Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 28

O estado das pessoas é que quanto menos elas entendem as palavras de Deus, mais céticas elas são sobre os meios atuais pelos quais Deus trabalha. Mas isto não tem efeito sobre a obra de Deus; quando Suas palavras chegarem a um certo ponto, os corações das pessoas voltar-se-ão naturalmente. Todos na vida se apegam às palavras de Deus e também começam a ansiar por Suas palavras – e por causa da exposição contínua de Deus, eles começam a desprezar a si mesmos. Mesmo assim, Deus também declarou muitas palavras como as seguintes: “Quando os homens compreenderem completamente todas as Minhas palavras, a sua estatura será proporcional aos Meus desejos e suas súplicas serão frutíferas e não vãs ou fúteis; abençoo as súplicas da humanidade que são sinceras e não fingidas.” Na verdade, as pessoas não conseguem compreender completamente as palavras de Deus, elas conseguem apenas atingir a superfície. Deus usa essas palavras meramente para dar-lhes um objetivo a buscar, para fazê-las sentir que Deus não faz as coisas levianamente, mas é sério sobre Sua obra e só então elas terão fé para prosseguir. E porque todas as pessoas só suplicam por seu próprio bem, não pela vontade de Deus, mas Deus não vacila, Suas palavras sempre foram dirigidas à natureza do homem. Embora a maioria das pessoas hoje suplique, elas não são sinceras – é tudo fingimento. O estado de todas as pessoas é que elas “consideram Minha boca uma cornucópia. Todos desejam adquirir algo de Minha boca. Sejam segredos de estado, ou mistérios do céu, ou a dinâmica do mundo espiritual ou o destino da humanidade”. Por causa de sua curiosidade, as pessoas estão todas dispostas a procurar estas coisas e não querem obter nada relacionado à provisão de vida que provém das palavras de Deus. Assim, Deus diz: “Muita coisa ainda falta para os homens: Eles precisam não apenas de ‘suplementos nutricionais’, mas precisam ainda mais de ‘apoio mental’ e de ‘suprimento espiritual’”. As concepções das pessoas levaram-nas à negatividade de hoje e isso acontece porque seus olhos físicos são tão “feudais” que o que elas fazem e dizem é sem vigor, e elas são perfuntórias e descuidadas em todas as coisas. Não são estas as condições das pessoas? Elas não deveriam apressar-se e corrigir isso, em vez de continuar como estão? Que benefício os homens têm por saber o futuro? Por que as pessoas reagem depois de ler algumas das palavras de Deus, mas o restante de Suas palavras não tem nenhum efeito? Quando Deus diz, por exemplo, “Eu forneço a cura para a doença dos homens para que melhores efeitos sejam alcançados, para que a plena saúde seja restaurada, e para que, graças a Minha cura, eles retornem à normalidade”, por que estas palavras não causam efeito nas pessoas? Tudo que é feito por Deus não é o que deveria ser alcançado pelos homens? Deus tem uma obra a fazer – por que as pessoas não têm um caminho a trilhar? Nisto, os homens não se afastam de Deus? Há na verdade muitas coisas que as pessoas devem fazer – por exemplo, o quanto elas sabem sobre o “grande dragão vermelho” na frase “Vocês realmente odeiam o grande dragão vermelho”? As palavras de Deus “Por que perguntei tantas vezes a vocês?” mostram que as pessoas ainda não conhecem a natureza do grande dragão vermelho, que elas continuam incapazes de aprofundar-se mais. Não é esta a obra que os homens devem realizar? Como pode-se dizer que os homens não têm obra? Se fosse esse o caso, qual seria o significado da encarnação de Deus? Seria Deus descuidado e perfuntório, simplesmente cumprindo formalidades? O grande dragão vermelho pode ser derrotado assim?

Deus diz, “Eu já comecei, e darei início à primeira etapa da Minha obra de castigo no lugar da morada do grande dragão vermelho”. Estas palavras são dirigidas para a obra na divindade; as pessoas de hoje já entraram no castigo antecipadamente, e assim, Deus diz que esta é a primeira etapa de Sua obra. Ele não está fazendo as pessoas suportarem o castigo das catástrofes, mas o das palavras. Porque, quando o tom das palavras de Deus muda, as pessoas se tornam totalmente ignorantes, depois disso todas entram no castigo. E depois de terem sofrido castigo, acontece como Deus diz[a] “Portanto, vocês cumprirão formalmente seu dever e Me louvarão formalmente por todas as terras, para todo o sempre!” Esta é uma etapa da obra de Deus – é o plano Dele. Além disso, esse povo de Deus pessoalmente contemplará os métodos pelos quais o grande dragão vermelho é castigado, assim a catástrofe começará oficialmente em seu mundo exterior. Este é um dos meios pelo qual Deus salva as pessoas: Internamente, elas são castigadas e, externamente a catástrofe acontece – ou seja, as palavras de Deus são cumpridas. Assim, as pessoas preferem se submeter ao castigo do que à catástrofe, e é por isso que elas permanecem. Por um lado, este é o ponto a que a obra de Deus chegou; por outro lado, isso acontece para que todas as pessoas conheçam o caráter de Deus. Portanto, Deus diz, “A época em que Meu povo Me desfrutará será quando o grande dragão vermelho for castigado. Fazer com que o povo do grande dragão vermelho levante-se e se revolte contra isso é o Meu plano e o método pelo qual Eu aperfeiçoo Meu povo; é uma ótima oportunidade para todo Meu povo crescer na vida.” Por que é que Deus fala essas palavras, no entanto, elas não chamam a atenção das pessoas?

Os países estão em grande caos porque a vara de Deus começou a desempenhar seu papel na terra. A obra de Deus pode ser vista no estado da terra. Quando Deus diz “as águas rugirão, as montanhas serão derrubadas, os grandes rios se desintegrarão”, essa é a obra inicial da vara na terra, cujo resultado é que “Todas as famílias da terra serão dilaceradas; filhos e mães não mais se encontrarão, nunca mais haverá o encontro de pais e filhas. Tudo o que costumava haver na terra será esmagado por Mim.” Este será o estado geral das famílias na terra. Naturalmente, não poderia ser o estado de todas elas, mas será o estado da maioria. Por outro lado, isso se refere às circunstâncias experimentadas pelo povo desta corrente no futuro. Isso prediz que, uma vez que tiverem sofrido o castigo das palavras e os incrédulos tiverem sido submetidos à catástrofe, já não haverá mais relacionamentos familiares entre as pessoas na terra; todos serão o povo de Sinim, e todos serão fieis no Reino de Deus. Assim, serão passados os dias da reunião entre maridos e mulheres, filhos e mães não mais se encontrarão, nunca mais haverá o encontro de pais e filhas. E então, as famílias das pessoas na terra serão dilaceradas, despedaçadas e esta será a obra final que Deus fará nos homens. E porque Deus espalhará esta obra por todo o universo, Ele aproveita a oportunidade para esclarecer a palavra “emoção” para as pessoas, permitindo-lhes assim ver que a vontade de Deus é separar as famílias de todas as pessoas e mostrando que Ele usa o castigo para resolver todos os conflitos familiares entre a humanidade. Se não, não haveria meio de concluir a parte final da obra de Deus na terra. A parte final das palavras de Deus revela a maior fraqueza da humanidade – toda ela vive em emoção – e assim Deus não evita nenhum ser humano e expõe os segredos escondidos no coração de toda a humanidade. Por que é tão difícil para as pessoas separarem-se das emoções? Elas são mais elevadas que os padrões da consciência? A consciência consegue fazer a vontade de Deus? A emoção pode ajudar as pessoas na adversidade? Aos olhos de Deus, a emoção é Sua inimiga – isto não está claro nas palavras de Deus?

Nota de Rodapé:

a. O texto original omite “é como Deus diz”.

Anterior:Capítulo 27

Próximo:Capítulo 29

Coisas que talvez lhe interessem