Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Categorias

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos Últimos Dias (Seleções)

Uma síntese da autoridade de Deus, do caráter justo de Deus e da santidade de Deus (Parte 1)

Quando terminam suas orações, o coração de vocês sente calma na presença de Deus? (Sim.) Se o coração de uma pessoa puder ser acalmado, ela será capaz de ouvir e entender a palavra de Deus e será capaz de ouvir e entender a verdade. Se o seu coração for incapaz de ser acalmado, se o seu coração estiver sempre à deriva ou sempre pensando em outras coisas, isso vai afetar a sua reunião para ouvir a palavra de Deus. Então, o que está no coração do que estamos debatendo neste momento? Vamos todos trazer à memória um pouco o ponto principal. Em relação a conhecer o Próprio Deus, o único, qual é a primeira parte que discutimos? (A autoridade de Deus.) Qual foi a segunda? (O caráter justo de Deus.) E a terceira? (A santidade de Deus.) Quantas vezes discutimos a autoridade de Deus? Isso deixou uma impressão em você? (Duas vezes.) E quanto ao caráter justo de Deus? (Uma vez.) O número de vezes que debatemos a santidade de Deus provavelmente deixou uma impressão em vocês, mas o conteúdo específico que discutimos a cada vez deixou uma impressão em vocês? Na primeira parte, “a autoridade de Deus”, o que deixou a impressão mais profunda em vocês, que parte teve o maior impacto para vocês? (Deus primeiro comunicou a autoridade e o poder da palavra de Deus; Deus é tão bom quanto a Sua palavra e Sua palavra se tornará verdade. Essa é a própria essência de Deus.) (A autoridade de Deus está em Sua criação dos céus e da terra e de tudo que há neles. Nenhum homem pode alterar a autoridade de Deus. Deus é o Governante de todas as coisas e controla todas as coisas.) (Deus utiliza o arco-íris e as alianças com o homem.) Esse é o conteúdo específico. Havia mais alguma coisa? (As ordens de Deus a Satanás para que ele possa tentar Jó, mas não possa tirar sua vida. A partir disso, vemos a autoridade da palavra de Deus.) Esse é um entendimento que vocês ganharam depois de ouvir a comunicação. Há alguma outra coisa a acrescentar? (Reconhecemos principalmente que a autoridade de Deus representa o status e a posição únicos de Deus, e nenhum dos seres criados ou não criados pode possuir Sua autoridade.) (Deus fala para fazer uma aliança com o homem e fala para pôr Suas bênçãos sobre o homem, esses são todos exemplos da autoridade da palavra de Deus.) (Vemos a autoridade de Deus na criação dos céus e da terra e de todas as coisas através de Sua palavra, e de Deus encarnado vemos que Sua palavra também carrega a autoridade de Deus, esses são ambos os símbolos da unicidade de Deus. Vemos, quando o Senhor Jesus ordenou a Lázaro para sair da tumba, que a vida e a morte estão sob o controle de Deus, as quais Satanás não tem poder para controlar, e que, se a obra de Deus é feita em carne ou em espírito, Sua autoridade é única.) Vocês têm alguma outra coisa a acrescentar? (Vemos que as seis junturas da vida são ditadas por Deus.) Muito bem! Quando conversamos sobre a autoridade de Deus, qual é o entendimento de vocês da palavra “autoridade”? No escopo da autoridade de Deus, no que Deus faz e revela, o que as pessoas veem? (Vemos a onipotência e a sabedoria de Deus.) (Vemos que a autoridade de Deus está sempre presente e que realmente existe de verdade.) (Vemos a autoridade de Deus em larga escala em Seu domínio sobre o universo e a vemos em pequena escala conforme Ele assume o controle da vida humana. Das seis junturas da vida, vemos que Deus de fato planeja e controla cada aspecto da nossa vida.) (Além disso, vemos que a autoridade de Deus representa o Próprio Deus, o único, e nenhum dos seres criados ou não criados podem possuí-la. A autoridade de Deus simboliza o Seu status.) “Os símbolos do status de Deus e da posição de Deus”, vocês parecem ter um entendimento doutrinal dessas palavras. Que pergunta acabei de fazer a vocês, podem repeti-la? (No que Deus faz e revela, o que vemos?) O que vocês veem? Será que só veem a autoridade de Deus? Vocês só sentiram a autoridade de Deus? (Vemos a realidade de Deus, a veracidade de Deus, a fidelidade de Deus.) (Vemos a sabedoria de Deus.) A fidelidade de Deus, a veracidade de Deus e alguém disse a sabedoria de Deus. O que mais há? (A onipotência de Deus.) (Ver a justiça e a bondade de Deus.) Não acertaram no ponto exato ainda, então pensem mais um pouco. (A autoridade e o poder de Deus são revelados e refletidos no fato de Deus assumir o controle, em Sua liderança e gestão da humanidade. Isso é muito real e verdadeiro. Ele está sempre fazendo Sua obra e nenhum dos seres criados ou não criados pode possuir essa autoridade e esse poder.) Vocês estão todos olhando suas anotações? Vocês têm mesmo algum conhecimento da autoridade de Deus? Algum de vocês compreendeu verdadeiramente a Sua autoridade? (Deus tomou conta de nós e nos protegeu desde que éramos jovens e nisso vemos a autoridade de Deus. Não estávamos cientes dos perigos que nos aconteciam, mas Deus sempre esteve nos protegendo nos bastidores; isso também é a autoridade de Deus.) Muito bom, bem falado.

Quando conversamos sobre a autoridade de Deus, onde está o foco, o ponto principal? Por que precisamos discutir esse conteúdo? Em primeiro lugar, o propósito de discutir esse conteúdo é para as pessoas confirmarem o status de Deus como o Criador e Sua posição dentre todas as coisas; isso é algo que elas podem entender, algo que podem ver e sentir. O que você vê e sente vem das ações de Deus, das palavras de Deus e do controle de Deus sobre o universo. Então, que entendimento verdadeiro as pessoas ganham a partir de tudo que veem, aprendem e conhecem através da autoridade de Deus? Essa é a primeira coisa, a qual já discutimos. Em segundo lugar, quando as pessoas veem tudo que Deus tem feito, dito e controlado através de Sua autoridade, isso lhes permite ver o poder e a sabedoria de Deus. Isso lhes permite ver o grande poder de Deus para controlar tudo e o quanto Ele é sábio ao fazer algo assim. Não são esses o foco e o ponto principal da autoridade única de Deus que discutimos antes? Nem se passou tanto tempo e mesmo assim alguns já se esqueceram disso, o que prova que vocês não compreenderam plenamente a autoridade de Deus; é possível até dizer que não viram a autoridade de Deus. Agora vocês entendem um pouco isso? Quando você vir a autoridade de Deus em ação, o que você vai sentir de verdade? Você sentiu verdadeiramente o poder de Deus? (Sentimos.) Quando lê as palavras de Deus sobre Sua criação do universo, você sente Seu poder, sente Sua onipotência. Quando vê o domínio de Deus sobre o destino dos homens, o que você sente? Sente Seu poder e Sua sabedoria? (Sentimos.) Se não possuísse esse poder, se não possuísse essa sabedoria, Deus estaria qualificado a ter domínio sobre o universo e a ter domínio sobre o destino dos homens? (Ele não estaria.) Se alguém não tiver capacidade para fazer a sua tarefa, se não possuir as qualidades necessárias e carecer das habilidades e dos conhecimentos adequados, esse alguém estaria qualificado para a tarefa? Não estaria qualificado, definitivamente; o potencial de uma pessoa para fazer coisas notáveis depende do quanto são grandes as suas habilidades. Deus possui tal poder assim como a sabedoria e, portanto, Ele tem a autoridade; isso é único. Você já conheceu alguma criatura ou pessoa no universo que possua o mesmo poder que Deus tem? Existe alguém ou alguma coisa com o poder de criar os céus e a terra e todas as coisas, bem como de controlar e ter domínio sobre eles? Existe alguém ou alguma coisa que possa governar e liderar toda a humanidade e ser tanto sempre presente e onipresente? (Não, não existe.) Agora vocês entendem o verdadeiro significado de tudo que está vinculado à autoridade única de Deus? Têm algum entendimento? (Sim, temos.) Por ora, revisamos os pontos que abrangem a autoridade única de Deus.

Qual é a segunda parte do que conversamos? (O caráter justo de Deus.) Não discutimos muitas coisas em relação ao caráter justo de Deus. Por quê? Há uma razão para isso: neste estágio a obra de Deus é antes de tudo julgamento e castigo. O caráter justo de Deus foi claramente revelado na Era do Reino, de modo bem específico. Ele disse as palavras que nunca disse desde o tempo da criação; e em Suas palavras todas as pessoas, todas que viram Sua palavra e todas que experimentaram Sua palavra, viram Seu caráter justo revelado. Então, qual é o ponto principal do que estamos discutindo sobre o caráter justo de Deus? Vocês desenvolveram uma compreensão profunda do que aprenderam? Ganharam entendimento a partir de alguma de suas experiências? (O incêndio de Sodoma por Deus se deu porque naquele tempo as pessoas tinham se tornado muito corrompidas e com isso atraíram a ira de Deus. É a partir disso que vemos o caráter justo de Deus.) Primeiro, vamos dar uma olhada: se Deus não tivesse destruído Sodoma, você seria capaz de conhecer Seu caráter justo? Você ainda seria capaz, certo? Você pode ver nas palavras que Ele expressou na Era do Reino e também por Seu julgamento, castigo e maldições levantados contra o homem. Vocês veem o caráter justo de Deus a partir de Sua indulgência para com Nínive? (Vemos.) Nessa era, vocês podem ver algo da misericórdia, do amor e da tolerância de Deus. Podem vê-lo quando os homens se arrependem e Deus muda de atitude para com eles. Usando esses dois exemplos como premissa para discutir o caráter justo de Deus, é muito fácil ver que Seu caráter justo foi revelado. Na realidade, porém, isso não se limita ao que está registrado nessas duas histórias bíblicas. Do que vocês agora aprenderam e viram através da palavra e da obra de Deus, da experiência atual de vocês em relação a elas, o que é o caráter justo de Deus? Discutam a partir das próprias experiências de vocês. (Nos ambientes que Deus criou para as pessoas, quando são capazes de buscar a verdade e agir segundo a vontade de Deus, elas veem Seu amor e Sua misericórdia. Deus as guia, as esclarece e lhes permite sentir a luz dentro delas. Quando as pessoas vão contra Deus e resistem a Ele e vão contra a Sua vontade, há escuridão dentro delas, como se Deus as tivesse abandonado. A partir disso experimentamos a santidade do caráter justo de Deus; Deus aparece no reino sagrado e está oculto em lugares imundos.) (Pelas nossas experiências, vemos o caráter justo de Deus na obra do Espírito Santo. Quando somos passivos ou até quando vamos contra e resistimos a Deus, o Espírito Santo está lá, oculto e sem ação. Às vezes oramos e não sentimos Deus ou até oramos e não sabemos o que dizer a Ele, mas, quando o estado de uma pessoa muda e ela se torna disposta a cooperar com Deus, a deixar de lado as próprias noções e imaginações e se esforça para melhorar, é aí que o rosto sorridente de Deus começa aos poucos a aparecer.) Vocês têm alguma outra coisa a acrescentar? (Deus está oculto quando o homem O trai e Ele ignora o homem.) (Eu vejo o caráter justo de Deus no modo como Ele trata as pessoas. Nossos irmãos e irmãs são diferentes em estatura e calibre, e o que Deus requer de cada um de nós também difere. Todos somos capazes de receber o esclarecimento de Deus em graus variados, e nisso vejo a justiça de Deus. Isso acontece porque o homem não pode tratar o homem da mesma maneira, só Deus pode fazer isso.) Vocês todos falaram de um conhecimento prático.

Vocês entendem o ponto principal de conhecer o caráter justo de Deus? Pode ser que vocês tenham muito a dizer sobre suas experiências a esse respeito, mas há alguns pontos principais sobre os quais Eu deveria lhes falar. Para entender o caráter justo de Deus, é preciso primeiro entender os sentimentos de Deus: o que Ele odeia, o que detesta, o que ama, quem Ele tolera, para com quem é misericordioso e que tipo de pessoa recebe essa misericórdia. Esse é um ponto importante de saber. Além do mais, deve-se entender que não importa o quanto Deus seja amoroso, não importa quanta misericórdia e amor Ele tenha pelas pessoas, Deus não tolera ninguém ofendendo Seu status e posição, nem tolera ninguém ofendendo Sua dignidade. Embora ame as pessoas, Deus não as mima. Ele oferece Seu amor, Sua misericórdia e tolerância às pessoas, mas nunca cedeu a elas; Ele tem Seus princípios e Seus limites. Independentemente da medida em que tenha sentido o amor de Deus em você, independentemente de quão profundo seja esse amor, você nunca deve tratar Deus como trataria outra pessoa. Embora seja verdade que Deus trata as pessoas como íntimas Dele, se alguém vê Deus como outra pessoa, como se Ele fosse simplesmente outro ser da criação, como um amigo ou um objeto de adoração, Deus esconderá Seu rosto dessa pessoa e a abandonará. Esse é o Seu caráter, e Ele não tolera que ninguém o trate com desatenção nesse caso. Por isso, muitas vezes se diz do caráter de Deus em Sua palavra: não importa quantas estradas você tenha percorrido, quanto trabalho tenha feito ou quanto tenha sofrido por Deus, assim que você ofender o caráter de Deus, Ele retribuirá a cada um de vocês com base no que fizeram. Vocês viram isso? (Sim, vimos.) O que isso significa é que Deus pode ver as pessoas como íntimas Dele, mas as pessoas não devem tratar Deus como um amigo ou um parente. Não considere Deus como seu parceiro. Não importa quanto amor tenha recebido Dele, não importa quanta tolerância Ele tenha lhe dado, você nunca deve tratar Deus simplesmente como um amigo. Esse é o caráter justo de Deus. Vocês entendem, certo? Preciso falar mais sobre isso? Vocês têm algum entendimento prévio sobre essa questão? De modo geral, esse é o erro mais comum que as pessoas cometem, não importa se entendem as doutrinas ou se não pensaram nisso antes. Quando as pessoas ofendem a Deus, pode não ser por causa de uma ocorrência ou de uma coisa que disseram, mas antes é devido a uma atitude que mantêm e a um estado em que estão. Isso é algo muito assustador. Algumas pessoas acreditam que têm um entendimento de Deus, que O conhecem, elas podem até fazer algumas coisas que agradariam a Deus. Elas começam a se sentir iguais a Deus e que, de modo inteligente, se tornaram amigas de Deus. Sentimentos como esses são terrivelmente errados. Se você não tem um entendimento profundo disso, se não entender claramente, então fica muito fácil ofender Deus e ofender Seu caráter justo. Agora vocês entendem isso, certo? (Sim.) O caráter justo de Deus não é único? É igual à personalidade da humanidade? É igual às qualidades pessoais de um homem? Nunca, certo? (Sim.) Então, você não deve esquecer que, não importa como Deus trate as pessoas, não importa como pense nas pessoas, a posição, a autoridade e o status de Deus nunca mudam. Para a humanidade, Deus é sempre o Senhor de tudo e o Criador. Vocês entendem, certo?

O que vocês aprenderam sobre a santidade de Deus? Além de estar em contraste com o mal de Satanás, qual foi o tema principal ao discutir a santidade de Deus? Não é o que Deus tem e é? É o que Deus tem e é único ao Próprio Deus? (Sim.) Nada da Sua criação tem isso. Então dizemos que a santidade de Deus é única. Isso é algo que vocês conseguem entender. Tivemos três encontros sobre a santidade de Deus. Vocês conseguem descrever com as próprias palavras, com o próprio entendimento, o que acreditam ser a santidade de Deus? (Na última vez que Deus Se comunicou conosco, nós nos curvamos diante Dele. Ouvimos sobre Sua atitude. Deus nos comunicou a verdade a respeito de prostrações e de se curvar para adorá-Lo. Vimos que não estava de acordo com a Sua vontade que nos curvássemos e O adorássemos quando tínhamos ficado aquém de Suas exigências, e a partir disso vimos a santidade de Deus.) Bem verdade. Há alguma outra coisa? (Na palavra de Deus para a humanidade, vemos que Ele fala de forma simples e clara, Ele vai direto ao ponto. Satanás fala em rodeios e é cheio de mentiras. A partir do que aconteceu da última vez em que nos prostramos diante de Deus, vimos que Suas palavras e Suas ações sempre têm princípios. Ele é sempre muito claro e conciso quando nos diz como devemos agir, ao que devemos obedecer e como devemos proceder. Mas as pessoas não são assim; depois que a humanidade foi corrompida por Satanás, as pessoas buscaram alcançar seus próprios objetivos pessoais e seus próprios desejos pessoais em suas ações e palavras. Da maneira que Deus cuida da humanidade, do cuidado e da proteção que Ele lhe oferece, vemos que tudo que Deus faz é positivo e muito claro. É desse modo que vemos a revelação da essência da santidade de Deus.) Bem colocado! Alguém mais pode acrescentar algo a isso? (Vemos a santidade de Deus quando Ele revela o mal de Satanás. Quando Deus revela a essência de Satanás, nós nos tornamos mais conscientes de seu mal e vemos a fonte do sofrimento da humanidade. No passado, éramos alheios ao sofrimento sob o império de Satanás. Só quando Deus o tornou conhecido é que vimos que todo sofrimento que decorre da busca de fama e fortuna é todo criado por Satanás. Só através disso é que sentimos que a santidade de Deus é a verdadeira salvação da humanidade. Além do mais, Deus prepara as condições para recebermos a salvação; embora possa não nos ter feito nascer em uma família muito rica, Ele cuida para que nasçamos em uma família adequada e em um ambiente adequado. Mais ainda, Ele não nos deixa sofrer o dano e a opressão de Satanás, de modo que podemos ter condições, ter pensamentos normais e raciocínio normal para aceitar a salvação de Deus nos últimos dias. Em tudo isso também vemos a precisão dos planos de Deus, Seus arranjos e como Ele os coloca em ação. Somos capazes de ver melhor a obra detalhada de Deus em nos salvar da influência de Satanás e vemos a santidade de Deus e Seu amor pela humanidade.) Há alguma outra coisa a acrescentar a isso? (A humanidade corrompida carece do verdadeiro conhecimento de Deus ou do amor a Deus. Por não entendermos a substância da santidade de Deus, nossa inclinação diante Dele em adoração é adulterada, tem um propósito ulterior e é deliberada, o que torna Deus infeliz. Vemos que Deus é muito diferente de Satanás; Satanás quer que as pessoas o adorem e bajulem, que se curvem e o adorem. Satanás carece de princípios. A partir disso também aprecio a santidade de Deus.) Muito bem! Pelo que nós comunicamos sobre a santidade de Deus, vocês viram a perfeição de Deus? (Nós a vemos.) O que mais vocês veem? Veem como Deus é a fonte de todas as coisas positivas? São capazes de ver como Deus é a personificação da verdade e da justiça? Veem como Deus é a fonte de amor? Veem como tudo que Deus faz, tudo que emana e tudo que revela é perfeito? (Vemos.) Esses vários exemplos são todos os pontos principais sobre a santidade de Deus dos quais falo. Hoje, essas palavras podem parecer mera doutrina para vocês, mas um dia, quando você experimentar e testemunhar o Próprio Deus verdadeiro a partir de Sua palavra e de Sua obra, você dirá do fundo do coração que Deus é santo, que Deus é diferente da humanidade e que Seu coração, Seu caráter e Sua essência são todos santos. Essa santidade permite ao homem ver a Sua perfeição, bem como permite ao homem ver que a essência da santidade de Deus é imaculada. A essência de Sua santidade determina que Ele é o Próprio Deus único, e isso mostra ao homem e prova que Ele é o Próprio Deus único. Não é esse o ponto principal? (É.)

Hoje fizemos uma síntese de várias partes do conteúdo de encontros anteriores. Vamos encerrar nossa síntese aqui. Espero que todos vocês levem a sério os pontos principais de cada item e tema. Não pensem neles apenas como doutrinas; leiam-nos de verdade, do começo ao fim, e tentem compreendê-los quando tiverem tempo. Lembrem-se deles em seu coração e os coloquem em prática, e você vai aprender verdadeiramente tudo que Eu disse sobre a verdadeira revelação do caráter de Deus e o que Ele tem e é. No entanto, você nunca os entenderá se só os anotar e não os examinar ou se não refletir sobre eles. Agora você entende, certo? Após ter comunicado esses três itens, as pessoas terão ganhado um entendimento geral – ou mesmo específico – do status de Deus, de Sua essência e Seu caráter. Mas terão um entendimento completo de Deus? (Não.) Agora, no seu próprio entendimento de Deus, existem outras áreas em que vocês sentem necessidade de um entendimento mais profundo? Quer dizer, depois que você ganhou um entendimento da autoridade de Deus, de Seu caráter justo e Sua santidade, talvez você tenha estabelecido em sua própria mente um reconhecimento de Seu status e posição únicos, mas você deve, através de sua experiência, chegar a conhecer e apreciar Suas ações, Seu poder e Sua essência antes de poder ganhar um entendimento mais profundo. Vocês agora ouviram essas comunicações para que possam colocar em seu coração este artigo de fé: Deus existe de verdade e é fato que Ele comanda todas as coisas. Nenhum homem deve ofender Seu caráter justo, e Sua santidade é uma certeza que homem nenhum pode questionar. Esses são fatos. Essas comunicações permitem que o status e a posição de Deus tenham uma fundação no coração das pessoas. Uma vez que essa fundação tenha sido estabelecida, as pessoas devem tentar entender mais.

0Busca por x resultados