Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Categorias

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos Últimos Dias (Seleções)

A santidade de Deus II (Parte 1)

Hoje, irmãos e irmãs, vamos cantar um hino. Encontrem um de que vocês gostam e que cantaram regularmente antes. (Nós gostaríamos de cantar um hino da palavra de Deus: “Amor puro sem mácula”.)

1. “Amor” se refere a uma emoção que é pura e sem mácula, em que você usa seu coração para amar, para sentir e para ser atencioso. No amor, não há condições, não há barreiras e não há distância. No amor, não há suspeita, não há engano e não há esperteza. No amor não há distância e nada há de impuro. Se você amar, você não enganará, não se queixará, não trairá, não se rebelará, não exigirá nem procurará ganhar algo nem ganhar certa quantia.

2. “Amor” se refere a uma emoção que é pura e sem mácula, em que você usa seu coração para amar, para sentir e para ser atencioso. No amor, não há condições, não há barreiras e não há distância. No amor, não há suspeita, não há engano e não há esperteza. No amor não há distância e nada há de impuro. Se você amar, você se sacrificará e suportará a dificuldade alegremente e você se tornará compatível com Deus. Você renunciará a tudo que tem por Deus: sua família, seu futuro, sua juventude e seu casamento. De outro modo, seu amor não seria amor nenhum, mas, ao contrário, engano e traição!

Essa canção foi uma boa escolha. Vocês gostam de cantar essa canção? (Sim.) O que vocês sentem depois de cantar essa canção? Vocês são capazes de sentir esse tipo de amor dentro de si mesmos? (Ainda não.) Quais são as palavras dessa canção que mais profundamente comovem você? (“No amor, não há condições, não há barreiras e não há distância. No amor, não há suspeita, não há engano e não há esperteza. No amor não há distância e nada há de impuro.” Porém, dentro de mim mesmo ainda vejo muitas impurezas e também vejo onde tento negociar com Deus, áreas em que sou insuficiente, de modo que, quando penso em mim hoje, realmente ainda não alcancei um tipo de amor que é puro e sem mácula.) Se você ainda não alcançou um tipo de amor que é puro e sem mácula, que tipo de amor você tem? Que nível de amor você tem dentro de si? (Estou meramente no estágio em que estou disposto a buscar e estou ansiando.) Baseado em sua própria estatura e usando as palavras de suas próprias experiências, que nível você atingiu? Você tem engano, você tem queixas? Você tem demandas dentro do seu coração, há coisas que você quer e deseja de Deus? (Sim, há essas coisas adulteradas.) Em que circunstâncias elas aparecem? (Quando a situação que Deus arranjou para mim não condiz com minhas ideias a respeito do que ela deveria ser ou quando meus desejos não foram atendidos, aí eu mostro esse tipo de caráter corrupto.) Vocês cantam essa canção com frequência? Vocês podem discutir como entendem “amor puro sem mácula”? E por que Deus define amor desse modo? (Eu realmente gosto dessa canção porque realmente posso ver que esse amor é um amor completo. No entanto, sinto-me bem distante desse padrão. Agora estou meramente no estágio em que sacrifico certas coisas e suporto algum gasto na busca pela verdade, mas assim que alguma coisa impacta meu próprio futuro e destino, sinto um conflito interior. Vejo que tenho pouca confiança em Deus.) (Agora sinto que ainda estou bem distante de alcançar o amor verdadeiro. Há algumas coisas em que fui capaz de fazer progressos na direção dele, uma das maneiras pelas quais eu faço isso é através da força que as palavras de Deus me dão e uma outra maneira é que nessas situações eu coopero com Deus por meio da oração. No entanto, quando isso envolve meus modos de ver a existência, às vezes não consigo superá-los.) Você alguma vez pensou sobre as coisas que podem estar bloqueando você naquelas vezes em que você não consegue superá-las? Você tem sido introspectivo nessas questões? (Sim, eu tenho sido introspectivo e, na maioria dos casos, é meu orgulho e minha vaidade, bem como expectativas quanto ao meu futuro e destino que são uma grande obstrução.) Quando seu futuro e destino se tornam um grande obstáculo para você, você alguma vez pensou sobre por que isso é assim? O que você quer do seu futuro e destino? (Não tenho total clareza sobre essa questão, às vezes encontro alguns ambientes em que sinto não ter futuro nem destino ou, às vezes, eu até sinto que não tenho uma destinação quando sou exposto por Deus. Nessas horas, eu me sinto muito fraco e percebo que isso se tornou o meu grande obstáculo. Depois de um período de experiência e mediante oração, esse meu estado pode chegar a um ponto de virada, mas com frequência eu ainda me sinto perturbado por essa questão.) Ao que você verdadeiramente está se referindo quando diz “futuro e destino”? Há alguma coisa para a qual você pode apontar? É um quadro ou alguma coisa que você imaginou ou alguma coisa que você pode ver realmente? É uma coisa real? No coração de cada um de vocês deveriam pensar nisto: a que se refere a preocupação que vocês têm em seu coração a respeito do seu futuro e do seu destino? (É ser salvo e sobreviver, e a esperança de gradualmente me tornar apto para ser usado por Deus e cumprir meu dever até atingir o padrão por meio do processo de cumprir meu dever. No entanto, com frequência sou exposto por Deus nessas áreas e sinto que fico aquém do esperado, como se eu não tivesse futuro.) Outros irmãos e irmãs deveriam discutir. Como vocês entendem “amor puro sem mácula”? (Não há nada impuro a partir do indivíduo e ele não é controlado pelo seu futuro e destino. Independentemente de como Deus o trata, ele é capaz de obedecer plenamente à obra de Deus, bem como de obedecer às orquestrações de Deus e de segui-Lo até o fim. Somente esse tipo de amor por Deus é amor puro sem mácula. Só quando comparo a mim mesmo com isso, descubro que, nos poucos anos em que tenho crido em Deus, posso ter superficialmente sacrificado certas coisas ou suportado algum gasto, mas não fui capaz de entregar verdadeiramente meu coração a Deus. Quando Deus me revela, sinto como se tivesse sido caracterizado como alguém que não pode ser salvo e permaneço nesse estado negativo. Eu me vejo cumprindo meu dever, mas, ao mesmo tempo, tentando fazer acordos com Deus e incapaz de amar a Deus de todo o meu coração, e vejo que sempre tenho em mente minha destinação, meu futuro e meu destino.)

Parece que vocês têm cantado com frequência essa canção e têm algum entendimento dela e parece que há algumas conexões com suas experiências reais. No entanto, quase todos têm níveis diferentes de aceitação de cada uma das frases da canção “Amor puro sem mácula”. Algumas pessoas estão dispostas, algumas pessoas estão procurando pôr de lado seu futuro, algumas pessoas estão procurando pôr de lado sua família, algumas pessoas estão procurando não receber coisa alguma. Outros ainda estão exigindo de si mesmos não ter engano, não fazer queixas e não se rebelar contra Deus. Por que Deus sugeriria esse tipo de amor e exigiria que as pessoas O amem desse modo? Esse é um tipo de amor que as pessoas podem conseguir? Quer dizer, as pessoas são capazes de amar desse modo? As pessoas podem ver que não conseguem, porque de modo nenhum possuem esse tipo de amor. Quando elas não o possuem e fundamentalmente nada sabem sobre o amor, Deus fala essas palavras que não são familiares para elas. Por viverem neste mundo, por viverem em seu caráter corrupto, se as pessoas tivessem esse tipo de amor ou se fosse possível possuir esse tipo de amor, não tendo exigências nem demandas, estando dispostas a devotar-se e suportar sofrimento e renunciar a tudo que possuem, como alguém que possui esse tipo de amor seria visto pelos olhos de outras pessoas? Ela não seria uma pessoa perfeita? (Sim.) Uma pessoa perfeita como essa existe neste mundo? Ela não existe, não é? Esse tipo de pessoa absolutamente não existe neste mundo, a não ser que vivesse em um vácuo, certo? Por essa razão, algumas pessoas – por meio de suas experiências – despendem um grande esforço para ser como essas palavras descreveram. Elas lidam consigo mesmas, refreiam a si mesmas e até constantemente abandonam a si mesmas: elas suportam sofrimento e abandonam concepções errôneas que haviam mantido. Elas abandonam as maneiras como foram rebeldes a Deus, renunciam aos seus desejos e anseios. Porém, no final elas ainda não conseguem cumprir aquelas exigências. Por que isso acontece? Deus diz essas coisas para prover um padrão para as pessoas seguirem, de modo que as pessoas conheçam o padrão demandado por Deus para elas. Porém, Deus alguma vez disse que as pessoas devem alcançá-lo imediatamente? Deus alguma vez disse em quanto tempo as pessoas têm que alcançá-lo? (Não.) Deus alguma vez disse que as pessoas devem amá-Lo desse modo? Essa passagem diz isso? Não, ela não diz. Deus está meramente falando às pessoas sobre o amor a que Ele estava Se referindo. No que se refere às pessoas serem capazes de amar a Deus desse modo e tratar Deus desse modo, quais são as exigências de Deus? Não é necessário alcançá-las instantaneamente nem de imediato porque as pessoas não conseguem fazer isso. Vocês alguma vez pensaram sobre que tipo de condições as pessoas precisam preencher para amar desse modo? Se lerem com frequência essas palavras, as pessoas terão gradualmente esse amor? (Não.) Então, quais são as condições? Primeiro, como as pessoas poderão ficar livres de suspeitas a respeito de Deus? (Somente pessoas honestas poderão conseguir isso.) E quanto a estar livre de engano? (Elas também têm de ser pessoas honestas.) Ser alguém que não quer fazer acordos com Deus? Essa também tem de ser uma pessoa honesta. Quanto a não ter esperteza? A que se refere dizer que não há escolha no amor? Tudo isso se refere a ser uma pessoa honesta? Há muitos detalhes incluídos nisso; a capacidade de Deus de suscitar esse tipo de amor ou a capacidade de Deus de definir esse tipo de amor, para dizê-lo dessa maneira, confirma o quê? Podemos dizer que Deus possui essa espécie de amor? (Sim.) Onde vocês veem isso? (No amor que Deus tem pelo homem.) O amor de Deus pelo homem é condicional? (Não.) Há barreiras ou distância entre Deus e homem? (Não.) Deus tem suspeitas em relação ao homem? (Não.) Deus observa o homem e verdadeiramente entende o homem. Deus é enganador com o homem? (Não.) Já que Deus fala de modo tão perfeito desse amor, Seu coração ou Sua substância são assim perfeitos? (Sim.) As pessoas alguma vez definiram o amor desse modo? Em que circunstâncias o homem definiu o amor? Como o homem fala de amor? Não é dando ou oferecendo? (Sim.) Essa definição de amor é simplista e carece de substância.

A definição de Deus para o amor e o modo como Deus fala de amor estão conectados com um aspecto de Sua substância, mas que aspecto de Sua substância? Na última vez, nós comunicamos sobre um assunto muito importante; é um assunto que as pessoas discutiram com frequência e levantaram anteriormente, sendo uma palavra que muitas vezes emerge no curso de crer em Deus, mas é uma palavra que parece tão familiar quanto estranha às pessoas, mas por que isso é assim? É uma palavra que vem das línguas do homem e, entre os homens, sua definição é tão distinta quanto vaga. Que palavra é essa? (Santidade.) Santidade: esse foi o tópico da última vez que comunicamos. Nós comunicamos um pouco a respeito desse tópico, mas nossa comunicação foi incompleta. Baseados na parte sobre a qual comunicamos na última vez, todos conseguiram ter um novo entendimento da substância da santidade de Deus? (Sim.) Qual vocês acham que foi o novo entendimento? Isto é, o que naquele entendimento ou naquelas palavras fez vocês sentirem que seu entendimento da santidade de Deus era diferente ou diverso daquele que Eu comuniquei sobre a santidade de Deus? Ele deixou alguma impressão? (Deus diz o que sente em Seu coração; ele é puro. Esse é um aspecto da santidade.) Isso é uma parte, mas há alguma outra coisa a acrescentar? (Há santidade quando Deus está irado com o homem, ela é sem mácula.) (Vejo na autoridade de Deus Sua perfeição, Sua fidelidade, Sua sabedoria e Seu domínio sobre todas as coisas. Eu entendo essas coisas.) “Domínio sobre todas as coisas” diz respeito à autoridade de Deus; agora estamos falando sobre a santidade de Deus. (Quanto à santidade de Deus, eu entendo que há a ira e a misericórdia de Deus em Seu caráter justo, o que deixou uma forte impressão em mim. O caráter justo de Deus é único, sobre o qual, no passado, eu não tinha talentendimento nem para o qual uma definição assim. Porém, na Sua comunicação discutiste que a ira de Deus é diferente da raiva do homem. É algo que nenhuma criação possui. A ira de Deus é uma coisa positiva e tem princípios; ela é enviada devido à substância inerente de Deus. É porque Ele vê algo negativo e assim Deus libera a Sua ira. A misericórdia de Deus também é algo que nenhuma criação possui. Embora o homem tenha feitos bons ou ações justas que são considerados similares à misericórdia, eles são impuros e há um motivo por trás deles. Alguns tipos da assim chamada misericórdia são até falsos e vazios. Porém, eu tenho visto a salvação de Deus quando Ele mostra misericórdia a pessoas e essa misericórdia põe o homem diretamente na senda para ser salvo. Ela põe pessoas no trilho certo de crer em Deus, de modo que elas recebem sua bela destinação. Assim, a misericórdia de Deus é possuída em Sua substância. Mesmo se Deus destruísse uma cidade devido a Sua ira, por ter uma substância misericordiosa, Ele poderia, em qualquer tempo ou lugar, mostrar misericórdia para salvar e proteger as pessoas daquela cidade. Este é o meu entendimento.) Você tem algum entendimento do caráter justo de Deus.

Hoje o nosso tópico é a santidade de Deus. As pessoas com frequência conectam o caráter justo de Deus com a Sua santidade e todas elas já ouviram e conhecem algo a respeito do Seu caráter justo. Ademais, muitas pessoas frequentemente falam da santidade de Deus com o caráter justo de Deus, dizendo que o caráter justo de Deus é santo. Todos estão familiarizados com a palavra “santo” e é uma palavra comumente usada, mas com referência às conotações dessa palavra, quais são as expressões de santidade de Deus que as pessoas são capazes de ver? O que as pessoas conseguem reconhecer daquilo que Deus revelou? Temo que isso seja algo que ninguém saiba. Nós dizemos que o caráter de Deus é justo, mas, então, se você toma o caráter justo de Deus e diz que ele é santo, isso parece um tanto vago, um tanto confuso; por que isso? Vocês dizem que o caráter de Deus é justo ou dizem que Seu caráter justo é santo, então, em seu coração, como vocês caracterizam a santidade de Deus, como vocês a entendem? Quer dizer, o que Deus revelou ou, sobre tudo que Deus tem e é, o que as pessoas reconheceriam como santo? Vocês já pensaram nisso antes? O que Eu vi é que as pessoas com frequência dizem palavras comumente usadas ou têm frases que foram ditas repetidas vezes, no entanto, elas nem sabem o que estão dizendo. Isso é apenas a maneira como todos falam e dizem isso habitualmente, de modo que se torna uma frase feita. No entanto, se elas fossem investigar e realmente estudar os detalhes, elas descobririam que não sabem qual é o sentido real nem a que se refere. Exatamente como é com a palavra “santo”, ninguém sabe exatamente a que aspecto da substância de Deus se está referindo em relação a Sua santidade da qual as pessoas falam. Quanto a reconciliar a palavra “santo” com Deus, ninguém sabe e o coração das pessoas está confuso e elas são generalizadas a respeito de como reconhecem que Deus é santo. Porém, como Deus é santo? Alguém sabe? Ninguém tem muita clareza sobre essa questão. Hoje, nós comunicaremos sobre o tópico de reconciliar a palavra “santo” com Deus, de modo que as pessoas possam ver o conteúdo real da substância da santidade de Deus e isso impedirá algumas pessoas de usar habitualmente a palavra sem cuidado e de dizer coisas aleatoriamente quando não sabem o que elas significam, ou mesmo se estiverem corretas e acuradas ou não. As pessoas sempre a falaram desse modo; você a falou, Eu a falei e se tornou uma maneira de falar e, ao fazer isso, as pessoas inadvertidamente mancharam a palavra “santo”.

Quanto à palavra “santo”, na superfície, ela parece ser muito fácil de entender, certo? No mínimo, as pessoas creem que a palavra “santo” significa limpo, sem mancha, sagrado e puro ou há algumas pessoas que associam “santo” com o “amor” no hino “Amor puro sem mácula” que cantamos há pouco, o que é correto; essa é uma parte, o amor de Deus é parte de Sua substância, mas não é a totalidade dela. No entanto, no modo de ver das pessoas, elas olham para a palavra e tendem a associá-la com coisas que elas próprias veem como puras e limpas ou com coisas que elas pessoalmente pensam ser sem mancha ou imaculadas. Por exemplo, algumas pessoas dizem que a flor de lótus é limpa; como as pessoas chegam a definir a flor de lótus desse modo? (A flor de lótus cresce na lama, mas floresce imaculada.) Ela floresce imaculada da água suja, de modo que as pessoas começaram a aplicar a palavra “santo” à flor de lótus. Algumas pessoas pensavam nas histórias de amor feitas por outros como santas ou pensavam em alguns dignos protagonistas fictícios como santos. Ademais, alguns consideraram pessoas da Bíblia, ou outras a respeito de quem se escreveu em livros espirituais – tais como santos, apóstolos ou outros que outrora seguiram a Deus enquanto Ele fazia Sua obra –, como pessoas que tiveram experiências espirituais que foram santas. Todas essas coisas foram concebidas por pessoas e são concepções mantidas por pessoas. Por que as pessoas mantêm tais concepções? Há uma razão e ela é muito simples: é porque as pessoas vivem em meio a um caráter corrupto e habitam um mundo de maldade e imundície. Tudo que elas veem, tudo que tocam, tudo que experimentam é a maldade de Satanás e a corrupção de Satanás, bem como as maquinações, conflito interno e guerra que ocorrem em meio às pessoas sob a influência de Satanás. Por essa razão, mesmo quando Deus realiza Sua obra em pessoas e mesmo quando Ele fala a elas e revela Seu caráter e Sua substância, elas não são capazes de ver nem de conhecer o que são a santidade e a substância de Deus. As pessoas com frequência dizem que Deus é santo, mas não têm nenhum entendimento verdadeiro; elas apenas estão dizendo palavras vazias. Por viverem em meio à imundície e corrupção e estarem sob o império de Satanás, as pessoas não veem a luz, nada conhecem de matérias positivas e, ademais, não conhecem a verdade. Por essa razão, ninguém conhece verdadeiramente o que é santo. Tendo dito isso, há alguma coisa santa ou pessoa santa em meio a esta humanidade corrupta? (Não.) Com certeza, podemos dizer que não, não há, porque somente a substância de Deus é santa.

0Busca por x resultados