade do futuro ainda consistirá nos descendentes de Adão e Eva, mas aqueles não serão humanos vivendo sob o império de Satanás. Ao contrário, serão pessoas que foram salvas e purificadas. Essa será uma humanidade que terá sido julgada e castigada e que será santa. Essas pessoas não serão como a raça humana era originalmente; quase pode-se dizer que será um tipo de humanidade inteiramente diferente da humanidade do Adão e da Eva originais. Essas pessoas terão sido escolhidas dentre todas aquelas que foram corrompidas por Satanás e serão aquelas que, até o fim, permaneceram firmes durante o julgamento e castigo de Deus; serão o último grupo remanescente de humanos dentre a humanidade corrompida. Somente essas pessoas serão capazes de entrar no descanso final juntamente com Deus. Aqueles que forem capazes de permanecer firmes durante a obra de julgamento e castigo de Deus durante os últimos dias — quer dizer, durante a obra final de purificação — serão aqueles que entrarão no descanso final juntamente com Deus; como tais, todos aqueles que entrarão no descanso terão se libertado da influência de Satanás e terão sido obtidos por Deus depois de terem sido submetidos à Sua obra final de purificação. Esses humanos que terão sido finalmente obtidos por Deus entrarão no descanso final. O propósito essencial da obra de castigo e julgamento de Deus é purificar a humanidade e prepará-la para seu descanso final; sem tal purificação, ninguém da humanidade poderia ser classificado em categorias diferentes de acordo com sua espécie nem de entrar no descanso. Essa obra é a única senda da humanidade para entrar no descanso. Somente a obra de purificação de Deus purificará os humanos de sua injustiça, e somente Sua obra de castigo e julgamento trará à luz aqueles elementos desobedientes da humanidade, separando, dessa maneira, os que podem ser salvos dos que não podem ser salvos, os que permanecerão dos que não permanecerão. Quando findar essa obra, aquelas pessoas que receberem a permissão de permanecer serão todas purificadas e entrarão em um estado de humanidade mais elevado, no qual desfrutarão de uma segunda vida humana mais maravilhosa sobre a terra; em outras palavras, elas iniciarão seu dia do descanso humano e coexistirão com Deus. Depois que aqueles que não tiverem a permissão de permanecer tiverem sido castigados e julgados, suas cores verdadeiras serão totalmente expostas, depois disso, todos eles serão destruídos e, como Satanás, não terão mais permissão para sobreviver na terra. A humanidade do futuro não incluirá mais ninguém desse tipo de pessoas; tais pessoas não são aptas a entrar na terra do último descanso nem são aptas a se unir no dia do descanso que Deus e a humanidade compartilharão, pois elas são o alvo da punição e são pessoas perversas e, injustas. Elas foram redimidas uma vez e também foram julgadas e castigadas; elas também prestaram serviço a Deus no passado. No entanto, quando vier o dia final, ainda assim serão eliminadas e destruídas devido à sua maldade e como resultado de sua desobediência e incapacidade de serem remidas; elas nunca mais voltarão a existir no mundo do futuro e não viverão mais entre a raça humana do futuro. Não importa se sejam espíritos dos mortos ou pessoas que ainda vivem na carne, todos os malfeitores e todos aqueles que não foram salvos serão destruídos uma vez que os santos dentre a humanidade entrarem no descanso. Quanto àqueles espíritos e humanos malfeitores ou aos espíritos das pessoas justas e àqueles que praticam a justiça, independentemente da era em que estejam, todos aqueles que cometem o mal serão destruídos no fim, e todos aqueles que são justos sobreviverão. Se uma pessoa ou um espírito receberá a salvação não é decidido inteiramente com base na obra da era final; ao contrário, isso é determinado por terem ou não resistido a Deus ou terem sido desobedientes ou não a Deus. Pessoas da era anterior que cometeram o mal e não puderam alcançar a salvação serão, sem dúvida alguma, alvos da punição, e aquelas na era atual que cometem o mal e não podem ser salvas certamente também serão alvos da punição. Os humanos são categorizados com base no bem e no mal, não com base na época em que vivem. Uma vez categorizadas dessa forma, elas não serão punidas ou recompensadas imediatamente; ao contrário, Deus apenas executará Sua obra de punir o mal e recompensar o bem depois que Ele tiver terminado de executar Sua obra de conquista nos últimos dias. Na realidade, Ele tem separado os humanos em bons e maus desde que começou a fazer a Sua obra entre eles. É só que Ele recompensará os justos e punirá os iníquos apenas após Sua obra tiver chegado ao fim; não é que Ele os seapará em categorias ao completar Sua obra e então se dedicará imediatamente à tarefa de punir os maus e recompensar os bons. Todo o propósito por trás da obra final de Deus de punir o mal e recompensar o bem é inteiramente para purificar completamente todos os humanos, para que Ele possa levar uma humanidade puramente santa ao descanso eterno. Esse estágio de Sua obra é a mais crucial de todas; é o estágio final de toda a Sua obra de gerenciamento. Se Deus não destruísse os maus, mas, em vez disso, permitisse que permanecessem, então cada humano ainda seria incapaz de entrar no descanso, e Deus não seria capaz de levar toda a humanidade para um reino melhor. Tal obra não estaria completa. Quando Sua obra terminar, a humanidade inteira será completamente santa; somente dessa maneira Deus será capaz de viver em descanso pacificamente.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 596

Hoje em dia, as pessoas ainda são incapazes de abandonar as coisas da carne; elas não conseguem renunciar ao prazer da carne, ao mundo, ao dinheiro nem aos seus caracteres corruptos. A maioria das pessoas se ocupa com suas próprias buscas de forma superficial. Na verdade, essas pessoas não abrigam Deus em seu coração; pior ainda, elas não temem a Deus. Elas não têm Deus no coração e, por isso, não podem perceber tudo que Deus faz, muito menos são capazes de acreditar nas palavras que Ele professa. Tais pessoas são muito excessivamente da carne; elas foram corrompidas profundamente e carecem de qualquer verdade. Além disso, não acreditam que Deus pode Se tornar carne. Qualquer um que não acredita em Deus encarnado — isto é, qualquer um que não acredita no Deus visível nem em Sua obra e palavras e, em vez disso, adora o Deus invisível no céu — é uma pessoa que não tem Deus no seu coração. Tais pessoas são rebeldes e resistentes a Deus. Elas carecem de humanidade e razão, sem falar da verdade. Além disso, para essas pessoas, pode-se crer ainda menos no Deus visível e tangível, mas consideram o Deus invisível e intangível como sendo o mais crível e o que mais alegra. O que elas buscam não é a verdade real nem a verdadeira essência da vida; muito menos é a vontade de Deus. Ao contrário, elas buscam a excitação. Quaisquer coisas que as capacitem a satisfazer seus próprios desejos são, sem dúvida, aquilo em que elas creem e aquilo que elas buscam. Elas só acreditam em Deus a fim de satisfazer os próprios desejos, não para buscar a verdade. Tais pessoas não são malfeitoras? São extremamente autoconfiantes e não acreditam nem um pouco que Deus no céu irá destruirá “pessoas boas” como elas. Em vez disso, acreditam que Deus lhes permitirá permanecer e, além do mais, as recompensará generosamente por terem feito muitas coisas para Deus e demonstrado “lealdade” considerável para com Ele. Se elas também buscassem o Deus visível, assim que seus desejos não fossem satisfeitos, elas revidariam imediatamente contra Deus ou ficariam furiosas. Elas se mostram como sendo pequenos cachorros vis que estão sempre buscando satisfazer os próprios desejos; não são pessoas com integridade na busca da verdade. Tais pessoas são as tais perversos que seguem a Cristo. Essas pessoas que não buscam a verdade não podem, de forma alguma, acreditar na verdade e são ainda mais incapazes de perceber o futuro desfecho da humanidade, pois não acreditam em nenhuma obra ou palavra do Deus visível — e isso inclui não ser capaz de acreditar no destino futuro da humanidade. Portanto, mesmo que sigam o Deus visível, elas ainda cometem o mal e não buscam a verdade de forma alguma nem praticam a verdade que Eu exijo. Essas pessoas que não acreditam que serão destruídas são, em contrapartida, precisamente aquelas que serão destruídas. Todas elas se consideram muito espertas e acham que, elas mesmas, são pessoas que praticam a verdade. Consideram que a sua má conduta seja a verdade e, portanto, valorizam-na. Tais pessoas más são muito autoconfiantes: tomam a verdade como doutrina, julgam que seus atos maus são a verdade, mas, no fim, só podem colher o que plantaram. Quanto mais autoconfiantes e desenfreadamente arrogantes as pessoas são, mais elas se tornam incapazes de obter a verdade; quanto mais acreditam no Deus no céu, mais resistem a Deus. Essas pessoas são aquelas que serão punidas.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 597

Antes que a humanidade entre no descanso, se cada tipo de pessoa é punido ou recompensado é determinado de acordo com se buscaram a verdade, se conhecem a Deus e se conseguem se submeter ao Deus visível. Aquelas que prestaram serviço ao Deus visível, mas não O conhecem nem se submeter a Ele, da verdade. Tais pessoas são malfeitoras e, sem dúvida, os malfeitores serão objetos da punição; ademais, serão punidas de acordo com sua má conduta. Deus é para que os humanos creiam Nele, e Ele também é digno de sua obediência. Aqueles que só têm fé no Deus vago e invisível são pessoas que não acreditam em Deus e são incapazes de se submeter a Deus. Se essas pessoas ainda não conseguirem acreditar no Deus visível quando Sua obra de conquista estiver terminada e continuarem a ser desobedientes e resistirem ao Deus que é visível na carne, então esses “vaguistas”, sem dúvida, se tornarão objetos da destruição. É exatamente como alguns entre vocês — qualquer um que reconhece Deus encarnado verbalmente, mas não consegue praticar a verdade da submissão a Deus encarnado, no fim, se tornará objeto da eliminação e destruição. Além disso, qualquer um que reconhece verbalmente o Deus visível, comendo e bebendo da verdade expressada por Ele, ao mesmo tempo buscando também o Deus vago e invisível, será destruído no futuro com uma probabilidade ainda maior. Nenhuma dessas pessoas será capaz de permanecer até o tempo do descanso, que virá depois que a obra de Deus ter terminada, tampouco um indivíduo semelhante a tais pessoas pode permanecer naquele tempo de descanso. Pessoas demoníacas são aquelas que não praticam a verdade; a essência delas é uma de resistência e desobediência a Deus, e elas não têm a menor intenção de se submeter a Ele. Todas essas pessoas serão destruídas. Se você tem a verdade e se você resiste a Deus depende de sua essência, não de sua aparência nem de como você possa falar ou se comportar ocasionalmente. Se um indivíduo será destruído ou não é determinado por sua essência; isso é decidido de acordo com a essência revelada por seu comportamento e pela sua busca da verdade. Dentre as pessoas que são iguais umas às outras no fato de fazerem trabalho e que fazem trabalho em quantidade semelhante, aquelas cuja essência humana é boa e que possuem a verdade são as pessoas que terão permissão para permanecer, enquanto aquelas cuja essência humana é má e que desobedecem ao Deus visível são as que serão objetos de destruição. Toda a obra ou todas as palavras de Deus relacionadas ao destino da humanidade lidarão com as pessoas apropriadamente de acordo com a essência de cada indivíduo; não ocorrerá o menor erro, e nem um único engano será feito. É só quando as pessoas fazem um trabalho que a emoção ou o significado humano entram na mistura. A obra que Deus realiza é sumamente apropriada; de forma alguma, Ele trará falsas alegações contra qualquer criatura. Atualmente existem muitas pessoas incapazes de perceber o destino futuro da humanidade e que não acreditam nas palavras que Eu professo. Todos aqueles que não acreditam, como também aqueles que não praticam a verdade, são demônios!

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 598

Hoje em dia, aqueles que buscam e os que não buscam são dois tipos totalmente diferentes de pessoas, cujos destinos também são muito diferentes. Aqueles que buscam o conhecimento da verdade e praticam a verdade são aquelas às quais Deus trará salvação. Aqueles que não conhecem o caminho verdadeiro são demônios e inimigos; eles são os descendentes do arcanjo e serão objetos da destruição. Mesmo aqueles que são crentes piedosos num Deus vago — eles também não são demônios? As pessoas que possuem uma boa consciência, mas não aceitam o caminho verdadeiro, são demônios; a essência delas é a de resistência a Deus. Aqueles que não aceitam o caminho verdadeiro são aqueles que resistem a Deus, e mesmo que tais pessoas suportem muitas adversidades, ainda assim, serão destruídas. Todos aqueles que não estão dispostos a renunciar ao mundo, que não conseguem suportar separar-se de seus pais e que não conseguem suportar se livrar dos próprios prazeres da carne são todos desobedientes a Deus, e todos serão objetos da destruição. Qualquer um que não acredite em Deus encarnado é demoníaco e, mais ainda, será destruído. Aqueles que têm fé, mas não praticam a verdade, aqueles que não acreditam em Deus encarnado e aqueles que não acreditam de modo algum na existência de Deus também serão objetos da destruição. Todos aqueles que forem capazes de permanecer é são pessoas que passaram pelo sofrimento do refinamento e permaneceram firmes; essas são pessoas que realmente suportaram provações. Qualquer um que não reconhece Deus é um inimigo; isto é, qualquer um que não reconhece Deus encarnado — esteja ele fora ou dentro dessa corrente — é um anticristo! Quem é Satanás, quem são os demônios, quem são os inimigos de Deus se não os que resistem e que não acreditam em Deus? Não são elas as pessoas que desobedecem a Deus? Não são elas aquelas que alegam ter fé, mas carecem da verdade? Não são elas aquelas que meramente buscam obter bênçãos, mas são incapazes de dar testemunho de Deus? Você ainda se mistura com esses demônios hoje e tem consciência e amor por eles, mas, nesse caso, você não está estendendo boas intenções a Satanás? Você não está se associando com demônios? Se as pessoas nos dias de hoje ainda são incapazes de distinguir entre o bem e o mal e continuam cegamente a ser amorosas e misericordiosas sem qualquer intenção de buscar a vontade de Deus ou de ser capazes, de alguma forma, de abrigar as intenções de Deus como se fossem suas, então seus desfechos serão ainda mais miserável. Qualquer um que não acredita no Deus na carne é um inimigo de Deus. Se você pode ter consciência e amor por um inimigo, não lhe falta um senso de justiça? Se você é compatível com aqueles que Eu detesto e dos quais discordo e ainda tem amor ou sentimentos pessoais para com eles, você não é desobediente? Você não está resistindo intencionalmente a Deus? Tal pessoa possui verdade? Se as pessoas têm consciência para com os inimigos, amor pelos demônios e misericórdia com Satanás, elas não estão interrompendo intencionalmente a obra de Deus? Essas pessoas que só acreditam em Jesus e não acreditam em Deus encarnado durante os últimos dias, como também aquelas que afirmam verbalmente acreditar em Deus encarnado, mas praticam o mal, são todos anticristos, sem mencionar aquelas que nem mesmo acreditam em Deus. Todas essas pessoas serão objetos da destruição. O padrão pelo qual os humanos julgam outros humanos se baseia em seu comportamento; aqueles cuja conduta é boa são justos, enquanto aqueles cuja conduta é abominável são perversos. O padrão pelo qual Deus julga os humanos se baseia em se sua essência se submete a Ele ou não; aquele que se submete a Deus é uma pessoa justa, enquanto aquele que não se submete é um inimigo e uma pessoa má, não importa se o comportamento dessa pessoa é bom ou ruim e se sua fala é correta ou incorreta. Algumas pessoas querem usar as boas ações para obter um bom destino no futuro, e algumas querem usar palavras refinadas para adquirir um bom destino. Todas acreditam equivocadamente que Deus determina o desfecho das pessoas após observar seu comportamento ou após ouvir sua fala; portanto, muitas desejam tirar vantagem disso enganar a Deus para que Ele lhes conceda um favor momentâneo. No futuro, as pessoas que sobreviverão num estado de descanso terão todas suportado o dia da tribulação e também terão dado testemunho de Deus; todas elas serão pessoas que cumpriram seus deveres e que, deliberadamente, se submeteram a Deus. Aqueles que simplesmente desejam aproveitar a oportunidade de fazer serviço com a intenção de evitar a prática da verdade não terão a permissão de permanecer. Deus tem padrões apropriados para o arranjo do desfecho de cada indivíduo; Ele não toma essas decisões simplesmente de acordo com as palavras e com a conduta da pessoa, nem as toma com base em como ela age durante um único período de tempo. De forma alguma, Ele será leniente em relação à má conduta de alguém devido ao seu serviço prestado a Deus lno passado nem poupará alguém da morte por causa de qualquer gasto feito por Deus uma única vez. Ninguém pode se esquivar da retribuição pela própria maldade, e ninguém pode encobrir um comportamento mau e, com isso, evitar o tormento da destruição. Se as pessoas realmente conseguem cumprir seu próprio dever, isso significa que elas são eternamente fiéis a Deus e não buscam recompensas, independentemente de receberem bênçãos ou sofrerem desgraças. Se as pessoas são fiéis a Deus quando veem bênçãos, mas perdem sua fidelidade quando não conseguem ver quaisquer bênçãos, e se, no fim, elas ainda são incapazes de dar testemunho de Deus ou de cumprir os deveres que lhes foram confiados, então elas ainda serão objetos da destruição a despeito de terem prestado serviço fiel a Deus anteriormente. Em suma, pessoas más não podem sobreviver por toda a eternidade nem podem entrar no descanso; só os justos são os senhores do descanso. Uma vez que a humanidade entrar na trilha certa, as pessoas terão uma vida humana normal. Todas elas cumprirão seus próprios respectivos deveres e serão absolutamente fiéis a Deus. Elas abandonarão completamente sua desobediência e seus caracteres corruptos e viverão para Deus e por causa de Deus, desprovidas de desobediência e resistência. Todas elas serão capazes de se submeter completamente a Deus. Essa será a vida de Deus e da humanidade; será a vida do reino e será a vida de descanso.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 599

Aqueles que arrastam seus filhos e parentes totalmente incrédulos para a igreja são extremamente egoístas, e estão apenas exibindo sua bondade. Essas pessoas só se concentram em ser amáveis, independentemente de crerem ou não e independentemente de isso ser ou não a vontade de Deus. Alguns trazem sua esposa para diante de Deus ou arrastam seus pais para diante de Deus e, sem se importar se o Espírito Santo concorda com isso ou está operando nelas, eles cegamente continuam a “adotar pessoas talentosas” para Deus. Que benefício pode ser ganho ao estender bondade a esses incrédulos? Ainda que eles, que estão sem a presença do Espírito Santo, lutem para seguir a Deus, eles não podem ser salvos como se poderia acreditar. Aqueles que podem receber a salvação, na verdade, não são tão fáceis de serem obtidos. Pessoas que não foram submetidos à obra e às provações do Espírito Santo e que não foram aperfeiçoadas por Deus encarnado são totalmente incapazes de serem completadas. Portanto, a partir do momento em que começam a seguir nominalmente a Deus, essas pessoas carecem da presença do Espírito Santo. À luz de suas condições e estados atuais, elas simplesmente não podem ser completadas. Assim, o Espírito Santo não decide despender muita energia com elas nem oferecer esclarecimento ou guiá-las de alguma forma; Ele simplesmente lhes permite seguir adiante e, no final, revelará o desfecho delas — isso basta. O entusiasmo e as intenções da humanidade vêm de Satanás e, de modo algum, essas coisas podem completar a obra do Espírito Santo. Não importa como as pessoas sejam, elas devem ter a obra do Espírito Santo. Os humanos podem completar humanos? Por que o marido ama a esposa? Por que a esposa ama o marido? Por que os filhos são obedientes aos pais? Por que os pais amam cegamento os filhos? Que tipo de intenções as pessoas abrigam de fato? Sua intenção não é satisfazer seus próprios planos e desejos egoístas? Elas realmente pretendem agir em prol do plano de gerenciamento de Deus? Estão realmente agindo em prol da obra de Deus? Sua intenção é cumprir o dever de um ser criado? Aqueles que, desde o momento em que começaram a crer em Deus, têm sido incapazes de alcançar a presença do Espírito Santo nunca podem ganhar a obra do Espírito Santo; essas pessoas foram designadas como objetos a serem destruídos. Não importa quanto amor alguém sinta por elas, ele não pode substituir a obra do Espírito Santo. O entusiasmo e o amor das pessoas representam as intenções humanas, mas não podem representar as intenções de Deus nem podem ser um substituto para a obra de Deus. Mesmo que alguém estenda o maior amor ou misericórdia a essas pessoas que nominalmente acreditam em Deus e fingem segui-Lo sem saber o que realmente significa acreditar em Deus, ainda assim elas não obterão a simpatia de Deus nem ganharão a obra do Espírito Santo. Mesmo que sejam de baixo calibre e não sejam capazes de compreender muitas verdades, as pessoas que sinceramente seguem a Deus ainda podem, ocasionalmente, ganhar a obra do Espírito Santo; no entanto, aquelas que são de calibre relativamente bom, mas não acreditam com sinceridade, simplesmente não podem ganhar a presença do Espírito Santo. Não há absolutamente nenhuma possibilidade de salvação para tais pessoas. Mesmo que leiam as palavras de Deus ou ocasionalmente ouçam sermões ou até cantem louvores a Deus, no fim, elas não serão capazes de sobreviver até o tempo do descanso. A sinceridade da busca das pessoas não é determinada por como outros as julguem nem por como as pessoas em sua volta as veem, mas por se o Espírito Santo opera nelas e se elas alcançaram a presença do Espírito Santo. Além disso, depende de se seus caracteres mudam e se elas ganharam qualquer conhecimento de Deus após passarem pela obra do Espírito Santo durante certo tempo. Quando o Espírito Santo opera em uma pessoa, o caráter dessa pessoa mudará gradualmente e sua perspectiva sobre a crença em Deus se tornará mais pura gradualmente. Independentemente de quanto tempo as pessoas seguem a Deus, contanto que tenham mudado, isso significa que o Espírito Santo está operando nelas. Se não mudaram, isso significa que o Espírito Santo não está operando nelas. Mesmo que prestem algum serviço, o que impulsiona essas pessoas a fazer isso é um desejo de obter uma boa sorte. Somente prestar serviço ocasionalmente não pode substituir a experiência de uma mudança em seu caráter. No fim, elas ainda serão destruídas, pois no reino não haverá necessidade de servidores nem haverá necessidade de que qualquer um cujo caráter não tenha mudado preste serviço àquelas pessoas que foram aperfeiçoadas e que são fiéis a Deus. Aquelas palavras ditas no passado: “Quando alguém acredita no Senhor, a sorte sorri para toda a família” são adequadas para a Era da Graça, mas não estão relacionadas ao destino da humanidade. Elas foram apropriadas para um estágio da Era da Graça. A conotação dessas palavras se dirigia à paz e às bênçãos materiais que as pessoas desfrutavam; elas não significavam que toda a família de alguém que acredita no Senhor será salva, nem significavam que, quando alguém obtém uma boa sorte, a família inteira também pode levada ao descanso. Se alguém recebe bênçãos ou sofre infortúnios é determinado de acordo com a essência da pessoa, não de acordo com qualquer essência comum que se possa compartilhar com outros. Esse tipo de dito popular ou de regra simplesmente não tem lugar no reino. Se, por fim, uma pessoa é capaz de sobreviver, é porque ela satisfez as exigências de Deus, e se, no final, ela é incapaz de permanecer até o tempo do descanso, é porque essa ela foi desobediente a Deus e não satisfez Suas exigências. Todos têm um destino adequado. Esses destinos são determinados de acordo com a essência de cada indivíduo e absolutamente nada têm a ver com outras pessoas. O comportamento mau de um filho não pode ser transferido para os pais, tampouco a justiça de um filho não pode ser compartilhada com seus pais. O comportamento mau de um pai não pode ser transferido para seus filhos, tampouco a justiça dos pais não pode ser compartilhada com seus filhos. Todos carregam seus respectivos pecados, e todos desfrutam de sua respectiva sorte. Ninguém pode ser um substituto para outra pessoa; isso é justiça. Humanado ponto de vista do homem, se os pais obtêm uma boa sorte, então seus filhos também deveriam ser capazes de obtê-la, e, se os filhos cometem o mal, então seus pais devem expiar aqueles pecados. Essa é uma perspectiva humana e um jeito humano de fazer as coisas; não é a perspectiva de Deus. O fim de todos é determinado de acordo com a essência que vem de sua conduta e sempre é determinado de forma apropriada. Ninguém pode carregar os pecados do outro; muito menos pode receber punição no lugar do outro. Isso é absoluto. O cuidado excessivamente amoroso de um pai por seus filhos não indica que ele possa realizar ações justas no lugar dos filhos, assim como o afeto obediente de um filho para com os pais não significa que ele possa realizar ações justas no lugar dos pais. É isso que estas palavras realmente pretendem dizer: “Então, estando dois homens no campo, será levado um e deixado outro; estando duas mulheres a trabalhar no moinho, será levada uma e deixada a outra”. As pessoas não podem levar seus filhos malfeitores para o descanso com base em seu profundo amor por eles, tampouco alguém pode levar a esposa (ou o marido) para o descanso com base em sua própria conduta justa. Essa é uma regra administrativa; não pode haver exceções para ninguém. No fim, praticantes da justiça são praticantes da justiça, e malfeitores são malfeitores. Eventualmente, os justos terão a permissão de sobreviver, enquanto os malfeitores serão destruídos. Os santos são santos, não são imundos. Os imundos são imundos, e nenhuma parte deles é santa. As pessoas que serão destruídas são todas más, e aquelas que sobreviverão são todas justas — mesmo que os filhos das pessoas más realizem ações justas e mesmo que os pais dos justos cometam atos maus. Não há relação entre um marido crente e uma esposa incrédula, assim como não há relação entre filhos crentes e pais incrédulos; esses dois tipos de pessoas são completamente incompatíveis. Antes de entrar no descanso, a pessoa tem parentes físicos, mas, uma vez que tenha entrado no descanso, ela não terá mais nenhum parente físico. Aqueles que cumprem seu dever são inimigos daqueles não o cumprem; aqueles que amam a Deus e os que O odeiam estão em oposição uns aos outros. Aqueles que entram no descanso e os que terão sido destruídos são dois tipos incompatíveis de criaturas. As criaturas que cumprirem seus deveres serão capazes de sobreviver, enquanto aquelas que não cumprirem seus deveres serão objetos da destruição; mais ainda, isto durará por toda a eternidade. Você ama seu marido a fim de cumprir seu dever como ser criado? Você ama sua esposa a fim de cumprir seu dever como ser criado? Você é obediente a seus pais incrédulos a fim de cumprir seu dever como ser criado? Está certa ou errada a visão humana sobre acreditar em Deus? Por que você acredita em Deus? O que você deseja ganhar? Como você ama a Deus? Aqueles que não conseguirem cumprir seus deveres como seres criados e que não conseguirem fazer um esforço total se tornarão objetos da destruição. Existem relações físicas que existem entre as pessoas de hoje como também associações de sangue, mas, no futuro, todas elas serão destruídas. Crentes e incrédulos não são compatíveis; elas se opõem uns aos outros. Aqueles que estão no descanso acreditarão que existe um Deus e se submeterão a Ele, enquanto aqueles que são desobedientes terão todos sido destruídos. As famílias não existirão mais na terra; como poderia haver pais e filhos ou relacionamentos conjugais? A própria incompatibilidade entre crença e descrença terá rompido totalmente esses relacionamentos físicos!

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 600

No início, não havia famílias entre a humanidade; só existiam um homem e uma mulher — dois tipos diferentes de humanos. Não havia países, para não falar das famílias, mas, como resultado da corrupção da humanidade, todos os tipos de pessoas se organizaram em clãs individuais e depois se desenvolveram em países e nações. Esses países e nações foram consistiam em famílias pequenas e individuais e, dessa forma, todos os tipos de pessoas foram distribuídos entre diversas raças com base em diferenças idiomáticas e fronteiras. Na verdade, não importa quantas raças possam existir no mundo, a humanidade tem um único ancestral. No início, só havia dois tipos de humanos, e esses dois tipos eram homens e mulheres. No entanto, devido ao progresso da obra de Deus, ao movimento da história e às mudanças geográficas, esses dois tipos se desenvolveram, em graus diferentes, em tipos ainda mais numerosos de humanos. No fim de contas, independentemente de quantas raças possam compor a humanidade, toda a humanidade ainda é a criação de Deus. Não importa a que raça as pessoas pertençam, todas elas são Suas criaturas; todas elas são descendentes de Adão e Eva. Mesmo que não tenham sido feitas pelas mãos de Deus, elas são descendentes de Adão e Eva, a quem Deus criou pessoalmente. Não importa a que tipo de ser as pessoas pertençam, todas são Suas criaturas; uma vez que pertencem à humanidade, que foi criada por Deus, seu destino é o que a humanidade deveria ter, por isso foram divididas de acordo com as regras que organizam os humanos. Ou seja, todos os malfeitores e todos os justos são, afinal de contas, criaturas. Criaturas que cometem maldades acabarão sendo destruídas, e criaturas que praticam feitos justos sobreviverão. Esse é o arranjo mais adequado para esses dois tipos de criaturas. Por causa da desobediência, os malfeitores não podem negar que, embora sejam criações de Deus, eles foram tomados por Satanás e, portanto, não podem ser salvos. Criaturas que se comportam de forma justa não podem, com base no fato de que sobreviverão, negar que foram criadas por Deus, ainda que tenham recebido a salvação após serem corrompidas por Satanás. Malfeitores são criaturas desobedientes a Deus; são criaturas que não podem ser salvas e já foram completamente capturadas por Satanás. Pessoas que cometem o mal também são pessoas; são humanos que foram corrompidos ao extremo e que não podem ser salvos. Da mesma forma que elas também são criaturas, as pessoas de conduta justa também foram corrompidas, mas são humanos que estão dispostos a se libertar de seus caracteres corruptos e se tornaram capazes de se submeter a Deus. Pessoas de conduta justa não transbordam de justiça; em vez disso, elas receberam a salvação e se libertaram de seus caracteres corruptos; elas podem se submeter a Deus. Elas permanecerão firmes no final, embora isso não queira dizer que nunca tenham sido corrompidas por Satanás. Quando a obra de Deus terminar, dentre todas as Suas criaturas, haverá aquelas que serão destruídas e as que sobreviverão. Essa é uma tendência inevitável de Sua obra de gerenciamento; ninguém pode negar isso. Os malfeitores não terão a permissão de sobreviver; os que se submetem e seguem a Deus até o fim certamente sobreviverão. Como essa obra é a de gerenciamento da humanidade, haverá aqueles que permanecem e aqueles que são eliminados. Esses são desfechos diferentes para tipos diferentes de pessoas, esses são os arranjos mais adequados para as criaturas de Deus. O arranjo final de Deus para a humanidade é dividi-la separando as famílias, esmagando as nações e destruindo as fronteiras nacionais num arranjo sem famílias nem fronteiras nacionais, pois, afinal de contas, os humanos descendem de um ancestral e são a criação de Deus. Em suma, todas as criaturas malfeitoras serão destruídas, e as criaturas que obedecem a Deus sobreviverão. Dessa forma, não haverá famílias nem países e sobretudo nenhuma nação no tempo de descanso que está por vir; esse tipo de humanidade será o tipo mais santo de humanidade. Adão e Eva foram criados originalmente para que a humanidade pudesse cuidar de todas as coisas na terra; originalmente, os humanos eram os senhores de todas as coisas. Ao criar os humanos, a intenção de Jeová era permitir que eles existissem sobre a terra e cuidassem de todas as coisas que havia nela, pois, originalmente, a humanidade não tinha sido corrompida e era incapaz de cometer o mal. No entanto, após terem sido corrompidos, os humanos deixaram de ser os cuidadores de todas as coisas. O propósito da salvação de Deus é restaurar essa função da humanidade, restaurar a razão e a obediência originais da humanidade; a humanidade em descanso será a própria representação do resultado que Deus espera alcançar com Sua obra de salvação. Embora não seja mais uma vida como a do Jardim do Éden, sua essência será a mesma; a humanidade simplesmente não terá mais seu eu incorrupto de antes, mas será uma humanidade que foi corrompida e, mais tarde, recebeu a salvação. Essas pessoas que receberam a salvação finalmente (isto é, depois que a obra de Deus terminar) entrarão no descanso. Semelhantemente, os desfechos daqueles que foram punidos também serão completamente revelados no fim, e eles só serão destruídos depois que a obra de Deus terminar. Em outras palavras, depois que Sua obra estiver terminada, todos os malfeitores e os que foram salvos serão todos expostos, pois a obra de expor todos os tipos de pessoas (sejam elas malfeitores ou entre aqueles que são salvos) será executada em todos ao mesmo tempo. Os malfeitores serão eliminados, e os que têm a permissão de permanecer serão revelados ao mesmo tempo. Portanto, os desfechos de todos os tipos de pessoas serão revelados ao mesmo tempo. Deus não permitirá que um grupo de pessoas que foi levado à salvação entre no descanso antes de separar os malfeitores e de julgá-los ou puni-los um pouco por vez; isso não estaria alinhado com os fatos. Quando os malfeitores forem destruídos e os que podem sobreviver entrarem no descanso, a obra de Deus por todo o universo estará completado. Não haverá nenhum tipo de prioridade entre os que recebem bênçãos e os que sofrem infortúnios; os que recebem bênçãos viverão para sempre, os que sofrerem infortúnios perecerão por toda a eternidade. Esses dois passos da obra deverão ser concluídos simultaneamente. É precisamente devido à existência de pessoas desobedientes que a justiça daqueles que se submetem será revelada, e é precisamente por existirem os que receberam bênçãos que o infortúnio sofrido pelos malfeitores por seu comportamento mau será revelado. Se Deus não expusesse os malfeitores, então as pessoas que sinceramente se submetem a Deus nunca veriam a luz do sol; se Deus não conduzisse os que se submetem a Ele a um destino adequado, então aqueles que são desobedientes não poderiam receber sua merecida retribuição. Esse é o processo da obra de Deus. Se Ele não executasse essa obra de punir o mal e recompensar o bem, Suas criaturas nunca poderiam entrar em seus respectivos destinos. Uma vez que a humanidade tenha entrado no descanso, os malfeitores terão sido destruídos e toda a humanidade estará no trilha certa; todos os tipos de pessoas estará com sua própria espécie, de acordo com as funções que devem realizar. Apenas esse será o dia de descanso da humanidade, será a tendência inevitável para o desenvolvimento da humanidade, e só quando a humanidade entrar no descanso é que a realização grande e final de Deus estará completada; essa será a parte final de Sua obra. Essa obra encerrará toda a vida física decadente da carne da humanidade e também a vida da humanidade corrupta. Daí em diante, a humanidade entrará em um novo reino. Embora todos os humanos vivam na carne, existem diferenças significativas entre a essência da vida e a vida da humanidade corrupta. O significado da existência e o significado da existência da humanidade corrupta também diferem. Embora isso não será a vida de um novo tipo de pessoa, pode-se dizer que é a vida de uma humanidade que recebeu a salvação, como também uma vida na qual a humanidade e a razão terão sido recuperadas. Essas são pessoas que antes foram desobedientes a Deus, que foram conquistadas por Deus e então salvas por Ele; essas são pessoas que desonraram a Deus e depois deram testemunho Dele. A existência delas, depois de passarem e sobreviverem ao Seu teste, é a existência mais significativa; são pessoas que deram testemunho de Deus diante de Satanás e são humanos que estão aptos a viver. Os que serão destruídos são aqueles que não podem dar testemunho de Deus e não estão aptos a continuar vivendo. Sua destruição será um resultado de seu mau comportamento e tal aniquilação é o melhor destino para eles. No futuro, quando a humanidade entrar no reino lindo, não haverá mais nada dos relacionamentos entre marido e mulher, entre pai e filha ou entre mãe e filho, que as pessoas imaginam que encontrarão. Nesse tempo, cada humano seguirá sua própria espécie, e as famílias já terão sido destruídas. Tendo fracassado totalmente, Satanás nunca mais perturbará a humanidade, e os humanos não terão mais caracteres satânicos corruptos. Aquelas pessoas desobedientes já terão sido destruídas, e só as pessoas que se submetem permanecerão. Assim sendo, pouquíssimas famílias sobreviverão intactas; como relacionamentos físicos podem continuar a existir? A antiga vida da carne da humanidade será completamente banida; como os relacionamentos físicos podem então existir entre as pessoas? Sem os caracteres satânicos corruptos, a vida humana não será mais a antiga vida do passado, mas, sim, uma vida nova. Os pais perderão filhos e filhos perderão os pais. Maridos perderão esposas, e esposas perderão maridos. Relacionamentos físicos existem atualmente entre as pessoas, mas deixarão de existir uma vez que todos tiverem entrado no descanso. Somente esse tipo de humanidade possuirá justiça e santidade; somente esse tipo de humanidade pode adorar a Deus.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 601

Deus criou os humanos e os colocou sobre a terra, e, desde então, Ele os conduziu. Depois, Ele os salvou e serviu como oferta pelo pecado para a humanidade. No final, Ele ainda deve conquistar a humanidade, salvar os humanos inteiramente e restaurá-los à sua imagem original. Essa é a obra à qual Ele vem se dedicando desde o início — restaurando a humanidade à sua imagem e semelhança original. Deus estabelecerá Seu reino e restaurará a semelhança original dos seres humanos, o que significa que Deus restaurará Sua autoridade sobre a terra e sobre toda a criação. A humanidade perdeu seu coração temente a Deus e também a função incumbente às criaturas de Deus após ter sido corrompida por Satanás, tornando-se assim um inimigo desobediente a Deus. Então a humanidade viveu sob o império de Satanás e seguiu suas ordens; assim, Deus não teve como operar entre Suas criaturas e se tornou ainda mais incapaz de ganhar sua reverência temerosa. Os humanos foram criados por Deus e deveriam adorá-Lo, mas, na realidade, eles deram as costas a Ele e, no lugar Dele, adoraram Satanás. Satanás se tornou o ídolo no coração deles. Assim, Deus perdeu Sua posição em seu coração, o que quer dizer que Ele perdeu o significado por trás de Sua criação da humanidade. Portanto, a fim de restaurar o significado por trás de Sua criação da humanidade, Ele deve restaurar sua imagem original e livrar a humanidade de seus caracteres corruptos. Para recuperar os humanos, de Satanás, Ele deve salvá-los do pecado. Somente dessa maneira Deus pode, aos poucos, restaurar sua semelhança e função original e, enfim, restaurar Seu reino. A destruição final daqueles filhos da desobediência também será levada a cabo a fim de permitir que os humanos adorem a Deus e vivam na terra de maneira melhor. Como Deus criou os humanos, Ele fará com que eles O adorem; Como Ele deseja restaurar a função original da humanidade, Ele a restaurará completamente e sem nenhuma adulteração. Restaurar Sua autoridade significa fazer os humanos adorarem e se submeterem a Ele; significa que Ele fará os humanos viverem por causa Dele e fará Seus inimigos perecerem como resultado de Sua autoridade. Isso significa que Ele fará com que tudo Dele persista entre os humanos sem resistência de ninguém. O reino que Deus deseja estabelecer é o Seu próprio reino. A humanidade que Ele deseja é uma humanidade que O adorará, que se submeterá completamente a Ele e manifeste a Sua glória. Se Deus não salvar a humanidade corrupta, então o significado por trás de Sua criação da humanidade nadasse perderá; Ele não terá mais autoridade entre os humanos, e Seu reino não será mais capaz de existir na terra. Se Deus não destruir aqueles inimigos que são desobedientes a Ele, Ele não será capaz de obter Sua glória completa, nem será capaz de estabelecer Seu reino na terra. Esses serão os marcos da conclusão de Sua obra e de Sua grande realização: destruir totalmente aqueles dentre a humanidade que são desobedientes a Ele e levar para o descanso aqueles que foram completados. Quando os humanos tiverem sido restaurados à sua semelhança original e quando a humanidade puder cumprir com seus respectivos deveres, manter seu lugar correto e obedecer a todos os arranjos de Deus, Deus terá obtido um grupo de pessoas na terra que O adora, e Ele também terá estabelecido um reino na terra que O adora. Ele terá vitória eterna na terra, e todos aqueles que se opõem a Ele perecerão por toda a eternidade. Isso restaurará Sua intenção original ao criar a humanidade; isso restaurará Sua intenção ao criar todas as coisas, e isso também restaurará Sua autoridade sobre a terra, entre todas as coisas e entre Seus inimigos. Esses serão os símbolos de Sua vitória total. Daí em diante, a humanidade entrará no descanso e iniciará uma vida que está na trilha certa. Deus também entrará em eterno descanso com a humanidade e iniciará uma vida eterna compartilhada por Ele Mesmos e os humanos. A imundície e a desobediência na terra terão desaparecido, e todos os lamentos terão se dissipado, e tudo neste mundo que se opõe a Deus terá deixado de existir. Somente Deus e aquelas pessoas para as quais Ele trouxe salvação permanecerão; somente Sua criação permanecerá.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 602

O homem será plenamente tornado completo na Era do Reino. Após a obra de conquista, o homem será submetido a refinamento e provação. Aqueles capazes de superar e ser testemunhas durante essa provação são os que serão feitos completos no final; eles são os vitoriosos. Durante essa provação, requer-se do homem que aceite esse refinamento, que é a última etapa da obra de Deus. É a última vez em que o homem será refinado antes da conclusão da obra de gerenciamento integral de Deus, e todos aqueles que seguem Deus devem aceitar esse teste final e devem aceitar esse último refinamento. Os que estão cercados pela tribulação estão desprovidos da obra do Espírito Santo e da orientação de Deus, mas aqueles que foram verdadeiramente conquistados e que buscam verdadeiramente a Deus no final das contas resistirão firmemente; esses possuem humanidade e amam verdadeiramente a Deus. Não importa o que Deus faça, esses vitoriosos não serão privados das visões e colocarão a verdade em prática sem fracassar em seu testemunho. Ao final, emergirão da grande tribulação. Embora os que pescam em águas turvas possam ainda tirar proveito hoje, ninguém poderá escapar da tribulação final e ninguém poderá escapar do teste final. Para os vencedores, tal tribulação representa um grande refinamento; mas para os que pescam em águas turvas, representa a obra de eliminação total. Não importa como são provados, a fidelidade dos que têm Deus no coração permanece imutável; mas aqueles que não têm Deus no coração, quando a obra de Deus não é vantajosa para sua carne, mudam sua visão de Deus e até se afastam de Deus. Assim são os que não resistirão firmemente no final, que buscam somente as bênçãos de Deus e não têm desejo de se despender por Deus e se dedicar a Ele. Essas pessoas torpes serão expulsas quando a obra de Deus chegar ao fim e são indignas de qualquer compaixão. Os que não têm humanidade são incapazes de amar verdadeiramente a Deus. Quando o ambiente é protegido e seguro ou quando há lucros a serem feitos, eles são totalmente obedientes a Deus, mas quando o que desejam é ameaçado ou definitivamente recusado, eles imediatamente se revoltam. Podem de um dia para o outro se transformar de pessoas sorridentes e de “bom coração” em assassinos repulsivos e ferozes, que subitamente tratam o benfeitor de ontem como inimigo mortal, sem mais nem menos. Se esses demônios não forem expulsos, esses demônios que matariam sem piscar os olhos, eles não se tornarão um perigo oculto? A obra de salvar o homem não é alcançada com a conclusão da obra de conquista. Embora a obra de conquista tenha chegado ao fim, a obra de purificação do homem ainda não; tal obra só será concluída quando o homem estiver totalmente purificado, quando os que se submetem verdadeiramente a Deus tiverem sido tornados completos, e os dissimulados que não têm Deus no coração tiverem sido expurgados. Os que não satisfizerem a Deus no estágio final de Sua obra serão completamente eliminados, e os que são eliminados pertencem ao diabo. Como são incapazes de satisfazer a Deus, rebelam-se contra Deus, e mesmo que essas pessoas sigam Deus hoje, isso não prova que permanecerão no final. Nas palavras “aquele que seguir Deus até o fim receberá a salvação” o significado de “seguir” é perseverar em meio à tribulação. Hoje, muitos acreditam que seguir Deus é fácil, mas quando a obra de Deus estiver perto do fim, você saberá o verdadeiro significado de “seguir”. Só porque você ainda é capaz de seguir Deus hoje depois de ser conquistado, não significa que você seja um daqueles que serão aperfeiçoados. Os que são incapazes de suportar as provações, que são incapazes de serem vitoriosos em meio à tribulação, no fim, serão incapazes de perseverar e assim serão incapazes de seguir Deus até o fim. Os que realmente seguem Deus são capazes de suportar o teste de Sua obra, enquanto os que não seguem Deus verdadeiramente são incapazes de suportar qualquer provação de Deus. Cedo ou tarde eles serão expulsos, enquanto os vitoriosos permanecerão no reino. Se o homem realmente busca Deus ou não é determinado pelo teste de Sua obra, isto é, pelas provações de Deus, e não tem nada a ver com a decisão do próprio homem. Deus não rejeita uma pessoa por capricho; tudo o que Ele faz pode convencer completamente o homem. Ele não realiza nada que seja invisível ao homem ou qualquer obra que não possa convencer o homem. Se a crença do homem é verdadeira ou não é algo comprovado pelos fatos e não pode ser decidido pelo homem. Não resta dúvida de que “o trigo não pode ser transformado em joio e o joio não pode ser transformado em trigo”. Os que verdadeiramente amam a Deus permanecerão no reino ao final e Deus não maltratará ninguém que realmente O ama. Com base em suas diferentes funções e testemunhos, os vitoriosos no reino servirão como sacerdotes ou seguidores, e todos os que forem vitoriosos em meio à tribulação se tornarão o corpo sacerdotal no reino. O corpo sacerdotal será formado quando a obra do evangelho por todo o universo chegar ao fim. Quando chegar esse momento, a obrigação do homem será desempenhar seu dever no reino de Deus e conviver com Deus no reino. No corpo sacerdotal haverá sumos sacerdotes e sacerdotes, e os demais serão os filhos e o povo de Deus. Tudo isso será determinado pelo testemunho que derem de Deus durante a tribulação; não são títulos conferidos por capricho. Quando o status do homem estiver estabelecido, a obra de Deus cessará, pois todos serão classificados de acordo com seu tipo e retornarão à sua posição original, é a marca da realização da obra de Deus, é o resultado final da obra de Deus e da prática do homem e é a cristalização das visões da obra de Deus e da colaboração do homem. No final, o homem encontrará repouso no reino de Deus e Deus também retornará à Sua morada para descansar. Esse será o resultado final de seis mil anos de colaboração entre Deus e o homem.

Extraído de ‘A obra de Deus e a prática do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 603

Aqueles entre os irmãos e irmãs que estão sempre dando vazão à sua negatividade são lacaios de Satanás e perturbam a igreja. Tais pessoas devem um dia ser expulsas e eliminadas. Se, em sua fé em Deus, as pessoas não tiverem um coração de reverência a Deus, se não tiverem um coração de obediência a Deus, então não só serão incapazes de fazer qualquer obra para Ele, mas, ao contrário, se tornarão aquelas que perturbam Sua obra e que O desafiam. Crer em Deus, mas não Lhe obedecer nem O reverenciar, e, em vez disso, resistir a Ele, é a maior desgraça para um crente. Se os crentes são tão casuais e irrestritos em sua fala e conduta como são os incrédulos, então eles são ainda mais malignos que os incrédulos; são demônios arquetípicos. Aqueles que dão vazão à sua conversa venenosa e maliciosa dentro da igreja, aqueles que espalham rumores, fomentam a desarmonia e formam grupos entre os irmãos e irmãs — eles deveriam ter sido expulsos da igreja. Mas porque agora é uma era diferente da obra de Deus, essas pessoas estão limitadas, pois enfrentam certa eliminação. Todos que foram corrompidos por Satanás têm caráter corrupto. Alguns não têm nada além de caráter corrupto, enquanto outros são diferentes: eles não só têm caráter satânico corrupto, mas sua natureza é também extremamente maliciosa. Não só suas palavras e ações revelam seu caráter satânico corrupto; essas pessoas são, além disso, o genuíno diabo Satanás. Seu comportamento interrompe e perturba a obra de Deus, prejudica a entrada na vida de irmãos e irmãs e danifica a vida normal da igreja. Mais cedo ou mais tarde, esses lobos em pele de cordeiro precisam ser removidos; uma atitude impiedosa, uma atitude de rejeição, deveria ser adotada para com esses lacaios de Satanás. Só isso é ficar do lado de Deus, e aqueles que deixam de fazê-lo estão chafurdando na lama com Satanás. Pessoas que genuinamente creem em Deus sempre O têm em seu coração e sempre levam dentro de si um coração reverente a Deus, um coração que ama Deus. Aqueles que creem em Deus deveriam fazer as coisas de modo prudente e cauteloso e tudo que fazem deveria ser de acordo com as exigências de Deus e capaz de satisfazer Seu coração. Eles não deveriam ser teimosos, fazendo o que bem lhes agrada; isso não convém à santa decência. As pessoas não precisam correr de maneira descontrolada, agitando a bandeira de Deus por toda parte enquanto se gabam e trapaceiam em todo lugar; esse é o tipo de conduta mais rebelde. As famílias têm suas regras, e as nações têm suas leis — e não é assim mais ainda na casa de Deus? Os padrões não são ainda mais rigorosos? Não há ainda mais decretos administrativos? As pessoas são livres para fazer o que quiserem, mas os decretos administrativos de Deus não podem ser alterados à vontade. Deus é um Deus que não tolera ofensa dos humanos; Ele é um Deus que mata as pessoas. As pessoas realmente ainda não sabem disso?

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 604

Toda igreja tem pessoas que lhe causam problemas ou se intrometem na obra de Deus. Todas essas pessoas são Satanases que se infiltram disfarçados na casa de Deus. Tais pessoas são boas em atuar: vêm diante de Mim com grande reverência, curvando-se e se coçando, vivendo como cães sarnentos, dedicando o seu “tudo” para alcançar os próprios objetivos — mas, na frente dos irmãos e irmãs, mostram seu lado feio. Quando veem pessoas que praticam a verdade, elas as atacam e as empurram para o lado; quando veem pessoas mais formidáveis que elas mesmas, as lisonjeiam e as bajulam. Elas agem sem controle na igreja. Pode-se dizer que tais “valentões locais”, tais “cães de colo”, existem na maioria das igrejas. Eles andam juntos por aí sorrateiramente, enviando piscadelas e sinais secretos uns aos outros, e nenhum deles pratica a verdade. O que tem mais veneno é o “demônio principal”, e o que tem mais prestígio os lidera, portando sua bandeira erguida. Essas pessoas promovem desordem na igreja, espalhando sua negatividade, dando vazão à morte, agindo como lhes apraz, dizendo o que bem entendem, e ninguém ousa pará-las. Elas transbordam do caráter de Satanás. Mal causam uma perturbação, e logo um ar de morte entra na igreja. Aqueles dentro da igreja que praticam a verdade são expulsos, incapazes de dar tudo de si, enquanto lá dentro aqueles que perturbam a igreja e espalham morte correm em desordem — e, além disso, a maioria das pessoas os segue. Tais igrejas são governadas por Satanás, pura e simplesmente; o diabo é o seu rei. Se não se levantarem e rejeitarem os demônios principais, os congregados, também, irão à ruína, mais cedo ou mais tarde. De agora em diante, medidas precisam ser tomadas contra tais igrejas. Se aqueles que são capazes de praticar um pouco da verdade não buscarem, então essa igreja será eliminada. Se uma igreja não tiver ninguém que esteja disposto a praticar a verdade e ninguém que possa ser testemunha de Deus, então essa igreja deveria ser completamente isolada e suas conexões com outras igrejas precisam ser rompidas. Isso é chamado de “enterrar a morte”; é isso que significa expulsar Satanás. Se uma igreja tiver diversos valentões e eles forem seguidos por “pequenas moscas” que carecem inteiramente de discernimento, e se os congregados, mesmo depois de terem visto a verdade, ainda forem incapazes de rejeitar as amarras e a manipulação desses valentões, então todos aqueles tolos serão eliminados no fim. Essas pequenas moscas poderiam não ter feito nada terrível, mas são ainda mais enganosas, ainda mais escorregadias e evasivas, e todos os que forem assim serão eliminados. Nem um permanecerá! Aqueles que pertencem a Satanás serão devolvidos a Satanás, enquanto aqueles que pertencem a Deus certamente irão em busca da verdade; isso é decidido pela natureza deles. Que todos aqueles que seguem Satanás pereçam! Nenhuma piedade será mostrada a tais pessoas. Que todos os que buscam a verdade sejam providos e possam ter prazer na palavra de Deus para o contentamento de seu coração. Deus é justo; Ele não mostraria favoritismo a ninguém. Se você for um diabo, então será incapaz de praticar a verdade; se você for alguém que busca a verdade, então é certo que não será levado cativo por Satanás. Isso está além de qualquer dúvida.

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 605

Pessoas que não se esforçam para progredir sempre desejam que os outros sejam tão negativos e indolentes quanto elas. Aquelas que não praticam a verdade têm inveja das que praticam e sempre tentam enganar aqueles que estão confusos e carecem de discernimento. As coisas a que essas pessoas dão vazão podem fazer com que você se degenere, escorregue para baixo, desenvolva um estado anormal e fique cheio de trevas. Elas fazem você se tornar distante de Deus e apreciar a carne e se entregar. Pessoas que não amam a verdade e que são sempre superficiais para com Deus não têm autoconsciência, e o caráter de tais pessoas seduz os outros a cometer pecados e a desafiar Deus. Elas não praticam a verdade, nem permitem que os outros a pratiquem. Elas apreciam o pecado e não abominam a si mesmas. Elas não se conhecem e impedem os outros de se conhecer; também impedem os outros de desejar a verdade. Aqueles que elas enganam não conseguem ver a luz. Eles caem na escuridão, não se conhecem, não têm clareza da verdade e se tornam cada vez mais distantes de Deus. Elas não praticam a verdade e impedem os outros de praticar a verdade, trazendo todos aqueles tolos diante de si. Em vez de dizer que creem em Deus, seria melhor dizer que elas creem em seus ancestrais, ou que aquilo em que creem são os ídolos em seu coração. Para aquelas pessoas que alegam seguir a Deus, seria melhor abrir os olhos e dar uma boa olhada para ver exatamente em quem elas creem: é realmente em Deus que você crê ou é em Satanás? Se você sabe que aquilo em que crê não é Deus, mas seus ídolos, então seria melhor se você não alegasse ser um crente. Se você realmente não sabe em quem crê, então, novamente, seria melhor se você não alegasse ser um crente. Dizer isso seria blasfêmia! Ninguém o está obrigando a crer em Deus. Não digam que vocês creem em Mim; já tive o suficiente dessa conversa e não desejo ouvi-la de novo, porque aquilo em que vocês creem é nos ídolos em seu coração e nos valentões entre vocês. Aqueles que balançam a cabeça quando ouvem a verdade, que forçam um riso quando ouvem falar de morte, são todos as crias de Satanás e são aqueles que serão eliminados. Muitos na igreja não têm discernimento. Quando algo enganoso ocorre, eles inesperadamente ficam do lado de Satanás; até se ofendem ao serem chamados de lacaios de Satanás. Embora as pessoas possam dizer que eles não têm discernimento, eles sempre ficam do lado sem a verdade, nunca ficam do lado da verdade no momento crítico, nunca se levantam e argumentam em prol da verdade. Eles carecem verdadeiramente de discernimento? Por que eles inesperadamente tomam o lado de Satanás? Por que nunca dizem uma palavra que seja justa e razoável para apoiar a verdade? Essa situação surgiu genuinamente como resultado de sua confusão momentânea? Quanto menos discernimento as pessoas têm, menos são capazes de ficar do lado da verdade. O que isso mostra? Não mostra que as pessoas sem discernimento amam o mal? Não mostra que elas são a cria leal de Satanás? Por que é que elas são sempre capazes de ficar do lado de Satanás e falar a língua dele? Cada palavra e ato delas, as expressões em seu rosto, todos são suficientes para provar que elas não são um tipo de amante da verdade; antes, são pessoas que detestam a verdade. O fato de que podem ficar do lado de Satanás é suficiente para provar que Satanás realmente ama esses diabos mesquinhos que passam a vida lutando pela causa de Satanás. Todos esses fatos não são perfeitamente claros? Se você é mesmo uma pessoa que ama a verdade, por que, então, não tem consideração por aqueles que praticam a verdade e por que você segue imediatamente aqueles que não praticam a verdade ao mínimo olhar deles? Que tipo de problema é esse? Não Me importa se você tem discernimento ou não. Eu não Me importo com quão alto seja o preço que você pagou. Eu não Me importo com quão grandes sejam suas forças, e não Me importa se você é um valentão ou um líder que carrega uma bandeira. Se as suas forças são grandes, isso só se deve à ajuda da força de Satanás. Se o seu prestígio é alto, isso é meramente porque há gente demais ao seu redor que não pratica a verdade. Se você não foi expulso, isso é porque agora não é o tempo da obra de expulsar; antes, é o tempo da obra de eliminação. Não há pressa em expulsar você agora. Eu simplesmente estou esperando pelo dia em que o punirei após você ter sido eliminado. Qualquer um que não praticar a verdade será eliminado!

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 606

As pessoas que genuinamente creem em Deus são as que estão dispostas a colocar a palavra de Deus em prática e estão dispostas a praticar a verdade. As pessoas que são verdadeiramente capazes de ficar firmes em seu testemunho de Deus são também as que estão dispostas a colocar Sua palavra em prática e podem genuinamente ficar do lado da verdade. Todas as pessoas que recorrem a truques e injustiça carecem da verdade e todas trazem vergonha a Deus. Aquelas que causam disputas na igreja são lacaias de Satanás, elas são a personificação de Satanás. Tais pessoas são maliciosas demais. Aquelas que não têm discernimento e são incapazes de ficar do lado da verdade, todas elas abrigam más intenções e mancham a verdade. Mais que isso, elas são as representantes arquetípicas de Satanás. Não podem ser redimidas e naturalmente serão eliminadas. A família de Deus não permite permanecer aquelas que não praticam a verdade, nem permite permanecer aquelas que deliberadamente desmantelam a igreja. No entanto, agora não é o tempo de fazer a obra de expulsão; tais pessoas simplesmente serão expostas e eliminadas no fim. Mais nenhuma obra inútil deve ser despendida nessas pessoas; aquelas que pertencem a Satanás não podem ficar do lado da verdade, enquanto aquelas que buscam a verdade podem. As pessoas que não praticam a verdade são indignas de ouvir o caminho da verdade e indignas de dar testemunho da verdade. A verdade simplesmente não é para seus ouvidos; antes, é dirigida àquelas que a praticam. Antes que o fim de cada pessoa seja revelado, aquelas que perturbam a igreja e interrompem a obra de Deus primeiramente serão postas de lado por ora, para serem tratadas mais tarde. Uma vez que a obra estiver completa, cada uma dessas pessoas será exposta e depois elas serão eliminadas. Por ora, enquanto a verdade está sendo provida, elas serão ignoradas. Quando toda a verdade for revelada à humanidade, essas pessoas devem ser eliminadas; esse será o momento em que todas as pessoas serão classificadas segundo a sua espécie. As trapaças mesquinhas daquelas sem discernimento levarão à sua destruição nas mãos dos perversos, elas serão atraídas por eles, para nunca mais voltar. E tal tratamento é o que elas merecem, porque não amam a verdade, porque são incapazes de ficar do lado da verdade, porque seguem pessoas malignas e ficam do lado das pessoas malignas, porque estão em conluio com as pessoas malignas e desafiam Deus. Elas sabem perfeitamente bem que o que aquelas pessoas malignas irradiam é maldade; mesmo assim, endurecem seu coração e dão as costas à verdade para segui-las. Essas pessoas que não praticam a verdade, mas que fazem coisas destrutivas e abomináveis, não estão todas cometendo o mal? Embora haja entre elas aqueles que se intitulam reis e outros que as seguem, não é a mesma essa sua natureza que desafia a Deus? Que desculpa podem ter para alegar que Deus não os salva? Que desculpa podem ter para alegar que Deus não é justo? Não é a própria maldade deles que os está destruindo? Não é a própria rebeldia que os está arrastando para o inferno? As pessoas que praticam a verdade serão, no fim, salvas e aperfeiçoadas por causa da verdade. Aqueles que não praticam a verdade trarão, no fim, a destruição sobre si mesmos por causa da verdade. Esses são os fins que esperam aqueles que praticam a verdade e aqueles que não a praticam. Eu aconselho aqueles que não estão planejando praticar a verdade a deixar a igreja o mais cedo possível para evitar que cometam ainda mais pecados. Quando chegar a hora, será tarde demais até para o arrependimento. Em particular, aqueles que formam grupos e criam cisões, e aqueles valentões dentro da igreja precisam sair ainda antes. Tais pessoas, que têm a natureza de lobos malvados, são incapazes de mudar. Seria melhor que saíssem da igreja na primeira oportunidade, para nunca mais perturbar a vida normal dos irmãos e irmãs e com isso evitar a punição de Deus. Aqueles de vocês que os acompanharam fariam bem em aproveitar essa oportunidade para refletir sobre si mesmos. Você sairá da igreja com os maus ou permanecerá e seguirá obedientemente? Você precisa avaliar essa questão com cuidado. Eu lhes dou mais uma oportunidade de escolher e espero a resposta de vocês.

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 607

Como crente em Deus, você não deve ser leal a ninguém senão a Ele em todas as coisas e deve ser capaz de se conformar à Sua vontade em tudo. No entanto, embora todos entendam essa mensagem, por causa das diversas aflições do homem — por causa de sua ignorância, insensatez e corrupção, por exemplo — essas verdades, que são as mais evidentes e básicas de todas, não podem ser plenamente vistas nele, e portanto, antes de decidir sobre o fim de vocês, devo primeiramente dizer-lhes algumas coisas que são de máxima importância para vocês. Antes que Eu continue, vocês devem primeiramente entender o seguinte: as palavras que digo são verdades direcionadas a toda a humanidade; não são dirigidas somente a uma pessoa específica ou a um tipo específico de pessoa. Assim, vocês devem se concentrar em entender Minhas palavras a partir da perspectiva da verdade e manter uma atitude de total atenção e sinceridade; não ignorem uma única palavra ou verdade que Eu disser e não considerem todas as Minhas palavras com desdém. Vejo, em sua vida, tantas coisas que vocês fazem que são irrelevantes para a verdade, então peço expressamente que vocês se tornem servos da verdade, que não sejam escravizados pela maldade e pela fealdade e que não pisoteiem a verdade nem profanem nenhum canto da casa de Deus. Essa é a Minha admoestação para vocês. Agora passarei a falar sobre o tópico em questão.

Primeiro, pelo bem do seu destino, vocês devem buscar ser aprovados por Deus. Ou seja, já que reconhecem que são membros da casa de Deus, vocês deveriam então trazer paz de espírito a Deus e satisfazê-Lo em todas as coisas. Em outras palavras, você deve ter princípios em suas ações e se conformar à verdade nelas. Se isso está além de sua habilidade, então você será detestado e rejeitado por Deus e desprezado por todo homem. Uma vez que tenha se enquadrado nesse predicamento, você não poderá ser contado como membro da casa de Deus. Isso é o que significa não ser aprovado por Deus.

Em segundo lugar, vocês devem saber que Deus gosta de pessoas honestas. Deus tem a substância da fidelidade, então Sua palavra é sempre digna de confiança; além disso, Suas ações são irrepreensíveis e inquestionáveis. É por isso que Deus gosta daqueles que são absolutamente honestos com Ele. Ser honesto significa entregar seu coração a Deus, ser genuíno com Ele em todas as coisas, ser aberto com Ele em todas as coisas, nunca esconder os fatos, nunca tentar enganar quem está acima e abaixo de você e não fazer as coisas apenas para conseguir o favor de Deus. Resumindo, ser honesto é ser puro em suas ações e palavras e não enganar nem a Deus nem aos homens. O que digo é muito simples, mas, para vocês, é duplamente árduo. Muitos prefeririam ser condenados ao inferno a falar e agir com honestidade. Não é de admirar que Eu tenha outro tratamento reservado para aqueles que são desonestos. É claro, Eu entendo bem como é difícil para vocês ser honestos. Porque vocês todos são tão astutos, tão hábeis em medir as pessoas com o próprio critério mesquinho, isso faz da Minha obra muito mais simples. E já que cada um de vocês guarda segredos em seu peito, pois bem, Eu os enviarei, um por um, ao desastre para serem “disciplinados” pelo fogo, de modo que depois vocês possam se tornar totalmente comprometidos em crer nas Minhas palavras. Por fim, Eu arrancarei de sua boca as palavras “Deus é um Deus fiel”, ao que vocês baterão no peito e lamentarão: “Desonesto é o coração do homem!” Qual será o seu estado de espírito nesse momento? Imagino que vocês não serão tão triunfantes como são agora. E menos ainda serão “profundos e obstrusos” como são agora. Na presença de Deus, alguns são impecáveis e fazem um esforço especial para serem “bem-comportados”, mas mostram as presas e brandem as garras na presença do Espírito. Vocês considerariam tais pessoas como pertencentes às fileiras dos honestos? Se você for hipócrita, uma pessoa hábil em “relações interpessoais”, então digo que você é definitivamente uma pessoa que brinca com Deus. Se suas palavras forem repletas de desculpas e justificativas sem valor, então digo que você detesta colocar a verdade em prática. Se você tiver muitas confidências que reluta em compartilhar, se estiver muito indisposto a desnudar seus segredos — suas dificuldades — diante dos outros de forma a buscar o caminho da luz, então digo que você é alguém que não alcançará a salvação facilmente e que não emergirá facilmente das trevas. Se buscar o caminho da verdade o agrada, então você é alguém que habita sempre na luz. Se você fica muito contente em ser um servidor na casa de Deus, trabalhando diligente e conscienciosamente no anonimato, sempre dando e nunca tirando, então digo que você é um santo leal, porque não busca recompensa e está simplesmente sendo honesto. Se você estiver disposto a ser sincero, se estiver disposto a despender tudo de si, se for capaz de sacrificar sua vida por Deus e ser firme em seu testemunho, se você for honesto a ponto de somente saber satisfazer a Deus sem considerar a si mesmo ou tomar para si mesmo, então digo que tais são pessoas nutridas na luz e que viverão para sempre no reino. Você deve saber se há fé e lealdade verdadeiras em seu interior, se você tem um histórico de sofrer por Deus e se você tem se submetido completamente a Deus. Se você não tem essas coisas, então permanecem em você desobediência, engano, ganância e queixume. Como o seu coração está longe de ser honesto, você nunca recebeu reconhecimento positivo de Deus e nunca viveu na luz. Como o destino de alguém se resolverá no fim depende de a pessoa ter um coração honesto e vermelho-sangue, de ter uma alma pura. Se você for uma pessoa muito desonesta, de coração malicioso e alma impura, então é certo que vai acabar no local em que o homem é punido, como está escrito no registro do seu destino. Se você alega ser muito honesto, porém nunca consegue agir de acordo com a verdade ou falar uma palavra verdadeira, então você ainda está esperando que Deus o recompense? Ainda espera que Deus o considere a menina dos Seus olhos? Isso não é um modo absurdo de pensar? Você engana a Deus em todas as coisas; como pode a casa de Deus acomodar alguém como você, cujas mãos são impuras?

A terceira coisa que quero lhes dizer é: todo homem, no curso de sua vida de fé em Deus, já fez coisas que resistem e enganam a Deus. Certos malfeitos não precisam ser registrados como ofensas, mas alguns são imperdoáveis; pois há muitos atos que transgridem os decretos administrativos, que ofendem o caráter de Deus. Muitos que se preocupam com o próprio destino podem perguntar o que são esses atos. Vocês devem saber que são arrogantes e soberbos por natureza e relutantes em se sujeitar aos fatos. Por essa razão, Eu lhes direi tudo em detalhe depois que tenham refletido sobre si mesmos. Exorto-os a adquir melhor entendimento do conteúdo dos decretos administrativos e a fazer um esforço para conhecer o caráter de Deus. Caso contrário, vocês acharão difícil manter seus lábios selados e evitar que sua língua se agite livremente demais com conversa pomposa, e vocês involuntariamente ofenderão o caráter de Deus e cairão em trevas, perdendo a presença do Espírito Santo e da luz. Como vocês são sem princípios em suas ações, como você faz e diz aquilo que não deve, você receberá uma retribuição cabível. Você deveria saber que, embora você seja sem princípios em palavra e em ato, Deus tem muitos princípios em ambos. A razão pela qual você recebe retribuição é porque você ofendeu a Deus e não a um homem. Se, em sua vida, você cometer muitas ofensas contra o caráter de Deus, então você certamente se tornará filho do inferno. Ao homem pode parecer que você cometeu somente alguns atos em contrários à verdade, nada mais. Você está ciente, porém, de que, aos olhos de Deus, você já é alguém para quem não há mais oferta pelo pecado? Porque você violou os decretos administrativos de Deus mais de uma vez e, além disso, não deu sinais de arrependimento, você não tem escolha a não ser ir para o inferno, onde Deus pune o homem. Um pequeno número de pessoas, enquanto seguia a Deus, cometeu certos atos que violam os princípios, mas depois que foram tratadas e orientadas, essas pessoas gradualmente descobriram a própria corrupção e, em seguida, entraram na trilha certa da realidade e continuam bem fundamentadas hoje. Tais pessoas são aquelas que permanecerão no fim. Não obstante, é o honesto que Eu busco; se você é uma pessoa honesta que age segundo as regras, então você pode ser um confidente de Deus. Se, em suas ações, você não ofende o caráter de Deus, busca a vontade de Deus e tem um coração de reverência a Deus, então sua fé está à altura do padrão. Todo aquele que não reverencia a Deus e não tem um coração que estremece de temor é altamente propenso a transgredir os decretos administrativos de Deus. Muitos servem a Deus na força da paixão, mas não têm entendimento dos decretos administrativos de Deus e, menos ainda, fazem qualquer ideia das implicações de Suas palavras. Assim, com suas boas intenções, muitas vezes acabam fazendo coisas que interrompem a gestão de Deus. Em casos graves, são lançados fora, privados de qualquer outra chance de segui-Lo e são lançados no inferno; toda associação com a casa de Deus cessa. Essas pessoas trabalham na casa de Deus na força de suas ignorantes boas intenções e acabam por irar o caráter de Deus. As pessoas trazem à casa de Deus suas maneiras de servir a oficiais e senhores e tentam fazê-las funcionar, pensando vaidosamente que podem ser aplicadas sem esforço algum aqui. Nunca imaginam que Deus não tem o caráter de um cordeiro, mas sim o de um leão. Portanto, aqueles que se associam com Deus pela primeira vez são incapazes de se comunicar com Ele, pois o coração de Deus é diferente do coração do homem. Somente após entender muitas verdades você poderá vir a conhecer continuamente a Deus. Esse conhecimento não é constituído de frases ou doutrinas, mas pode ser usado como tesouro por meio do qual você entra em íntima confidência com Deus e como prova de que Ele Se agrada de você. Se você não possui a realidade do conhecimento e não é equipado com a verdade, então seu serviço apaixonado só pode trazer sobre si o ódio e a aversão de Deus. A esta altura, você deve ter percebido que crer em Deus não é simplesmente estudar teologia!

Embora as palavras com as quais Eu os admoesto sejam breves, tudo o que descrevi é o que há de mais escasso em vocês. Vocês deveriam saber que aquilo de que falo agora é em favor de Minha obra final entre os homens, em favor da determinação do fim do homem. Não desejo fazer muito mais obra que não sirva a nenhum propósito, nem desejo continuar guiando aquelas pessoas que são tão irremediáveis quanto madeira podre, tampouco desejo continuar conduzindo aqueles que secretamente abrigam más intenções. Talvez um dia vocês entendam as intenções sinceras por trás de Minhas palavras e as contribuições que fiz para a humanidade. Talvez um dia vocês compreendam a mensagem que os capacite a decidir o próprio fim.

de ‘Três admoestações’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 608

Eu lhes dei muitos avisos e concedi muitas verdades com o objetivo de conquistar vocês. Hoje, vocês se sentem significativamente mais enriquecidos do que no passado, compreendem muitos princípios a respeito de como uma pessoa deveria ser e possuem muito do senso comum que as pessoas fiéis deveriam ter. Tudo isso é o que vocês colheram ao longo de muitos anos. Eu não nego suas conquistas, mas devo dizer francamente que também não nego as numerosas desobediências e rebeliões cometidas contra Mim durante esses muitos anos, porque, entre vocês, não há um santo sequer. Vocês são, sem exceção alguma, pessoas corrompidas por Satanás; são inimigos de Cristo. Suas transgressões e desobediências até o presente momento são incontáveis, por isso não é de se estranhar que Eu esteja sempre Me repetindo diante de vocês. Eu não desejo coexistir com vocês dessa maneira — mas, em prol do futuro de vocês, em prol do seu destino, aqui e agora, Eu repetirei mais uma vez o que Eu já disse. Espero que vocês Me permitam isso e espero, mais ainda, que sejam capazes de acreditar em cada palavra que Eu disser e inferir as profundas implicações das Minhas palavras. Não duvidem do que Eu digo, muito menos peguem as Minhas palavras como quiserem e as descartem; considero isso intolerável. Não julguem as Minhas palavras; menos ainda as tomem levianamente, nem digam que Eu estou sempre tentando vocês, ou, pior, que o que lhes falei não tem exatidão. Essas coisas, considero intoleráveis também. Porque vocês tratam a Mim e àquilo que Eu digo com tanta desconfiança, nunca aceitando Minhas palavras e Me ignorando, Eu digo a cada um de vocês com toda a seriedade: não vinculem o que Eu digo à filosofia; não vinculem Minhas palavras às mentiras de charlatães. Menos ainda vocês deveriam responder às Minhas palavras com desprezo. Talvez ninguém no futuro consiga dizer o que Eu estou lhes dizendo ou falar a vocês de maneira tão benevolente, ou, menos ainda, guiá-los por esses pontos com tamanha paciência. Vocês gastarão os dias que estão por vir recordando os tempos bons, ou soluçando bem alto, ou gemendo de dor, ou estarão vivendo em noites escuras, sem a provisão de um pingo de verdade ou de vida, ou apenas esperando desesperadamente, ou presos num remorso tão amargo que perderão a razão… Virtualmente nenhum de vocês pode escapar dessas possibilidades. Porque nenhum de vocês ocupa um lugar do qual realmente adoram a Deus, mas imergem no mundo de licenciosidade e maldade, misturando em suas crenças, no espírito, na alma e no corpo tantas coisas que nada têm a ver com a vida e a verdade, e que, na realidade, são opostas a elas. Então, o que Eu espero para vocês é que possam ser conduzidos à senda da luz. Minha única esperança é que vocês possam se tornar capazes de se importar consigo, de cuidar de si mesmos, e que não coloquem tanta ênfase sobre seu destino enquanto veem seu comportamento e suas transgressões com indiferença.

Extraído de ‘As transgressões levarão o homem para o inferno’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 609

Por muito tempo, as pessoas que acreditam em Deus esperaram sinceramente por um destino belo, e todos os crentes em Deus esperam que a sorte lhes sobrevenha de repente. Todos esperam que, antes que se apercebam, eles se encontrarão serenamente sentados num local ou outro no Céu. Digo, porém, que essas pessoas, com seus pensamentos adoráveis, nunca souberam se têm a qualificação para receber tal sorte que cai do Céu ou até mesmo para se sentar num lugar lá. Vocês hoje têm bom conhecimento de si mesmos, mas ainda assim esperam poder escapar dos desastres dos últimos dias e da mão do Todo-Poderoso, quando Ele punir os malignos. Parece que ter sonhos bons e desejar as coisas bem do jeito que gostam é uma característica comum a todas as pessoas a quem Satanás corrompeu, e não um golpe de mestre de qualquer indivíduo solitário. Mesmo assim, Eu ainda quero pôr um fim a esses seus desejos extravagantes, bem como à sua ânsia por ganhar bênçãos. Considerando que suas transgressões são muitas, e o fato de sua rebeldia ser sempre crescente, como podem essas coisas se encaixar em seus belos projetos para o futuro? Se você quiser continuar como lhe agrada, permanecendo no erro sem nada que o impeça, mas ao mesmo tempo ainda quiser que seus sonhos se tornem realidade, então Eu o incito a continuar em seu estupor e jamais acordar — pois o seu é um sonho vazio, e, na presença do Deus justo, Ele não abrirá exceção para você. Se você só quer que os seus sonhos se realizem, então jamais sonhe; em vez disso, para sempre encare a verdade, encare os fatos. Essa é a única maneira de você ser salvo. Quais são os passos desse método em termos concretos?

Primeiro, dê uma olhada em todas as suas transgressões, e examine qualquer comportamento ou pensamento seu que não esteja de acordo com a verdade.

Isso é algo que você pode fazer facilmente, e acredito que todas as pessoas inteligentes são capazes de fazer. No entanto, aquelas que nunca sabem o que se entende por transgressão e verdade são a exceção, porque fundamentalmente elas não são pessoas inteligentes. Estou falando com pessoas que foram aprovadas por Deus, que são honestas, que não ofenderam seriamente os decretos administrativos e que conseguem facilmente identificar as próprias transgressões. Embora isso seja uma coisa que exijo de você, e que é fácil para você realizar, não é a única coisa que Eu exijo. Não importa o que aconteça, espero que você não ria em particular desse requisito, e principalmente que não o despreze ou dê pouco valor. Você deveria tratá-lo com seriedade, e não o descartar.

Segundo, para cada uma de suas transgressões e desobediências, você deveria procurar uma verdade correspondente, e depois usar essas verdades para resolver esses problemas. Depois disso, substitua seus atos transgressores e pensamentos e atos desobedientes pela prática da verdade.

Terceiro, você deveria ser uma pessoa honesta, não alguém que vive agindo como o espertalhão, sempre enganoso. (Aqui, estou pedindo novamente que vocês sejam pessoas honestas).

Se for capaz de realizar todas essas três coisas, então você é um dos afortunados — uma pessoa cujos sonhos se tornam realidade e que recebe a boa sorte. Talvez vocês tratem seriamente essas três exigências pouco atraentes, ou talvez as tratem de maneira irresponsável. Seja como for, Meu propósito é realizar seus sonhos e colocar seus ideais em prática, não escarnecer de vocês, tampouco fazer vocês de bobos.

Minhas exigências podem ser simples, mas o que estou dizendo a vocês não é tão simples quanto um mais um é igual a dois. Se tudo que vocês fazem é falar sobre isso casualmente, ou tagarelar sobre frases vazias que soam belas, então seus projetos e desejos, para sempre, não serão nada além de uma página em branco. Eu não sentirei piedade para com aqueles de vocês que sofrem há muitos anos e trabalham arduamente, mas não têm nada para mostrar. Pelo contrário, Eu tratarei os que não cumpriram as Minhas exigências com punição, não com recompensas, menos ainda com qualquer compaixão. Talvez vocês imaginem que, por terem sido seguidores por tantos anos, vocês fizeram trabalho duro, a qualquer custo, e deveriam receber uma tigela de arroz na casa de Deus apenas por serem servidores. Eu diria que a maioria de vocês pensa assim porque vocês sempre buscaram o princípio de como tirar proveito de algo, e não de que tirem proveito de vocês. Então, estou lhes falando agora com toda a seriedade: Eu não Me importo com quão merecedor seu árduo trabalho seja, quão impressionantes sejam as suas qualificações, quão de perto você Me siga, quão renomado você seja ou o quanto melhorou a sua atitude; enquanto você não tiver feito o que Eu exigi, você nunca será capaz de ganhar o Meu louvor. Cancelem todos aqueles seus cálculos e ideias o mais rápido possível e comecem a levar as Minhas exigências a sério; caso contrário, transformarei todas as pessoas em cinzas a fim de pôr fim à Minha obra e, na pior das hipóteses, transformar Meus anos de operação e sofrimento em nada, pois não posso trazer Meus inimigos e aquelas pessoas que cheiram a maldade e tem a aparência de Satanás para o Meu reino ou levá-las para a próxima era.

Extraído de ‘As transgressões levarão o homem para o inferno’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 610

Tenho muitas esperanças. Espero que vocês possam se conduzir de maneira apropriada e bem-comportada, ser fiéis em cumprir o seu dever, ter a verdade e a humanidade, ser pessoas que possam renunciar a tudo e desistir de suas vidas por Deus, e assim por diante. Todas essas esperanças originam-se de suas insuficiências, de sua corrupção e de sua desobediência. Se nenhuma das conversas que tive com vocês foi bastante para atrair sua atenção, então é provável que tudo que posso fazer agora é não dizer mais nada. Entretanto, vocês entendem quais seriam os resultados disso. Eu jamais descanso, então, se não falar, farei algo para as pessoas verem. Eu poderia fazer a língua de alguém apodrecer, ou fazer alguém morrer desmembrado, ou dar às pessoas anormalidades neurológicas e fazê-las parecer horrendas de muitas maneiras. Pensando bem, Eu poderia fazer as pessoas enfrentarem tormentos que preparei especificamente para elas. Dessa forma, Eu Me sentiria contente, muito feliz e bastante satisfeito. Sempre foi dito que “o bem é recompensado com o bem, e o mal, com o mal”, então, por que não agora? Se você quiser se opor a Mim e quiser fazer algum juízo sobre Mim, então Eu apodrecerei a sua boca e isso Me será uma delícia sem fim. Isso porque, no fim, o que você fez não é a verdade, menos ainda tem a ver com a vida, enquanto tudo que Eu faço é a verdade; todas as Minhas ações são relevantes para os princípios de Minha obra e para os decretos administrativos que Eu estabeleci. Portanto, exorto cada um de vocês a que acumulem alguma virtude, parem de fazer tanto mal e prestem atenção às Minhas exigências em seus momentos de lazer. Então, sentirei alegria. Se você fosse contribuir (ou doar) para a verdade com um milésimo do esforço que você coloca na carne, então Eu digo que você não faria transgressões e não teria a boca podre com frequência. Isso não é óbvio?

Quanto mais transgressões você comete, menores serão suas chances de obter um bom destino. Em contrapartida, quanto menos transgressões você comete, maiores são as chances de você ser louvado por Deus. Se suas transgressões aumentarem a ponto de ser impossível para Mim perdoá-lo, então você terá desperdiçado completamente suas chances de ser perdoado. Nesse caso, seu destino não será acima, mas abaixo. Se você não acredita em Mim, então ouse e faça o que é errado, e veja o que acontece. Se você for uma pessoa sincera, que pratica a verdade, então, certamente, terá oportunidade de ser perdoado por suas transgressões, e você desobedecerá menos, e com menor frequência. Se você for uma pessoa que não está disposta a praticar a verdade, então suas transgressões diante de Deus certamente aumentarão em número e você desobedecerá cada vez com mais frequência, até alcançar o limite, que será o momento da sua destruição total. Isso será quando o seu agradável sonho de receber bênçãos estará arruinado. Não considere suas transgressões como erros de uma pessoa imatura ou tola; não use a desculpa de que você não praticou a verdade porque seu baixo calibre tornou impossível que você a praticasse. Mais ainda, não considere simplesmente as transgressões que você cometeu como os atos de alguém que não sabia como agir melhor. Se você é bom em perdoar a si mesmo e em tratar a si mesmo com generosidade, então Eu digo que você é um covarde que nunca ganhará a verdade, e suas transgressões nunca deixarão de assombrá-lo; elas impedirão que você cumpra as exigências da verdade, e farão de você, para sempre, um leal companheiro de Satanás. Meu conselho para você ainda é: não preste atenção apenas ao seu destino, deixando de notar suas transgressões ocultas; leve as transgressões a sério, e não negligencie nenhuma delas por se preocupar com o seu destino.

Extraído de ‘As transgressões levarão o homem para o inferno’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 611

Hoje, Eu lhes admoesto assim para o bem de sua própria sobrevivência, para que a Minha obra progrida com suavidade e para que a Minha obra inaugural por todo o universo possa ser realizada de maneira mais apropriada e perfeita, revelando as Minhas palavras, a Minha autoridade, a Minha majestade e o Meu julgamento às pessoas de todos os países e nações. A obra que Eu realizo entre vocês é o início da Minha obra por todo o universo. Apesar de agora já serem os últimos dias, saibam que “últimos dias” não passa de um nome para uma era: assim como Era da Lei e Era da Graça, ele se refere a uma era e indica uma era inteira, não apenas os poucos anos ou meses finais. No entanto, os últimos dias são bem diferentes da Era da Graça e da Era da Lei. A obra dos últimos dias não é realizada em Israel, mas entre os gentios; é a conquista perante o Meu trono das pessoas de todas as nações e tribos fora de Israel, de modo que a Minha glória por todo o universo possa preencher o cosmo e o firmamento. É assim para que Eu possa ganhar maior glória, para que todas as criaturas da terra possam transmitir a Minha glória para todas as nações, para sempre, de geração em geração, e para que todas as criaturas no céu e na terra possam ver toda a glória que Eu ganhei na terra. A obra realizada durante os últimos dias é a obra da conquista. Não é a orientação da vida de todas as pessoas na terra, mas a conclusão da vida de sofrimento imperecível e milenar da humanidade na terra. Como consequência, a obra dos últimos dias não pode ser como os vários milhares de anos de obra em Israel, nem pode ser como os poucos anos de obra na Judeia, que seguiu adiante por dois milênios até a segunda encarnação de Deus. O povo dos últimos dias encontra apenas a reaparição do Redentor na carne e recebe a obra pessoal e as palavras de Deus. Não vai demorar dois mil anos até que os últimos dias cheguem ao fim; eles são breves, como a época em que Jesus realizou a obra da Era da Graça na Judeia. Isso porque os últimos dias são a conclusão de toda a era. Eles são o cumprimento e o fim do plano de gestão de seis mil anos de Deus e concluem a jornada da vida de sofrimento da humanidade. Não levam a totalidade da humanidade para uma nova era nem permitem que a vida da humanidade continue. Isso não teria significado para o Meu plano de gestão ou para a existência do homem. Se a humanidade continuasse assim, então cedo ou tarde seria inteiramente devorada pelo diabo, e aquelas almas que pertencem a Mim no fim seriam arruinadas pelas mãos dele. Minha obra só dura seis mil anos, e Eu prometi que o controle do diabo sobre toda a humanidade também duraria por não mais que seis mil anos. E agora o tempo acabou. Não vou continuar nem demorar mais: durante os últimos dias, derrotarei Satanás, retomarei toda a Minha glória e recuperarei todas as almas que pertencem a Mim na terra para que essas almas aflitas possam escapar do mar de sofrimento, e assim será concluída toda a Minha obra na terra. Desse dia em diante, nunca mais vou Me tornar carne na terra e nunca mais o Meu Espírito que tudo controla vai operar sobre a terra. Eu farei apenas uma coisa na terra: vou refazer a humanidade, uma humanidade que é sagrada e que é a Minha cidade fiel na terra. Mas saibam que Eu não vou aniquilar o mundo inteiro nem vou aniquilar a humanidade inteira. Manterei aquele terço restante — o terço que Me ama e que foi totalmente conquistado por Mim, e farei com que esse terço seja frutífero e se multiplique na terra da mesma maneira que os israelitas o fizeram sob a lei, alimentando-os com grandes quantidades de ovelhas e gado e com todas as riquezas da terra. Essa humanidade vai permanecer Comigo para sempre, todavia não é a humanidade deploravelmente imunda de hoje, mas uma humanidade que é uma assembleia de todos aqueles que foram ganhos por Mim. Tal humanidade não será danificada, perturbada nem assediada por Satanás, e será a única humanidade que existirá na terra depois de Eu ter triunfado sobre Satanás. É a humanidade que hoje foi conquistada por Mim e ganhou a Minha promessa. E, assim, a humanidade que foi conquistada durante os últimos dias também é a humanidade que será poupada e ganhará as Minhas bênçãos eternas. Essa será a única evidência do Meu triunfo sobre Satanás e o único espólio da Minha batalha contra Satanás. Esses espólios de guerra são salvos por Mim do império de Satanás e são a única cristalização e o único fruto do Meu plano de gestão de seis mil anos. Eles vêm de todas as nações e denominações, de todos os lugares e países do universo. São de raças diferentes, têm línguas, costumes e cor de pele diferentes, e estão espalhados por todas as nações e denominações do globo, e até por todos os cantos do mundo. No fim, vão se juntar para formar uma humanidade completa, uma assembleia de homens que é inalcançável para as forças de Satanás. Aqueles dentre a humanidade que não foram salvos e conquistados por Mim afundarão em silêncio nas profundezas do mar e serão queimados pelas Minhas chamas ardentes por toda a eternidade. Eu vou aniquilar essa humanidade velha e supremamente imunda, assim como aniquilei os filhos primogênitos e o gado do Egito, deixando apenas os israelitas, que comeram carne de cordeiro, beberam sangue de cordeiro e marcaram o batente de suas portas com sangue de cordeiro. As pessoas que foram conquistadas por Mim e que são da Minha família não são também as pessoas que comem da Minha carne, do Cordeiro, e bebem do Meu sangue, do Cordeiro, e que foram redimidas por Mim e Me adoram? Tais pessoas não são sempre acompanhadas pela Minha glória? Aquelas que estão sem a Minha carne, do Cordeiro, já não afundaram em silêncio nas profundezas do mar? Hoje, vocês se opõem a Mim, e hoje as Minhas palavras são iguais às proferidas por Jeová aos filhos e aos netos de Israel. No entanto, a dureza nas profundezas do coração de vocês está fazendo a Minha ira se acumular, trazendo mais sofrimento sobre a carne de vocês, mais julgamento sobre seus pecados e mais ira sobre sua injustiça. Quem poderia ser poupado no Meu dia de ira, quando vocês Me tratam assim hoje? A injustiça de quem poderia escapar dos Meus olhos de castigo? Os pecados de quem poderiam iludir essas mãos que pertencem a Mim, o Todo-Poderoso? A rebeldia de quem poderia escapar do julgamento que pertence a Mim, o Todo-Poderoso? Eu, Jeová, falo dessa maneira a vocês, os descendentes da família dos gentios, e as palavras que falo a vocês superam todas as declarações da Era da Lei e da Era da Graça, mas vocês são mais duros do que todo o povo do Egito. Vocês não armazenam a Minha ira enquanto Eu faço a Minha obra sossegadamente? Como poderiam escapar ilesos do dia que pertence a Mim, o Todo-Poderoso?

Extraído de ‘Ninguém que seja da carne pode escapar do dia da ira’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 612

Você entende agora o que é julgamento e o que é verdade? Se tiver entendido, exorto você a se submeter obedientemente a ser julgado, caso contrário jamais terá a oportunidade de ser elogiado por Deus ou de ser trazido por Ele ao Seu reino. Aqueles que só aceitam o julgamento, mas nunca são purificados, isto é, aqueles que fogem da obra de julgamento, hão de ser para sempre detestados e rejeitados por Deus. Os pecados deles são mais numerosos e mais graves que os dos fariseus, pois eles traíram a Deus e são rebeldes contra Deus. Tais pessoas, que não são dignas nem mesmo de prestar serviço, irão receber punição mais severa, uma punição que, além disso, é eterna. Deus não irá poupar nenhum traidor que antes tenha manifestado lealdade com palavras, mas que depois O tenha traído. Pessoas assim irão receber retribuição por meio da punição do espírito, da alma e do corpo. Não é essa precisamente uma revelação do caráter justo de Deus? Não é o propósito de Deus ao julgar o homem e revelá-lo? Deus consigna todos aqueles que realizam todo tipo de atos perversos durante o período do julgamento a um lugar infestado de espíritos malignos, deixando esses espíritos malignos destruírem livremente seus corpos carnais, os quais exalam o mau cheiro de cadáveres. Essa é a adequada retribuição a eles. Deus escreve no livro de registros deles cada um dos pecados desses falsos crentes, falsos apóstolos e falsos trabalhadores desleais; então, no devido tempo, Ele os lança no meio de espíritos imundos, deixando esses espíritos imundos profanarem o corpo inteiro deles à vontade, para que jamais possam ser reencarnados e jamais vejam a luz novamente. Aqueles hipócritas que prestam serviço por algum tempo, mas que são incapazes de permanecer leais até o fim, são contados por Deus dentre os perversos, para que andem no conselho dos ímpios e se tornem parte de sua corja desordenada; no fim, Deus os aniquilará. Deus descarta e desconsidera aqueles que nunca foram leais a Cristo nem dedicaram qualquer esforço e aniquilará a todos na mudança das eras. Eles não existirão mais na terra, muito menos ganharão acesso ao reino de Deus. Aqueles que nunca foram sinceros para com Deus e que são forçados pelas circunstâncias a lidar superficialmente com Ele são contados entre aqueles que prestam serviços a Seu povo. Só um pequeno número de pessoas como essas sobreviverão, enquanto a maioria irá perecer com aqueles que não são qualificados nem para prestar serviço. Por fim, Deus trará a Seu reino todos os que forem unos com Ele em pensamento, o povo e os filhos de Deus, bem como aqueles predestinados por Deus a serem sacerdotes. Eles serão a destilação da obra de Deus. Quanto àqueles que não puderem ser enquadrados em nenhuma categoria estabelecida por Deus, esses serão contados entre os descrentes — e vocês certamente podem imaginar qual será o desfecho deles. Eu já disse a vocês tudo que deveria dizer; a estrada que vocês escolherem será uma decisão sua. O que vocês devem entender é o seguinte: a obra de Deus nunca espera por alguém que não possa acompanhar Seus passos e o caráter justo de Deus não mostra nenhuma misericórdia para com homem algum.

Extraído de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: Entrada na vida 6

Próximo: Conhecendo Deus 1

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

Capítulo 17

Na verdade, todas as declarações que emanam da boca de Deus são desconhecidas aos humanos; são todas uma língua que as pessoas não ouviram....

A visão da obra de Deus (3)

A primeira vez que Deus Se tornou carne foi por meio da concepção pelo Espírito Santo, e isso foi relevante para a obra que Ele pretendia...

Capítulo 88

As pessoas simplesmente não podem imaginar até que ponto o Meu passo acelerou: essa é uma maravilha que ocorreu que é insondável para o...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro