Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Palavras clássicas de Deus Todo-Poderoso, o Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

VI Palavras clássicas sobre o caráter de Deus e o que Ele tem e é

1. A alegria de Deus se deve à existência e emergência de justiça e luz, por causa da destruição das trevas e do mal. Ele Se deleita em trazer a luz e uma boa vida para a humanidade; Sua alegria é uma alegria justa, um símbolo da existência de tudo que é positivo e, ainda mais, um símbolo de auspício. A ira de Deus é devida aos danos que a existência e a interferência da injustiça trazem à Sua humanidade, por causa da existência do mal e das trevas, por causa da existência de coisas que expulsam a verdade e, ainda mais, por causa da existência de coisas que se opõem ao que é bom e belo. Sua ira é um símbolo de que todas as coisas negativas não existem mais e, ainda mais do que isso, é um símbolo de Sua santidade. Sua tristeza é devida à humanidade, por quem Ele tem esperanças, mas que caiu nas trevas, porque a obra que Ele faz no homem não corresponde às Suas expectativas e porque a humanidade que Ele ama não pode, toda ela, viver na luz. Ele sente tristeza pela humanidade inocente, pelo homem honesto, mas ignorante, e pelo homem que é bom, mas que é deficiente nas próprias visões. Sua tristeza é um símbolo de Sua bondade e de Sua misericórdia, um símbolo de beleza e amabilidade. Sua felicidade, é claro, vem da derrota de Seus inimigos e de ganhar a boa-fé do homem. Mais do que isso, ela surge da expulsão e destruição de todas as forças inimigas e porque a humanidade recebe uma vida boa e pacífica. A felicidade de Deus é diferente da alegria do homem; é, antes, o sentimento de colher bons frutos, um sentimento ainda maior que a alegria. Sua felicidade é um símbolo da libertação da humanidade do sofrimento a partir deste momento e um símbolo da humanidade entrando num mundo de luz. As emoções da humanidade, por sua vez, surgem todas em prol dos próprios interesses, não por causa de justiça, luz ou daquilo que é belo e muito menos por causa da graça concedida pelo Céu. As emoções da humanidade são egoístas e pertencem ao mundo das trevas. Elas não existem para o bem da vontade, muito menos para o plano de Deus, e assim homem e Deus jamais podem ser mencionados ao mesmo tempo. Deus é eternamente supremo e sempre honrável, enquanto o homem é eternamente baixo, eternamente desprezível. Isso porque Deus está eternamente fazendo sacrifícios e Se dedicando à humanidade; o homem, porém, para sempre toma e esforça-se apenas para si mesmo. Deus está eternamente fazendo esforços para a sobrevivência da humanidade, mas o homem jamais contribui com algo para o bem da luz ou para a justiça. Mesmo que o homem faça um esforço por um tempo, ele é tão fraco que não consegue resistir a um único golpe, pois o esforço do homem é sempre para o próprio bem e não pelos outros. O homem é sempre egoísta, enquanto Deus é eternamente altruísta. Deus é a fonte de tudo que é justo, bom e belo, enquanto o homem é aquele que sucede a todo mal e fealdade e os torna manifestos. Deus jamais alterará Sua substância de justiça e beleza, mas o homem é perfeitamente capaz de, a qualquer momento e em qualquer situação, trair a justiça e afastar-se para longe de Deus.

de ‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

2. O Deus Todo-Poderoso se manifesta em um corpo espiritual, sem a mínima porção de carne ou sangue conectando da cabeça aos pés. Ele transcende o mundo-universo, sentado no trono glorioso no terceiro céu, gerenciando todas as coisas! Todas as coisas no universo estão em Minhas mãos. Se Eu falar, assim será. Se eu ordenar, assim será. Satanás está abaixo dos Meus pés, no poço sem fundo! Quando Minha voz for emitida, o céu e a terra passarão e serão reduzidos a nada! Todas as coisas serão renovadas e essa é uma verdade inalterável que é verdadeira demais. Eu venci o mundo, venci todos os malvados. Estou sentado aqui falando com vocês; todos os que têm ouvidos devem ouvir e todos os que vivem devem aceitar.

de ‘Capítulo 15’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

3. Deus Todo-Poderoso é onipotente, o Deus verdadeiro e completo que tudo alcança! Ele não apenas leva as sete estrelas, porta os sete Espíritos, tem sete olhos, abre os sete selos e o pergaminho, como também, mais do que isso, Ele gerencia as sete pragas e as sete taças e descarrega os sete trovões; há muito tempo, Ele fez soar as sete trombetas! Todas as coisas criadas e completadas por Ele devem louvá-Lo, glorificá-Lo e exaltar Seu trono. Oh, Deus Todo-Poderoso! Tu és tudo, Tu realizaste tudo e Contigo tudo fica completo, tudo claro, tudo emancipado, tudo livre, tudo forte e poderoso! Nada está oculto ou escondido; Contigo todos os mistérios são revelados. Além disso, Tu julgas as multidões de Teus inimigos, Tu mostras Tua majestade; mostras Teu fogo consumidor, mostras Tua ira e mais ainda mostras Tua glória duradoura, inteiramente infinita e sem precedentes!

de ‘Capítulo 34’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

4. Sião! Alegre-se! Sião! Cante alto! Eu retornei triunfante, Eu retornei vitorioso! Todos os povos! Apressem-se a perfilar-se em ordem! Todas as coisas! Vocês devem parar completamente, porque a Minha pessoa enfrenta o universo inteiro e Minha pessoa aparece no Oriente do mundo! Quem ousa não se ajoelhar em adoração? Quem ousa não falar do Deus verdadeiro? Quem ousa não levantar o olhar com reverência? Quem ousa não dar louvor? Quem ousa não fazer aclamações? Meu povo ouvirá Minha voz, Meus filhos sobreviverão dentro do Meu reino! Montanhas, rios e todas as coisas darão vivas sem parar e saltarão sem cessar. Nesse momento, ninguém ousará ficar para trás, ninguém ousará levantar resistência. Esse é o Meu feito maravilhoso e ademais é Meu grande poder! Eu farei com que todas as coisas Me reverenciem em seu coração e terei ainda mais todas as coisas Me louvando. Esse é o objetivo último do Meu plano de gerenciamento de seis mil anos e Eu ordenei isso. Nem uma pessoa sequer, nem um objeto sequer, nem uma matéria sequer ousará se levantar para resistir a Mim nem ousará se levantar para se opor a Mim. Todo o Meu povo afluirá à Minha montanha (isso indica o mundo que criarei mais tarde) e se submeterá diante de Mim porque Eu tenho majestade e juízo e Eu porto autoridade. (Isso se refere a quando Eu estou no corpo. Eu também tenho autoridade na carne, mas porque as limitações de tempo e espaço não podem ser superadas na carne, não se pode dizer que Eu obtive a glória completa. Embora Eu obtenha os filhos primogênitos na carne, ainda não se pode dizer que Eu obtive a glória. Somente quando Eu retornar a Sião e mudar a Minha aparência se poderá dizer que Eu porto autoridade, isto é, que Eu obtive a glória.) Nada será difícil para Mim. Tudo será destruído pelas palavras da Minha boca e é por causa das palavras da Minha boca que elas virão à existência e serão completadas, tal é Meu grande poder e tal é Minha autoridade. Porque Eu estou cheio de poder e repleto de autoridade, não há pessoa que possa ousar Me obstruir. Eu já triunfei sobre todas as coisas e derrotei todos os filhos da rebelião.

de ‘Capítulo 120’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

5. Dei a Minha glória a Israel e então a retirei; depois levei os israelitas para o Oriente e toda a humanidade para o Oriente. Trouxe-os todos para a luz para que possam se reunir a ela e estar associados a ela, e não mais precisar procurá-la. Farei com que todos os que estão buscando vejam a luz novamente e vejam a glória que tive em Israel; deixarei que vejam que há muito tempo desci sobre uma nuvem branca em meio à humanidade; deixarei que vejam as inúmeras nuvens brancas e os frutos em seus abundantes cachos e, sobretudo, que vejam Deus Jeová de Israel. Eu os deixarei contemplar o Mestre dos Judeus, o tão esperado Messias e a Minha plena aparição que fui perseguido pelos reis ao longo das eras. Trabalharei por todo o universo e realizarei uma grande obra, revelando toda a Minha glória e todas os Meus feitos ao homem nos últimos dias. Mostrarei Meu glorioso semblante em sua plenitude àqueles que esperaram muitos anos por Mim, àqueles que desejaram que Eu viesse numa nuvem branca, a Israel que desejou que Eu aparecesse uma vez mais, e a toda a humanidade que Me persegue, para que todos saibam que há muito tempo retirei a Minha glória e a trouxe para o Oriente, de modo que ela não está mais na Judeia. Pois os últimos dias já chegaram!

de ‘O ressoar dos sete trovões: profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo’ em “A Palavra manifesta em carne”

6. Estou fazendo a Minha obra por todo o universo e, no Oriente, trovões estrondosos soam incessantemente, sacudindo todas as nações e denominações. É a Minha voz que trouxe todos os homens para o presente. Farei com que todos os homens sejam conquistados pela Minha voz, caiam nessa corrente, e submetam-se diante de Mim, pois há muito tempo recuperei a Minha glória de toda a terra e a emanei novamente no Oriente. Quem não deseja ver a Minha glória? Quem não espera ansiosamente pelo Meu retorno? Quem não tem sede do Meu reaparecimento? Quem não tem saudades da Minha beleza? Quem não viria para a luz? Quem não veria a riqueza de Canaã? Quem não anseia pelo retorno do Redentor? Quem não adora o Grande Todo-Poderoso? A Minha voz se espalhará pela terra; desejo, diante do Meu povo escolhido, falar mais palavras para eles. Como os poderosos trovões que abalam montanhas e rios, Eu falo Minhas palavras para todo o universo e para a humanidade. Portanto, as palavras na Minha boca se tornaram o tesouro do homem, e todos os homens apreciam as Minhas palavras. O raio ilumina do Oriente até o Ocidente. Minhas palavras são tais que o homem reluta em abrir mão delas e, ao mesmo tempo, as considera insondáveis, mas se regozija com elas ainda mais. Como um recém-nascido, todos os homens estão contentes e alegres, celebrando a Minha vinda. Por intermédio da Minha voz, trarei todos os homens diante de Mim. Daí em diante, Eu entrarei formalmente na raça dos homens para que venham Me adorar. Com a glória que Eu irradio e com as palavras da Minha boca, farei com que todos os homens venham diante de Mim e vejam que o relâmpago ilumina desde o Oriente e que desci também no Monte das Oliveiras, no Oriente. Eles verão que já há muito tempo estou na terra, não mais como o Filho dos judeus, mas como o Relâmpago do Oriente. Pois há muito que ressuscitei e saí do meio da humanidade, e reapareci com glória entre os homens. Eu sou Aquele que foi adorado por incontáveis eras antes de agora, e também sou o bebê abandonado pelos israelitas, incontáveis eras antes de agora. Além disso, Eu sou o todo-glorioso Deus Todo-Poderoso da era presente! Que todos cheguem diante do Meu trono e vejam Meu semblante glorioso, ouçam a Minha voz e contemplem as Minhas obras. Essa é a totalidade da Minha vontade; é o fim e o clímax do Meu plano, assim como o propósito do Meu gerenciamento. Que toda nação Me adore, que toda língua Me reconheça, que todo homem tenha fé em Mim, que todos os povos se sujeitem a Mim!

de ‘O ressoar dos sete trovões: profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo’ em “A Palavra manifesta em carne”

7. Conforme a Minha voz aumenta em intensidade, Eu estou também observando o estado do universo. Através das Minhas palavras, as miríades de coisas criadas são todas renovadas. O Céu muda e a terra também muda. A humanidade fica exposta em sua forma original e, lentamente, cada um de acordo com sua espécie, os homens encontram, de modo inconsciente, seu caminho de volta ao seio de sua família. Nisso, ficarei muito satisfeito. Estou livre de interrupções, e Minha grande obra se torna completa, todas de modo inconsciente, as miríades de coisas criadas são transformadas, tudo sem saber. Quando criei o mundo, Eu modelei cada coisa de acordo com sua espécie, fazendo com que tudo que tivesse uma forma visível se reunisse com sua espécie. À medida que o fim do Meu plano de gerenciamento se aproxima, restaurarei o antigo estado da criação, restaurarei tudo ao modo como era originalmente, mudando profundamente todas as coisas, de forma que tudo vai retornar ao seio do Meu plano. A hora chegou! A última etapa do Meu plano está prestes a ser cumprida. Ah, velho mundo impuro! Você certamente cairá sob as Minhas palavras! Você certamente será reduzido a nada pelo Meu plano! Ah, miríades de coisas criadas! Vocês todas ganharão vida nova em Minhas palavras, vocês agora têm um Senhor Soberano! Ah, novo mundo puro e imaculado. Você certamente reviverá em Minha glória! Ah, Monte Sião! Não se cale mais. Eu voltei em triunfo! Do centro da criação, Eu escrutino toda a terra. Na terra, a humanidade começou uma vida nova, ganhou esperança nova. Ah, Meu povo! Como vocês podem não voltar à vida na Minha luz? Como vocês podem não pular de alegria sob a Minha direção? As terras estão gritando de júbilo, as águas rugem de com um riso feliz! Ah, Israel ressuscitado! Como você pode não sentir orgulho da Minha predestinação? Quem chorou? Quem lamentou? O Israel antigo deixou de existir e o Israel de hoje se ergueu, ereto e muito alto no mundo, levantou-se no coração de toda a humanidade. O Israel de hoje certamente alcançará a fonte da existência através do Meu povo! Ah, Egito odioso! Certamente você não está mais contra Mim? Como você pode tirar vantagem da Minha misericórdia e tentar escapar do Meu castigo? Como você pode não existir em Meu castigo? Todos os que Eu amo com certeza viverão pela eternidade, e todos aqueles que estão contra Mim certamente serão castigados por Mim pela eternidade. Por Eu ser um Deus zeloso, não pouparei levianamente os homens por tudo que fizeram. Eu zelarei por toda a terra e, aparecendo no Oriente do mundo com justiça, majestade, ira e castigo, Me revelarei à miríade de multidões da humanidade!

de ‘Capítulo 26’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

8. Eu sou o Próprio Deus único e, ademais, Eu sou a singular e única pessoa de Deus, e Eu, a totalidade da carne, sou ainda mais a completa manifestação de Deus. Quem ousar não Me reverenciar, quem ousar mostrar um olhar de desafio, quem ousar pronunciar palavras de desafio contra Mim seguramente morrerá das Minhas maldições e ira (haverá maldição por causa da Minha ira). E quem ousar não ser leal ou filial a Mim, quem ousar tentar Me enganar seguramente morrerá do Meu ódio. Minha justiça, majestade e julgamento durarão para todo o sempre. No princípio, Eu fui amoroso e misericordioso, mas esse não é o caráter da Minha completa divindade; justiça, majestade e julgamento são apenas o Meu caráter — o Próprio Deus completo. Durante a Era da Graça, Eu fui amoroso e misericordioso. Por causa da obra que Eu tinha de terminar Eu tinha amabilidade e misericórdia, mas depois disso não houve mais necessidade de nenhuma amabilidade ou misericórdia (não houve nenhuma desde então). Tudo que há é justiça, majestade e julgamento e esse é o caráter completo da Minha humanidade normal associada à Minha divindade completa.

de ‘Capítulo 79’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

9. Sete trovões procedem do trono, abalam o universo, transtornam céu e terra e ressoam através dos céus! O som é tão penetrante que as pessoas não conseguem escapar nem se ocultar dele. O reluzir do relâmpago e o ribombar do trovão são lançados, céu e terra são ambos transformados em um instante e as pessoas se encontram à beira da morte. Então, uma violenta tempestade varre o cosmo inteiro com a rapidez de um relâmpago que cai do céu! Nos recantos mais remotos da terra, como um aguaceiro que flui para dentro de cada canto e fenda, não ficará nenhuma mancha e, na medida em que ele lava tudo da cabeça aos pés, nada se oculta dele e nenhuma pessoa pode ser abrigada dele. O ribombar de trovões, assim como o brilho gélido do reluzir de relâmpagos, fazem os homens tremerem de medo! A espada afiada de dois gumes desfere golpes sobre os filhos da rebelião e o inimigo se depara com a catástrofe, sem ter nenhum abrigo para onde correr, sua cabeça rodando pela violência da tempestade e, golpeado e sem sentidos, eles imediatamente tombam mortos na torrente de águas para serem arrastados para longe. Eles simplesmente morrem sem nenhum meio para salvar sua vida. Os sete trovões provêm de Mim e transportam a Minha intenção, que é derrubar os primogênitos do Egito, punir os perversos e purificar Minhas igrejas, de modo que todos fiquem estreitamente unidos uns aos outros, pensem e ajam do mesmo modo e sejam um só coração Comigo, de modo que todas as igrejas do universo possam ser edificadas como uma só. Esse é o Meu propósito.

Quando o trovão ressoa, ondas de lamentos irrompem. Alguns são despertados da sua dormência e, muito alarmados, investigam profundamente em sua alma e voltam correndo para diante do trono. Eles param de fraudar, enganar e cometer crimes, e não é demasiado tarde para que tais pessoas sejam despertadas. Do trono Eu observo. Eu olho no fundo do coração das pessoas. Eu salvo aqueles que sincera e fervorosamente Me desejam e tenho piedade deles. Salvarei para a eternidade aqueles que, em seu coração, Me amam mais do que todas as coisas, aqueles que compreendem a Minha vontade e Me seguem até o final da estrada! Minha mão os manterá a salvo para que não enfrentem essa cena e não sofram nenhum mal. Alguns, quando veem essa imagem de relâmpagos reluzindo, ficam tão angustiados em seu coração que têm dificuldade de expressar-se em voz alta e seu arrependimento chega tarde demais. Se persistirem em se comportar dessa maneira, será tarde demais para eles. Ó, todas as coisas, todas as coisas! Tudo será feito. Esse é um dos Meus meios de salvação. Eu salvo aqueles que Me amam e derrubo os perversos. Desse modo, Meu reino será firme e estável na terra e todas as nações e pessoas e todas as pessoas nos confins do universo saberão que Eu sou majestade, Eu sou fogo devastador, Eu sou o Deus que busca o íntimo do coração de cada homem. Desse tempo em diante, o julgamento do grande trono branco é publicamente revelado às massas, e se anuncia a todas as pessoas que o julgamento começou!

de ‘Capítulo 35’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

10. Uma voz trovejante surge, sacudindo todo o universo, ensurdecendo as pessoas, fazendo com que demorem demais a se esquivar do caminho, e algumas são mortas, algumas são destruídas e algumas são julgadas. É verdadeiramente um espetáculo como ninguém viu antes. Ouçam bem, os estouros de trovão são acompanhados por sons de choro, e esse som vem do Hades, esse som vem do inferno. É o som amargo daqueles filhos da rebelião que foram julgados por Mim. Aqueles que não ouvem o que Eu digo e não praticam as Minhas palavras são severamente julgados e recebem a maldição da Minha ira. A Minha voz é julgamento e ira, e não pego leve com ninguém e não mostro misericórdia a ninguém, pois Eu sou o Próprio Deus justo, e estou irado, estou em chamas, estou purificando e estou destruindo. Em Mim não há nada oculto, nada emocional, ao contrário, tudo é aberto, justo e imparcial. Porque Meus filhos primogênitos já estão Comigo no trono, governando todas as nações e todos os povos, as coisas e as pessoas iníquas e injustas estão começando a ser julgadas. Vou sondá-las uma a uma, sem deixar nada passar, revelando-as completamente. Pois o Meu julgamento foi totalmente revelado e foi totalmente aberto, e nada foi retido de maneira alguma; rejeitarei tudo que não estiver de acordo com a Minha vontade e o deixarei perecer eternamente no poço do abismo; Eu o deixarei queimar eternamente no poço do abismo. Essa é a Minha justiça; essa é a Minha retidão. Ninguém pode mudar isso e isso tem de estar a Meu comando.

de ‘Capítulo 103’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

11. Eu sou justo, Eu sou fiel, Eu sou o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem! Eu revelarei imediatamente quem é verdadeiro e quem é falso. Não é preciso ficar alarmado, todas as coisas funcionam no Meu tempo. Quem Me quer sinceramente, quem não Me quer sinceramente — Eu vou dizer a vocês. Apenas comam bem, bebam bem, compareçam diante de Mim e se aproximem de Mim e Eu mesmo farei Minha obra. Não fiquem muito ansiosos para ter resultados rápidos, Minha obra não é algo que pode ser feito de uma só vez. Dentro dela há Minhas etapas e Minha sabedoria, de modo que Minha sabedoria possa ser revelada. Eu vou deixar vocês verem o que é feito pelas Minhas mãos — a punição do mal e a recompensa do bem. Eu certamente não favoreço ninguém. Eu sinceramente amo você que sinceramente Me ama e Minha ira sempre estará com aqueles que não Me amam sinceramente, para que possam sempre lembrar de que Eu sou o verdadeiro Deus, o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem.

de ‘Capítulo 44’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

12. Eu amo todos aqueles que sinceramente se despendem por Mim e se dedicam a Mim. Eu odeio todos aqueles que são nascidos de Mim, mas que não Me conhecem e até resistem a Mim. Eu não abandonarei nenhuma pessoa que é sinceramente por Mim, mas duplicarei as suas bênçãos. Aqueles que são ingratos, Eu punirei em dobro e não pouparei nem um pouco. No Meu reino não há desonestidade ou engano, nem mundanidade, isso é, não há cheiro dos mortos, mas tudo é retidão, justiça, tudo é pureza, transparência, sem ocultação nem dissimulação; tudo é viçoso, tudo é gozo, tudo é edificação. Se alguém retém o cheiro dos mortos, certamente não pode permanecer no Meu reino, mas será governado pela Minha vara de ferro.

de ‘Capítulo 70’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

13. Aqueles que verdadeiramente reinam como reis dependem da Minha predestinação e seleção e não deve haver nenhuma vontade humana. Se alguém ousar tomar parte nisso, ele deverá experimentar o golpe da Minha mão e será o objeto do Meu fogo devorador; esse é um outro lado da Minha justiça e majestade. Eu disse que domino todas as coisas, Eu sou o Deus sábio que exerce total autoridade e Eu não sou indulgente com ninguém, sou implacável e sem sentimentos pessoais. Eu trato qualquer um (não importa quão bem ele fale, Eu não o deixarei de fora) com Minha justiça, retidão e majestade, enquanto permito que cada um veja melhor a maravilha dos Meus feitos, veja o que Meus feitos significam. Eu puno toda espécie de ações de espíritos malignos uma por uma, lançando-as uma por uma dentro do abismo sem fundo. Eu terminei esse trabalho antes do tempo começar, deixando-os sem posição, deixando-os sem lugar para fazerem seu trabalho. Todo o Meu povo escolhido, aqueles predestinados e escolhidos por Mim, nunca poderão ser possuídos por eles, em nenhum tempo, mas serão sempre santos. Aqueles que Eu não predestinei nem escolhi, Eu entrego a Satanás e não os deixo permanecer por mais tempo.

de ‘Capítulo 70’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

14. Você deve saber que tipo de pessoa Eu desejo; a quem é impuro não se permite entrar no reino, a quem é impuro não se permite macular o solo santo. Ainda que possa ter feito muito trabalho e trabalhado por muitos anos, no fim, se você ainda é deploravelmente imundo; é intolerável para a lei do Céu que você deseje entrar no Meu reino! Desde a fundação do mundo até hoje, nunca ofereci fácil acesso ao Meu reino àqueles que Me bajulam. Esta é uma regra celestial, e ninguém pode infringi-la!

de ‘O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem percorre’ em “A Palavra manifesta em carne”

15. Quando tudo estiver em ordem será o dia em que retornarei a Sião e esse dia será comemorado por todos os povos. Quando Eu retornar a Sião, todas as coisas na terra ficarão em silêncio e todas as coisas na terra estarão em paz. Quando Eu tiver retornado a Sião, tudo reassumirá sua aparência original. Naquele tempo, Eu começarei Minha obra em Sião, punirei os maldosos e recompensarei os bons; implantarei a Minha justiça e executarei o Meu julgamento. Usarei Minhas palavras para realizar tudo e para fazer com que todos e tudo experimentem a Minha mão que castiga. Farei com que todas as pessoas enxerguem Minha glória inteira, enxerguem Minha sabedoria inteira, enxerguem Minha fartura inteira. Ninguém ousará se erguer para julgar, pois todos estão completos Comigo. Assim, todos verão Minha honra inteira e todos experimentarão Minha vitória inteira como todas as coisas estão manifestas Comigo. A partir disso, cada qual é bem capaz de ver Meu grande poder e ver Minha autoridade. Ninguém ousará Me ofender, ninguém ousará Me obstruir. Tudo é trazido a público Comigo, quem ousará ocultar alguma coisa? Certamente Eu não terei misericórdia dele! Esses miseráveis têm de receber Minha punição severa e essa escória deve ser removida da Minha vista. Eu os governarei com vara de ferro e usarei Minha autoridade para julgá-los, sem a menor misericórdia e sem poupar nenhum dos seus sentimentos, pois Eu sou o Próprio Deus que é desprovido de emoção, é majestoso e não pode ser ofendido. Isso deve ser entendido por todos e visto por todos, de modo a evitar ser derrubado por Mim “sem causa nem razão”, ser aniquilado por Mim quando chegar a hora, pois Minha vara golpeará todos os que Me ofendem. Não terá importância para Mim se eles conhecem ou não Meus decretos administrativos; isso não terá consequências para Mim, já que Minha pessoa não pode tolerar a ofensa de ninguém. Essa é a razão pela qual se diz que Eu sou um leão; quem Eu tocar, derrubarei você. É por isso que se diz que dizer agora que Eu sou o Deus da compaixão e da amabilidade é blasfemar contra Mim. Não sou em essência um cordeiro, mas um leão. Ninguém ousa Me ofender e quem quer que Me ofenda será imediatamente punido por Mim com a morte, sem nenhum sentimento!

de ‘Capítulo 120’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

16. Eu sou um fogo consumidor e não tolero ofensa. Porque os seres humanos foram todos criados por Mim, tudo o que Eu disser e fizer, as pessoas devem obedecer e não se rebelar. As pessoas não têm o direito de se intrometer na Minha obra e, particularmente, não estão qualificadas para analisar o que é certo ou errado em Minha obra e Minhas palavras. Eu sou o Senhor da criação, e as criaturas devem executar tudo que Eu exigir com um coração de reverência por Mim; elas não devem arrazoar Comigo e, especialmente, não devem resistir. Estou usando de Minha autoridade para reinar sobre o Meu povo, e todos os que fazem parte da Minha criação devem obedecer à Minha autoridade. Embora hoje vocês sejam destemidos e presunçosos diante de Mim, desobedecem as palavras que lhes ensino e não temem, só correspondo a sua rebeldia com tolerância. Eu não perderia a calma e impactaria Minha obra, porque os minúsculos vermes reviraram a sujeira do monte de esterco. Eu tolero a existência constante de tudo que abomino e as coisas que detesto pelo bem da vontade de Meu Pai, até que Minhas declarações estejam completas, até o Meu último momento.

de ‘Quando as folhas que caem retornarem às suas raízes, você lamentará todo o mal que fez’ em “A Palavra manifesta em carne”

17. Minha misericórdia expressa-se naqueles que Me amam e negam a si mesmos. E a punição que ocorre aos malvados é precisamente prova de Meu caráter justo e, mais ainda, testemunho da Minha ira. Quando o desastre vier, fome e pestes sobrevirão a todos aqueles que a Mim se opõem, e eles prantearão. Aqueles que cometeram toda espécie de perversidade, mas Me seguiram por muitos anos, não escaparão de pagar pelos seus pecados; eles também, ao caírem no desastre do tipo raramente visto ao longo de milhões de anos, passarão a viver num constante estado de pânico e pavor. E aqueles Meus seguidores que se têm mostrado leais somente a Mim hão de se regozijar e aplaudir Meu poder. Eles experimentarão inefável contentamento e viverão numa alegria que nunca antes concedi ao ser humano. Porque Eu prezo as boas ações dos homens e abomino as suas más obras. Desde que comecei a conduzir a humanidade, tenho esperado ardentemente ganhar um grupo de homens da mesma opinião que Eu. Nunca Me esqueci daqueles cuja opinião é diferente da Minha; tenho-os guardado com ódio no Meu coração, esperando apenas a oportunidade de lhes administrar a Minha retribuição, o que Me dará satisfação ver. Hoje, finalmente Meu dia chegou, não preciso esperar mais!

de ‘Você deve preparar boas ações suficientes para seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

18. Já que você está determinado a servir-Me, Eu não deixarei você ir. Eu sou um Deus que odeia o mal e Eu sou um Deus que tem ciúmes do homem. Já que você colocou suas palavras sobre o altar, não vou tolerar que você escape diante dos Meus olhos, e não vou tolerar você servir a dois senhores. Você pensou que poderia ter outro amor depois de colocar suas palavras no Meu altar, depois de colocá-las diante dos Meus olhos? Como Eu poderia permitir que as pessoas Me fizessem de bobo desse jeito? Você pensou que poderia fazer votos de forma desleixada, fazer juramentos para Mim com sua língua? Como você poderia fazer juramentos ao Meu trono, do Altíssimo? Você achou que seus juramentos já haviam passado? Eu digo a vocês que mesmo que sua carne passe, seus juramentos não podem passar. No final, vou condenar vocês com base em seus juramentos. Ainda assim, vocês pensam que podem colocar suas palavras diante de Mim para lidar Comigo e que seus corações podem servir a espíritos impuros e maus espíritos. Como Minha ira poderia tolerar aquelas pessoas parecidas com cães e porcos que Me enganam? Tenho de cumprir os Meus decretos administrativos e arrancar de volta das mãos dos espíritos imundos todos aqueles “piedosos” tacanhos que creem em Mim para “Me servir” de modo ordenado, para ser o Meu boi, para ser o Meu cavalo e estar à mercê do Meu abate. Farei com que retome sua determinação anterior e Me sirva mais uma vez. Eu tolerarei que criação alguma Me engane. Você achou que poderia apenas arbitrariamente, fazer solicitações e arbitrariamente mentir diante de Mim? Você pensou que Eu não tinha ouvido ou visto suas palavras e ações? Como suas palavras e ações não poderiam estar diante da Minha vista? Como Eu poderia permitir que as pessoas Me enganassem dessa maneira?

de ‘Seu caráter é tão vil!’ em “A Palavra manifesta em carne”

19. Quando os anjos tocam música em louvor a Mim, isso não pode deixar de suscitar a Minha compaixão pelo homem. No mesmo instante, Meu coração fica cheio de tristeza, e é impossível Me livrar dessa emoção dolorosa. Nas alegrias e nas tristezas de ser separado e depois reunido com o homem, somos incapazes de trocar sentimentos. Separados no céu acima e na terra abaixo, o homem e Eu somos incapazes de nos encontrar regularmente. Quem consegue se libertar da nostalgia de sentimentos antigos? Quem consegue deixar de relembrar o passado? Quem não desejaria a continuação dos sentimentos do passado? Quem não ansiaria o Meu retorno? Quem não almejaria a Minha reunião com o homem? Meu coração está profundamente perturbado e o espírito do homem está profundamente preocupado. Embora parecidos em espírito, muitas vezes não podemos estar juntos e muitas vezes não podemos nos ver. Assim, a vida de toda a humanidade está repleta de tristeza e carente de vitalidade, pois o homem sempre ansiou por Mim. É como se os seres humanos fossem objetos derrubados do céu; eles gritam o Meu nome na terra e do chão erguem o olhar para Mim — mas como podem escapar das mandíbulas do lobo voraz? Como podem se libertar de suas ameaças e tentações? Como os seres humanos podem não se sacrificar a título de obediência ao arranjo do Meu plano? Quando suplicam em voz alta, Eu viro o rosto para longe deles, não suporto olhar nem mais um instante; mas como Eu não poderia ouvir seus apelos lacrimosos? Eu irei corrigir as injustiças do mundo humano. Farei a Minha obra com as próprias mãos em todo o mundo, proibindo Satanás de prejudicar o Meu povo outra vez, proibindo os inimigos de outra vez fazer o que lhes agradar. Eu Me tornarei Rei na terra e mudarei Meu trono para lá, fazendo todos os Meus inimigos cair no chão e confessar seus crimes diante de Mim. Em Minha tristeza, com raiva misturada, irei pisotear até achatar todo o universo, não poupando ninguém e espalhando terror no coração dos Meus inimigos. Reduzirei a terra inteira a ruínas e farei com que Meus inimigos caiam nas ruínas, para que doravante não possam mais corromper a humanidade. Meu plano já está determinado e ninguém, não importa quem seja, será capaz de mudá-lo. Enquanto Eu vago em pompa majestosa sobre o universo, toda a humanidade será renovada e tudo será revivido. O homem não vai mais chorar nem clamar mais pela Minha ajuda. Então Meu coração se regozijará e as pessoas voltarão a Mim celebrando. Todo o universo, de cima a baixo, vai se revolver em júbilo…

de ‘Capítulo 27’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

20. Na vasta extensão do mundo, mudanças incontáveis ocorreram, oceanos acumularam terra formando campos, campos ficaram alagados e formaram oceanos, repetidamente. Ninguém é capaz de liderar e guiar esta raça humana, a não ser Aquele que governa todas as coisas no universo. Não há ninguém poderoso para trabalhar e fazer os preparativos para esta humanidade, muito menos alguém que seja capaz de liderar esta espécie humana para seu destino de luz e libertá-la das injustiças terrenas. Deus lamenta o futuro da humanidade, Ele sofre por sua queda, fica doído que a humanidade marche, passo a passo, para a decadência e para o caminho sem retorno. Uma humanidade que partiu o coração de Deus e renunciou a Ele para buscar o Maligno: alguém já pensou na direção que uma humanidade como esta poderia seguir? É precisamente por essa razão que ninguém sente a ira de Deus, que ninguém busca um caminho de agradar a Deus nem tenta se aproximar de Deus, e, além disso, que ninguém busca compreender a tristeza e a dor de Deus. Mesmo após ouvir a voz de Deus, o homem continua em sua própria senda, persiste em desviar-se de Deus, evitando a graça e o cuidado de Deus, rejeitando a verdade de Deus e preferindo vender-se para Satanás, o inimigo de Deus. E quem foi que pensou — caso o homem persista em sua teimosia — em como Deus agirá em relação a esse homem que O dispensou sem sequer um olhar para trás? Ninguém sabe que a razão para os repetidos avisos e exortações de Deus são porque Ele preparou em Suas mãos uma calamidade como nunca houve, que será insuportável para a carne e a alma do homem. Essa calamidade não é meramente uma punição da carne, mas também da alma. Você deve saber disto: quando o plano de Deus fracassar, quando Seus avisos e exortações não gerarem resposta, que tipo de ira Ele liberará? Será como nada jamais experimentado ou ouvido por qualquer ser criado. E, então, digo que essa calamidade é sem precedentes, que nunca mais se repetirá. Pois o plano de Deus é criar a humanidade apenas esta vez, salvar a humanidade apenas esta vez. Essa é a primeira vez, e é também a última. Por isso, ninguém pode compreender as intenções meticulosas e a fervorosa expectativa com a qual Deus salva a humanidade desta vez.

de ‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

21. Eu disse antes: Eu sou um Deus sábio. Uso Minha humanidade normal para revelar todas as pessoas e o comportamento satânico, expor aqueles com intenções erradas, aqueles que agem de um jeito na frente dos outros e de outro jeito pelas suas costas, aqueles que resistem a Mim, aqueles que são desleais Comigo, os que desejam dinheiro, os que não dão atenção ao Meu fardo, os que se envolvem em fraude e desonestidade com seus irmãos e irmãs, os que falam eloquentemente para deixar as pessoas contentes, e os que não conseguem coordenar unanimemente o coração e a mente com seus irmãos e irmãs. São muitas as pessoas que, por causa da Minha humanidade normal, resistem secretamente a Mim e se envolvem em fraude e desonestidade, presumindo que Minha humanidade normal não conhece isso. E são muitas as pessoas que dão atenção especial à Minha humanidade normal, dando-Me boas coisas para comer e beber, servindo-Me como serviçais e falando para Mim o que está em seu coração, o tempo todo agindo de modo completamente diferente pelas Minhas costas. Humanos cegos! Vocês simplesmente não Me conhecem — o Deus que vê fundo no coração do homem. Nem mesmo agora vocês Me conhecem; vocês ainda acham que Eu não estou consciente do que você está a fim de fazer. Pensem sobre isto: quantas pessoas se arruinaram por causa da Minha humanidade normal? Acordem! Não continuem a Me enganar. Você deve pôr toda a sua conduta e comportamento, cada palavra e cada feito seus diante de Mim e aceitar que Eu os inspecione.

de ‘Capítulo 76’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

22. Em Meu plano, Satanás já abocanhou os calcanhares de cada passo e, como o contraste da Minha sabedoria, sempre tentou encontrar maneiras e meios de interromper o Meu plano original. Mas Eu poderia sucumbir a seus esquemas ardilosos? Tudo no céu e na terra Me serve — os esquemas ardilosos de Satanás seriam diferentes? Essa é precisamente a interseção da Minha sabedoria, é precisamente o que há de magnífico em Meus feitos e o princípio pelo qual todo o Meu plano de gerenciamento é realizado. Contudo, durante o tempo da construção do reino, não evito os esquemas ardilosos de Satanás, mas continuo a fazer a obra que devo fazer. Dentre todas as coisas no universo, escolhi os feitos de Satanás como o Meu contraste. Essa não é a Minha sabedoria? Não é exatamente o que há de maravilhoso na Minha obra?

de ‘Capítulo 8’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

23. Quando começo formalmente a Minha obra, todos se movem conforme Eu Me movo, de modo que as pessoas em todo o universo se ocupam em harmonia Comigo, há um “júbilo” em todo o universo e o homem é impulsionado adiante por Mim. Como consequência, o próprio grande dragão vermelho é açoitado até um estado de frenesi e perplexidade por Mim, serve à Minha obra, e, apesar de relutar, é incapaz de seguir os próprios desejos, ficando sem outra escolha senão a de se submeter ao Meu controle. Em todos os Meus planos, o grande dragão vermelho é o Meu contraste, o Meu inimigo e também o Meu servo; como tal, nunca relaxei os Meus “requisitos”. Portanto, a etapa final da obra da Minha encarnação é completada em seu lar. Dessa forma, o grande dragão vermelho é mais capaz de fazer serviço adequado para Mim, através do qual Eu irei conquistá-lo e completar o Meu plano.

de ‘Capítulo 29’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

24. Eu sou o Princípio e Eu sou o Fim. Eu sou o único Deus verdadeiro, ressuscitado e completo. Eu falo Minhas palavras diante de vocês e vocês devem acreditar firmemente no que Eu digo. O céu e a terra podem passar, mas nenhuma única letra nem um único traço do que Eu digo jamais passará. Lembrem-se disso! Lembrem-se disso! Uma vez que Eu tenha falado, nenhuma palavra jamais foi retirada e cada palavra será cumprida.

de ‘Capítulo 53’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

25. O que Eu disse deve ser levado em consideração, o que é levado em consideração deve ser concluído, e isso não pode ser mudado por pessoa alguma; é absoluto. Seja o que Eu disse no passado ou o que digo no futuro, tudo acontecerá, e toda a humanidade verá. Esse é o princípio por trás da obra das Minhas palavras. […] De tudo o que ocorre no universo, não há nada sobre o que Eu não tenha a palavra final. O que existe que não esteja em Minhas mãos? Tudo o que Eu digo, acontece e, dentre os homens, quem é que pode mudar a Minha mente? Poderia ser a aliança que Eu fiz na terra? Nada pode impedir o Meu plano; Eu estou sempre presente em Minhas obras assim como também nos planos da Minha gestão. Que homem pode interferir? Não sou Eu quem faz esses arranjos pessoalmente? Adentrar essa situação, hoje, ainda não desvia do Meu plano ou daquilo que Eu previ; estava tudo determinado por Mim há muito tempo. Quem dentre vocês pode entender o Meu plano para esta etapa? O Meu povo ouvirá a Minha voz e, cada um e todos dentre aqueles que Me amam verdadeiramente retornarão perante o Meu trono.

de ‘Capítulo 1’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

26. Acreditamos que nenhum país ou poder consegue impedir o que Deus deseja alcançar. Aqueles que obstruem a obra de Deus, que resistem à palavra de Deus, perturbam e prejudicam o plano de Deus acabarão sendo punidos por Deus. Aquele que desafia a obra de Deus será enviado ao Inferno; qualquer país que desafie a obra de Deus será destruído; qualquer nação que se erguer em oposição à obra de Deus será varrida desta terra e deixará de existir.

de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

27. Tudo será efetuado pelas Minhas palavras; ninguém pode partilhar e ninguém pode fazer a obra que Eu realizarei. Eu limparei o ar de todos os países e erradicarei todo o vestígio dos demônios na terra. Eu já comecei, e darei início à primeira etapa da Minha obra de castigo no lugar da morada do grande dragão vermelho. Então pode ser visto que Meu castigo recaiu sobre o universo inteiro e que o grande dragão vermelho e toda sorte de espíritos impuros serão impotentes para escapar do Meu castigo porque Eu enxergo todos os países. Quando Minha obra na terra estiver completa, isto é, quando a era do julgamento tiver chegado ao fim, castigarei formalmente o grande dragão vermelho. Meu povo verá o justo castigo que aplicarei ao grande dragão vermelho e derramará seu louvor por causa da Minha justiça e para sempre exaltará Meu santo nome por causa da Minha justiça. Portanto, vocês cumprirão formalmente seu dever e Me louvarão formalmente por todas as terras, para todo o sempre!

de ‘Capítulo 28’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

28. Quando a saudação ao reino ressoa — que também é quando soam os sete trovões —, tal som convulsiona o céu e a terra, sacudindo o empíreo e fazendo vibrar as cordas do coração de cada ser humano. Um hino ao reino se ergue cerimoniosamente na nação do grande dragão vermelho para provar que destruí a nação do grande dragão vermelho e então estabeleci o Meu reino. O mais importante é que o Meu reino está estabelecido na terra. Neste momento, começo a enviar Meus anjos a cada uma das nações do mundo para que possam pastorear Meus filhos, Meu povo; também para suprir as necessidades da próxima etapa da Minha obra. Mas vou em pessoa ao local onde o grande dragão vermelho jaz enrodilhado para travar batalha com ele. E, quando toda a humanidade vier a Me conhecer na carne e for capaz de ver Meus feitos na carne, então a toca do grande dragão vermelho se transformará em cinzas e desaparecerá sem deixar rastro.

de ‘Capítulo 10’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

29. Quando todas as pessoas tiverem sido completadas e todas as nações da terra se tornarem o reino de Cristo, será então o tempo em que os sete trovões soarão. O tempo presente é um passo adiante na direção desse estágio, o ataque foi liberado para o tempo vindouro. Esse é o plano de Deus — no futuro próximo será realizado. No entanto, Deus já realizou tudo que disse. Assim, fica claro que as nações do mundo não passam de castelos de areia que estremecem quando a maré alta se aproxima: o último dia é iminente e o grande dragão vermelho tombará sob a palavra de Deus. Para garantir que o plano de Deus seja executado com sucesso, os anjos do céu têm descido a terra, fazendo o melhor possível para satisfazer a Deus. O Próprio Deus encarnado tomou posição no campo de batalha para guerrear com o inimigo. Seja onde for que a encarnação apareça, o inimigo é destruído daquele lugar. A China é a primeira a ser aniquilada, a ser devastada pela mão de Deus. Deus não concede clemência alguma à China.

de ‘Capítulo 10’ das Interpretações dos mistérios das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

30. Eu reino no reino e, além disso, reino em todo o universo; sou tanto o Rei do reino quanto a Cabeça do universo. Daqui em diante, congregarei todos aqueles que não são os escolhidos e começarei a Minha obra entre os gentios, anunciarei os Meus decretos administrativos a todo o universo, para que Eu possa embarcar no próximo passo da Minha obra. Usarei o castigo para espalhar a Minha obra entre os gentios, o que significa dizer que usarei de força contra todos os que são gentios. Naturalmente, essa obra será realizada ao mesmo tempo que Minha obra dentre os escolhidos. Quando o Meu povo governar e exercer poder sobre a terra será também o dia em que todas as pessoas na terra foram conquistadas e, mais do que isso, será o tempo do Meu descanso — e só então aparecerei para todos os que foram conquistados. Eu apareço para o reino sagrado e Me escondo da terra da imundície. Todos os que foram conquistados e se tornaram obedientes diante de Mim são capazes de ver o Meu rosto com os próprios olhos e de ouvir a Minha voz com os próprios ouvidos. Essa é a bênção daqueles que nascem nos últimos dias, essa é a bênção predestinada por Mim e é inalterável por homem algum.

de ‘Capítulo 29’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

31. O mundo está desabando! A Babilônia está paralisada! O mundo religioso — como ele poderia não ser destruído pela Minha autoridade na terra? Quem ainda ousa Me desobedecer e opor-se a Mim? Os escribas? Todos os ministros religiosos? Os governantes e as autoridades da terra? Os anjos? Quem não celebra a perfeição e a plenitude do Meu corpo? Dentre todos os povos, quem não canta louvores a Mim sem cessar? Quem não está infalivelmente feliz? Vivo na terra onde está o covil do grande dragão vermelho, mas isso não Me faz tremer de medo ou sair correndo, porque todo o seu povo já começou a detestá-lo. Jamais o “dever” de qualquer coisa foi cumprido diante do dragão; em vez disso, todas as coisas agem como acham apropriado, tomando o caminho que mais lhes convém. Como poderiam não perecer os países da terra? Como poderiam não cair os países da terra?

de ‘Capítulo 22’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

32. Minha obra final não tem por objetivo apenas punir os homens, mas também arranjar o destino deles. E, mais ainda, o objetivo é receber o reconhecimento de todos por tudo o que fiz. Quero que todos e cada um dos homens vejam que tudo o que fiz é correto e que tudo o que fiz é expressão do Meu caráter; não foi a ação do homem, menos ainda da natureza, que trouxe o ser humano à existência. Ao contrário, sou Eu quem nutre todo ser vivo na criação. Sem a Minha existência, a humanidade só perecerá e sofrerá o flagelo das calamidades. Nenhum ser humano tornará a ver a beleza do sol e da lua nem o mundo verde; a humanidade só há de se deparar com a noite gélida e o vale implacável da sombra da morte. Sou a única salvação da humanidade. Sou a única esperança da humanidade e, mais ainda, sou Aquele sobre quem se baseia a existência de toda a humanidade. Sem Mim, a humanidade imediatamente ficará paralisada. Sem Mim, a humanidade sofrerá uma catástrofe e será espezinhada por toda espécie de espectros, ainda que ninguém atente para Mim.

de ‘Você deve preparar boas ações suficientes para seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

33. Quando Eu retornar novamente, as nações já estarão divididas ao longo dos limites estabelecidos por Minhas chamas ardentes. Naquele momento, Eu mesmo Me manifestarei novamente à humanidade como o sol escaldante, mostrando-Me abertamente a eles à imagem do Santo que eles nunca viram, andando entre as numerosas nações, assim como Eu, Jeová, andei uma vez entre as tribos judaicas. A partir de então, conduzirei a humanidade em suas vidas na terra. Ali certamente verão a Minha glória e certamente verão também uma coluna de nuvem no ar para os guiar em suas vidas, porque farei a Minha aparição em lugares santos. O homem verá o Meu dia de justiça e também a Minha gloriosa manifestação. Isso acontecerá quando Eu reinar em toda a terra e trouxer Meus muitos filhos à glória. Em toda parte na terra, os homens se curvarão, e Meu tabernáculo será firmemente erigido no meio da humanidade, sobre a rocha da obra que estou realizando hoje. Os homens também Me servirão no templo. Vou despedaçar e reconstruir o altar coberto de coisas imundas e repugnantes. Cordeiros e bezerros recém-nascidos serão empilhados sobre o altar santo. Vou derrubar o templo de hoje e construir um novo. O templo que está agora cheio de pessoas detestáveis, entrará em colapso, e o que Eu construir será preenchido com servos leais a Mim. Eles mais uma vez se levantarão e Me servirão pelo bem da glória do Meu templo. Vocês certamente verão o dia em que receberei grande glória e vocês certamente também verão o dia em que Eu derrubarei o templo e reconstruirei um novo. Além disso, vocês certamente verão o dia da vinda do Meu tabernáculo ao mundo dos homens. Quando Eu destruir o templo, também levarei o Meu tabernáculo ao mundo dos homens, da mesma forma que eles contemplam a Minha descida. Depois que Eu esmagar todas as nações, vou juntá-las novamente, construindo Meu templo e estabelecendo o Meu altar para que todos possam oferecer sacrifícios a Mim, servir-Me no Meu templo e fielmente dedicar-se à Minha obra nas nações gentias. Eles serão semelhantes aos israelitas nos dias de hoje, vestidos com um manto sacerdotal e coroa, com a Minha glória, Jeová, no meio deles, e a Minha majestade pairando sobre eles e permanecendo com eles. Minha obra nas nações gentias também será realizada da mesma forma. Assim como a Minha obra em Israel foi, assim será a Minha obra nas nações dos gentios, porque expandirei a Minha obra em Israel e a estenderei às nações dos gentios.

de ‘A obra de difundir o evangelho é também a obra de salvar o homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

34. As pessoas gritam vivas para Mim, as pessoas Me louvam; todas as bocas mencionam o único Deus verdadeiro, todas as pessoas levantam seus olhos para assistir aos Meus feitos. O reino desce sobre o mundo, Minha pessoa é rica e abundante. Quem não celebraria isso? Quem não dançaria de alegria por causa disso? Ó, Sião! Levante seu estandarte triunfante para Me celebrar! Entoe sua triunfante canção de vitória e propague Meu santo nome! Todas as coisas que há na terra! Purifiquem-se agora como sacrifício a Mim! Estrelas no céu! Retornem agora para seu lugar e mostrem a Minha grandeza no firmamento! Estou atento às vozes das pessoas na terra que derramam infinito amor e reverência por Mim na canção! Neste dia, em que todas as coisas rejuvenescem, Eu venho percorrer a terra. Neste momento abrem-se as flores, as aves cantam, todas as coisas estão cheias de júbilo! Ao som das salvas do reino, o reino de Satanás entra em colapso, destruído pelo reverberante coro do hino do reino. E ele jamais voltará a se erguer!

Quem na terra ousa levantar-se e resistir? Ao descer à terra, Eu trago fogo, trago ira, trago todos os desastres. Os reinos terrenos são Meu reino agora! No alto céu, as nuvens revoluteiam e ondulam; sob o céu, lagos e rios revolvem-se e se agitam em tocante melodia. Animais que repousavam emergem de suas tocas e todas as pessoas que dormitam são despertadas por Mim. O dia tão esperado por todas as pessoas finalmente chegou! Elas Me oferecem as mais belas canções!

de ‘Hino do Reino’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

35. O caminho da vida não é algo que qualquer pessoa possa ter nem é fácil de ser obtido por todos. Isso é porque a vida só pode vir de Deus, o que quer dizer, somente o Próprio Deus possui a substância de vida, não há caminho de vida sem o Próprio Deus e assim só Deus é a fonte de vida e o manancial inesgotável de água viva da vida. Desde que criou o mundo, Deus tem feito muita obra envolvendo a vitalidade da vida, tem feito muita obra que traz vida ao homem e tem pagado um grande preço para o homem poder ganhar vida, pois o Próprio Deus é vida eterna e Ele é o caminho pelo qual o homem é ressuscitado. Deus nunca está ausente do coração do homem e vive em todos os momentos entre os homens. Ele tem sido a força impulsionadora da vida do homem, o fundamento da existência humana e um rico depósito para a existência do homem após o nascimento. Ele faz o homem renascer e o capacita a viver obstinadamente em cada um de seus papéis. Graças ao poder Dele e à Sua inextinguível força vital, o homem tem vivido geração após geração, ao longo das quais o poder de vida de Deus foi o esteio da existência humana e pelas quais Deus tem pagado um preço que nenhum homem comum jamais pagou. A força de vida de Deus pode prevalecer sobre qualquer poder; além do mais, ela ultrapassa qualquer poder. Sua vida é eterna; Seu poder, extraordinário, e Sua força vital não é facilmente vencida por qualquer ser criado ou força inimiga. A força de vida de Deus existe e fulgura em seu brilhante esplendor, independentemente de tempo ou lugar. A vida de Deus permanece eternamente inalterada durante as comoções do céu e da terra. Todas as coisas passam, mas a vida de Deus ainda permanece porque Deus é a fonte e a raiz da existência de todas as coisas. A vida do homem se origina de Deus, a existência do céu se deve a Deus, e a existência da terra provém do poder de vida de Deus. Nenhum objeto possuidor de vitalidade pode transcender a soberania de Deus, e coisa alguma com vigor pode se separar do âmbito da autoridade de Deus. Desse modo, todos, sejam quem forem, devem submeter-se ao domínio de Deus, todos devem viver sob o comando de Deus, e ninguém pode escapar do Seu controle.

de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

36. Quantas criaturas estão lá vivendo e se reproduzindo na vasta extensão do universo, seguindo a lei da vida repetidas vezes, aderindo a uma regra constante. As que morrem levam consigo as histórias dos vivos e as que estão vivas repetem a mesma história trágica dos que morreram. E assim a humanidade não pode deixar de se perguntar: por que vivemos? E por que temos que morrer? Quem está no comando deste mundo? E quem criou esta humanidade? A humanidade foi mesmo criada pela Mãe Natureza? A humanidade está mesmo no controle da própria sina?… Por milhares de anos a humanidade tem feito essas perguntas, repetidas vezes. Infelizmente, quanto mais a humanidade se tornou obcecada com essas questões, mais desenvolveu uma sede pela ciência. A ciência oferece uma breve gratificação e um deleite temporário à carne, mas está longe de ser suficiente para livrar a humanidade da solidão, do isolamento, do terror mal dissimulado e do desamparo profundo de sua alma. A humanidade simplesmente usa o conhecimento científico que o olho nu consegue ver e que o cérebro pode compreender para anestesiar seu coração. No entanto, isso não pode impedir a humanidade de explorar os mistérios. A humanidade não sabe quem é o Soberano de todas as coisas do universo, muito menos conhece o início e o futuro da humanidade. A humanidade simplesmente vive, forçosamente, em meio a essa lei. Ninguém pode escapar dela, ninguém pode mudá-la, pois dentre todas as coisas e nos céus há apenas Um de eternidade a eternidade que detém a soberania sobre tudo. Ele é o Único que nunca foi contemplado pelo homem, o Único a quem a humanidade nunca conheceu, em cuja existência a humanidade nunca acreditou, mas Ele é o Único que soprou o fôlego nos ancestrais da humanidade e deu vida à humanidade. Ele é o Único que supre e nutre a humanidade para a sua existência, e que a guia até os dias de hoje. Mais ainda, Ele e somente Ele é de quem a humanidade depende para a sua sobrevivência. Ele detém a soberania sobre todas as coisas e rege todos os seres vivos sob o universo. Ele comanda as quatro estações e é Ele quem evoca o vento, a geada, a neve e a chuva. Ele dá à humanidade a luz do sol e traz o cair da noite. Foi Ele quem estendeu céus e terra, abastecendo o homem com montanhas, lagos e rios e com todas as coisas vivas que há neles. Seu feito está por toda parte, Seu poder está por toda parte, Sua sabedoria está por toda parte e Sua autoridade está por toda parte. Todas essas leis e regras são a corporificação de Seu feito e cada uma delas revela Sua sabedoria e autoridade. Quem pode se isentar de Sua soberania? E quem pode se dispensar de Seus desígnios? Todas as coisas existem sob o Seu olhar e, além disso, todas as coisas vivem sob a Sua soberania. Seu feito e Seu poder deixam a humanidade sem outra escolha senão reconhecer o fato de que Ele existe mesmo e detém a soberania sobre todas as coisas. Nenhuma outra coisa além Dele pode comandar o universo, muito menos prover a essa humanidade de forma incessante. Independentemente de você ser capaz de reconhecer o feito de Deus, e sem considerar se você acredita na existência de Deus, não há dúvida de que a sua sina está no interior da ordenação de Deus, e não há dúvida de que Deus sempre deterá a soberania sobre todas as coisas. Sua existência e autoridade não estão baseadas no fato de poderem ou não ser reconhecidas e compreendidas pelo homem. Só Ele conhece o passado, o presente e o futuro do homem e só Ele pode determinar a sina da humanidade. Independentemente de você ser capaz de aceitar esse fato, não tardará muito para que a humanidade testemunhe tudo isso com os próprios olhos, e esse é o fato que em breve Deus fará valer. A humanidade vive e morre sob os olhos de Deus. A humanidade vive para o gerenciamento de Deus e, quando seus olhos se fecham pela última vez, isso também se dá para o mesmo gerenciamento. Repetidas vezes o homem vem e vai, para frente e para trás. Sem exceção, tudo faz parte da soberania e dos desígnios de Deus. O gerenciamento de Deus está sempre indo adiante e nunca cessou. Ele fará a humanidade ter consciência da Sua existência, confiar em Sua soberania, contemplar o Seu feito e retornar a Seu reino. Esse é o Seu plano e a obra que Ele tem conduzido há milhares de anos.

de ‘O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

37. O caráter de Deus é um assunto que parece muito abstrato a todos e é, além disso, algo que não é fácil para ninguém aceitar, pois Seu caráter é diferente da personalidade de um ser humano. Deus também tem Suas próprias emoções de alegria, ira, tristeza e felicidade, mas essas emoções diferem das do homem. Deus é o que é e tem o que tem. Tudo que Ele expressa e revela são representações de Sua substância e identidade. Aquilo que Ele é e tem, como também Sua substância e identidade, são coisas que não podem ser substituídas por nenhum homem. Seu caráter abrange Seu amor pela humanidade, consolo da humanidade, ódio da humanidade e, ainda mais, um entendimento rigoroso da humanidade. A personalidade do homem, porém, pode ser otimista, animada ou insensível. O caráter de Deus é algo que pertence ao Governante de todas as coisas e seres vivos, ao Senhor de toda a criação. Seu caráter representa honra, poder, nobreza, grandeza e, acima de tudo, supremacia. Seu caráter é o símbolo de autoridade, o símbolo de tudo que é justo, o símbolo de tudo que é bom e belo. Mais que isso, é um símbolo Daquele que não pode ser[a] vencido nem invadido pelas trevas nem por qualquer força inimiga e é, também, um símbolo Daquele que não pode ser ofendido (nem Ele tolerará ser ofendido)[b] por qualquer ser criado. Seu caráter é o símbolo do mais alto poder. Nenhuma pessoa consegue ou pode perturbar Sua obra ou Seu caráter. Mas a personalidade do homem não é mais que um mero símbolo da ligeira superioridade do homem sobre o animal. Em si e de si mesmo, o homem não tem autoridade, nem autonomia nem capacidade de transcender o ego, mas é, em sua substância, alguém que se acovarda à mercê de todos os tipos de pessoas, eventos e coisas.

de ‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

38. Cada frase que tenho falado contém em si o caráter de Deus. Vocês fariam bem em ponderar Minhas palavras com cuidado e certamente lucrarão muito com elas. A substância de Deus é muito difícil de compreender, mas confio que todos vocês têm, pelo menos, alguma ideia do caráter de Deus. Espero, então, que vocês Me mostrem e façam mais daquilo que não ofende o caráter de Deus. Então serei reconfortado. Por exemplo, guarde Deus em seu coração sempre. Quando agir, faça-o de acordo com Suas palavras. Busque Suas intenções em todas as coisas e evite fazer o que desrespeita e desonra a Deus. Menos ainda você deve colocar Deus no fundo de sua mente para preencher o futuro vazio em seu coração. Se fizer isso, você terá ofendido o caráter de Deus. Novamente, supondo que você nunca faça observações ou queixas blasfemas contra Deus ao longo de sua vida e, novamente, supondo que você seja capaz de cumprir corretamente tudo que Ele lhe confiou e também de se submeter a todas as Suas palavras ao longo de sua vida, então você terá evitado transgredir os decretos administrativos. Por exemplo, se alguma vez você disse: “Por que eu não acho que Ele é Deus?”, “Acho que essas palavras nada mais são do que algum esclarecimento do Espírito Santo”, “Em minha opinião, nem tudo que Deus faz é necessariamente correto”, “A humanidade de Deus não é superior à minha”, “As palavras de Deus simplesmente não são críveis” ou outras observações críticas desse tipo, Eu exorto você a confessar e se arrepender de seus pecados mais vezes. Caso contrário, você nunca terá uma chance de ser perdoado, pois você ofende não um homem, mas o Próprio Deus. Você pode acreditar que está julgando um homem, mas o Espírito de Deus não o vê dessa forma. Seu desrespeito à Sua carne é igual a desrespeitá-Lo. Assim sendo, você não ofendeu o caráter de Deus? Você deve lembrar que tudo que é feito pelo Espírito de Deus é feito para proteger Sua obra na carne e para que essa obra seja bem-feita. Se você negligenciar isso, então Eu digo que você é alguém que jamais será capaz de ter êxito na crença em Deus. Pois você provocou a ira de Deus, e assim Ele usará uma punição apropriada para lhe ensinar uma lição.

de ‘É muito importante entender o caráter de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Notas de rodapé:

a. O texto original diz: “é um símbolo de ser incapaz de ser”.

b. O texto original diz: “como também um símbolo de ser incapaz de ser ofendido (e de não tolerar ser ofendido)”.

Anterior:V Palavras clássicas sobre a relação entre cada estágio da obra de Deus e o nome de Deus

Próximo:(I) Palavras sobre a autoridade de Deus

Conteúdo Relacionado