Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único X" | Trecho 192

Quando se trata de incrédulos, o princípio por trás das ações de Deus é recompensar os bons e punir os maus? Existem exceções? (Não.) Vocês veem que existe um princípio para as ações de Deus? (Sim.) Os incrédulos não acreditam realmente em Deus, não obedecem às orquestrações de Deus e não têm consciência da soberania de Deus, muito menos reconhecem a Deus. Mais seriamente, eles profanam a Deus, eles O amaldiçoam e são hostis com aqueles que creem em Deus. Embora essas pessoas tenham tal atitude em relação a Deus, a administração deles por Deus ainda não se desvia de Seus princípios; Ele os administra de maneira ordenada, de acordo com Seus princípios e Seu caráter. Como Deus considera sua hostilidade? Como ignorância! E assim Ele fez com que essas pessoas — a maioria dos incrédulos — reencarnassem certa vez como animais. Então, o que são os incrédulos aos olhos de Deus? (Rebanho.) Aos olhos de Deus, eles são desse tipo, eles são rebanho. Deus administra o rebanho e administra a humanidade, e Ele tem os mesmos princípios para esse tipo de pessoa. Mesmo na administração dessas pessoas por Deus e Suas ações em relação a elas, ainda pode ser visto o caráter de Deus e as leis de Seu domínio sobre todas as coisas. E assim, vocês veem a soberania de Deus nos princípios pelos quais Ele administra os incrédulos de que acabei de falar? Vocês veem o caráter justo de Deus? (Nós vemos.) Vocês veem a soberania de Deus e veem Seu caráter. O que quer dizer que, não importa com qual coisa dentre todas Ele lida, Deus age de acordo com Seus próprios princípios e caráter. Essa é a substância de Deus. Ele não romperia casualmente com os éditos ou decretos celestiais que Ele estabeleceu porque considera esse tipo de pessoa como rebanho. Deus age de acordo com princípios, sem a menor desordem, Suas ações não são afetadas por nenhum fator e, não importando o que Ele faça, tudo está em conformidade com os Seus Próprios princípios. Isso é porque Deus tem a substância do Próprio Deus, que é um aspecto da Sua substância não possuída por nenhum ser criado. Deus é consciencioso e responsável em Seu manejo, Sua abordagem, Seu gerenciamento, Sua administração e governança de todo objeto, pessoa e coisa viva entre todas as coisas que Ele criou e Ele nunca foi descuidado nisso. Para com aqueles que são bons, Ele é gracioso e gentil; àqueles que são maus, Ele inflige punição implacável; e para os vários seres vivos, Ele faz os arranjos apropriados de maneira oportuna e regular de acordo com as diferentes exigências do mundo da humanidade em diferentes épocas, de forma que esses vários seres vivos reencarnam de acordo com os papéis que desempenham de maneira ordenada e se movam entre o mundo material e o mundo espiritual de maneira ordenada.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado