A senda… (8)

Não foi só há um ou dois dias que Deus veio à terra para interagir com a humanidade e para conviver com as pessoas. Talvez, durante esse tempo, as pessoas alcancem um bom conhecimento de Deus e talvez ganhem mais do que algumas poucas percepções significativas sobre servi-Lo e se tornem amadurecidas na sua crença em Deus. Seja qual for o caso, as pessoas entendem mais ou menos o caráter de Deus, e elas também expressam seu próprio caráter numa miríade de formas diferentes. Da maneira como vejo, as várias manifestações das pessoas são suficientes para Deus usar como amostras, e suas atividades mentais são suficientes para Ele usar como referência. Isso poderia ser um aspecto da cooperação entre homem e Deus, uma da qual o homem não está ciente, tornando esse desempenho dirigido por Deus muito vívido e realista. Eu estou dizendo essas coisas para os Meus irmãos e irmãs como diretor geral desse drama — cada um de nós pode falar aos nossos pensamentos e sentimentos depois de atuar e conversar sobre como cada um de nós experiencia nossa vida nesse drama. Podemos, também, fazer um tipo inteiramente novo de simpósio para abrirmos o coração e falarmos sobre nossas artes performáticas e vermos como Deus guia cada indivíduo para que, na próxima versão, possamos expressar um nível mais elevado de nossa arte e para cada um representar seu próprio papel de forma extremosa e não desapontar a Deus. Espero que Meus irmãos e irmãs levem isso a sério. Ninguém deveria tratar isso levianamente, pois desempenhar bem um papel não é algo que se consiga alcançar em um ou dois dias; isso requer que vivenciemos a vida e nos aprofundemos em nossas vidas reais a longo prazo, e que tenhamos experiência prática de diversos tipos de vida. Somente então podemos subir ao palco. Estou cheio de esperança com relação aos Meus irmãos e irmãs e confio que vocês não fiquem desanimados nem desencorajados, que, não importa o que Deus faça, vocês sejam como um pote de fogo: nunca mornos e persistentes até o fim, até que a obra de Deus esteja totalmente revelada, até que o drama dirigido por Deus chegue ao fim. Não peço nada além disso a vocês, espero apenas que vocês aguentem firme, que não fiquem impacientes por resultados, que cooperem Comigo para que a obra que Eu tenho a fazer seja bem-feita, e que ninguém cause interrupções nem perturbações. Quando essa parte da obra estiver completa, Deus revelará tudo a vocês. Depois que Minha obra estiver concluída, apresentarei seus créditos diante de Deus para prestar contas a Ele. Não é melhor assim? Ajudar uns aos outros a alcançar nossos próprios objetivos — essa não é uma solução perfeita para todos? Agora é um tempo difícil, que exige que vocês paguem um preço. Por Eu ser o diretor agora, espero que nenhum de vocês se irrite com isso. Tal é a obra que estou realizando. Talvez, algum dia, Eu mude para uma “equipe de trabalho” mais apropriada e não dificulte mais as coisas para vocês. Eu mostrarei a vocês tudo o que quiserem ver, e também lhes concederei tudo que desejarem ouvir. Mas não agora. A obra de hoje é esta obra, e não posso soltar as rédeas e permitir que vocês façam como bem quiserem. Isso tornaria difícil a Minha obra; para ser honesto, isso não daria nenhum fruto e não seria benéfico para vocês. Hoje, vocês devem sofrer “injustiça”. Quando chegar o dia em que esta etapa da Minha obra estiver completa, Eu estarei livre, Eu não suportarei um fardo tão pesado e aceitarei o que vocês Me pedirem; contanto que seja benéfico para a vida de vocês, cumprirei o que vocês pedirem. Hoje, assumi uma responsabilidade árdua. Eu não posso contrariar as ordens de Deus Pai e não posso prejudicar os planos para a Minha obra. Não posso administrar Meus assuntos pessoais por meio dos Meus negócios e espero que todos vocês possam compreender e Me perdoar, pois tudo o que faço é segundo os desejos de Deus Pai; Eu faço tudo o que Ele Me manda fazer, não importa o que Ele queira, e não quero provocar Sua raiva nem Sua ira. Eu faço somente o que devo fazer. Então, em nome de Deus Pai, aconselho vocês a aguentarem um pouco mais. Ninguém precisa ficar preocupado. Depois de Eu concluir o que preciso fazer, vocês poderão fazer e ver o que quiserem, porém devo completar a obra que preciso fazer.

Fé e amor máximos são exigidos de nós neste estágio da obra. Podemos tropeçar ao menor descuido, pois este estágio da obra é diferente de todos os anteriores: o que Deus está aperfeiçoando é a fé da humanidade, que é invisível e intangível. O que Deus faz é converter palavras em fé, em amor e vida. As pessoas devem chegar a um ponto em que tenham suportado centenas de refinamentos e tenham fé maior que a de Jó. Elas devem suportar um sofrimento incrível e todos os tipos de tortura sem jamais abandonarem a Deus. Quando são obedientes até a morte e têm grande fé em Deus, então este estágio da obra de Deus está completo. Essa é a obra que assumi, por isso espero que Meus irmãos e irmãs sejam capazes de entender Meus apuros e não peçam nada mais de Mim. Isto é o que Deus Pai requer de Mim, e não posso escapar dessa realidade; devo fazer a obra que devo fazer. Espero apenas que vocês não usem argumentos forçados e pervertam a lógica, que sejam mais perceptivos e que não vejam as questões de forma demasiadamente simples. A maneira de vocês pensarem é infantil e ingênua demais. A obra de Deus não é tão simples quanto vocês imaginam, Ele faz simplesmente o que quer; se fizesse, Seu plano estaria arruinado. Vocês não diriam isso? Eu estou fazendo a obra de Deus. Eu não estou simplesmente fazendo bicos para as pessoas, fazendo o que Eu sinto vontade de fazer e Me organizando pessoalmente se farei alguma coisa ou não. As coisas não são tão simples hoje. Eu fui enviado pelo Pai para atuar como diretor — vocês acham que fui Eu que arranjei e escolhi isso? As ideias do homem tendem muitas vezes a interromper a obra de Deus, razão pela qual, depois de Eu trabalhar por um período de tempo, há muitos pedidos feitos pelas pessoas que não sou capaz de atender, e as pessoas mudam de opinião a Meu respeito. Todos vocês devem ser claros a respeito dessas suas ideias; Eu não vou mencionar cada uma delas individualmente, só posso explicar a obra que faço. Meus sentimentos não são feridos por isso de modo algum. Uma vez que entenderam isso, vocês podem ver da maneira que quiserem. Não farei objeções porque é assim que Deus trabalha; não sou obrigado a explicar tudo. Eu só vim para realizar a obra de palavras, para trabalhar e permitir que esse drama se desdobre através da direção de palavras. Preciso falar disso e de nada mais, tampouco posso fazer outra coisa. Eu expliquei tudo o que tenho a dizer. Não Me importo com o que vocês pensem e não importa para Mim. Eu, porém, gostaria ainda de lembrá-los de que a obra de Deus não é tão simples quanto vocês imaginam. Quanto menos alinhada com as noções das pessoas, mais profunda sua significância, e quanto mais alinhada às noções das pessoas, menos valiosa ela é, mais carece de importância real. Considerem estas palavras com cuidado — isso é tudo que direi sobre isso. Vocês mesmos podem analisar o restante por conta própria. Eu não o explicarei.

As pessoas imaginam que Deus faz as coisas de certo modo, mas, mais ou menos ao longo deste último ano, o que vimos e experimentamos da obra de Deus realmente estava alinhado com noções humanas? Desde a criação do mundo até agora, nem uma só pessoa conseguiu entender os estágios ou regras da obra de Deus. Se pudessem, por que esses líderes religiosos não entendem que é assim que Deus opera hoje? Por que tão poucas pessoas entendem a realidade de hoje? A partir disso, podemos ver que ninguém entende a obra de Deus. As pessoas só devem agir de acordo com a orientação de Seu Espírito; elas não devem simplesmente aplicar rigidamente regras à Sua obra. Se você pegar a imagem e a obra de Jesus e comparar com a atual obra de Deus, é exatamente como os judeus tentando conformar Jesus a Jeová. Você não sai perdendo fazendo isso? Até mesmo Jesus não sabia o que seria a obra de Deus nos últimos dias; tudo o que Ele sabia era que Ele precisava completar a obra de ser crucificado. Então, como os outros poderiam ter sabido? Como eles poderiam saber que obra Deus faria no futuro? Como Deus poderia revelar Seu plano aos seres humanos que estavam possuídos por Satanás? Não é tolo isso? Deus quer que você conheça e compreenda a Sua vontade. Ele não pede que você considere Sua obra futura. Nós devemos nos preocupar apenas com a fé em Deus, agir de acordo com a Sua orientação, ser pragmáticos ao lidar com dificuldades reais e não dificultar as coisas para Deus nem causar problemas para Ele. Devemos fazer o que devemos fazer; desde que possamos estar dentro da presente obra de Deus, então isso basta! Tal é a senda pela qual estou guiando vocês. Se nos concentrarmos apenas em continuar adiante, Deus não maltratará nenhum de nós. Ao longo deste último ano das suas experiências extraordinárias, vocês ganharam muitas coisas; confio que vocês não acharão isso tão árduo. A senda pela qual estou levando vocês é obra Minha e missão Minha e isso foi ordenado por Deus há muito tempo, de modo que fomos predestinados a chegar até aqui, até hoje. O fato de termos sido capazes de fazer isso é nossa grande bênção e, embora não tenha sido uma senda suave, nossa amizade é eterna e será passada ao longo das eras. Quer alegria e risos ou tristeza e lágrimas, deixem que tudo se transforme em uma linda memória! Talvez vocês estejam cientes de que os dias da Minha obra estão contados. Eu tenho muitos projetos de obra e não consigo acompanhar vocês com frequência. Espero que vocês possam Me compreender — porque a nossa amizade original não mudou. Talvez, um dia, Eu volte a aparecer diante de vocês, e espero que vocês não dificultem as coisas para Mim. Afinal, Eu sou diferente de vocês. Viajo para todo lado por causa da Minha obra e não vivo apenas de pernas para o ar em hotéis. Independentemente de como vocês estejam, apenas faço o que devo fazer. Espero que as coisas que compartilhamos no passado possam se tornar a flor da nossa amizade.

Pode-se dizer que essa senda foi aberta por Mim e, amargo ou doce, Eu a conduzi. O fato de termos conseguido chegar até hoje se deve todo à graça de Deus. Pode haver alguns que Me agradeçam e também os que se queixem de Mim, mas nada disso importa. Tudo o que quero ver é que o que deve ser alcançado neste grupo de pessoas tenha sido alcançado. Isso é algo que deve ser comemorado. Portanto, não tenho ressentimentos contra aqueles que reclamam de Mim; tudo o que quero é completar a Minha obra o mais rápido possível, de modo que o coração de Deus possa descansar logo. Naquele tempo não suportarei nenhum fardo pesado e não haverá preocupações no coração de Deus. Vocês estão dispostos a melhorar sua cooperação? Não é melhor visar a fazer bem a obra de Deus? É justo dizer que, ao longo desse período, suportamos inúmeras dificuldades e experimentamos cada tipo de alegria e tristeza. Ao todo, o desempenho de cada um de vocês basicamente foi suficiente. Talvez, no futuro, um trabalho melhor seja exigido de vocês, mas não se delonguem em pensamentos a Meu respeito; simplesmente façam o que vocês devem fazer. O que Eu preciso fazer está quase lá; espero que vocês permaneçam fiéis em todos os momentos e que não fiquem nostálgicos em relação à Minha obra. Vocês devem saber que Eu vim apenas para completar um estágio da obra e certamente não para fazer toda a obra de Deus. Vocês devem ter clareza em relação a isso e não ter outras ideias a respeito disso. A obra de Deus demanda muitos meios mais para ser completada; nem sempre vocês podem contar Comigo. Talvez vocês já tenham percebido que Eu só vim para realizar uma porção de obra; uma que não representa Jeová nem Jesus; a obra de Deus é dividida em muitos estágios, portanto, vocês não devem ser demasiadamente rígidos. Uma vez que estou trabalhando, vocês precisam Me ouvir. Em cada era, a obra de Deus muda; ela não é da mesma natureza e não é sempre a mesma velha canção. Em cada estágio, a Sua obra é adequada à era e muda porque a era não é a mesma. E assim, uma vez que você nasceu nesta era, você deve comer e beber as palavras de Deus e ler essas palavras. Poderá vir um dia em que a Minha obra mudará, caso em que vocês deverão continuar adiante como devem fazer; a obra de Deus não pode estar errada. Não dê atenção a como o mundo exterior mude; Deus não pode estar errado, tampouco a Sua obra. É só uma questão de que, às vezes, a velha obra de Deus passa e Sua nova obra começa. No entanto, isso não significa que, só porque a nova obra chegou, a antiga esteja errada. Isso é uma falácia! Não se pode dizer que a obra de Deus esteja certa ou errada; só pode ser dito que ela é mais cedo ou mais tarde. Esta é a orientação para a crença das pessoas em Deus e ela não pode ser tratada levianamente.

Anterior: A senda… (7)

Próximo: Qual ponto de vista os crentes devem manter

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Obra e entrada (6)

A obra e a entrada são inerentemente práticas; elas dizem respeito à obra de Deus e à entrada do homem. A total incapacidade do homem de...

Capítulo 27

A conduta humana nunca tocou o Meu coração nem nunca Me impressionou como preciosa. Aos olhos do homem, Eu estou sempre o tratando com...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro