Um problema muito sério: traição (2)

A natureza do homem é bem diferente da Minha essência, porque a natureza corrupta do homem se origina inteiramente de Satanás; a natureza do homem foi processada e corrompida por Satanás. Quer dizer, o homem vive sob a influência da maldade e da feiura de Satanás. O homem não cresce em um mundo de verdade nem em um ambiente sagrado, e menos ainda vive na luz. Portanto, não é possível que alguém possua a verdade dentro de sua natureza desde o momento em que nasce, e menos ainda pode alguém nascer com uma essência que teme e obedece a Deus. Ao contrário, as pessoas possuem uma natureza que resiste a Deus, desobedece a Deus e não tem amor pela verdade. Essa natureza é o problema que quero discutir: traição. A traição é a fonte da resistência de cada pessoa a Deus. Esse é um problema que existe apenas no homem, e não em Mim. Alguns perguntarão: visto que todos os homens vivem no mundo, assim como Cristo, por que todos os homens possuem naturezas que traem a Deus, mas Cristo não? Esse é um problema que precisa ser explicado claramente a vocês.

A base da existência da humanidade é a reencarnação repetida da alma. Em outras palavras, cada pessoa ganha uma vida humana na carne quando sua alma é reencarnada. Depois que o corpo de uma pessoa nasce, essa vida continua até que a carne finalmente alcance seus limites, que é o momento final, quando a alma deixa a sua casca. Esse processo se repete de novo e de novo, com a alma de uma pessoa indo e vindo repetidamente, e assim a existência da humanidade é mantida. A vida da carne também é a vida da alma do homem, e a alma do homem sustenta a existência da carne do homem. Quer dizer, a vida de cada pessoa vem de sua alma, e a vida não é inerente à carne. Portanto, a natureza do homem vem da alma, não da carne. Só a alma de cada pessoa sabe como essa pessoa passou pelas tentações, a aflição e a corrupção de Satanás. Essas coisas não podem ser conhecidas pela carne do homem. Portanto, a humanidade inconscientemente se torna cada vez mais tenebrosa, mais imunda, e mais maligna, enquanto a distância entre Mim e o homem fica cada vez maior, e a vida se torna mais tenebrosa para a humanidade. Satanás segura as almas da humanidade em suas garras, então, é claro, a carne do homem também foi ocupada por Satanás. Como poderiam tal carne e tal humanidade não resistir a Deus? Como poderiam ser inerentemente compatíveis com Ele? A razão pela qual abato Satanás no ar é porque ele Me traiu. Então, como os humanos poderiam se livrar de seu envolvimento? É por isso que traição é da natureza humana. Eu acredito que, quando vocês compreenderem esse raciocínio, também deverão crer na essência de Cristo. A carne usada pelo Espírito de Deus é a carne do Próprio Deus. O Espírito de Deus é supremo; Ele é todo-poderoso, santo e justo. Da mesma maneira, Sua carne também é suprema, todo-poderosa, santa e justa. Tal carne só é capaz de fazer aquilo que é justo e benéfico para a humanidade, aquilo que é sagrado, glorioso e poderoso; Ele é incapaz de fazer qualquer coisa que viole a verdade, que viole a moralidade e a justiça, e Ele é muito menos capaz de qualquer coisa que traia o Espírito de Deus. O Espírito de Deus é santo, e, portanto, Sua carne é incorruptível por Satanás; Sua carne é de uma essência diferente da carne do homem. Pois é o homem, não Deus, que é corrompido por Satanás; Satanás não poderia corromper a carne de Deus. Assim, apesar do fato de o homem e Cristo habitarem o mesmo espaço, é apenas o homem que é possuído, usado e enganado por Satanás. Em contrapartida, Cristo está eternamente inacessível à corrupção de Satanás, porque Satanás nunca será capaz de ascender ao lugar altíssimo e nunca será capaz de se aproximar de Deus. Hoje, todos vocês deveriam compreender que é apenas a humanidade, corrompida como é por Satanás, que Me trai. A traição nunca será uma questão que envolve Cristo, nem minimamente.

Todas as almas corrompidas por Satanás são mantidas cativas no império de Satanás. Só os que acreditam em Cristo foram separados, salvos do campo de Satanás e trazidos para o reino de hoje. Essas pessoas já não vivem mais sob a influência de Satanás. Ainda assim, a natureza do homem continua enraizada na carne do homem, o que quer dizer que, apesar de a alma de vocês ter sido salva, a natureza de vocês ainda está como era antes, e a chance de vocês Me traírem permanece de cem por cento. É por isso que a Minha obra dura tanto, porque a natureza de vocês é intratável. Agora, todos vocês estão sofrendo dificuldades no máximo de sua habilidade enquanto cumprem seus deveres, mas cada um de vocês é capaz de Me trair e retornar para o império de Satanás, para o seu campo, e retornar para a sua vida antiga — isso é um fato inegável. Nesse momento, não lhes será possível apresentar nem um resquício de humanidade ou de semelhança humana, como apresentam agora. Em casos graves, vocês serão destruídos e, mais que isso, serão condenados por toda a eternidade, punidos severamente, para nunca mais reencarnar. Esse é o problema colocado diante de vocês. Eu os estou lembrando desta maneira, primeiramente, para que a Minha obra não tenha sido em vão e, em segundo lugar, para que vocês todos possam viver em dias de luz. Na verdade, o fato de a Minha obra ser ou não em vão não é o problema crucial. O crucial é que vocês sejam capazes de ter uma vida feliz e um futuro maravilhoso. Minha obra é a obra de salvar as almas das pessoas. Se a sua alma cair nas mãos de Satanás, seu corpo não viverá em paz. Se Eu estiver protegendo o seu corpo, então sua alma certamente também estará sob os Meus cuidados. Se Eu realmente abominá-lo, seu corpo e sua alma cairão imediatamente nas mãos de Satanás. Você consegue imaginar qual será a sua situação então? Se um dia as Minhas palavras se perderem em vocês, então Eu os entregarei a Satanás, que os submeterá a tortura excruciante até que a Minha ira tenha se dissipado completamente, ou Eu os punirei pessoalmente, seus humanos irredimíveis, pois o seu coração que Me trai nunca terá mudado.

Vocês todos devem, agora, olhar para dentro de si mesmos o mais rápido possível, para ver quanta traição a Mim ainda permanece em vocês. Eu estou esperando impacientemente sua resposta. Não sejam superficiais ao lidar Comigo. Eu nunca faço joguinhos com as pessoas. Se Eu disser que farei alguma coisa, então certamente o farei. Eu espero que cada um de vocês seja alguém que leve as Minhas palavras a sério e não ache que são ficção científica. O que Eu quero é ação concreta da parte de vocês, não suas imaginações. Depois, vocês devem responder Minhas perguntas, que são as seguintes: 1. Se você é de fato um servidor, então, pode prestar serviço a Mim com lealdade, sem quaisquer traços de negligência ou negatividade? 2. Se descobrir que Eu nunca o apreciei, você ainda será capaz de permanecer e prestar-Me serviço vitalício? 3. Se Eu ainda sou muito frio para com você, apesar de você ter despendido muito esforço, você será capaz de continuar trabalhando para Mim na obscuridade? 4. Se, depois de ter feito gastos por Mim, Eu não satisfizer suas exigências mesquinhas, você ficará desanimado e decepcionado Comigo ou até ficará furioso e gritará xingamentos? 5. Se você sempre foi muito leal, com muito amor por Mim, mas ainda assim sofre com o tormento de doenças, pobreza e o abandono dos seus amigos e parentes, ou se você suporta qualquer outro infortúnio da vida, sua lealdade e seu amor para Comigo ainda continuarão? 6. Se nada daquilo que você imaginou em seu coração corresponder ao que Eu fiz, como você percorrerá a sua senda futura? 7. Se não receber nenhuma das coisas que esperava receber, você conseguirá continuar sendo Meu seguidor? 8. Se você nunca compreendeu o motivo e o significado da Minha obra, consegue ser uma pessoa obediente que não faz julgamentos nem tira conclusões arbitrariamente? 9. Consegue apreciar todas as palavras que Eu disse e toda a obra que Eu realizei enquanto estive com a humanidade? 10. Você é capaz de ser Meu seguidor leal, disposto a suportar um sofrimento vitalício por Mim, embora não receba nada? 11. Pelo Meu bem, você é capaz de deixar de considerar, planejar ou se preparar para a sua senda futura de sobrevivência? Essas perguntas representam Minhas exigências finais para vocês, e Eu espero que todos vocês possam Me dar respostas. Se você tiver cumprido uma ou duas coisas que essas perguntas lhe pedem, então você deve continuar a se esforçar. Se você não consegue realizar nenhuma dessas exigências, certamente você é do tipo de pessoa que será lançada ao inferno. Para tais pessoas, Eu não preciso dizer mais nada, pois certamente elas não são pessoas que podem concordar Comigo. Como Eu poderia manter alguém na Minha casa que pudesse Me trair em qualquer circunstância? Em relação àqueles que ainda poderiam Me trair na maioria das circunstâncias, Eu observarei o seu desempenho antes de fazer outros arranjos. No entanto, de todos os que forem capazes de Me trair, independentemente das condições, Eu nunca Me esquecerei; Eu Me lembrarei deles em Meu coração e esperarei pela oportunidade de retribuir seus atos malignos. As exigências que Eu levantei são todas problemas que vocês devem examinar em si mesmos. Eu espero que todos vocês possam considerá-los com seriedade e que não lidem Comigo superficialmente. No futuro próximo, Eu conferirei as respostas que vocês Me deram em relação às Minhas exigências. Nesse tempo, Eu não exigirei mais nada de vocês e não lhes oferecerei mais nenhuma admoestação sincera. Em vez disso, exercerei Minha autoridade. Aqueles que deveriam ser mantidos serão mantidos, aqueles que deveriam ser recompensados serão recompensados, aqueles que deveriam ser entregues a Satanás serão entregues a Satanás, aqueles que deveriam ser punidos severamente serão punidos severamente, e aqueles que deveriam perecer serão destruídos. Assim, não haverá mais ninguém para Me perturbar em Meus dias. Você acredita nas Minhas palavras? Você acredita em retribuição? Você acredita que Eu punirei todos aqueles malignos que Me enganam e Me traem? Você espera que esse dia chegue logo ou que demore? Você é alguém que tem muito medo da punição ou alguém que resistiria a Mim, embora deva suportar a punição? Quando esse dia chegar, você consegue imaginar se viverá entre comemorações e risos ou se chorará e rangerá os dentes? Que tipo de fim você espera encontrar? Você alguma vez já considerou com seriedade se acredita em Mim cem por cento ou se duvida de Mim cem por cento? Você alguma vez já considerou cuidadosamente que tipo de consequências e desfechos suas ações e seu comportamento trarão sobre você? Você realmente espera que todas as Minhas palavras sejam realizadas por sua vez, ou você tem muito medo de que as Minhas palavras sejam realizadas por sua vez? Se você espera que Eu parta em breve a fim de cumprir as Minhas palavras, como deveria tratar suas próprias palavras e ações? Se você não espera pela Minha partida e não espera que todas as Minhas palavras sejam realizadas imediatamente, por que mesmo você acredita em Mim? Você sabe realmente por que está Me seguindo? Se sua razão for meramente para ampliar seus horizontes, não há necessidade de se dar ao trabalho. Se for para ser abençoado e escapar do desastre vindouro, por que você não está preocupado com sua própria conduta? Por que você não pergunta a si mesmo se consegue ou não satisfazer as Minhas exigências? Por que você também não pergunta a si mesmo se está ou não qualificado para receber as bênçãos vindouras?

Anterior: Um problema muito sério: traição (1)

Próximo: Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido de Deus na Era do Reino

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

A senda… (2)

Nossos irmãos e irmãs podem ter alguma ideia da sequência, dos passos e dos métodos da obra de Deus na China continental, mas Eu ainda acho...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro