Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Pergunta 2: Vocês testemunharam que o Senhor Jesus voltou para transmitir a verdade e fazer a obra de julgamento nos últimos dias. Por que eu não vi? Acredito que o Senhor vai voltar nas nuvens. Acredito que quando o Senhor voltar, todos os que acreditam Nele, serão instantaneamente transformados e levados aos céus para um encontro com Ele. Assim como Paulo disse: “Mas a nossa pátria está nos céus, donde também aguardamos um Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o corpo da nossa humilhação, para ser conforme ao corpo da sua glória, segundo o seu eficaz poder de até sujeitar a si todas as coisas” (Filipenses 3:20-21). E vocês dizem que a volta do Senhor é vir em carne, aparecer como o Filho do homem e proferir a verdade para fazer a obra de julgamento nos últimos dias. Acho que é impossível! Já que Deus é onipotente, uma única palavra Dele criou os céus e a Terra e todas as coisas, e fez os mortos ressuscitarem. Deus pode nos tornar santos apenas com uma palavra. Por que Deus tem de se tornar carne para expressar a verdade e fazer a obra de julgamento e purificação do homem?

Resposta: A obra de Deus é sempre inexplicável. Ninguém pode explicar claramente as profecias de Deus. O homem só pode entender a profecia quando ela for cumprida. O que isso significa? Significa que ninguém pode compreender a sabedoria e a onipotência de Deus. Quando o Senhor Jesus apareceu para trabalhar na Era da Graça, ninguém entendeu. Quando Deus Todo-Poderoso realiza a obra de julgamento dos últimos dias na Era do Reino, ninguém consegue antecipar-se a ela. Portanto, a humanidade acha inconcebível que Deus se torne carne nos últimos dias para transmitir a verdade e fazer a obra de julgamento. Mas quando a obra de Deus acabar, a catástrofe vai chegar. Nessa hora, muitos sentirão que a palavra de Deus foi toda cumprida. Mas será muito tarde para se arrepender. Eles apenas lamentarão e rangerão os dentes em meio a catástrofe. Quanto a como Deus faz Sua obra de julgamento nos últimos dias para purificar e salvar o homem, como fazer um grupo de vencedores – as primícias, tudo se esclarecerá depois da leitura de algumas passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso.

Deus Todo-Poderoso diz: “Vocês devem ver que a vontade e a obra de Deus não são tão simples quanto a criação dos céus e da terra e de todas as coisas. Pois a obra de hoje é transformar aqueles que foram corrompidos, que se tornaram extremamente entorpecidos, e purificar os que foram criados e depois trabalhados por Satanás, e não criar Adão ou Eva, muito menos fazer a luz ou produzir todas as espécies de plantas e animais. Sua obra agora é tornar puros todos os que foram corrompidos por Satanás para que possam ser ganhos novamente e transformados em Sua posse e transformados em Sua glória. Tal obra não é tão simples quanto o homem imagina que foram a criação dos céus e da terra e de todas as coisas, nem se assemelha à obra de amaldiçoar Satanás ao poço do abismo como o homem imagina. Ao contrário, trata-se de transformar o homem, de converter o que é negativo em positivo e de levar à Sua posse aquilo que não pertence a Deus. Essa é a história inerente a essa etapa da obra de Deus. Vocês devem compreendê-la e não simplificar demais as questões. A obra de Deus é diferente de qualquer obra corriqueira. Sua maravilha não pode ser concebida pela mente humana, assim como tal mente não consegue alcançar sua sabedoria. Deus não está criando todas as coisas, mas também não as está destruindo. Em vez disso, Ele está mudando toda a criação e purificando todas as coisas que foram pervertidas por Satanás. Então, Deus deverá começar a obra de grande magnitude e essa é a significação total da obra de Deus. A partir destas palavras, você acredita que a obra de Deus seja tão simples?” (de ‘A obra de Deus é tão simples quanto o homem imagina?’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A carne do homem foi corrompida por Satanás, mais profundamente cegada e seriamente ferida. A razão mais fundamental pela qual Deus opera pessoalmente na carne é porque o objeto de Sua salvação é o homem, que é da carne e porque Satanás também usa a carne do homem para atrapalhar a obra de Deus. A luta contra Satanás é na verdade a obra da conquista do homem, ao mesmo tempo que o homem é também o objeto da salvação de Deus. Dessa maneira, a obra do Deus encarnado é fundamental. Satanás corrompeu a carne do homem, o homem tornou-se a personificação de Satanás, e tornou-se o objeto a ser derrotado por Deus. Assim, a obra de lutar contra Satanás e salvar a humanidade ocorre na terra e Deus deve tornar-Se humano para poder lutar contra Satanás. Essa é uma obra da maior praticidade” (de ‘A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A humanidade mais primitiva estava nas mãos de Deus, mas, por causa das tentações e da corrupção de Satanás, o homem foi capturado por Satanás e caiu nas mãos do maligno. Desse modo, Satanás se tornou o objeto a ser derrotado na obra da gestão de Deus. Como Satanás se apossou do homem, e porque o homem é a matéria prima de todo o gerenciamento de Deus, para que o homem possa ser salvo ele deve ser arrebatado de volta das mãos de Satanás, o que equivale a dizer que o homem deve ser tomado de volta depois de ter sido mantido cativo de Satanás. Satanás é derrotado por meio de mudanças no velho caráter do homem que restauram seu sentido original e, dessa forma, o homem, que foi levado cativo, pode ser tomado de volta das mãos de Satanás. Se o homem for libertado da influência e da servidão de Satanás, Satanás ficará envergonhado, o homem enfim será tomado de volta, e Satanás será derrotado. E, como o homem terá sido libertado da sombria influência de Satanás, o homem se tornará os despojos de toda essa batalha, e Satanás se tornará o objeto que será ser punido assim que a batalha for encerrada, após a qual a obra inteira de salvação da humanidade terá sido completada” (de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Na obra dos últimos dias, a palavra é mais poderosa que a manifestação de sinais e maravilhas, e a autoridade da palavra supera a dos sinais e maravilhas. A palavra revela todos os caracteres corruptos no coração do homem. Você é incapaz de reconhecê-los por conta própria. Quando eles forem revelados para você por meio da palavra, você os descubrirá naturalmente; você não poderá negá-los e ficará totalmente convencido. Não é essa a autoridade da palavra? Esse é o resultado alcançado pela presente obra da palavra. Portanto, o homem não pode ser totalmente salvo de seus pecados pela cura da doença e expulsão de demônios e não pode ser tornado completo pela manifestação de sinais e maravilhas. A autoridade para curar doenças e expulsar demônios apenas dá graça ao homem, mas a carne do homem ainda pertence a Satanás e o caráter satânico corrupto ainda permanece dentro do homem. Em outras palavras, aquilo que não foi purificado ainda pertence ao pecado e à imundície. Somente após o homem ter sido limpo através da agência da palavra, ele pode ser ganho por Deus e se tornar um homem santificado. […] Por meio dessa obra de julgamento e castigo, o homem conhecerá por completo a substância imunda e corrupta dentro de si mesmo, e ele poderá mudar completamente e se tornar limpo. Só assim o homem pode se tornar digno de retornar diante do trono de Deus. Toda a obra feita neste dia é para que o homem possa ser limpo e mudado; através do julgamento e castigo pela palavra, bem como por meio do refinamento, o homem pode remover sua corrupção e ser purificado” (de ‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também a expõe, a trata e a poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo são considerados julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus” (de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus. A transformação do caráter do homem é alcançada por meio de diferentes tipos de obras de Deus; sem tais mudanças no caráter do homem, ele seria incapaz de dar testemunho de Deus e não poderia ser segundo Seu coração. A transformação do caráter do homem significam que ele se libertou da escravidão de Satanás e da influência das trevas e se tornou verdadeiramente um modelo e um exemplo da obra de Deus; tornou-se uma testemunha de Deus e de alguém que é segundo Seu coração” (de ‘Somente aqueles que conhecem a Deus podem testemunhar Dele’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Aqueles que forem capazes de permanecer firmes durante a obra de julgamento e castigo por Deus ao longo dos últimos dias – quer dizer, durante a obra final de purificação – serão aqueles que entrarão no estado final de descanso junto com Deus. Portanto, os que entrarão no descanso terão, todos eles, se libertado da influência de Satanás e terão sido obtidos por Deus apenas depois de terem sido submetidos à Sua obra final de purificação. Essas pessoas que terão sido finalmente obtidas por Deus entrarão no descanso final. A essência da obra divina de castigo e julgamento é a purificação da humanidade e se destina ao dia do descanso final. Caso contrário, a humanidade como um todo não será capaz de seguir seus próprios semelhantes nem de entrar no descanso. Esta obra é o único caminho da humanidade para entrar no descanso” (de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Nos últimos dias, Deus tornou-se carne para expressar a verdade, fazer a obra de julgamento para purificar e aperfeiçoar o homem, em vez de transformá-lo com uma palavra. Há verdade e mistério dentro! A forma como Deus purifica e aperfeiçoa o homem por meio de Sua obra de julgamento nos últimos dias com certeza não é tão simples quanto imaginamos. Com uma palavra, o Senhor Jesus ressuscitou Lázaro dos mortos. Mas para Deus purificar e transformar a humanidade, que foi totalmente corrompida por Satanás para se opor e agir contra Deus, em uma humanidade que entende, obedece e adora a Deus, para transformar uma humanidade que foi corrompida, durante milênios, para ser demônios vivos, em uma humanidade que, em vinte ou trinta anos, terá a verdade e a humanidade; é um processo de luta contra Satanás. É uma questão simples? Se Deus ressuscitar os mortos e transformar nossos corpos com uma palavra, isso pode humilhar Satanás? Nos últimos dias, a humanidade foi corrompida por Satanás durante milênios. A natureza e o caráter de Satanás ficaram arraigados no homem. A humanidade é arrogante, egoísta, mentirosa, má e gananciosa. Pela fama e riqueza, as pessoas tramam umas contra as outras, enganam e matam umas às outras. A humanidade odeia e repudia a verdade. Ela se tornou a inimiga de Deus logo desde cedo. Ela é como Satanás que se opõe e trai a Deus. A salvação que Deus reservou para o homem é na verdade, a luta contra Satanás. Assim como Deus Todo-Poderoso diz: “A carne do homem foi profundamente corrompida, tem se tornado algo que se opõe a Deus, que se opõe abertamente e nega a existência de Deus. Essa carne corrupta é simplesmente intratável demais e nada é mais difícil de lidar e mudar do que o caráter corrupto da carne. Satanás entra na carne do homem para provocar perturbações, usa a carne do homem para perturbar a obra de Deus, prejudicar o plano de Deus, dessa forma o homem se tornou Satanás e o inimigo de Deus. Para que o homem seja salvo, deve primeiro ser conquistado. É por causa disso que Deus enfrenta o desafio e vem na carne para fazer a obra que Ele pretende fazer e lutar contra Satanás. Seu objetivo é a salvação da humanidade que foi corrompida e a derrota e a aniquilação de Satanás, que se rebela contra Ele. Ele derrota Satanás por meio de Sua obra de conquista do homem e simultaneamente salva o homem corrupto. Dessa forma, Deus resolve dois problemas de uma vez” (de ‘A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Deus quer transformar a humanidade que foi corrompida por Satanás para agir contra Ele, em uma humanidade que O obedece verdadeiramente e é compatível com Ele. É uma missão muito difícil. É ainda mais difícil do que foi para Deus criar os céus, a Terra e todas as coisas. A criação dos céus, da Terra e de todas as coisas a partir do nada, foi conseguida por uma palavra de Deus. Mas para purificar e transformar a humanidade totalmente corrompida, Deus deve fazer-se carne e expressar muitas verdades para julgar e purificar o homem. Vivenciar o julgamento e o castigo de Deus, expulsar a corrupção e receber a purificação, exige um longo processo. Que é também o processo da luta de Deus contra Satanás. De acordo com a intenção original de Satanás, os seres humanos foram corrompidos a serem demônios vivos. Se Deus pode transformar esses demônios vivos em seres humanos, Satanás será convencido. Assim, Deus segue Seu plano original de fazer-se carne para lutar contra os da espécie de Satanás. Primeiro, expressando a verdade para conquistar o homem e depois, purificando e aperfeiçoando o homem com a verdade. Quando entendermos a verdade e conhecermos a Deus, veremos claramente o aspecto da nossa corrupção por Satanás e começaremos a detestá-lo, abandoná-lo e amaldiçoá-lo. Por fim, nos rebelaremos contra Satanás e nos voltaremos completamente para Deus. Então Deus vai tomar a humanidade das mãos de Satanás. Esses que foram salvos são despojos de Deus na derrota de Satanás. Somente trabalhando assim, Deus consegue realmente derrotar e humilhar a Satanás. Essa também é a história inerente da obra de julgamento de Deus nos últimos dias. Embora a obra de Deus nos últimos dias tenha vinte ou trinta anos, Ele criou um grupo de vencedores, cumprindo as profecias no Livro do Apocalipse: “Estes são os que não se contaminaram com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro” (Apocalipse 14:4). Esses vencedores são as primícias obtidas e apreciadas por Deus. Comparados com a história da humanidade, os vinte ou trinta anos não são apenas um piscar de olhos? A Bíblia diz: “que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia” (2 Pedro 3:8). Se ela diz que quando o Senhor voltar nos últimos dias, Ele vai mudar nossos corpos num instante, num piscar de olhos, também é apropriado que isso seja utilizado nos efeitos alcançados pela obra de Deus nos últimos dias. Também pode ser recebida dessa forma. Mas nós podemos facilmente interpretar as palavras de Paulo como, os que acreditam no Senhor serão imediatamente transformados e elevados aos céus para encontrá-Lo quando Ele voltar. Então esperamos em vão que o Senhor descesse das nuvens para nos transformar e arrebatar. A palavra de Paulo não está equivocada? Não podemos nos encher de noções e imaginações sobre a obra de Deus. A palavra de Deus é prática, tangível e visível a cada passo. O Deus Todo-Poderoso encarnado é o Deus prático que vem ao mundo para expressar a verdade e salvar o homem. Se não aceitarmos, não estaremos nos rebelando contra Deus e se resistindo a Ele? Como podemos receber as glórias e as bênçãos de Deus?

do roteiro do filme O momento de mudança

Anterior:Pergunta 1: Vocês atestam que o Senhor Jesus voltou como ninguém menos que Deus Todo-Poderoso, que expressou a verdade realizando o julgamento nos últimos dias.Como isso é possível? O Senhor realmente virá para nos levar para o reino dos céus. Como ele pôde nos deixar para trás para fazer o julgamento nos últimos dias? Eu acho que ao acreditarmos no Senhor Jesus e recebermos a obra do Espírito Santo, já vivenciamos o julgamento de Deus. Existe comprovação nas palavras do Senhor Jesus: “Pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:7-8). Nós achamos que depois que o Senhor Jesus ressuscitou e ascendeu ao céu, o pentecoste do Espírito Santo desceu para agir nas pessoas. Isso já tinha feito as pessoas se culparem pelos seus pecados, pela justiça e julgamento. Quando nos confessamos e nos arrependemos diante do Senhor, vivenciamos de fato o julgamento do Senhor. a obra do Senhor Jesus fosse a obra de redenção, depois que Ele ascendeu aos céus, a obra feita pelo Espírito Santo, que desceu no pentecoste deveria ser o julgamento de Deus nos últimos dias. Se não fosse pelo julgamento, como seria “convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”? Além disso, como fiéis do Senhor, somos sempre tocados, repreendidos e disciplinados pelo Espírito Santo. Então, diante do Senhor, sempre estamos chorando e nos arrependendo. As boas condutas geradas são como fomos transformados pela nossa fé no Senhor. Não são o resultado da vivência do julgamento de Deus? O julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias de que falam, como ele se diferencia da obra do Senhor Jesus?

Próximo:Pergunta 3: Nas reuniões da igreja, o pastor e o élder dizem com frequência que o Senhor Jesus, dizendo na cruz, “Está consumado”, prova que a obra de salvação da humanidade estava terminada, que simplesmente por crer no Senhor Jesus e confessar nossos pecados perante Ele, estamos perdoados do pecado, e que o Senhor não nos veria mais como pecadores. Somos justificados somente pela fé, salvos pela graça. O Senhor nos receberá no reino dos céus quando Ele retornar, e não retornará para realizar nenhuma obra adicional de salvar a humanidade. Sinto que esse entendimento do pastor e do élder não é aceitável. Mesmo assim, no final, a que o Senhor Jesus se referia, quando disse na cruz “Está consumado”? Por que Deus precisa voltar nos últimos dias para expressar a verdade, e realizar a obra de julgar e purificar o homem?

Conteúdo Relacionado