Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 35

Sete trovões procedem do trono, abalam o universo, transtornam céu e terra e ressoam através dos céus! O som é tão penetrante que as pessoas não conseguem escapar nem se ocultar dele. O reluzir de relâmpagos e o ribombar de trovões são lançados, subvertendo céu e terra em um instante e as pessoas se encontram à beira da morte. Então, uma violenta tempestade varre o cosmo inteiro com a rapidez de um relâmpago que cai do céu! Nos recantos mais remotos da terra, como um aguaceiro que flui para dentro de cada canto e fenda, não ficará nenhuma mancha e, na medida em que ele lava tudo da cabeça aos pés, nada se oculta dele e nenhuma pessoa pode ser abrigada dele. O ribombar de trovões, assim como o brilho gélido do reluzir de relâmpagos, fazem os homens tremerem de medo! A espada afiada de dois gumes desfere golpes sobre os filhos da rebelião e o inimigo se depara com a catástrofe, sem ter nenhum abrigo para onde correr, sua cabeça rodando pela violência da tempestade e, golpeado e sem sentidos, eles imediatamente tombam mortos na torrente de águas para serem arrastados para longe. Eles simplesmente morrem sem nenhum meio para salvar sua vida. Os sete trovões provêm de Mim e transportam a Minha intenção, que é derrubar os primogênitos do Egito, punir os perversos e purificar Minhas igrejas, de modo que todos fiquem estreitamente unidos uns aos outros, pensem e ajam do mesmo modo e sejam um só coração Comigo, de modo que todas as igrejas do universo possam ser edificadas como uma só. Esse é o Meu propósito.

Quando o trovão ressoa, ondas de lamentos irrompem. Alguns são despertados da sua dormência e, muito alarmados, investigam profundamente em sua alma e voltam correndo para diante do trono. Eles param de fraudar, enganar e cometer crimes, e não é demasiado tarde para que tais pessoas sejam despertadas. Do trono Eu observo. Eu olho no fundo do coração das pessoas. Eu salvo aqueles que sincera e fervorosamente Me desejam e tenho piedade deles. Salvarei para a eternidade aqueles que, em seu coração, Me amam mais do que todas as coisas, aqueles que compreendem a Minha vontade e Me seguem até o final da estrada! Minha mão os manterá a salvo para que não enfrentem essa cena e não sofram nenhum mal. Alguns, quando veem essa imagem de relâmpagos reluzindo, ficam tão angustiados em seu coração que têm dificuldade de expressar-se em voz alta e seu arrependimento chega tarde demais. Se persistirem em se comportar dessa maneira, será tarde demais para eles. Ó, todas as coisas, todas as coisas! Tudo será feito. Esse é um dos Meus meios de salvação. Eu salvo aqueles que Me amam e derrubo os perversos. Desse modo, Meu reino será firme e estável na terra e todas as pessoas de toda nação em todo o universo saberão que Eu sou majestade, Eu sou fogo devastador, Eu sou o Deus que busca o íntimo do coração de cada homem. Desse tempo em diante, o julgamento do grande trono branco é publicamente revelado às massas, e se anuncia a todas as pessoas que o julgamento começou! Não há dúvida de que todos aqueles que não falam o que está em seu coração, os que sentem dúvidas e ousam não ter certeza, os que matam o tempo, que entendem os Meus desejos, mas não estão dispostos a pô-los em prática, têm de ser julgados. Vocês devem examinar cuidadosamente suas próprias intenções e motivos e assumir o lugar que lhes é próprio, praticar cabalmente o que Eu digo, dar importância a sua experiências de vida, não agir entusiasticamente na aparência, mas fazer sua vida crescer, madura, estável e experiente, e só então vocês serão segundo o Meu coração.

Neguem os aduladores de Satanás e os espíritos maus que desfazem e destroem o que Eu edifico, aproveitando quaisquer oportunidades para explorar as coisas em seu benefício. Eles devem ser severamente limitados e restringidos e só é possível lidar com eles mediante o uso de espadas afiadas. Os piores devem ser erradicados imediatamente, de modo que não representem ameaça no futuro. E a igreja será aperfeiçoada, não terá nenhum tipo de invalidez e será saudável, cheia de vitalidade e energia. O reluzir dos relâmpagos será seguido pelo estrondo de trovões. Vocês não devem ser negligentes nem desistir, mas fazer seu melhor para alcançar, e vocês certamente serão capazes de ver o que a Minha mão faz, o que Eu ganho, o que Eu descarto, o que Eu aperfeiçoo, o que Eu erradico, o que Eu derrubo. Tudo isso se desenrolará diante dos seus olhos, de modo que vocês possam ver claramente Minha onipotência.

Do trono até os confins do universo ecoam os sete trovões. Um grande grupo de pessoas será salvo e se submeterá diante do Meu trono. Seguindo essa luz da vida, as pessoas buscam meios de sobreviver e elas não são capazes de ajudar a si mesmas, mas vêm até Mim, para ajoelhar-se em adoração, sua boca clama o nome do verdadeiro Deus onipotente e expressa em alta voz as suas súplicas. Porém, quanto àqueles que resistem a Mim, às pessoas que endurecem seu coração, o trovão ressoa em seus ouvidos e, sem dúvida nenhuma, elas devem perecer. Esse simplesmente é seu desfecho final. Meus filhos amados que são triunfantes ficarão em Sião e todas as pessoas verão o que eles obterão e uma glória imensa aparecerá diante de vocês. Essa realmente é uma bênção particularmente grande, cuja doçura é difícil de expressar com palavras.

Quando o estrondo dos sete trovões for emitido, haverá a salvação daqueles que Me amam, que Me desejam de todo coração. Todos os que pertencem a Mim e que Eu predestinei e escolhi são capazes de estar sob o Meu nome. Eles conseguem ouvir a Minha voz, que é o chamado de Deus. Que aqueles que estão nos confins da terra vejam que Eu sou justo, que Eu sou fiel, que Eu sou amor, que Eu sou compaixão, que Eu sou majestade, que Eu sou fogo devastador e que, enfim, eu sou julgamento sem misericórdia.

Que todos no mundo vejam que Eu sou o Próprio Deus real e completo. Todos os homens estão sinceramente convencidos e nenhum deles ousa resistir a Mim de novo, julgar-Me ou mais uma vez Me difamar. Caso contrário, serão imediatamente alvo de maldição e desastres cairão sobre eles. Apenas chorarão e rangerão os dentes e provocarão sua própria destruição.

Que todos os povos saibam e façam saber até aos confins do universo; que toda e qualquer pessoa saiba. Deus Todo-Poderoso é o único Deus verdadeiro; todos virão, um após o outro, se ajoelhar para O adorar e até as crianças que acabaram de aprender a falar exclamarão “Deus Todo-Poderoso”! Aqueles oficiais empunhando o poder verão com seus próprios olhos o Deus verdadeiro aparecendo diante deles e eles também se prostrarão em adoração, rogando por misericórdia e perdão, mas será demasiado tarde, já que o tempo de seu falecimento terá chegado; isto é algo que precisará ser feito por eles: sentenciá-los ao abismo imensurável. Eu porei fim à era inteira e fortalecerei tanto mais Meu reino. Todas as nações e povos se submeterão a Mim por toda a eternidade!

Anterior:Capítulo 34

Próximo:Capítulo 36

Coisas que talvez lhe interessem