Expondo a corrupção da humanidade 1

Palavras diárias de Deus Trecho 300

Após vários milhares de anos de corrupção, o homem se tornou entorpecido e estúpido, um demônio que se opõe a Deus a ponto de a rebeldia do homem em relação a Deus ter sido documentada nos livros de História, e até o próprio homem é incapaz de oferecer um relato completo de sua conduta rebelde, pois ele vem sendo tão profundamente corrompido e desencaminhado por Satanás, que não sabe a que recorrer. Ainda hoje o homem trai Deus. Quando o homem vê Deus, ele O trai; quando não O vê, também O trai. Inclusive há aqueles que, tendo testemunhado as maldições de Deus e Sua ira, ainda assim O traem. Por isso, digo que o sentido do homem perdeu sua função original e que a consciência do homem também perdeu sua função original. O homem ao qual Me refiro é uma besta em traje humano, uma serpente venenosa, de quem, por mais digno de pena que tente parecer aos Meus olhos, nunca terei misericórdia, pois o homem não tem a menor noção da diferença entre preto e branco, da diferença entre o que é verdade e o que não é. O sentido do homem está bastante embotado e, mesmo assim, ele ainda deseja ganhar bênçãos. Sua humanidade é por demais ignóbil e, mesmo assim, ele ainda deseja possuir a soberania de um rei. De quem ele poderia ser rei, com um sentido assim? Como, com tal humanidade, ele poderia se sentar num trono? Realmente, o homem não tem vergonha! É um desgraçado presunçoso! Para aqueles de vocês que desejam ganhar bênçãos, sugiro que primeiro peguem um espelho e vejam seu reflexo repulsivo. Você tem o que é preciso para ser rei? Você parece alguém que poderia receber bênçãos? Não houve a mínima mudança em seu caráter e você não colocou nenhuma verdade em prática; mesmo assim, ainda deseja um amanhã maravilhoso. Você está se iludindo! Nascido numa terra tão imunda, o homem vem sendo gravemente empesteado pela sociedade, influenciado pela ética feudal e instruído nos “institutos da mais elevada aprendizagem”. O pensamento retrógrado, a moralidade corrupta, a visão mesquinha da vida, a filosofia de vida desprezível, uma existência absolutamente sem valor, estilo de vida e costumes depravados, todas essas coisas foram severamente introduzidas no coração do homem e atacaram e comprometeram gravemente a sua consciência. Como consequência, o homem está cada vez mais distante de Deus e cada vez mais se opõe a Ele. O caráter do homem se torna mais depravado a cada dia que passa e não há uma única pessoa que, de boa vontade, abra mão de alguma coisa por Deus; não há uma só pessoa que, de boa vontade, obedeça a Deus, nem, sobretudo, nenhuma só pessoa que, de boa vontade, busque a aparição de Deus. Em vez disso, sob o império de Satanás, o homem não faz outra coisa senão buscar o prazer, entregando-se à corrupção da carne na terra da lama. Mesmo quando ouvem a verdade, os que vivem nas trevas não dedicam nem um só pensamento a colocá-la em prática, nem procuram buscar Deus, mesmo que tenham presenciado a Sua aparição. Como uma humanidade tão depravada pode ter alguma chance de salvação? Como uma humanidade tão decadente pode viver na luz?

Extraído de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 301

O caráter corrupto do homem decorre de ele ser envenenado e pisoteado por Satanás; decorre do notório malefício que Satanás infligiu ao pensamento do homem e à sua moralidade, percepção e sentido. É precisamente porque essas coisas fundamentais do homem foram corrompidas por Satanás e são completamente diferentes de como Deus as criou originalmente, que o homem se opõe a Deus e não entende a verdade. Portanto, as mudanças no caráter do homem deveriam começar com mudanças em seu pensamento, percepção e sentido, que modificarão seu conhecimento de Deus e seu conhecimento da verdade. Os que nasceram na mais profundamente corrupta de todas as terras são ainda mais ignorantes do que Deus é, ou do que significa acreditar em Deus. Quanto mais as pessoas são corruptas, menos sabem da existência de Deus e mais precários são o sentido e a percepção delas. A fonte de oposição e de rebeldia do homem contra Deus é a sua corrupção por Satanás. Porque ele foi corrompido por Satanás, a consciência do homem se tornou entorpecida, ele é imoral, seus pensamentos são degenerados e ele tem uma perspectiva mental subdesenvolvida. Antes de ser corrompido por Satanás, o homem naturalmente seguia a Deus e obedecia às Suas palavras depois de ouvi-las. Ele tinha naturalmente bom senso, boa consciência e humanidade normal. Depois de corrompido por Satanás, seu sentido original, sua consciência e sua humanidade ficaram embotados e foram comprometidos por Satanás. Assim, o homem perdeu a obediência e o amor para com Deus. O sentido do homem tornou-se aberrante, seu caráter tornou-se o mesmo que o de um animal, sua rebeldia para com Deus é cada vez mais frequente e grave. No entanto, o homem ainda não sabe nem reconhece isso e apenas se opõe e se rebela cegamente. A revelação do caráter do homem é a expressão de seu sentido, percepção e consciência e, como o seu sentido e percepção estão deteriorados e sua consciência se tornou extremamente entorpecida, seu caráter se rebela contra Deus. Se o sentido do homem e a sua percepção não podem mudar, então as mudanças de caráter estão fora de cogitação, assim como aceitar a vontade de Deus. Se o sentido do homem está deteriorado, então ele não pode servir a Deus e não está apto a ser usado por Deus. O “sentido normal” se refere a obedecer e ser fiel a Deus, a ansiar por Deus, a ser absoluto para com Deus, e a ter uma consciência voltada para Deus. Refere-se a ser de uma só mente e coração para com Deus, a não se opor a Deus deliberadamente. Os que têm um sentido aberrante não são assim. Como foi corrompido por Satanás, o homem engendrou concepções sobre Deus e não tem tido nenhuma lealdade nem o menor anseio por Deus, muito menos uma consciência voltada para Deus. Deliberadamente, o homem se opõe a Deus e O julga; além disso, lança injúrias contra Ele pelas costas. O homem claramente sabe que Ele é Deus e, ainda assim, O julga pelas costas, sem nenhuma intenção de obedecer e só faz pedidos e exigências cegas a Deus. Essas pessoas, que têm um sentido aberrante, são incapazes de reconhecer o próprio comportamento desprezível ou de se lamentar por sua rebeldia. Se as pessoas são capazes de se conhecer, então elas recuperaram um pouco de seu sentido; quanto mais as pessoas se rebelam contra Deus sem conhecerem a si mesmas, mais deteriorado é o sentido delas.

Extraído de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 302

A fonte da revelação do caráter corrupto do homem nada mais é do que sua consciência entorpecida, sua natureza maliciosa e seu sentido deteriorado. Se a consciência e o sentido do homem forem capazes de voltar ao normal, então ele se tornará apto para uso diante de Deus. É simplesmente porque a consciência do homem tem sempre estado entorpecida, porque seu sentido nunca foi são e está cada vez mais embotado, que o homem se revolta contra Deus cada vez mais, a ponto de ter até pregado Jesus na cruz e recusado a entrada do Deus encarnado nos últimos dias em sua casa, e condena a carne de Deus e considera a carne de Deus desprezível. Se o homem tivesse só um pouco de humanidade, não seria tão cruel em seu tratamento da carne do Deus encarnado; se tivesse apenas um pouco de razão, não trataria de forma tão maldosa a carne do Deus encarnado; se tivesse apenas um pouco de consciência, não seria tão “grato” ao Deus encarnado dessa maneira. O homem vive na era do Deus que Se tornou carne e, no entanto, é incapaz de agradecer a Deus por lhe dar uma oportunidade tão boa. Em vez disso, ele amaldiçoa a vinda de Deus ou ignora completamente o fato da encarnação de Deus, parecendo ser contra ela e estar farto dela. Independentemente de como o homem trata a vinda de Deus, Ele, em suma, sempre levou Sua obra adiante pacientemente — mesmo que o homem não tenha sido nem minimamente receptivo em relação a Ele, e cegamente Lhe faça pedidos. O caráter do homem se tornou extremamente maldoso, seu sentido se tornou extremamente embotado, sua consciência tem sido completamente pisoteada pelo maligno e há muito deixou de ser a consciência original do homem. O homem não só é ingrato em relação ao Deus encarnado por toda a vida e toda a graça que Ele concede à humanidade, como ainda ficou ressentido com Deus por ter-lhe dado a verdade. É por não ter o menor interesse pela verdade que o homem tem ressentimento por Deus. Não só o homem é incapaz de entregar sua vida ao Deus encarnado, como ainda tenta extrair favores Dele e alega um interesse que é inúmeras vezes maior do que aquele que tem dedicado a Deus. As pessoas com tal consciência e sentido pensam que isso não é grande coisa; e ainda acreditam que despenderam tanto em prol de Deus e que Deus lhes deu tão pouco. Há pessoas que, tendo Me dado uma tigela com água, estendem as mãos e exigem que Eu lhes pague por duas tigelas de leite, ou que, tendo Me dado um quarto por uma noite, exigem que Eu pague aluguel por várias noites. Com tal humanidade, com tal consciência, como vocês ainda podem desejar ganhar vida? Que miseráveis desprezíveis vocês são! É por causa dessa humanidade e dessa consciência do homem que o Deus encarnado perambula pela terra sem lugar para um abrigo. Aqueles que verdadeiramente possuem consciência e humanidade deveriam adorar e servir ao Deus encarnado de todo o coração, não por causa de quanta obra Ele fez, mas adorá-Lo e servi-Lo mesmo se Ele não fosse realizar obra alguma. Isso é o que deveria ser feito por aqueles que têm um sentido são; esse é o dever do homem. A maioria das pessoas chega até a falar de condições em seu serviço a Deus: elas não se importam se Ele é Deus ou homem, e só falam das próprias condições e só buscam satisfazer os próprios desejos. Quando vocês cozinham para Mim, exigem uma taxa de serviço; quando correm para Mim, pedem honorários de corrida; quando trabalham para Mim, exigem pagamento pelo trabalho; quando lavam Minhas roupas, cobram pelo serviço; quando suprem as necessidades da igreja, exigem o ressarcimento; quando discursam, cobram honorários de orador; quando distribuem livros, exigem taxas de distribuição e quando escrevem, cobram honorários de escritor. Alguns com quem lidei até exigem de Mim recompensa, enquanto aqueles que foram mandados de volta para casa exigem reparação pelos danos causados ao seu nome. Os que não são casados exigem um dote ou uma indenização pela juventude perdida; os que matam uma galinha exigem pagamento de açougueiro, os que fritam comida exigem taxa de serviço pela fritura e os que fazem sopa também exigem pagamento por isso… Essa é a humanidade elevada e poderosa que vocês têm; esses são os atos ditados por sua consciência tépida. Onde está o seu sentido? Onde está a sua humanidade? Permitam que Eu lhes diga! Se continuarem assim, deixarei de operar entre vocês. Não irei operar em meio a um bando de bestas com vestes humanas; por conseguinte, não irei sofrer por um grupo de pessoas cujo belo rosto mascara um coração selvagem; não padecerei por esse bando de animais que não tem a menor chance de salvação. O dia em que Eu lhes der as costas será o dia em que vocês morrerão, será o dia em que as trevas virão sobre vocês e o dia em que serão abandonados pela luz. Deixem-Me dizer-lhes! Nunca serei benevolente com um grupo tal como o de vocês, um grupo que está abaixo até dos animais! Há limites para Minhas palavras e ações e, com a sua humanidade e sua consciência como estão, não executarei mais nenhuma obra, pois a falta de consciência de vocês é tal, que tem Me causado muita dor; a conduta desprezível de vocês Me repugna demais. As pessoas com essa falta de humanidade e de consciência jamais terão chance de salvação. Eu nunca salvaria um povo tão sem coração e tão ingrato. Quando o Meu dia chegar, farei cair copiosamente por toda a eternidade Minhas chamas abrasadoras sobre os filhos da desobediência que um dia provocaram Minha ira implacável, imporei Minha eterna punição sobre aqueles animais que um dia lançaram injúrias contra Mim e Me abandonaram. Farei arder para sempre, no fogo da Minha ira, os filhos da desobediência que um dia comeram e viveram junto a Mim, mas não acreditaram em Mim, Me insultaram e Me traíram. Subjugarei todos aqueles que provocaram a Minha ira à Minha punição, farei cair copiosamente a totalidade da Minha ira sobre essas bestas que um dia desejaram se colocar ao Meu lado como Meus iguais, mas não Me adoraram nem Me obedeceram. A vara com que golpeio o homem cairá sobre aqueles animais que um dia usufruíram do Meu cuidado e dos mistérios de que falei, e que tentaram extrair vantagens materiais de Mim. Não perdoarei ninguém que tentar tomar o Meu lugar. Não pouparei nenhum dos que tentam arrancar alimento e vestimentas de Mim. Por ora, vocês permanecem a salvo de danos e continuam se excedendo nas exigências que fazem a Mim. Quando chegar o dia da ira, vocês não Me farão mais nenhuma exigência. Nesse momento, deixarei que vocês “se divirtam” pelo tempo que quiserem, irei forçá-los a se prostrarem na terra e nunca mais vocês conseguirão se erguer! Cedo ou tarde, “pagarei” essa dívida a vocês e espero que aguardem pacientemente a chegada desse dia.

Extraído de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 303

O homem deixa de ganhar a Deus não porque Deus tenha sentimentos ou não esteja disposto a ser ganho pelo homem, mas porque o homem não quer ganhar a Deus e porque o homem não busca a Deus com urgência. Como alguém que verdadeiramente busca a Deus poderia ser amaldiçoado por Ele? Como alguém de sentido são e consciência sensível poderia ser amaldiçoado por Deus? Como alguém que verdadeiramente adora a Deus e O serve poderia ser consumido pelas chamas de Sua ira? Como alguém que é feliz por obedecer a Deus poderia ser expulso da casa de Deus? Como alguém cujo amor por Deus não tem limites poderia viver sob a punição de Deus? Como alguém que está feliz em deixar tudo por Deus poderia ficar sem nada? O homem não está disposto a buscar Deus, não está disposto a gastar suas posses com Deus, não está disposto a dedicar os esforços de toda uma vida a Deus. Em vez disso, diz que Deus foi longe demais, que muitas coisas sobre Deus não estão de acordo com as concepções do homem. Com uma humanidade assim, mesmo que seus esforços tenham sido irrestritos, vocês ainda serão incapazes de ganhar aprovação de Deus, sem mencionar o fato de que vocês não buscam Deus. Vocês não sabem que são a mercadoria defeituosa da humanidade? Não sabem que nenhuma humanidade é mais reles do que a de vocês? Vocês não sabem qual é seu “título honorífico”? Aqueles que realmente amam Deus chamam vocês de pai do lobo, mãe do lobo, filho do lobo, neto do lobo. Vocês são os descendentes do lobo, o povo do lobo, e deveriam conhecer sua própria identidade e jamais esquecê-la. Não pensem que vocês são alguém superior: vocês são o grupo mais odioso de não humanos em meio à humanidade. Vocês não sabem de nada disso? Sabem quanto risco corri por operar em meio a vocês? Se seu sentido não puder voltar ao normal, se sua consciência não puder funcionar normalmente, então vocês nunca estarão livres do título de “lobo”, jamais escaparão do dia da maldição, nunca escaparão do dia de sua punição. Vocês nasceram inferiores, criaturas sem nenhum valor. São inerentemente um bando de lobos famintos, um monte de lixo e entulho e Eu, ao contrário, não opero em vocês a fim de ganhar favores, mas por causa da necessidade da obra. Se vocês continuarem sendo rebeldes dessa maneira, vou parar a Minha obra e nunca mais operarei em vocês de novo. Pelo contrário, vou transferir Minha obra para outro grupo que Me agrade e assim deixarei vocês para sempre, porque não estou disposto a considerar quem está em inimizade contra Mim. Assim, vocês querem ser compatíveis Comigo ou estar em inimizade contra Mim?

Extraído de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 304

Todos os homens desejam ver o verdadeiro semblante de Jesus e todos almejam estar com Ele. Não acho que algum irmão ou irmã diria que não quer ver Jesus ou estar com Jesus. Antes de ver Jesus — antes de ver o Deus encarnado — é provável que vocês nutram ideias de todos os tipos, como, por exemplo, sobre a aparência de Jesus, Sua maneira de falar, Seu estilo de vida e assim por diante. Mas, quando vocês realmente O virem, suas ideias irão mudar rapidamente. Por quê? Vocês querem saber? O pensamento do homem não pode ser ignorado, é verdade — mas mais do que isso, a substância de Cristo não tolera alteração pelo homem. Vocês acham Cristo um imortal ou um sábio, mas ninguém O considera um homem normal apossado de substância divina. Assim sendo, muitos daqueles que anseiam dia e noite por ver Deus são, na verdade, inimigos de Deus e incompatíveis com Ele. Isso não seria um erro por parte do homem? Até mesmo agora, vocês ainda pensam que sua fé e lealdade são suficientes para torná-los dignos de contemplar o semblante de Cristo, mas exorto-os a se equiparem com mais coisas que sejam práticas! Pois, no passado, no presente e no futuro, muitos daqueles que têm contato com Cristo fracassaram ou fracassarão; todos eles desempenham o papel de fariseus. Qual é a razão do fracasso de vocês? É precisamente porque, em suas concepções, há um Deus grandioso e merecedor de admiração. Mas a verdade não é como o homem deseja. Cristo não só não é grandioso, como também é particularmente pequeno; Ele não só é um homem, mas também é um homem comum; não só Ele não pode ascender ao céu, mas também não pode sequer Se movimentar livremente na terra. E, assim sendo, as pessoas O tratam como tratariam um homem comum; elas O tratam casualmente quando estão com Ele e falam com Ele displicentemente, ao mesmo tempo em que ainda esperam pela vinda do “Cristo verdadeiro”. Vocês consideram o Cristo que já veio como um homem comum e as Suas palavras como aquelas de um homem comum. Por essa razão, vocês não receberam nada de Cristo e, em vez disso, expuseram completamente a sua fealdade à luz.

Antes de ter contato com Cristo, talvez você acredite que seu caráter tenha sido completamente transformado, que você seja um seguidor leal de Cristo, que ninguém é mais digno de receber as bênçãos de Cristo do que você e que, tendo percorrido muitas estradas, feito tanto trabalho e produzido tanto fruto, você certamente será um dos que recebem a coroa no final. Mas há uma verdade que você pode não saber: o caráter corrupto do homem, sua rebeldia e resistência são expostos quando ele vê Cristo, e a rebeldia e a resistência expostas em tal ocasião são mais absoluta e completamente expostas que em qualquer outra. É por Cristo ser o Filho do homem — um Filho do homem que possui humanidade normal — que o homem nem O honra nem O respeita. É porque Deus vive na carne, que a rebeldia do homem é trazida à luz tão completamente e em detalhes tão vívidos. Então Eu digo que a vinda de Cristo desenterrou toda a rebeldia da humanidade e colocou sua natureza em plena evidência. Isso é chamado de “atrair um tigre para que ele desça a montanha” e “atrair um lobo para fora da caverna”. Você se atreve a presumir que é leal a Deus? Você se atreve a presumir que demonstra absoluta obediência a Deus? Você se atreve a presumir que não é rebelde? Alguns dirão: “Cada vez que Deus me coloca em um ambiente novo, eu invariavelmente me submeto sem um murmúrio, e, além disso, não nutro concepções sobre Deus”. Alguns dirão: “Todas as tarefas incumbidas a mim por Deus, faço da melhor maneira possível e nunca sou negligente”. Nesse caso, Eu lhes pergunto: vocês podem ser compatíveis com Cristo quando vivem lado a lado com Ele? E por quanto tempo vocês serão compatíveis com Ele? Um dia? Dois dias? Uma hora? Duas horas? A fé de vocês pode muito bem ser louvável, mas vocês não têm tanto no que diz respeito à firmeza. Quando você viver de fato com Cristo, sua hipocrisia e autoimportância serão expostas por suas palavras e ações, pouco a pouco, e assim também seus desejos arrogantes, sua mentalidade desobediente e seu descontentamento serão naturalmente revelados. Por fim, sua arrogância se tornará maior ainda, até que você esteja tão em desacordo com Cristo quanto a água está com o fogo, e então a sua natureza será inteiramente exposta. Nesse dia, suas noções não poderão mais ser encobertas, suas reclamações, também, se revelarão naturalmente e sua humanidade degradada será completamente exposta. Mesmo assim, porém, você ainda se recusa a reconhecer a própria rebeldia, acreditando, ao contrário, que um Cristo tal como esse não é fácil de o homem aceitar, que Ele exige muito do homem, e que você se submeteria inteiramente se Ele fosse um Cristo mais bondoso. Vocês acreditam que a sua rebeldia é justificada, que vocês só se rebelam contra Ele quando Ele empurra vocês para longe. Nunca vocês cogitaram que não consideram Cristo como Deus, que carecem da intenção de obedecer-Lhe. Em vez disso, você insiste obstinadamente que Cristo opera de acordo com os seus desejos, e, assim que Ele faz uma única coisa que esteja em divergência com o seu pensamento, você acredita que Ele não é Deus, mas um homem. Não há muitos dentre vocês que têm rivalizado com Ele desse modo? Quem é, afinal, Aquele em que vocês acreditam? E de que maneira vocês buscam?

Extraído de ‘Aqueles que são incompatíveis com Cristo certamente são oponentes de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 305

Vocês sempre desejam ver Cristo, mas exorto-os a não se manterem em tão elevada estima; qualquer um pode ver Cristo, mas Eu digo que ninguém está apto a ver Cristo. Porque a natureza do homem está até a borda de mal, arrogância e rebeldia, no momento em que vir Cristo, sua natureza irá destruir você e condená-lo à morte. Sua associação com um irmão (ou uma irmã) pode não demonstrar muito sobre você, mas não é tão simples quando você se associa com Cristo. A qualquer momento, suas noções podem criar raiz, sua arrogância começar a brotar e sua rebeldia a produzir figos. Como você, com tal humanidade, pode estar apto a se associar com Cristo? Você é de fato capaz de tratá-Lo como Deus a cada momento de cada dia? Você terá verdadeiramente a realidade da submissão a Deus? Vocês adoram o Deus grandioso dentro de seu coração como Jeová, mas consideram o Cristo visível como um homem. O seu sentido é inferior demais e a sua humanidade demasiadamente degradada! Vocês são incapazes de considerar Cristo sempre como Deus; só ocasionalmente, quando do agrado de vocês, se agarram a Ele e O adoram como Deus. É por isso que Eu digo que vocês não são crentes em Deus, mas um bando de cúmplices daqueles que lutam contra Cristo. Até os homens que mostram bondade aos outros são recompensados, mas Cristo, que fez tal obra entre vocês, não recebeu nem o amor do homem, nem sua recompensa e submissão. Isso não é algo desolador?

Pode ser que, em todos os seus anos de fé em Deus, você nunca tenha amaldiçoado alguém, nem cometido uma má ação, mas em sua associação com Cristo você não pode falar a verdade, agir com honestidade, nem obedecer à palavra de Cristo; nesse caso, Eu digo que você é a pessoa mais sinistra e maliciosa do mundo. Você pode ser especialmente afável e devotado para com seus familiares, amigos, esposa (ou marido), filhos e filhas, e pais, e nunca se aproveitar dos outros, mas se você for incapaz de compatibilidade com Cristo, se você não for capaz de interagir em harmonia com Ele, então, até se você se doar inteiramente para socorrer o seu próximo ou se cuidar meticulosamente bem de seu pai, mãe e membros da família, ainda assim Eu diria que você é perverso, e além disso alguém cheio de truques ardilosos. Não se considere compatível com Cristo simplesmente porque se dá bem com os outros e faz algumas boas ações. Você acredita que sua intenção caridosa pode dar um jeito de obter as bênçãos do Céu? Você acha que fazer algumas boas ações é um substituto para sua obediência? Nenhum de vocês é capaz de aceitar tratamento e poda e vocês todos acham difícil abraçar a humanidade normal de Cristo, não obstante à qual você esteja constantemente alardeando sua obediência a Deus. Tal fé como a de vocês trará abaixo uma retribuição adequada. Parem de se deixar levar por ilusões extravagantes e de desejar ver Cristo, pois vocês são pequenos demais em estatura, de tal forma que nem sequer são dignos de vê-Lo. Quando você tiver se despojado completamente de sua rebeldia e for capaz de estar em harmonia com Cristo, naquele momento Deus aparecerá naturalmente a você. Se você for ver Deus sem ter sido submetido a poda ou julgamento, então você certamente se tornará um oponente de Deus e estará destinado à destruição. A natureza do homem é inerentemente hostil a Deus, pois todos os homens foram sujeitados à mais profunda corrupção de Satanás. Se o homem tenta se associar com Deus em meio à própria corrupção, é certo que nada de bom pode vir disso; suas ações e palavras certamente irão expor a sua corrupção a cada momento, e, em associação com Deus, sua rebeldia será revelada em todos os aspectos. Inconscientemente, o homem vem opor-se a Cristo, enganar Cristo e renunciar a Cristo; quando isso acontecer, o homem estará em um estado ainda mais precário e, se isso continuar, ele se tornará o objeto de punição.

Alguns podem acreditar que, se a associação com Deus é tão perigosa, então seria mais sábio manter Deus a distância. O que pessoas assim podem ganhar? Elas conseguem ser leais a Deus? Seguramente, a associação com Deus é muito difícil — mas é porque o homem é corrupto, não porque Deus seja incapaz de associar-Se com ele. Seria melhor que vocês dedicassem mais esforços à verdade do conhecimento próprio. Por que vocês não encontraram favor com Deus? Por que para Ele o caráter de vocês é abominável? Por que o discurso de vocês desperta Sua aversão? Assim que demonstram um pouco de lealdade, vocês cantam os próprios louvores e exigem uma recompensa por uma pequena contribuição; vocês menosprezam os outros enquanto mostram uma módica obediência, e se tornam desdenhosos de Deus ao realizarem alguma tarefa insignificante. Por terem recebido a Deus, vocês pedem dinheiro, dons e elogios. Seu coração dói quando você doa uma moeda ou duas; e quando doa dez, você almeja bênçãos e ser tratado com distinção. Uma humanidade como a de vocês é positivamente ofensiva de se falar ou ouvir falar. Existe alguma coisa louvável em suas palavras e ações? Aqueles que cumprem o seu dever e aqueles que não o cumprem; aqueles que lideram e aqueles que seguem; aqueles que recebem Deus e aqueles que não O recebem; aqueles que doam e aqueles que não doam; aqueles que pregam e aqueles que recebem a palavra, e assim por diante: todos esses homens louvam a si mesmos. Vocês não acham isso ridículo? Sabendo muito bem que acreditam em Deus, vocês, no entanto, não podem ser compatíveis com Deus. Sabendo muito bem que estão totalmente sem mérito, vocês insistem em se vangloriar mesmo assim. Vocês não percebem que sua sensatez se deteriorou a ponto de não terem mais autocontrole? Com tal sensatez, como podem estar aptos para a associação com Deus? Nessa conjuntura, vocês não temem por si mesmos? O caráter de vocês já se deteriorou a ponto de serem incapazes de compatibilidade com Deus. Sendo assim, a fé de vocês não é ridícula? A fé de vocês não é absurda? Como você vai lidar com seu futuro? Como você vai escolher qual senda tomar?

Extraído de ‘Aqueles que são incompatíveis com Cristo certamente são oponentes de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 306

Tenho expressado muitas palavras e também expressado a Minha vontade e o Meu caráter; mesmo assim, as pessoas ainda são incapazes de Me conhecer e de acreditar em Mim. Ou poderia se dizer que elas ainda são incapazes de Me obedecer. Aqueles que vivem pela Bíblia, aqueles que vivem pela lei, aqueles que vivem na cruz, aqueles que vivem de acordo com a doutrina, aqueles que vivem entre as obras que realizo hoje — quem deles é compatível Comigo? Vocês só pensam em receber bênçãos e recompensas e jamais dispensaram um pensamento sobre como ser realmente compatíveis Comigo ou como evitar entrar em inimizade contra Mim. Estou muito desapontado com vocês, pois lhes dei tanto e ganhei tão pouco de vocês. Sua enganação, sua arrogância, sua ganância, seus desejos extravagantes, sua traição, sua desobediência — qual dessas coisas poderia passar despercebida por Mim? Vocês são desleixados Comigo, vocês Me tapeiam, Me insultam, Me enganam, Me coagem, Me extorquem por sacrifícios — como tal maleficência poderia escapar à Minha punição? Toda essa maldade é prova de sua inimizade contra Mim e é prova de sua incompatibilidade Comigo. Cada um de vocês acredita ser bem compatível Comigo, mas, se assim fosse, a quem tal evidência irrefutável se aplicaria? Vocês acreditam que possuem a máxima sinceridade e lealdade a Mim. Vocês pensam que são tão bondosos, tão compassivos e que devotaram tanto a Mim. Vocês acham que fizeram o suficiente por Mim. Mas vocês já compararam tais crenças com as próprias ações? Digo que vocês são muito arrogantes, muito gananciosos, muito superficiais. Os truques com os quais vocês Me enganam são muito engenhosos e vocês têm muitas intenções e métodos desprezíveis. Sua lealdade é escassa demais, sua seriedade é irrisória demais e a sua consciência é ainda mais deficiente. Há malícia demais no coração de vocês e ninguém é poupado de sua malícia, nem mesmo Eu. Vocês Me excluem por causa de seus filhos, ou do seu marido, ou da própria autopreservação. Em vez de se importarem Comigo, vocês se importam com sua família, com os filhos, com o status, o futuro e a própria gratificação. Quando foi que vocês pensaram em Mim ao falar ou agir? Quando o tempo está frio, seus pensamentos se voltam para seus filhos, seu marido, sua esposa ou seus pais. Quando o tempo está quente, Eu também não tenho lugar em seus pensamentos. Ao cumprir o seu dever, você pensa nos próprios interesses, na própria segurança pessoal, nos membros de sua família. O que você já fez que tenha sido para Mim? Quando você sequer pensou em Mim? Quando já se devotou, a qualquer custo, a Mim e à Minha obra? Onde está a prova da sua compatibilidade Comigo? Onde está a realidade da sua lealdade a Mim? Onde está a realidade da sua obediência a Mim? Quando suas intenções não foram em prol de ganhar Minhas bênçãos? Vocês zombam de Mim e Me enganam, vocês brincam com a verdade, encobrem a existência da verdade e traem a substância da verdade. O que os aguarda no futuro, indo contra Mim dessa maneira? Vocês buscam simplesmente a compatibilidade com um Deus vago, buscam simplesmente uma crença vaga, mas não são compatíveis com Cristo. A maleficência de vocês não irá receber a mesma retribuição que os perversos merecem? Naquela hora, vocês irão perceber que ninguém que seja incompatível com Cristo pode escapar do dia da ira, vocês irão descobrir que espécie de retribuição será forjada àqueles que estiverem em inimizade com Cristo. Quando esse dia chegar, o sonho de serem abençoados por sua crença em Deus, de poderem entrar no céu, será todo despedaçado. No entanto, isso não ocorrerá com os que forem compatíveis com Cristo. Embora tenham perdido muito, embora tenham sofrido muita adversidade, eles receberão toda a herança que Eu legar à humanidade. Por fim, vocês irão entender que somente Eu sou o Deus justo e que somente Eu sou capaz de levar a humanidade a seu lindo destino.

Extraído de ‘Você deve buscar o caminho da compatibilidade com Cristo’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 307

Deus confiou muito aos humanos e também, de inúmeras maneiras, falou sobre a entrada deles. Mas como o calibre das pessoas é muito baixo, muitas das palavras de Deus não conseguiram fincar raízes. Há várias razões para esse baixo calibre, como a corrupção do pensamento e da moralidade humana e a falta de educação adequada; superstições feudais que dominaram o coração do homem; estilos de vida depravados e decadentes que alojaram muitos males nos cantos mais profundos do coração humano; uma percepção superficial de literacia cultural, com quase noventa e oito por cento das pessoas sem literacia cultural e, além disso, muito poucas recebendo níveis mais altos de educação cultural. Portanto, as pessoas basicamente não têm ideia do que significa Deus ou Espírito, mas têm somente uma imagem vaga e pouco clara de Deus adquirida a partir das superstições feudais. Influências perniciosas que milhares de anos de “elevado espírito de nacionalismo” deixaram no fundo do coração humano, bem como o pensamento feudal pelo qual as pessoas estão presas e acorrentadas, sem um pingo de liberdade, sem vontade de aspirar ou perseverar, sem desejo de progredir, ao contrário, permanecendo passivas e regressivas, entrincheiradas numa mentalidade de escravo, e assim por diante — esses fatores objetivos concederam um molde indelevelmente sujo e feio ao ponto de vista ideológico, aos ideais, à moralidade e ao caráter da humanidade. Ao que parece, os seres humanos estão vivendo em um mundo tenebroso de terrorismo, o qual nenhum deles busca transcender, e nenhum deles pensa em mudar para um mundo ideal; em vez disso, contentam-se com sua sorte na vida, em passar seus dias tendo e criando filhos, esforçando-se, suando, cuidando de suas tarefas, sonhando com uma família confortável e feliz, com afeto conjugal, com filhos amorosos, com alegria em seus derradeiros anos enquanto vivem pacificamente sua vida. Por dezenas, milhares, dezenas de milhares de anos até o presente momento, as pessoas têm desperdiçado seu tempo dessa maneira, sem que ninguém crie uma vida perfeita, todas com a intenção apenas de massacrar-se mutuamente neste mundo sombrio, na corrida pela fama e fortuna, e de fazer intrigas umas contra as outras. Quem já procurou obter a vontade de Deus? Alguém já prestou atenção à obra de Deus? Todas as partes da humanidade ocupadas pela influência das trevas há muito se tornaram a natureza humana; assim, é muito difícil realizar a obra de Deus, e as pessoas têm ainda menos coração para prestar atenção àquilo que Deus confiou a elas hoje. De qualquer forma, acredito que as pessoas não se importarão se Eu proferir estas palavras, já que o que estou falando é a história de milhares de anos. Falar de história significa falar de fatos e, além disso, escândalos que são óbvios para todos; então, por que dizer aquilo que é contrário aos fatos? Mas também acredito que, ao lerem estas palavras, pessoas razoáveis despertarão e lutarão pelo progresso. Deus espera que os seres humanos possam viver e trabalhar em paz e contentamento e, ao mesmo tempo, que eles possam amar a Deus. É a vontade de Deus que toda a humanidade possa entrar no descanso; mais do que isso, o preenchimento de toda a terra com a glória de Deus é o grande desejo Dele. É uma vergonha que os seres humanos permaneçam em profundo esquecimento e adormecidos, tão corrompidos por Satanás que hoje não têm mais a semelhança dos humanos. Assim, o pensamento, a moralidade e a educação humanos formam um elo importante, com o treinamento em literacia cultural compondo um segundo elo, para melhor elevar o calibre cultural dos seres humanos e mudar sua perspectiva espiritual.

Extraído de ‘Obra e entrada (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 308

Nas experiências de vida das pessoas, elas geralmente pensam em si mesmas: “Eu abandonei minha família e minha carreira para Deus, e o que Ele me deu? Devo fazer as contas e confirmar — recebi alguma bênção recentemente? Eu dei muito durante esse período, corri, corri e sofri muito — Deus me deu alguma promessa em troca? Ele Se lembrou das minhas boas ações? Qual será o meu fim? Posso receber as bênçãos de Deus?”… Toda pessoa constantemente faz tais cálculos em seu coração e elas fazem exigências a Deus que trazem em si suas motivações, ambições e uma mentalidade transacional. Isto quer dizer que, em seu coração, o homem está constantemente colocando Deus a prova, constantemente concebendo planos sobre Deus e constantemente argumentando a favor do seu próprio fim individual com Deus, e tentando extrair uma declaração de Deus, vendo se Deus pode ou não dar a ele o que ele quer. Ao mesmo tempo em que busca a Deus, o homem não trata Deus como Deus. O homem sempre tentou fazer acordos com Deus, fazendo exigências incessantes a Ele, e até mesmo pressionando-O a cada passo, tentando tomar um quilômetro depois de receber um centímetro. Ao mesmo tempo em que tenta fazer acordos com Deus, o homem também discute com Ele, e há até mesmo pessoas que, quando as provações lhes sobrevêm ou se encontram em certas situações, frequentemente se tornam fracas, passivas e negligentes em Sua obra, e cheias de reclamações sobre Deus. Desde o tempo em que o homem começou a acreditar em Deus, ele tem considerado que Deus é uma cornucópia, um canivete suíço, e considera-se o maior credor de Deus, como se tentar receber bênçãos e promessas de Deus fosse seu direito intrínseco e obrigação, enquanto a responsabilidade de Deus fosse proteger e cuidar do homem e prover para ele. Essa é a compreensão básica da “crença em Deus” de todos aqueles que acreditam em Deus, e tal é sua compreensão mais profunda do conceito de crença em Deus. Da natureza-essência do homem à sua busca subjetiva, não há nada que se relacione ao temor de Deus. O objetivo do homem em acreditar em Deus não poderia ter nada a ver com a adoração a Deus. Ou seja, o homem nunca considerou nem entendeu que a crença em Deus requer temer e adorar a Deus. À luz de tais condições, a essência do homem é óbvia. Qual é essa essência? É que o coração do homem é malicioso, abriga traição e engano, não ama a equidade e a justiça nem o que é positivo e é desprezível e ganancioso. O coração do homem não poderia estar mais fechado para Deus; ele não o entregou absolutamente a Deus. Deus nunca viu o verdadeiro coração do homem, nem jamais foi adorado pelo homem. Não importa quão grande seja o preço que Deus paga, ou quanta obra Ele executa, ou quanto Ele provê ao homem, o homem permanece cego e totalmente indiferente a tudo isso. O homem nunca entregou seu coração a Deus, ele só quer se importar com seu próprio coração, tomar suas próprias decisões — cujo significado implícito é que o homem não quer seguir o caminho de temer a Deus e se desviar do mal, nem de obedecer a soberania e arranjos de Deus, nem quer adorar a Deus como Deus. Tal é o estado do homem hoje.

Extraído de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 309

Muitas pessoas não se opõem a Deus e obstruem a obra do Espírito Santo porque não conhecem a variada e diversificada obra de Deus, e, além disso, porque possuem apenas uma pequena quantidade de conhecimento e doutrina para medir a obra do Espírito Santo? Embora as experiências de tais pessoas sejam superficiais, elas são arrogantes e indulgentes por natureza, e consideram a obra do Espírito Santo com desprezo, ignoram as disciplinas do Espírito Santo e, além disso, usam seus antigos argumentos triviais para confirmar a obra do Espírito Santo. Elas também encenam um ato, e estão totalmente convencidas de sua própria aprendizagem e erudição, e que são capazes de viajar pelo mundo. Não são essas as pessoas desprezadas e rejeitadas pelo Espírito Santo, não serão elas eliminadas pela nova era? Não são aquelas pessoas pequenas que, ignorantes e mal informadas, vêm diante de Deus e se opõem abertamente a Ele, e estão apenas tentando mostrar como são brilhantes? Com um conhecimento escasso da Bíblia, elas tentam atravessar para a “academia” do mundo; com uma doutrina superficial para ensinar as pessoas, elas tentam reverter a obra do Espírito Santo e tentam fazê-la girar em torno do próprio processo de pensamento. Míopes como são, tentam contemplar de relance seis mil anos da obra de Deus. Essas pessoas não têm nenhuma razão digna de se mencionar! De fato, quanto maior o conhecimento das pessoas sobre Deus, mais lentas elas são para julgar Sua obra. Além disso, elas só falam um pouco de seu conhecimento da obra de Deus hoje, e não são precipitadas em seus julgamentos. Quanto menos as pessoas sabem de Deus, mais arrogantes e presunçosas elas são, e mais arbitrariamente proclamam o ser de Deus; no entanto, elas só falam de teoria e não oferecem nenhuma evidência real. Essas pessoas não têm valor algum. Aqueles que veem a obra do Espírito Santo como uma brincadeira são frívolos! Aqueles que não são cautelosos quando encontram a nova obra do Espírito Santo, que são grosseiras, rápidas para julgar, que dão rédea livre ao seu instinto natural de negar a retidão da obra do Espírito Santo e que também a insultam e blasfemam contra ela — essas pessoas desrespeitosas não são ignorantes quanto à obra do Espírito Santo? Não são, além disso, de grande arrogância, inerentemente orgulhosas e ingovernáveis? Mesmo que chegue o dia em que essas pessoas aceitem a nova obra do Espírito Santo, ainda assim Deus não as tolerará. Não apenas elas desprezam aqueles que trabalham por Deus, mas também blasfemam contra o Próprio Deus. Essas pessoas imprudentes não serão perdoadas, seja nesta era ou na era vindoura, e perecerão para sempre no inferno! Essas pessoas desrespeitosas e indulgentes estão fingindo acreditar em Deus e, quanto mais são assim, mais provável é que ofendam os decretos administrativos de Deus. Não é que todos esses arrogantes, inatamente desenfreados e que nunca obedeceram a ninguém andam por essa senda? Eles não se opõem a Deus dia após dia, Aquele que é sempre novo e nunca é velho?

Extraído de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é a senda para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 310

O conhecimento de cultura e história antigas que abrange vários milhares de anos tem isolado o pensamento, as noções do homem e suas perspectivas mentais tão rigidamente a ponto de torná-los impermeáveis e não biodegradáveis.[1] As pessoas vivem no décimo oitavo círculo do inferno, onde, como se tivessem acabado de ser banidas por Deus para as masmorras, a luz pode nunca ser vista. O pensamento feudal oprimiu tanto as pessoas que elas mal conseguem respirar e estão sufocando. Elas não têm o menor pingo de força para resistir; tudo o que fazem é suportar e suportar em silêncio… Nunca alguém ousou lutar ou levantar-se pela retidão e pela justiça; as pessoas simplesmente vivem uma vida pior que a de um animal, sob os golpes e o abuso de uma ética feudal, dia após dia e ano após ano. Elas nunca pensaram em buscar Deus para desfrutar da felicidade no mundo humano. É como se as pessoas tivessem sido massacradas a ponto de serem como as folhas caídas no outono, murchas, desidratadas e de cor amarela-acastanhada. Desde há muito tempo as pessoas perderam a memória; elas vivem impotentes no inferno que é chamado de mundo humano, esperando a chegada do último dia para que eles possam perecer junto com esse inferno, como se o último dia pelo qual anseiam fosse aquele em que o homem desfrutará da paz repousante. A ética feudal tem levado a vida do homem ao “Hades”, enfraquecendo ainda mais o poder do homem para resistir. Todo tipo de opressão força o homem, passo a passo, a cair mais fundo no Hades, cada vez mais longe de Deus, até que hoje ele tenha se tornado um completo estranho para Deus e se apresse em evitá-Lo quando se encontram. O homem não presta atenção em Deus e O deixa ficar sozinho, de lado, como se o homem jamais O tivesse conhecido, nunca O tivesse conhecido antes. No entanto, Deus tem esperado pelo homem durante toda a longa jornada da vida humana, jamais lançando Sua fúria irreprimível contra ele, meramente esperando quieto, sem uma palavra, que o homem se arrependa e tenha um novo começo. Há muito tempo, Deus veio ao mundo humano para compartilhar os sofrimentos do mundo humano com o homem. Durante todos os anos em que Ele tem vivido com o homem, ninguém descobriu Sua existência. Deus apenas aguenta em silêncio a miséria da deterioração no mundo humano enquanto realiza a obra que Ele trouxe pessoalmente. Ele continua a aguentar por amor à vontade de Deus Pai e pelo bem das necessidades da humanidade, suportando sofrimentos nunca antes experimentados pelo homem. Na presença do homem, Deus o tem esperado silenciosamente, e na presença do homem, Ele tem Se humilhado, em nome da vontade do Deus Pai e também em prol das necessidades da humanidade. O conhecimento da cultura antiga sub-repticiamente roubou o homem da presença de Deus e o entregou para o rei dos diabos e sua progenitura. Os Quatro Livros e os Cinco Clássicos[a] levaram o pensamento e as noções do homem para uma outra era de rebeldia, fazendo com que ele adulasse ainda mais do que antes aqueles que compilaram o Livro/Clássico de Documentos e, como resultado, exacerbasse ainda mais suas noções sobre Deus. Sem o conhecimento do homem, o rei dos diabos, sem piedade, expulsou Deus do coração do homem e então o ocupou ele mesmo com exultação triunfante. Desde aquele tempo, o homem ficou possuído por uma alma feia e perversa e pelo semblante do rei dos diabos. Um ódio por Deus preencheu o seu peito, e a maldade vingativa do rei dos diabos se espalhou pela humanidade dia após dia, até que ele fosse totalmente consumido. O homem já não tinha mais a mínima liberdade e não tinha como se libertar das amarras do rei dos diabos. Ele não teve escolha senão ser preso no mesmo momento, se render e se prostrar em submissão em sua presença. Muito tempo atrás, quando o coração e a alma do homem ainda estavam em sua infância, o rei dos diabos plantou nele a semente do tumor do ateísmo, ensinando-lhe tais falácias como “estude ciência e tecnologia, realize as Quatro Modernizações; e não existe uma coisa como Deus neste mundo”. Não só isso, ele também brada em toda oportunidade: “Vamos confiar em nosso labor diligente para construir uma bela terra natal”, pedindo a todas as pessoas que estejam preparadas desde a infância para prestar serviço fiel ao seu país. Inconscientemente, o homem foi levado para sua presença, onde ele, sem hesitar, arrogou-se todo o crédito (quer dizer o crédito pertencente a Deus por manter toda a humanidade em Suas mãos). Ele jamais teve qualquer sentimento de vergonha. Além disso, sem nenhuma vergonha, ele capturou o povo de Deus e o arrastou de volta para a sua morada, onde pulou como um rato para cima da mesa e fez com que o homem o adorasse como Deus. Que bandido! Ele proclama coisas chocantes e escandalosas, tais como: “Não existe essa coisa de Deus no mundo. O vento vem das transformações de acordo com as leis da natureza; a chuva vem quando o vapor, encontrando as temperaturas frias, se condensa em gotas que caem na terra; um terremoto é um tremor na superfície da terra devido a mudanças geológicas; a seca acontece por conta da secura na atmosfera causada por erupções nucleares na superfície do sol. Esses são fenômenos naturais. Onde, em tudo isso, há um ato de Deus?”. Há até aqueles que berram declarações como as seguintes, declarações que não deveriam ser professadas: “O homem evoluiu de macacos no passado antigo, e o mundo de hoje vem de uma sucessão de sociedades primitivas que começou há aproximadamente um éon. Se um país se desenvolve ou declina depende inteiramente das mãos de seu povo”. Em segundo plano, ele faz o homem pendurá-lo na parede ou colocá-lo na mesa para prestar-lhe homenagens e fazer-lhe ofertas. Ao mesmo tempo em que grita: “Não há Deus”, ele se coloca como Deus, empurrando, com sumária grosseria, Deus para fora das fronteiras da terra, enquanto toma o lugar de Deus e assume o papel de rei dos diabos. Tão totalmente desprovido de razão! Ele faz com que as pessoas o odeiem até o tutano. Parece que Deus e ele são inimigos jurados e que os dois não podem coexistir. Ele faz planos para expulsar Deus, enquanto ele perambula livre, fora do alcance da lei.[2] Ele é mesmo o rei dos diabos! Como sua existência pode ser tolerada? Ele não descansará até ter bagunçado a obra de Deus e a deixado toda em uma balbúrdia completa,[3] como se quisesse se opor a Deus até o amargo fim, até que ou o peixe morra ou a rede se rompa, deliberadamente colocando-se contra Deus e apertando cada vez mais de perto. Sua face hedionda já há muito completamente desmascarada, agora está ferida e esmurrada[4] e numa condição lamentável, ainda assim ele não esmorece seu ódio por Deus, como se por devorar Deus numa só bocada ele será capaz de aliviar o ódio reprimido no coração. Como podemos tolerá-lo, esse inimigo de Deus? Só a sua erradicação e absoluta exterminação levarão o nosso desejo de vida à fruição. Como ele pode ter permissão para continuar correndo desenfreado? Ele corrompeu o homem a tal ponto que o homem já não conhece mais o sol celestial e se tornou amortecido e destituído de sentimento. O homem perdeu a razão humana normal. Por que não oferecer todo o nosso ser para destruí-lo e queimá-lo a fim de eliminar todas as preocupações com o futuro e permitir que a obra de Deus alcance o quanto antes um esplendor sem precedentes? Essa gangue de salafrários veio para o mundo dos homens e o reduziu a turbulência. Eles levaram toda a humanidade à beira do precipício, planejando em segredo empurrá-la para que se despedaçassem de modo que eles possam, então, devorar seus cadáveres. Eles esperam em vão romper o plano de Deus e entrar numa disputa com Ele, apostando tudo num único rolar dos dados.[5] Mas isso não é fácil mesmo! A cruz foi preparada, afinal, para o rei dos diabos, que é culpado dos crimes mais hediondos. Deus não pertence à cruz. Ele já a jogou de lado para o diabo. Há muito tempo agora que Deus Se ergueu vitorioso e já não sente pesar pelos pecados da humanidade, mas trará a salvação para toda a humanidade.

Extraído de ‘Obra e entrada (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Notas de rodapé:

1. “Não biodegradáveis” é usado como sátira aqui, significando que as pessoas são rígidas em seu conhecimento, cultura e aparência espiritual.

2. “Ele perambula livre, fora do alcance da lei” indica que o diabo fica furioso e fora de controle.

3. “Uma balbúrdia completa” refere-se a como o comportamento violento do diabo é insuportável de ver.

4. “Ferida e esmurrada” refere-se à cara feia do rei dos diabos.

5. “Apostando tudo num único rolar dos dados” significa colocar todo o dinheiro que se tem em uma única aposta esperando sair ganhando. Isso é uma metáfora para as tramas nefastas e sinistras do diabo. A expressão é usada de forma jocosa.

a. “Os Quatro Livros e os Cinco Clássicos” são os livros oficiais do confucionismo na China.

Palavras diárias de Deus Trecho 311

De cima a baixo e do começo ao fim, Satanás tem interrompido a obra de Deus e agido em oposição a Ele. Toda essa discussão em torno da “herança cultural antiga”, da valorização do “conhecimento da cultura antiga”, dos “ensinamentos do taoísmo e do confucionismo”, e dos “clássicos do confucionismo e os ritos feudais” levou o homem ao inferno. A ciência e a tecnologia avançadas dos dias de hoje, bem como a indústria, a agricultura e os negócios altamente desenvolvidos, não são vistos em lugar algum. Em vez disso, tudo que elas fazem é enfatizar os ritos feudais propagados pelos “macacos” do tempos antigos para deliberadamente interromper a obra de Deus, opor-se a ela e desmantelá-la. Não somente ele continuou a afligir o homem até hoje, como deseja até engolir[1] o homem inteiro. A transmissão de ensinamentos éticos e morais do feudalismo e passar adiante o conhecimento da cultura antiga infectaram a humanidade há muito tempo, transformando-a em demônios maiores e menores. Poucos são os que receberiam Deus de bom grado, poucos os que receberiam jubilosos a Sua vinda. A face de toda a humanidade está repleta de intenção assassina, e em todo lugar, um hálito mortal impregna o ar. Ela busca expulsar Deus desta terra; com facas e espadas em punho, ela se organiza em formação de batalha para “aniquilar” a Deus. Por toda essa terra do diabo, onde se ensina constantemente ao homem que não há Deus, há ídolos espalhados, e o ar acima está impregnado com um odor nauseante de papel e incenso queimando tão denso que chega a ser sufocante. Parece com o fedor de lodo que se eleva com o retorcer da serpente venenosa, tanto que não consegue evitar o vômito. Além disso, é possível ouvir fracamente o som de demônios malignos recitando as escrituras, um som que parece vir de longe no inferno, tanto que não se consegue impedir de tremer. Por toda parte nesta terra são instalados ídolos de todas as cores do arco-íris, transformando a terra em um mundo de prazeres sensuais, enquanto o rei dos diabos continua rindo maliciosamente, como se seu plano malicioso tivesse sido bem-sucedido. Entretanto, o homem permanece completamente alheio, nem tem a menor ideia de que o diabo já o corrompeu ao ponto em que se tornou insensato e cabisbaixo pela derrota. Ele deseja, com uma única varrida, apagar tudo sobre Deus e mais uma vez profaná-Lo e assassiná-Lo; sua intenção é derrubar e perturbar Sua obra. Como ele pode permitir que Deus seja de status igual? Como ele pode tolerar que Deus “interfira” na sua obra entre os homens na terra? Como ele pode permitir que Deus desmascare sua face hedionda? Como pode permitir que Deus ponha sua obra em desordem? Como pode esse diabo, apoplético de raiva, permitir que Deus tenha controle sobre sua corte imperial na terra? Como ele pode voluntariamente se curvar diante de Seu poder superior? Seu semblante hediondo foi revelado como realmente é, de modo que não se sabe se é para rir ou chorar, e do qual é verdadeiramente difícil falar. Essa não é a sua essência? Mesmo com uma alma feia, ele ainda acredita que é incrivelmente belo. Ah, essa gangue de cúmplices em crime![2] Eles descem para o domínio mortal para entregar-se aos prazeres e causar uma comoção, incitando tanto as coisas que o mundo se torna um lugar volúvel e inconstante e o coração do homem se enche de pânico e inquietação, e eles brincaram tanto com o homem que sua aparência se tornou a de uma besta desumana do campo, supremamente feia, e que perdeu o último traço do homem santo original. Além disso, eles desejam até assumir poder soberano na terra. Impedem tanto a obra de Deus que ela mal consegue se arrastar adiante e trancam o homem tão firmemente como paredes de bronze e aço. Depois de cometer tantos pecados graves e causar tantos desastres, eles ainda esperam outra coisa que não seja castigo? Os demônios e espíritos malignos têm corrido ensandecidamente na terra há algum tempo e isolaram a vontade e o esforço meticuloso de Deus de tal maneira que são impenetráveis. Verdadeiramente, isso é um pecado mortal! Como Deus pode não Se sentir ansioso? Como Deus pode não Se sentir furioso? Eles impediram a obra de Deus e se opuseram a ela gravemente: como são rebeldes! Mesmo os demônios maiores e menores se comportam como chacais nos calcanhares do leão e seguem a corrente maligna, inventando interrupções enquanto vão. Conhecem a verdade, mas deliberadamente se apõem a ela, esses filhos da rebelião! É como se, agora que seu rei do inferno ascendeu ao trono real, eles tivessem se tornado presunçosos e complacentes, tratando todos os outros com desprezo. Quantos dentre eles buscam a verdade e seguem a justiça? São todos animais, em nada melhores do que porcos e cães, na liderança de uma gangue de moscas fedorentas, balançando a cabeça em autocongratulação presunçosa e incitando todo tipo de problema,[3] no meio de um monte de esterco. Eles acreditam que seu rei do inferno é o maior rei de todos, mal sabendo que eles mesmos não passam de moscas fedorentas. Mesmo assim, tiram vantagem do poder dos porcos e cachorros que têm como pais para difamar a existência de Deus. Como moscas diminutas, acreditam que seus pais são tão grandes quanto baleias dentadas.[4] Pouco sabem que, enquanto elas mesmas são diminutas, seus pais são porcos e cães impuros centenas de milhões de vezes maiores que elas mesmas? Inconscientes da própria baixeza, dependem do fedor da putrefação que exsuda desses porcos e desses cães para correr desordenadamente, pensando, em vão, em procriar futuras gerações, alheios à vergonha. Com asas verdes nas costas (isso se refere a alegarem que acreditam em Deus), elas estão cheias de si e por toda parte se gabam da própria beleza e atração, enquanto secretamente arremessam as impurezas dos próprios corpos sobre o homem. Além disso, elas estão excessivamente satisfeitas consigo mesmas, como se pudessem usar um par de asas com as cores do arco-íris para esconder as próprias impurezas e, dessa maneira, aplicar sua opressão à existência do Deus verdadeiro (isso se refere ao que acontece nos bastidores do mundo religioso). Como saberia o homem que, apesar de encantadoramente belas como as asas da mosca possam ser, a mosca em si é, afinal de contas, nada mais que uma minúscula criatura, com uma barriga cheia de sujeira e um corpo coberto de germes? Com a força dos porcos e cães que têm como pais, elas correm ensandecidas pela terra (isso se refere à maneira como os oficiais religiosos que perseguem Deus confiam no apoio massivo do governo da nação para se rebelarem contra o verdadeiro Deus e a verdade), desenfreados em sua selvageria. É como se os fantasmas dos fariseus judaicos tivessem retornado com Deus à nação do grande dragão vermelho, de volta para seu antigo ninho. Eles iniciaram mais uma rodada de perseguição, retomando seu trabalho de vários milhares de anos atrás. Esse grupo de degenerados está condenado a perecer na terra, no fim! Parece que, depois de vários milênios, os espíritos impuros se tornaram ainda mais engenhosos e dissimulados. Eles sempre pensam em maneiras de sabotar a obra de Deus em segredo. Com truques e ardis em abundância, eles desejam reencenar em sua terra natal a mesma tragédia de vários milênios atrás, quase incitando Deus ao ponto de gritar. Ele mal consegue Se impedir de voltar ao terceiro céu e aniquilá-los. Para que ame a Deus, o homem precisa compreender Sua vontade, conhecer Suas alegrias e tristezas e entender o que é que Ele abomina. Fazer isso encorajará ainda mais a entrada do homem. Quanto mais rápida for a entrada do homem, mais cedo a vontade de Deus se satisfará; mais claro o homem enxergará o rei dos diabos, e mais ele se aproximará de Deus, para que o Seu desejo seja levado à fruição.

Extraído de ‘Obra e entrada (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Notas de rodapé:

1. “Engolir” refere-se ao comportamento cruel do rei dos diabos, que arrebata as pessoas por inteiro.

2. Os “cúmplices em crime” são da mesma laia do “bando de criminosos”.

3. “Incitando todo tipo de problema” refere-se ao modo como as pessoas que são demoníacas agem sem controle, obstruindo a obra de Deus e se opondo a ela.

4. “Baleias dentadas” é usada de forma jocosa. É uma metáfora sobre como as moscas são tão pequenas que porcos e cães parecem grandes como baleias para elas.

Palavras diárias de Deus Trecho 312

Durante milhares de anos, esta tem sido a terra da imundice, é insuportavelmente suja, a miséria abunda, fantasmas correm desenfreados por toda parte, enganando e iludindo, fazendo acusações infundadas,[1] sendo impiedosos e viciosos, pisoteando essa cidade fantasma e a deixando coberta de cadáveres; o fedor da decadência cobre a terra e permeia o ar, e é fortemente vigiada.[2] Quem é capaz de enxergar o mundo além dos céus? O diabo entrelaça firmemente todo o corpo do homem, apaga seus olhos e sela seus lábios com firmeza. O rei dos demônios tem causado alvoroço por vários milhares de anos até o dia de hoje, quando ainda mantém forte vigilância sobre a cidade fantasma, como se fosse um palácio de demônios impenetrável; enquanto isso, essa matilha de cães de guarda observa com olhos ferozes, com um profundo medo de que Deus os pegue desprevenidos e os extermine, deixando-os sem um lugar de paz e felicidade. Como as pessoas de uma cidade fantasma tal como essa puderam um dia ter visto Deus? Alguma vez já desfrutaram do carinho e da amabilidade de Deus? Que apreciação têm elas das questões do mundo humano? Quem entre elas é capaz de compreender a vontade ávida de Deus? Portanto, não é de surpreender que Deus encarnado continue completamente escondido: em uma sociedade obscura como esta, onde os demônios são impiedosos e desumanos, como o rei dos demônios, que mata pessoas sem piscar um olho, poderia tolerar a existência de um Deus que é amável, bondoso e também santo? Como poderia aplaudir e comemorar a chegada de Deus? Lacaios! Retribuem bondade com ódio, há muito desdenham de Deus, abusam de Deus, são selvagens ao extremo, não têm a menor consideração por Deus, saqueiam e pilham, perderam toda a consciência, contrariam toda consciência e tentam os inocentes à insensatez. Ancestrais dos antigos? Líderes adorados? Todos eles se opõem a Deus! Sua interferência deixou tudo que está debaixo do céu em estado de escuridão e caos! Liberdade religiosa? Direitos e interesses legítimos dos cidadãos? São todos truques para encobrir o pecado! Quem abraçou a obra de Deus? Quem entregou sua vida ou derramou seu sangue pela obra de Deus? Geração após geração, de pais para filhos, o homem escravizado tem escravizado Deus sem cerimônia — como isso poderia não incitar fúria? Milhares de anos de ódio estão concentrados no coração, milênios de pecaminosidade estão gravados no coração — como isso poderia não inspirar aversão? Vingue-Se Deus, elimine completamente Seu inimigo, não permita que ele continue a correr desenfreado, não permita mais que ele cause tantos problemas quanto deseje! Agora é a hora: desde muito o homem tem reunido toda a sua força, tem dedicado todos os seus esforços, tem pago cada preço para isto, para arrancar a face hedionda desse demônio e para permitir que as pessoas, que foram cegadas e suportaram todo tipo de sofrimento e dificuldade, se ergam de sua dor e deem as costas para esse velho diabo maligno. Por que erguer um obstáculo tão impenetrável para a obra de Deus? Por que usar diversos truques para enganar o povo de Deus? Onde estão a verdadeira liberdade e os direitos e interesses legítimos? Onde está a justiça? Onde está o conforto? Onde está a ternura? Por que usar esquemas ardilosos para enganar o povo de Deus? Por que usar força para suprimir a vinda de Deus? Por que não permitir que Deus circule livremente pela terra que Ele criou? Por que perseguir Deus até que Ele não tenha mais onde descansar a Sua cabeça? Onde está o calor entre os homens? Onde estão as boas-vindas entre as pessoas? Por que causar um anseio tão desesperado em Deus? Por que fazer Deus clamar vez após outra? Por que forçar Deus a se preocupar com Seu amado Filho? Nesta sociedade obscura, por que seus cães de guarda deploráveis não permitem que Deus venha e vá livremente no meio do mundo que Ele criou? Por que o homem não compreende, o homem que vive em meio a dor e sofrimento? Pelo bem de vocês, Deus suportou grande tormento, com muita dor Ele concedeu Seu amado Filho, Seu sangue e Sua carne, a vocês — então, por que vocês ainda fazem vista grossa? À plena vista de todos, vocês rejeitam a chegada de Deus e recusam a amizade de Deus. Por que vocês são tão inescrupulosos? Estão dispostos a suportar as injustiças em uma sociedade obscura como essa? Por que, em vez de encher sua barriga com milênios de inimizade, vocês se fartam com a “merda” do rei dos demônios?

Extraído de ‘Obra e entrada (8)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Notas de rodapé:

1. “Fazendo acusações infundadas” se refere aos métodos por meio dos quais o diabo prejudica as pessoas.

2. “Fortemente vigiada” indica que os métodos que o diabo usa para afligir as pessoas são particularmente perversos e controlam tanto as pessoas que elas não têm espaço para se mover.

Palavras diárias de Deus Trecho 313

Se as pessoas pudessem verdadeiramente ver com clareza a senda certa da vida humana, bem como o propósito da gestão da humanidade por Deus, elas não guardariam seu futuro e destino individuais como um tesouro em seu coração. Elas então não estariam mais interessadas em servir seus pais, que são piores que porcos e cães. O futuro e o destino do homem não são precisamente os chamados “pais” de Pedro dos dias atuais? São como carne e osso do homem. O que serão o destino e o futuro da carne exatamente? Serão ver Deus enquanto ainda estiver vivo, ou a alma se encontrar com Deus após a morte? A carne acabará amanhã em uma grande fornalha de tribulações, ou em conflagração? Perguntas tais como essas não estão preocupadas com se a carne do homem suportará infortúnio ou sofrerá notícias de maior importância com as quais qualquer um nesta corrente que tenha um cérebro e seja sensível esteja mais preocupado? (Aqui, sofrer refere-se a receber bênçãos; significa que provações futuras são benéficas para o destino do homem. Infortúnio refere-se a ser incapaz de se manter firme ou a ser enganado, ou significa que alguém deparará com situações desafortunadas e perderá a vida em meio a desastre, e que não há um destino adequado para a alma.) Embora os humanos tenham uma boa razão, talvez o que pensam não corresponda inteiramente àquilo com o qual sua razão deveria estar equipada. Isso ocorre porque todos eles estão bastante confusos e seguem as coisas cegamente. Eles todos devem ter uma compreensão completa daquilo em que devem entrar e, em particular, devem resolver no que se deve entrar durante a tribulação (isto é, durante o refinamento na fornalha), bem como com o que eles devem estar equipados durante as provações de fogo. Nem sempre sirvam seus pais (ou seja, a carne), que são como porcos e cães e são ainda piores que formigas e insetos. Para que agonizar sobre isso, pensar tanto e quebrar a cabeça? A carne não pertence a você, mas está nas mãos de Deus, que não só controla você, mas também comanda Satanás. (Isso significa que a carne originalmente pertence a Satanás. Por Satanás também estar nas mãos de Deus, só pode ser expressado dessa forma. É por isso que é mais persuasivo dizê-lo dessa maneira; sugere que os homens não estão inteiramente sob o império de Satanás, mas estão nas mãos de Deus.) Você está vivendo sob o tormento da carne — mas a carne pertence a você? Está sob seu controle? Por que se incomodar em quebrar a cabeça com isso? Por que se incomodar obsessivamente com súplicas a Deus para o bem da sua carne pútrida, que há muito foi condenada, amaldiçoada e profanada pelos espíritos impuros? Que necessidade há de sempre manter os associados de Satanás tão perto do seu coração? Você não receia que a carne poderia arruinar seu futuro atual, suas esperanças maravilhosas e o verdadeiro destino da sua vida?

Extraído de ‘O propósito de gerenciar a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 314

Hoje, o que vocês vieram a entender é mais elevado do que o de qualquer pessoa ao longo da história que não foi aperfeiçoada. Seja seu conhecimento das provações ou a crença em Deus, tudo é mais elevado do que o de qualquer crente em Deus. As coisas que vocês entendem são o que passam a saber antes de passarem pelas provações dos ambientes, mas a estatura real de vocês é completamente incompatível com elas. O que vocês sabem é mais elevado do que aquilo que colocam em prática. Apesar de dizerem que as pessoas que acreditam em Deus deveriam amar Deus e deveriam buscar não bênçãos, mas apenas satisfazer à vontade de Deus, o que se manifesta em sua vida está muito longe disso e foi grandemente manchado. A maioria das pessoas acredita em Deus em nome da paz e de outros benefícios. A menos que seja em seu benefício, você não acredita em Deus e, se não pode receber as graças de Deus, você fica amuado. Como aquilo que você disse pode ser a sua verdadeira estatura? Quando se trata de acontecimentos familiares inevitáveis tais como as crianças adoecerem, entes queridos serem internados, colheitas ruins a perseguição por membros da família — até essas questões cotidianas que acontecem frequentemente são demais para você. Quando essas coisas acontecem, você entra em pânico, não sabe o que fazer — e, na maior parte do tempo, reclama de Deus. Você reclama que as palavras de Deus o enganaram, que a obra de Deus zombou de você. Vocês não têm tais pensamentos? Acha que tais coisas só acontecem raramente entre vocês? Vocês passam todos os dias vivendo em meio a tais eventos. Vocês não dão a menor atenção ao sucesso da sua fé em Deus e a como satisfazer a vontade de Deus. Sua verdadeira estatura é pequena demais, ainda menor do que a de um pintinho. Quando a empresa da sua família perde dinheiro, você reclama de Deus, quando se encontra em um ambiente sem a proteção de Deus, continua reclamando de Deus, e reclama até quando um dos seus franguinhos morre ou quando uma vaca velha no curral adoece. Você reclama quando chega a hora de seu filho se casar, mas a sua família não tem dinheiro suficiente; você quer realizar o dever de anfitrião, mas não tem dinheiro para isso, e então você também reclama. Você transborda de reclamações, e, às vezes, você não vai às reuniões nem come e bebe as palavras de Deus por causa disso, às vezes, tornando-se negativo por um longo período. Nada que acontece com você hoje tem qualquer relação com as suas perspectivas ou destino; essas coisas também aconteceriam mesmo se não acreditasse em Deus, mas hoje você joga a responsabilidade por elas em Deus e insiste em dizer que Deus eliminou você. O que dizer de sua crença em Deus? Você realmente ofereceu sua vida? Se vocês sofressem as mesmas provações que Jó, nenhum entre vocês que seguem Deus hoje seria capaz de permanecer firme, todos cairiam. E existe simplesmente um mundo de diferença entre vocês e Jó. Hoje, se metade dos seus bens fosse confiscada, vocês ousariam negar a existência de Deus; se seu filho ou filha lhes fosse tirado, correriam pelas ruas gritando rudemente; se a sua única maneira de ganhar seu sustento chegasse a um beco sem saída, você tentaria discutir isso com Deus, você perguntaria por que Eu proferi tantas palavras no começo para assustá-lo. Não há nada que vocês não ousariam fazer em momentos assim. Isso mostra que vocês não ganharam quaisquer percepções verdadeiras e não têm estatura verdadeira. Assim, as provações em vocês são grandes demais, porque vocês sabem demais, mas o que entendem de verdade não é nem um milésimo daquilo de que estão cientes. Não parem com mera compreensão e mero conhecimento; é melhor verem o quanto realmente são capazes de colocar em prática, quanto do esclarecimento e da iluminação do Espírito Santo foi ganho por meio do suor do seu próprio trabalho duro e em quantas de suas práticas vocês realizaram sua própria determinação. Você deve levar sua estatura e prática a sério. Na sua crença em Deus, você não deveria tentar meramente agir sem se envolver por qualquer pessoa — se você pode, no fim, ganhar ou não a verdade e a vida depende de sua própria busca.

Extraído de ‘Prática (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 315

Algumas adornam-se bela, mas superficialmente: as irmãs se adornam tão lindas como flores e os irmãos se vestem como príncipes ou jovens dândis ricos. Eles só se importam com as coisas externas, como as coisas que comem e vestem; por dentro, estão desprovidos e não têm o mínimo conhecimento de Deus. Que sentido pode haver nisso? E, então, há aquelas pessoas que se vestem como pobres mendigos — realmente se parecem com escravos do leste asiático! Vocês não entendem mesmo o que é que Eu lhes peço? Conversem entre si: o que vocês ganharam de verdade? Vocês têm acreditado em Deus por todos esses anos, e mesmo assim isso é tudo que colheram — vocês não estão constrangidos? Não estão envergonhados? Vocês têm buscado no caminho verdadeiro por todos esses anos, mas hoje sua estatura é ainda mais baixa que a de um pardal! Vejam as jovens moças entre vocês, lindas como retratos em suas roupas e maquilagem, comparando-se umas com as outras — e o que comparam? Seu prazer? Suas exigências? Vocês acham que Eu vim recrutar modelos? Vocês não têm vergonha! Onde está a vida de vocês? O que vocês buscam não é somente o seu desejo próprio e extravagante? Você pensa que é tão bonita, mas, embora possa estar vestida com todo tipo de roupas finas, você não é, na verdade, um verme contorcido, nascido num monte de esterco? Hoje, você tem a sorte de desfrutar dessas bênçãos celestiais não por causa de seu lindo rosto, mas porque Deus está fazendo uma exceção ao elevar você. Ainda não lhe está claro de onde você veio? À menção de vida, você cala a boca e não diz nada, muda feito uma estátua, mas ainda tem a ousadia de se vestir bem! Ainda está propensa a aplicar blush e pó no rosto! E vejam os dândis entre vocês, homens voluntariosos que passam o dia inteiro passeando por aí, desregrados, com uma expressão displicente na cara. É assim que uma pessoa deveria se comportar? A que cada um de vocês, homem ou mulher, dedica sua atenção o dia todo? Vocês sabem de quem dependem para se alimentar? Olhe para sua roupa, olhe o que colheu em suas mãos, esfregue a barriga — que lucro teve com o preço de suor e sangue que você pagou por todos esses anos de fé? Você ainda pensa em ir passear, pensa em embelezar sua carne fedorenta — buscas inúteis! Pede-se que você seja uma pessoa normal, mas você não é simplesmente anormal, você é aberrante. Como pode tal pessoa ter a audácia de vir ante Mim? Com uma humanidade dessas, desfilando o seu charme e exibindo sua carne, vivendo sempre na luxúria da carne — você não é um descendente de demônios imundos e de maus espíritos? Eu não permitirei que um demônio tão imundo permaneça existindo por muito tempo! E não suponha que Eu não saiba o que você pensa em seu coração. Você pode manter sua luxúria e sua carne sob rígido controle, mas como Eu poderia não saber os pensamentos que você abriga em seu coração? Como Eu poderia não saber tudo que seus olhos desejam? Vocês, moças, não ficam tão bonitas com o propósito de desfilar sua carne? De que benefício os homens são para vocês? Eles realmente podem salvá-las do mar de aflição? Quanto aos dândis entre vocês, todos se vestem para parecer cavalheirescos e distintos, mas isso não é um ardil projetado para atrair a atenção para sua aparência elegante? Para quem vocês estão fazendo isso? De que benefício as mulheres são para vocês? Elas não são a fonte do pecado de vocês? Vocês, homens e mulheres, Eu lhes proferi muitas palavras, mas vocês acataram apenas um pouco delas. Seus ouvidos são surdos, seus olhos se tornaram turvos e o coração de vocês é duro a ponto de não haver nada além de luxúria no corpo de vocês, tanto que estão enredados nisso, incapazes de escapar. Quem quer se aproximar de vocês, vermes, vocês que se contorcem na imundície e na sujeira? Não se esqueçam de que vocês não são nada mais que aqueles que Eu elevei do monte de esterco, que vocês não eram possuidores, originalmente, de uma humanidade normal. O que Eu lhes peço é a humanidade normal que vocês não possuíam originalmente e não que vocês desfilem sua luxúria ou deem rédeas livres a sua carne rançosa, que foi treinada pelo diabo por tantos anos. Quando vocês se vestem assim, não temem que se tornarão mais profundamente enredados? Não sabem que originalmente vocês eram do pecado? Não sabem que o corpo de vocês está tão cheio de luxúria que ela até exsuda pela roupa de vocês, revelando seu estado como demônios insuportavelmente feios e imundos? Não é verdade que vocês sabem disso mais claramente que ninguém? O coração, os olhos e os lábios de vocês — não foram todos contaminados por demônios imundos? Essas partes de vocês não são imundas? Você acha que, enquanto não agir, então você é o mais santo de todos? Você acha que se vestir com roupas bonitas pode esconder a alma sórdida de vocês? Isso não funcionará! Eu os aconselho a ser mais realistas: não sejam fraudulentos e falsos e não se exibam. Vocês ostentam sua luxúria uns para os outros, mas tudo que receberão em troca é sofrimento eterno e castigo impiedoso! Que necessidade vocês têm de piscar os olhos uns para os outros e se entregar ao romance? É essa a medida da integridade de vocês, a extensão da sua retidão? Eu odeio aqueles entre vocês que se engajam em curandeirismo e feitiçaria; odeio os homens e mulheres jovens entre vocês que amam a própria carne. É melhor que vocês se contenham, porque agora é preciso possuir uma humanidade normal e vocês não têm permissão para ostentar a sua luxúria — no entanto, vocês usam todas as oportunidades que têm, pois sua carne é por demais abundante e a sua luxúria é grande demais!

Extraído de ‘Prática (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 316

Agora, se a busca de vocês foi efetiva ou não é medido pelo que vocês possuem no momento. É isso que é usado para determinar o desfecho de vocês; isso é o mesmo que dizer que o desfecho de vocês é revelado nos sacrifícios que fizeram e nas coisas que fizeram. Seu desfecho será dado a conhecer por sua busca, sua fé e o que vocês fizeram. Entre todos vocês, há muitos que estão fora da salvação, pois hoje é o dia de revelar o desfecho das pessoas e Eu não estarei confuso quanto à Minha obra; Eu não guiarei os que estão completamente sem salvação para a próxima era. Haverá um tempo em que Minha obra terá terminado. Eu não operarei naqueles cadáveres fedorentos e sem espírito que não podem ser salvos de maneira alguma; estes são os últimos dias da salvação do homem, e Eu não farei obra inútil. Não xinguem os Céus e a terra — o fim do mundo está chegando. É inevitável. As coisas chegaram até este ponto, e não há nada que você como ser humano possa fazer para impedi-las; você não pode mudar as coisas como bem desejar. Ontem, você não pagou o preço de buscar a verdade e não foi leal; hoje, a hora chegou, você está fora da salvação; e amanhã você será eliminado e não haverá margem para sua salvação. Embora Meu coração seja gentil e Eu esteja fazendo o Meu máximo para salvá-lo, se você não se esforçar da sua parte nem pensar nem um pouco em si, o que isso tem a ver Comigo? Aqueles que pensam somente em sua carne e desfrutam de conforto; aqueles que parecem acreditar, mas que não creem de verdade; aqueles que se engajam em curandeirismo e feitiçaria; aqueles que são promíscuos, esfarrapados e maltrapilhos; aqueles que roubam sacrifícios a Jeová e Suas posses; os que amam subornos; os que sonham ociosamente em subir ao céu; aqueles que são arrogantes e convencidos, que lutam apenas pela fama e fortuna pessoais; aqueles que espalham palavras impertinentes; aqueles que blasfemam contra o Próprio Deus; aqueles que não fazem nada além de tecer julgamentos contra o Próprio Deus e difamá-Lo; aqueles que formam grupos e buscam a independência; aqueles que se exaltam acima de Deus; aqueles homens e mulheres jovens, de meia-idade e mais velhos, frívolos, que estão enredados em licenciosidade; aqueles homens e mulheres que desfrutam de fama e fortuna pessoais e buscam status pessoal entre os outros; aquelas pessoas não arrependidas que estão presas no pecado — não estão eles, todos eles, fora da salvação? A licenciosidade, a pecaminosidade, o curandeirismo, a feitiçaria, a profanidade, as palavras impertinentes, tudo isso corre livre entre vocês; a verdade e as palavras de vida são pisoteadas no meio de vocês, e a linguagem santa é profanada entre vocês. Vocês, gentios, inchados de imundície e desobediência! Qual será o desfecho final de vocês? Como podem os que amam a carne, os que cometem feitiçaria da carne e os que estão enredados em pecado licencioso ter a audácia de continuar vivendo? Você não sabe que pessoas tais como vocês são vermes que estão fora da salvação? O que qualifica você para exigir isso e aquilo? Até hoje, não houve a menor mudança naqueles que não amam a verdade e só amam a carne — como tais pessoas podem ser salvas? Aqueles que não amam o caminho da vida, que não exaltam a Deus nem dão testemunho Dele, que tramam em prol do próprio status, que se louvam — não são ainda os mesmos, até hoje? Qual é o valor em salvá-los? Se você pode ser salvo não depende do tamanho de sua senioridade nem de quantos anos você tem trabalhado e muito menos depende de quantas credenciais você acumulou. Ao contrário, depende de sua busca ter frutificado. Você deve saber que aqueles que são salvos são as “árvores” que dão fruto, não as árvores com folhagem exuberante e flores abundantes que, no entanto, não geram fruto. Mesmo que você tenha passado muitos anos vagueando pelas ruas, o que isso importa? Onde está o seu testemunho? Sua reverência a Deus é muito menor que seu amor por si mesmo e seus desejos luxuriosos — esse tipo de pessoa não é um degenerado? Como pode ele ser um exemplo e modelo para a salvação? Sua natureza é incorrigível, você é rebelde demais, você está fora da salvação! Tais pessoas não são as que serão eliminadas? O tempo em que Minha obra estiver terminada não é o tempo da chegada de seu último dia? Eu fiz tanta obra e proferi tantas palavras entre vocês — quanto disso entrou verdadeiramente em seus ouvidos? A quanto disso você jamais obedeceu? Quando Minha obra terminar, esse será o tempo em que você parará de se opor a Mim, em que você parará de ficar contra Mim. Enquanto Eu opero, vocês agem contra Mim constantemente; vocês nunca acatam as Minhas palavras. Eu faço a Minha obra, e você faz o seu “trabalho”, fazendo o seu reinozinho próprio. Vocês não passam de uma matilha de raposas e cães, fazendo tudo em oposição a Mim! Estão constantemente tentando trazer aqueles que lhes oferecem seu amor exclusivo para dentro de seu abraço — onde está a reverência de vocês? Tudo que fazem é enganoso! Vocês não têm obediência nem reverência e tudo que fazem é enganoso e blasfemo! Tais pessoas podem ser salvas? Homens que são sexualmente imorais e lascivos sempre querem atrair meretrizes namoradeiras para si, para o próprio desfrute. Sem dúvida, Eu não salvarei tais demônios sexualmente imorais. Eu odeio vocês, demônios imundos, e a sua lascívia e coquetice os lançará no inferno. O que vocês têm a dizer sobre si mesmos? Vocês, demônios imundos e espíritos malignos, são repulsivos! São nojentos! Como um lixo desses poderia ser salvo? Aqueles que estão enredados no pecado ainda podem ser salvos? Hoje, essa verdade, esse caminho e essa vida não atraem vocês; ao contrário, vocês são atraídos pela pecaminosidade; pelo dinheiro; pela posição, fama e ganho; pelos prazeres da carne; pela beleza dos homens e pelos encantos das mulheres. O que qualifica vocês para entrarem em Meu reino? A imagem de vocês é ainda maior que a de Deus, o status de vocês é ainda maior que o de Deus, sem mencionar o prestígio de vocês entre os homens — vocês se tornaram um ídolo que as pessoas adoram. Vocês não se tornaram o arcanjo? Quando for revelado o desfecho das pessoas, que também será quando a obra de salvação chegará perto de seu fim, muitos desses entre vocês serão cadáveres sem salvação e devem ser eliminados. Durante a obra de salvação, Eu sou gentil e bom para com todas as pessoas. Quando a obra se concluir, o desfecho dos diferentes tipos de pessoas será revelado e, naquele momento, Eu não serei mais gentil e bom, pois o desfecho das pessoas terá sido revelado, e cada uma terá sido classificada de acordo com o seu tipo, e não adiantará nada fazer mais alguma obra de salvação, porque a era da salvação terá passado e, tendo passado, ela não voltará.

Extraído de ‘Prática (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 317

O homem tem vivido sob a mortalha da influência das trevas, preso em escravidão à influência de Satanás sem ter como fugir, e o caráter do homem, após ter sido processado por Satanás, está se tornando cada vez mais corrompido. Pode-se dizer que o homem sempre viveu com seu caráter satânico corrompido, incapaz de amar verdadeiramente a Deus. Sendo assim, se o homem deseja amar a Deus, precisa ser despojado de sua hipocrisia, presunção, arrogância, convencimento e coisas semelhantes — todas as quais pertencem ao caráter de Satanás. Caso contrário, o amor do homem será um amor impuro, um amor satânico que não pode, de modo algum, receber a aprovação de Deus. Sem ser diretamente aperfeiçoado, lidado, quebrado, podado, disciplinado, castigado ou refinado pelo Espírito Santo, ninguém é capaz de amar verdadeiramente a Deus. Se você diz que uma parte de seu caráter representa Deus e, portanto, você é capaz de amar verdadeiramente a Deus, então você fala com arrogância e é um homem irracional. Tais pessoas são o arcanjo! A natureza inata do homem é incapaz de representar Deus diretamente; ele deve abandonar sua natureza inata por meio da perfeição de Deus e somente então — somente cuidando da vontade de Deus, cumprindo a Sua vontade e, além disso, submetendo-se à obra do Espírito Santo — seu viver poderá ser aprovado por Deus. Ninguém que vive na carne é capaz de representar Deus diretamente, a menos que seja um homem usado pelo Espírito Santo. Entretanto, mesmo para uma pessoa como essa, não se pode dizer que seu caráter e o que ela vive representa completamente Deus; pode-se apenas dizer que o que ela vive é dirigido pelo Espírito Santo. O caráter de tal homem é incapaz de representar Deus.

Embora o caráter do homem seja ordenado por Deus — isso é inquestionável e pode ser considerado uma coisa positiva — ele foi processado por Satanás, portanto todo o caráter do homem é o caráter de Satanás. Algumas pessoas dizem que o caráter de Deus é direto ao fazer as coisas, e que isso também é manifesto nelas, que seu caráter é assim também, portanto dizem que seu caráter representa Deus. Que tipo de pessoa são essas? O caráter satânico corrompido é capaz de representar Deus? Quem quer que declare que seu caráter representa Deus blasfema contra Deus e insulta o Espírito Santo! O método com o qual o Espírito Santo opera mostra que a obra que Deus faz na terra é unicamente a obra de conquista. Como tais, os muitos caracteres satânicos do homem ainda têm de ser purificados, o que ele vive ainda é a imagem de Satanás, é o que o homem crê ser bom, e representa as ações da carne do homem; mais precisamente, representa Satanás, e absolutamente não pode representar Deus. Mesmo que um homem já ame a Deus a ponto de ser capaz de desfrutar de uma vida celestial na terra, de fazer declarações como: “Ó, Deus! Não consigo amá-Lo o suficiente”, e tenha alcançado o reino mais alto, ainda não se pode dizer que ele vive Deus ou representa Deus, pois a substância do homem é diferente da de Deus, e o homem nunca pode viver Deus, tampouco se tornar Deus. O que o Espírito Santo orienta o homem a viver está apenas de acordo com o que Deus pede ao homem.

Todas as ações e feitos de Satanás se manifestam no homem. Hoje, todas as ações e feitos do homem são uma expressão de Satanás e, portanto, não podem representar Deus. O homem é a corporificação de Satanás, e o caráter do homem é incapaz de representar o caráter de Deus. Alguns homens têm bom caráter; Deus pode fazer alguma obra através do caráter de tais homens, e a obra que eles realizam é dirigida pelo Espírito Santo. No entanto, seu caráter é incapaz de representar Deus. A obra realizada neles por Deus somente consiste em operar com e desenvolver o que já existe em seu interior. Sejam profetas em tempos remotos ou aqueles usados por Deus, ninguém pode representá-Lo diretamente. Todos os homens vêm a amar a Deus apenas sob a coação das circunstâncias, e nenhum se empenha em cooperar por vontade própria. O que são coisas positivas? Tudo o que vem diretamente de Deus é positivo; no entanto, o caráter do homem foi processado por Satanás e não pode representar Deus. Somente o amor, a disposição para sofrer, a justiça, submissão, humildade e ocultabilidade do Deus encarnado diretamente representam Deus. Isso porque, quando veio, Ele não tinha uma natureza pecaminosa e veio diretamente de Deus, sem ter sido processado por Satanás. Jesus apenas Se assemelha à carne pecaminosa e não representa o pecado; portanto, Suas ações, atos e palavras, até o período anterior à realização de Sua obra por meio da crucificação (incluindo o momento de Sua crucificação), são todos representativos de Deus diretamente. O exemplo de Jesus é suficiente para provar que qualquer homem com uma natureza pecaminosa não pode representar Deus, e que o pecado do homem representa Satanás. Ou seja, o pecado não representa Deus, e Deus é sem pecado. Mesmo a obra efetuada no homem pelo Espírito Santo só pode ser considerada como tendo sido dirigida pelo Espírito Santo, e não se pode dizer que foi realizada pelo homem em nome de Deus. Mas, no que diz respeito ao homem, nem o seu pecado, nem o seu caráter representam Deus. Ao contemplar a obra que o Espírito Santo realizou no homem desde o passado até o dia atual, é possível ver que o homem tem aquilo que vive porque o Espírito Santo tem feito obra nele. Pouquíssimos são capazes de viver a verdade depois de serem lidados e disciplinados pelo Espírito Santo. Ou seja, só a obra do Espírito Santo está presente; a cooperação por parte do homem está ausente. Você enxerga isso com clareza agora? Assim sendo, o que você deve fazer para dar o máximo de si a fim de trabalhar em conjunto com o Espírito Santo, enquanto Ele opera, e, dessa forma, cumprir o seu dever?

Extraído de ‘O homem corrupto é incapaz de representar Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 318

Sua crença em Deus, sua busca da verdade e até mesmo a maneira como você se comporta devem ser baseadas na realidade: tudo o que você faz deve ser prático, e você não deve buscar coisas que são ilusórias e fantasiosas. Não há valor em se comportar dessa maneira e, além disso, tal vida não tem significado. Já que sua busca e sua vida se passam no meio de nada mais além de falsidade e engano e você não busca coisas que têm valor e significado, a única coisa que você ganha é um raciocínio e uma doutrina absurdos que não são da verdade. Tais coisas não têm relação com o significado e o valor de sua existência e só podem levá-lo a um reino vazio. Dessa forma, toda sua vida será sem qualquer valor ou significado — e se você não buscar uma vida de significado, você poderia viver cem anos, e tudo seria em vão. Como isso poderia ser chamado uma vida humana? Não é, na verdade, a vida de um animal? Semelhantemente, se vocês tentarem seguir a senda da crença em Deus, mas não tentarem buscar o Deus que pode ser visto e, em vez disso, adorarem um Deus invisível e intangível, essa busca não será ainda mais fútil? No final, sua busca se tornará um monte de ruínas. Qual o benefício dessa busca para você? O maior problema com o homem é que ele só ama coisas que ele não pode ver nem tocar, coisas que são sumamente misteriosas e maravilhosas e que são inimagináveis para o homem e inalcançáveis para meros mortais. Quanto mais irrealistas são essas coisas, mais elas são analisadas pelas pessoas, que até mesmo as buscam alheias a todo o resto e tentam obtê-las. Quanto mais irrealistas são, mais de perto as pessoas as examinam e analisam, chegando até a inventar suas próprias ideias exaustivas sobre elas. Pelo contrário, quanto mais realistas são, mais as pessoas se torna desdenhosas delas; elas simplesmente torcem o nariz para elas e até mesmo as desprezam. Essa não é precisamente a atitude de vocês em relação à obra realista que faço hoje? Quanto mais realistas são essas coisas, mais preconceituosos vocês são contra elas. Vocês não gastam tempo algum para examiná-las, mas simplesmente as ignoram; vocês menosprezam essas exigências realistas e de baixo padrão e até mesmo abrigam muitas noções sobre esse Deus que é tão real e são simplesmente incapazes de aceitar Sua realidade e normalidade. Dessa forma, vocês não se apegam a uma crença vaga? Vocês têm uma crença inabalável no Deus vago de épocas passadas e nenhum interesse pelo Deus real de hoje. Isso não seria porque o Deus de ontem e o Deus de hoje pertencem a duas eras diferentes? Não seria também porque o Deus de ontem é o exaltado Deus do céu, enquanto o Deus de hoje é um minúsculo ser humano na terra? Não seria, ainda mais, porque o Deus adorado pelo homem é aquele produzido por suas noções, enquanto o Deus de hoje é feito de carne real produzida na terra? No final das contas, não seria porque o Deus de hoje é real demais que o homem não O busca? Pois o que o Deus de hoje pede das pessoas é precisamente o que as pessoas estão menos dispostas a fazer e que as faz se sentirem envergonhado. Isso não é dificultar as coisas para as pessoas? Isso não expõe suas cicatrizes? Dessa forma, muitos dos que não buscam a realidade se tornam inimigos de Deus encarnado e se tornam anticristos. Esse não é um fato óbvio? No passado, quando Deus ainda não tinha Se tornado carne, você pode ter sido uma figura religiosa ou um crente devoto. Depois que Deus Se tornou carne, muitos crentes devotos tornaram-se inconscientemente o anticristo. Você sabe o que está acontecendo aqui? Na sua crença em Deus, você não se concentra na realidade nem busca a verdade, mas fica obcecado por falsidades — essa não é a fonte mais clara de sua inimizade para com o Deus encarnado? Deus encarnado é chamado de Cristo, então, todos aqueles que não acreditam em Deus encarnado não seriam anticristos? Então, esse em que você acredita e que você ama é realmente esse Deus na carne? É realmente esse Deus vivo que respira e que é o mais realista e extraordinariamente normal? Qual é, exatamente, o objetivo de sua busca? Está no céu ou na terra? É uma noção ou é a verdade? É Deus ou algum ser sobrenatural? De fato, a verdade é o mais real dos aforismos da vida e o mais alto de tais aforismos entre toda a humanidade. Por ser a exigência que Deus faz ao homem e a obra realizada pessoalmente por Deus, ela é chamada de “aforismo da vida”. Não é um aforismo resumido de alguma coisa nem uma citação famosa de uma grande personalidade. Em vez disso, é a declaração para a humanidade do Mestre dos céus e da terra e de todas as coisas; não são algumas palavras resumidas pelo homem, mas a vida inerente de Deus. E assim é chamado “o mais alto de todos os aforismos da vida”. A busca das pessoas de colocar a verdade em prática é o desempenho de seu dever, isto é, a busca de satisfazer a exigência de Deus. A essência desse requisito é a mais real de todas as verdades, não uma doutrina vazia que não pode ser alcançada por ninguém. Se a sua busca não é nada além de doutrina e não contém realidade, você não está se rebelando contra a verdade? Você não é alguém que ataca a verdade? Como tal pessoa poderia buscar amar a Deus? Pessoas que estão fora da realidade são aquelas que traem a verdade e são todas inerentemente rebeldes!

Extraído de ‘Somente aqueles que conhecem Deus e Sua obra podem satisfazer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 319

Todos vocês desejam ser recompensados diante de Deus e favorecidos por Ele; todos esperam essas coisas quando começam a ter fé em Deus, pois todo mundo se preocupa em buscar coisas mais elevadas, e ninguém quer ficar atrás dos demais. Esse é o jeito do ser humano. Justamente por esse motivo, muitos de vocês estão constantemente tentando obter o favor do Deus no céu, mas, na verdade, a lealdade e a candura de vocês para com Deus são bem menores do que sua lealdade e candura para consigo. Por que digo isso? Porque não reconheço sua lealdade para com Deus de jeito nenhum e, ademais, nego a existência do Deus que existe no coração de vocês. Isso quer dizer que o Deus que vocês cultuam, o Deus vago que vocês admiram, nem mesmo existe. A razão pela qual posso afirmar isso tão definitivamente é que vocês estão longe demais do verdadeiro Deus. A razão de vocês terem lealdade é o ídolo dentro do seu coração; quanto a Mim, o Deus que aparece como não sendo nem grande nem pequeno aos olhos de vocês, tudo que vocês fazem é reconhecer-Me com palavras. Quando falo da grande distância entre vocês e Deus, estou Me referindo à distância que os separa do verdadeiro Deus, ao passo que o Deus vago parece estar ao alcance da mão. Quando digo “nem grande”, refiro-Me ao fato de que o Deus no qual vocês creem hoje parece ser apenas um homem sem grandes habilidades, uma pessoa que não é muito elevada. E quando digo “nem pequeno”, isso significa que, embora este homem não tenha o poder de convocar o vento nem de comandar a chuva, Ele, não obstante, é capaz de invocar o Espírito de Deus para fazer uma obra que abala o céu e a terra, deixando o ser humano completamente confuso. Exteriormente, todos vocês parecem ser muito obedientes a esse Cristo na terra, mas, em substância, vocês não têm fé Nele nem O amam. O que quero dizer é que o Deus em quem vocês realmente creem é aquele Deus vago dos seus sentimentos, e o Deus que vocês realmente amam é o Deus pelo qual anseiam dia e noite sem nunca tê-Lo visto em pessoa. A fé que vocês têm nesse Cristo é meramente uma fração, e seu amor por Ele não é nada. Ter fé significa crer e confiar; amor significa adoração e admiração no coração, sem se afastar. Contudo, a fé que vocês têm em Cristo e o amor que sentem por Ele hoje deixam a desejar nesse sentido. Quando se trata da fé, como é a fé que vocês têm Nele? Quando se trata do amor, de que maneira vocês O amam? Vocês simplesmente não têm compreensão do Seu caráter e conhecem ainda menos Sua substância, então como podem ter fé Nele? Onde está a realidade da sua fé Nele? Como vocês O amam? Onde está a realidade do amor que sentem por Ele?

Muitos Me seguiram sem hesitação até o dia de hoje. E vocês também sofreram muita fadiga durante esses muitos anos. O caráter inato e os hábitos de cada um, Eu captei com total clareza; interagir com cada um de vocês foi tremendamente árduo. Pena que, embora Eu tenha captado muitas coisas sobre vocês, vocês não Me entendem nem um pouco. Não admira as pessoas dizerem que vocês foram enganados por um homem em um momento de confusão. De fato, vocês não entendem nada do Meu caráter, muito menos são capazes de sondar o que se passa na Minha mente. Hoje, os mal-entendidos de vocês sobre Mim estão aumentando como bolas de neve, e sua fé em Mim continua sendo uma fé confusa. Em vez de dizer que vocês têm fé em Mim, seria mais adequado dizer que todos vocês estão tentando obter Meu favor e adular-Me. Suas motivações são bem simples: “Seguirei a quem quer que possa me recompensar e crerei em quem quer que possa me capacitar a escapar dos grandes desastres, seja ele Deus ou qualquer Deus”. Nada disso diz respeito a Mim. Há muitas pessoas como essas no meio de vocês, e esse estado é muito sério. Se um dia for feito um teste para ver quantos de vocês têm fé em Cristo por terem percepção de Sua substância, Eu temo que nenhum de vocês seja capaz de fazer as coisas como Eu quero. Assim, não faria mal se cada um de vocês considerar esta pergunta: o Deus no qual vocês creem é imensamente diferente de Mim e, sendo assim, qual é, então, a essência dessa sua fé em Deus? Quanto mais vocês crerem nesse seu suposto Deus, tanto mais se afastarão de Mim. Qual é, então, o cerne da questão? Tenho certeza de que nenhum de vocês sequer chegou a considerar essa questão, mas vocês se dão conta da gravidade dela? Vocês já pararam para pensar nas consequências de continuar com essa maneira de crer?

Extraído de ‘Como conhecer o Deus na terra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 320

Aprecio muito quem não nutre suspeita de outras pessoas e também gosto muito de quem prontamente aceita a verdade; demonstro grande zelo por esses dois tipos de pessoas, porque, a Meu ver, são pessoas honestas. Se for muito enganador, você terá um coração defensivo e pensamentos de suspeita em relação a todos os assuntos e a todas as pessoas, e por isso sua fé em Mim será edificada sobre um fundamento de suspeição. Eu jamais poderia reconhecer tal fé. Sem ter fé genuína, vocês se distanciarão ainda mais do amor real. E, se está propenso a duvidar de Deus e especular sobre Ele a bel-prazer, você, sem dúvida, é a mais enganadora de todas as pessoas. Você especula se Deus pode ser como um ser humano: imperdoavelmente pecaminoso, de caráter mesquinho, desprovido de equidade e razão, carente de um senso de justiça, dado a táticas viciosas, traiçoeiro e astuto, que se agrada com o mal e com a escuridão, e assim por diante. A razão de o homem ter tais pensamentos não é por não ter o menor conhecimento de Deus? Esse tipo de fé nada é senão pecado! Aliás, há até alguns que creem que aqueles que Me agradam não passam de aduladores e bajuladores e que quem carece dessas habilidades não será bem-vindo e perderá seu lugar na casa de Deus. Esse é todo o conhecimento que vocês juntaram nesses anos todos? É isso que vocês ganharam? E o conhecimento que vocês têm sobre Mim não se limita a esses mal-entendidos; ainda pior é a sua blasfêmia contra o Espírito de Deus e o seu aviltamento do Céu. Essa é a razão de Eu dizer que tal tipo de fé como a de vocês apenas os levará a afastar-se ainda mais de Mim e a intensificar sua oposição a Mim. Durante muitos anos de trabalho, vocês viram muitas verdades, mas vocês sabem o que Meus ouvidos captaram? Quantos de vocês estão dispostos a aceitar a verdade? Todos vocês acreditam que estão dispostos a pagar o preço da verdade, mas quantos realmente sofreram pela verdade? Tudo o que existe no coração de vocês é iniquidade e, em consequência, creem que qualquer um, não interessa quem seja, é enganador e desonesto — a ponto de acreditarem que o Deus encarnado, como um homem normal, seria desprovido de um coração gentil e de amor benevolente. E mais, vocês creem que um caráter nobre e uma natureza misericordiosa e benevolente só existem dentro do Deus no céu. Vocês acreditam que um santo assim não existe, que só as trevas e o mal reinam na terra, ao passo que Deus é algo em que o ser humano deposita seu anseio pelo bem e o belo, uma figura lendária fabricada por ele. Na mente de vocês, o Deus no céu é muito correto, justo e grandioso, digno de culto e admiração; este Deus na terra não passa de um substituto e um instrumento do Deus no céu. Vocês acreditam que este Deus não pode ser equivalente ao Deus no céu, menos ainda ser mencionado no mesmo fôlego com Ele. Quando se trata da grandiosidade e da honra de Deus, estas pertencem à glória do Deus no céu, mas quando se trata da natureza e da degeneração do ser humano, estas são atributos nos quais o Deus na terra tem parte. O Deus no céu é para sempre imponente, ao passo que o Deus na terra é para sempre insignificante, fraco e incompetente. O Deus no céu não é dado à emoção, unicamente à justiça, ao passo que o Deus na terra só tem motivações egoístas e é desprovido de toda equidade ou razão. O Deus no céu não tem a mais leve desonestidade e é para sempre confiável, ao passo que o Deus na terra sempre tem um lado desonesto. O Deus no céu ama muito o homem, ao passo que o Deus na terra mostra ao homem um cuidado inadequado, até negligenciando-o inteiramente. Por muito tempo, esse conhecimento errôneo ficou guardado no coração de vocês, e pode também se perpetuar no futuro. Vocês consideram todos os feitos de Cristo do ponto de vista do injusto e avaliam toda a Sua obra, bem como Sua identidade e substância, da perspectiva do perverso. Vocês cometeram um erro grave e fizeram o que nunca tinha sido feito por aqueles que vieram antes de vocês. Ou seja, vocês só servem ao imponente Deus no céu que tem uma coroa na cabeça e nunca dão atenção ao Deus que consideram tão insignificante que chega a ser invisível para vocês. Esse não é o pecado de vocês? Isso não é um exemplo clássico da sua ofensa ao caráter de Deus? Vocês cultuam o Deus no céu. Vocês adoram imagens imponentes e apreciam os que se distinguem por sua eloquência. Vocês se deixam comandar alegremente pelo Deus que enche suas mãos de riquezas e anseiam pelo Deus que pode satisfazer cada um dos seus desejos. O Único ao qual você não presta culto é este Deus que não é imponente; a única coisa que você odeia é ser associado com este Deus que ninguém pode ter em alta conta. A única coisa que você não está disposto a fazer é servir a este Deus que nunca lhe deu um centavo sequer, e o Único que é incapaz de fazer você suspirar por Ele é este Deus desagradável. Esse tipo de Deus não poderá capacitá-lo a ampliar seus horizontes, fazê-lo sentir-se como se tivesse achado um tesouro, muito menos satisfazer sua vontade. Por que, então, você O segue? Você já parou para pensar em perguntas como essa? O que você está fazendo não ofende apenas este Cristo; mais importante ainda, ofende também o Deus no céu. Penso que não é esse o propósito da fé que vocês têm em Deus!

Extraído de ‘Como conhecer o Deus na terra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 321

Vocês desejam muito que Deus Se agrade de vocês, mas estão muito longe Dele. Qual é o problema aqui? Vocês aceitam apenas Suas palavras, mas não Seu tratamento nem Sua poda, muito menos são capazes de aceitar cada um de Seus arranjos, de ter fé completa Nele. Então, qual é o problema aqui? Em última análise, a fé de vocês é uma casca de ovo vazia que nunca produzirá um pintinho. Pois sua fé não lhes trouxe a verdade nem lhes deu a vida, mas, em vez disso, proporcionou-lhes uma sensação ilusória de sustento e esperança. É essa sensação de sustento e esperança o propósito de vocês em crerem em Deus, não a verdade e a vida. Portanto, Eu digo que o curso da fé que vocês têm em Deus não vai além de tentar obter o favor de Deus mediante servilismo e falta de vergonha, e isso não pode, de modo algum, ser considerado fé verdadeira. Como pode um pintinho nascer de uma fé como essa? Em outras palavras, o que esse tipo de fé pode realizar? O propósito da sua fé em Deus é usá-Lo para concretizar seus objetivos. Isso não é um fato adicional da sua ofensa contra o caráter de Deus? Vocês creem na existência do Deus no céu, mas negam a do Deus na terra, todavia não reconheço os pontos de vista de vocês; Eu só elogio as pessoas que mantêm os pés no chão e servem ao Deus na terra, mas nunca aquelas que nunca reconhecem o Cristo que está na terra. Não importa quanto essas pessoas sejam leais ao Deus no céu, no final das contas, elas não escaparão da Minha mão que pune os perversos. Esses homens são os perversos; são os perversos que se opõem a Deus e nunca obedeceram a Cristo de bom grado. É claro que seu número abrange todos os que não conhecem e, além disso, não reconhecem Cristo. Você acredita que pode agir como lhe agrada em relação a Cristo enquanto for leal ao Deus no céu? Errado! Sua ignorância a respeito de Cristo é ignorância a respeito do Deus no céu. Não importa quanto você seja leal ao Deus no céu, isso é mera conversa fiada e fingimento, pois o Deus na terra é instrumental não só para que o homem receba a verdade e um conhecimento mais profundo, mas, além disso, é instrumental na condenação do homem e, depois disso, na apreensão dos fatos para punição dos perversos. Você entendeu as decorrências benéficas e prejudiciais disso? Você as experimentou? Desejo que vocês logo venham a entender esta verdade: para conhecer Deus, vocês têm de conhecer não só o Deus no céu, mas também — e isso é até mais importante — o Deus na terra. Não confundam suas prioridades nem permitam que o secundário se sobreponha ao principal. Esse é o único modo de você estabelecer uma boa relação com Deus, tornar-se mais íntimo de Deus e aproximar seu coração Dele. Se você tem sido uma pessoa de fé por muitos anos e esteve por longo tempo associado Comigo, mas continua longe de Mim, então Eu digo que deve acontecer de você muitas vezes ofender o caráter de Deus e que será muito difícil calcular qual será o seu fim. Se os longos anos de associação Comigo não só não conseguiram transformar você em uma pessoa que tem humanidade e verdade, mas, ao contrário, fixaram seus maus caminhos dentro de sua natureza, e você não só tem duas vezes mais arrogância do que tinha antes, mas seus mal-entendidos a Meu respeito também se multiplicaram, de tal modo que você vem a Me considerar como seu pequeno assistente, então Eu digo que sua aflição não é mais superficial, mas já penetrou nos seus ossos. Tudo o que lhe resta é esperar que sejam feitos os preparativos para o seu funeral. Você não precisa suplicar, então, que Eu seja seu Deus, pois cometeu um pecado digno de morte, um pecado imperdoável. Mesmo que Eu pudesse ter misericórdia de você, o Deus no céu insistirá em tirar sua vida, porque sua ofensa do caráter de Deus não é um problema ordinário, mas um problema de natureza muito grave. Quando chegar a hora, não Me culpe de não o ter informado antecipadamente. Tudo se resume a isto: quando você se associar ao Cristo — ao Deus na terra — como se Ele fosse um homem comum, isto é, quando crer que este Deus não passa de um homem, será aí que você perecerá. Essa é a única advertência que faço a todos vocês.

Extraído de ‘Como conhecer o Deus na terra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 322

No homem existe apenas a palavra incerta da fé, mas o homem não sabe o que constitui a fé, muito menos por que tem fé. O homem compreende bem pouco e o próprio homem é deficiente demais; sua fé em Mim é descuidada e ignorante. Embora não saiba o que é a fé, nem por que tem fé em Mim, ele continua a crer em Mim obsessivamente. O que peço ao homem não é apenas para que clame por Mim obsessivamente dessa maneira ou que creia em Mim de modo incoerente, pois a obra que faço é para que o homem possa Me ver e Me conhecer, não para que fique impressionado e olhe para Mim sob nova luz. Em outro tempo, manifestei muitos sinais e maravilhas e operei muitos milagres, e os israelitas da época mostraram grande admiração por Mim e reverenciaram enormemente Minha capacidade excepcional de curar enfermos e exorcizar demônios. Na época, os judeus consideraram Meus poderes de cura magistrais, extraordinários — e por causa dos Meus muitos feitos todos Me veneraram e sentiram grande admiração por todos os Meus poderes. Assim, todos que Me viram operar milagres Me seguiram de perto, de modo que milhares Me rodearam para Me ver curar os enfermos. Eu manifestei tantos sinais e maravilhas, mas as pessoas simplesmente olharam para Mim como um médico magistral; assim, também, Eu falei muitas palavras de ensinamento para as pessoas da época, mas elas só Me consideraram um professor superior a seus discípulos. Ainda hoje, depois de os homens terem visto os registros históricos da Minha obra, a interpretação deles continua sendo de que Eu sou um ótimo médico que cura os enfermos e um professor para os ignorantes, e Me definiram como o misericordioso Senhor Jesus Cristo. Aqueles que interpretam as Escrituras podem ter superado as Minhas habilidades de cura ou podem até ser discípulos que agora superaram seu professor, mas tais homens de grande renome, cujos nomes são conhecidos mundo afora, consideram que Eu seja tão modestamente um mero médico. Meus feitos são maiores em número que os grãos de areia nas praias e Minha sabedoria supera a de todos os filhos de Salomão, mas as pessoas simplesmente pensam em Mim como um médico de pouca importância e um professor desconhecido do homem. Quantos creem em Mim apenas para que Eu possa curá-los. Quantos creem em Mim apenas para que Eu possa usar Meus poderes para expulsar espíritos impuros de seu corpo e quantos creem em Mim simplesmente para que possam receber paz e alegria de Mim. Quantos creem em Mim apenas para exigir de Mim maior riqueza material. Quantos creem em Mim apenas para passar esta vida em paz e estar sãos e salvos no mundo por vir. Quantos creem em Mim para evitar o sofrimento do inferno e receber as bênçãos do céu. Quantos creem em Mim apenas em busca de conforto temporário, mas não buscam ganhar nada no mundo por vir. Quando Eu fiz descer Minha fúria sobre o homem e tomei toda a alegria e paz que ele outrora possuía, o homem se tornou duvidoso. Quando Eu dei ao homem o sofrimento do inferno e recuperei as bênçãos do céu, a vergonha do homem se transformou em raiva. Quando o homem Me pediu para curá-lo, Eu não lhe dei atenção e senti repulsa por ele; o homem apartou-se de Mim para buscar, ao contrário, a senda do curandeirismo e da feitiçaria. Quando Eu tirei tudo que o homem tinha exigido de Mim, todos desapareceram sem deixar vestígios. Assim, Eu digo que o homem tem fé em Mim porque Eu concedo graça demais e há muitíssimo mais a ganhar. Os judeus criam em Mim devido à Minha graça e Me seguiam aonde quer que Eu fosse. Esses homens ignorantes, de conhecimento e experiência limitados, buscavam apenas contemplar os sinais e as maravilhas que Eu manifestava. Eles Me consideravam como o chefe da casa dos judeus que podia operar os maiores milagres. E assim, quando Eu exorcizei os demônios dos homens, isso causou muita discussão entre eles: disseram que Eu era Elias, que era Moisés, que era o mais antigo de todos os profetas, que era o maior de todos os médicos. À parte de Mim Mesmo dizendo que Eu sou a vida, o caminho e a verdade, ninguém pôde conhecer o Meu ser ou a Minha identidade. À parte de Mim Mesmo dizendo que o céu é o lugar onde o Meu Pai vive, ninguém soube que Eu sou o Filho de Deus e também o Próprio Deus. À parte de Mim Mesmo dizendo que trarei redenção a toda a humanidade e resgatarei a humanidade, ninguém soube que Eu sou o Redentor da humanidade e os homens só Me conheciam como um homem benevolente e compassivo. À parte de Mim Mesmo sendo capaz de explicar tudo que há sobre Mim, ninguém Me conheceu, ninguém acreditou que Eu sou o Filho do Deus vivo. Tal é a fé das pessoas em Mim e a maneira como elas tentam Me enganar. Como poderiam dar testemunho de Mim quando têm tais opiniões sobre Mim?

Extraído de ‘O que você sabe sobre a fé?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 323

As pessoas têm acreditado em Deus por muito tempo, mas a maioria não tem um entendimento do que significa a palavra “Deus” e simplesmente seguem em perplexidade. Elas não têm ideia da razão exata pela qual o homem deve acreditar em Deus ou o que Deus é. Se as pessoas só sabem acreditar em Deus e segui-Lo, mas não o que Deus é e se também não conhecem Deus, então essa não é apenas uma grande piada? Embora, tendo chegado até aqui, tenham testemunhado muitos mistérios celestiais e ouvido falar de muito conhecimento profundo nunca compreendido pelo homem antes, as pessoas ignoram muitas das verdades mais elementares nunca contempladas antes pelo homem. Algumas podem dizer: “Cremos em Deus há muitos anos. Como não saberíamos o que Deus é? Essa pergunta não nos minimiza?”. Na realidade, porém, embora as pessoas Me sigam hoje, elas não sabem nada de qualquer obra de hoje e fracassam em compreender até as questões mais simples e fáceis, sem falar das altamente complexas, como aquelas sobre Deus. Saiba que as questões pelas quais você não tem interesse, que não identificou, são as mais importantes para você entender, pois você só sabe seguir a multidão, não se importando com o que deveria se equipar nem dando atenção a isso. Você realmente sabe por que deveria ter fé em Deus? Você realmente sabe o que Deus é? Você realmente sabe o que o homem é? Como uma pessoa que tem fé em Deus, se não consegue compreender essas coisas, você não perde a dignidade de um crente de Deus? Minha obra hoje é esta: fazer com que as pessoas entendam sua essência, entendam tudo o que Eu faço e conheçam a verdadeira face de Deus. Esse é o ato final do Meu plano de gerenciamento, o último estágio da Minha obra. É por isso que estou lhes contando todos os mistérios da vida com antecedência, para que vocês possam aceitá-los de Mim. Como essa é a obra da era final, devo dizer-lhes toda a vida-verdade à qual vocês nunca foram receptivos, mesmo que sejam incapazes de entendê-la ou suportá-la, porque vocês são simplesmente deficientes e inaptos demais. Eu hei de concluir a Minha obra, hei de completar a obra que devo fazer, e lhes direi tudo o que comissionei a vocês, para que não se desviem e caiam outra vez nos esquemas do maligno quando a escuridão chegar. Existem muitos caminhos que vocês não entendem, muitos assuntos dos quais não têm conhecimento. Vocês são ignorantes demais; Eu conheço muito bem a sua estatura e suas deficiências. Portanto, mesmo que haja muitas palavras que vocês são incapazes de entender, ainda assim estou disposto a lhes contar todas essas verdades às quais vocês nunca foram receptivos antes, porque Eu continuo Me preocupando se, em sua estatura atual, vocês são capazes de permanecer firmes em testemunho de Mim. Não é que Eu os menospreze; vocês são todos bestas que ainda têm de passar pelo Meu treinamento formal, e, de forma alguma, consigo ver quanta glória há em vocês. Embora Eu tenha despendido muita energia operando em vocês, os elementos positivos em vocês parecem praticamente inexistentes, e os elementos negativos podem ser contados nos dedos e servem apenas como testemunhos que trazem vergonha para Satanás. Praticamente tudo o mais em vocês é veneno de Satanás. Vocês olham para Mim como se não pudessem ser salvos. Do jeito que as coisas estão, Eu olho para suas expressões e seus comportamentos variados e finalmente conheço a verdadeira estatura de vocês. É por isso que estou sempre Me inquietando com vocês: se lhes fosse permitido viver a vida por conta própria, os humanos realmente estariam melhor ou comparáveis ao que são hoje? A sua estatura infantil não os deixa ansiosos? Vocês podem realmente ser como o povo escolhido de Israel — leais a Mim, e somente a Mim, em todos os momentos? O que é revelado em vocês não é a travessura de crianças que se afastaram de seus pais, mas a bestialidade que irrompe em animais que estão fora do alcance dos chicotes de seus senhores. Vocês deveriam conhecer sua natureza, que é também a fraqueza que todos vocês compartilham; é uma doença comum a todos vocês. Assim, Minha única exortação a vocês hoje é que permaneçam firmes em seu testemunho de Mim. Não permitam, sob nenhuma circunstância, que a antiga enfermidade se manifeste novamente. O mais importante é dar testemunho — é a essência da Minha obra. Vocês deveriam aceitar as Minhas palavras como Maria aceitou a revelação de Jeová que lhe veio em sonho; acreditando e então obedecendo. Só isso qualifica como ser casto. Pois vocês são os que mais ouvem as Minhas palavras, os mais abençoados por Mim. Eu lhes dei todos os Meus bens valiosos, Eu lhes concedi tudo, mas seu status é tão vastamente diferente do povo de Israel, há simplesmente uma distância muito grande entre vocês. Mas, comparados a eles, vocês receberam muito mais; enquanto eles aguardam desesperadamente a Minha aparição, vocês passam dias agradáveis Comigo, compartilhando Minha abundância. Dada essa diferença, o que lhes dá o direito de gritar e brigar Comigo e exigir sua porção das Minhas posses? Vocês não ganharam muito? Eu lhes dou tanto, mas o que vocês Me dão em troca é apenas uma tristeza e uma ansiedade de partir o coração, um ressentimento e um descontentamento irreprimíveis. Vocês são tão repugnantes — mas também são lastimáveis, de modo que não tenho escolha senão engolir todo o Meu ressentimento e expressar as Minhas objeções a vocês repetidamente. Ao longo de milhares de anos de obra, Eu nunca reclamei da humanidade porque descobri que, no decurso do desenvolvimento da humanidade, são só os “fake” entre vocês que se tornaram os mais renomados, como heranças preciosas deixadas a vocês por famosos antepassados de tempos antigos. Como Eu odeio esses suínos e cachorros subumanos. Vocês carecem demais de consciência! Vocês são de caráter baixo demais! O coração de vocês está endurecido demais! Se Eu tivesse levado tais palavras e obra aos Israelitas, Eu teria ganho glória há muito tempo. Mas entre vocês, isso é inalcançável; entre vocês, há apenas negligência cruel, sua indiferença e suas desculpas. Vocês são insensíveis e totalmente inúteis!

Extraído de ‘Qual é o seu entendimento de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 324

Vocês todos agora deveriam entender o verdadeiro significado da fé em Deus. O significado da fé em Deus de que Eu falei antes estava relacionado à sua entrada positiva. Hoje é diferente: hoje, Eu gostaria de analisar a essência da sua fé em Deus. Claro, isso é guiá-los a partir do aspecto negativo; se Eu não o fizesse, então vocês nunca conheceriam seu verdadeiro semblante e iriam para sempre se gabar de sua devoção e fidelidade. É justo dizer que se Eu não expusesse a feiura no fundo do coração de vocês, então cada um de vocês iria colocar uma coroa na própria cabeça e ficaria com a gloria toda para si mesmo. Sua natureza orgulhosa e arrogante os leva a trair a própria consciência, a se rebelar contra Cristo e a resistir a Ele, e a revelar sua feiura, assim expondo à luz suas intenções, noções, desejos excessivos e olhos cheios de cobiça. E, no entanto, vocês continuam a tagarelar sobre sua vida toda de paixão pela obra de Cristo e repetem vez após outra as verdades que foram faladas por Cristo há muito tempo. Essa é a sua “fé” — sua “fé sem impureza”. Eu sempre medi o homem com um padrão muito rigoroso. Se sua lealdade vem com intenções e condições, então Eu prefiro não ter nada da sua suposta lealdade, porque abomino aqueles que Me enganam por meio de suas intenções e Me extorquem com condições. Eu só desejo que o homem seja absolutamente leal a Mim e que faça todas as coisas pelo bem de — e para provar — uma palavra: fé. Eu desprezo o uso que vocês fazem de lisonjas para tentar Me fazer regozijar, pois sempre os tratei com sinceridade, e por isso desejo que vocês também ajam para Comigo com uma fé verdadeira. No que tange à fé, muitos podem pensar que seguem Deus porque têm fé, e não suportariam tal sofrimento se não a tivessem. Então Eu lhe pergunto o seguinte: se você acredita na existência de Deus, por que não O reverencia? Se você acredita na existência de Deus, por que não tem nem um pouco de medo de Deus em seu coração? Você aceita que Cristo é a encarnação de Deus, então por que tem tanto desprezo por Ele? Por que age de maneira tão irreverente para com Ele? Por que O julga abertamente? Por que sempre espia Seus movimentos? Por que não se submete a Seus arranjos? Por que não age de acordo com Sua palavra? Por que tenta extorquir e roubar Suas oferendas? Por que fala no lugar de Cristo? Por que julga se Sua obra e Sua palavra são corretas? Por que ousa blasfemar contra Ele pelas costas? São essas e outras coisas que constituem a sua fé?

Em seu discurso e seu comportamento, são revelados seus elementos de descrença em Cristo. A descrença permeia os motivos e objetivos de tudo que vocês fazem. Até o traço do seu olhar contém a descrença em Cristo. Pode-se dizer que, a cada minuto, cada um de vocês abriga consigo os elementos da descrença. Isso significa que, a todo momento, vocês correm o risco de trair Cristo, pois o sangue que corre no seu corpo está infundido de descrença no Deus encarnado. Portanto, Eu digo que as pegadas que vocês deixam na senda da fé em Deus não são reais; conforme percorrem a senda da fé em Deus, vocês não plantam seus pés firmes no solo — vocês vão simplesmente seguindo sem se envolver. Vocês nunca acreditam totalmente na palavra de Cristo e são incapazes de colocá-la em prática imediatamente. Essa é a razão por que vocês não têm fé em Cristo. Sempre ter noções a respeito Dele é outra razão por que vocês não têm fé Nele. Ser sempre céticos em relação à obra de Cristo, permitir que a palavra de Cristo caia em ouvidos moucos, ter uma opinião a respeito de qualquer obra executada por Cristo e não ser capaz de entender Sua obra adequadamente, lutar para deixar as noções de lado, seja lá qual for a explicação que recebam, e assim por diante — esses são todos elementos de descrença misturados no seu coração. Apesar de vocês seguirem a obra de Cristo e nunca ficarem para trás, há rebelião demais misturada em seu coração. Essa rebelião é uma impureza na sua crença em Deus. Talvez vocês não achem que seja esse o caso, mas se você não consegue reconhecer as próprias intenções nisso, então, certamente, você está fadado a ficar entre aqueles que vão perecer, pois Deus aperfeiçoa apenas aqueles que acreditam Nele de verdade, não aqueles que são céticos em relação a Ele, e menos ainda aqueles que O seguem relutantemente, apesar de nunca terem acreditado que Ele é Deus.

Extraído de ‘Você é um verdadeiro crente em Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 325

Algumas pessoas não se regozijam com a verdade, muito menos com o julgamento. Em vez disso, regozijam-se com poder e riquezas; tais pessoas são chamadas de caçadores de poder. Elas buscam somente aquelas denominações no mundo que têm influência, e somente aqueles pastores e professores que vêm de seminários. Apesar de terem aceitado o caminho da verdade, elas só creem pela metade; são incapazes de entregar todo o coração e toda a mente, sua boca fala de se despender por Deus, mas seus olhos estão focados nos grandes pastores e professores, e nem sequer consideram olhar para Cristo uma segunda vez. O coração delas está fixado em fama, fortuna e glória. Elas acham que está fora de questão que um homem assim tão pequeno seria capaz de conquistar tantos, que alguém tão desinteressante seria capaz de aperfeiçoar as pessoas. Elas acham que está fora de questão que esses simplórios em meio à poeira e aos montes de esterco sejam as pessoas escolhidas por Deus. Acreditam que, se tais pessoas fossem o objeto da salvação de Deus, então o céu e a terra virariam de cabeça para baixo e todos os homens ririam até não poder mais. Acreditam que, se Deus escolhesse tais simplórios para serem aperfeiçoados, então esses grandes homens se transformariam no Próprio Deus. Sua perspectiva é maculada por descrença; além de descrentes, são apenas feras absurdas. Pois só valorizam posição, prestígio e poder, e estimam apenas grandes grupos e denominações. Não têm consideração alguma por aqueles que são conduzidos por Cristo; são simplesmente traidores que deram as costas para Cristo, para a verdade e para a vida.

O que você admira não é a humildade de Cristo, mas aqueles falsos pastores de posição proeminente. Você não ama a amorosidade ou a sabedoria de Cristo, mas aqueles libertinos que se chafurdam na imundície do mundo. Você ri da dor de Cristo, que não tem lugar para deitar a cabeça, mas admira aqueles cadáveres que caçam oferendas e vivem em devassidão. Você não está disposto a sofrer ao lado de Cristo, mas se lança contente nos braços daqueles anticristos imprudentes, apesar de eles apenas lhe fornecerem carne, palavras e controle. Agora mesmo seu coração ainda se volta para eles, para a reputação deles, para o status deles e para a influência deles. E, no entanto, você continua a manter uma atitude na qual acha a obra de Cristo dura de engolir e não está disposto a aceitá-la. É por isso que Eu digo que você não tem a fé para reconhecer Cristo. A razão por que você O seguiu até hoje foi só porque você não teve outra opção. Uma série de imagens altivas está sempre em destaque em seu coração; você não consegue esquecer cada palavra e feito deles, nem suas palavras e mãos influentes. Eles são, no seu coração, para sempre supremos e para sempre heróis. Mas isso não vale para o Cristo de hoje. Ele é para sempre insignificante no seu coração, e para sempre indigno de reverência. Porque Ele é comum demais, tem muito pouca influência e está longe de ser elevado.

De qualquer modo, Eu digo que todos aqueles que não valorizam a verdade são descrentes e traidores da verdade. Tais homens nunca receberão a aprovação de Cristo. Você identificou agora quanta descrença existe dentro de você, e quanta traição de Cristo? Eu o exorto assim: já que escolheu o caminho da verdade, então você deveria se dedicar de todo o coração; não seja ambivalente nem irresoluto. Você deveria compreender que Deus não pertence ao mundo ou a qualquer pessoa em particular, mas a todos aqueles que acreditam Nele verdadeiramente, todos aqueles que O adoram e todos aqueles que são devotos e fiéis a Ele.

Extraído de ‘Você é um verdadeiro crente em Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 326

A crença das pessoas em Deus visa fazer com que Deus lhes dê um destino adequado e lhes conceda toda a graça de que precisam, a fazer de Deus seu servo, a fazer com que Deus mantenha com elas um relacionamento pacífico e amistoso, e com que nunca haja conflito entre si. Isto é, sua crença em Deus exige que Deus prometa satisfazer todos as suas demandas, lhes conceda qualquer coisa pela qual orem, que cumpra as palavras que elas leram na Bíblia, “Escutarei todas as suas orações”. Elas exigem que Deus não julgue ninguém nem lide com ninguém, pois Deus é sempre o bondoso Salvador Jesus, que mantém um bom relacionamento com as pessoas em todo momento e todo lugar. Eis a maneira com que as pessoas acreditam em Deus: elas simplesmente fazem exigências a Deus de forma desavergonhada, crendo que, mesmo que sejam rebeldes ou obedientes, Deus lhes concederia tudo cegamente. Elas simplesmente “juntam dívidas” de Deus continuamente, crendo que Ele deve “retribuir” a elas sem qualquer resistência e, mais ainda, pagar em dobro; elas acham que, quer Deus tenha obtido alguma coisa delas, quer não, Ele pode somente ser manipulado por elas, e que não pode orquestrar pessoas arbitrariamente, muito menos revelar às pessoas Sua sabedoria e Seu justo caráter, que permaneceram ocultos por muitos anos, sempre que desejar e sem a permissão delas. Elas simplesmente confessam seus pecados a Deus, crendo que Deus apenas as absolveria, que Ele não se cansaria de fazer isso, e que isso continuará para sempre. Elas simplesmente mandam em Deus, crendo que Ele apenas obedeceria, porque está registrado na Bíblia que Deus não veio para ser servido pelos humanos, mas para servi-los, e que Ele está aqui para ser seu servo. Não foi assim que vocês sempre creram? Quando não conseguem ganhar nada de Deus, vocês querem fugir; quando não compreendem alguma coisa, vocês ficam tão ressentidos e chegam até a proferir ofensas de todo tipo. Vocês simplesmente não permitem que o Próprio Deus expresse plenamente Sua sabedoria e maravilha; em vez disso, só querem desfrutar de sossego e conforto temporários. Até agora, a atitude de vocês em sua crença em Deus consistiu meramente das mesmas velhas visões. Se Deus lhes mostra só um mínimo de majestade, vocês ficam infelizes. Vocês enxergam agora quão grande é a sua estatura? Não pensem que vocês são todos leais a Deus quando, na verdade, suas velhas visões não mudaram. Quando nada lhe acontece, você acha que tudo está indo bem e ama a Deus nas maiores alturas. Mas quando algo insignificante lhe acontece, você cai no Hades. Isso é ser leal a Deus?

Extraído de ‘Vocês deveriam pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus de trazer a salvação ao homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 327

Em sua busca, vocês têm muitas noções pessoais, esperanças e futuros. A obra atual tem a finalidade de lidar com seu anseio por status e seus desejos extravagantes. As esperanças, o status, e as noções são todas representações clássicas do caráter satânico. A razão de essas coisas existirem no coração das pessoas é inteiramente porque o veneno de Satanás está sempre corroendo os pensamentos delas, e as pessoas são sempre incapazes de se livrar dessas tentações satânicas. Elas estão vivendo em meio ao pecado, porém não creem que seja pecado e ainda pensam: “Nós cremos em Deus, então Ele deve nos conceder bênçãos e arranjar tudo adequadamente para nós. Nós cremos em Deus, então temos de ser superiores aos outros, e temos de ter mais status e um futuro melhor do que qualquer pessoa. Já que cremos em Deus, Ele deve nos dar bênçãos ilimitadas. Caso contrário, não se chamaria ‘crer em Deus’”. Por muitos anos, os pensamentos nos quais as pessoas confiavam para sobreviver têm corroído seu coração ao ponto de elas se tornarem desleais, covardes e desprezíveis. Elas não somente carecem de força de vontade e determinação, mas também se tornaram gananciosas, arrogantes e obstinadas. Elas são totalmente desprovidas de qualquer determinação que transcenda o ego e, ainda mais, elas não têm um pingo de coragem de se livrar das restrições dessas influências tenebrosas. Os pensamentos e a vida das pessoas são tão podres que suas perspectivas acerca de crer em Deus ainda são insuportavelmente horrendas e, mesmo quando elas falam de suas perspectivas acerca da crença em Deus, é simplesmente insuportável de ouvir. As pessoas são covardes, incompetentes, desprezíveis e frágeis. Elas não sentem repulsa pelas forças das trevas nem amor pela luz e pela verdade; em vez disso, fazem o máximo para afastá-las. Os pensamentos e perspectivas atuais que vocês têm não são todos assim? “Já que eu acredito em Deus, eu deveria ser coberto de bênçãos e deveria haver garantia de que meu status nunca decairá e que permanecerá mais elevado do que o dos incrédulos.” Vocês não têm nutrido esse tipo de perspectiva dentro de vocês por somente um ou dois anos, mas há muitos anos. Sua maneira de pensar transacional é superdesenvolvida. Embora tenham chegado a essa etapa hoje, vocês ainda não abriram mão do status, mas se esforçam constantemente para perguntar sobre ela, e a observam diariamente, com um temor profundo de que um dia seu status seja perdido, e seu nome, arruinado. As pessoas nunca deixaram de lado seu desejo de tranquilidade. Assim, enquanto Eu julgo vocês assim hoje, que grau de entendimento terão no final? Vocês dirão que, embora seu status não seja elevado, vocês têm desfrutado assim mesmo a elevação de Deus. Porque vocês são de nascimento humilde, vocês não têm status, mas ganham status porque Deus eleva vocês — isso é algo que Ele concedeu a vocês. Hoje vocês podem receber pessoalmente o treinamento de Deus, Seu castigo e Seu julgamento. Isso, ainda mais assim, é a Sua elevação. Vocês podem receber pessoalmente a purificação e a queima Dele. Este é o grande amor de Deus. Ao longo das eras, não houve uma única pessoa que tenha recebido Sua purificação e queima, nem uma única pessoa que tenha sido capaz de ser aperfeiçoada por Suas palavras. Agora Deus está falando com vocês face a face, purificando vocês, revelando sua rebeldia interior — essa é realmente Sua elevação. Que habilidades as pessoas têm? Quer sejam filhos de Davi ou descendentes de Moabe, em resumo, as pessoas são seres criados que não têm nada digno de que se gabar. Visto que são criaturas de Deus, vocês precisam desempenhar o dever de uma criatura. Não há outras exigências a vocês. É assim que vocês deveriam orar: “Ó Deus! Quer eu tenha status ou não, agora eu me entendo. Se meu status é alto, é por causa da Tua elevação, e, se é baixo, é por causa da Tua ordenação. Tudo está em Tuas mãos. Eu não tenho nenhuma escolha nem nenhuma queixa. Tu ordenaste que eu nascesse neste país e em meio a este povo, e tudo o que eu deveria fazer é ser completamente obediente sob o Teu domínio porque tudo está dentro do que ordenaste. Eu não penso em status; afinal de contas, não passo de uma criatura. Se Tu me colocares no poço sem fundo, no lago de fogo e enxofre, eu não passo de uma criatura. Se Tu me usares, eu sou uma criatura. Se me aperfeiçoares, eu ainda sou uma criatura. Se não me aperfeiçoares, eu ainda Te amarei porque não sou mais que uma criatura. Eu não sou mais que uma criatura minúscula criada pelo Senhor da criação, apenas uma entre todos os seres humanos criados. Foste Tu que me criaste, e agora mais uma vez me colocaste em Tuas mãos, para fazeres comigo o que quiseres. Eu estou disposta a ser Tua ferramenta e Teu contraste porque tudo é o que Tu ordenaste. Ninguém pode mudá-lo. Todas as coisas e todos os acontecimentos estão em Tuas mãos”. Quando chegar a hora em que você não pensará mais em status, então você se libertará disso. Somente então você será capaz de buscar com confiança e ousadia, e somente então seu coração poderá se tornar livre de quaisquer restrições. Quando forem libertas dessas coisas, então as pessoas não terão mais preocupações. Quais são as preocupações para a maioria de vocês neste exato momento? Vocês estão sempre restringidos pelo status e constantemente preocupados com os próprios prospectos. Vocês estão sempre passando as páginas das declarações de Deus, desejando ler o que é dito a respeito do destino da humanidade e desejando saber quais são os seus prospectos e qual será o seu destino. Vocês se perguntam: “Eu realmente tenho algum prospecto? Deus os tirou? Deus fala somente que eu sou um contraste; então, quais são os meus prospectos?”. É difícil para vocês deixarem de lado seus prospectos e destino. Agora vocês são seguidores e ganharam algum entendimento sobre este estágio da obra. Contudo, vocês ainda não deixaram de lado seu desejo de status. Quando seu status é elevado, vocês buscam bem, mas quando é baixo, vocês não buscam mais. As bênçãos de status estão sempre em sua mente. Por que é que a maioria das pessoas não consegue se retirar da negatividade? A resposta não é invariavelmente por causa de prospectos desanimadores? Tão logo são emitidas as declarações de Deus, vocês se apressam para ver quais são seu verdadeiro status e identidade. Vocês priorizam o status e identidade, e relegam a visão a um segundo lugar. O terceiro lugar é algo em que vocês deveriam entrar e, em quarto, é a vontade atual de Deus. Primeiro vocês olham se o título de “contrastes” que Deus deu para vocês mudou ou não. Vocês leem e leem e, quando veem que o título de “contraste” foi removido, ficam felizes e agradecem profusamente a Deus e louvam Seu grande poder. Porém, se vocês virem que ainda são contrastes, vocês ficam aborrecidos e a motivação no seu coração se dissipa imediatamente. Quanto mais você buscar dessa forma, menos você colherá. Quanto maior o desejo de status de uma pessoa, mais seriamente ela terá de ser tratada, e mais ela terá de se submeter a grande refinamento. Tais pessoas são inúteis! Elas precisam ser lidadas e julgadas de modo apropriado a fim de abrir mão dessas coisas completamente. Se vocês buscarem esse caminho até o fim, vocês nada colherão. Aqueles que não buscam vida não podem ser transformados e aqueles que não têm sede da verdade não podem ganhar a verdade. Você não se concentra em buscar uma transformação pessoal e entrada, mas se concentra, em vez disso, em desejos e coisas extravagantes que restringem seu amor por Deus e o impedem de chegar perto Dele. Essas coisas podem transformar você? Elas podem trazê-lo para o reino? Se o objeto de sua procura não for buscar a verdade, então você também pode se beneficiar dessa oportunidade e voltar para o mundo para tentar ter sucesso. Perder seu tempo dessa maneira realmente não vale a pena — por que se torturar? Não é verdade que você poderia desfrutar todos os tipos de coisas no belo mundo? Dinheiro, lindas mulheres, status, vaidade, família, filhos e assim por diante — todos esses produtos do mundo não são as melhores coisas que você poderia desfrutar? Que adianta vagar por aqui buscando um lugar onde você possa ser feliz? O Filho do homem não tem onde reclinar Sua cabeça, então como você poderia ter um lugar tranquilo? Como Ele poderia criar para você um lindo lugar tranquilo? Isso é possível? Além do Meu julgamento, hoje você pode apenas receber ensinamentos sobre a verdade. Você não pode ganhar conforto de Mim nem ganhar o leito de rosas pelo qual anseia dia e noite. Eu não concederei a você as riquezas do mundo. Se você buscar genuinamente, então, estou disposto a dar-lhe o caminho da vida em sua inteireza, a fazer com que você seja como um peixe de volta à água. Se você não buscar genuinamente, Eu tomarei tudo de volta. Eu não estou disposto a dar as palavras da Minha boca àquelas pessoas que são gananciosas por conforto, que são exatamente como porcos e cães!

Extraído de ‘Por que você é relutante em ser um contraste?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 328

Examinem a si mesmos para ver se praticam a justiça em tudo que fazem e se todas as suas ações estão sendo observadas por Deus: esse é o princípio pelo qual aqueles que acreditam em Deus conduzem seus assuntos. Vocês serão chamados de justos porque são capazes de satisfazer a Deus e porque aceitam o cuidado e a proteção de Deus. Aos olhos de Deus, todos que aceitam Seu cuidado, proteção e perfeição, e que são ganhos por Ele, são justos, e Ele os considera preciosos. Quanto mais aceitarem as atuais palavras de Deus, quanto mais forem capazes de receber e entender a vontade de Deus, mais vocês serão capazes então de viver Suas palavras e satisfazer Suas exigências. Essa é a comissão de Deus para vocês, e é o que todos vocês deveriam ser capazes de alcançar. Se usam as próprias noções para medir e delimitar Deus, como se Ele fosse uma estátua de argila imutável, e se delimitam Deus completamente dentro dos parâmetros da Bíblia e O restringem num escopo limitado da obra, isso prova então que vocês condenaram Deus. Porque os judeus da era do Antigo Testamento supunham que Deus era um ídolo de forma fixa que eles guardavam em seus corações, como se Deus só pudesse ser chamado de Messias, e só Aquele que era chamado de Messias pudesse ser Deus, e porque a humanidade servia e adorava a Deus como se Ele fosse uma estátua de argila (sem vida), eles pregaram o Jesus daquele tempo na cruz, sentenciando-O à morte — o inocente Jesus foi assim condenado à morte. Deus era inocente de qualquer ofensa, mas o homem se recusou a poupá-Lo e insistiu em sentenciá-Lo à morte, e assim Jesus foi crucificado. O homem sempre acredita que Deus é imutável e O define com base em um único livro, a Bíblia, como se o homem tivesse um entendimento perfeito da gestão de Deus, como se o homem tivesse tudo que Deus faz na palma da mão. As pessoas são ridículas ao extremo, arrogantes ao extremo, e todas têm uma queda pelo exagero. Independentemente de quão grande seja o seu conhecimento de Deus, ainda digo que você não conhece Deus, que você é alguém que se opõe a Deus ao extremo, que você condena Deus, porque você é totalmente incapaz de obedecer à obra de Deus e de andar na senda de ser aperfeiçoado por Deus. Por que Deus nunca está satisfeito com as ações do homem? Porque o homem não conhece Deus, porque tem noções demais, e porque seu conhecimento de Deus não condiz com a realidade, mas, ao contrário, repete monotonamente o mesmo tema sem variação e usa a mesma abordagem para toda situação. Assim, tendo vindo à terra hoje, mais uma vez Deus foi pregado na cruz pelo homem. Humanidade cruel! A conivência e a intriga, o saque e a apropriação um do outro, a disputa por fama e fortuna, o massacre mútuo — quando isso acabará? A despeito das centenas de milhares de palavras que Deus falou, ninguém caiu em si. As pessoas agem para o bem de sua família, filhos e filhas, em prol da carreira, de perspectivas futuras, posição, vanglória e dinheiro, por causa de comida, roupas e pela carne — existe alguém cujas ações são verdadeiramente pelo bem de Deus? Mesmo entre aqueles que agem pelo bem de Deus, há poucos que conhecem Deus. Quantas pessoas não agem a partir dos próprios interesses? Quantos não oprimem e marginalizam outros a fim de proteger a própria posição? Assim, Deus foi forçosamente sentenciado à morte inúmeras vezes, e incontáveis juízes bárbaros condenaram Deus e mais uma vez O pregaram na cruz. Quantos podem ser chamados de justos porque agem verdadeiramente pelo bem de Deus?

É tão fácil assim ser aperfeiçoado perante Deus como uma pessoa santa ou justa? É uma verdade afirmar que “não há justos nesta terra, os justos não estão neste mundo”. Quando vocês vierem diante de Deus, considerem o que estão vestindo, considerem cada palavra e ação sua, todos os seus pensamentos e ideias e até os sonhos que vocês têm todos os dias — eles são todos para o seu bem. Não é esse o estado verdadeiro das coisas? “Justiça” não significa dar esmolas aos outros, não significa amar o próximo como a si mesmo, não significa deixar de brigar e disputar, nem de roubar e furtar. Justiça significa assumir a comissão de Deus como seu dever e obedecer às orquestrações e aos arranjos de Deus como a sua vocação providencial, independentemente de tempo ou lugar, exatamente como tudo que foi feito pelo Senhor Jesus. Essa é a justiça da qual Deus falou. Ló poderia ser chamado de justo porque ele salvou os dois anjos enviados por Deus, sem se importar com o que teria a ganhar ou perder; só é possível dizer que o que ele fez naquela ocasião pode ser chamado de justo, mas ele não pode ser chamado de homem justo. Foi só por ter visto Deus que Ló deu suas duas filhas em troca dos anjos, mas nem todo o seu comportamento no passado representava a justiça. Por isso digo que “não há justos sobre esta terra”. Mesmo entre aqueles que estão na corrente da recuperação, nenhum pode ser chamado de justo. Não importa quão boas sejam suas ações, não importa quanto você pareça glorificar o nome de Deus, sem agredir nem amaldiçoar os outros, nem roubar e saquear deles, ainda assim você não pode ser chamado de justo, pois isso é o que uma pessoa normal é capaz de fazer. O importante agora é que você não conhece Deus. Só pode ser dito que, no presente, você tem bem pouco de humanidade normal, mas nenhum elemento da justiça falada por Deus, e assim nada do que você faz é capaz de provar que você conhece Deus.

Extraído de ‘Os perversos certamente serão punidos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 329

Antes, quando Deus estava no céu, o homem praticava suas ações sem se envolver. Hoje, Deus tem estado entre os homens — por quanto tempo, ninguém sabe —, mas ao fazer as coisas o homem ainda age sem se envolver e tenta enganá-Lo. O homem não é extremamente retrógrado em seu pensamento? Foi o mesmo que aconteceu com Judas: antes de Jesus vir, Judas contava mentiras para enganar seus irmãos e irmãs, e mesmo depois que Jesus veio, ainda assim, ele não mudou; ele não tinha o menor conhecimento de Jesus, e no fim traiu Jesus. Não foi porque ele não conhecia Deus? Se, hoje, vocês ainda não conhecem Deus, então é possível que se tornem outros Judas, e depois disso a tragédia da crucificação de Jesus na Era da Graça, dois mil anos atrás, seria encenada novamente. Vocês não acreditam nisso? É um fato! Neste momento, a maioria das pessoas está em uma situação semelhante — posso estar dizendo isso um pouco cedo demais —, e tais pessoas estão todas fazendo o papel de Judas. Não estou falando bobagem, mas com base em fatos — e você não pode deixar de estar convencido. Embora muitas pessoas representem uma pretensa humildade, no coração delas nada há além de uma poça de água morta, uma vala de água malcheirosa. Agora mesmo, há muitas assim na igreja, e vocês pensam que estou completamente inconsciente disso. Hoje, o Meu Espírito decide por Mim e dá testemunho de Mim. Você acha que não sei coisa alguma? Você acha que nada entendo sobre os pensamentos desviados dentro do coração de vocês e das coisas mantidas em seu coração? É tão fácil conseguir o melhor de Deus? Você acha que pode tratá-Lo da maneira que quiser? No passado, preocupado com que vocês ficassem constritos, Eu continuei lhes dando liberdade, mas a humanidade não foi capaz de dizer que Eu estava sendo bom com ela, e quando lhe dei a mão ela pegou o braço. Perguntem entre vocês: Eu quase nunca lidei com alguém e quase nunca repreendi alguém levianamente — mas tenho muita clareza sobre as motivações e noções do homem. Você acha que o Próprio Deus, de quem Deus dá testemunho, é um tolo? Nesse caso, digo que você é muito cego! Não vou expor você, mas vamos ver quão corrupto você pode se tornar. Vamos ver se seus pequenos estratagemas hábeis podem salvá-lo, ou se tentar fazer o melhor possível para amar a Deus pode salvá-lo. Hoje, não vou condenar você; vamos esperar até o tempo de Deus para ver como Ele lhe retribui. Eu não tenho tempo para uma conversa à toa com você agora, e não estou disposto a adiar a Minha obra maior por sua causa. Uma larva como você não é merecedora do tempo que Deus levaria para lidar com você — então vamos ver quão dissoluto você pode ficar. Pessoas como esta não buscam o menor conhecimento de Deus, nem têm um pingo de amor por Ele, e ainda desejam ser chamadas de justas por Deus — não é uma piada? Como há um pequeno número de pessoas realmente honestas, vou Me concentrar apenas em continuar provendo vida ao homem. Só farei o que deveria fazer hoje, mas no futuro vou retribuir a cada um de acordo com o que fez. Eu disse tudo que há para dizer, pois essa é precisamente a obra que Eu faço. Faço apenas o que deveria fazer, e não o que não deveria. No entanto, espero que vocês passem mais tempo em reflexão: exatamente quanto do seu conhecimento de Deus é verdadeiro? Você é alguém que mais uma vez pregou Deus na cruz? Minhas palavras finais são estas: ai daqueles que crucificam Deus.

Extraído de ‘Os perversos certamente serão punidos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 330

À medida que você segue a senda de hoje, qual é o tipo de busca mais apropriado? Em sua busca, você deveria se ver como que tipo de pessoa? Cabe a você saber como você deveria abordar tudo o que lhe sobrevém hoje, sejam provações ou adversidades, ou castigo e maldição impiedosos. Confrontado com todas essas coisas, você deveria refletir sobre elas cuidadosamente em todos os casos. Por que digo isso? Eu digo isso porque as coisas que lhe sobrevêm hoje são, afinal de contas, provações de curta duração que ocorrem repetidamente; talvez, no que lhe diz respeito, elas não são particularmente exigentes para o espírito, e, assim, você deixa as coisas à deriva durante seu curso natural, e não as considera como recursos preciosos na busca de progresso. Como você é imprudente! Tanto que você pensa nesse recurso precioso como se ele fosse uma nuvem que flutua diante de seus olhos e você não preza esses golpes duros que caem sobre você vez após vez — golpes que são curtos e lhe parecem ser de pouco peso — mas, em vez disso, os vê frio desinteresse, não os levando a sério, e os trata meramente como um golpe casual. Você é tão arrogante! Para com esses ataques ferozes, ataques semelhantes a tempestades, que vêm repetidas vezes, você demonstra apenas uma despreocupação irreverente; às vezes, você chega até a dar um sorriso frio, revelando uma expressão de total indiferença — pois você nem uma vez se perguntou por que você continua sofrendo tais “infortúnios”. Poderia ser que estou sendo grosseiramente injusto para com o homem? Eu assumi a responsabilidade de encontrar defeitos em você? Muito embora os problemas com sua mentalidade possam não ser tão sérios como os descrevi, você tem, através de sua compostura externa, pintado um retrato perfeito de seu mundo interior há tempos. Não há necessidade de Eu lhe dizer que a única coisa escondida nas profundezas de seu coração é uma invectiva bruta e leves traços de tristeza que mal podem ser percebidos pelos outros. Por achar que é tão injusto ter sofrido tais provações, você pragueja; e porque essas provações fazem você sentir a desolação do mundo, você se enche de melancolia. Longe de ver esses repetidos golpes e atos disciplinares como a melhor proteção de todas, você os vê como a perturbação disparatada do Céu ou como uma retribuição correta contra você. Você é tão ignorante! Impiedosamente, você confina os tempos bons às trevas; vez após vez, você vê provações e atos disciplinares maravilhosos como ataques de seus inimigos. Você não sabe como se adaptar ao seu ambiente, e está muito menos desejoso de tentar fazê-lo, pois você não está disposto a ganhar qualquer coisa desse castigo repetido e, a seu ver, cruel. Você não faz nenhuma tentativa nem de buscar nem de explorar e, simplesmente se conformando com seu destino, segue para onde quer que ele o leve. O que pode lhe parecer ser atos selvagens de castigo não mudaram seu coração, tampouco conquistaram seu coração; em vez disso, o apunhalam no coração. Você vê esse “castigo cruel” apenas como seu inimigo nesta vida e, assim, você não ganhou nada. Você é tão presunçoso! Raramente acredita que você sofre tais provações por causa de seu desprezo; em vez disso, você se considera como um infeliz, dizendo, além disso, que estou sempre achando defeito em você. E agora que as coisas chegaram a este ponto, quanto você realmente sabe sobre o que Eu digo e faço? Não pense que você é um prodígio natural de nascença, apenas um pouco abaixo dos céus, mas infinitamente mais elevado do que a terra. Você está longe de ser mais esperto que qualquer um — e, poderia até se dizer que é simplesmente adorável o quanto você é mais tolo do que qualquer pessoa que é dotada de razão na terra, pois você se tem em uma estima alta demais e nunca teve um senso de inferioridade, como se você pudesse perceber Minhas ações até os menores detalhes. Como de fato, é que você é alguém que carece fundamentalmente de razão, porque não faz ideia daquilo que tenciono fazer e está ainda muito menos ciente daquilo que estou fazendo agora. E assim, digo que você não se iguala nem mesmo a um velho fazendeiro que labuta na terra, um fazendeiro que não tem a mais leve percepção da vida humana e, mesmo assim, põe toda a sua dependência nas bênçãos do Céu quando cultiva a terra. Você, que não gasta nem um segundo para pensar em sua vida, não sabe nada de renome, muito menos ainda você tem qualquer autoconhecimento. Você está tão “acima de tudo”!

Extraído de ‘Aqueles que não aprendem e permanecem ignorantes: eles não são bestas?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 331

Quanto aos ensinamentos que Eu lhes dei, repetidas vezes, há muito tempo que vocês os relegaram aos recônditos de sua mente, até ao ponto de tratá-los como brinquedos para se divertir em seus momentos ociosos. Vocês consideram todos eles à luz de seu próprio “talismã” pessoal. Quando acusados por Satanás, vocês oram; quando negativos, caem num sono profundo; quando felizes, correm por aí selvagemente; quando Eu os repreendo, vocês são excessivamente submissos; e, então, assim que saem de Minha presença, riem com alegria malévola. Você se sente acima de todos os outros, mas você nunca se vê como o mais arrogante de todos, e somente é sempre indescritivelmente altivo, complacente e arrogante. Como tais “jovens cavalheiros”, “jovens senhoritas”, “senhores” e “senhoras” que não aprendem e permanecem ignorantes, poderiam considerar Minhas palavras como um tesouro precioso? Pergunto-lhe novamente: O que, exatamente, você tem aprendido com as Minhas palavras e Minha obra ao longo de tanto tempo? Será que você ganhou mais habilidade em sua enganação? Ou mais sofisticação em sua carne? Ou mais desrespeito em sua atitude para Comigo? Eu lhe digo francamente: é toda essa obra que Eu tenho feito que fez você, que costumava ter a coragem de um rato, ficar mais corajoso. A trepidação que você sente em relação a Mim diminui a cada dia que passa, pois sou misericordioso demais e nunca impus sanções sobre sua carne por meio de violência. Talvez, na sua opinião, Eu esteja meramente proferindo palavras severas — mas é muito mais frequente que Eu lhe mostre uma face sorridente, e quase nunca censure você diretamente. Além do mais, sempre perdoo sua fraqueza, e é inteiramente por causa disso que você Me trata como a cobra tratou o gentil fazendeiro. Como Eu admiro o grau extremo de habilidade e perspicácia nos poderes observacionais da raça humana! Permita-Me dizer-lhe uma verdade: hoje, importa muito pouco se seu coração é ou não reverente; não estou ansioso nem preocupado com isso. Mas também devo dizer-lhe isto: você, essa “pessoa de talento”, que não aprende e permanece ignorante, no fim, será derrubado por sua esperteza auto-admiradora e mesquinha — será você quem sofre e é castigado. Eu não serei tão estúpido a ponto de acompanhar você enquanto você continua a sofrer no inferno, pois não sou da mesma espécie que você. Não esqueça que você é um ser criado que foi amaldiçoado por Mim e, mesmo assim, também é instruído e salvo por Mim, e não há nada em você que Eu relutaria em abandonar. A qualquer momento que Eu faça a Minha obra, nunca sou restringido por qualquer pessoa, ocorrência ou objeto. Minha atitude e Meu ponto de vista face a face à humanidade sempre permaneceram os mesmos. Eu não sou particularmente bem-disposto para com você, porque você é um apêndice à Minha gestão, e está longe de ser mais especial do que qualquer outro ser. Este é Meu conselho para você: você deve se lembrar sempre de que você não é nada mais do que uma criatura de Deus! Embora você possa compartilhar sua existência Comigo, você deveria conhecer a própria identidade; não tenha uma opinião muito elevada de si mesmo. Mesmo que Eu não o repreenda ou lide com você, mas o cumprimente com uma face sorridente, isso não é suficiente para provar que você é da mesma espécie que Eu. Você — você deveria saber que você é alguém que busca a verdade, não a verdade em si! Você deve estar pronto a todo instante para mudar de acordo com Minha palavra. Você não pode escapar disso. Eu o insto, durante este tempo precioso, quando você tem esta oportunidade rara, para tentar aprender alguma coisa. Não Me engane; Eu não preciso que você use de bajulações para tentar Me enganar. Quando você Me busca, isso não é totalmente para o Meu, mas, antes, para o seu próprio bem!

Extraído de ‘Aqueles que não aprendem e permanecem ignorantes: eles não são bestas?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 332

Neste momento, cada dia que vocês vivem é crucial e é de suma importância para o seu destino e sua sina, assim, vocês devem apreciar tudo que vocês têm hoje e valorizar cada minuto que passa. Devem conseguir o máximo de tempo possível para dar a si mesmos os maiores ganhos, para que não tenham vivido esta vida em vão. Talvez vocês se sintam confusos quanto a por que falo tais palavras. Para ser franco, não estou nada satisfeito com o comportamento de nenhum de vocês, pois o que Eu esperava de vocês não é o que vocês são hoje. Assim, posso dizer isto: cada um de vocês está à beira do perigo, e seus antigos gritos de ajuda e aspirações anteriores de perseguir a verdade e de buscar a luz estão se aproximando do seu fim. Essa é a sua manifestação final de recompensa, e é algo que jamais esperei. Não desejo falar de modo contrário aos fatos, pois vocês Me decepcionaram grandemente. Talvez vocês não queiram aceitar isso de braços cruzados, não queiram encarar a realidade — no entanto, devo perguntar isto seriamente a vocês: em todos esses anos, o que, exatamente, tem preenchido seu coração? A quem ele é leal? Não digam que essas perguntas surgiram do nada, e não Me perguntem por que perguntei tais coisas. Saibam disto: é porque Eu conheço vocês bem demais, Me importo demais com vocês e investi demais do Meu coração em sua conduta e seus feitos que os tenho confrontado com seus erros, sem cessar, e tenho suportado amarga dificuldade. No entanto, vocês não Me retribuem com nada além de indiferença e insuportável resignação. Vocês têm sido tão negligentes para Comigo; seria possível Eu não saber nada disso? Se é nisso que vocês acreditam, isso comprova ainda mais que vocês não Me tratam verdadeiramente com bondade. E por isso Eu digo que vocês estão enterrando sua cabeça na areia. Vocês são todos tão espertos que nem sabem o que estão fazendo — o que, então, usarão para prestar contas a Mim?

A questão que mais Me preocupa é a quem, exatamente, o coração de vocês é leal. Espero também que cada um de vocês tente organizar seus pensamentos e pergunte a si mesmo a quem você é leal e para quem você vive. Talvez vocês nunca tenham ponderado cuidadosamente essas perguntas, então que tal Eu revelar as respostas a vocês?

Qualquer um que tenha memória reconhecerá este fato: o homem vive para si mesmo e é leal a si mesmo. Eu não acredito que as suas respostas sejam inteiramente corretas, pois cada um de vocês existe em sua respectiva vida, e cada um está lutando com seu próprio sofrimento. Como tais, vocês são leais às pessoas que vocês amam e às coisas que lhes agradam; vocês não são totalmente leais a si mesmos. Visto que cada um de vocês é influenciado pelas pessoas, ocorrências e objetos em sua volta, vocês não são verdadeiramente leais a si mesmos. Eu falo estas palavras não para endossar a lealdade a si mesmo, mas para expor sua lealdade a qualquer coisa, pois, ao longo de tantos anos, jamais recebi lealdade de nenhum de vocês. Vocês Me seguiram por todos esses anos, mas jamais Me deram um pingo de lealdade. Em vez disso, vocês têm circulado em torno das pessoas que amam e das coisas que lhes agradam — tanto que, em todos os momentos, e aonde quer que vão, vocês as mantêm perto de seu coração e jamais as abandonaram. Sempre que vocês se tornam ávidos ou apaixonados por qualquer coisa que vocês amam, isso acontece enquanto vocês estão Me seguindo ou até mesmo enquanto estão ouvindo as Minhas palavras. Portanto, digo que vocês estão usando a lealdade que exijo de vocês para, em vez disso, serem leais aos seus “animais de estimação” e apreciá-los. Mesmo que sacrifiquem uma ou duas coisas por Mim, isso não representa seu todo e não demonstra que é a Mim que vocês são verdadeiramente leais. Vocês se envolvem em empreendimentos pelos quais são apaixonados: algumas pessoas são leais a filhos e filhas; outras, a maridos, esposas, riquezas, trabalho, superiores, status ou mulheres. Vocês nunca se sentem cansados ou irritados com as coisas às quais vocês são leais; em vez disso, vocês ficam cada vez mais ávidos por possuir essas coisas em maior quantidade e melhor qualidade, e vocês jamais desistem. Eu e Minhas palavras somos sempre empurrados para trás das coisas pelas quais vocês estão apaixonados. E vocês não têm escolha senão colocá-las em último lugar. Existem até aqueles que deixam esse último lugar para as coisas às quais são leais que ainda hão de descobrir. Jamais houve o menor traço de Mim em seu coração. Vocês podem achar que peço demais de vocês ou que os estou acusando injustamente — mas vocês já dedicaram algum pensamento ao fato de que, enquanto estão alegremente passando um tempo com sua família, vocês não foram leais a Mim nem uma única vez? Em tempos como esse, isso não lhes dói? Quando seu coração está cheio de alegria e vocês são recompensados por sua labuta, vocês não se sentem desanimados por não terem se equipado com verdade suficiente? Quando vocês choraram por não terem recebido Minha aprovação? Vocês quebram a cabeça e fazem um esforço enorme para o bem de seus filhos e filhas, mesmo assim, ainda não ficam satisfeitos; ainda acreditam que não foram diligentes para com eles, que não fizeram tudo que podem por eles. Para Comigo, porém, vocês sempre foram negligentes e descuidados; estou apenas em suas lembranças, mas não perduro em seu coração. Minha devoção e Meus esforços sempre passam despercebidos por vocês, e vocês jamais tiveram qualquer apreço por eles. Vocês apenas se engajam em breve reflexão e acreditam que isso bastará. Essa “lealdade” não é aquela pela qual ansiei por tanto tempo, mas a que por tanto tempo desprezei. Ainda assim, não importa o que Eu diga, vocês continuam a admitir apenas uma ou duas coisas; vocês não conseguem aceitar isso plenamente, pois são todos muito “confiantes”, e vocês sempre escolhem o que aceitar das palavras que Eu disse. Se vocês ainda forem assim hoje, Eu tenho alguns métodos para lidar com sua autoconfiança — e, mais ainda, farei com que admitam que todas as Minhas palavras são verdadeiras e que nenhuma delas distorce os fatos.

Extraído de ‘A quem você é leal?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 333

Se Eu colocasse algum dinheiro na frente de vocês neste momento e lhes desse a liberdade de escolher — e se Eu não os condenasse por sua escolha — então a maioria de vocês escolheria o dinheiro e abandonaria a verdade. Os melhores entre vocês desistiriam do dinheiro e escolheriam a verdade, com relutância, enquanto os intermediários pegariam o dinheiro com uma das mãos e a verdade com a outra. O rosto verdadeiro de vocês não se tornaria evidente? Ao escolher entre a verdade e qualquer coisa à qual vocês são leais, todos vocês fariam essa escolha, e sua atitude permaneceria a mesma. Não é assim? Não existem muitos entre vocês que têm oscilado entre o certo e o errado? Em disputas entre positivo e negativo, preto e branco, vocês certamente estão cientes das escolhas que fizeram entre família e Deus, filhos e Deus, paz e ruptura, riquezas e pobreza, status e normalidade, ser apoiado e ser descartado etc. Entre uma família pacífica e uma família rompida, vocês escolheram a primeira e o fizeram sem qualquer hesitação; entre riquezas e dever, vocês novamente escolheram as primeiras, faltando-lhes até mesmo a vontade de retornar para a costa;[a] entre luxo e pobreza, vocês escolheram o primeiro; ao escolher entre seus filhos, filhas, esposas e maridos e Eu, vocês escolheram os primeiros; e entre noção e verdade, vocês, mais uma vez, escolheram a primeira. Confrontado com todos os tipos dos seus atos malignos, Eu simplesmente perdi a fé em vocês. Simplesmente Me espanta que seu coração seja tão resistente a ser amolecido. Aparentemente, muitos anos de dedicação e esforço nada Me trouxeram senão seu abandono e desespero, mas Minhas esperanças para vocês crescem a cada dia, pois Meu dia foi completamente revelado diante de todos. No entanto, vocês persistem em buscar coisas sombrias e malignas, e se recusam a largar o controle sobre elas. Qual, então, será seu desfecho? Alguma vez vocês já consideraram isso com cuidado? Se fossem solicitados a escolher novamente, qual, então, seria sua atitude? Ainda seria a mesma de antes? Vocês ainda Me trariam decepção e tristeza miserável? Seu coração ainda possuiria o mínimo de calor? Vocês continuariam sem saber o que fazer para confortar Meu coração? Neste momento, o que vocês escolhem? Vocês se submeterão às Minhas palavras ou estarão cansados delas? Meu dia foi exposto diante de seus próprios olhos, e o que vocês enfrentam é uma nova vida e um novo ponto de partida. No entanto, devo dizer-lhes que esse ponto de partida não é o início de uma obra nova do passado, mas a conclusão da antiga. Isto é, este é o ato final. Creio que todos vocês consigam entender o que há de incomum nesse ponto de partida. Em breve, porém, vocês entenderão o significado verdadeiro desse ponto de partida, portanto vamos passar por isso juntos e acolher o final vindouro! No entanto, o que continua a Me preocupar em relação a vocês é que, quando confrontados com injustiça e justiça, vocês sempre escolhem a primeira. Tudo isso, porém, está no seu passado. Eu também espero esquecer tudo do seu passado, embora fazer isso seja muito difícil. Mesmo assim, tenho uma maneira muito boa de fazê-lo: deixem que o futuro substitua o passado e permitam que as sombras de seu passado sejam dissipadas em troca de seu verdadeiro eu de hoje. Assim, devo importuná-los para fazerem a escolha mais uma vez: a quem exatamente vocês são leais?

Extraído de ‘A quem você é leal?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Nota de rodapé:

a. Retornar para a costa: uma expressão chinesa que significa “abandonar os caminhos maus”.

Palavras diárias de Deus Trecho 334

Sempre que se menciona o destino, vocês o tratam com especial seriedade; todos vocês são particularmente sensíveis quanto a essa questão. Algumas pessoas mal conseguem esperar para ajoelhar-se diante de Deus para obter um bom destino. Posso identificar-Me com a ânsia de vocês, que não precisa ser expressa em palavras. Vocês não querem de jeito nenhum que sua carne caia em desgraça e, sobretudo, não querem descer para uma longa punição no futuro. Vocês só esperam se deixar viver com um pouco mais de liberdade, com um pouco mais de facilidade. E então ficam especialmente agitados sempre que se menciona o destino, com um medo profundo de que, se não prestarem suficiente atenção, possam ofender a Deus e, assim, ficar sujeitos à retribuição que merecem. Vocês não hesitaram em fazer concessões em prol do seu destino, e muitos de vocês que já foram desonestos e irreverentes de repente se tornaram especialmente gentis e sinceros; sua sinceridade chega a ser arrepiante. De qualquer maneira, todos vocês têm um coração “honesto” e abriram-se para Mim do início ao fim, sem ocultar nenhum dos segredos do seu coração, quer se trate de culpa, engano ou devoção. De um modo geral, vocês Me “confessaram” com franqueza essas coisas substanciais do recesso mais profundo do seu ser. Obviamente, Eu nunca evitei tais coisas, pois passaram a ser corriqueiras para Mim. Vocês preferem entrar no mar de fogo em prol de seu destino final a perder um único fio de cabelo de modo a ganharem a aprovação de Deus. Não é que eu esteja sendo dogmático demais com vocês; acontece que seu coração de devoção é especialmente inadequado para enfrentar tudo o que faço. Vocês podem não compreender o que quero dizer, então, permitam-Me dar-lhes uma explicação simples: o que vocês precisam não é a verdade e a vida, nem os princípios pelos quais devem pautar sua conduta e, principalmente, muito menos Meu trabalho meticuloso. O que vocês precisam é de tudo o que possuem na carne — riqueza, status, família, casamento etc. Vocês são totalmente desdenhosos de Minhas palavras e Minha obra, portanto Eu posso resumir sua fé em um termo: indiferente. Vocês farão o que for preciso para conseguir as coisas às quais se devotam de forma total, mas Eu descobri que vocês não fariam o mesmo em prol das questões relacionadas a sua crença em Deus. Antes, vocês são apenas relativamente leais e relativamente sérios. Por isso digo que as pessoas não dotadas de extrema sinceridade no coração são um fracasso em sua crença em Deus. Pensem bem — há muitos fracassos entre vocês?

Vocês deveriam saber que o sucesso na crença em Deus é alcançado devido às próprias ações das pessoas; quando as pessoas fracassam, em vez de ter sucesso, isso também se deve às próprias ações, e nenhum papel é exercido por outros fatores. Acredito que vocês fariam qualquer coisa necessária para cumprir algo mais difícil e que implicasse mais sofrimento do que crer em Deus, e que vocês tratariam disso com muita seriedade, tanto que não estariam dispostos a cometer erro algum; esses são os tipos de esforços incansáveis que todos vocês colocam em suas vidas. Vocês são até capazes de Me enganar na carne em circunstâncias nas quais não enganariam ninguém da própria família. Esse é seu comportamento habitual e o princípio aplicado por vocês na vida. Vocês não continuam a cultivar uma falsa imagem para enganar-Me, em benefício de seu destino, para terem um destino belo e feliz? Estou ciente de que a devoção e a sinceridade de vocês são apenas temporárias; suas aspirações e o preço que vocês pagam não são somente para agora, e não depois? Vocês querem apenas despender um último esforço para alcançar um belo destino, com o único propósito de fazer uma troca. Não estão fazendo esse esforço para evitar ficar em dívida com a verdade, e menos ainda para retribuir-Me pelo preço que Eu paguei. Resumindo, vocês só estão dispostos a empregar hábeis estratagemas para conseguirem o que querem, mas não a lutar por isso. Não é esse o seu desejo sincero? Vocês não devem se disfarçar e muito menos quebrar a cabeça por seu destino, a ponto de não conseguirem comer nem dormir. Não é verdade que o desfecho de vocês já terá sido determinado no final? Vocês devem cumprir seu dever o melhor que puderem, de coração aberto e honesto, e estar dispostos a pagar o preço que for preciso. Como vocês disseram, quando o dia chegar, Deus não será remisso com alguém que sofreu ou pagou um preço por Ele. Essa é uma convicção do tipo que vale a pena manter, e vocês não deveriam esquecê-la jamais. Somente assim posso acalmar-Me quanto a vocês. Caso contrário, nunca conseguirei acalmar-Me com relação a vocês, e sempre serão objeto da Minha aversão. Se todos vocês puderem seguir sua consciência e dar tudo de si por Mim, se não pouparem esforços pela Minha obra e devotarem uma vida inteira de esforço à Minha obra do evangelho, então Meu coração não pulará de alegria por vocês com frequência? Desse jeito, conseguirei acalmar-Me por completo a respeito de vocês, não é mesmo? É uma vergonha vocês serem capazes de fazer apenas uma parte lamentável e ínfima do que Eu espero; sendo assim, como podem ter o descaramento de procurar obter de Mim o que esperam?

Extraído de ‘Sobre o destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 335

Seu destino e sua sorte são muito importantes para vocês — são motivo de grande preocupação. Vocês acreditam que, se não fizerem as coisas com muito cuidado, isso será equivalente a não terem destino, que vocês destruíram o próprio destino. Mas já lhes ocorreu que as pessoas que despendem esforços apenas para o bem de seu destino estão trabalhando em vão? Tais esforços não são genuínos — são falsos e enganosos. Se esse for o caso, aqueles que trabalham pelo seu destino sofrerão sua derrota final, pois o fracasso na crença em Deus é causado pelo engano. Eu já disse que não gosto de ser lisonjeado, nem bajulado, nem tratado com entusiasmo. Gosto que as pessoas sinceras enfrentem a Minha verdade e as Minhas expectativas. Mais ainda, gosto quando elas são capazes de mostrar extremo cuidado e consideração pelo Meu coração, e quando são até capazes de renunciar a tudo por Mim. Só assim é possível confortar o Meu coração. Agora mesmo, quantas coisas Me desagradam com relação a vocês? Quantas coisas Me agradam com relação a vocês? Será possível que nenhum de vocês reparou em todas as diversas manifestações de feiura que mostraram em benefício de seu destino?

No Meu coração, não desejo prejudicar nenhum coração positivo e motivado e, especialmente, não desejo diminuir a energia de ninguém que esteja a cumprir seu dever com fidelidade. Não obstante, devo lembrar cada um vocês de sua insuficiência e da alma imunda que jaz nos recantos mais profundos do seu coração. O propósito em fazer isso é esperar que vocês sejam capazes de ofertar seu verdadeiro coração ao fazerem frente às Minhas palavras, porque o que mais odeio é a falsidade das pessoas para Comigo. Só espero que, na última etapa da Minha obra, vocês serão capazes de entregar sua mais impressionante atuação, e que serão completamente devotos, e não mais indiferentes. É claro que também desejo que todos vocês tenham um bom destino. Todavia, ainda tenho Minha exigência, que é que vocês tomem a melhor decisão em Me ofertarem sua devoção exclusiva e definitiva. Se não tiver essa devoção exclusiva, a pessoa certamente virará tesouro de Satanás, e Eu não mais Me utilizarei dela, mas hei de mandá-la para casa, para seus pais cuidarem dela. Minha obra é uma grande ajuda para vocês; o que espero conseguir de vocês é um coração que seja honesto e que aspire elevar-se, mas até agora as Minhas mãos permanecem vazias. Pensem nisto: se um dia Eu ainda estiver magoado demais, além do escopo que as palavras contam, então qual será a Minha atitude para com vocês? Serei tão amigável com vocês quanto sou agora? Meu coração será tão pacífico quanto está agora? Vocês entendem os sentimentos de uma pessoa que, tendo cultivado com sofrido esmero, não conseguiu colher um grão sequer? Vocês entendem quão gravemente é ferido o coração de alguém que recebeu um grande golpe? Conseguem sentir a amargura de uma pessoa que, uma vez tão cheia de esperança, teve de se afastar de alguém estando em desavença? Já viram a raiva de uma pessoa que foi provocada? Podem entender o sentimento de vingança urgente de uma pessoa que foi tratada com hostilidade e falsidade? Se vocês compreendem a mentalidade dessas pessoas, acho que não lhes será difícil imaginar a atitude que Deus terá quando chegar a hora de Sua retribuição! Finalmente, espero que todos vocês se empenhem seriamente em benefício do próprio destino, embora seja melhor vocês não utilizarem meios enganosos em seus esforços, ou Eu continuarei desapontado com vocês em Meu coração. A que esse desapontamento levará? Vocês não estão enganando a si mesmos? Aqueles que levam seu destino em consideração e ainda assim o arruínam são as pessoas menos capazes de serem salvas. Mesmo se tais pessoas se tornarem exasperadas, quem se compadecerá delas? De um modo geral, Eu continuo propenso a desejar a vocês um destino adequado e bom, e, ainda mais, espero que nenhum de vocês caia no desastre.

Extraído de ‘Sobre o destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: IX. Expondo a corrupção da humanidade

Próximo: Expondo a corrupção da humanidade 2

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

Capítulo 37

No decorrer das eras, em toda a obra que Eu fiz, cada estágio dela continha Meus métodos apropriados de operação. Por isso Meu povo amado...

Capítulo 28

Quando Eu vim de Sião, Eu era esperado por todas as coisas e, quando retornei a Sião, fui saudado por todos os homens. Enquanto Eu ia e...

Capítulo 15

Os seres humanos são todos criaturas que carecem de autoconhecimento, e são incapazes de se conhecer. Não obstante, conhecem a todos os...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro