Capítulo 109

Todos os dias, estou fazendo declarações, falando e revelando Meus grandes sinais e maravilhas. Todas essas coisas constituem as obras do Meu Espírito. Aos olhos das pessoas Eu sou apenas um humano, mas é precisamente nesse humano que Eu revelo o Meu todo, como também Meu grande poder.

Porque as pessoas ignoram o humano que Eu sou e não veem as Minhas ações, elas supõem que se trata de coisas feitas por um humano. Por que, então, você não pausa para se perguntar se um humano seria capaz de realizar o que Eu faço? As pessoas não Me conhecem a esse ponto; elas não entendem Minhas palavras nem compreendem Meus feitos. Humanos corruptos e malignos! Quando engolirei você? Quando sepultarei você no lago de fogo e enxofre? Tantas vezes Eu fui expulso do seu grupo, tantas vezes as pessoas Me insultaram, ridicularizaram e difamaram, e tantas vezes as pessoas Me julgaram e desafiaram abertamente. Humanos cegos! Vocês não sabem que são simplesmente um punhado de lama em Minha palma? Vocês não sabem que são nada além objetos da Minha criação? Minha ira está sendo liberada agora, e ninguém pode se defender dela. As pessoas só podem implorar repetidamente por misericórdia. No entanto, como a Minha obra tem progredido a esse ponto, ninguém pode mudá-la. Aqueles que foram criados devem retornar à lama. Não é que Eu seja injusto, mas são vocês que são excessivamente corruptos e violentos, e é porque vocês foram capturados por Satanás e se tornaram sua ferramenta. Eu sou o Próprio Deus santo; Eu não posso ser manchado, nem posso possuir um templo impuro. De agora em diante, Minha fúria devoradora (mais severa que a ira) começará a ser derramada sobre todas as nações e povos e começará a castigar toda a escória que provém de Mim, mas que não Me conhece. Eu odeio os humanos ao extremo e não terei mais misericórdia; ao contrário, derramarei todas as Minhas maldições. Não haverá absolutamente mais nenhuma compaixão nem amor, tudo será incinerado no vazio, e somente o Meu reino permanecerá, para que o Meu povo Me louve em Minha casa, Me dê glória e Me anime para sempre (essa é a função do Meu povo). Minha mão começará a castigar oficialmente aqueles dentro e fora da Minha casa. Nenhum malfeitor será capaz de escapar do Meu controle e julgamento; todos devem sofrer esse suplício e Me adorar. Essa é a Minha majestade e, além disso, é um decreto administrativo que Eu proclamo aos malfeitores. Ninguém pode salvar mais ninguém. As pessoas só podem cuidar de si mesmas, mas, não importando o que façam, elas não serão capazes de escapar da Minha mão de castigo. Nisso se revela a razão pela qual foi dito que Meus decretos administrativos são severos; isso é um fato que todas as pessoas podem ver com os próprios olhos.

Quando Eu começar a ficar com raiva, todos os demônios, grandes e pequenos, fugirão em caos, com muito medo de que Minha mão os mate — mas nenhum poderá escapar da Minha mão. Eu seguro todos os aparelhos de punição em Minha mão; Minha mão controla tudo, tudo está ao Meu alcance, e ninguém poderá se libertar. Essa é a Minha sabedoria. Quando cheguei ao reino humano, Eu já tinha completado todo tipo de obra preparatória, estabelecendo os fundamentos para começar Minha obra entre os humanos (isso é porque Eu sou o Deus sábio, e Eu lido adequadamente com o que deveria ser feito e o que não deveria ser feito). Depois que tudo foi arranjado corretamente, Eu Me tornei carne e vim ao reino humano. No entanto, ninguém Me reconheceu. Com exceção daqueles que Eu iluminei, todos os filhos da rebelião Me desafiam, Me humilham e Me desprezam. No final, porém, Eu os tornarei bem-comportados e submissos. Embora aos humanos possa parecer que Eu não estou fazendo muito, Minha grande obra já foi concluída. (Todas as pessoas obedecem completamente ao humano que Eu sou, tanto na palavra quanto no coração; isso é um sinal.) Hoje Eu Me levanto e castigo todos os tipos de espíritos malignos que Me desafiam. Independentemente de quanto tempo eles Me seguiram, eles devem sair do Meu lado. Eu não quero ninguém que seja contra Mim (eles são aqueles que não têm entendimento espiritual, aqueles que foram temporariamente possuídos por espíritos malignos e aqueles que não Me conhecem). Eu não quero nenhum deles! Todos serão removidos e se tornarão filhos da perdição! Depois de prestarem serviço a Mim hoje, todos eles devem ir embora! Não vadiem em Minha casa; deixem de se aproveitar constante e descaradamente. Aqueles que pertencem a Satanás são todos filhos do diabo e perecerão para sempre. Todos os que Me desafiam sairão em silêncio do Meu lado, para que o ritmo da Minha obra se torne mais desimpedido, sem interrupções adicionais. Todas as coisas serão feitas ao Meu comando, sem quaisquer obstáculos nem obstruções. Todos cairão diante do Meu olhar e serão destruídos na Minha incineração. Isso mostra a Minha onipotência e a Minha perfeita sabedoria (o que Eu fiz em Meus filhos primogênitos). Isso acrescentará maior glória ao Meu nome e acrescentará maior glória a Mim. Pelo que Eu faço e pelo Meu tom de voz, todos vocês podem ver que Eu completei toda a Minha obra em Minha casa e que comecei a Me voltar para as nações gentias. Eu estou começando Minha obra lá e executando a próxima etapa da Minha obra.

A maioria das Minhas palavras não corresponde às noções de vocês — mas não vão embora, Meus filhos. O fato de não corresponderem a noções humanas não significa que não sejam as Minhas declarações. É precisamente isso que prova que Eu realmente as professei. Se Minhas palavras estivessem alinhadas a noções humanas, isso seria a obra de espíritos malignos. Assim, você deve colocar mais esforço em Minhas palavras, fazer o que Eu faço e amar o que Eu amo. Esta era final é também a era em que todos os desastres surgem novamente e, além disso, é a era em que Eu estou revelando todos os Meus caracteres. Quando todas as Minhas trombetas sagradas começarem a soprar, as pessoas ficarão verdadeiramente com medo, e, naquele momento, ninguém ousará fazer o mal, mas, em vez disso, se prostrarão diante de Mim, apreciando a Minha sabedoria e Minha onipotência. Afinal, Eu sou o Próprio Deus sábio! Quem pode Me refutar? E quem ousa se levantar contra Mim? Quem ousa não admitir a Minha sabedoria? Quem ousa não conhecer a Minha onipotência? Quando Meu Espírito está fazendo uma grande obra em todos os lugares, todos conhecem a Minha onipotência, mas Meu objetivo ainda não foi alcançado. Como resultado da Minha ira, quero que as pessoas vejam a Minha onipotência, a Minha sabedoria e a glória da Minha pessoa. (Todas elas estão manifestas nos filhos primogênitos, isso é absolutamente verdadeiro. Com exceção deles, ninguém pode ser uma parte da Minha pessoa; isso foi ordenado por Mim). Em Minha casa, há infinitos mistérios que as pessoas não conseguem entender. Quando falo, as pessoas dizem que Eu sou impiedoso demais. Dizem que muitas pessoas já Me amam até certo ponto. Por que, então, Eu ressalto que aquelas são descendentes do grande dragão vermelho? Além disso, por que Eu as abandonarei uma por uma? Não é melhor ter mais pessoas em Minha casa? Mesmo assim, Eu continuo a agir desse modo. Não pode haver nem um a mais nem um a menos do que o número que Eu predeterminei. (Esse é o Meu decreto administrativo. Não só não pode ser mudado por nenhum humano, mas nem Eu Mesmo posso mudá-lo, porque não posso ceder a Satanás. Isso basta para tornar evidente a Minha sabedoria e a Minha majestade. Eu sou o Próprio Deus único. Os humanos se curvam diante de Mim; Eu não cedo aos humanos). Esse é exatamente o ponto que mais humilha Satanás. Os humanos que Eu escolhi são todas humildes, submissos, obedientes e honestos e podem Me servir com humildade e na obscuridade. (Satanás queria usar esse fato para Me humilhar, mas Eu contive Satanás.) Nessas pessoas, Meu caráter pode ser visto. Quando Eu retornar após ser vitorioso na batalha, Eu ungirei Meus filhos primogênitos para serem reis em Meu reino e somente então começarei a descansar, porque eles reinarão como reis ao Meu lado. Meus filhos primogênitos Me representam e Me expressam. No seu humilde e obscuro serviço, eles se submetem a Mim; em sua honestidade, eles executam Minhas palavras; em sua honestidade, eles dizem o que Eu digo; e em sua humildade, eles dão glória ao Meu nome (sem insolência nem selvageria, mas com majestade e ira). Meus filhos primogênitos! É hora de julgar o mundo-universo! Eu lhes concedo bênção, Eu lhes dou autoridade, e Eu os recompenso com uma porção de bênçãos! Tudo já está realizado, e tudo é controlado e arranjado por vocês, pois Eu sou seu Pai, Eu sou sua torre fortificada, Eu sou seu abrigo, Eu sou seu retaguarda. Além disso, Eu sou seu Todo-Poderoso e sou seu tudo! Tudo está em Minhas mãos e tudo está nas mãos de vocês também. Isso inclui não só hoje, mas também ontem e mesmo amanhã! Isso não merece ser celebrado? Isso não merece vivas da parte de vocês? Todos vocês, aceitem de Mim a porção que merecem! Eu dou a vocês Meu tudo, sem guardar nem um pouquinho para Mim mesmo, porque toda Minha propriedade é de vocês e Minhas riquezas estão sobre vocês. Essa é a razão pela qual Eu disse “muito bom” depois de criar vocês.

Vocês sabem quem dirige o que vocês fazem, pensam e dizem hoje? Qual é o propósito por trás de suas ações? Eu lhes pergunto: como vocês participam das bodas do Cordeiro? É hoje? Ou será no futuro? O que são as bodas do Cordeiro? Vocês não sabem, não é? Bem, então Eu as explicarei para vocês: quando vim ao reino humano, Eu tinha arranjado todos os tipos de pessoas, assuntos e coisas para servir ao humano que Eu sou hoje. Agora que tudo está completo, Eu descarto os servidores. O que isso tem a ver com as bodas? Quando essas pessoas prestam serviço a Mim — isto é, quando sou transformado em Cordeiro — sinto o gosto das bodas. Em outras palavras, toda a dor que Eu sofri, todas as coisas que Eu fiz, tudo o que Eu disse, todos que Eu encontrei e tudo o que Eu fiz em Minha vida constituíram o banquete nupcial. Depois que o humano que Eu sou foi ungido, vocês começaram a Me seguir (e nesse tempo Eu Me tornei o Cordeiro); assim, sob a Minha liderança, vocês experimentaram todo tipo de dor e desastre, sendo abandonados e vilipendiados pelo mundo, sendo abandonados pela família e viveram sob as Minhas bênçãos. Todas essas coisas são partes das bodas do Cordeiro. Eu uso “o banquete nupcial” porque tudo que levo vocês a fazer é para o propósito de ganhá-los. No entanto, tudo isso é parte do banquete. No futuro — ou, pode-se dizer, hoje —, tudo que vocês usufruem, tudo que ganham e todo poder real que compartilham Comigo são parte do banquete. Meu amor vai para todos que Me amam. Os que Eu amo permanecerão para sempre, nunca serão eliminados e estarão eternamente dentro do Meu amor. Isso é para sempre!

Anterior: Capítulo 108

Próximo: Capítulo 110

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro