Capítulo 8

Quando as Minhas revelações atingirem seu clímax e quando o Meu julgamento se aproximar do fim, será o momento em que todo o Meu povo será revelado e completado. Viajo a todos os cantos do mundo-universo na busca perpétua daqueles que se alinham com Minha intenção e estão aptos para o Meu uso. Quem pode se levantar e cooperar Comigo? O amor dos humanos por Mim é minúsculo, e a sua fé em Mim também é lamentavelmente pequena. Se eu não direcionar o peso das Minhas palavras às fraquezas das pessoas, elas se gabariam e exagerariam, pontificando e inventando teorias bombásticas, como se fossem oniscientes e conhecedoras em relação a todos os assuntos terrenos. Daqueles que eram “leais” a Mim no passado e daqueles que hoje “permanecem firmes” diante de Mim, quem ainda ousa se gabar? Quem não se delicia secretamente com as próprias perspectivas? Quando não expus as pessoas diretamente, elas não tinham onde se esconder e eram atormentadas pela vergonha. O quanto mais isso seria assim se Eu falasse de outra maneira? As pessoas teriam um senso de endividamento ainda maior, acreditariam que nada pode curá-las e todas estariam fortemente amarradas à sua passividade. Quando as pessoas perdem a esperança, a saudação do reino ressoa formalmente, que é, como as pessoas têm dito, “o momento em que o Espírito sete vezes intensificado começa a operar”. Em outras palavras, é quando a vida do reino começa oficialmente na terra; é quando a Minha divindade vem para agir diretamente (sem qualquer “processamento” mental). Todas as pessoas correm por aí ocupadas, como se tivessem sido reavivadas ou despertadas de um sonho e, ao despertar, se espantam por se ver em tais circunstâncias. No passado, falei bastante sobre a construção da igreja; revelei muitos mistérios, mas quando aquela obra atingiu o auge, ela chegou a um fim abrupto. A construção do reino, no entanto, é diferente. Só quando a batalha no reino espiritual alcançar seu estágio final, Eu começarei mais uma vez a Minha obra na terra. Quer dizer, só quando todos os humanos estiverem à beira de recuar, Eu começarei e levantarei formalmente a Minha nova obra. A diferença entre a construção do reino e a construção da igreja é que, na construção da igreja, Eu operei por meio da humanidade que era governada pela divindade; lidei diretamente com a velha natureza dos humanos, revelando diretamente seus egos feios e expondo a sua substância. Como resultado, eles vieram a se conhecer com base nisso e assim foram convencidos em seu coração e em suas palavras. Na construção do reino, ajo diretamente por meio da Minha divindade e permito que todas as pessoas saibam o que Eu tenho e sou sobre o fundamento de seu conhecimento das Minhas palavras, finalmente permitindo que alcancem o conhecimento de Mim como carne encarnada. Assim termina toda a busca da humanidade pelo Deus vago e assim ela deixa de guardar um lugar em seu coração para o Deus do céu; isto é, Eu permito que a humanidade conheça os feitos que realizo enquanto sou carne encarnada e assim concluirei o Meu tempo na terra.

A construção do reino visa diretamente ao reino espiritual. Isto é, o estado de batalha do reino espiritual é elucidado diretamente dentre todo o Meu povo, e isso basta para mostrar que, não só dentro da igreja, mas também e ainda mais na Era do Reino, cada pessoa está constantemente em guerra. A despeito de seu corpo físico, o reino espiritual é revelado diretamente, e elas entram em contato com a vida do reino espiritual. Assim, quando vocês começam a ser fiéis, vocês devem se preparar de forma adequada para a próxima parte da Minha obra. Vocês devem dedicar todo o seu coração; só então podem satisfazer o Meu coração. Não Me importo com o que aconteceu anteriormente na igreja; hoje, ele está no reino. Em Meu plano, Satanás tem perseguido cada passo o tempo todo e, como o contraste da Minha sabedoria, sempre tem tentado encontrar maneiras e meios de interromper o Meu plano original. Mas Eu poderia sucumbir a seus esquemas ardilosos? Tudo no céu e na terra Me serve; os esquemas ardilosos de Satanás poderiam ser diferentes? Isso é precisamente onde a Minha sabedoria entrecorta; é precisamente o que há de magnífico em Meus feitos e é o princípio de operação de todo o Meu plano de gerenciamento. Durante a era da construção do reino, ainda não evito os esquemas ardilosos de Satanás, mas continuo a fazer a obra que devo. Dentre o universo e todas as coisas, escolhi os feitos de Satanás como o Meu contraste. Essa não é uma manifestação da Minha sabedoria? Não é exatamente o que há de maravilhoso na Minha obra? Por ocasião da entrada na Era do Reino, todas as coisas no céu e na terra são completamente transformadas e elas celebram e se regozijam. Vocês são diferentes? No coração de quem não está a doçura de mel? Quem não explode de alegria? Quem não dança de felicidade? Quem não expressa palavras de louvor?

Vocês entendem os objetivos e a origem de tudo que falei e discuti acima ou não? Se Eu não perguntasse isso, a maioria das pessoas acreditaria que estou simplesmente tagarelando e seria incapaz de sondar a fonte das Minhas palavras. Se ponderarem com cuidado, vocês saberão da sua importância. Você faria bem se as lesse com atenção: quais das Minhas palavras não beneficiam você? Quais não pretendem causar o crescimento da sua vida? Quais não falam da realidade do reino espiritual? A maioria das pessoas acredita que Minhas palavras não têm pé nem cabeça e que elas carecem de explicação e interpretação. As Minhas palavras são realmente tão abstratas e inescrutáveis? Vocês se submetem de verdade às Minhas palavras? Vocês aceitam mesmo as Minhas palavras? Vocês não as tratam como brinquedos? Você não as usa como uma veste para encobrir a sua aparência feia? Neste vasto mundo, quem foi pessoalmente examinado por Mim? Quem ouviu pessoalmente as palavras do Meu Espírito? Tantas pessoas tateiam e buscam no escuro; tantas oram em meio à adversidade; tantas, com fome e frio, observam com esperança; e tantas estão amarradas por Satanás; mas tantas não sabem para onde correr, assim, muitas Me traem em meio à sua felicidade, muitas são ingratas e tantas são leais aos esquemas ardilosos de Satanás. Quem dentre vocês é Jó? Quem é Pedro? Por que mencionei Jó repetidas vezes? Por que Me referi a Pedro tantas vezes? Já verificaram quais são as Minhas esperanças para vocês? Vocês deveriam passar mais tempo ponderando tais coisas.

Pedro foi fiel a Mim por muitos anos e, mesmo assim, nunca resmungou nem teve qualquer queixa, nem mesmo Jó foi igual a ele, e, ao longo das eras, os santos ficaram todos muito aquém de Pedro. Ele não só buscou Me conhecer, como também chegou a Me conhecer durante um tempo em que Satanás estava executando seus esquemas ardilosos. Isso levou Pedro a Me servir por muitos anos, sempre alinhado com Minha vontade e, por essa razão, ele nunca foi explorado por Satanás. Pedro extraiu lições da fé de Jó, mas também percebeu claramente as deficiências de Jó. Embora fosse de grande fé, ele carecia de conhecimento das questões do reino espiritual e, assim, disse muitas palavras que não correspondiam à realidade; isso mostra que o conhecimento de Jó era superficial e incapaz de aperfeiçoamento. Por isso, Pedro sempre se concentrou em ganhar um sentido do espírito e sempre prestou atenção em observar a dinâmica do reino espiritual. Como resultado, ele não só foi capaz de verificar algo dos Meus desejos, como também teve um módico de conhecimento dos esquemas ardilosos de Satanás. Por causa disso, seu conhecimento de Mim veio a ser maior que o de qualquer outra pessoa ao longo das eras.

A partir da experiência de Pedro, não é difícil ver que, se os humanos desejam Me conhecer, eles devem se concentrar em dar consideração cuidadosa no seu espírito. Eu não peço que você “dedique” certa medida a Mim externamente; essa é uma preocupação secundária. Se você não Me conhecer, então toda fé, todo amor e toda lealdade dos quais você fala são apenas ilusões; são conversa fiada, e você certamente se tornará alguém que se gaba grandemente diante de Mim, mas não conhece a si mesmo. Como tal, mais uma vez você será enredado por Satanás e incapaz de se libertar; você se tornará um filho da perdição e um objeto de destruição. No entanto, se você for frio e negligente com as Minhas palavras, então, sem dúvida, você se oporá a Mim. Isso é fato e você faria bem em olhar pelo portão do reino espiritual para ver os muitos e variados espíritos que foram castigados por Mim. Quais deles, quando confrontados com Minhas palavras, não foram passivos, negligentes e intolerantes? Quais não foram cínicos em relação às Minhas palavras? Qual deles não tentou encontrar erros em Minhas palavras? Qual deles não usou as Minhas palavras como “armas de defesa” para se “proteger”? Eles não usaram o conteúdo das Minhas palavras como maneira para me conhecer, mas simplesmente como brinquedos para se divertir. Eles não resistiram diretamente a Mim ao fazer isso? Quem são as Minhas palavras? Quem é o Meu Espírito? Tenho feito tais perguntas a vocês tantas vezes, mesmo assim, alguma vez vocês tiveram percepções mais elevadas e claras sobre elas? Alguma vez vocês realmente as experimentaram? Lembro vocês mais uma vez: se não conhecerem as Minhas palavras, nem as aceitarem, nem as colocarem em prática, então vocês inevitavelmente se tornarão objetos do Meu castigo! Vocês certamente se tornarão vítimas de Satanás!

29 de fevereiro de 1992

Anterior: Capítulo 7

Próximo: Capítulo 9

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

Capítulo 15

Os seres humanos são todos criaturas que carecem de autoconhecimento, e são incapazes de se conhecer. Não obstante, conhecem a todos os...

Prefácio

Embora muitas pessoas acreditem em Deus, poucas compreendem o que significa fé em Deus e o que elas devem fazer para se conformarem à...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro