Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 35

Hoje em dia, todos os humanos, em graus diferentes, entraram em um estado de castigo. Exatamente como Deus disse: “Eu avanço lado a lado com os humanos”. Isso é absolutamente verdadeiro, mas as pessoas ainda são incapazes de entender inteiramente esse ponto. Como resultado disso, parte do trabalho que elas fizeram foi desnecessária. Deus disse: “Eu as apoio e as supro de acordo com sua estatura. Porque os humanos são os protagonistas de todo o Meu plano de gerenciamento, Eu dedico mais orientação àqueles nesse papel de ‘humanidade’, de modo que eles possam desempenhá-lo de todo o coração e com o melhor de sua habilidade”, bem como, “No entanto, Eu Me recuso a criticar sua consciência diretamente; antes, Eu continuo a conduzi-las paciente e sistematicamente. Afinal, os humanos são fracos e incapazes de realizar qualquer trabalho”. O pensamento de Deus é este: mesmo que Ele termine exterminando todos esses humanos, Sua obra na terra continuará de acordo com Seu plano original. Deus não está fazendo uma obra inútil; tudo que Ele faz é bom. Como diz Pedro: “Mesmo se Deus estivesse tratando os humanos como se eles fossem brinquedos, como poderiam os humanos se queixar? Que direito teriam?” Não é isso o que Deus desejou alcançar com a humanidade hoje?[a] Os humanos realmente podem ter essa visão? Por que o Pedro de dois mil anos atrás foi capaz de dizer tal coisa, enquanto os “Pedros” em uma era de alta tecnologia e modernizada como a de hoje não são? Não sou capaz de dizer ao certo se a história está progredindo ou retrocedendo. Se a ciência deu um passo para frente ou para trás ainda é uma questão que ninguém pode responder. Tudo que Deus fez na humanidade foi para torná-la positiva e permitir que crescesse na vida. As pessoas não conseguem compreender isso? Tudo que faz você ser negativo é um ponto fraco seu; é um ponto vital de vulnerabilidade, exposto aos ataques de Satanás. Você entende isso? Por que Deus falou desse modo? “Eu estou implorando a eles com toda a seriedade e sinceridade. Eles são realmente incapazes de fazer o que Eu peço?” O que significam essas palavras? Por que Deus fez essa pergunta? Ela mostra que há aspectos negativos em demasia na humanidade e apenas um tipo de fator negativo é suficiente para fazer com que os humanos tropecem. Você pode igualmente dar uma olhada e ver o que resultará de você continuar em seus caminhos negativos. Tudo o que Deus faz visa aperfeiçoar a humanidade. Isso requer mais alguma explicação? Acho que não! Pode-se afirmar que os humanos têm sido possuídos por Satanás, mas seria bem melhor dizer que os humanos têm sido possuídos pela negatividade. Esse é um modo pelo qual os humanos se expressam; é um apêndice da sua carne. Por essa razão, todos eles inconscientemente caíram na negatividade e, ao lado dela, no castigo. Isso é uma armadilha preparada para a humanidade por Deus e é quando os humanos acham as coisas extremamente perturbadoras. Por habitarem na negatividade, as pessoas dificilmente escaparão do castigo. Não é exatamente assim que as coisas são nestes dias? Porém, como podem os humanos ignorar as palavras de Deus: “Hoje em dia, Satanás está violento ao extremo. Por que Eu não aproveito essa oportunidade para mostrar o foco da Minha obra a fim de revelar Meu poder?” Assim que digo algo para lembrar as pessoas das igrejas, elas imediatamente incorrem no castigo. Isso é assim porque, decorridos dois meses da obra de Deus, as pessoas ainda não passaram por nenhuma transformação interior significativa. Elas simplesmente analisam as palavras de Deus com sua própria mente. No entanto, o fato real é que seus estados não mudaram em nada; elas ainda são negativas. Sendo esse o caso, quando Deus menciona que os tempos do castigo são iminentes, as pessoas imediatamente ficam aflitas, pensando:[b] “Eu não sei se sou ou não sou predestinado por Deus e também não sei se consigo aguentar firme esse castigo. É ainda mais difícil saber que métodos Deus usará para castigar as pessoas”. Todos os humanos ficam aterrorizados com o castigo, mas são incapazes de mudar. Eles apenas sofrem em silêncio, mas também ficam com medo de que não serão capazes de aguentar firmes. Nessa ausência de castigo e tortura de palavras, todos os humanos deslizaram inconscientemente para dentro do castigo. Por conseguinte, eles estão todos nervosos e alterados. Isso é chamado de “colher o que eles semearam”, porque os humanos não entendem nada da obra de Deus. De fato, Deus não tem a propensão de desperdiçar mais palavras com essas pessoas; parece que Deus adotou uma maneira de lidar com eles que é diferente do verdadeiro castigo. É como quando uma pessoa pega um pintinho e o levanta para ver se é galinha ou galo; isso pode não parecer grande coisa, mas o pequeno pintinho ficará tão assustado que se debaterá para livrar-se, como se estivesse com medo de que o humano vá matá-lo e comer sua carne, porque o pintinho não tem conhecimento de si mesmo. Como poderia alguém matar e comer um pintinho que pesa apenas poucas gramas? Isso não seria absurdo? É exatamente como Deus disse: “Então, por que as pessoas constantemente Me evitam? É porque Eu as trataria como pintinhos que serão mortos assim que forem pegos?” Por essa razão, todo sofrimento humano é devoção “abnegada” e pode-se dizer que é um preço inútil a ser pago. É por não conhecer a si mesmas que elas sentem medo; como resultado disso, elas não podem lançar ao vento toda a precaução. Essa é a fraqueza da humanidade. Será que as seguintes palavras ditas por Deus: “No final, deixe que os humanos conheçam a si mesmos. Essa é minha meta final” estão desatualizadas? Quem realmente conhece a si mesmo? Se alguém não conhece a si mesmo, o que lhe dá o direito de ser castigado? Tome-se os cordeirinhos como exemplo. Como podem ser abatidos se não cresceram até ser ovelhas? Como pode uma árvore que não trouxe fruto ser apreciada pelos humanos? Todo mundo dá demasiada importância à “vacinação”. Por conseguinte, todas as pessoas estão fazendo a obra de jejuar e depois estão famintas. Esse é um exemplo de colher o que elas plantaram; elas estão sendo autodestrutivas. Não é que Deus seja brutal ou desumano. Se um dia os humanos de repente conhecerem a si mesmos e tremerem de medo diante de Deus, então Deus começará a castigá-los. Só desse modo os humanos abraçarão as dificuldades com submissão e disposição. Mas e quanto a hoje? Todas as pessoas recebem castigo contra sua vontade, como crianças forçadas a cozinhar uma refeição. Como pessoas assim poderiam não se sentir desconfortáveis? Cada qual pensa: “Pois bem! Enquanto eu estiver sendo castigado, posso igualmente baixar minha cabeça e me declarar culpado! Que posso fazer? Mesmo que eu esteja chorando, ainda tenho de satisfazer Deus; então, que posso fazer? Quem me disse para caminhar direto para essa senda? Muito bem! Eu apenas me considerarei um azarado!” Não é assim que as pessoas pensam?

Como Deus disse: “Cada qual está bem-comportado e não há ninguém que ouse resistir. Todos estão sob a Minha orientação, cumprindo as tarefas que lhes designei”. Evidentemente não há um só humano que de bom grado receba castigo e, além do mais, isso vem de Deus, porque todos os humanos querem viver no lazer em vez de no tumulto e no caos. Deus diz: “Quem é destemido diante da morte? As pessoas estão mesmo dispostas a se sacrificar?” Isso está absolutamente correto; cada qual têm medo de morrer, a não ser, é claro, que esteja sendo consumido por raiva ou desespero. Essa é a substância humana e é a parte mais difícil de contornar. Hoje, Deus veio precisamente para resolver essa dificuldade. Todos os humanos são impotentes, de modo que Deus fez um tremendo esforço para vir para o meio deles e construir um hospital especializado em curá-los desse tipo de doença. As pessoas não conseguem desenredar a si próprias dessa enfermidade envolvente, razão pela qual todas elas estão tão ansiosas que desenvolvem inflamação bucal e seu ventre se expande. Como o passar do tempo o volume de gás contido nelas cresce, resultando em um aumento de pressão. Por fim, seu estômago se rompe e todas elas morrem. Por essa razão, naquele ponto, Deus tratou essa grave doença humana, porque todos morreram. Isso não é curar a condição humana? Deus deliberadamente veio para fazer essa obra. Porque as pessoas estão com muito medo da morte, o Próprio Deus veio ter parte no mesmo trabalho dos humanos; por terem eles tão pouca coragem, Ele começou dando-lhes uma demonstração para assistirem. Somente depois de ver esse precedente é que alguém fica disposto a obedecer. Por essa razão, Deus disse: “Porque ninguém pôde realizar Minha obra, Eu pus o pé pessoalmente no campo de batalha para travar uma luta de vida e morte contra Satanás”. Essa é uma batalha decisiva, de modo que ou o peixe morre ou a rede se rompe.[c] Isso é certo. Porque o espírito triunfará no final, a carne deve ser marcada para morrer. Você entende as implicações disso? No entanto, não seja sensível demais. Talvez essa sentença seja simples, talvez ela seja complexa. Independentemente disso, os humanos ainda não conseguem apreendê-la. Isso é uma certeza. Os humanos podem, do meio do seu sofrimento, aceitar o refinamento da palavra de Deus; pode-se, então, dizer que essa é sua boa sorte. Contudo, pode-se dizer também que isso é azar deles. Eu ainda gostaria de lembrar a cada um, no entanto, que a intenção de Deus é correta, afinal – diferentemente das intenções dos humanos, que são sempre de fazer planos e arranjos para si mesmos. Você deve ter clareza a respeito disso, e não afundar-se em uma contemplação sem fim. Não é essa precisamente uma fraqueza dos humanos? Todos eles são assim; em vez da amar a Deus até certo ponto, eles amam a si mesmos até certo ponto. Por ser um Deus que tem zelo pelos humanos, Ele sempre faz exigências a eles. Quanto mais as pessoas amam a si mesmas, tanto mais Deus pede que elas O amem e tanto mais rigorosas se tornam Suas exigências a elas. É como se Deus estivesse provocando intencionalmente as pessoas. Se as pessoas verdadeiramente O amam, parece que Ele não se importa com isso. Por causa disso, todas as pessoas estão coçando suas cabeças e puxando suas orelhas enquanto caem em contemplação. Esse é um relato do caráter de Deus, apenas uma breve menção de uma ou duas coisas. Essa é a vontade de Deus. É o que Deus pede que as pessoas conheçam; é imperativo. É uma nova tarefa que requer que vocês sejam capazes de trabalhar duro, avançar e fazer algum novo progresso. Vocês entendem isso? Vocês necessitam que Eu diga mais coisas sobre esse assunto?

Quanto às eras pregressas, Deus disse: “nem uma única pessoa jamais foi escolhida por Mim; todas foram rejeitadas pelo Meu silêncio. Isso aconteceu porque aquelas pessoas no passado não me serviram com devoção resoluta; por isso, Eu tampouco as amei com exclusividade. Elas aceitaram os ‘presentes’ de Satanás e depois se viraram e os ofereceram a Mim; isso que fizeram não foi difamatório contra Mim?” Como podem ser explicadas essas palavras? É como Deus disse: “Todos os dons se originam de Satanás”. Gerações passadas de apóstolos e profetas confiaram inteiramente nos seus dons enquanto faziam seu trabalho e no decurso das eras, Deus usou seus dons para conduzir Sua obra. É por isso que se diz que o serviço de todas as pessoas com dons provém de Satanás. No entanto, como diz Deus,[d] “Eu uso a astúcia de Satanás como Meu contraste” graças à Sua sabedoria. Por conseguinte, Deus denominou o serviço das pessoas com dons de presentes vindos de Satanás. Porque eles pertencem a Satanás, Deus os chama de difamatórios. Isso não é uma acusação infundada contra os humanos; é uma explicação bem fundada e apropriada. Por essa razão, Ele disse: “Eu não revelei Meu desgosto; antes, tentei transformar o esquema deles em algo que Eu pudesse usar, adicionando esses ‘presentes’ aos materiais usados no Meu gerenciamento. Mais tarde, depois de serem processados à máquina, Eu queimaria todo o lixo resultante”. É isso que é tão maravilhoso na obra de Deus. Esse ponto está menos alinhado com as noções humanas, porque ninguém pensaria que aqueles que governam como reis não são pessoas com dons, que elas são as pessoas sem dons que Deus ama. Como se pode ver, todas as ideias ou esperanças de Witness Lee e Watchman Nee se converteram em cinzas – e pessoas portadoras de dons não são exceção no presente dia. Agora Deus começou esta obra e Ele gradualmente está retomando toda a obra do Espírito Santo nos humanos que servem de contraste para a Sua obra. Quando a obra de Deus estiver completamente finalizada, todas essas pessoas retornarão ao seu lugar original. No entanto, exorto os humanos a não agirem imprudentemente como resultado do que Eu disse. Você deveria acompanhar o fluxo, seguindo os passos da obra de Deus de modo a evitar interrompê-la. Você entende esse ponto? Porque essa é a etapa e esse é o método da obra de Deus. Quando Deus “processar” esses “presentes” em “produtos acabados”, todas as Suas intenções se tornarão óbvias e os presentes que prestam serviço para Ele serão todos eliminados; no entanto, Deus terá os produtos acabados para desfrutar. Você entende isso? O que Deus quer são produtos acabados, não presentes ricos oferecidos por humanos. Somente quando cada qual tiver ocupado um assento de acordo com o número de seu bilhete, significando que, quando Deus tiver retornado à Sua posição original e o diabo também tiver ocupado o seu assento, bem como os anjos, sem exceção – só então aparecerá um sorriso de satisfação na face de Deus, porque Suas intenções terão sido satisfeitas, Seu objetivo alcançado. Deus não mais buscará a “assistência” do “diabo”, porque as intenções de Deus terão sido abertamente reveladas aos humanos e nunca mais se fará com que os humanos as transmitam. Nesse tempo, seu corpo carnal se tornará um só com seu espírito. É isso que Deus revela aos humanos; é a destinação final do espírito, da alma e do corpo. É a sumarização da ideia original de “humanidade”. Não é necessário pesquisar isso em detalhes; basta conhecer uma ou duas coisas sobre isso. Você entende?

Notas de rodapé:

a. No texto original se lê “Não é isso que Deus alcança com a humanidade hoje?”

b. O texto original omite “pensando”.

c. Ou o peixe morre ou a rede se rompe: um dito chinês significando “batalha de vida e morte”.

d. O texto original omite “como diz Deus”.

Anterior:Capítulo 33

Próximo:Capítulo 36