Palavras diárias de Deus | "O mistério da encarnação (4)" | Trecho 170

Todo o caráter de Deus foi revelado ao longo do plano de gestão de seis mil anos. Ele não é revelado apenas na Era da Graça, nem somente na Era da Lei, nem, menos ainda, somente neste período dos últimos dias. A obra feita nos últimos dias representa julgamento, ira e castigo. A obra feita nos últimos dias não pode substituir a obra da Era da Lei ou a da Era da Graça. No entanto, os três estágios, interconectando-se, formam uma entidade, e são todos a obra de um só Deus. Naturalmente, a execução dessa obra é dividida em eras separadas. A obra feita nos últimos dias encerra tudo; a que foi feita na Era da Lei foi a obra de início; e a que foi feita na Era da Graça é de redenção. Quanto às visões da obra em todo esse plano de gestão de seis mil anos, ninguém pode ganhar entendimento ou compreensão e essas visões permanecem enigmas. Nos últimos dias, apenas a obra da palavra é feita para inaugurar a Era do Reino, no entanto, ela não é representativa de todas as eras. Os últimos dias não são mais do que os últimos dias e não são mais que a Era do Reino, que não representam a Era da Graça ou a Era da Lei. É só que, nos últimos dias, toda a obra no plano de gestão de seis mil anos é revelada a vocês. Esse é o desvelar do mistério. Esse tipo de mistério é algo que não pode ser desvelado por homem nenhum. Não importa quão grande seja o entendimento que o homem tenha da Bíblia, ele permanece não sendo mais do que palavras, pois o homem não entende a substância da Bíblia. Quando o homem lê a Bíblia, ele pode receber algumas verdades, explicar algumas palavras ou sujeitar algumas passagens e capítulos famosos ao seu escrutínio mesquinho, mas ele nunca será capaz de desprender o significado contido nessas palavras, pois tudo o que o homem vê são palavras mortas, não as cenas das obras de Jeová e de Jesus, e o homem não tem como desvendar o mistério dessa obra. Portanto, o mistério do plano de gestão de seis mil anos é o maior, o mais oculto e o mais absolutamente inconcebível mistério para o homem. Ninguém pode entender diretamente a vontade de Deus, a menos que Ele Mesmo a explique e abra ao homem; caso contrário, essas coisas permanecerão para sempre um enigma para o homem e para sempre mistérios selados. Não se importem com os que estão no mundo religioso; se a vocês não fosse dito, hoje, vocês também não as entenderiam. Essa obra de seis mil anos é mais misteriosa do que todas as profecias dos profetas. Ela é o maior mistério desde a criação, e nem um dentre os profetas por todas as eras foi jamais capaz de sondá-la, pois esse mistério é desvendado apenas na era final e nunca foi revelado antes. Se vocês puderem compreender esse mistério e forem capazes de recebê-lo plenamente, então todas as pessoas religiosas serão conquistadas por esse mistério. Somente essa é a maior das visões; é aquilo que o homem deseja mais intensamente compreender, mas também aquilo que é mais obscuro para ele. Quando vocês estavam na Era da Graça, não sabiam o que eram a obra feita por Jesus nem a feita por Jeová. As pessoas não entendiam por que Jeová estabeleceu leis, por que Ele pediu ao povo que obedecessem às leis ou por que o templo tinha que ser construído, e muito menos as pessoas entendiam por que os israelitas foram levados do Egito para o deserto e depois para Canaã. Não foi até hoje que essas questões foram reveladas.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Os três estágios da obra são feitos por um só Deus

I

Todo o caráter de Deus foi revelado não só na Era da Graça, Lei ou do fim, mas em seis mil anos de plano de gestão. A obra do fim é juízo, ira e castigo. A obra começou na Era da Lei. A redenção foi na Era da Graça. E a obra feita nos últimos dias leva tudo para um fim. Entenda que os três estágios da obra, em diferentes eras e lugares, são claramente obra de um Deus, um Espírito. E todos os que os separam, se opõem a Ele.

II

A obra escolhida para fazer nos últimos dias não pode substituir a obra da Era da Lei ou da Graça. Mas as três se juntam em uma entidade. São feitas por Deus, mas em eras separadas. A obra começou na Era da Lei. A redenção foi na Era da Graça. E a obra feita nos últimos dias leva tudo para um fim. Entenda que os três estágios da obra, em diferentes eras e lugares, são claramente obra de um Deus, um Espírito. E todos os que os separam, se opõem a Ele.

III

Desde a obra de Jeová até Jesus até agora, três estágios cobrem, numa linha contínua, toda a gama do plano de gestão de Deus, é tudo obra de um só Espírito. Desde a criação do mundo, Deus sempre gerenciou o homem. Ele é o Início, Fim, Primeiro e Último. Aquele com quem as eras começam e terminam. A obra começou na Era da Lei. A redenção foi na Era da Graça. E a obra feita nos últimos dias leva tudo para um fim. Entenda que os três estágios da obra, em diferentes eras e lugares, são claramente obra de um Deus, um Espírito. E todos os que os separam, se opõem a Ele.

de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado