Como são alcançados os efeitos do segundo passo da obra de conquista

A obra dos servidores foi o primeiro passo na obra de conquista. A época atual é o segundo passo na obra de conquista. Por que também há a menção de ser aperfeiçoado na obra de conquista? É para criar uma fundação para o futuro. A época atual é o passo final da obra de conquista; o tempo de experimentar grande tribulação, que marcará o início oficial de aperfeiçoar a humanidade, virá a seguir. A questão principal agora é a conquista, mas agora também é o tempo do primeiro passo no processo de perfeição. O que esse primeiro passo acarreta é aperfeiçoar o conhecimento e a obediência das pessoas, os quais, como é óbvio, criam uma fundação para a obra de conquista. Se é para ser aperfeiçoado, você então precisa ser capaz de permanecer firme em meio à tribulação do futuro e dar o melhor de si para espalhar o passo seguinte da obra; é isso que significa ser aperfeiçoado e é nessa época que as pessoas são inteiramente ganhas por Deus. Hoje estamos falando de ser conquistado, que é o mesmo que falar de ser aperfeiçoado. Mas a obra que é feita hoje é a fundação para ser aperfeiçoado no futuro; a fim de serem aperfeiçoadas, as pessoas precisam experimentar a adversidade, e essa experiência da adversidade precisa ter sua base em ser conquistado. Se as pessoas não tiverem a fundação de hoje — se não forem completamente conquistadas —, então será difícil permanecerem firmes durante a próxima etapa da obra. Simplesmente ser conquistado não é o objetivo final. É apenas um passo do testemunho de Deus diante de Satanás. Ser aperfeiçoado é o objetivo final, e, se não for aperfeiçoado, então você pode ser eliminado desde já. Só quando você for confrontado com a adversidade no futuro a sua estatura verdadeira será vista; ou seja, só então o nível de pureza do seu amor por Deus ficará evidente. O que as pessoas dizem hoje é isto: “Precisamos obedecer a Deus, não importa o que Ele faça. Então, estamos dispostos a ser um contraste que possa demonstrar o grande poder de Deus e o caráter de Deus. Se Deus for bondoso conosco ou nos amaldiçoar, ou se Ele nos julgar, ainda somos gratos a Deus”. O fato de dizer isso mostra apenas que você tem um pequeno grau de conhecimento, mas se tal conhecimento pode ser aplicado na realidade depende de esse conhecimento ser real ou não. O fato de as pessoas terem tais percepções e conhecimentos hoje é o efeito da obra de conquista. Se você pode ser aperfeiçoado ou não, só pode ser visto em face à adversidade, e naquele momento será visto se você ama verdadeiramente a Deus em seu coração. Se o seu amor for realmente puro, então você dirá: “Somos contrastes, somos criaturas nas mãos de Deus”. Quando espalhar o evangelho às nações gentias, você dirá: “Estou simplesmente fazendo serviço. Usando os caracteres corruptos dentro de nós, Deus disse todas essas coisas para nos mostrar Seu caráter justo; se Ele não dissesse tais coisas, não seríamos capazes de ver Deus, nem de entender Sua sabedoria, nem de receber tão grande salvação e tão grandes bênçãos”. Se você tem genuinamente esse conhecimento experimental, então é o suficiente. No entanto, muito do que você diz hoje não contém conhecimento algum e é tudo apenas um punhado de frases de efeito vazias: “Somos contrastes e servidores; desejamos ser conquistados e dar um testemunho retumbante de Deus…”. Simplesmente gritar não significa que você tenha realidade, nem prova que possua estatura; você precisa ter um conhecimento genuíno e seu conhecimento precisa ser posto à prova.

Você deveria ler mais dessas declarações que Deus expressou durante esse período de tempo e olhar para suas ações por comparação: é fato absoluto que você é, sem dúvida, um contraste! Qual é a extensão do seu conhecimento hoje? Suas ideias, seus pensamentos, seu comportamento, palavras e ações — todas essas expressões não equivalem a um contraste para a justiça e santidade de Deus? As expressões de vocês não são manifestações do caráter corrupto revelado pelas palavras de Deus? Seus pensamentos e ideias, suas motivações e a corrupção que é revelada em você mostram o caráter justo de Deus, bem como Sua santidade. Deus também nasceu na terra da imundície, mas permanece imaculado pela imundície. Ele vive no mesmo mundo imundo que você, mas possui razão e percepção e despreza a imundície. Você pode nem ser capaz de detectar algo imundo em suas palavras e ações, mas Ele pode, e Ele as aponta para você. Aquelas suas coisas antigas — sua falta de refinamento, percepção e senso, seu estilo de vida retrógrado — foram trazidas à luz pelas revelações de hoje; só por Deus ter vindo à terra para operar é que as pessoas contemplam Sua santidade e Seu caráter justo. Ele o julga e castiga, fazendo com que você ganhe entendimento; às vezes, sua natureza demoníaca se manifesta e Ele a aponta para você. Ele conhece a essência do homem como a palma de Sua mão. Ele vive entre vocês, come a mesma comida que você e vive no mesmo ambiente — mas, mesmo assim, Ele sabe mais; Ele pode expor você e discernir a essência corrupta da humanidade. Não há nada que Ele despreze mais que as filosofias de vida, a desonestidade e a enganação do homem. Ele abomina particularmente as interações carnais das pessoas. Ele pode não estar familiarizado com as filosofias de vida do homem, mas pode ver e expor claramente os caracteres corruptos que as pessoas revelam. Ele opera para falar e ensinar o homem através dessas coisas, Ele usa essas coisas para julgar as pessoas e tornar manifesto o Seu caráter justo e santo. Assim, as pessoas se tornam contrastes para a Sua obra. Só Deus encarnado pode elucidar os caracteres corruptos do homem e todas as faces feias de Satanás. Embora Ele não o puna e simplesmente o use como um contraste para a Sua justiça e santidade, você se sente envergonhado e não encontra lugar para se esconder, pois é imundo demais. Ele fala usando aquelas coisas que são expostas no homem, e só quando essas coisas são trazidas à luz é que as pessoas se tornam conscientes de quão santo Deus é. Ele não negligencia nem a menor impureza das pessoas, nem mesmo os pensamentos imundos no coração delas; se as palavras e ações das pessoas estão em divergência com a vontade Dele, então Ele não as desculpa. Em Suas palavras, não há espaço para a sujeira dos humanos ou de qualquer outra coisa — tudo deve ser trazido à luz. Só então você vê que realmente Ele é diferente do homem. Se houver a menor sujeira nas pessoas, então Ele as detesta completamente. Há até momentos em que as pessoas são incapazes de entender e dizem: “Deus, por que Tu estás tão furioso? Por que Tu não estás atento às fraquezas do homem? Por que não podes perdoar um pouco as pessoas? Por que és tão inconsiderado para com o homem? Claramente, Tu sabes até que ponto as pessoas foram corrompidas, então por que ainda as tratas assim?”. Ele despreza o pecado, fica enojado por ele e particularmente enojado se houver algum traço de desobediência em você. Quando você revela um caráter rebelde, Ele o vê e fica profundamente enojado — extraordinariamente enojado. É através dessas coisas que Seu caráter e o que Deus é são manifestados. Quando você se compara, você vê que, embora Ele coma a mesma comida dos homens, use as mesmas roupas, desfrute das mesmas coisas que eles e viva e habite com eles, Ele ainda é diferente do homem. Não é esse o significado de um contraste? É através dessas coisas humanas que o poder de Deus é mostrado; são as trevas que realçam a existência preciosa da luz.

É claro que Deus não faz de vocês um contrate só por fazer. Ao contrário, só quando essa obra dá frutos é que se torna evidente que a rebeldia do homem é um contraste para o caráter justo de Deus, e é só por serem contrastes que vocês têm a chance de conhecer a expressão natural do caráter justo de Deus. Vocês são julgados e castigados por causa da sua rebeldia, mas é também a sua rebeldia que faz de vocês um contraste, e é por causa da sua rebeldia que vocês recebem a grande graça que Deus lhes concede. Sua rebeldia é um contraste à onipotência e sabedoria de Deus e também é por causa da sua rebeldia que vocês ganharam salvação e bênçãos tão grandes. Embora tenham sido julgados repetidamente por Mim, vocês receberam salvação tremenda jamais recebida pelo homem. Essa obra é da maior importância para vocês. Ser um “contraste” também é extremamente valioso para vocês: vocês são salvos e obtiveram a graça da salvação por serem um contraste, então tal contraste não é de extrema valia? Não é da maior importância? Por viverem no mesmo reino, na mesma terra imunda, que Deus é que vocês são um contraste e recebem a maior salvação. Se Deus não tivesse Se tornado carne, quem teria sido misericordioso para com vocês e quem teria cuidado de vocês, pessoas vis que são? Quem teria se importado com vocês? Se Deus não tivesse Se tornado carne para operar dentre vocês, quando teriam recebido essa salvação, que aqueles antes de vocês jamais receberam? Se Eu não Me tornasse carne para cuidar de vocês, para julgar seus pecados, vocês não teriam caído no Hades há muito tempo? Se Eu não tivesse Me tornado carne e Me humilhado entre vocês, como poderiam estar qualificados a ser um contraste para o caráter justo de Deus? Vocês não são um contraste porque Eu assumi a forma humana e vim entre vocês para capacitá-los a ganhar a maior salvação? Vocês não recebem essa salvação porque Eu Me tornei carne? Se Deus não tivesse Se tornado carne para viver com vocês, vocês ainda teriam descoberto que estão vivendo uma vida inferior aos cães e porcos num inferno humano? Vocês não foram castigados e julgados por serem um contraste à Minha obra na carne? Nenhum trabalho lhes é mais adequado que o trabalho do contraste, pois por serem contrastes é que vocês são salvos em meio a julgamento. Vocês não acham que estar qualificado a atuar como um contraste é a bênção da sua vida? Vocês simplesmente fazem o trabalho de um contraste, mas recebem tal salvação como jamais tiveram nem mesmo imaginaram. Hoje, seu dever é ser um contraste e sua recompensa devida é desfrutar bênçãos eternas no futuro. A salvação que vocês ganham não é uma percepção efêmera nem um conhecimento passageiro para o dia de hoje, mas uma bênção maior: uma eterna continuação da vida. Embora Eu tenha usado o “contraste” para conquistá-los, vocês deveriam saber que essa salvação e bênção é dada a fim de ganhar vocês; é por causa da conquista, mas também é para que Eu possa salvá-los melhor. O “contraste” é fato, mas a razão de serem contrastes é a sua rebeldia, e é por isso que vocês ganharam bênçãos que ninguém jamais ganhou. Hoje vocês são levados a ver e ouvir; amanhã receberão e, mais que isso, serão grandemente abençoados. Assim, os contrastes não são da maior valia? Os efeitos da obra de conquista da época atual são alcançados através de seus caracteres rebeldes atuando como contrastes. Ou seja, o clímax da segunda instância de castigo e julgamento é usar a imundície e rebeldia de vocês como um contraste, permitindo-lhes contemplar o caráter justo de Deus. Quando vocês se tornarem obedientes mais uma vez durante a segunda instância de julgamento e castigo, então todo o caráter justo de Deus será mostrado abertamente para vocês. Isso quer dizer que, quando sua aceitação da obra de conquista chegar ao fim, é também quando vocês terminarão de cumprir o dever de um contraste. Não é Minha intenção dar-lhes rótulos. Antes, estou usando o papel de vocês como servidores para executar a primeira instância da obra de conquista, mostrando o caráter justo e inofendível de Deus. Através do seu contraponto, através da sua rebeldia atuando como um contraste, os efeitos da segunda instância da obra de conquista são alcançados, revelando plenamente a vocês o caráter justo de Deus, o qual não foi inteiramente revelado na primeira instância, e lhes mostrando o caráter justo de Deus em sua totalidade, tudo que Ele é, que consiste da sabedoria, da maravilha e da santidade imaculada de Sua obra. O efeito de tal obra é alcançado através da conquista durante períodos diferentes e através de diferentes graus de julgamento. Quanto mais próximo de seu auge o julgamento chega, mais ele revela os caracteres rebeldes das pessoas e mais eficaz é a conquista. A totalidade do caráter justo de Deus é elucidada durante essa obra de conquista. A obra de conquista é dividida em dois passos, tem estágios e graus diferentes e, é claro, os efeitos alcançados também são diferentes. Isso significa que o nível da submissão das pessoas se torna cada vez mais profundo. Só depois disso as pessoas poderão ser totalmente levadas à trilha certa da perfeição; só depois que toda a obra de conquista for completada (quando a segunda instância de julgamento tiver alcançado seu efeito final) é que as pessoas não serão mais julgadas, mas poderão entrar na trilha certa de experimentar a vida. Pois o julgamento é uma representação da conquista e a conquista assume a forma de julgamento e castigo.

Deus Se tornou carne no lugar mais retrógrado e imundo de todos e só dessa maneira é que Deus é capaz de mostrar claramente a totalidade de Seu caráter santo e justo. E através do que o Seu caráter justo é mostrado? É mostrado quando Ele julga os pecados do homem, quando julga Satanás, quando abomina o pecado e quando despreza os inimigos que se opõem a Ele e se rebelam contra Ele. As palavras que falo hoje são para julgar os pecados do homem, julgar a injustiça do homem, amaldiçoar a desobediência do homem. A desonestidade e a enganação do homem, as palavras e ações do homem — tudo que está em divergência com a vontade de Deus precisa ser submetido a julgamento e a desobediência do homem precisa ser denunciada como pecado. Suas palavras giram em torno dos princípios do julgamento; Ele usa o julgamento da injustiça do homem, a maldição da rebeldia do homem e a exposição das faces feias do homem para manifestar Seu caráter justo. A santidade é uma representação de Seu caráter justo, e de fato a santidade de Deus é efetivamente Seu caráter justo. Os caracteres corruptos de vocês são o contexto das palavras de hoje — Eu os uso para falar e julgar, para executar a obra de conquista. Isso por si só é a obra real e por si só faz brilhar a santidade de Deus. Se não houver nenhum traço de caráter corrupto em você, Deus não o julgará, nem lhe mostrará Seu caráter justo. Já que você tem um caráter corrupto, Deus não o deixará impune e através disso é que Sua santidade é mostrada. Se Deus visse que a imundície e a rebeldia do homem fossem grandes demais, mas não falasse nem julgasse você, nem o castigasse por sua injustiça, então isso provaria que Ele não é Deus, pois não teria ódio do pecado; Ele seria tão imundo quanto o homem. Hoje, é por causa da sua imundície que Eu o julgo e é por causa da sua corrupção e rebeldia que Eu o castigo. Não estou ostentando o Meu poder a vocês nem oprimindo vocês deliberadamente; Eu faço essas coisas porque vocês, que nasceram nesta terra de imundície, foram tão severamente contaminados pela imundície. Vocês simplesmente perderam a sua integridade e humanidade e se tornaram como porcos nascidos nos cantos mais sujos do mundo, e é por isso que são julgados e que deixo fluir a Minha ira sobre vocês. É precisamente por causa desse julgamento que vocês foram capazes de ver que Deus é o Deus justo e que Deus é o Deus santo; é precisamente por causa de Sua santidade e Sua justiça que Ele julga vocês e deixa fluir a Sua ira sobre vocês. Por Ele poder revelar o Seu caráter justo quando vê a rebeldia do homem e por Ele poder revelar a Sua santidade quando vê a imundície do homem, isso é suficiente para mostrar que Ele é o Próprio Deus, que é santo e imaculado, e mesmo assim vive na terra da imundície. Se uma pessoa chafurda na lama com outros e não há nada santo nela, e ela não tem um caráter justo, então ela não está qualificada para julgar a iniquidade do homem, nem é apta para executar o julgamento do homem. Se uma pessoa fosse julgar outra, não seria como se elas estivessem se estapeando a cara? Como as pessoas que são igualmente imundas umas com as outras poderiam estar qualificadas para julgar aquelas que lhes são iguais? Só o Próprio Deus santo é capaz de julgar toda a humanidade imunda. Como o homem poderia julgar os pecados do homem? Como o homem poderia ver os pecados do homem e como o homem poderia estar qualificado para condenar esses pecados? Se Deus não fosse qualificado para julgar os pecados do homem, então como Ele poderia ser o Próprio Deus justo? Quando os caracteres corruptos das pessoas são revelados, Deus fala a fim de julgar as pessoas, e só então as pessoas veem que Ele é santo. Conforme Ele julga e castiga o homem por seus pecados, tudo enquanto expõe os pecados do homem, nenhuma pessoa ou coisa pode escapar desse julgamento; tudo que é imundo é julgado por Ele e só assim é que se pode dizer que Seu caráter é justo. Se fosse de outro modo, como se poderia dizer que vocês são contrastes tanto de nome quanto de fato?

Há uma grande diferença entre a obra feita em Israel e a obra de hoje. Jeová guiava a vida dos israelitas e não havia tanto castigo e julgamento, porque na época as pessoas entendiam pouquíssimo do mundo e tinham poucos caracteres corruptos. Naqueles tempos, os israelitas obedeciam a Jeová completamente. Quando Ele lhes disse para construir altares, eles rapidamente construíram altares; quando lhes disse para usarem os mantos dos sacerdotes, eles obedeceram. Naqueles dias, Jeová era como um pastor cuidando de um rebanho de ovelhas, com as ovelhas seguindo a orientação do pastor e comendo a grama no pasto; Jeová guiava a vida deles, conduzindo-os no modo como comiam, se vestiam, moravam e viajavam. Não era a hora de elucidar o caráter de Deus, pois a humanidade daquela época era recém-nascida; havia poucos que eram rebeldes e antagônicos, não havia muita imundície entre a humanidade, e assim as pessoas não podiam atuar como um contraste para o caráter de Deus. É através das pessoas que vêm da terra da imundície que a santidade de Deus é mostrada; hoje, Ele usa a imundície exposta nessas pessoas da terra da imundície e julga, e assim o que Ele é revela-se em meio ao julgamento. Por que Ele julga? Ele é capaz de falar as palavras de julgamento porque despreza o pecado; como poderia ficar tão furioso se Ele não abominasse a rebeldia da humanidade? Se não houvesse náusea dentro Dele, nem repugnância, se Ele não desse atenção à rebeldia das pessoas, então isso provaria que Ele é tão imundo quanto o homem. Por abominar a imundície é que Ele pode julgar e castigar o homem, e o que abomina está ausente Nele. Se também houvesse oposição e rebeldia Nele, Ele não desprezaria os que são antagônicos e rebeldes. Se a obra dos últimos dias estivesse sendo executada em Israel, não haveria sentido nela. Por que a obra dos últimos dias está sendo feita na China, o lugar mais sombrio e retrógrado de todos? É para mostrar a Sua santidade e justiça. Em resumo, quanto mais sombrio o lugar mais claramente a santidade de Deus pode ser mostrada. De fato, tudo isso é para o bem da obra de Deus. Só hoje vocês percebem que Deus desceu do céu para ficar entre vocês, anunciado pela imundície e rebeldia de vocês, e só agora vocês conhecem Deus. Essa não é a maior exaltação? De fato, vocês são um grupo de pessoas na China que foram escolhidas. E por serem escolhidas e terem desfrutado da graça de Deus, e por não estarem aptas a desfrutar de tão grande graça, isso prova que tudo isso é a suprema exaltação de vocês. Deus apareceu a vocês e lhes mostrou Seu caráter santo em sua totalidade, Ele deu tudo isso a vocês e os fez desfrutar de todas as bênçãos que acaso poderiam desfrutar. Vocês não só saborearam o caráter justo de Deus, mas, além disso, saborearam a salvação de Deus, a redenção de Deus e o amor ilimitado e infinito de Deus. Vocês, os mais imundos de todos, desfrutaram de tão grande graça — vocês não são abençoados? Isso não é Deus erguendo vocês? Vocês, pessoas, têm os status mais baixos de todos; são inerentemente indignos de desfrutar de uma bênção tão grande, mas Deus abriu uma exceção ao elevá-lo. Você não se sente envergonhado? Se for incapaz de cumprir o seu dever, então no fim você ficará envergonhado de si mesmo e se punirá. Hoje, você não é disciplinado, nem é punido; sua carne está sã e salva — mas, no fim, essas palavras lhe causarão vergonha. Até hoje, ainda tenho de castigar alguém abertamente; as Minhas palavras podem ser severas, mas como Eu ajo em relação às pessoas? Eu as conforto, as exorto e as faço lembrar. Faço isso por nenhuma outra razão senão para salvá-los. Vocês não entendem mesmo a Minha vontade? Deveriam entender o que Eu digo e ser inspirados por isso. Somente agora há muitas pessoas que entendem. Essa não é a bênção de ser um contraste? Ser um contraste não é a coisa mais abençoada? No fim, quando forem espalhar o evangelho, vocês dirão: “Somos contrastes típicos”. Perguntarão a você: “O que significa ser um contraste típico?”. E você dirá: “Somos um contraste para a obra de Deus e para Seu grande poder. A totalidade do caráter justo de Deus é trazida à luz pela nossa rebeldia; somos os objetos de serviço da obra dos últimos dias de Deus, somos os apêndices de Sua obra e também as ferramentas dela”. Quando ouvirem isso, eles ficarão intrigados. Em seguida, você dirá: “Somos as amostras e os modelos para a conclusão da obra do universo inteiro por parte de Deus e para a Sua conquista de toda a humanidade. Se formos santos ou imundos, em suma, ainda somos mais abençoados que vocês, pois vimos Deus e, pela chance de Sua conquista de nós, o grande poder de Deus é mostrado; só por sermos imundos e corruptos é que Seu caráter justo foi realçado. Vocês são capazes de testemunhar assim a obra dos últimos dias de Deus? Vocês não estão qualificados! Isso nada mais é que a exaltação de Deus para nós! Embora não sejamos arrogantes, podemos louvar a Deus com orgulho, pois ninguém pode herdar uma promessa tão grande e ninguém pode desfrutar de uma bênção tão grande. Sentimo-nos tão gratos que nós, que somos tão imundos, podemos trabalhar como contrastes durante o gerenciamento de Deus”. E, quando perguntarem: “O que são amostras e modelos?”, você diz: “Somos os mais rebeldes e os mais imundos da humanidade; fomos os mais profundamente corrompidos por Satanás e somos os mais retrógrados e vis da carne. Somos exemplos clássicos daqueles que foram usados por Satanás. Hoje, fomos escolhidos por Deus como os primeiros dentre a humanidade a serem conquistados, contemplamos o caráter justo de Deus e herdamos Sua promessa; estamos sendo usados para conquistar mais pessoas, por isso somos amostras e modelos daqueles que são conquistados dentre a humanidade”. Não há melhor testemunho que essas palavras e essa é a sua melhor experiência.

Anterior: Por que você é relutante em ser um contraste?

Próximo: A verdade interna da obra de conquista (2)

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

A respeito da Bíblia (1)

Como a Bíblia deveria ser abordada na crença em Deus? Essa é uma questão de princípios. Por que estamos compartilhando essa pergunta?...

A senda… (6)

É por causa da obra de Deus que fomos trazidos ao dia de hoje; e assim somos os sobreviventes no plano de gerenciamento de Deus. O fato de...

Concentre-se mais na realidade

Qualquer pessoa tem a possibilidade de ser aperfeiçoada por Deus, portanto, todos devem entender qual serviço para Deus é mais adequado às...

Prática (2)

No passado, as pessoas se treinavam para estar com Deus e viver no espírito em cada momento. Comparada com a prática de hoje, essa é uma...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro