Palavras diárias de Deus | "Como conhecer o caráter de Deus e os resultados que Sua obra alcançará" | Trecho 17

O destino do homem é decidido por sua atitude para com Deus

Deus é um Deus vivo e, assim como as pessoas desempenham de maneiras diferentes em diferentes situações, a atitude de Deus para com esses desempenhos difere porque Ele não é uma marionete nem é ar vazio. Conhecer a atitude de Deus é uma busca digna para a humanidade. As pessoas devem aprender como, conhecendo a atitude de Deus, elas podem conhecer o caráter de Deus e entender o Seu coração pouco a pouco. Quando você passar a entender o coração de Deus pouco a pouco, você não achará que temer a Deus e evitar o mal é algo difícil de realizar. Além disso, quando você entende a Deus, é menos provável você fazer conclusões a respeito Dele. Quando você para de fazer conclusões sobre Deus, você fica menos propenso a ofendê-Lo e involuntariamente Deus o levará a ter um conhecimento Dele e, assim, você temerá a Deus em seu coração. Você irá parar de definir a Deus usando as doutrinas, as letras e as teorias que você dominava. Pelo contrário, ao buscar sempre as intenções de Deus em todas as coisas, você, de forma inconsciente, se tornará uma pessoa que é segundo o coração de Deus.

A obra de Deus invisível e intocável pela humanidade, mas, no que diz respeito a Deus, as ações de cada e de toda pessoa, junto com sua atitude para com Ele — essas não são perceptíveis apenas por Deus, mas também visíveis. Isso é algo que todos devem reconhecer e estar certos a respeito. Você deve estar sempre se perguntando: “Deus sabe o que eu estou fazendo aqui? Deus sabe em que eu estou pensando neste momento? Talvez Ele saiba, talvez não”. Se você adotar esse tipo de ponto de vista, seguindo e acreditando em Deus, mas duvidando de Sua obra e de Sua existência, então, mais cedo ou mais tarde, chegará o dia quando você O enfurecerá, pois você já está vacilando à beira de um perigoso precipício. Eu tenho visto pessoas que têm crido em Deus por muitos anos, mas ainda não ganharam a realidade da verdade nem sequer entendem a vontade de Deus. A estatura de vida delas não faz progresso algum, aderindo apenas às doutrinas mais superficiais. Isso se dá porque essas pessoas nunca aceitaram a palavra de Deus como sua própria vida e elas nunca encararam e aceitaram a Sua existência. Você acha que Deus vê tais pessoas e Se enche de alegria? Elas O confortam? Nesse caso, é o método da crença das pessoas em Deus que decide o destino delas. Seja a questão de como você busca a Deus ou de como você trata Deus, é a sua própria atitude que é a coisa mais importante. Não negligencie Deus como se Ele fosse ar vazio na parte de atrás da sua cabeça. Sempre pense no Deus de sua crença como um Deus vivo, um Deus real. Ele não está lá no terceiro céu sem nada para fazer. Pelo contrário, Ele está constantemente olhando para o coração de todas as pessoas, olhando para o que você está propenso a fazer, para cada pequena palavra e cada pequeno feito, olhando como você se comporta e qual é a sua atitude para com Deus. Esteja você disposto ou não a se entregar para Deus, todo o seu comportamento e o seus pensamentos mais íntimos e ideias estão perante Deus, sendo analisados por Ele. É de acordo com o seu comportamento, de acordo com os seus feitos e de acordo com a sua atitude para com Deus que a opinião Dele sobre você e a atitude Dele para com você estão constantemente mudando. Eu gostaria de oferecer alguns conselhos para aqueles que se colocariam como um pequeno bebê nas mãos de Deus, como se Ele devesse ficar doido de amor por você, como se Ele nunca pudesse deixá-lo, como se a atitude Dele para com você fosse fixa e não pudesse jamais mudar: pare de sonhar! Deus é justo em Seu tratamento de cada e de toda pessoa. Ele aborda a obra da conquista e da salvação da humanidade com sinceridade. Esse é o Seu gerenciamento. Ele trata cada pessoa com seriedade, não como um animal de estimação para brincar. O amor de Deus pelo homem não do tipo de mimar ou acostumar mal; a Sua misericórdia e tolerância para com a humanidade não são indulgentes ou descuidadas. Pelo contrário, o amor de Deus pela humanidade é para cuidar, para ter pena e para respeitar a vida; Sua misericórdia e tolerância transmitem Suas expectativas em relação ao homem; Sua misericórdia e tolerância são o que a humanidade precisa para sobreviver. Deus está vivo e Deus existe de verdade; Sua atitude para com a humanidade é imbuída de princípios, não uma regra dogmática de forma alguma, e ela pode mudar. Sua vontade para a humanidade está mudando de forma gradual e se transformando com o tempo, com a circunstância e com a atitude de cada e de toda pessoa. Então, você deve perfeitamente esclarecido quanto a isso e compreender que a essência de Deus é imutável, e o Seu caráter aparecerá em diferentes momentos e em diferentes contextos. Você pode não achar que esse é um assunto sério, e você usa as suas próprias concepções pessoais para imaginar como Deus deve fazer as coisas. Contudo, há vezes quando o oposto total de seu ponto de vista é verdadeiro e que, ao usar as suas próprias concepções para tentar avaliar Deus, você já O enfureceu. Isso se dá porque Deus não opera como você acha que Ele opera e Deus não tratará essa questão como você diz que Ele o fará. E então, Eu o lembro que seja cuidadoso e prudente em sua abordagem a tudo ao seu redor e aprenda como seguir o princípio de andar no caminho de Deus em todas as coisas — temendo a Deus e evitando o mal. Você deve desenvolver um entendimento firme quanto a questões relacionadas à vontade de Deus e à atitude de Deus; encontre pessoas esclarecidas para comunicar isso a você e busque com sinceridade. Não veja o Deus de sua crença como uma marionete — julgando de forma arbitrária, chegando a conclusões arbitrárias, não tratando Deus com o respeito que Ele merece. No processo da salvação de Deus, quando Ele define o seu desfecho, não importa se Ele lhe concede misericórdia, ou tolerância, ou julgamento e castigo, Sua atitude para com você não é fixa. Ela depende da sua atitude para com Deus e do seu entendimento de Deus. Não deixe um aspecto passageiro de seu conhecimento ou entendimento de Deus defini-Lo eternamente. Não acredite em um Deus morto; acredite em um Deus vivo. Lembre-se disso! Embora Eu tenha discutido algumas verdades aqui, verdades que vocês precisavam ouvir, em vista da condição presente e da estatura presente de vocês, Eu não farei quaisquer demandas maiores para não diminuir o seu entusiasmo. Fazer isso poderia encher o coração de vocês com excessiva desolação e fazê-los se sentirem extremamente decepcionados com Deus. Em vez disso, Eu espero que vocês possam usar o amor a Deus em seu coração e usar uma atitude que tenha respeito para com Deus quando percorrerem a senda adiante. Não se confundam com a questão relacionada a como tratar a crença de Deus. Trate-a como uma das maiores questões que existem. Coloque-a em seu coração, coloque-a em prática, conecte-a com a vida real — não fale dela da boca para fora apenas. Porquanto essa é uma questão de vida e morte e é aquele que determinará o seu destino. Não a trate como uma brincadeira, como um jogo de criança. Depois de compartilhar essas palavras com vocês hoje, Eu me pergunto qual foi a colheita de entendimento em sua mente. Há alguma pergunta que vocês desejam fazer sobre o que Eu disse aqui hoje?

Embora esses tópicos sejam um pouco novos e um pouco distantes dos seus pontos de vista e daquilo que vocês geralmente buscam e a que prestam atenção, Eu acho que, depois de terem sido comunicados por um período de tempo, vocês desenvolverão um entendimento comum de todas as coisas que Eu disse aqui. Como esses são tópicos novos, tópicos que vocês nunca consideraram antes, Eu espero que eles não aumentem o seu fardo. Eu digo essas palavras hoje não para assustá-los, tampouco para Eu tentar lidar com vocês; pelo contrário, o Meu objetivo é ajudá-los a entender a verdade do fato. Afinal, há uma distância entre a humanidade e Deus: embora o homem acredite em Deus, ele nunca entendeu Deus; ele nunca conheceu a atitude de Deus. O homem também nunca foi entusiasmado em sua preocupação com a atitude de Deus. Pelo contrário, ele acreditou cegamente, procedeu cegamente e foi descuidado em seu conhecimento e entendimento de Deus. Então, Eu me sinto compelido a esclarecer essas questões para vocês e ajudá-los a entender exatamente que tipo de Deus é esse Deus em quem vocês acreditam; o que Ele está pensando; qual é a Sua atitude em Seu tratamento dos diferentes tipos de pessoas; quão longe vocês estão de cumprir com Suas exigências; e a disparidade entre suas ações e o padrão que Ele demanda. O objetivo de vocês saberem isso é dar a vocês um padrão de medida em seu coração com o qual comparar e saber a que tipo de colheita a estrada em que vocês estão os levou, o que vocês não obtiveram nessa estrada e em quais áreas vocês simplesmente não se envolveram. Quando vocês estão se comunicando entre si, vocês geralmente falam sobre alguns tópicos comumente discutidos; o escopo é estreito, e o conteúdo é muito raso. Há uma distância, um vão, entre aquilo que vocês discutem e as intenções de Deus, entre as suas discussões e o escopo e o padrão das demandas de Deus. Proceder assim ao longo do tempo os fará desviarem cada vez mais do caminho de Deus. Vocês estão apenas pegando palavras existentes de Deus e transformando-as em objetos de adoração, em ritual e regulamento. Isso é tudo! Na realidade, Deus simplesmente não tem lugar no coração de vocês e Deus nunca obteve o coração de vocês. Algumas pessoas acham que conhecer a Deus é muito difícil — isso é verdade. É difícil! Se é pedido que as pessoas cumpram seu dever e façam as coisas do lado de fora, se lhes é pedido que trabalhem duro, então, as pessoas acharão que acreditar em Deus é muito fácil; porque tudo isso cai dentro do escopo das habilidades do homem. Contudo, no momento em que o tópico muda para as áreas das intenções de Deus e atitude de Deus para com o homem, então, as coisas ficam muito mais difíceis no que diz respeito a todos. Isso se dá porque envolve o entendimento das pessoas sobre a verdade e a entrada delas na realidade; é claro que há um grau de dificuldade! Porém, depois de você passar pela primeira porta, depois de você começar a entrar nela, ela gradualmente fica cada vez mais fácil.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado