VI. O caráter de Deus e o que Ele tem e é

Palavras diárias de Deus Trecho 232

Eu sou justo, Eu sou digno de confiança e Eu sou o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem! Eu revelarei imediatamente quem é verdadeiro e quem é falso. Não fiquem alarmados; todas as coisas funcionam de acordo com o Meu tempo. Quem Me quer sinceramente e quem não Me quer sinceramente — Eu lhes direi, um por um. Cuidem apenas de comer tudo, beber tudo e chegar perto de Mim quanto vierem à Minha presença e Eu Mesmo farei a Minha obra. Não fiquem muito ansiosos para ter resultados rápidos; Minha obra não é algo que pode ser executado de uma só vez. Dentro dela há Meus passos e Minha sabedoria, e é por isso que Minha sabedoria pode ser revelada. Eu deixarei vocês verem o que é feito pelas Minhas mãos — a punição do mal e a recompensa do bem. Eu certamente não favoreço ninguém. Você que Me ama sinceramente, Eu o amarei sinceramente, e, quanto àqueles que não Me amam sinceramente, a Minha ira sempre estará com eles, de modo que possam lembrar por toda a eternidade que Eu sou o Deus verdadeiro, o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem. Não aja de uma maneira na presença dos outros e de outra maneira pelas suas costas; Eu vejo claramente tudo que você faz e, embora possa enganar os outros, você não pode enganar a Mim. Eu vejo tudo isso claramente. Não é possível que você esconda nada; tudo repousa em Minhas mãos. Não se ache tão esperto demais para fazer seus pequenos cálculos mesquinhos resultar em sua vantagem. Eu lhe digo: por mais planos que o homem possa incubar, até os milhares e milhões, no fim eles não podem escapar da palma da Minha mão. Todas as coisas e todos os objetos são controlados pelas Minhas mãos, sem fazer caso de uma simples pessoa! Não tente se evadir de Mim nem se esconder, não tente adular nem se ocultar. Você ainda não consegue ver que o Meu semblante glorioso, a Minha ira e o Meu julgamento foram revelados publicamente? Todos que não Me querem sinceramente, Eu os julgarei de imediato e sem misericórdia. Minha piedade chegou ao fim; não resta mais nada. Não sejam mais hipócritas e ponham um fim em seus modos desregrados e incautos.

Meu filho, tome cuidado; passe mais tempo em Minha presença e Eu tomarei conta de você. Não tenha medo, apresente a Minha espada afiada de dois gumes e — de acordo com a Minha vontade — lute contra Satanás até o amargo fim, e Eu o protegerei. Não se preocupe. Todas as coisas ocultas serão abertas e reveladas. Eu sou o Sol que envia a luz, iluminando impiedosamente toda a escuridão. Meu julgamento desceu em sua totalidade e a igreja é um campo de batalha. Vocês todos devem se preparar e dedicar todo o seu ser à batalha final e decisiva; Eu certamente o protegerei para que você possa lutar a boa e vitoriosa luta por Mim.

Seja cuidadoso — hoje em dia o coração das pessoas é enganoso e imprevisível e os homens não têm como conquistar a confiança de outros homens. Só Eu sou completamente por vocês. Não há engano em Mim; basta apoiar-se em Mim! Meus filhos seguramente serão vitoriosos na batalha final e decisiva e Satanás certamente surgirá em um conflito mortal. Não tenha medo! Eu sou seu poder, Eu sou tudo para você. Não fique remoendo as coisas, você não pode cuidar de tantos pensamentos. Eu disse antes, não vou mais puxar vocês ao longo da senda, porque a hora é urgente demais. Eu não tenho mais tempo para pegá-los pelas orelhas e adverti-los a cada vez — não é possível! Apenas terminem seus preparativos para a batalha. Eu assumo total responsabilidade por você; todas as coisas estão em Minhas mãos. Essa é uma batalha até a morte, e um ou outro lado é fadado a perecer. Mas você precisa ter clareza disto: Eu sou vitorioso e imbatível para sempre e Satanás seguramente perecerá. Esse é Meu passo, Minha obra, Minha vontade e Meu plano!

Está feito! Tudo está feito! Não fique desencorajado nem com medo. Eu com você e você Comigo, seremos reis para todo o sempre! Minhas palavras, uma vez ditas, nunca mudarão e os eventos logo virão sobre vocês. Sejam vigilantes! Vocês devem ponderar bem cada única linha; não sejam mais vagos em relação a Minhas palavras. Vocês devem ter clareza delas! Vocês devem se lembrar — passem o máximo de tempo que puderem em Minha presença!

de ‘Capítulo 44’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 233

Eu comecei a entrar em ação para punir aqueles que praticam o mal, aqueles que detêm o poder e aqueles que perseguem os filhos de Deus. A partir de agora, quem Me contradiz em seu coração, a mão de Meus decretos administrativos estará sempre sobre eles. Saiba disso! Este é o início de Meu julgamento, e nenhuma misericórdia será dada para ninguém, nem ninguém será poupado, pois Eu sou o Deus desapaixonado que pratica a justiça, e seria bom que todos vocês reconhecessem isso.

Não é que Eu queira punir aqueles que praticam o mal, mas é uma retribuição trazida sobre eles por seu próprio mal. Eu não sou rápido para punir ninguém, nem trato ninguém injustamente — Eu pratico a justiça para todos. Eu certamente amo Meus filhos e Eu certamente odeio os malignos que Me desafiam; este é o princípio por trás das Minhas ações. Cada um de vocês deve ter um entendimento sobre Meus decretos administrativos. Se não, vocês não terão o menor medo e serão descuidados diante de Mim, e vocês não saberão o que Eu quero aperfeiçoar, o que Eu quero tornar completo, o que Eu quero ganhar ou de que tipo de pessoa Meu reino está precisando.

Meus decretos administrativos são:

1. Não importa quem você seja, se você Me contradisser em seu coração, você será julgado.

2. Aqueles que Eu escolhi, eles serão disciplinados imediatamente por quaisquer ideias erradas.

3. Eu porei de lado aqueles que não creem em Mim. Eu os deixarei falar e agir de maneira descuidada até o final, quando Eu os punirei e lidarei com eles completamente.

4. Aqueles que acreditam em Mim, Eu vou cuidar deles e protegê-los em todos os momentos. Em todos os momentos Eu lhes darei vida usando o caminho da salvação. Essas pessoas terão Meu amor e certamente não cairão ou perderão seu caminho. Qualquer fraqueza que tenham será temporária, e Eu certamente não Me lembrarei dela.

5. Aqueles que parecem acreditar, mas que realmente não acreditam — ou seja, aqueles que acreditam que existe um Deus, mas que não buscam a Cristo, mas que também não resistem — esses tipos de pessoa são os mais dignos de pena e através de Meus feitos Eu os farei ver com clareza. Através das Minhas ações, Eu salvarei esses tipos de pessoa e as trarei de volta.

6. Os filhos primogênitos que foram os primeiros a aceitar o Meu nome serão abençoados! Eu certamente concederei as melhores bênçãos a vocês e vocês terão prazer à vontade; ninguém se atreverá a impedir isso. Está tudo totalmente preparado para vocês, pois esse é o Meu decreto administrativo.

Extraído de ‘Capítulo 56’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 234

Bem-aventurados os que leram a Minha palavra e acreditam que ela será cumprida — Eu não vou maltratar você, mas cumprirei em você o que você crê. Essa é Minha bênção vindo sobre você. Minha palavra atinge os segredos escondidos em cada pessoa. Todos têm feridas mortais e Eu sou o bom médico que as cura — simplesmente adentre à Minha presença. Por que Eu disse que no futuro não haverá mais tristeza e nem mais lágrimas? É por causa disso. Em Mim, tudo é realizado, mas, nos homens, todas as coisas são corruptas e vãs e todas são enganosas para os humanos. Na Minha presença, você receberá todas as coisas e verá tanto quanto desfrutará de todas as bênçãos que você nem teria imaginado. Aqueles que não vêm diante de Mim certamente são rebeldes e definitivamente são aqueles que resistem a Mim. Eu certamente não os pouparei com facilidade; castigarei severamente esse tipo de pessoa. Lembre-se disso! Aqueles que comparecem mais diante de Mim ganharão mais, mas não será nada além de graça. Mais tarde, eles receberão bênçãos ainda maiores.

Desde a criação do mundo Eu comecei a predestinar e selecionar este grupo de pessoas, a saber, vocês hoje. O temperamento de vocês, seu calibre, aparência, estatura, a família em que você nasceu, seu trabalho e casamento, sua totalidade, até a cor de seu cabelo e de sua pele, o momento de seu nascimento, tudo foi arranjado pelas Minhas mãos. Mesmo as coisas que você faz e as pessoas que você encontra todo dia são arranjadas pelas Minhas mãos, para nem mencionar o fato de que levar você à Minha presença hoje é, de fato, Meu arranjo. Não se lance na desordem; você deve proceder calmamente. O que Eu permito que você desfrute hoje é uma parte que você merece e essa foi predestinada por Mim na criação do mundo. Os homens são todos tão extremos — ou são excessivamente teimosos ou totalmente sem vergonha. Eles são incapazes de fazer as coisas de acordo com o Meu plano e arranjo. Não faça mais isso. Em Mim tudo é emancipado; não prenda a si mesmo, pois haverá perda com relação à sua vida. Lembre-se disso!

Extraído de ‘Capítulo 74’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 235

Eu sou o Próprio Deus único e, ademais, Eu sou a singular e única pessoa de Deus, e Eu, a totalidade da carne, sou ainda mais a completa manifestação de Deus. Quem ousar não Me reverenciar, quem ousar mostrar um olhar de desafio, quem ousar pronunciar palavras de desafio contra Mim seguramente morrerá das Minhas maldições e ira (haverá maldição por causa da Minha ira). E quem ousar não ser leal ou filial a Mim, quem ousar tentar Me enganar seguramente morrerá do Meu ódio. Minha justiça, majestade e julgamento durarão para todo o sempre. No princípio, Eu fui amoroso e misericordioso, mas esse não é o caráter da Minha completa divindade; justiça, majestade e julgamento são apenas o Meu caráter — o Próprio Deus completo. Durante a Era da Graça, Eu fui amoroso e misericordioso. Por causa da obra que Eu tinha de terminar Eu tinha amabilidade e misericórdia, mas depois disso não houve mais necessidade de nenhuma amabilidade ou misericórdia (não houve nenhuma desde então). Tudo que há é justiça, majestade e julgamento e esse é o caráter completo da Minha humanidade normal associada à Minha divindade completa.

Aqueles que não Me conhecem perecerão no abismo sem fundo e aqueles que têm certeza a Meu respeito viverão para sempre, para serem cuidados e estarem protegidos dentro do Meu amor. Eu falo uma palavra e o universo inteiro treme de ponta a ponta — quem consegue ouvir Minhas palavras e não treme de medo? Quem não consegue desenvolver um coração que Me reverencia? Quem não consegue conhecer Minha justiça e majestade a partir dos Meus feitos! E quem não consegue ver Minha onipotência e sabedoria em Meus feitos! Quem quer que não tome cuidado certamente morrerá. Isso porque os que não tomam cuidado são aqueles que Me desafiam, que não Me conhecem e eles são o arcanjo, o mais selvagem. Examinem a si mesmos — quem for selvagem, hipócrita, arrogante e presunçoso certamente é objeto do Meu ódio e perecerá!

Agora Eu anuncio os decretos administrativos do Meu reino: todas as coisas estão dentro do Meu julgamento, todas as coisas estão dentro da Minha justiça, todas as coisas estão dentro da Minha majestade e a justiça é praticada para todos. Aqueles que dizem que creem em Mim, mas Me contradizem em seu coração ou cujo coração Me abandonou serão escorraçados, mas tudo no Meu tempo. Aqueles que falam sarcasticamente sobre Mim, mas de um modo que as pessoas não percebem, morrerão imediatamente (eles morrerão em espírito, corpo e alma). Minha ira julgará imediatamente os que oprimem ou dão de ombros aos que Eu amo. Isso quer dizer que aqueles que têm um coração ciumento para com aqueles que Eu amo e pensam que Eu não sou justo serão entregues aos que Eu amo para serem julgados. Todos os que se comportam bem são simples e honestos (incluindo aqueles que carecem de sabedoria) e todos os que são absolutamente sinceros Comigo permanecerão no Meu reino. Aqueles que não passaram por treinamento, a saber, aquelas pessoas honestas que carecem de sabedoria e percepção, terão poder no Meu reino. Contudo, elas também passaram pela lida e a quebra. Que elas não passaram por treinamento não é algo absoluto, mas antes por meio dessas coisas Eu mostrarei a todos Minha onipotência e Minha sabedoria. Eu escorraçarei aqueles que ainda duvidam de Mim agora, não quero nenhum deles (Eu detesto aqueles que ainda duvidam de Mim num tempo como este). Por meio dos feitos que realizo por todo o universo, Eu mostrarei às pessoas honestas a maravilha das Minhas ações, e em consequência disso crescerá sua sabedoria, percepção e discernimento, e Eu farei com que as pessoas enganosas sejam destruídas em um momento por causa dos Meus feitos maravilhosos. Todos os filhos primogênitos que foram os primeiros a aceitar Meu nome (a saber, as pessoas honestas, santas e imaculadas) serão os primeiros a entrar no reino e governar todas as nações e todos os povos Comigo, reinar como reis no reino e juntos julgar todas as nações e todos os povos (a saber, todos os filhos primogênitos no reino e não outros). Todos os que, entre todas as nações e todos os povos, foram julgados e se arrependeram entrarão no Meu reino e se tornarão Meu povo, e aqueles que são obstinados e impenitentes serão lançados no abismo sem fundo (a fim de perecerem para sempre). O julgamento no reino será o tempo final e será Minha limpeza completa do mundo. Então não haverá mais nenhuma injustiça, nenhum pesar, nem lágrimas, nem suspiros e, ademais, não haverá mais mundo. Tudo será a manifestação de Cristo, tudo será o reino de Cristo. Quanta glória! Quanta glória!

Extraído de ‘Capítulo 79’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 236

Agora Eu promulgo os Meus decretos administrativos para vocês (em vigor a partir do dia da promulgação deles, atribuindo castigos diferente para pessoas diferentes):

Eu cumpro as Minhas promessas, e todas as coisas estão nas Minhas mãos: quem quer que duvidar, certamente será morto. Não há espaço para consideração alguma; eles serão imediatamente exterminados, assim livrando Meu coração de ódio. (De agora em diante, está confirmado que quem quer que seja morto não deve ser um membro do Meu reino e deve ser um descendente de Satanás.)

Como filhos primogênitos, vocês deveriam manter suas próprias posições, cumprir seus próprios deveres bem e não ser pessoas intrometidas. Vocês deveriam se oferecer para o Meu plano de gerenciamento e, em todos os lugares para onde forem, vocês deveriam dar bom testemunho de Mim e glorificar o Meu nome. Não cometam atos vergonhosos; sejam exemplos para todos os Meus filhos e para o Meu povo. Não sejam debochados nem por um momento sequer: vocês devem sempre se apresentar diante de todos portando a identidade de filhos primogênitos, e não sendo servis; antes, vocês deveriam caminhar com a cabeça erguida. Eu estou pedindo que vocês glorifiquem o Meu nome, não que desgracem o Meu nome. Aqueles que são filhos primogênitos têm, cada um, a sua própria função individual e não podem fazer todas as coisas. Essa é a responsabilidade que Eu lhes dei e ela não deve ser evitada. Vocês devem se dedicar de todo o coração, com toda a sua mente e com toda a sua força ao cumprimento daquilo que Eu lhes confiei.

Deste dia em diante, por todo o mundo-universo, o dever de pastoreio de todos os Meus filho e de todo o Meu povo será confiado aos Meus filhos primogênitos para que o cumpram, e Eu castigarei aquele que não puder dedicar todo o seu coração e toda a sua mente ao cumprimento disso. Essa é a Minha justiça. Eu nem pouparei nem tratarei com brandura nem mesmo os Meus filhos primogênitos.

Se houver alguém entre os Meus filhos ou entre o Meu povo que ridicularizar e insultar um dos Meus filhos primogênitos, Eu o punirei severamente, porque os Meus filhos primogênitos Me representam; o que uma pessoa faz a eles, ela o faz também a Mim. Esse é o mais severo dos Meus decretos administrativos. Eu permitirei que os Meus filhos primogênitos, de acordo com o desejo deles, administrem a Minha justiça contra qualquer dos Meus filhos e do Meu povo que viole esse decreto.

Eu gradualmente abandonarei quem quer que Me considere de forma frívola e se concentre apenas no Meu alimento, roupa e sono, dê atenção apenas aos Meus assuntos externos sem ter consideração pelo Meu fardo, e não preste atenção ao cumprimento de suas funções de forma apropriada. Isso é direcionado a todos aqueles que têm ouvidos.

Quem terminar de fazer o serviço para Mim deve obedientemente se retirar sem confusão. Tome cuidado, senão, Eu lidarei com você. (Isso é um decreto suplementar.)

Meus filhos primogênitos deverão pegar a vara de ferro a partir de agora e começar a executar a Minha autoridade para governarem todas as nações e pessoas, andar entre todas as nações e pessoas e realizar o Meu julgamento, justiça e majestade entre todas as nações e pessoas. Meus filhos e o Meu povo temerão a Mim, Me louvarão, Me alegrarão e Me glorificarão sem cessar, porque o Meu plano de gerenciamento está realizado e os Meus filhos primogênitos podem reinar Comigo.

Isso é uma parte dos Meus decretos administrativos; depois disso, Eu os contarei a vocês à medida que a obra progrida. A partir dos decretos administrativos acima, vocês verão o passo em que Eu realizo a Minha obra, assim como qual etapa a Minha obra alcançou. Isso será uma confirmação.

Eu já julguei Satanás. Como a Minha vontade está desimpedida e como os Meus filhos primogênitos foram glorificados Comigo, Eu já exercitei a Minha justiça e majestade sobre o mundo e todas as coisas que pertencem a Satanás. Eu não levanto um dedo nem presto atenção a Satanás de forma alguma (porque ele nem mesmo merece conversar Comigo). Eu apenas continuo fazendo o que Eu quero fazer. A Minha obra procede tranquilamente, passo a passo, e a Minha vontade está desimpedida por toda a terra. Isso envergonhou Satanás em certa medida, e ele foi completamente destruído, porém isso por si só não realizou a Minha vontade. Eu também permito que Meus filhos primogênitos executem os Meus decretos administrativos sobre eles. Por um lado, o que Eu deixo Satanás ver é a Minha ira para com ele; por outro lado, Eu deixo que ele veja a Minha glória (veja que os Meus filhos primogênitos são as testemunhas mais retumbantes para a humilhação de Satanás). Eu não o puno em pessoa, antes, deixo Meus filhos primogênitos realizarem a Minha justiça e majestade. Porque Satanás costumava abusar dos Meus filhos, persegui-los e oprimi-los, hoje, depois de seu serviço estar terminado, Eu permitirei que Meus filhos primogênitos maduros lidem com ele. Satanás ficou impotente contra a queda. A paralisação de todas as nações no mundo é o melhor testemunho; as pessoas lutando e os países em guerra são manifestações óbvias do colapso do reino de Satanás. A razão de Eu não ter mostrado quaisquer sinais e maravilhas no passado foi trazer humilhação sobre Satanás e glorificar o Meu nome, passo a passo. Quando Satanás estiver completamente acabado, Eu começarei a mostrar o Meu poder: o que Eu digo passa a existir, e as coisas sobrenaturais que não estão em conformidade com as noções humanas serão realizadas (estas se referem às bênçãos que virão em breve). Porque Eu sou o Próprio Deus prático e Eu não tenho regras, e porque falo de acordo com as mudanças em Meu plano de gerenciamento, o que Eu disse no passado, portanto, não é necessariamente aplicável no presente. Não se apeguem às suas próprias noções! Eu não sou um Deus que vive por regras; Comigo, todas as coisas são livres, transcendentes e completamente liberadas. Talvez o que foi dito ontem esteja ultrapassado hoje, ou talvez possa ser colocado de lado hoje (no entanto, os Meus decretos administrativos, uma vez que são promulgados, nunca mudarão). Esses são os passos no Meu plano de gerenciamento. Não se apeguem a regras. Todo dia há nova luz e há novas revelações e esse é o Meu plano. Todo dia, a Minha luz será revelada em você, e a Minha voz será liberada para o mundo-universo. Você entende? Esse é o seu dever, a responsabilidade que Eu lhe confiei. Vocês não devem negligenciar isso nem por um só momento. Eu usarei até o fim as pessoas que Eu aprovar, e isso jamais mudará. Porque Eu sou o Deus todo-poderoso, Eu sei que tipo de pessoa deveria fazer o que, assim como que tipo de pessoa é capaz de fazer qual coisa. Essa é a Minha onipotência.

Extraído de ‘Capítulo 88’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 237

Cada frase que declaro carrega autoridade e julgamento e ninguém pode mudá-las. Sempre que as Minhas palavras são emitidas, as coisas serão realizadas segundo as Minhas palavras, e esse é o Meu caráter. Minhas palavras são autoridade e todos que as corrigem ofendem o Meu castigo e devo abatê-los. Em casos críticos, trazem ruína para a própria vida e vão para o Hades ou vão para o poço do abismo. Esse é o único modo de Eu lidar com a humanidade e o homem não tem como mudá-lo — esse é o Meu decreto administrativo. Lembrem-se disso! Ninguém está autorizado a ofender o Meu decreto; isso deve ser feito segundo a Minha vontade! No passado, lhes fui muito afável e vocês só encontraram as Minhas palavras. As palavras que falei sobre abater as pessoas ainda não chegaram a acontecer. Mas, a partir de hoje, todos os desastres (os relacionados aos Meus decretos administrativos) irão se suceder um após o outro para punir todos aqueles que não são conformes à Minha vontade. Deve haver o advento dos fatos, senão as pessoas não seriam capazes de ver a Minha ira, mas seriam repetidamente debochadas. Esse é um passo do Meu plano de gestão e é o modo como executo o próximo passo da Minha obra. Digo-lhes isso de antemão para que vocês possam evitar cometer ofensa e sofrer perdição para sempre. Isso quer dizer que, a partir de hoje, farei com que todas as pessoas, exceto os Meus filhos primogênitos, ocupem os devidos lugares segundo a Minha vontade e Eu as castigarei, uma por uma. Não vou deixar nem uma delas se livrar. Vocês simplesmente ousam ser debochados outra vez! Vocês simplesmente ousam ser rebeldes outra vez! Tenho dito que sou justo para com todos, sem um fiapo de sentimento, e isso serve para mostrar que o Meu caráter não deve ser ofendido. Essa é a Minha pessoa. Ninguém pode mudar isso. Todas as pessoas ouvem as Minhas palavras e todas as pessoas veem o Meu semblante glorioso. Todas as pessoas devem obedecer a Mim completa e absolutamente — esse é o Meu decreto administrativo. Todas as pessoas nos confins do universo devem Me louvar, Me glorificar, pois Eu sou o Próprio Deus único, pois Eu sou a pessoa de Deus. Ninguém pode mudar Minhas palavras e declarações, Meu discurso e procedimento, pois essas são questões para Mim apenas, e são as que possuo desde a eternidade e que existirão para sempre.

Extraído de ‘Capítulo 100’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 238

A obra que Eu planejei continua avançando sem cessar um só momento. Tendo entrado na Era do Reino e levado vocês para o Meu reino como Meu povo, Eu terei outras exigências para lhes fazer; quer dizer, Eu começarei a promulgar perante vocês a constituição com a qual Eu governarei essa era:

Já que você é chamado de Meu povo, você deve ser capaz de glorificar o Meu nome, isto é, testemunhar em meio à provação. Se alguém tentar Me enganar ou ocultar a verdade de Mim, ou envolver-se em transações desonestas por trás das Minhas costas, tal pessoa será, sem exceção, expulsa e retirada da Minha casa para aguardar que Eu lide com ela. Aqueles que foram infiéis e desobedientes para Comigo no passado e, hoje, se levantam outra vez para julgar-Me abertamente também serão expulsos da Minha casa. Aqueles que são o Meu povo devem importar-se com Meus fardos, bem como buscar conhecer as Minhas palavras. Somente pessoas assim Eu iluminarei, e elas certamente viverão sob a Minha direção e iluminação, nunca se depararão com o castigo. Aqueles que, falhando em se importar com Meus fardos, se concentrarem no planejamento de seu próprio futuro, isto é, aqueles que não têm como objetivo, com seus feitos, satisfazer o Meu coração, mas, pelo contrário, mendigar doações, essas criaturas semelhantes a mendigos, Eu absolutamente Me recuso a usar, pois, desde o momento em que nasceram, não sabem nada sobre o que significa se importar com Meus fardos. Elas são pessoas com senso anormal; pessoas assim estão sofrendo de “desnutrição” do cérebro e precisam ir para a casa em busca de alguma “nutrição”. Eu não tenho utilidade para pessoas desse tipo. Entre o Meu povo, será exigido que todos considerem conhecer-Me como uma tarefa obrigatória a ser cumprida até o fim, como comer, vestir-se e dormir, algo de que nunca se esquece nem por um momento, para que, no fim, conhecer-Me se torne uma habilidade familiar como comer, algo que você faz sem esforço, com mão experiente. Quanto às palavras que Eu profiro, cada uma delas deve ser compreendida com a máxima certeza e plenamente assimilada; não pode haver meias-medidas superficiais. Qualquer um que não prestar atenção às Minhas palavras será considerado como opondo-se diretamente a Mim; qualquer um que não coma as Minhas palavras ou não busque conhecê-las, será considerado como alguém que não dá atenção a Mim e será diretamente varrido para fora da porta da Minha casa. Porquanto, conforme Eu havia dito anteriormente, o que Eu desejo não são muitas pessoas, mas algumas poucas selecionadas. Dentre cem pessoas, se apenas uma for capaz de Me conhecer por meio das Minhas palavras, então, Eu, de bom grado, lançarei fora todas as demais para focar no esclarecimento e iluminação dessa única pessoa. A partir disso, vocês podem ver que não é necessariamente verdade que grandes números, por si só, consigam Me manifestar, Me viver. O que Eu quero é o trigo (mesmo que os grãos não estejam cheios), e não joio (mesmo que os grãos estejam cheios o bastante para causar admiração). Com relação àqueles que não se importam em buscar, mas, em vez disso, comportam-se de maneira negligente, eles deveriam partir por vontade própria; Eu não quero vê-los mais, a fim de que não tragam desgraça ao Meu nome.

Extraído de ‘Capítulo 5’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 239

Já que você é uma das pessoas da Minha casa e já que você é fiel no Meu reino, tudo que você faz deve corresponder aos padrões exigidos por Mim. Não peço que você seja apenas uma nuvem flutuando no ar, mas que você seja neve reluzente e esteja de posse de sua substância e ainda mais de seu valor. Porque Eu vim da terra santa, não como o lótus, que tem apenas nome sem ter substância, porque ele veio do pântano e não da terra santa. O tempo em que um novo céu desce sobre a terra e uma nova terra se espalha sobre os céus também é justamente o tempo em que Eu opero formalmente entre os homens. Quem entre os homens Me conhece? Quem contemplou o momento da Minha chegada? Quem viu que Eu não só tenho um nome, mas, ademais, possuo substância? Eu afasto as nuvens brancas com a Minha mão e observo de perto os céus; no espaço, nada há que não tenha sido disposto pela Minha mão e, abaixo do espaço, não há homem que não contribua com seu próprio minúsculo esforço para levar a cabo Meu portentoso empreendimento. Eu não faço exigências pesadas aos povos da terra, porque sempre fui o Deus prático e porque Eu sou o Todo-Poderoso que criou o homem e o conhece bem. Todas as pessoas estão diante dos olhos do Todo-Poderoso. Como poderiam mesmo as que estão nos cantos mais remotos da terra escapar ao escrutínio do Meu Espírito? Embora o homem “conheça” Meu Espírito, ele também ofende Meu Espírito. Minhas palavras põem a descoberto a face feia de todas as pessoas e põem a descoberto os pensamentos mais íntimos de todas as pessoas, fazendo com que todos sobre a terra sejam iluminados pela Minha luz e caiam por terra em meio ao Meu escrutínio. Porém, embora o homem caia por terra, seu coração não ousa se afastar de Mim. Entre as criaturas, quem não passou a Me amar por causa dos Meus feitos? Quem não anseia por Mim em decorrência das Minhas palavras? Em quem não nasceram sentimentos de devoção por causa do Meu amor? Somente por causa da corrupção de Satanás o homem é incapaz de alcançar o reino como exigido por Mim. Até os padrões mais baixos exigidos por Mim produzem inquietações nele, para não falar de hoje, desta era em que Satanás causa tumultos e é tremendamente despótico, ou do tempo em que o homem foi tão pisoteado por Satanás que todo o seu corpo ficou endurecido de sujeira. Quando a falha do homem em cuidar do Meu coração como resultado da sua depravação não Me causou pesar? Será que Eu tenho pena de Satanás? Será que Eu estou equivocado no Meu amor? Quando o homem desobedece a Mim, Meu coração chora secretamente; quando o homem se opõe a Mim, Eu o castigo; quando o homem é salvo por Mim e ressuscitado dos mortos, Eu o alimento com o máximo cuidado; quando o homem Me obedece, Meu coração fica tranquilo e imediatamente sinto grandes mudanças em todas as coisas no céu e na terra; quando o homem Me louva, como Eu poderia não gostar disso? Quando o homem Me testemunha e é ganho por Mim, como Eu poderia não ser glorificado? Será que tudo o que o homem faz não é governado e propiciado por Mim? Quando Eu não dou o rumo, as pessoas ficam ociosas e quiescentes e, pelas Minhas costas, envolvem-se naqueles “louváveis” negócios sujos. Você pensa que a carne com a qual Me visto nada conhece a respeito das suas ações, do seu comportamento e das suas palavras? Durante muitos anos suportei o vento e a chuva, e assim Eu também experimentei a amargura do mundo humano, contudo, pensando bem, nenhuma quantidade de sofrimento pode fazer o homem de carne perder a esperança em Mim, muito menos pode qualquer doçura fazer com que o homem de carne se torne frio, desanimado ou desdenhoso para Comigo. O amor do homem por Mim estaria realmente limitado à ausência de dor ou à ausência de doçura?

Extraído de ‘Capítulo 9’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 240

Hoje, visto Eu ter liderado vocês a esse ponto, Eu fiz arranjos adequados e tenho Meus próprios objetivos. Se Eu fosse contá-los a vocês hoje, vocês seriam verdadeiramente capazes de conhecê-los? Eu estou bem familiarizado com os pensamentos da mente do homem e os desejos do seu coração: quem nunca procurou uma saída para si mesmo? Quem nunca pensou em suas próprias perspectivas? No entanto, embora o homem possua um intelecto rico e prismático, quem foi capaz de prever que, seguindo as eras, o presente se tornaria o que se tornou? Esse é realmente o fruto de seus próprios esforços subjetivos? Esse é o pagamento de sua atividade incansável? Esse é o belo quadro imaginado por sua mente? Se Eu não guiasse toda humanidade, quem seria capaz de separar-se de Meus arranjos e encontrar outra saída? São as imaginações e os desejos do homem que o trouxeram até o dia de hoje? Muitas pessoas passam uma vida inteira sem realizar seus desejos. Isso é realmente por causa de uma falha em seu pensamento? A vida de muitas pessoas está repleta de felicidade e satisfação inesperadas. Isso é realmente porque elas esperam pouco demais? Quem dentre toda a humanidade não é cuidado aos olhos do Todo-Poderoso? Quem não vive em meio à predestinação do Todo-Poderoso? A vida e a morte de quem vêm a partir das próprias escolhas? O homem controla o seu próprio destino? Muitas pessoas clamam pela morte, mas ela está longe delas; muitas pessoas querem ser aquelas que são fortes na vida e temem a morte, ainda assim, sem o conhecimento delas, o dia de sua morte se aproxima, afundando-as no abismo da morte; muitas pessoas olham para os céus e suspiram profundamente; muitas pessoas choram com grandes soluços lamuriosos; muitas pessoas caem em meio às provações; e muitas pessoas tornam-se prisioneiras da tentação. Embora Eu não apareça pessoalmente para permitir que o homem Me veja de forma clara, muitas pessoas temem ver o Meu rosto, com um profundo medo de que Eu as abaterei, de que Eu as aniquilarei. O homem Me conhece verdadeiramente, ou não? Ninguém pode dizer ao certo. Não é isso? Vocês temem tanto a Mim quanto ao Meu castigo; ainda assim, vocês também se levantam e abertamente se opõem a Mim e Me julgam. Não é esse o caso? O fato de o homem nunca ter Me conhecido é porque ele nunca viu o Meu rosto nem ouviu a Minha voz. Portanto, mesmo que Eu esteja no coração do homem, existe alguém em cujo coração Eu não seja obscuro e indistinto? Existe alguém em cujo coração Eu seja perfeitamente claro? Eu não quero que aqueles que são o Meu povo também Me vejam vaga e opacamente e, portanto, Eu embarco nessa grande obra.

Eu venho em silêncio entre os homens e parto suavemente. Alguém já Me viu? O sol é capaz de Me ver por causa de suas chamas flamejantes? A lua é capaz de Me ver por causa de sua claridade resplandecente? As constelações podem Me ver por causa de seu lugar no céu? Quando Eu venho, o homem não sabe, e todas as coisas permanecem ignorantes e, de quando Eu partirei, o homem ainda não está ciente. Quem pode dar testemunho de Mim? Poderia ser o louvor das pessoas na terra? Poderiam ser os lírios florescendo no deserto? São os pássaros voando no céu? São os leões rugindo nas montanhas? Ninguém pode testemunhar a Mim plenamente! Ninguém pode realizar a obra que Eu realizarei! Mesmo se alguém realizasse essa obra, qual efeito ela teria? Cada dia, Eu observo todas as ações de muitas pessoas e, cada dia, Eu sondo o coração e a mente de muitas pessoas; nunca ninguém escapou do Meu julgamento, e ninguém nunca se despojou da realidade do Meu julgamento. Eu estou acima dos céus e olho para a distância: inúmeras pessoas foram abatidas por Mim, ainda assim, incontáveis pessoas também vivem em meio à Minha misericórdia e benignidade. Vocês também não vivem sob tais circunstâncias?

Extraído de ‘Capítulo 11’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 241

Na terra, Eu sou o Próprio Deus prático no coração dos homens; no céu, Eu sou o Senhor de toda a criação. Eu escalei montanhas e atravessei rios, e Eu também entrei e saí do meio da humanidade. Quem ousa se opor ao Próprio Deus prático? Quem ousa romper com a soberania do Todo-Poderoso? Quem ousa afirmar que Eu estou, sem sombra de dúvida, no céu? Além disso, quem ousa afirmar que Eu estou incontestavelmente na terra? Não há ninguém em toda a humanidade capaz de expressar em todos os detalhes os lugares onde Eu resido. Será que, quando estou no céu, Eu sou o Próprio Deus sobrenatural? Será que, quando estou na terra, Eu sou o Próprio Deus prático? Certamente, se Eu sou ou não sou o Próprio Deus prático não pode ser determinado por Eu ser o Soberano de toda a criação ou o fato de que Eu experimente os sofrimentos do mundo humano, pode? Se esse fosse o caso, então os seres humanos não seriam irremediavelmente ignorantes? Eu estou no céu; Eu também estou na terra; Eu estou no meio das inúmeras coisas da criação e também no meio de pessoas sem conta. O homem pode Me tocar todos os dias; e mais, ele pode Me ver todos os dias. No que concerne à humanidade, às vezes pareço estar oculto e às vezes visível; Eu pareço ter existência real e, no entanto, também pareço não ter existência. Em Mim, residem mistérios inconcebíveis à humanidade. É como se todos os homens estivessem olhando para Mim através de um microscópio a fim de descobrir ainda mais mistérios em Mim, esperando assim dissipar esse sentimento desconfortável em seu coração. Porém, mesmo que usasse um fluoroscópio, como a humanidade poderia desvendar qualquer dos segredos alojados em Mim?

Quando Meu povo, através da Minha obra, for glorificado Comigo, nesse momento o covil do grande dragão vermelho terá sido desenterrado, toda a lama e sujeira varrida e a água poluída, acumulada por incontáveis anos, secado nas Minhas chamas ardentes para não existir mais. Por isso, o grande dragão vermelho perecerá no lago de fogo e enxofre. Vocês estão genuinamente dispostos a permanecer sob Meu cuidado amoroso para não serem apanhados pelo dragão? Vocês realmente odeiam seus estratagemas enganosos? Quem é capaz de dar testemunho firme de Mim? Pelo bem do Meu nome, pelo bem do Meu Espírito, pelo bem de todo Meu plano de gestão — quem é capaz de oferecer toda a força de seu corpo? Hoje, quando o reino está no mundo dos homens, é o tempo em que Eu vim pessoalmente para o mundo dos homens. Se não fosse assim, há alguém que possa intrepidamente entrar no campo de batalha em Meu nome? Para que o reino possa tomar forma, para que Meu coração fique contente e, de novo, para que Meu dia chegue, para que chegue o tempo em que as inúmeras coisas da criação renasçam e cresçam em abundância, para que o homem seja resgatado do mar de sofrimento, para que o amanhã chegue, e para que possa ser maravilhoso, desabrochar e florescer, e, de novo, para que o desfrute do futuro possa acontecer, toda a humanidade está lutando com todas as suas forças, não poupando nada em se sacrificar por Mim. Esse não é um sinal de que a vitória já é Minha e uma marca da conclusão do Meu plano?

Quanto mais os homens habitarem os últimos dias, mais sentirão o vazio do mundo e menos coragem terão de viver a vida. Por essa razão, inúmeras pessoas morrem decepcionadas, inúmeras outras ficam desapontadas em sua busca e inúmeras outras sofrem para ser manipuladas nas mãos do Satanás. Eu resgatei tantas pessoas, socorri tantas outras e, com muita frequência, quando os seres humanos perderam a luz, Eu os movi de volta para um lugar de luz, para que pudessem Me conhecer dentro da luz, e comprazer-se de Mim em meio à felicidade. Por causa da vinda da Minha luz, cresceu a adoração nos corações das pessoas que habitam Meu reino, pois Eu sou um Deus para a humanidade amar, um Deus a quem a humanidade se pega com profunda afeição, e o gênero humano está preenchido com uma impressão permanente da Minha figura. Porém, quando tudo está dito e feito, não há ninguém que entenda se isso é obra do Espírito ou uma função da carne. Essa única coisa é suficiente para o homem experimentar nos mínimos detalhes no decurso de uma vida. O homem nunca Me desprezou nos recantos mais profundos do seu coração; antes, ele se apega a Mim nas profundezas do seu espírito. Minha sabedoria aumenta a sua admiração, as maravilhas que Eu opero são uma festa para seus olhos, Minhas palavras deixam sua mente atônita e, ainda assim, ele as estima muito. Minha realidade faz o homem sentir-se sobrecarregado, deixando-o estupefato e perplexo, e, ainda assim, ele está disposto a aceitar tudo. Essa não é precisamente a medida do homem como ele de fato é?

Extraído de ‘Capítulo 15’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 242

1. O homem não deve se engrandecer nem se exaltar. Ele deve adorar e exaltar a Deus.

2. Você deve fazer qualquer coisa que seja benéfica à obra de Deus, e nada que seja prejudicial aos interesses da obra de Deus. Você deve defender o nome de Deus, o testemunho de Deus e a obra de Deus.

3. Dinheiro, objetos materiais e todos os bens da casa de Deus são ofertas que devem ser dadas pelo homem. Essas ofertas podem ser desfrutadas apenas pelo sacerdote e por Deus, pois as ofertas do homem são para o deleite de Deus e Deus só compartilha essas ofertas com o sacerdote, e ninguém mais está qualificado ou tem direito a desfrutar qualquer parte delas. Todas as ofertas do homem (inclusive dinheiro e coisas materiais que podem ser desfrutadas) são dadas a Deus, não ao homem. Portanto, essas coisas não devem ser desfrutadas pelo homem. Se o homem fosse usufruir delas, então, ele estaria roubando as ofertas. Qualquer um que faça isso é um Judas, pois, além de ser um traidor, Judas também se serviu do que tinha sido posto na bolsa de dinheiro.

4. O homem tem um caráter corrupto e, além disso, está possuído de emoções. Como tal, é absolutamente proibido que dois membros de sexo oposto trabalhem juntos desacompanhados quando estão servindo a Deus. Qualquer pessoa que for descoberta fazendo isso será expulsa, sem exceção.

5. Você não fará julgamento de Deus, nem discutirá informalmente assuntos relacionados a Deus. Você deve agir como o homem deve agir, e falar como o homem deve falar, e não deve ultrapassar seus limites nem transgredir suas fronteiras. Cuide de sua própria língua e tome cuidado com seus próprios passos. Tudo isso impedirá que você faça alguma coisa que ofenda o caráter de Deus.

6. Você deve fazer aquilo que deve ser feito pelo homem, cumprindo suas obrigações, dando conta de suas responsabilidades, atendo-se ao seu dever. Como você crê em Deus, deve dar sua contribuição à obra de Deus; se não o fizer, você não está apto a comer e beber as palavras de Deus, e não está apto a viver na casa de Deus.

7. No trabalho e assuntos da igreja, além de obedecer a Deus, em tudo, você deve obedecer às instruções do homem que é usado pelo Espírito Santo. Até mesmo a mais leve infração é inaceitável. Sua obediência deve ser absoluta; você não deve analisar o que é certo ou errado; o que é certo ou errado não tem nada a ver com você. Você deve apenas se ocupar de ser totalmente obediente.

8. As pessoas que creem em Deus devem obedecer a Ele e adorá-Lo. Você não deve exaltar nem admirar ninguém. Você não deve colocar Deus em primeiro lugar, as pessoas que admira em segundo lugar e a si mesmo em terceiro. Ninguém deve ter lugar em seu coração e você não deve considerar que as pessoas — especialmente as que você venera — estejam no mesmo nível de Deus, como iguais a Ele. Isso é intolerável a Deus.

9. Seus pensamentos devem ser sobre o trabalho da igreja. Você deve pôr de lado perspectivas sobre sua própria carne, ser decidido a respeito de assuntos familiares, dedicar-se integralmente à obra de Deus, colocá-la em primeiro lugar e sua vida pessoal em segundo. Essa é a decência de um santo.

10. Os parentes que não são da fé (seus filhos, seu marido ou sua esposa, suas irmãs ou seus pais etc.) não devem ser forçados a entrar na igreja. A casa de Deus não tem falta de membros, e não há necessidade de aumentar seu número com pessoas sem serventia. Todos aqueles que não creem alegremente não devem ser conduzidos à igreja. Este decreto se dirige a todas as pessoas. A esse respeito, vocês devem conferir, monitorar e recordar uns aos outros; ninguém pode violar este decreto. Mesmo quando parentes que não são da fé entram com relutância na igreja, não se deve dar-lhes livros ou um novo nome; essas pessoas não são da casa de Deus e sua entrada na igreja deve ser impedida por quaisquer meios necessários. Se ocorrerem perturbações na igreja causadas pela invasão de demônios, você mesmo será expulso ou sofrerá a imposição de restrições. Em suma, todos têm responsabilidade quanto a essa questão, mas você não deve ser imprudente nem usá-la para ajustar contas pessoais.

Extraído de ‘Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido por Deus na Era do Reino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 243

As pessoas devem aderir aos muitos deveres que deveriam cumprir. É a isso que as pessoas deveriam aderir e o que devem realizar. Deixem o Espírito Santo fazer o que deve ser feito pelo Espírito Santo; o homem não pode fazer parte disso. O homem deveria aderir ao que deve ser feito pelo homem, o que não tem relação com o Espírito Santo. É apenas o que deve ser feito pelo homem, e deve ser seguido como mandamento, exatamente como a adesão à lei do Antigo Testamento. Embora agora não seja a Era da Lei, ainda há muitas palavras de um tipo das da Era da Lei que devem ser seguidas, e elas não são realizadas simplesmente por contar com ser tocado pelo Espírito Santo, mas são ao que o homem deve aderir. Por exemplo: vocês não devem julgar a obra do Deus prático. Não devem se opor ao homem de quem Deus dá testemunho. Perante Deus, vocês devem cuidar da sua parte e não ser dissolutos. Devem ser moderados na fala, e suas palavras e ações devem seguir os arranjos do homem de quem Deus dá testemunho. Devem reverenciar o testemunho de Deus. Não devem ignorar a obra de Deus nem as palavras de Sua boca. Não devem imitar o tom nem os objetivos das declarações de Deus. Externamente, vocês não devem fazer nada que se oponha claramente ao homem de quem Deus dá testemunho. E assim por diante. A esses é que toda pessoa deveria aderir. Em cada era, Deus especifica muitas regras que são análogas às leis e às quais o homem deve aderir. Com isso, Ele refreia o caráter do homem e detecta sua sinceridade. Vejamos, por exemplo, as palavras “Honra a teu pai e a tua mãe” da era do Antigo Testamento. Essas palavras não se aplicam à atualidade; na época, elas simplesmente refreavam um tanto do caráter exterior do homem, eram usadas para demonstrar a sinceridade da fé do homem em Deus e eram um sinal daqueles que acreditavam em Deus. Embora agora seja a Era do Reino, ainda existem muitas regras às quais o homem deve aderir. As regras do passado não se aplicam; há hoje muitas práticas mais adequadas para o homem realizar, e elas são necessárias. Elas não envolvem a obra do Espírito Santo e devem ser feitas pelo homem.

Na Era da Graça, muitas das práticas da Era da Lei foram descartadas porque essas leis não eram particularmente eficazes para a obra daquela época. Após serem descartadas, foram estabelecidas muitas práticas que eram adequadas à era e que se tornaram as muitas regras da atualidade. Quando o Deus de hoje veio, essas regras foram dispensadas, não foi mais preciso aderir a elas, e foram estabelecidas muitas práticas adequadas à obra atual. Hoje, essas práticas não são regras, mas visam produzir um efeito; elas são adequadas hoje — e talvez virem regras amanhã. Em suma, você deveria aderir ao que é proveitoso para a obra de hoje. Não dê atenção ao amanhã: o que é feito hoje é por causa do hoje. Talvez amanhã haja melhores práticas que você será requerido a realizar — mas não dê muita atenção a isso, adira ao que deve ser aderido hoje de modo a evitar opor-se a Deus. Hoje, nada é mais crucial de o homem aderir do que o seguinte: você não deve enganar nem ocultar nada do Deus que está diante de seus olhos. Você não deve proferir imundícies nem discurso arrogante perante o Deus a sua frente. Não deve enganar o Deus que está diante de seus olhos com boas palavras e falas agradáveis para ganhar Sua confiança. Você não deve agir de forma irreverente perante Deus. Deve obedecer a tudo que é falado pela boca de Deus e não deve resistir nem se opor às Suas palavras, nem deve discuti-las. Você não deve interpretar as palavras faladas pela boca de Deus como considerar adequado. Deveria vigiar sua língua para evitar que ela faça você se tornar vítima dos esquemas enganosos dos iníquos. Deveria vigiar seus passos para evitar transgredir os limites estabelecidos a você por Deus. Fazer isso levará você a falar palavras presunçosas e pomposas da perspectiva de Deus e assim se tornará detestado por Ele. Não deve espalhar de forma descuidada as palavras faladas pela boca de Deus, para que outros não zombem de você e os demônios não o façam de bobo. Você deve obedecer a toda a obra do Deus de hoje. Mesmo se não a entender, você não deve julgá-la; tudo que você pode fazer é apenas buscar e ter comunhão. Nenhuma pessoa deve transgredir o lugar original de Deus. Você não pode fazer nada além de servir ao Deus de hoje na posição de homem. Você não pode, na posição de homem, ensinar o Deus de hoje — fazer isso é equivocado. Ninguém pode ficar no lugar do homem de quem Deus dá testemunho; em suas palavras, ações e seus pensamentos mais profundos, você permanece na posição de homem. É preciso ater-se a isso, é a responsabilidade do homem, é inalterável por ninguém, e fazer isso violaria os decretos administrativos. Isso deve ser lembrado por todos.

Extraído de ‘Os mandamentos da nova era’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 244

Há muitas coisas que Eu espero que vocês alcancem, no entanto, nem todas as suas ações, nem tudo em sua vida é capaz de cumprir o que Eu exijo, assim, não tenho escolha senão ir direto ao ponto e explicar-lhes a Minha vontade. Dado que seu discernimento é pobre e seu apreço é igualmente pobre, vocês são quase completamente ignorantes do Meu caráter e substância — e assim é uma questão de urgência que Eu informe vocês sobre eles. Não importa quanto você tenha entendido anteriormente, independentemente de você desejar entender essas questões ou não, ainda assim devo explicá-las a vocês em detalhe. Essas questões não são totalmente estranhas a vocês, no entanto, falta-lhes muito entendimento, muita familiaridade com o significado contido nelas. Muitos de vocês têm apenas um entendimento vago, que, além disso, é parcial e incompleto. Para ajudar vocês a praticar melhor a verdade — para praticar melhor as Minhas palavras — penso que essas são as questões das quais vocês devem estar cientes em acima de tudo. Caso contrário, sua fé permanecerá vaga, hipócrita e cheia dos adornos da religião. Se você não entender o caráter de Deus, então será impossível você realizar o trabalho que você deve fazer para Ele. Se você não conhecer a substância de Deus, será impossível você ter reverência e temor para com Ele; em vez disso, haverá apenas superficialidade desatenta e prevaricação e, além disso, blasfêmia incorrigível. Embora entender o caráter de Deus seja realmente importante e conhecer a substância de Deus não possa ser ignorado, ninguém jamais examinou ou pesquisou a fundo essas questões. É evidente que todos vocês têm rejeitado os decretos administrativos que Eu emiti. Se vocês não entenderem o caráter de Deus, é muito provável que vocês ofenderão o Seu caráter. Ofender o Seu caráter é equivalente a provocar a ira do Próprio Deus, caso em que o fruto final das suas ações será a violação dos decretos administrativos. Agora você deve perceber que, quando você conhece a substância de Deus, você pode também entender o Seu caráter — e quando você entender o Seu caráter, você também terá entendido os seus decretos administrativos. Não é preciso dizer que muito daquilo que está contido nos decretos administrativos toca o caráter de Deus, mas nem tudo de Seu caráter é expressado nos decretos administrativos; daí vocês devem ir um passo além ao desenvolver seu entendimento do caráter de Deus.

Extraído de ‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 245

O caráter de Deus é um assunto que parece muito abstrato a todos e é, além disso, algo que não é fácil para ninguém aceitar, pois Seu caráter é diferente da personalidade de um ser humano. Deus também tem Suas próprias emoções de alegria, ira, tristeza e felicidade, mas essas emoções diferem das do homem. Deus é o que é e tem o que tem. Tudo que Ele expressa e revela são representações de Sua substância e identidade. Aquilo que Ele é e tem, como também Sua substância e identidade, são coisas que não podem ser substituídas por nenhum homem. Seu caráter abrange Seu amor pela humanidade, consolo da humanidade, ódio da humanidade e, ainda mais, um entendimento rigoroso da humanidade. A personalidade do homem, porém, pode ser otimista, animada ou insensível. O caráter de Deus é algo que pertence ao Governante de todas as coisas e seres vivos, ao Senhor de toda a criação. Seu caráter representa honra, poder, nobreza, grandeza e, acima de tudo, supremacia. Seu caráter é o símbolo de autoridade, o símbolo de tudo que é justo, o símbolo de tudo que é bom e belo. Mais que isso, é um símbolo Daquele que não pode ser[a] vencido nem invadido pelas trevas nem por qualquer força inimiga e é, também, um símbolo Daquele que não pode ser ofendido (nem Ele tolerará ser ofendido)[b] por qualquer ser criado. Seu caráter é o símbolo do mais alto poder. Nenhuma pessoa, ou pessoas, consegue ou pode perturbar Sua obra ou Seu caráter. Mas a personalidade do homem não é mais que um mero símbolo da ligeira superioridade do homem sobre o animal. Em si e de si mesmo, o homem não tem autoridade, nem autonomia nem capacidade de transcender o ego, mas é, em sua substância, alguém que se acovarda à mercê de todos os tipos de pessoas, eventos e coisas. A alegria de Deus se deve à existência e emergência de justiça e luz, por causa da destruição das trevas e do mal. Ele Se deleita em trazer a luz e uma boa vida para a humanidade; Sua alegria é uma alegria justa, um símbolo da existência de tudo que é positivo e, ainda mais, um símbolo de auspício. A ira de Deus é devida aos danos que a existência e a interferência da injustiça trazem à Sua humanidade, por causa da existência do mal e das trevas, por causa da existência de coisas que expulsam a verdade e, ainda mais, por causa da existência de coisas que se opõem ao que é bom e belo. Sua ira é um símbolo de que todas as coisas negativas não existem mais e, ainda mais do que isso, é um símbolo de Sua santidade. Sua tristeza é devida à humanidade, por quem Ele tem esperanças, mas que caiu nas trevas, porque a obra que Ele faz no homem não corresponde às Suas expectativas e porque a humanidade que Ele ama não pode, toda ela, viver na luz. Ele sente tristeza pela humanidade inocente, pelo homem honesto, mas ignorante, e pelo homem que é bom, mas que é deficiente nas próprias visões. Sua tristeza é um símbolo de Sua bondade e de Sua misericórdia, um símbolo de beleza e amabilidade. Sua felicidade, é claro, vem da derrota de Seus inimigos e de ganhar a boa-fé do homem. Mais do que isso, ela surge da expulsão e destruição de todas as forças inimigas e porque a humanidade recebe uma vida boa e pacífica. A felicidade de Deus é diferente da alegria do homem; é, antes, o sentimento de colher bons frutos, um sentimento ainda maior que a alegria. Sua felicidade é um símbolo da libertação da humanidade do sofrimento a partir deste momento e um símbolo da humanidade entrando num mundo de luz. As emoções da humanidade, por sua vez, surgem todas em prol dos próprios interesses, não por causa de justiça, luz ou daquilo que é belo e muito menos por causa da graça concedida pelo Céu. As emoções da humanidade são egoístas e pertencem ao mundo das trevas. Elas não existem para o bem da vontade, muito menos para o plano de Deus, e assim homem e Deus jamais podem ser mencionados ao mesmo tempo. Deus é eternamente supremo e sempre honrável, enquanto o homem é eternamente baixo, eternamente desprezível. Isso porque Deus está eternamente fazendo sacrifícios e Se dedicando à humanidade; o homem, porém, para sempre toma e esforça-se apenas para si mesmo. Deus está eternamente fazendo esforços para a sobrevivência da humanidade, mas o homem jamais contribui com algo para o bem da luz ou para a justiça. Mesmo que o homem faça um esforço por um tempo, ele é tão fraco que não consegue resistir a um único golpe, pois o esforço do homem é sempre para o próprio bem e não pelos outros. O homem é sempre egoísta, enquanto Deus é eternamente altruísta. Deus é a fonte de tudo que é justo, bom e belo, enquanto o homem é aquele que sucede a todo mal e fealdade e os torna manifestos. Deus jamais alterará Sua substância de justiça e beleza, mas o homem é perfeitamente capaz de, a qualquer momento e em qualquer situação, trair a justiça e afastar-se para longe de Deus.

Extraído de ‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

"Notas de rodapé:

a. O texto original diz: “é um símbolo de ser incapaz de ser”.

b. O texto original diz: “como também um símbolo de ser incapaz de ser ofendido (e de não tolerar ser ofendido)”."

Palavras diárias de Deus Trecho 246

Cada frase que tenho falado contém em si o caráter de Deus. Vocês fariam bem em ponderar Minhas palavras com cuidado e certamente lucrarão muito com elas. A substância de Deus é muito difícil de compreender, mas confio que todos vocês têm, pelo menos, alguma ideia do caráter de Deus. Espero, então, que vocês Me mostrem e façam mais daquilo que não ofende o caráter de Deus. Então serei reconfortado. Por exemplo, guarde Deus em seu coração sempre. Quando agir, faça-o de acordo com Suas palavras. Busque Suas intenções em todas as coisas e evite fazer o que desrespeita e desonra a Deus. Menos ainda você deve colocar Deus no fundo de sua mente para preencher o futuro vazio em seu coração. Se fizer isso, você terá ofendido o caráter de Deus. Novamente, supondo que você nunca faça observações ou queixas blasfemas contra Deus ao longo de sua vida e, novamente, supondo que você seja capaz de cumprir corretamente tudo que Ele lhe confiou e também de se submeter a todas as Suas palavras ao longo de sua vida, então você terá evitado transgredir os decretos administrativos. Por exemplo, se alguma vez você disse: “Por que eu não acho que Ele é Deus?”, “Acho que essas palavras nada mais são do que algum esclarecimento do Espírito Santo”, “Em minha opinião, nem tudo que Deus faz é necessariamente correto”, “A humanidade de Deus não é superior à minha”, “As palavras de Deus simplesmente não são críveis” ou outras observações críticas desse tipo, Eu exorto você a confessar e se arrepender de seus pecados mais vezes. Caso contrário, você nunca terá uma chance de ser perdoado, pois você ofende não um homem, mas o Próprio Deus. Você pode acreditar que está julgando um homem, mas o Espírito de Deus não o vê dessa forma. Seu desrespeito à Sua carne é igual a desrespeitá-Lo. Assim sendo, você não ofendeu o caráter de Deus? Você deve lembrar que tudo que é feito pelo Espírito de Deus é feito para proteger Sua obra na carne e para que essa obra seja bem-feita. Se você negligenciar isso, então Eu digo que você é alguém que jamais será capaz de ter êxito na crença em Deus. Pois você provocou a ira de Deus, e assim Ele usará uma punição apropriada para lhe ensinar uma lição.

Vir a conhecer a substância de Deus não é um assunto trivial. Você deve entender Seu caráter. Dessa forma, você virá a conhecer gradual e inconscientemente a substância de Deus. Quando tiver entrado nesse conhecimento, você se verá entrando num estado mais alto e mais belo. No fim, você chegará a se sentir envergonhado de sua alma hedionda e, além disso, sentirá que não há onde se esconder de sua vergonha. Naquele momento, haverá cada vez menos em sua conduta que ofenda o caráter de Deus, seu coração se aproximará cada vez mais do coração de Deus e um amor por Ele crescerá gradualmente em seu coração. Esse é um sinal da humanidade entrando num estado lindo. Por ora, porém, vocês não alcançaram isso. Enquanto todos vocês correm por aí em prol de seu destino, quem tem qualquer interesse em tentar conhecer a substância de Deus? Caso isso continue, vocês transgredirão inconscientemente os decretos administrativos, pois vocês entendem pouquíssimo do caráter de Deus. Então, o que vocês fazem agora não está estabelecendo um fundamento para suas ofensas ao caráter de Deus? O fato de Eu pedir que vocês entendam o caráter de Deus não é contrário à Minha obra. Pois se vocês transgredirem os decretos administrativos com frequência, quem dentre vocês escapará da punição? Então Minha obra não teria sido totalmente em vão? Portanto, ainda peço que, além de escrutarem sua própria conduta, vocês sejam cautelosos nos passos que tomarem. Essa é a exigência mais alta que faço a vocês, e espero que todos vocês a contemplem com cuidado e lhe deem sua sincera consideração. Caso vier um dia em que suas ações Me provocarem ao ponto de uma fúria gigantesca, então as consequências deverão ser contempladas apenas por vocês, e não haverá nenhum outro para suportar a punição em seu lugar.

Extraído de ‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 247

As pessoas dizem que Deus é um Deus justo e, enquanto o homem O seguir até o fim, Ele certamente será imparcial com ele, pois Ele é sumamente justo. Se o homem O seguir até o fim, como Ele poderia descartá-lo? Eu sou imparcial com todos os homens e julgo todos eles com Meu caráter justo, no entanto, há condições adequadas às exigências que faço ao homem; o que Eu demando deve ser cumprido por todos, independentemente de quem são. Não Me importo com a extensão ou a respeitabilidade de suas qualificações; só Me importa se você anda ou não no Meu caminho e se você ama ou não e está sedento pela verdade. Se você carecer da verdade e, em vez dela, envergonhar Meu nome, se não agir de acordo com Meu caminho, meramente seguindo sem cuidado ou preocupação, então, naquele momento, Eu o derrubarei e punirei por seus males. O que você dirá então? Você será capaz de dizer que Deus não é justo? Hoje, se você cumpriu as palavras que Eu falei, então você é o tipo de pessoa que Eu aprovo. Você diz que sempre sofreu enquanto seguiu Deus, que O seguiu na abundância e na escassez e compartilhou com Ele os bons e os maus momentos, mas você não viveu as palavras faladas por Deus; você quer apenas ficar ocupado para Deus e despender-se por Deus a cada dia e nunca pensou em viver uma vida com sentido. Você também diz: “Em todo caso, creio que Deus é justo. Eu sofri por Ele, ocupei-me por Ele e me dediquei a Ele, e trabalhei duro mesmo sem receber nenhum reconhecimento; Ele certamente Se lembrará de mim”. É verdade que Deus é justo, mas essa justiça não é manchada por quaisquer impurezas: ela não contém qualquer vontade humana nem é manchada pela carne ou por transações humanas. Todos que são rebeldes e estão em oposição e não em conformidade com Seu caminho serão punidos; ninguém é perdoado, ninguém é poupado! Algumas pessoas dizem: “Hoje eu corro para Ti; quando chegar o fim, podes me dar uma pequena bênção?” Então Eu lhe pergunto: “Você cumpriu as Minhas palavras?”. A justiça da qual você fala é baseada em uma transação. Você apenas pensa que Eu sou justo e imparcial com todos os homens e que todos aqueles que Me seguem até o fim seguramente serão salvos e ganharão as Minhas bênçãos. Há um sentido inerente às Minhas palavras de que “todos aqueles que Me seguem até o fim seguramente serão salvos”: aqueles que Me seguem até o fim são aqueles que serão inteiramente ganhos por Mim; são aqueles que, depois de terem sido conquistados por Mim, buscam a verdade e são aperfeiçoados. Que condições você alcançou? Você apenas alcançou seguir-Me até o fim, e o que mais? Você cumpriu Minhas palavras? Você cumpriu uma das Minhas cinco exigências, mas não tem qualquer intenção de cumprir as quatro restantes. Você simplesmente encontrou a senda mais simples e mais fácil e a buscou, considerando-se afortunado. Para com uma pessoa como você, Meu caráter justo reserva castigo e julgamento, ele é de justa retribuição, e é a punição justa para todos os malfeitores; todos os que não andam no Meu caminho certamente serão punidos, mesmo que sigam até o fim. Essa é a justiça de Deus. Quando esse caráter justo for expresso na punição do homem, este ficará perplexo e se arrependerá de não ter andando no caminho de Deus enquanto O seguia. “Naquele tempo, eu só sofri um pouco enquanto seguia a Deus, mas não andava no Seu caminho. Que desculpas existem? Não existe outra opção senão ser castigado!” Contudo, na sua mente ele está pensando: “De qualquer modo, segui até o fim; assim, mesmo que me castigues, não poderá ser um castigo muito severo e, depois de executar esse castigo, Tu ainda vais me querer. Eu sei que és justo e não vais me tratar desse jeito para sempre. Afinal, não sou como aqueles que serão eliminados; os que forem eliminados receberão um castigo duro, ao passo que o meu castigo será mais suave”. O caráter justo de Deus não é como você diz. Não é o caso que aqueles que são bons em confessar seus pecados serão tratados com leniência. Justiça é santidade e é um caráter que não tolera a ofensa do homem, e tudo que é imundo e não passou por mudanças é alvo da repugnância de Deus. O caráter justo de Deus não é lei, mas decreto administrativo: é decreto administrativo dentro do reino, e esse decreto administrativo é a punição justa para qualquer um que não possui a verdade e não mudou, e não há margem para salvação. Pois quando cada homem for classificado de acordo com sua espécie, o bom será recompensado, e o mau será punido. É o momento em que o destino do homem ficará manifesto, é o tempo em que a obra da salvação chegará ao fim, após o que, a obra de salvar o homem não será mais feita, e a retribuição sobrevirá a cada um daqueles que cometem o mal.

Extraído de ‘As experiências de Pedro: seu conhecimento de castigo e julgamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 248

Eu sou um fogo consumidor e não tolero ofensa. Porque os seres humanos foram todos criados por Mim, tudo o que Eu disser e fizer, as pessoas devem obedecer e não se rebelar. As pessoas não têm o direito de se intrometer na Minha obra e, particularmente, não estão qualificadas para analisar o que é certo ou errado em Minha obra e Minhas palavras. Eu sou o Senhor da criação, e as criaturas devem executar tudo que Eu exigir com um coração de reverência por Mim; elas não devem arrazoar Comigo e, especialmente, não devem resistir. Estou usando de Minha autoridade para reinar sobre o Meu povo, e todos os que fazem parte da Minha criação devem obedecer à Minha autoridade. Embora hoje vocês sejam destemidos e presunçosos diante de Mim, desobedecem as palavras que lhes ensino e não temem, só correspondo a sua rebeldia com tolerância. Eu não perderia a calma e impactaria Minha obra, porque os minúsculos vermes reviraram a sujeira do monte de esterco. Eu tolero a existência constante de tudo que abomino e as coisas que detesto pelo bem da vontade de Meu Pai, até que Minhas declarações estejam completas, até o Meu último momento. Não se preocupe! Eu não posso afundar até o mesmo nível de um verme sem nome, e não vou comparar o grau de habilidades com você. Eu abomino você, mas sou capaz de suportar. Você Me desobedece, mas não pode escapar do dia do Meu castigo para você que o Meu Pai Me prometeu. Pode um verme que foi criado se comparar ao Senhor de toda a criação? No outono, as folhas que caem retornarão às suas raízes, você retornará à casa de seu pai e Eu voltarei para o lado de Meu Pai. Serei acompanhado pelo terno carinho de Meu Pai e você será seguido pelo atropelo do seu pai. Eu terei a glória de Meu Pai e você terá a vergonha de seu pai. Usarei o castigo que há muito retive para acompanhá-lo e você encontrará Meu castigo com sua carne rançosa já corrompida há dezenas de milhares de anos. Concluirei Minha obra de palavras em você, acompanhado de tolerância, e você começará a cumprir o papel de sofrer desastre de Minhas palavras. Regozijar-Me-ei muito e operarei em Israel; você irá chorar e ranger os dentes, e viver e morrer na lama. Eu recuperarei Minha forma original e não mais ficarei na sujeira com você, enquanto você recuperará sua fealdade original e continuará a escavar a pilha de esterco. Quando Minha obra e palavras terminarem, será um dia de alegria para Mim. Quando sua resistência e rebeldia terminarem, será um dia de choro para você. Eu não terei compaixão de você e você não Me verá novamente. Não mais dialogarei com você e você não mais Me encontrará. Eu odiarei a sua rebeldia e sentirá falta de Minha beleza. Eu vou lhe golpear e você sentirá falta de Mim. Terei prazer em deixar você e você ficará ciente de sua dívida para Comigo. Nunca mais o verei, mas você sempre esperará por Mim. Eu irei odiá-lo porque você atualmente está resistindo a Mim, e você sentirá a Minha falta, porque Eu atualmente castigo você. Não terei vontade de viver ao seu lado, mas você ansiará amargamente por isso e chorará na eternidade, porque você lamentará tudo que fez Comigo. Você lamentará sua rebeldia e sua resistência, e até se prostrará em terra por arrependimento, e você cairá na Minha frente e jurará não mais desobedecer a Mim. Mas em seu coração você apenas Me ama e nunca poderá ouvir Minha voz, Eu devo fazer você se envergonhar.

Extraído de ‘Quando as folhas que caem retornarem às suas raízes, você lamentará todo o mal que fez’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 249

Minha misericórdia expressa-se naqueles que Me amam e negam a si mesmos. E a punição que ocorre aos malvados é precisamente prova de Meu caráter justo e, mais ainda, testemunho da Minha ira. Quando o desastre vier, fome e pestes sobrevirão a todos aqueles que a Mim se opõem, e eles prantearão. Aqueles que cometeram toda espécie de perversidade, mas Me seguiram por muitos anos, não escaparão de pagar pelos seus pecados; eles também, ao caírem no desastre do tipo raramente visto ao longo de milhões de anos, passarão a viver num constante estado de pânico e pavor. E aqueles Meus seguidores que se têm mostrado leais somente a Mim hão de se regozijar e aplaudir Meu poder. Eles experimentarão inefável contentamento e viverão numa alegria que nunca antes concedi ao ser humano. Porque Eu prezo as boas ações dos homens e abomino as suas más obras. Desde que comecei a conduzir a humanidade, tenho esperado ardentemente ganhar um grupo de homens da mesma opinião que Eu. Nunca Me esqueci daqueles cuja opinião é diferente da Minha; tenho-os guardado com ódio no Meu coração, esperando apenas a oportunidade de lhes administrar a Minha retribuição, o que Me dará satisfação ver. Hoje, finalmente Meu dia chegou, não preciso esperar mais!

Minha obra final não tem por objetivo apenas punir os homens, mas também arranjar o destino deles. E, mais ainda, o objetivo é receber o reconhecimento de todos por tudo o que fiz. Quero que todos e cada um dos homens vejam que tudo o que fiz é correto e que tudo o que fiz é expressão do Meu caráter; não foi a ação do homem, menos ainda da natureza, que trouxe o ser humano à existência. Ao contrário, sou Eu quem nutre todo ser vivo na criação. Sem a Minha existência, a humanidade só perecerá e sofrerá o flagelo das calamidades. Nenhum ser humano tornará a ver a beleza do sol e da lua nem o mundo verde; a humanidade só há de se deparar com a noite gélida e o vale implacável da sombra da morte. Sou a única salvação da humanidade. Sou a única esperança da humanidade e, mais ainda, sou Aquele sobre quem se baseia a existência de toda a humanidade. Sem Mim, a humanidade imediatamente ficará paralisada. Sem Mim, a humanidade sofrerá uma catástrofe e será espezinhada por toda espécie de espectros, ainda que ninguém atente para Mim. Fiz uma obra que mais ninguém pode fazer e Minha única esperança é que o homem seja capaz de Me retribuir com algumas boas ações. Muito embora bem poucos possam Me retribuir, Eu ainda concluirei a Minha jornada no mundo humano e darei início à próxima etapa da Minha obra reveladora, porque toda a Minha correria de um lado a outro destes muitos anos em meio aos homens tem sido proveitosa e estou muito satisfeito. Não Me importo com o número de homens, mas com suas boas ações. Seja como for, espero que vocês preparem boas ações suficientes para seu próprio destino. Com isso, ficarei satisfeito; se não, nenhum de vocês escapará do desastre que lhes sucede. O desastre tem origem em Mim e, claro, é por Mim orquestrado. Se não conseguirem parecer bons aos Meus olhos, não escaparão de sofrer o desastre. No meio da tribulação, seus atos e feitos não foram considerados de todo apropriados, pois sua fé e seu amor eram vazios e vocês só mostraram ser tímidos ou durões. Quanto a isso, o Meu julgamento será só de bom ou mau. O Meu interesse continua a ser o modo de cada um de vocês agir e se expressar, com base em que determinarei o seu fim. Todavia, devo deixar claro: não terei mais misericórdia daqueles que não Me ofereceram sequer um pingo de lealdade em tempos de adversidade, pois Minha misericórdia vai só até esse ponto. Além disso, não tenho apreço algum por quem quer que já tenha Me traído e gosto ainda menos de Me associar com quem trai os interesses de seus amigos. Esse é Meu caráter, seja quem for a pessoa. Eu devo lhes dizer isto: não receberá Minha clemência pela segunda vez quem partir Meu coração, e quem tiver sido fiel a Mim ficará no Meu coração para sempre.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 250

Quando Deus veio à terra, Ele não era do mundo e não Se tornou carne para desfrutar do mundo. O lugar onde o operar revelaria Seu caráter e que seria mais significativo é o lugar onde Ele nasceu. Seja uma terra santa ou uma terra imunda, não importa onde Ele opere, Ele é santo. Tudo no mundo foi criado por Ele, embora tudo tenha sido corrompido por Satanás. Entretanto, todas as coisas ainda pertencem a Ele; todas elas estão em Suas mãos. Ele vem para uma terra imunda e opera ali a fim de revelar a Sua santidade; Ele só faz isso por causa da Sua obra, o que significa que Ele suporta uma grande humilhação para fazer tal obra a fim de salvar as pessoas dessa terra imunda. Isso é feito para dar testemunho, por causa de toda a humanidade. O que tal obra mostra às pessoas é a justiça de Deus, e é ainda mais capaz de mostrar a supremacia de Deus. Sua grandeza e retidão são manifestadas na salvação de um grupo de pessoas humildes a quem os outros desdenham. Nascer em uma terra imunda não prova, de modo algum, que Ele é humilde; simplesmente permite que toda a criação veja a Sua grandeza e o Seu amor verdadeiro pela humanidade. Quanto mais Ele faz assim, mais isso revela o Seu amor puro, Seu amor sem defeito pelo homem. Deus é santo e justo. Embora Ele tenha nascido em uma terra imunda, e embora viva com pessoas que são cheias de imundície, assim como Jesus viveu com pecadores na Era da Graça, cada parte de Sua obra não é feita pelo bem da sobrevivência de toda a humanidade? Não é tudo para que a humanidade possa ganhar uma grande salvação? Há dois mil anos, Ele viveu com pecadores durante alguns anos. Isso se deu pelo bem da redenção. Hoje, Ele está vivendo com um grupo de pessoas imundas e humildes. Isso é para o bem da salvação. Toda a Sua obra não é pelo bem de vocês, humanos? Se não é para salvar a humanidade, por que Ele teria vivido e sofrido com pecadores por tantos anos depois de nascer em uma manjedoura? E se não é para salvar a humanidade, porque Ele retornaria para a carne uma segunda vez, nasceria nesta terra onde os demônios congregam, viveria com essas pessoas que têm sido profundamente corrompidas por Satanás? Deus não é fiel? Que parte de Sua obra não tem sido feita pela humanidade? Que parte não tem sido para o destino de vocês? Deus é santo — isso é imutável! Ele não é poluído pela imundície, embora tenha vindo para uma terra imunda; tudo isso só pode significar que o amor de Deus pela humanidade é extremamente desinteressado e o sofrimento e a humilhação que Ele suporta são extremamente grandes! Vocês não sabem como é grande a humilhação que Ele sofre, por todos vocês e pelo destino de vocês? Em vez de salvar grandes pessoas ou os filhos de famílias ricas e poderosas, Ele faz questão de salvar aqueles que são humildes e menosprezados. Isso tudo não é a Sua santidade? Isso tudo não é a Sua justiça? Por causa da sobrevivência de toda a humanidade, Ele preferiu nascer em uma terra imunda e sofrer toda a humilhação. Deus é bem real — Ele não faz uma obra falsa. Cada estágio da Sua obra não é feito de maneira muito prática? Embora todas as pessoas O caluniem e digam que Ele Se senta à mesa com os pecadores, embora todas as pessoas zombem Dele e digam que Ele vive com os filhos da imundície, que vive com as pessoas mais humildes, Ele ainda Se entrega desinteressadamente e mesmo assim é rejeitado entre a humanidade. O sofrimento que Ele suporta não é maior que o de vocês? A obra que Ele faz não é mais que o preço que vocês pagaram?

Extraído de ‘O significado de salvar os descendentes de Moabe’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 251

Deus humilhou a Si mesmo até tal nível que Ele realiza a Sua obra nessas pessoas imundas e corruptas e aperfeiçoa esse grupo de pessoas. Deus não Se tornou carne apenas para viver e comer entre as pessoas, para pastorear pessoas e para prover o que as pessoas necessitam. Mais importante é que Ele realiza Sua poderosa obra de salvação e conquista nessas pessoas insuportavelmente corruptas. Ele veio ao coração do grande dragão vermelho para salvar essas mais corruptas das pessoas, para que todas as pessoas possam ser mudadas e feitas novas. O imenso sofrimento que Deus suporta não é apenas o sofrimento que o Deus encarnado suporta, mas, acima de tudo, é que o Espírito de Deus sofre extrema humilhação — Ele Se humilha e Se oculta tanto que Se torna uma pessoa comum. Deus encarnou e assumiu a forma da carne para que as pessoas vissem que Ele tem uma vida humana normal e necessidades humanas normais. Isso basta para provar que Deus humilhou a Si mesmo em grande medida. O Espírito de Deus é realizado na carne. Seu Espírito é tão alto e grande, mesmo assim Ele toma a forma de um humano comum, de um humano negligenciável a fim de realizar a obra do Seu Espírito. O calibre, percepção, senso, humanidade e vida de cada um de vocês mostram que vocês são realmente indignos de aceitar a obra de Deus desse tipo. Vocês são realmente indignos de deixar Deus suportar tanto sofrimento por sua causa. Deus é tão grande. Ele é tão supremo, e as pessoas são tão baixas, mesmo assim Ele opera nelas. Ele não só encarnou para prover para as pessoas, para falar às pessoas, mas Ele até vive junto com as pessoas. Deus é tão humilde, tão amável.

Extraído de ‘Somente os que se concentram na prática podem ser aperfeiçoados’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 252

Muitas são as noites de insônia que Deus suporta em prol da obra da humanidade. Das alturas às mais baixas profundezas, Ele desceu ao inferno vivo no qual o homem vive para passar Seus dias com o homem; Ele nunca Se queixou da mesquinharia entre os homens, nunca censurou o homem por sua desobediência, mas resiste à maior humilhação quando realiza pessoalmente Sua obra. Como Deus poderia pertencer ao inferno? Como Ele poderia passar Sua vida no inferno? Mas para o bem de toda a humanidade, para que toda a humanidade possa encontrar descanso mais cedo, Ele suportou a humilhação e sofreu injustiça para vir à terra e entrou pessoalmente no “inferno” e no “Hades”, na cova do tigre, para salvar o homem. Como o homem se qualifica para se opor a Deus? Que razão ele tem para se queixar de Deus? Como ele pode ter a ousadia de olhar para Deus? Deus do Céu veio a esta terra mais imunda de vício, e nunca desabafou Suas queixas ou Se queixou do homem; em vez disso, aceita silenciosamente a devastação[1] e a opressão do homem. Ele nunca reagiu às exigências descabidas do homem, nunca fez exigências excessivas ao homem e nunca fez exigências descabidas ao homem; Ele meramente faz todo o trabalho exigido pelo homem sem reclamar: ensinando, esclarecendo, repreendendo, o refinamento das palavras, lembrando, exortando, consolando, julgando e revelando. Qual dos Seus passos não foi para a vida do homem? Embora Ele tenha removido as perspectivas e o destino do homem, qual dos passos realizados por Deus não foi para o destino do homem? Qual deles não foi em benefício da sobrevivência do homem? Qual deles não foi para libertar o homem desse sofrimento e da opressão das forças das trevas tão escuras quanto a noite? Qual deles não é em prol do homem? Quem pode entender o coração de Deus, que é como uma mãe amorosa? Quem pode compreender o coração ansioso de Deus? O coração apaixonado e as expectativas ardentes de Deus foram retribuídos com corações frios, olhos insensíveis e indiferentes, repetidas repreensões e insultos do homem, com comentários cortantes, sarcasmo e depreciação, foram retribuídos com a ridicularização do homem, com seu pisoteio e rejeição, com sua incompreensão, gemido, estranhamento e evasão, com nada além de logro, ataques e amargura. Palavras calorosas foram recebidas com sobrancelhas ferozes e o frio desafio de mil dedos em abano. Deus pode apenas suportar, cabisbaixo, servir as pessoas como um boi disposto.[2] Quantos sóis e luas, quantas vezes Ele encarou as estrelas, quantas vezes Ele partiu ao alvorecer e retornou ao anoitecer, virou-Se e revirou-Se, suportando agonia mil vezes maior do que a dor de Sua partida de Seu Pai, suportando os ataques e a quebra do homem, o tratamento e a poda do homem! A humildade e a ocultabilidade de Deus são recompensados com o preconceito[3] do homem, com as visões e tratamento injustos do homem, e Seu anonimato, paciência e tolerância são recompensados com o olhar ganancioso do homem; o homem tenta pisotear Deus até a morte, sem remorso, e tenta atropelar Deus no chão. A atitude do homem em seu tratamento para com Deus é de “esperteza rara”, e Deus, que é maltratado e desdenhado pelo homem, é esmagado sob os pés de dezenas de milhares de pessoas enquanto o próprio homem se ergue, como se fosse o rei do castelo, como se ele quisesse ter poder absoluto,[4] para manter a corte a partir dos bastidores, para fazer de Deus o diretor consciencioso e cumpridor das regras nos bastidores, a quem não é permitido revidar ou causar problemas; Deus deve desempenhar o papel do Último Imperador, Ele deve ser um fantoche,[5] desprovido de toda a liberdade. As ações do homem são indescritíveis, então como ele está qualificado para exigir isto ou aquilo de Deus? Como ele está qualificado para propor sugestões a Deus? Como ele está qualificado para exigir que Deus compadeça-Se de suas fraquezas? Como ele está apto para receber a misericórdia de Deus? Como ele está apto para receber a magnanimidade de Deus vez após vez? Como ele está apto para receber o perdão de Deus uma e outra vez? Onde está sua consciência? Ele partiu o coração de Deus há muito tempo; há muito deixou o coração de Deus em pedaços. Deus veio entre os homens atento e entusiasmado, esperando que o homem fosse caridoso para com Ele, mesmo que apenas com um pouco de calor. No entanto, o coração de Deus demora a ser consolado pelo homem, tudo o que Ele recebeu são ataques de bola de neve[6] e tormentos; o coração do homem é muito ganancioso, seu desejo é muito grande, ele nunca pode ser satisfeito, é sempre malicioso e imprudente, nunca permite a Deus qualquer liberdade ou direito de falar, e ele não deixa a Deus nenhuma outra opção senão submeter-Se à humilhação e permitir que o homem O manipule como quiser.

Extraído de ‘Obra e entrada (9)’ em “A Palavra manifesta em carne”

"Notas de rodapé:

1. “Devastação” é utilizado para expor a desobediência da humanidade.

2. “Recebidas com sobrancelhas ferozes e o frio desafio de mil dedos em abano, cabisbaixo, servir as pessoas como um boi disposto” é originalmente uma só frase, mas foi dividida em duas aqui para tornar as coisas mais claras. A primeira frase refere-se às ações do homem, enquanto a segunda indica o sofrimento de Deus e que Deus é humilde e oculto.

3. “Preconceito” refere-se ao comportamento desobediente das pessoas.

4. “Ter poder absoluto” refere-se ao comportamento desobediente das pessoas. Elas se erguem, colocam algemas nos outros, fazendo-os seguir e sofrer por eles. São as forças hostis a Deus.

5. “Fantoche” é utilizado para ridicularizar aqueles que não conhecem a Deus.

6. “Bola de neve” é utilizado para destacar o comportamento humilde das pessoas."

Palavras diárias de Deus Trecho 253

Tudo que Deus faz é prático e nada que Ele faz é vazio. Deus vem para o meio dos humanos, humilhando a Si mesmo para ser uma pessoa comum. Ele não vai embora após simplesmente realizar um pouco de obra e falar umas poucas palavras; antes, na verdade Ele vem para o meio dos humanos para experimentar o sofrimento do mundo. Ele paga o preço de Sua experiência própria do sofrimento em troca de um destino para a humanidade. Isso não é obra prática? Pais podem pagar um preço sincero pelo bem de seus filhos, e isso representa sua sinceridade. Ao fazer isso, é claro que o Deus encarnado está sendo extremamente sincero e fiel à humanidade. A essência de Deus é fiel; Ele faz o que Ele diz, e o que quer que Ele faça é alcançado. Tudo que Ele faz para os humanos é sincero. Ele não faz declarações simplesmente; quando Ele diz que pagará o preço, Ele de fato paga o preço. Quando Ele diz que Se encarregará do sofrimento da humanidade e sofrerá em seu lugar, Ele de fato vem viver em meio a ela, sentindo e experimentando esse sofrimento pessoalmente. Depois disso, todas as coisas no universo reconhecerão que tudo que Deus faz é certo e justo, que tudo que Deus faz é realístico: essa é uma prova poderosa. Além disso, a humanidade terá um belo destino no futuro e todos aqueles que permanecerem louvarão a Deus; eles elogiarão que os atos de Deus foram realmente feitos a partir de Seu amor pela humanidade. A essência de beleza e a bondade de Deus podem ser vistas no significado de Sua encarnação na carne. Tudo que Ele faz é sincero; tudo que Ele diz é sério e fiel. Entre tudo que Ele pretende fazer, Ele de fato o faz e, quanto a pagar o preço, Ele de fato o paga; Ele não faz apenas declarações. Portanto, Deus é um Deus justo; Deus é um Deus fiel.

Extraído de ‘O segundo aspecto da importância da encarnação’ em “Registros das falas de Cristo”

Palavras diárias de Deus Trecho 254

O caminho da vida não é algo que qualquer pessoa possa possuir, nem é algo que qualquer pessoa possa alcançar facilmente. Isso é porque a vida só pode vir de Deus, o que quer dizer que somente o Próprio Deus possui a substância de vida, e só o Próprio Deus tem o caminho da vida. E só Deus é a fonte de vida e o manancial inesgotável de água viva da vida. Desde que criou o mundo, Deus tem feito muita obra envolvendo a vitalidade da vida, tem feito muita obra que traz vida ao homem e tem pagado um grande preço para o homem poder ganhar vida, pois o Próprio Deus é vida eterna e Ele é o caminho pelo qual o homem é ressuscitado. Deus nunca está ausente do coração do homem e vive em todos os momentos entre os homens. Ele tem sido a força impulsionadora da vida do homem, o fundamento da existência humana e um rico depósito para a existência do homem após o nascimento. Ele faz o homem renascer e o capacita a viver obstinadamente em cada um de seus papéis. Graças ao poder Dele e à Sua inextinguível força vital, o homem tem vivido geração após geração, ao longo das quais o poder de vida de Deus foi o esteio da existência humana e pelas quais Deus tem pagado um preço que nenhum homem comum jamais pagou. A força de vida de Deus pode prevalecer sobre qualquer poder; além do mais, ela ultrapassa qualquer poder. Sua vida é eterna, Seu poder, extraordinário, e Sua força vital não pode ser vencida por qualquer ser criado ou força inimiga. A força de vida de Deus existe e fulgura em seu brilhante esplendor, independentemente de tempo ou lugar. O céu e a terra podem passar por grandes mudanças, mas a vida de Deus é a mesma para sempre. Todas as coisas podem passar, mas a vida de Deus ainda permanecerá, porque Deus é a fonte e a raiz da existência de todas as coisas. A vida do homem se origina de Deus, a existência do céu se deve a Deus, e a existência da terra provém do poder de vida de Deus. Nenhum objeto possuidor de vitalidade pode transcender a soberania de Deus, e coisa alguma com vigor pode se separar do âmbito da autoridade de Deus. Desse modo, todos, sejam quem forem, devem submeter-se ao domínio de Deus, todos devem viver sob o comando de Deus, e ninguém pode escapar do Seu controle.

Extraído de ‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 255

Se você realmente deseja ganhar o caminho de vida eterna e se é voraz em sua busca dele, responda primeiro a esta pergunta: onde está Deus hoje? Talvez você responda que Deus vive no céu, claro — Ele não estaria vivendo na sua casa, estaria? Talvez você diga que Deus, obviamente, vive entre todas as coisas. Ou talvez diga que Deus vive no coração de cada pessoa, ou que Deus está no mundo espiritual. Não nego nenhuma dessas coisas, mas devo esclarecer o assunto. Não é totalmente correto dizer que Deus vive no coração do homem, mas também não é completamente errado. Acontece que, entre os crentes em Deus, há aqueles cuja crença é verdadeira e aqueles cuja crença é falsa, há aqueles que Deus aprova e aqueles que Ele desaprova, há aqueles que Lhe agradam e aqueles a quem Ele detesta, e há aqueles que Ele aperfeiçoa e aqueles que Ele elimina. Então Eu digo que Deus vive apenas no coração de algumas pessoas e que essas pessoas são, sem dúvida, aquelas que realmente acreditam em Deus, aquelas que Deus aprova, aquelas que Lhe agradam e aquelas que Ele aperfeiçoa. São aquelas que são conduzidas por Deus. Já que são conduzidas por Deus, elas são as pessoas que já ouviram e viram o caminho de vida eterna de Deus. Aquelas cuja crença em Deus é falsa, aquelas que não são aprovadas por Deus, aquelas que são desprezadas por Deus, aquelas que são eliminadas por Deus — elas estão fadadas a ser rejeitadas por Deus, fadadas a ficar sem o caminho de vida e fadadas a permanecer ignorantes sobre onde Deus está. Por outro lado, aquelas em cujo coração Deus vive sabem onde Ele está. São as pessoas a quem Deus concede o caminho de vida eterna e são as que seguem a Deus. Você sabe agora onde Deus está? Deus está tanto no coração do homem quanto a seu lado. Ele não está apenas no mundo espiritual e acima de todas as coisas, mas ainda mais na terra em que o homem existe. E assim a chegada dos últimos dias levou os passos da obra de Deus para um novo território. Deus exerce soberania sobre todas as coisas no universo, Ele é o esteio do homem em seu coração e, além do mais, Ele existe entre os homens. Somente assim Ele pode trazer o caminho de vida para a humanidade e conduzir o homem para o caminho de vida. Deus veio para a terra e vive entre os homens para que o homem possa ganhar o caminho de vida e para que o homem possa existir. Ao mesmo tempo, Deus também comanda todas as coisas no universo, para que elas colaborem com Seu gerenciamento entre os homens. E assim, se você reconhecer apenas a doutrina de que Deus está no céu e no coração do homem, mas não reconhecer a verdade da existência de Deus entre os homens, você jamais ganhará a vida nem o caminho da verdade.

O Próprio Deus é vida e a verdade, e Sua vida e verdade coexistem. Aqueles que são incapazes de ganhar a verdade nunca ganharão vida. Sem a orientação, o apoio e provisão da verdade, você ganhará apenas letras e doutrinas e, além disso, morte. A vida de Deus está sempre presente, e Sua verdade e vida coexistem. Se você não pode achar a fonte de verdade, não ganhará o alimento de vida; se você não pode ganhar a provisão de vida, certamente não terá verdade alguma e, assim, para além de imaginações e noções, a totalidade do seu corpo será nada além de carne, sua carne fétida. Saiba que as palavras de livros não contam como vida, os registros da história não podem ser celebrados como a verdade, e as doutrinas do passado não podem servir como relato das palavras faladas atualmente por Deus. Só o que é expressado por Deus quando Ele vem para a terra e vive entre os homens é a verdade, vida, vontade de Deus e Seu atual modo de operar. Se você aplica à atualidade os registros das palavras ditas por Deus nas eras passadas, você é um arqueólogo, e a melhor forma de descrevê-lo é como especialista em herança histórica. Isso porque você sempre acredita em vestígios da obra feita por Deus em tempos passados, acredita apenas na sombra que ficou de Deus quando Ele operou anteriormente entre os homens e só acredita no caminho que Deus deu aos Seus seguidores em tempos anteriores. Você não acredita na direção da obra de Deus hoje, não acredita no glorioso semblante de Deus hoje e não acredita no caminho de verdade atualmente expressado por Deus. E assim você é inegavelmente um sonhador que está completamente desconectado da realidade. Se agora você ainda se apega a palavras incapazes de levar vida ao homem, então, você é um inútil pedaço de árvore morta,[a] pois é conservador demais, intratável demais, excessivamente impermeável à razão!

Extraído de ‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Nota de rodapé:

a. Um pedaço de árvore morta: expressão idiomática chinesa que significa “que não tem mais jeito”.

Palavras diárias de Deus Trecho 256

O Próprio Deus é verdade, Ele Próprio possui verdade, e Ele é a fonte de verdade. Toda coisa positiva e toda verdade vêm Dele. Ele pode julgar a correção e a incorreção de todas as coisas e de todos os eventos; Ele pode julgar as coisas que já aconteceram, as que estão acontecendo agora e as coisas futuras, ainda desconhecidas pelo homem. Ele é o único juiz que pode julgar a correção e a incorreção de todas as coisas, e isso significa que a correção e a incorreção de todas as coisas só podem ser julgadas por Ele. Ele conhece as regras para todas as coisas. Essa é a personificação da verdade, o que significa que Ele Próprio possui a essência da verdade. Se o homem entendesse a verdade e alcançasse a perfeição, ele teria qualquer coisa a ver com a personificação da verdade? Quando o homem é aperfeiçoado, ele tem um julgamento preciso de tudo o que Deus faz agora e das coisas que Ele exige, e ele tem uma maneira precisa de praticar; o homem também entende a vontade de Deus e sabe distinguir o certo do errado. No entanto, existem algumas coisas que o homem não pode alcançar, coisas que ele só pode saber depois que Deus lhe fala delas — o homem pode saber coisas ainda desconhecidas, coisas que Deus ainda não lhe disse? (Ele não pode.) O homem não pode fazer previsões. Além disso, mesmo que o homem obtivesse a verdade de Deus, tivesse a realidade da verdade e conhecesse a essência de muitas verdades e tivesse a capacidade de distinguir o certo do errado, ele teria a capacidade de controlar e governar todas as coisas? (Não.) Essa é a diferença. Seres criados só podem obter a verdade da fonte da verdade. Eles podem obter a verdade do homem? O homem pode fornecê-la? O homem pode prover o homem? Ele não pode, e essa é a diferença. Você só pode receber, não prover — você pode ser chamado de personificação da verdade? Qual é, exatamente, a essência da personificação da verdade? É a fonte que fornece a verdade, a fonte de governança e soberania sobre todas as coisas, e é também as normas e regras pelas quais todas as coisas e todos os eventos são julgados. Esta é a personificação da verdade.

Extraído de ‘Para líderes e obreiros, escolher uma senda é de extrema importância (10)’ em “Registros das falas de Cristo”

Palavras diárias de Deus Trecho 257

Em Sua expressão da verdade, Deus expressa Seu caráter e essência; Sua expressão da verdade não se baseia nos resumos da humanidade das várias coisas positivas e das afirmações que a humanidade reconhece. As palavras de Deus são as palavras de Deus; as palavras de Deus são verdade. Elas são o fundamento e a lei pela qual a humanidade deve existir, e os chamados princípios que se originam com a humanidade são condenados por Deus. Elas não obtêm aprovação Dele, e menos ainda são a origem ou a base de Suas declarações. Deus expressa Seu caráter e Sua essência através de Suas palavras. Todas as palavras trazidas pela expressão de Deus são verdade, pois Ele tem a essência de Deus e Ele é a realidade de todas as coisas positivas. O fato de as palavras de Deus serem verdade nunca se altera, não importa como essa humanidade corrupta as posicione ou as defina, nem como as veja ou as entenda. Não importa quantas palavras de Deus tenham sido ditas, e não importa quanto essa humanidade corrupta e pecaminosa as condene, mesmo que não as dissemine, e mesmo até o ponto de se depararem com o desprezo da humanidade corrupta — mesmo nessas circunstâncias, permanece um fato que não pode ser alterado: as chamadas cultura e tradições que a humanidade valoriza, mesmo pelas razões elencadas acima, não podem se tornar coisas positivas, nem se tornar a verdade. Isso é inalterável.

A cultura tradicional e o modo de existência da humanidade não se tornarão verdade por causa das mudanças ou passagem do tempo, e nem as palavras de Deus se tornarão as palavras do homem devido à condenação ou esquecimento da humanidade. Essa essência nunca mudará; a verdade é sempre a verdade. Existe um fato nisso: todos os ditos que são resumidos pela humanidade se originam em Satanás — são imaginações e noções humanas, até mesmo decorrentes das paixões humanas, e nada têm a ver com coisas positivas. As palavras de Deus, por outro lado, são expressões da essência e status de Deus. Por que razão Ele expressa essas palavras? Por que digo que são verdade? A razão é que Deus governa todas as leis, princípios, raízes, essências, realidades e mistérios de todas as coisas, e elas são apreendidas em Sua mão, e somente Deus conhece todos os princípios, realidades, fatos e mistérios de todas as coisas; Ele conhece suas origens e quais verdadeiramente são suas raízes. Portanto, apenas as definições de todas as coisas mencionadas nas palavras de Deus são mais precisas, e os requisitos para a humanidade que há nas palavras de Deus são o único padrão para a humanidade — o único critério pelo qual a humanidade deve existir.

Extraído de ‘Sobre o que é a verdade’ em “Registros das falas de Cristo”

Palavras diárias de Deus Trecho 258

Desde o momento em que chega a este mundo chorando, você começa a cumprir o seu dever. Desempenhando seu papel no plano de Deus e em Sua ordenação, você começa a sua jornada de vida. Não importa o seu passado, não importa a jornada à sua frente, ninguém pode escapar das orquestrações e dos arranjos do Céu, e ninguém está no controle do próprio destino, pois apenas Aquele que governa todas as coisas é capaz de tal obra. Desde o dia em que o homem veio a existir, Deus sempre operou assim, gerenciando o universo, dirigindo as regras de mudança para todas as coisas e a trajetória de movimento delas. Como todas as coisas, o homem é silenciosa e inconscientemente nutrido pela doçura, pela chuva e pelo orvalho de Deus; como todas as coisas, o homem vive inconscientemente embaixo da orquestração da mão de Deus. O coração e o espírito do homem são guardados na mão de Deus, tudo de sua vida é observado pelos olhos de Deus. Não importa se você acredita nisso ou não, todas e cada uma das coisas, vivas ou mortas, vão se transformar, mudar, se renovar e desaparecer de acordo com os pensamentos de Deus. Tal é a maneira pela qual Deus preside sobre todas as coisas.

À medida que a noite se aproxima silenciosamente, o homem está sem o saber, pois o coração do homem não pode perceber como a noite se aproxima nem de onde vem. À medida que a noite silenciosamente desaparece, o homem acolhe a luz do dia, mas quanto a de onde veio a luz, e como a luz dispersou a escuridão da noite, o homem sabe menos ainda, está menos ainda consciente. Essas alternâncias recorrentes entre dia e noite levam o homem de um período para o outro, de um contexto histórico para o próximo, enquanto asseguram também que a obra de Deus em cada período e Seu plano para cada era sejam realizados. O homem atravessou essas eras com Deus, mas não sabe que Deus governa o destino de todas as coisas e de todos os seres vivos, nem como Deus orquestra e dirige todas as coisas. Isso tem escapado ao conhecimento do homem desde os tempos imemoriais até o presente. Quanto ao motivo, não é porque os feitos de Deus sejam ocultos demais, nem porque o plano de Deus ainda está para ser realizado, mas porque o coração e o espírito do homem estão muito distantes de Deus, ao ponto de o homem permanecer a serviço de Satanás mesmo conforme ele segue a Deus — e ainda não sabe disso. Ninguém busca ativamente as pegadas de Deus e a aparição de Deus, ninguém deseja existir sob o cuidado e a guarda de Deus. Ao contrário, eles desejam confiar na corrosão de Satanás, o maligno, para adaptar-se a este mundo e às regras de existência que os homens ímpios seguem. Nesse ponto, o coração e o espírito do homem se tornaram um tributo do homem a Satanás e tornam-se o alimento de Satanás. Além disso, o coração e o espírito humano transformam-se em um lugar no qual Satanás pode residir e em um adequado parque de diversões para ele. Assim, o homem inconscientemente perde sua compreensão acerca dos princípios de ser humano, do valor e do propósito da existência humana. As leis de Deus e a aliança entre Deus e o homem gradualmente desaparecem do coração do homem e ele deixa de buscar a Deus ou prestar-Lhe atenção. Conforme o tempo passa, o homem não entende mais por que Deus o criou, nem compreende mais as palavras da boca de Deus e tudo que vem de Deus. O homem começa a resistir às leis e aos decretos de Deus e o coração e o espírito do homem ficam amortecidos… Deus perde o homem que Ele criou originalmente e o homem perde a raiz de seu princípio: essa é a aflição desta espécie humana. Na verdade, desde o princípio até hoje, Deus encenou uma tragédia para a humanidade, uma tragédia na qual o homem é tanto o protagonista quanto a vítima. E ninguém pode responder quem é o diretor dessa tragédia.

Extraído de ‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 259

Deus criou este mundo e trouxe o homem, um ser vivo ao qual Ele concedeu a vida, para dentro dele. Em seguida, o homem veio a ter pais e parentes, não estava mais só. Desde que colocou os olhos pela primeira vez neste mundo material, o homem estava destinado a existir dentro da ordenação de Deus. O sopro de vida de Deus sustenta cada ser vivo pelo crescimento até a vida adulta. Durante esse processo, ninguém acha que o homem está crescendo sob os cuidados de Deus; ao contrário, eles acreditam que o homem cresce sob o cuidado amoroso dos pais e que é o próprio instinto vital que dirige o seu crescimento. Isso acontece porque o homem não sabe quem concedeu sua vida, ou de onde ela veio, menos ainda como o instinto da vida cria milagres. O homem sabe apenas que o alimento é a base da continuidade da vida, que a perseverança é a fonte da existência da vida e que as crenças em sua mente são o capital do qual sua sobrevivência depende. Da graça e da providência de Deus, o homem é totalmente indiferente, e assim ele desperdiça a vida que lhe foi concedida por Deus… Nem um homem sequer desses humanos que Deus cuida dia e noite se encarrega de adorá-Lo. Deus apenas continua a operar no homem, de quem não espera mais nada, conforme havia planejado. Ele faz isso na esperança de que um dia o homem acordará de seu sonho e, de repente, perceberá o valor e o propósito da vida, o preço que Deus pagou por tudo que tem dado ao homem e a preocupação ansiosa com a qual Deus espera que o homem volte para Ele. Ninguém jamais examinou os segredos que governam a origem e a continuação da vida do homem. Só Deus, que entende tudo isso, resiste silenciosamente à dor e aos golpes dados pelo homem, que recebeu tudo de Deus, mas não é grato. O homem dá por certo tudo o que a vida traz e, semelhantemente, é uma “questão de costume” que Deus seja traído pelo homem, esquecido pelo homem e extorquido pelo homem. Será que o plano de Deus é mesmo de tal importância? Será que o homem, esse ser vivo que veio das mãos de Deus, é realmente tão importante? O plano de Deus é certamente de importância; entretanto, este ser vivo criado pela mão de Deus existe para bem do Seu plano. Assim, Deus não pode devastar Seu plano por ódio a esta raça humana. É pelo bem de Seu plano e do sopro que exalou, que Deus resiste a todo o tormento, não pela carne do homem, mas pela vida do homem. Ele o faz para recuperar não a carne do homem, mas a vida que Ele soprou. Esse é o Seu plano.

Extraído de ‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 260

Todos os que vêm a este mundo devem experimentar a vida e a morte, e a maioria deles passou pelo ciclo de morte e renascimento. Os que estão vivos morrerão em breve e os mortos logo retornarão. Tudo isso é o curso da vida preparado por Deus para cada ser vivo. Mas esses curso e ciclo são exatamente a verdade que Deus deseja que o homem contemple: que a vida concedida ao homem por Deus é sem limites e irrestrita por fisicalidade, tempo ou espaço. Tal é o mistério da vida concedida ao homem por Deus e a prova de que ela vem Dele. Embora muitos possam não acreditar que a vida venha de Deus, o homem inevitavelmente desfruta de tudo que vem de Deus, quer acredite na Sua existência ou a negue. Se Deus um dia mudar de ideia repentinamente e desejar retomar tudo que existe no mundo e recuperar a vida que Ele deu, então tudo deixará de existir. Deus usa Sua vida para prover para todas as coisas, tanto vivas quanto sem vida, colocando tudo na boa ordem pela virtude de Seu poder e autoridade. Essa é uma verdade que ninguém pode conceber ou entender facilmente e tais verdades incompreensíveis são a própria manifestação e testamento da força vital de Deus. Agora, deixe-Me contar-lhe um segredo: a grandeza e o poder da vida de Deus não podem ser sondados por nenhuma criatura. É assim hoje, foi assim no passado e será assim no porvir. O segundo segredo que devo transmitir é este: a fonte da vida vem de Deus, para todos os seres criados, independentemente da diferença de forma e estrutura. Não importa que tipo de ser vivo seja, você não pode virar-se contra a trajetória vital estabelecida por Deus. Em todo caso, tudo o que desejo é que o homem entenda isso: sem o cuidado, a guarda e a providência de Deus, ele não pode receber o que foi destinado a receber, não importa o quão diligentemente tente ou quão arduamente se esforce. Sem a provisão de vida de Deus, o homem perde o senso do valor de viver e o sentido do propósito da vida. Como Deus poderia permitir que um homem que desperdiça frivolamente o valor da Sua vida possa ser tão despreocupado? Como já disse: não se esqueça de que Deus é a fonte da sua vida. Se o homem falhar em estimar tudo que Deus concedeu, Deus não apenas tomará de volta tudo que deu no princípio, como também exigirá do homem, como compensação, o dobro do preço de tudo que Ele tem dado.

Extraído de ‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 261

Tudo deste mundo muda rapidamente com os pensamentos do Todo-Poderoso e embaixo de Seus olhos. Coisas de que a humanidade nunca ouviu falar chegam de repente, enquanto coisas que a humanidade possui há muito tempo escapulem sem querer. Ninguém pode compreender o paradeiro do Todo-Poderoso, muito menos consegue perceber a transcendência e a grandeza da força vital do Todo-Poderoso. Ele é transcendente porque consegue perceber o que os humanos não conseguem. Ele é grande porque é Aquele que é abandonado pela humanidade e mesmo assim salva a humanidade. Ele conhece o sentido da vida e da morte e, mais do que isso, sabe quais regras são apropriadas para governar a existência da humanidade que Ele criou. Ele é a fundação da existência humana, Ele é o Redentor que ressuscita a humanidade outra vez. Ele sobrecarrega corações alegres com tristeza e eleva corações tristes com alegria, tudo em nome de Sua obra e em nome de Seu plano.

A humanidade, tendo se desviado da provisão de vida do Todo-Poderoso, é ignorante do propósito da existência, mas ainda assim teme a morte. Ela está sem ajuda ou apoio, mas ainda relutante em fechar os olhos, e ela se prepara para arrastar uma existência ignóbil neste mundo, um saco de carne sem nenhum senso da própria alma. Você vive desse modo, sem esperança, como fazem os outros, sem objetivo. Só o Santo da lenda salvará as pessoas, que, gemendo em meio ao sofrimento, anseiam desesperadamente por Sua chegada. Até agora, tal crença não foi concretizada naqueles que carecem de consciência. No entanto, as pessoas ainda anseiam por isso. O Todo-Poderoso tem misericórdia dessas pessoas que sofreram profundamente; ao mesmo tempo, Ele está farto dessas pessoas que carecem de consciência, pois teve de esperar muito por uma resposta da humanidade. Ele deseja buscar, buscar seu coração e seu espírito, trazer-lhe água e comida, acordar você, para que você não tenha mais sede e fome. Quando você estiver enfadado e quando começar a sentir um pouco da triste desolação deste mundo, não fique perdido, não chore. Deus Todo-Poderoso, o Vigia, abraçará a sua chegada a qualquer tempo. Ele está vigiando do seu lado, esperando você voltar disponível. Ele está esperando pelo dia em que você recupera a memória de repente: quando você percebe que veio de Deus, que, em algum momento desconhecido, você perdeu a direção, em algum momento desconhecido você perdeu a consciência na estrada e em algum momento desconhecido você conseguiu um “pai”; quando você percebe, além disso, que o Todo-Poderoso sempre esteve vigiando, esperando muito, muito tempo ali o seu retorno. Ele esteve observando com um anseio desesperado, esperando uma resposta sem resposta. Sua vigília está acima de qualquer preço e é em prol do coração humano e do espírito humano. Talvez essa vigília seja indefinida e talvez esteja no fim. Mas você deveria saber exatamente onde o seu coração e o seu espírito estão agora.

Extraído de ‘O suspirar do Todo-Poderoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 262

Como membros da raça humana e cristãos devotos, é responsabilidade e obrigação de todos nós oferecer nossa mente e nosso corpo para a realização da comissão de Deus, pois todo o nosso ser veio de Deus e existe graças à Sua soberania. Se a nossa mente e o nosso corpo não servirem à comissão de Deus e à causa justa da humanidade, a nossa alma será indigna daqueles que foram martirizados pela comissão de Deus e mais indigna ainda de Deus, que nos proveu de todas as coisas.

Deus criou este mundo, criou esta humanidade e também foi o arquiteto da cultura grega antiga e da civilização humana. Só Deus consola esta humanidade, só Deus Se importa com esta humanidade dia e noite. O desenvolvimento e o progresso humanos são inseparáveis da soberania de Deus, e a história e o futuro da humanidade são indissociáveis dos projetos de Deus. Se você é um verdadeiro cristão, então certamente acreditará que a ascensão e a queda de qualquer país ou nação ocorrem de acordo com os projetos de Deus. Só Deus conhece o destino de um país ou nação e Deus sozinho controla o curso desta humanidade. Se a humanidade deseja ter um bom destino, se um país deseja ter um bom destino, o homem deve curvar-se diante de Deus em adoração, arrepender-se e confessar diante de Deus, caso contrário o destino e o futuro do homem acabarão inevitavelmente em catástrofe.

Reveja o tempo da arca de Noé: a humanidade era profundamente corrupta, tinha se afastado da bênção de Deus, não estava mais sob o cuidado de Deus e tinha perdido Suas promessas. As pessoas viviam na escuridão, sem a luz de Deus. Assim, tornaram-se licenciosas por natureza, abandonando-se a uma depravação repugnante. Tais homens não podiam mais receber a promessa de Deus; eram ineptos para testemunhar o rosto de Deus e ouvir Sua voz, pois haviam abandonado Deus, deixado de lado tudo que Deus lhes concedera, haviam esquecido os ensinamentos de Deus. O coração deles afastava-se cada vez mais de Deus e, na medida em que isso acontecia, entregavam-se a uma depravação que excedia toda a razão e humanidade, tornando-se progressivamente malignos. Dessa forma, aproximaram-se ainda mais da morte e desabaram sob a ira e a punição de Deus. Apenas Noé adorava a Deus e evitava o mal, por isso, foi capaz de ouvir a voz de Deus, de ouvir Suas instruções. Noé construiu a arca seguindo as instruções da palavra de Deus e reuniu todas as espécies de criaturas vivas. E, dessa maneira, estando tudo preparado, Deus fez desabar Sua destruição sobre o mundo. Apenas Noé e os sete membros de sua família sobreviveram à destruição, pois Noé adorava Jeová e evitava o mal.

Olhe agora para a era presente: homens justos como Noé, que adoravam a Deus e evitavam o mal, deixaram de existir. Ainda assim, Deus é gracioso para com a humanidade e a absolve nesta era final. Deus busca aqueles que anseiam por Sua apareça. Deus busca os que são capazes de ouvir Suas palavras, os que não se esqueceram da Sua comissão e que Lhe oferecem seu coração e corpo. Deus busca aqueles que são tão obedientes quanto bebês diante Dele e que não se opõem a Ele. Se nenhuma força estiver impedindo você em sua devoção a Deus, Ele o considerará com aprovação e lhe concederá Suas bênçãos. Se você estiver em uma posição elevada, tiver reputação honrosa, for possuidor de grande conhecimento, proprietário de muitos bens, apoiado por muitas pessoas e mesmo assim tais coisas não o impedem de vir diante de Deus para aceitar Seu chamado e Sua comissão, para fazer o que Deus pede que você faça, então tudo o que você fizer será o mais significativo na terra e o mais justo da humanidade. Se rejeitar o chamado de Deus por causa de status e objetivos próprios, tudo que você fizer será amaldiçoado e até desprezado por Deus. Talvez você seja um presidente, um cientista, um pastor ou um presbítero, não importa o quanto a sua função seja elevada, se confiar no seu conhecimento e na sua habilidade em seus empreendimentos, você sempre será um fracasso e sempre estará destituído das bênçãos de Deus, porque Deus não aceita nada do que você faz, não admite que a sua carreira seja justa, nem aceita que você esteja trabalhando pelo benefício da humanidade. Ele dirá que tudo que você faz é usar o conhecimento e a energia da humanidade para despojar o homem da proteção de Deus e recusar as bênçãos de Deus. Ele dirá que você está conduzindo a humanidade para a escuridão, para a morte, para o começo de uma existência sem limites, na qual o homem perdeu Deus e Sua bênção.

Extraído de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 263

Desde que o homem começou a ter as ciências sociais, a mente humana foi ocupada pela ciência e pelo conhecimento. Depois, ciência e conhecimento tornaram-se ferramentas para governar a humanidade e não houve mais espaço suficiente para o homem adorar a Deus, não houve mais condições favoráveis para a adoração a Deus. A posição de Deus no coração do homem decresceu mais ainda. Um mundo no coração do homem que não tem lugar para Deus é escuro, vazio e sem esperança. E assim surgiram muitos cientistas sociais, historiadores e políticos para elaborar teorias de ciências sociais, a teoria da evolução humana e outras que contradizem a verdade de que Deus criou o homem, para encher o coração e a mente humana. Dessa forma, aqueles que acreditam que Deus criou todas as coisas se reduzem a cada vez menos; já a quantidade dos que acreditam na teoria da evolução cresce cada vez mais. Mais e mais pessoas consideram como mitos e lendas os registros da obra de Deus e de Suas palavras na era do Antigo Testamento. No seu coração, essas pessoas se tornam indiferentes e à dignidade e grandeza de Deus, ao princípio de que Deus existe e mantém domínio sobre todas as coisas. A sobrevivência da humanidade e o destino de países e nações não têm mais importância para elas. O homem vive em um mundo vazio, preocupado apenas com comer, beber e buscar o prazer… Poucas pessoas tomam sobre si a tarefa de procurar onde Deus realiza a Sua obra hoje ou de observar como Ele preside e organiza o destino do homem. Assim, sem que o homem saiba, a civilização humana é cada vez menos capaz de ir de acordo com os desejos do homem, e muitas pessoas sentem que, vivendo em tal mundo, são menos felizes que aquelas que partiram. Até pessoas de países que costumavam ser altamente civilizados expressam esse descontentamento. Pois, sem a orientação de Deus, não importa o quanto os governantes e sociólogos quebrem a cabeça para preservar a civilização humana, tudo é em vão. Ninguém pode preencher o vazio no coração humano, pois ninguém pode ser a vida do homem e nenhuma teoria social libertará o homem do vazio que o aflige. A ciência, o conhecimento, a liberdade, a democracia, o lazer e o conforto representam apenas uma trégua temporária. Mesmo com essas coisas, o homem inevitavelmente pecará e lamentará as injustiças da sociedade. Tais coisas não podem restringir a ânsia e o desejo humano de explorar. Porque o homem foi feito por Deus e os sacrifícios e as explorações sem sentido do homem só podem levar a mais aflição. O homem existirá em um estado constante de medo, não saberá como enfrentar o futuro da humanidade, nem como encarar a senda que tem pela frente. O homem chegará inclusive a ter medo da ciência e do conhecimento e temerá ainda mais o sentimento de vazio dentro de si. Neste mundo, independentemente de estar vivendo em um país livre ou em algum sem direitos humanos, você é totalmente incapaz de fugir do destino da humanidade. Quer seja governante ou governado, você é totalmente incapaz de fugir do desejo de explorar a sina, os mistérios e o destino da humanidade. Muito menos é capaz de fugir do desconcertante senso de vazio. Tais fenômenos, comuns à humanidade toda, são chamados fenômenos sociais pelos sociólogos, mas nenhum grande homem surgiu para resolver esses problemas. Afinal, o homem é apenas homem. A posição e a vida de Deus não podem ser substituídas por homem nenhum. A humanidade não só exige uma sociedade justa na qual todos sejam bem alimentados, iguais e livres, como também a salvação de Deus e Sua provisão de vida para todos. Só quando o homem recebe a salvação de Deus e Sua provisão de vida é que as necessidades, a ânsia por explorar e o vazio espiritual do homem podem ser resolvidos. Se as pessoas de um país ou de uma nação forem incapazes de receber a salvação e o cuidado de Deus, então tal país ou nação trilhará o caminho para a ruína, para a escuridão, e será aniquilado por Deus.

Talvez seu país seja próspero hoje em dia, mas se você permitir que o povo se afaste de Deus, então seu país se verá cada vez mais despojado das bênçãos de Deus. A civilização do seu país será cada vez mais pisoteada, e não tardará para que as pessoas se ergam contra Deus e amaldiçoem o Céu. E então, sem que homem saiba, o destino de um país será levado à ruína. Deus erguerá países poderosos para lidar com aqueles que foram amaldiçoados por Ele e pode até varrê-los da face da terra. A ascensão e a queda de um país ou nação são determinadas pelo fato de seus governantes adorarem a Deus ou não e se eles levam o povo a se aproximar Dele e a adorá-Lo. E ainda assim, nesta era final, porque aqueles que verdadeiramente buscam e adoram a Deus são cada vez mais escassos, Deus concede um favor especial aos países nos quais o cristianismo é a religião oficial. Ele os reúne para formar o campo relativamente justo do mundo, enquanto os países ateus ou aqueles que não adoram o Deus verdadeiro se tornam oponentes do campo justo. Dessa maneira, Deus não só tem um lugar na humanidade no qual conduzir Sua obra, como também ganha países que podem exercer autoridade justa, de modo a impor sanções e restrições àqueles países que resistem a Deus. Apesar disso, porém, ainda não existem mais pessoas que se apresentam para adorar a Deus, porque o homem se afastou muito Dele e Deus esteve ausente dos pensamentos do homem por muito tempo. Só restam na terra países que exercem a justiça e resistem à injustiça. Mas isso está longe dos desejos de Deus, pois nenhum governante permitirá que Deus presida o povo de seu país e nenhum partido político reunirá o povo para adorar a Deus. Deus perdeu Seu lugar legítimo no coração de cada país, de cada nação, partido governante e até no coração de cada pessoa. Ainda que forças justas existam de fato neste mundo, um governo em que Deus não tem lugar no coração do homem é um governo frágil. Sem a bênção de Deus, a arena política cairá em desordem e se tornará vulnerável a ataques. Para a humanidade, estar sem a bênção de Deus é como não ter o sol. Independentemente de quão assíduas forem as contribuições que os governantes fazem a seus povos, independentemente de quantas conferências sobre justiça a humanidade organizar, nada disso mudará as coisas ou alterará o destino da humanidade. O homem acredita que um país onde as pessoas são alimentadas e vestidas, onde vivem juntas de forma pacífica, é um país bom, com boa liderança. Mas Deus não pensa assim. Ele acredita que um país onde ninguém O adora é um país que deve ser aniquilado. A forma de pensar do homem está em desacordo com a de Deus. Assim, se o chefe de um país não adora a Deus, então o destino desse país será trágico, e o país não terá destino.

Deus não participa da política do homem, ainda assim, o destino de um país ou nação é controlado por Ele. Deus controla este mundo e todo o universo. O destino do homem e o plano de Deus estão intimamente relacionados, e nenhum homem, país ou nação está isento da soberania de Deus. Se o homem deseja conhecer seu destino, então deve apresentar-se diante de Deus, que fará prosperar aqueles que O seguem e adoram, assim como trará declínio e extinção sobre aqueles que resistem a Ele e O rejeitam.

Extraído de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Palavras diárias de Deus Trecho 264

Na vastidão do cosmo e do firmamento, incontáveis criaturas vivem e se reproduzem, seguem a lei cíclica da vida e aderem a uma regra constante. As que morrem levam consigo as histórias dos vivos e as que estão vivas repetem a mesma história trágica dos que morreram. E assim a humanidade não pode deixar de se perguntar: por que vivemos? E por que temos que morrer? Quem está no comando deste mundo? E quem criou esta humanidade? A humanidade foi mesmo criada pela Mãe Natureza? A humanidade está mesmo no controle da própria sina?… Por milhares de anos a humanidade tem feito essas perguntas, repetidas vezes. Infelizmente, quanto mais a humanidade se tornou obcecada com essas questões, mais desenvolveu uma sede pela ciência. A ciência oferece uma breve gratificação e um deleite temporário à carne, mas está longe de ser suficiente para livrar a humanidade da solidão, do isolamento, do terror mal dissimulado e do desamparo profundo de sua alma. A humanidade simplesmente usa o conhecimento científico que ela consegue ver a olho nu e entender com o cérebro, de modo a anestesiar seu coração. No entanto, tal conhecimento científico não é suficiente para impedir a humanidade de explorar mistérios. A humanidade simplesmente não sabe quem é o Soberano do universo e de todas as coisas, muito menos conhece o início e o futuro da humanidade. A humanidade simplesmente vive, forçosamente, em meio a essa lei. Ninguém pode escapar dela, ninguém pode mudá-la, pois dentre todas as coisas e nos céus há apenas Um de eternidade a eternidade que detém a soberania sobre tudo. Ele é o Único que nunca foi contemplado pelo homem, o Único a quem a humanidade nunca conheceu, em cuja existência a humanidade nunca acreditou, mas Ele é o Único que soprou o fôlego nos ancestrais da humanidade e deu vida à humanidade. Ele é o Único que supre e nutre a humanidade para a sua existência, e que a guia até os dias de hoje. Mais ainda, Ele e somente Ele é de quem a humanidade depende para a sua sobrevivência. Ele detém a soberania sobre todas as coisas e rege todos os seres vivos sob o universo. Ele comanda as quatro estações e é Ele quem evoca o vento, a geada, a neve e a chuva. Ele dá à humanidade a luz do sol e traz o cair da noite. Foi Ele quem estendeu céus e terra, abastecendo o homem com montanhas, lagos e rios e com todas as coisas vivas que há neles. Seu feito está por toda parte, Seu poder está por toda parte, Sua sabedoria está por toda parte e Sua autoridade está por toda parte. Todas essas leis e regras são a corporificação de Seu feito e cada uma delas revela Sua sabedoria e autoridade. Quem pode se isentar de Sua soberania? E quem pode se dispensar de Seus desígnios? Todas as coisas existem sob o Seu olhar e, além disso, todas as coisas vivem sob a Sua soberania. Seu feito e Seu poder deixam a humanidade sem outra escolha senão reconhecer o fato de que Ele existe mesmo e detém a soberania sobre todas as coisas. Nenhuma outra coisa além Dele pode comandar o universo, muito menos prover a essa humanidade de forma incessante. Independentemente de você ser capaz de reconhecer o feito de Deus, e sem considerar se você acredita na existência de Deus, não há dúvida de que a sua sina está no interior da ordenação de Deus, e não há dúvida de que Deus sempre deterá a soberania sobre todas as coisas. Sua existência e autoridade não estão baseadas no fato de poderem ou não ser reconhecidas e compreendidas pelo homem. Só Ele conhece o passado, o presente e o futuro do homem e só Ele pode determinar a sina da humanidade. Independentemente de você ser capaz de aceitar esse fato, não tardará muito para que a humanidade testemunhe tudo isso com os próprios olhos, e esse é o fato que em breve Deus fará valer. A humanidade vive e morre sob os olhos de Deus. A humanidade vive para o gerenciamento de Deus e, quando seus olhos se fecham pela última vez, isso também se dá para o mesmo gerenciamento. Repetidas vezes o homem vem e vai, para frente e para trás. Sem exceção, tudo faz parte da soberania e dos desígnios de Deus. O gerenciamento de Deus está sempre indo adiante e nunca cessou. Ele fará a humanidade ter consciência da Sua existência, confiar em Sua soberania, contemplar o Seu feito e retornar a Seu reino. Esse é o Seu plano e a obra que Ele tem conduzido há milhares de anos.

Extraído de ‘O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: Conhecendo a obra de Deus 2

Próximo: VII. Mistérios sobre a Bíblia

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Prefácio

Embora muitas pessoas acreditem em Deus, poucas compreendem o que significa fé em Deus e o que elas devem fazer para ser segundo o coração...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro